Doutrina Serra, a reprise

Opinião do blog

Na história recente, um governante de um grande país fez acusações sem provas a outro país e, com base nelas, tomou medidas que posteriormente se mostraram desastrosas.  Esse tipo de conduta de um chefe de Estado pode afundar uma nação, como se verá a seguir.

O governante em questão foi George Walker Bush, que acusou o Iraque de possuir “armas de destruição em massa” e, com base no que não podia provar, declarou guerra ao país, invadiu-o, assassinou centenas de milhares de inocentes e, de quebra, ainda afundou a economia americana e fez os Estados Unidos perderem o respeito do mundo.

Disse bem Dilma Rousseff, sobre a acusação que seu adversário José Serra fez ao governo Evo Morales de que este permitiria o tráfico de “cocaína” para o Brasil: “Estadista não faz acusação sem provas a outro país”.

Após Serra posar todo orgulhoso para fotos ao lado do “exterminador do futuro”, o dublê de ator e atual governador republicano da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, pode-se ter uma idéia do tipo de relações internacionais que seriam construídas por um eventual governo tucano.

Mas que não se pense que os recentes ataques de Serra ao Mercosul, à Bolívia, à Venezuela e ao Irã são produto de suas convicções. Na verdade, o tucano busca agradar aos países ricos, sobretudo aos Estados Unidos, que, como se sabe, estão amplamente incomodados com o protagonismo brasileiro na cena internacional.

Ao fazer esse agrado às potências do norte – chamar Evo Morales de traficante soa como música à poderosa direita americana –, o candidato tucano calcula que terá o apoio delas para se eleger presidente. Mas resta saber quantos votos os governos do mundo rico têm por aqui…

Não, Serra não é louco, não. Ele sabe que ser o candidato do Primeiro Mundo pode lhe abrir financiamentos ilimitados de campanha, via laranjas dos estrangeiros aqui no Brasil, e que pode produzir um noticiário internacional francamente favorável à sua candidatura, gerando pressão nos agentes econômicos internos.

Ainda assim, em situação análoga a esta que o tucano tenta criar, ele perdeu as eleições de 2002 para Lula mesmo com o megaespeculador internacional George Soros dizendo a famosa frase “Serra ou o caos”, dando a entender que o mundo rico afundaria o Brasil se Lula ganhasse a eleição.

Tenho reportado cenas do script encenado em 2002 e em 2006 que estão sendo reprisadas em 2010, tais como fraude em pesquisas, processos do PSDB contra o instituto Sensus, a velha história de que Serra seria “mais preparado” do que o adversário etc. O tucano tentar se vender ao mundo rico como seu candidato a lhe entregar o Brasil, é só mais uma.

Ao fim do processo eleitoral deste ano, porém, tenho a mais absoluta certeza de que não teremos uma nova doutrina Bush versão Terceiro Mundo convulsionando a América Latina, com Serra comprando brigas com nossos vizinhos e entregando nossa economia aos ianques.

A doutrina Serra, que o próprio encena para as potências sedentas de saquearem o Brasil, é um filme velho e sem audiência. O Brasil está mais maduro, esperto e bem satisfeito com o rumo que tomou há oito anos. Não cairá mais nas vigarices renitentes do PSDB.

59 comments

  • Mandou bem, caro Edu! É só isso mesmo que esse sujeito tá querendo.
    Mas o brasileiro não aceita mais essa imposição dos ianques sobre nosso destino.
    Dilma 2010!

  • Prezado Eduardo, nunca tive simpatias pelo Serra mas ouvindo as suas entrevistas e vindo de um homem calejado em política chega as raias do inacreditável. Ele está se mostrando completamente despreparado como candito ( ou será que sempre foi e estava enganando em SP) assumiu o alterego. Tudo já planejou ou já fez em SP ou quando foi ministro, mente com a maior cara de pau e não aceita ser contrariado é desreipeitoso e grosseiro, depois do Brasil ter o Lula como Presidente os próximos terão que fazer curso de estadistas e o Serra está no mobral e vai repetir o ano.

    • Renato, concordo com você e fico imaginando se nos debates promovidos pelas tvs ele terá a coragem de repetir o que vem dizendo, sem contestação. Espero que a Dilma e até mesmo outros candidatos retirem esse status de onipotência que tem sustentado todos os seus discursos

  • Serra é o representante muito apropriado de uma proposta ultrapassada, que tem uma visão de mundo caduca, defende valores arcaicos e idéias ultrapassadas. O codinome de Serra é atraso e o retrocesso o permeia por inteiro… O demotucanato, se ganhasse o mando no Brasil, o faria perder definitivamente o bonde da História. Um caminho sem volta para a decadência e o declínio!

  • Pois saibam que eu tenho pena do Serra. É um doente. Obcecado por um personagem que criou para si mesmo e que ele venera. Sempre acreditou viver dentro do maior líder que o mundo já teve e não soube aproveitar. Percebo que ele não se comove com a indiferença do eleitorado. A maioria é burra! Tenho dois amigos publicitários que já participaram de campanhas do Serra. Um anulou o voto e o outro votou no Lula. Explicação: o cara é insuportável! Não dá pena?

  • Por aqui, só alguns médio-classistas preconceituosos e racistas bem como certos riquinhos decadentes, como os donos do PIG, estão com Serra. No pasarán!

  • Vejam os livros de geografia das escolas públicas de São Paulo, o Mr. Gollum(Senhor dos Anéis), já eliminou a Bolivia e o Uruguai do mapa, transformou os dois paises em Paraguai.

    Mr. Gollum e o seu eterno Sec. da Educação, são "'jenios"'

  • Perfeito. É isto mesmo. Está querendo se vender para os gringos, interessados na continuação do saque. Só que o mundo e o Brasil mudaram. Este nosferatu vai voltar para seu túmulo rapidinho. Valeu Edu!

  • Matou a pau, Eduardo! Concordo inteiramente com você; Serra está mandando recados desesperados à direita americana: me ajudem, que depois eu entrego o Brasil pra vocês saquearem! A começar pela Petrobrás! Só que não passarão! O Brasil de hoje, jamais retornará ao período desastroso do governo FHC!

  • A questão do vice do Serra é sintomática. Arruda seria o vice, vote em um careca e ganhe dois. Mas a proposta anterior encampada pelo Serra, sobre a qual o sabujo CIAnista da Globo, o Alexandre Garcia, se derretia em elogios, com sorriso melífluo e olhar enlanguescido, foi apanhado em descomunal flagrante de corrupção recebendo propina ao vivo! De lá para cá está difícil ser vice do Serra. Porque, o que estava previsto para ser o vice-presidente, o que substituiria o Serra na presidência do Brasil, o indicado pelo “jenial” estadista da Mooca, caso eleito, seria um homem reincidente na fraude, já que agira antes no caso do painel do senado. Agora ele terá que conseguir outro vice nos conformes e os convidados não aceitam, pois sabem que irão perder a eleição junto com o "bem preparado" Putiniquim paulistano. Resta-lhe, quem sabe, compor a chapa puro-sangue, autêntica, despida da pele de cordeiro, a dobradinha Serra (do tacão contra os pequenos) e FHC (dos pés descalços frente aos grandes) parceiros sem rivais nos tro-ló-lós e nhem-nhem-nhens.

  • A questão, meu caro Eduardo, é que ao tecer as considerações, o Serra está mirando na ignorância construída pela mídia, que reflete que Morales e Cháves são ditadores de republiquetas, e que o que presta são os Estados Unidos e Europa.

    É a chamada campanha da desinformação, que interessa ao Serra.

  • Sem contar que após a invasão norte-americana ao Afeganistão. o cultivo do ópio acelerou de forma abrupta, assim como a produção de cocaína na Colômbia desde quando os EUA passaram a "ajudar" a nação sul-americana no combateàs drogas. Por que Serra não acusa os EUA como fez com a Bolívia? Esse comentário mostra bem quem é o candidato tucano ao planalto: alguém que se rende aos poderosos e não perde a chance de soterrar os mais humildes. Paraisópolis que o diga.

  • Edu,
    Parabéns pelo novo blog, está muito bom! Quanto ao Serra, de há muito acredito tratar-se de pessoa de sanidade mental duvidosa. A atuação dele nesse início de campanha tem sido grotesca, de uma inoperância total. Só deu mancada, até agora. Como a mídia conseguiu construir a imagem do político competente e experiente é algo que só se explica mesmo pela mais deslavada manipulação.
    Mesmo com o auxílio luxuoso da direita internacional, não vejo possível a sua eleição. Por que, plagiando o glorioso Garrincha: falta combinar com o povo!

  • Eu estou "reginaduartezando"!juro que ESTOU COM MEDO,de verdade!
    Serra pirou de vez o cabeção,!não me surpreenderia ele aparecer vestido de Napoleão bradando sua baioneta.
    Pirou ele e toda a direita raivosa que o apóia,incluindo ministros e procuradores!Nunca antes nesse país eu vi campanha tão ensandecida!

  • Pelo porte dos adversários que escolhe confrontar se pode medir a envergadura moral de um político. Só para deixar mais claro: FHC/Serra – Bolívia; Lula/Dilma – EUA.
    Para completar, sem a conivência explícita dos governos de SP (16 anos sob tucanos) o tráfico de drogas e o PCC teriam chegado ao nível de calamidade que se encontram? O Serra é parceiro do DENARC?

  • Edu,psdb nunca mais, vou continuar sendo seu seguidor.Sem golpes,falcatruas e safadezas.Vamos continuar mudando o país!!!Dilma 2010.Lula sempre….

  • O Serra está se tornando uma caricatura de si mesmo. Nem ele se reconhece mais de "tanta coisa que diz ter feito" por São Paulo, pelo Brasil, pelo mundo, pela extratosfera… e, após sua eleição à presedência ( ?) poderá retribuir aos Estados Unidos sua benevolência e compaixão aos países mais "pobrezinhos". Em que o acesso ao poder pode transformar os homens!!!

  • É o desespero batendo às portas do cãodidato raivoso e, o que é pior, sem nenhuma proposta concreta e nova para o povo brasileiro. Alguém aqui já escreveu sobre ele aparecer vestido de Napoleão. É que sua atitude leva a qualquer um ter esse entendimento. A conversa(blá..blá…blá..) dele é uma cantilena de uma nota só: fui o máximo como deputado constituinte….fui o máximo como secretário de Montoro…..fui o máximo como Ministro da Saúde…..fui o máximo como prefeito(?) e governador(?) de São Paulo……Ele é muito chato, como horroroso foi o programa do Demo, artificial ao extremo,no qual ele era a pop star….cruz credo! E para aumentar o desespero deles todos: "colonistas" do Pig, "famiglias" donas das midias, demotucanalhaspps, trolls, direitistas de plantão, embaixadores de "pijamas",etc…; o "estadinho" publicou que o Vox Populi está com uma pesquisa encomendada por um partido em que a Dilma aparece 5 pontos na frente do ZéRancoroso. É o começo do fim!

  • O Presidente Evo pode dizer que o Serra fez corpo mole com o PCC ou é seu cumplice. Mas ele não faria isto, tem educação. Estou com vergonh alheia. Acorda Serra! Cala boca Serra!

  • Ora Eduardo,

    Que mal tem colocarmos umas, digamos, dúzia e meia de bases yankees na Amazonia ?? Certamente garanter-se-ia o "controle" do mercado americano de consumo. De quebra , e ao que mesmo interessa, finalmente estabeleceríamos as BASES de ocupação desta área abandonada pelos nativos locais!!!! Serremos forças contra este "entregassionista"!!

  • Aos 57 anos de idade que tenho, não me surpreendo com essa Direita cafajeste, ela sempre foi assim, não vai mudar nunca.
    Se fossem relativamente espertos, aceitariam perder os anéis para não perder os dedos, a verdade é que não são.
    Quanto ao Serra, é medíocre até a raiz do cabelo. Não vale à pena oerder tempo com ele, é só uma bactéria.

  • Serra disse à Veja que se preparou a vida inteira para ser presidente, mas parece que não adiantou muito. Chega a ser infantil fazer uma acusação tão grave de forma tão banal: isso se chama leviandade.

    A propósito, muitos integrantes da base governista de Uribe são envolvidos até o talo com grupos paramilitares e o narcotráfico – e para isso há provas. Por que será que Serra e seus papagaios não os citam também?

  • Serra vai passar para a história como o incendiador de favelas e o exterminador de nordestinos. Antes de atacar um presidente legitimamente eleito, ele deveria olhar para dentro de seu partido e perceber que o tráfico só existe por que há consumidores dispostos a pagar pela droga.

  • Edu, sua percepção foi cirúrgica. O que o Serra quer é abanar a banderinha dos ianques na AL. Achando que o apoio da Hillary Clinton virá como 'certidão de batismo' de washington na política externa brasileira. Não é à toa que aquela foto do Bill Clinton com as mãos no ombro do FHC (por trás) e este dando uma gargalhada, foi folclórica. Parece-me que o Serra tá doidinnho para tomar o lugar do FHC… Paciência… O que podemos fazer…. Dilma 2010 neles !!!

  • Serra não vai a lugar nenhum. Quando fala parece um cão raivoso, sedento pelo poder, mas desta e como de outras vezes, ele vai continuar babando. Serra já era…..Dilma disparou nas pesquisas kkkkkk

  • Sinceramente, eu fico com a impressão que não há nenhuma estratégia especial nisso que ele está fazendo, não. No meu entender, isso é apenas desespero. O cara não tem o que falar e fica inventando "factoides", como César Maia fazia no Rio.

    Com isso fica todo mundo prestando atenção nessa bobagem e esquece do essencial. Ele só está querendo desviar o foco da conversa, que está nitidamente desfavorável pra ele.

    Tomemos como exemplo as bobagens que ele falou em Recife, com relação à indústria naval. Só falou besteira e quanto mais fala, mais se afunda. Isso, de mudar o foco da conversa, todo sujeito sem argumento faz. Por exemplo, querer arrumar briga à toa.

    Mas é claro, isso é apenas minha impressão pessoal…

    Eu penso que o Lula tá fazendo o correto, deixando esse otário falando sozinho no meio da rua. Você viu o que ele fez com o Evo: "vem, vamos fazer inveja ao Serra". Ele vai ficar mais uma vez com esse gostinho amargo na boca, de querer ser presidente, e não poder.

    Eu achei ótimo, tirada de mestre. Esse Lula tá cada dia melhor…

  • Surtou.
    Como pre candidato já criou um constrangimento,imagine este homem ( o da camisinha chinesa) governando este país!

    Pé de pato bangalo tres vezes

  • Tanto acusarem-no de megalomaníaco que o candidato, resolveu procurar ajuda profissional.
    Quando se deitou no divã o “psiquiatra” lhe disse:
    _Senhor José Serra, comece do princípio.
    _Bom doutor, no princípio eu criei o céu e a terra…

  • Oi Edu
    então, acho que a questão nem é essa. Acredito que Serra sinceramente, não se preocupa muito com um projeto de país e etc, ele quer governar, ganhar, ter poder , só isso, é da personalidade dele. Se precisar se aliar a um ou a outro, ele irá.

    Mas sobre essas acusações à Bolivia, acredito terem sido fruto de consultorias de empresas norte-americanas de marketing político. É uma tática demais usada por lá, culpar outro país que pouco se conhece, no caso Clinton culpava a Colômbia, mas Reagan tb culpou Irã e Nicaragua e Bush II culpava o Iraque. Tem muito cara de marketing gringo esse caso. Sobrou para os bolivianos, pq falar mal da Colombia é fora de cogitação. Não duvidem se o próximo acusado seja o Paraguai.

  • Com o poder nas mãos tudo é possível mesmo com o povo mais amadurecido.
    Será como no governo FHC, faziam a m…. e todos davam aval de competência tucana.
    Não substimo os vendilhões, lesa pátria, farão um caminho inverso independente do que queremos.
    Só ver o que acontece em São Paulo, tem todos os avais, inclusive da maior parte dos paulistas !! ??

  • Agora vai iniciar a copa do mundo, 99,99% da população brasileira estará assistindo e falando de futebol, pois o Serra deveria aproveitar e procurar um tratamento numa casas de saúde, pois as pessoas não são de ferro e podem adoecer e ninguém é imune a virus que provavelmente o atacou e o transformou em Napoleão do PSDB. Queremos o Serra de volta lúcido para um bom debate e contribuir com idéias positivas, mas não leva o FHC pois este não tem cura.

  • Esse negócio de todo mundo repercutir essa besteira do Serra (Bolívia) é o que ele mais deseja.
    Vão lançar muito boi de piranha pra galera ficar roendo enquanto passam com o carro.
    A atitude serrista é grosseira, deselegante e desastrosa por si só. Não precisa ninguém legendar. Temos que tomar muuuuuuuuuuuuuuito cuidado para não ficar avançando nos bois que eles jogam por que estamos contribuindo para ampliar o debate deles, não o nosso.
    A minha sugestão é largar mão disso.

  • Eu não coloco tanta fé em uma vitória da Dilma não, se o PT não se cuidar, dá Serra, daí a vaca vai pro brejo de vez. Quero só ver! Na torcida aqui pela Dilma!
    Não é o diretor do SENSUS que diz que essas pesquisas de opinião só vão valer mesmo quando o eleitorado souber quem é o candidato do Lula? E que no momento 60% do eleitorado não sabe que a Dilma é a candidata do governo? Ora, se alguém, nessa altura do campeonato, ainda não sabe que a Dilma é governo e que o Serra é oposição, convenhamos, essa pessoa não entende nada de política, poderia muito bem votar no Serra pensando que estaria dando continuidade ao governo do Lula.

  • Pra mim esse é o principal motivo do Serra não atacar o Lula ou o governo, a questão não é medo de perder votos, uma vez que hoje, os já eleitores do Serra não vão debandar para o lado do PT e, nem os eleitores da Dilma vão tucanar.
    Mas se considerarmos que 60% do eleitorado não têm noção nenhuma de política, uma vez que não conseguem distinguir governo e oposição, e, são esses 60% que vão decidir a eleição e poderiam muito bem fazê-lo logo no primeiro turno, ao Serra só cabe uma opção! Qual seria?
    Ora, aquele velha tática de investir na ignorância do povão, não atacando o Lula nem a Dilma poderá o Serra se passar pelo candidato do governo, assim, praticando um “estelionato” eleitoral, o cara vai tentar ganhar em cima da ignorância do povo mais pobre! Porque o que vale mesmo, o que esta em disputa, e o que vai deciddir a eleição, são esses 60% aí!

  • Eduardo,

    Bela análise! Estotu no interior do Maranhão, e pela superficial e instantânea análise que faço do cenário político, a Dilma ganha com alguma facilidade por aqui. Menos folgada seria uma reeleição da Roseana (x Dino).

  • Estão insinuando que dentro do Sanatório "PSDB-Mídia" a jogada é: relacionar o Narcotráfico a Dilma, na falta de idéias e alternativas o que ficar abaixo da cintura é canela.

  • Perfeito! A meu ver apenas um pequeno reparo: todas a canalhices feitas por Bush no Iraque e também no Afeganistão e Oriente Médio, eram continuação das políticas dos governos americanos ao longo do tempo, particularmente nas áreas onde estão os países produtores de petróleo, ou com potencial de serem produtores, de certa forma a mesma política do Obama. A canalhice imperial tem como foco principal o petróleo e as fontes potenciais de energia e matérias primas. Assim, apesar do custo financeiro e político , talvez seja bastante relativo a avaliação de terem sido desastrosas as ações de Bush no Iraque, para o povo iraqueano, certamente. Os americanos lá continuam implantando sua democracia, a pax americana, que lhe garantam o fluxo de petróleo do maior produtor do mundo. Algo parecido acontece com o Irã, que se ficar armado com arma nuclear, pode dificultar bastante o acesso ao petróeleo iraniano.

  • Washington sempre patrocinou, orientou, e até participou de golpes nos países que lhe incomodavam. Também gastou fortunas em campanhas eleitorais de candidatos "amigos", ou seja, subservientes, vassalos, amestrados. Mas pagou, e, com certeza, ainda paga fortunas para jornais, revistas, TVs e radios, e, além disso, para delegados, generais, como também a juízes, procuradores, etc. Isto é comprovado pelos arquivos liberados da CIA. Então, penso que não é à toa que o nosso judiciário já tem se manifestado claramente contrário ao Lula e Dilma. Só assim se explica que um político, Presidente da República, seja condenado e multado por ter falado em política, num programa político de um partido político. Daqui a pouco, em programas e convenções do PT, ele vai ter que falar sobre futebol, tricô, culinária e decoração. É preciso mudar urgente essa legislação eleitoral indefinida, que dá oportunidade a esses magistrados partidários de interpretar a lei do jeito que lhes aprouver.

  • O Brasil vem subindo degraus já mais vistos nos últimos 50 anos, acho que essa caminhada não terá mais retrocesso.
    Para desconstruir o Serra é muito fácil, basta nos debates provocá-lo com perguntas que o tem feito perder as estribeiras feitas por alguns jornalistas, tais como: autonomia do Banco Central, Estado mínimo, privatização, pedágios e também porque São Paulo cresce menos que alguns estados pobres do Nordeste.

  • O Nassif,tem outra visão Edu :

    As obviedades dessa campanha são de cansar.
    Serra dá o tiro na Bolívia. Aí a Veja aparece com a matéria prontinha, mostrando o perigo boliviano. Daqui a pouco vão ressuscitar os 200 mil guerrilheiros das FARCs que invadirão o Brasil pelo mar.
    Agora, o Ruy Fabiano – contratado pela campanha de Serra – levanta a bola na coluna do Noblat, dizendo que graças à falta de ação do Itamarati, esse será uma das peças da campanha.

  • Continua.

    Onde esse pessoal está com a cabeça? Criaram um mundo circular em que meia dúzia de neocons falam para eles próprios sem se dar conta do entorno. É um autismo assustador. Montam toda uma encenação, articulam aqui e ali, Serra solta o rompante, a Veja repica a matéria, o Fabiano autoelogia o brilhantismo da estratégia do próprio grupo, todos rodopiando no meio do salão escuro, como nas velhas conspirações político-midiáticas, julgando que ninguém está acompanhando o bailado.

    E a Internet inteira olhando aquele bailado louco e se indagando: o que deu neles? Montam toda uma encenação, supondo-a esperta, para um tema que só encontra ressonância em eleitores de ultradireita e nos órfãos de Sierra Maestra.

  • Acho que o partido da Dona Judite cometeu um erro ao vender para o País um Serra competente, sem se dar conta que no contato direto com o eleitorado Brasileiro, essa máscara de austeridade viria a cair como o conto do vigário.

  • Eduardo, como você já disse, Serra diz isso sobre a Bolívia pelo simples fato que ele pensa assim de verdade.
    Não passa pela cabeça dele que Estados Unidos e Europa podem pensar a mesma coisa do governo de São Paulo? Afinal a cocaína que passa pelo Brasil, a grande maioria sai do país por São Paulo. Tomara que ele fale cada vez mais besdteiras. Dizem que a Vox Populi já vem com 5 pontos de dianteira.

    Eduardo, temos que reconhecer, os caras não descansam. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po30052010… Dá pra acreditar que os eleitores da Dilma acham Serra mais experiente?

  • Êta sujeito insuportável esse Chirico. Seboso, nanico e servil. Irresponsável ao extremo. Péssimo administrador, preguiçoso, dorminhoco e mentiroso. Resumindo: um desastre.

  • Parabéns pelo novo blog, Edu!!
    E, como diria nosso poetinha gaucho: "Eles passarão… nós, passarinho!
    A partir de outubro essa gente medíocre passará ao eterno esquecimento, com as bênçãos de meu pai Oxalá!!
    Abraços dilmistas!

  • Conheço duas pessoas que não votam para presidente há várias eleições. Para esta agora, afirmaram que viajarão para sua cidade natal só para votar contra o Serra. Ele não inspira confiança nem no mais humilde.

  • Já fiz esta mesma observação em um comentário feito em matéria mais recente sobre o assunto : Serra tenta agradar os ianques,ACHOU POUCO FHC VIVER DE QUATRO PARA CLINTON. Com isso procurar atrair ainda mais a CIA e os capitais do Império para sua campanha. O fato de não atacar a Colômbia, país que,ao contrário da Bolívia(que vem vencendo a guerra contra o tráfico), é derrotada diariamente pelos traficantes(exatamente porque trata o problema usando a ótica fascista da repressão, quando a solução principal está na mudança na ordem social excludente, geradora da miséria que é o combustível principal do tráfico). Por esse motivo, o GRANDE PRESIDENTE BOLIVIANO EVO MORALES, QUE TIRA SEU PAÍS DA MISÉRIA, JÁ TENDO ERRADICADO O ANALFABETISMO,VEM VENCENDO AS DROGAS:PORQUE TRAZ A POPULAÇÃO OPRIMIDA PARA A CIDADANIA, LIVRANDO-A DAS GARRAS DO CRIME.SERRA SABE MUITO BEM DISSO,MAS O LADO EM QUE ESTÁ,O DA EXTREMA DIREITA FASCISTA,OBRIGA-O A AGIR COMO ESQUISOFRÊNICO.

  • O fato de saber, porque há dados numéricos sobre o assunto,que a Bolícia vence o narcotráfico e a Colômbia,governada pela direita,vive como refém dos cartéis da droga, e afirmar o contrário,mostra o grau de irresponsabilidade da direita e da sua mídia(também capaz de defender os membros do DEA,organização ianque que realizava espionagem e participou de tentativas de golpe na Bolívia). Entreguismo e irresponsabilidade são característica marcantes da extrema-direita brasileira, sempre ressaltadas pelos conservadores, tanto ao longos dos 500 anos em que entregaram as riquezas nacionais aos estrangeiros, como, com maior precisão, no desgoverno neo-liberal de FHC, onde atingiram proporções escandalosas com o crime das privatizações. NÃO É À TOA QUE ESSE GRUPO É REPUDIADO PELA POPULAÇÃO E SERRA, COMO UM FARSANTE DECADENTE,ORA MOSTRA-SE MEMBRO DELE,ORA ESCONDE-SE DE SEUS ALIADOS, TENTANDO EVIIAR UMA DERREOTA IMINENTE.

  • E quanto à política salarial do PSDB em S.Paulo ?: P.C.C. (Plano de Congelamento Continuado). Como sofremos nós, servidores paulistas !

Deixe uma resposta