Quem sabota Serra

Opinião do blog

Assistindo às principais propagandas eleitorais de Dilma Rousseff e de José Serra no horário nobre – a cereja do bolo do horário eleitoral –, descobri quem sabota José Serra.

O homem da foto acima é Luiz Gonzalez, marqueteiro de José Serra. É sócio de Gilnei Rampazzo, marido de Eliane Cantanhêde, a eminente musa da febre amarela, que, alguns anos atrás, transformou-se na líder do antipetismo da Folha.

A última vez em que conversei com Eliane foi na sabatina dos presidenciáveis no Teatro Folha, em 2002. Estava possessa com Marta Suplicy por alguma reação dela a alguma coisa que a jornalista escreveu.

Eliane, que em troca de e-mails comigo chegou a criticar contundentemente a mídia antes de 2002, suponho que deve tratar muito de política com o marido.

Imagino-os à noite, antes de dormir, lado a lado na cama, conversando sobre os rumos da campanha de Serra. No dia seguinte, Eliane vai escrever sua intermitente coluna na página A2 da Folha de São Paulo.

Voltando aos programas eleitorais de Serra e de Dilma na noite de quinta-feira.

O de Dilma é cinematográfico. Mostra o Brasil. Mostra o que o governo Lula tem para mostrar. Serra, por sua vez, usa supostos feitos seus que ninguém sente mais porque se incorporaram à vida do brasileiro há muito tempo.

O que soa mais falso nos programas do tucano são os depoimentos de gente humilde que se lembra disto ou daquilo que supostamente conseguiu graças a programas e medidas de Serra.

Os ataques e menções venenosas à adversária rebaixam o tedioso programa do PSDB para a sucessão presidencial. Em contraposição às belas imagens e às experiências interessantes do programa da petista, o do tucano é um porre, totalmente canastrão.

Fico imaginando Cantanhêde e o marido, sócio de Gonzalez, discutindo o que ele fará no próximo programa. Deve ser alguma coisa na linha do que a parte feminina do casal faz em sua coluna na Folha…

*

PS : Nesta sexta-feira viajo ao interior de São Paulo, a Itapetininga, para dar uma entrevista à tevê local (TVI, canal 99 da NET) e, à tarde, palestrar na Apeoesp local. Poderá haver atraso na liberação de comentários.

*

PS 2 : Escrevi, incorretamente, que Gonzalez é o marido de Cantanhêde, quando ele é sócio do marido dela. Corrijo o erro e agradeço aos alertas dos leitores

75 comments

  • Prezado Eduardo,

    Cuidado com a "barriga". O nome do marido da citada jornalista é Gilnei Rampazzo. Este, por sua vez, é sócio do Luiz Gonzalez. É só pesquisar no Google.

    Um abraço

    Lula Miranda

  • Edu, que bom revelar esse conluio Piguista. A cheirosa com um cheiroso. Como hoje estava de folga, fiquei por 8 horas na Praça 7, em Belo Horizonte, usando a técnica do PIG Folha/datafolha. Entrevistei 1350 pessoas, como faz a folha, sobre em quem vai votar : DILMA13 ou Zepedágio. Nenhum dos entrevistados votará em Zepedágio. Tudo pra mulher do homem do PT, ou no PT. Belo Horizonte tem Tres Milhões de Habitantes, e desde 1994, vota no PT, atualmente o prefeito é do PSB e vice PT, mas faz campanha pra DILMA13. Acredito que a chance do Zepedágio é Zero aqui em MINAS, ainda mais que repercutimos e continuamos a repercutir o que ele disse a uma repórter que não entente o sotoque do MINEIRO, caiu como uma bomba. Normalmente o Belo Hrizontino vota no PT. Espero que seja bem sucedido nas palestras e encontros. Lembre-se: Sóis uma Estrela da Globosfera. Que tal postar em seu Blog o DILMABOY ? de Belo Horizonte,

  • "Imagino-nos à noite …" ?
    Acho que v. quis dizer "Imagino-os à noite …"
    Corrija aí. E não precisa publicar este comentário. E parabéns pelo blog e por tudo que você tem feito!

    • Já falei aqui que o Eduardo tem um português escorreito. Mas cara, o que te falta é verve e isso sobra no Reinaldo Azevedo. Leia o post "A incrível e triste história da joaninha boba e da vespa desalmada" e vai entender o que digo. Você nunca referencia com literatura os teus posts e o resultado é de uma aridez galopante. Vai ver você segue a risca o grande babalorixá que é atacado de azia quando lê uma frase com dois períodos.

      • Anselmo, discordo sobre os textos do Eduardo, ele escreve muito bem e é ele mesmo quem escreve. Eduardo é 10. Quanto ao Azevedo, ele é tão exagerado à direita que fica hilário mesmo, fica parecendo que ele é prosélito do professor Hariovaldo de Almeida Prado.

  • Tomara que o moço aí consiga um emprego depois das eleições…

    Porque se ambos dependerem da venda dos jornais onde a esposa trabalha, vão ter que entrar pro bolsa-família.

  • É, Edu, sei que eqtá viajando, mas só tenho a lhe dizer é que os "malditos" como Cantanhêde & Gonzalez,ou seja, a turma dos golpistas estão armando pesado. Pero podem se dar mal.
    Armaram o factóide do dossiê, desde o ano passado, como "carta na manga", e agora o tiram da manga como a última cartada de um blefe manjado , o que lhes é peculiar.

    Como consta no blog "osamigosdopresidentelula" quanto a quebra de sigilo, na receita federal, de pessoas tão honestas, "Essa declaração é a própria pessoa quem faz, e nenhum figurão como estes, deixa de fazer com bons advogados e contadores, para não se incriminar. Esses tucanos, alvo de investigação na privataria, não colocariam nada na declaração que pudesse comprometer." E, "Além disso, estes tucanos não tem qualquer apelo eleitoral, não tem e não dão votos. Sempre atuaram nos bastidores da política.

    A "bisbilhotice" não tem características de ser ação política que pudesse interessar a petistas. A começar pela data: 8 de outubro de 2009 (ano-base 2008, of course), quando nem se sabia, com certeza, se o candidato da oposição seria Serra ou Aécio.".

    E, para terminar, ainda no blog "amigosdopresidentelula": "O vazamento da investigação da receita para jornais, as ilações destes jornais, e a exploração do fato para Serra se apresentar como "vítima" é que é politicagem, e não deve dar outro resultado que não seja o tiro no pé."

    Agora, se depois de toda essa evidência de armação de Serra, PIG & Cia, o TSE não fizer nada, aí então teremos que invadir as ruas em sina de protesto.

  • Pessoas públicas tem suas opiniões formadas a partir de notícias de jornais.
    Raul Jungmann (PPS), Marco Aurélio Mello (STF), Ophir Cavalcante (OAB), candidato José Serra além da candidata Marina Silva dão entrevistas "acusando" Dilma Rousseff de responsável pela tal quebra de sigilo fiscal de tucanos.
    Eles fazem pré-julgamentos sem ter em mãos nenhuma prova. Aliás nunca fazem questão de provas quando tratam sobre adversários políticos.
    Dão vazão a um factóide midiático que tenta interromper os funerais da candidatura Serra.

    • P. Ribeiro, se entendi bem, Marco Aurélio Mello e Ophir Cavalcante acusando Dilma pela quebra se sigilo.
      Um juíz e um advogado fazendo essas afirmações?
      Onde está o princípio jurídico, eles tem provas?
      O primo do Collor já sabemos como procede, o Ophir deve ser da linha do presid. da OAB/SP.
      Não podemos esperar nada de especial dele.
      O ministro, para quem não se lembra, não disse que Lula estava reeleito, disse que com os votos apurados, o Alkimin não teria condição de ultrapassar o Lula, uma forma de diminuir a grande vitória do metalúrgico.

  • Esse golpe do dossiê é estratagema na tentativa de forçar, criminosamente, um segundo turno. Não acredito que eles acreditem que possam vencer as eleições. O objetivo abjeto, agora, é assassinar reputações. Como aquele marido traído que queima a casa.

  • Um mérito esse tal Luiz Gonzalez tem… Os programas eleitorais que ele produz são extremamente representativos do que é, na verdade, José Serra… Essas produções refletem com fidelidade o candidato, pois são tão vazias, dissimuladas, desonestas e incompetentes quanto ele. Os programinhas do Zé Pedágio são a cara dele! Muito fiéis mesmo!

  • Oi meu caro Eduardo, acabei de saber que voce estará em minha cidade hoje, fiquei muito feliz .
    Se for possível, gostaria de saber sobre a programação para, quem sabe, ter um bate papo com voce.
    Um grande abraço!
    Juréia

  • Falar da Eliane e de grande parte dessa imprensa sem cair no lugar comum é muito difícil, mas como diz o ditado “o mentiroso faz dois esforços: “mentir e assegurar que a mentira é verdadeira” é disso que tratam as confidencias de cama (nesta fase da vida).

  • Alguém mais viu, no Jornal da Globo de ontem, o Willian Waack mandado a Dilma calar a boca na reportagem sobre o "dossie" da receita federal, alguém tem o vídeo.

  • “Os ataques e menções venenosas à adversária rebaixam o tedioso programa do PSDB para a sucessão presidencial. Em contraposição às belas imagens e às experiências interessantes do programa da petista, o do tucano é um porre(…)” (Eduardo Guimarães)

    Concordo e ao que tudo indica o envenamento da campanha será intensficado. Trata-se de um momento delicado, a direita partirá para o tudo ou nada. Provavelmente com apoio de alguns minsitros do STF/TSE.

    Vamos orar por Dilma para que seu caminho seja aberto e os maus espíritos tucanos-demos sigam o destino que lhes foi reservado: o esquecimento

  • Caro Eduardo, Acabo de enviar um e-mail a Sra. Eliane (fsp), e gostaria de compartilhar com vc e seus leitores. Bom dia, representante-mor das massa cheirosas!

    Primeiramente, peço-lhe que não cumprimente as pessoas pelo que elas aparentam ser, a Sra. não representa os interesses de todos os segmentos das massas cheirosas. Nem toda mulher elegante, bonita em local frequentado por pessoas de médio ou alto poder aquisitivo pertencem a sua "estirpe".

    Gostaria de perguntar, contudo não aguardo resposta: Por que a Sra. não esclarece, na sua coluna diária na FSP, se o seu marido é ou não sócio do marqueteiro do Serra? Na minha modestíssima opinião, sua posição é semelhante a de qquer outro politico "esperto" (e, olha que não são poucos, os que lhe fazem concorrência).

  • Continuação:
    Aliás, a Sra. pretende convencer qual percentual dos leitores paulistas com esta sua ladainha? Convenhamos somente os pseudo-intelectuais de SP e os antipetistas consideram sua ponderações corretas.

    Desculpe-me, os excessos. Sinceramente, suas colunas não me importam. Contudo, após anos, imaginando que a Sra. fazia um jornalismo isento, precisava desopilar meu fígado. Trata-se tão somente de um desabafo de uma ex-pseudo-intelectual e antipetista manipulada durante anos por este jornal, que não serve nem para embrulhar peixe no dia seguinte de sua publicação. ( lembra da "brincadeirinha", de que o Lula somente se elegeu porque os quase 60% dos eleitores, utilizavam os jornais para higiene pessoal, à falta de papel higiênico. Então, nunca acreditei! afinal a textura do papel jornal somente numa situação de emergência num banheiro de beira de estrada, não é mesmo? O povo não faz uso dele, nem mesmo para manter seu asseio pessoal)

  • Continuação:
    Má sorte para vc e sua turminha (tiro o chapéu, para a mais recente estratégia da mídia local: dar a vitória a Dilma, para tentar desconstruí-la até o dia 3 de outubro e tentar ir ao segundo turno. Não é de todo ruim a idéia, vamos aguardar. No entanto, costuma funcionar qdo poucos percebem a estratégia e são manipulados, quem sabe muitos incautos inocentes úteis não lhes ajudem?

  • Continuação:
    De novo, reitero meus desejos de má sorte, estendidos aos seus colegas de redação que perfilham de tão nobre propósito, bem como, aos meios de comunicação em geral, a parte do Judiciário brasileiro e outras instituições antidemocráticas.

    Da minha parte faço meu papel de cidadã, lardeio aos quatro ventos o tipo de (des)informação que a Sra e seus colegas se prestam a fazer neste "brilhante e edificante" jornal.

  • continuação
    p.s. não recebo bolsa família; tenho minha casa própria há muito tempo; não recebo qquer auxilio governamental; não sou filiada ao PT; e diferentemente da maioria da população brasileira orfã, não preciso de "pai-Lula" ou "mãe- Dilma".

    p.s. esta história de que somente petistas são raivosos já aborreceu, não há monopólio dos petistas quanto a produção de discursos impregnados de indignação.

  • Antes do presidente, Dilma destacou a importância de ir para as ruas e disputar o voto. “É importante que nós não achemos que já ganhamos [a eleição], porque quem ganha é o voto do povo nas urnas. E nós respeitamos o voto povo”, disse.

    Pes no chao, e muito trabalho. so esta começando…parabens dilma

  • Comentário na postagem de Mestre Emir Sader, na Carta Maior ( atalho aí do lado ) no texto "O que é um tucano?", hilário, todos devem ler, mas o comentário a que me referi é um acrescimo a maravilhosa lista do Mestre:

    Coletivo de tucano é bando!

    hehehe

    União e Olho Vivo!

  • Antes de ler o corpo de seu texto, eu já estava pronto pra comentar o fato dos depoimentos de pessoas humildes na propaganda de Serra.

    Ali parece tudo imbuído de falsidade, alguns parecem falar só porque Serra está ali frente a eles e sentem-se mesmo como se tivessem obrigados a tecer elogios, outros dão o ar de que receberam algo em troca, enfim, os depoimentos parecem forçados.

    Já os do programa de Dilma, parecem totalmente reais, e até cinematrogáficos, no bom sentido. Ontem mesmo me emocinonei com a história da costureira que estava devolvendo o Bolsa Família. Cortou-me o coração.

    Confesso, nunca imaginei que seriam tão incompetentes.

  • EStratégia do folha para SP:
    A REALIDADE: O Alckmin caiu 4 pontos o mais e o Mercadante subiu 4 pontos o mais. O Russomano se manteve igual.
    A ESTRATEGIA: Fazer que o Russomano que, teoricamente está perdendo votos para o Mercadante, passe a atacá-lo, blindando o candidato deles. São muito inteligentes!!

  • Além de apelarem para dociês falsos, esses facistas tem uma propaganda também falsa, DE QUEM NÃO TEM O QUE APRESENTAR PARA A POPULAÇÃO. A falsidade é regra, não excessão.

  • Ela até que uma coroa melhor que muita menininha por aí. Eu até gostaria de estar no lugar do Cornelio Rampazzo. É só ela não abrir a boca.

  • O marqueteiro com seu "péssimo" programa não consegue fazer decolar seu "mais péssimo ainda"candidato. A mulher, a "péssima" colunista do "péssimo" jornal a FSP, também não ajuda. Que casal.

  • Não acredito que Mercadante tenha entre 16% e 20%. Algo está errado.
    Embora Alkimin esteja a frente não acredito que Mercadante esteja tão distante assim.

      • sao duas historias diferentes, botelho.

        Na primeira o datafrias , apos tres pesquisas abstrusas, foi obrigado a acompanhar a onda efetiva.

        E levou um esculacho do diretor da empresa concorrente, esculacho elegantemente escrito, alias.

        No segundo, o pikole de chuchu estava esfetivamente na frente desde o começo, conforme todos os institutos.

        Agora que o adversario sobe um bocado em seu quintal, compete ao datafroias IR SEGURANDO a onda

        porque o tempo, exato, o tempo corre contra ele.

        Tem toda a logica, baby! E depois, desde que voce estudou logica elementar, eles fraudaram quando era maior, porque nao vão fazer agora ´que o assunto é menor?? Quem pode o mais, pode o menos.

        desenhado pra voce.

        –De nada, botelho.

      • Se não fosse a representação do MSM junto a Procuradoria Eleitoral, o Datafolha e o Ibope em suas pesquisas eleitorais ainda iriam manter Serra à frente de Dilma.

    • Parem as máquinas!! Delúbio é amigo do Dirceu, que é amigo do Silvinho, que é amigo do Gushiken, que é amigo do Palocci, que é amigo da Dilma…isso não conta?

      • Acho que o serra está bem acompanhado, veja isso e deguste com calma, afinal você precisa viver para assistir o Lula recebendo o Nobel:

        Leia a introdução ao livro que aloprou o Serra:
        Os porões da privataria

        Quem recebeu e quem pagou propina. Quem enriqueceu na função pública. Quem usou o poder para jogar dinheiro público na ciranda da privataria. Quem obteve perdões escandalosos de bancos públicos. Quem assistiu os parentes movimentarem milhões em paraísos fiscais. Um livro do jornalista Amaury Ribeiro Jr., que trabalhou nas mais importantes redações do país, tornando-se um especialista na investigação de crimes de lavagem do dinheiro, vai descrever os porões da privatização da era FHC. Seus personagens pensaram ou pilotaram o processo de venda das empresas estatais. Ou se aproveitaram do processo. Ribeiro Jr. promete mostrar, além disso, como ter parentes ou amigos no alto tucanato ajudou a construir fortunas. Entre as figuras de destaque da narrativa estão o ex-tesoureiro de campanhas de José Serra e Fernando Henrique Cardoso, Ricardo Sérgio de Oliveira, o próprio Serra e três dos seus parentes: a filha Verônica Serra, o genro Alexandre Bourgeois e o primo Gregório Marin Preciado. Todos eles, afirma, tem o que explicar ao Brasil.

        Ribeiro Jr. vai detalhar, por exemplo, as ligações perigosas de José Serra com seu clã. A começar por seu primo Gregório Marín Preciado, casado com a prima do ex-governador Vicência Talan Marín. Além de primos, os dois foram sócios. O “Espanhol”, como (Marin) é conhecido, precisa explicar onde obteve US$ 3,2 milhões para depositar em contas de uma empresa vinculada a Ricardo Sérgio de Oliveira, homem-forte do Banco do Brasil durante as privatizações dos anos 1990. E continuará relatando como funcionam as empresas offshores semeadas em paraísos fiscais do Caribe pela filha – e sócia — do ex-governador, Verônica Serra e por seu genro, Alexandre Bourgeois. Como os dois tiram vantagem das suas operações, como seu dinheiro ingressa no Brasil …

        leia o restante no Conversa Afiada (atalho aí ao lado)

  • Acredito que esse "escândalo requentado" da receita federal no ABC não é só para proveito da campanha serrista, mas, e principalmente, em detrimento de Aloísio Mercadante. O PSDB precisa a qualquer custo segurar Sâo Paulo. Como os eleitores paulistas são mais conservadores… está aí, bingo! Mercadante pára de crescer nas pesquisas e o PSDB consegue reeleger Alckmin.

  • Edu sou professor da rede estadual…socio da APeoesp…..nosso combtivo sindicato…parabens por sua palestra em Itapetininga a convite da entidade*

  • Concordo plenamente. O locutor do programa do Serra, com aquele tom coloquial torna tudo ainda mais pitoresco. A imagem que eles têm do povo é esteriotipada, subestimando nossa inteligência. E alguém poderia esclarecer que aqueduto é aquele que apareceu na propaganda? De onde ele surgiu?

  • Edu,

    Quem sabota Serra é o Chirico. Eu apostei com meus filhos que a hora que começasse 0 horário político ele ia se danar. Ele é mais antipático e sem sal que FHC e Chuchu juntos

  • Gostei mesmo foi daquilo q jornalistas da PB estao chamando de ' Movimento dos Sem Serra" no estado.
    Sao candidatos tucanos e demos que não fazem a minima mençao ao serragio nas suas peças e ainda tem quem usa o tempo televisivo do PSDB para pedir votos para Dilma.
    Alo paraibanos, nao tem preconceito de partido… entao tem alguma ficha de filiaçao do movimento ai?

  • Eduardo
    Quem viu ontem a Monique "Entre aspas" Waldvogel comandando mais um "programa programado" para dar um adjutório à campanha serrista. O fuxico do dia foi o dossiê da Receita Federal, com os comentaristas e encomenda de sempre. As ponderações do presidente sindical dos funcionários da RF eram cortadas ou pouco consideradas. O que faltou ser debatido lá e nos noticiários é uma explicação que ninguém até hoje deu para mim: o que a Dilma e seus correligionários poderiam obter de resultados eleitorais, quebrando o sigilo fiscal do Eduardo Jorge, e pasmesm, a Ana Maria Brega? Se alguém mais informado ou inteligente do que eu puder me fazer este favor eu ficaria muito agradecido.
    Fiquei esperançoso que ela mostrasse isso, mas o programa acabou. Então ela pegou sua vassoura e voou para casa me deixando curioso…

  • Imagine a revoada de tucanos que sairam de Brasília em 2003 e pousaram em São Paulo, o estado mais rico do Brasil. Imagine se eles perdem SãoPaulo…vai ser um deus nos acuda..muita "massa cheirosa" vai ter que encarar o batente…rsrsrsrsrsrsrsrsrs.

  • Fico imaginando o que leva um individuo consciente crer que um candidato com a vantagem que a Dilma tem sobre seu adversário, precisa de um "dossiê" desse quilate. Essa historia dos "dossiês" dos três tucanos, pelo que sei, vem de longa data. Por que razão é explorado agora? Isso é perda de tempo da oposição (ou desespero, sei lá), pois não vai dar votos ao Serra de modo algum e muito menos tirar da Dilma. Muito pelo contrário. O povo conhece, já sabe das manobras mentirosas desses "filhotes da ditadura". (Como diria Leonel Brizola; que Deus o tenha). A “boca do jacaré” nos gráficos de avaliação das pesquisas continuará abrindo. Enquanto a Dilma sobe o “Zé” desce.

  • Edu a batata do Serra já foi…
    Vamos nos preocupao com SP.
    Hoje corri os sites antigos da campanha de 2002 e comparei os datafolhas, as pesquisas davam: Genoino tinha 24%, Maluf 27% e o Alckimim 39% o resultados todos sabem, Alckimim 37%, Genoino32%.

    Imaginem hoje com o CARA dp alto de seus 90% de aprovação pedindo votos.
    Vai dar Mercadante(talves no 1º turno.
    Um abraço

  • Ditador Serra proibe imprensa em evento com militares

    José Serra (PSDB) fez palestra esta tarde no Clube da Aeronáutica, no Rio, para militares da reserva e membros dos clubes militares. Mas o candidato proibiu a entrada da imprensa, censurando o trabalho dos jornalistas.

    Com o ato, Serra jogou no lixo seu discurso feito no Congresso Nacional dos Jornais, defendendo a liberdade de imprensa, quando afirmou "ser contra qualquer restrição à atividade jornalística". Naquela ocasião, após o discurso, ele já havia se recusado a responder três perguntas de repórteres.

    Agora fica a pergunta: que tipo de conspiração Serra quis apresentar aos militares, que a população brasileira não possa ouvir? http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/

  • Parem as máquinas digo eu!! Serra é "amigo" de FHC, que acha Daniel Dantas brilhante, esse é amigo do Gilmar Mendes, compadre do Jereissati, amigo do Azeredo, o pai do mensalão, colega do Alkimin, cuja filha é gerente da Daslu, cuja proprietária é amiga da Mônica Serra, esposa do Zé Biruta, cuja filha é sócia da Mônica, irmã do Daniel Dantas, que é amigo do Mendonça de Barros(o tal do limite da irresponsabilidade), que é amigo do Ricardo Sérgio, que é amigo do Zylberstajn, ex-genro do FHC e amigo do Indio da Costa, ex-genro do Cacciola, que foi liberado pelo Marco Aurélio Mello, que se diz estarrecido com esse factóide da Receita Federal(como ele é ingênuo), primo do Collor de Melo(más lembranças)… Isso é que é promiscuidade. O resto é conversa pra boi dormir…

  • IBOPE dá 24% de vantagem para Dilma! Dilma, graças a Deus, está eleita; independentemente das conspirações de José Serra com a mídia, com os militares, com o judiciário e com quem quer que seja… Apesar dos ridículos dossiês montados pela equipe de Serra em conluio com Globo, Abril, Estadão, Folha e satélites; apesar do permanente achincalhe vindo desses mesmos órgãos contra ambos, Dilma e Lula; apesar da gigantesca maquinação entre a elite dominante e todos os seus serviçais, seja na política, na justiça, nas comunicações, ou onde for; caros demotucanos e demais conservadores: DILMA ESTÁ ELEITA! Acostumem-se com essa nova realidade brasileira: o povo brasileiro é senhor de si e não é mais massa de manobra de vocês, direita rançosa e conservadorismo desgastado, caduco, démodé, ultrapassado e obtuso. Temos finalmente um novo Brasil e agora, vamos arregaçar as mangas e ir adiante com as reformas que este país exige! Serra e seu séquito, cultores da incompetência em todos os níveis possíveis e imagináveis, já tem seu lugar reservado na história: arquivo morto!

  • O Gonzales deve ser petista.

    A diferenca entre os comerciais e absurda.

    A do Serra parece reciclagem das campanhas pra governador e prefeito, o motivo deve ser um so, falta de grana.

    PS. Desculpem a falta de acentuacao.

  • Alo Eduardo: Olha o Serra tentando o golpe:O Zé Chirico é tão burro, que se reuniu secretamente com o militares do Clube Militar, e depois entrega tudo em entrevista para a mídia. Como a eleição está perdida ele tenta o golpe, comparando o Lula ao Jango e dizendo que o PT instalou uma república sindicalista.

  • Continuação : Além do que, Castanhêde passa um falta de credibilidade em tudo o que afirma(tanto por ser mal construído, como por ser desequlibrado : o ódio de Eliane ao PT e à esquerda salta aos olhos em cada letra que inutilmente profere), tão evidente que, se vivêssemos em uma Sociedade mais politizada e equilibrada, "jornalistas" como ela não conseguiriam espaço nem em jornais escolares. Quanto ao marido, não o conheço, mas a julgar pela esposa, posso arriscar-me a defendê-lo : NÃO "SABOTA" SERRA. É INCOMPETENTE MESMO!

Deixe uma resposta