Por que levam coquetéis molotov a “manifestações pacíficas”?

Análise

Permanece um mistério o que está por trás das “manifestações pacíficas” que desde o aumento do transporte público em São Paulo vêm espalhando pânico e violência pelas ruas da cidade enquanto se dizem vítimas de “agressão da Polícia”.

Como já fora previsto neste espaço, a radicalização do movimento vai se intensificando. Se na manifestação da semana passada foram quebradas, segundo os defensores desses atos, “apenas algumas janelas”, desta vez os atos danificaram pele, músculos, ossos e fizeram jorrar sangue.

Além de a integridade física das pessoas ter sido colocada em risco, patrimônio público e privado foi alvo de depredação bem maior. Ônibus foram queimados, veículos particulares foram depredados e até uma instalação do Partido dos Trabalhadores foi atacada.

Os manifestantes, porém, não se valeram só de paus e pedras. As imagens que se espalham pela mídia mostram incêndios enormes em vias públicas. Ora, como é que se ateia fogo a um ônibus ou a uma barricada formada por todo tipo de material? Com um isqueirinho Bic?

Quem leva rojões – como aquele que matou um torcedor em um estádio de futebol na Bolívia –, gasolina e coquetéis molotov a uma imensa aglomeração, por certo está procurando encrenca.

Membros do Movimento Passe Livre, entidade que vem convocando as manifestações, admitiram que não têm controle sobre aqueles que foram às ruas instigados por essa mesmíssima organização.

Assim fica fácil. Você exorta as pessoas a irem às ruas e, se alguma coisa der errada, diz que não tem nada que ver com o que aconteceu.

Manifestantes alegam que seguiram sem sobressaltos até determinado ponto e que só se exaltaram porque a Polícia não permitiu que o ato fosse concluído em um terminal de ônibus pelo qual milhares de pessoas trafegam diariamente.

A Polícia diz que não poderia permitir que aquele local fosse tomado por outros milhares de manifestantes, pois se perdessem o controle, ali dentro, poderia ocorrer uma tragédia.

A Polícia Militar paulista é detentora de uma justa pecha de ser truculenta. Já praticou incontáveis barbaridades em manifestações pacíficas. Contudo, manifestantes que poucos dias antes praticaram quebra-quebras pela cidade certamente poderiam perder o controle de novo em um local em que milhares de passageiros trafegam, entre idosos, crianças etc.

A Polícia tinha OBRIGAÇÃO de proteger as pessoas.

Nas redes sociais, militantes de partidos políticos como PSOL, PSTU e PCO estão comparando o vandalismo em São Paulo à “Primavera Árabe”. Outros dizem que se manifestantes quebram tudo no Primeiro Mundo, fazer o mesmo em São Paulo a tornaria “cosmopolita”.

Por aí se vê o nível de cretinice ou de má-intenção desses grupos que, cada vez mais, vão deixando ver um viés político por trás dessas manifestações.

A “Primavera Árabe” ocorreu em países em que não havia democracia, visando se libertarem de ditaduras sanguinolentas. O equivalente brasileiro está ocorrendo por conta do menor aumento nas passagens do transporte público em ao menos uma década.

É uma comparação ridícula.

Claro que a passagem de ônibus e metrô em São Paulo é cara e protestar contra ela ou contra a Saúde, a Educação, a Habitação, a Segurança e tudo mais que não funciona nesta cidade é lícito e compreensível.

O que não se entende é que tudo isso não funciona há muito tempo e jamais se viu uma verdadeira guerra civil como a que está em curso.

Em anos anteriores houve manifestações contra aumentos das passagens, promovidos pelo mesmo Movimento Passe Livre e pelos partidos políticos que orbitam ao seu redor ou que – muito mais provável – estão por trás dele, mas nada igual às que estão acontecendo.

Foi só o PT assumir a prefeitura paulistana que esse movimento decidiu que tem que ser implantado na capital paulista o transporte público gratuito. Seria muito bom, mas alguém acredita que se possa conseguir um benefício social como esse queimando ônibus?

Isso é tática do PCC. É terrorismo. Visa colocar milhões de pessoas em pânico.

Passou do limite. É questão de tempo para começarem a surgir cadáveres.

E não adianta os organizadores desse movimento dizerem que não têm responsabilidade pelos excessos. Têm, sim. Eles estão levando pessoas às ruas e o que decorrer dessas convocações será responsabilidade deles.

Mais do que reprimir as manifestações, há que responsabilizar penalmente os que estão gerando esse caos. Um trabalho de inteligência da Polícia precisa ser feito com urgência antes que uma tragédia aconteça. Há que identificar quem está por trás disso.

Se a Polícia Militar paulista só sabe dar borrachadas, a Polícia Federal deve entrar no caso. A “Primavera Árabe”, que os vândalos usam como comparação, teve objetivo político. A diferença é que não há ditadura em São Paulo ou no Brasil.

235 comments

  • Essa exacerbação de ânimos não ajuda ninguém e não resolve nada. Só traz mais sofrimentos e perdas. Espero, sinceramente, que todas as partes envolvidas consigam se acalmar para o encontro das melhores soluções possíveis. Chega de tanta brutalidade!

  • Não dá pra acreditar que é o Eduardo Guimarães quem está falando… Começo a pensar que você virou a casaca. Se fosse uma manifestação contra o Kassab ou contra o Serra ou Alkimim você teria a mesma opinião??? Acho que não. NADA justifica a violência, nem de uma lado nem de outro. Mas duvido muito se a repressão policial não tivesse existido desde o início das manifestações a quebradeira seria tão grande. Isso que você está fazendo contra essas manifestações é uma vergonha… É a mesma campanha dos jornalões e das redes de TV. Eduardo Guimarães virou PIG só pode.

    • que tal explicar o que o título do post pergunta? Por que levar coquetel molotov ou rojões – cujo poder de ferir todos viram recentemente – a uma manifestação pacífica. Você preferiu me atacar e difamar a responder a pergunta. Se “NADA justifica a violência, nem de uma lado nem de outro”, então o que se deve fazer? Defender o seu lado apesar de ele praticar violência e levar artefatos perigosos a uma aglomeração humana? Crie vergonha nessa cara, meu caro

      • Não preciso criar vergonha nessa cara… Eu tenho sinto que você que perdeu a sua Eduardo. No início das manifestações, nas primeiras delas, não existiam coquetéis molotov, e foram reprimidos de maneira violenta pela polícia… foram postos pra correr a base de balas de borracha e gás lacrimogênio, só depois nas outras manifestações que eles começaram a surgir. Mesmo assim a manifestação estava em paz até a ação da polícia, da repressão ostensiva da polícia que esses objetos de guerra começaram a surgir… O que você quer… uma cambada de vaquinhas de presépio? Pois é o que você parece estar sugerindo. É muito simples, quer que as manifestações parem, volte ao preço anterior das passagens. Simples. Possibilidades de incentivo existem inúmeras, mas não pode ser oferecidos apenas para as indústrias.

          • Este movimento estava sendo criado Há muito pela midia. É só observar a cobertura da Globo, ela em nenhum momento destaca que o aumento da passagem em São Paulo, é de 6. alguma coisa em dois anos sem aumento, enquanto que a inflação no período é de 13 por cento. Mídia e inimigos politicos do Brasil alimentam essa revolta.

        • Os professores há pouco tempo protestaram no centro da cidade e foram violentamente reprimidos pela PM,tinha mais gente no protesto e nunca mereceu link ao vivo na tv ou globocop com exclusiva,isto é manifestação partidária disfarçada de protesto popular,estes jovens estão sendo usados tanto por seus líderes que agora nada assumem como pelo PIG,para gerar uma crise na prefeitura de SP,não passam de “inocentes úteis”

      • Eduardo, esse seu acusador deve ser um desmemoriado. Aqui neste espaço vc já defendeu o Kassab de agressões vindas do próprio PT. Creio que foi na campanha eleitoral de 2006. Vc pode ter defeitos como todos nós temos, mas a verdade é que seus escritos nunca foram permeados pelo ódio ou pelo cinismo. Grande abraço.

    • Pô mano, naõ dá para perceber a articulação deste pessoal? Como o Eduardo cita, em outras situações de aumento de passagens com índices muito superiores não houve esta violência toda. O PT assume a prefeitura, reduz o índice de aumento, o primeiro em décadas mostrando que, assim como no governo federal, dá para reduzir progressivamente os aumentos no transporte assim como foi na energia, juros, tarifas bancárias e o que acontece. Este picaretas do PSOL, PSTU que não passam de esquerda de botequim, que preferem associar ao tenebroso Serra que voltar ao PT, invejosos que são do sucesso deste governo, vão depredar associação do partido PT? Vem de coquetel molotov? Querem entrar em horário de pico uma estação cheia de trabalhadores? Acho que o Eduardo está com toda razão. Por que antes não foram com esta agressividade toda contra Serra, Alckmin, Kassab e estes escrotos todos da Direita? Querem ferrar o PT?

    • Nunca vi neste blog o Eduardo defender a violência como forma de protesto, portanto ele esta sendo coerente, se por acaso a opinião dele,neste tema, coincide com A ou B não interessa. Pelo que entendi do seu comentário, o Eduardo deveria mudar a opinião dele para não coincidir com a do Reinaldo. Me poupe…que lógica ridícula…

        • Eduguim, bando de aborrecentes, jovens idealistas, bucha de canhão, massa de manobra, meliantes mesmo, estão (parte) acoitados lá no Jardim Botânico.

        • E o pior Eduardo, é que estão fazendo o jogo da direita. O JN de ontem praticamente decretou o fim do Brasil. Quero ver a “valentia” desta turma quando a direita voltar ao planalto com o PIG encobrindo todo o massacre que ela vai fazer contra os movimentos sociais. Infelizmente estes partidos, principalmente o PSOl, estão fazendo o jogo da direita e isto é uma pena, pois esta fazendo muita falta uma oposição séria à esquerda. Aliás triste da nação sem uma oposição séria e comprometida com o país, tanto a esquerda quanto a direita.

          • Caro Eduardo.
            Fosse realmente uma manifestação séria e preocupada com o transporte público e com seu alto preço. A tarifa é muito cara pelo que se oferece, sim, a primeira reivindicação de qualquer militante socialista seria a re-estatização. Estranho o fato e não se levantar essa bandeira!
            Trabalho com uma Tese justamente sobre o assunto (“A Luta de Classes no Transporte e no Trânsito” onde a primeira parte é, justamente, para defender a estatização, nos moldes da CMTC para que se possa planificar com uma planilha “nossa” o quanto custa essa condução. Não obstante, me estranha um dirigente ligado a um desses ultra-esquerdistas falar em aumentar subsídio para os empresários. Ora, deve-se isso sim, diminuir os subsídios e obrigá-los a trabalhar com uma margem menor de lucro! Ou defendemos a economia de mercado? Por outro lado, o único veículo sobre rodas que os passageiros podem transitar sem o cinto de segurança são os usuários desses perigosos coletivos. Por que? Qual a diferença entre R$ 3,00 e 3,20?
            Falta conteúdo aos manifestantes. Não obstante o ataque a sede nacional do Partido dos Trabalhadores, ataques esses, só visto em regimes fascistas ou totalitários,como aconteceu nos EUA quando o governo estadunidense atacou os Panteras Negras, deixa claro o teor desse movimento. ele quer tudo, menos debater e resolver a questão do transporte público, ou mesmo, de suas tarifas!

  • É só ler a Revista Fórum e o Blog do Sakamoto pra perceber que as opiniões divergem completamente das apresentadas pelo Eduardo Guimarães. Opiniões essas do blogueiro desse site que se assemelham escandalosamente com a de todos os jornalões. Como disse em comentário anterior: Parece realmente que Eduardo virou PIG.
    Fragmento da Revista Forum: “Os 12 mil manifestantes, segundo os organizadores, que aceitavam pacificamente os destinos traçados pela Polícia Militar (PM) durante o ato, decidiram que queriam terminar a manifestação dentro do Terminal Parque Dom Pedro II. A PM impediu, da forma mais violenta possível.” http://revistaforum.com.br/blog/2013/06/sp-o-preco-da-passagem-e-o-protesto-que-nunca-terminou/
    Fragmento do Blog do Sakamoto: “Durante a dispersão do protesto, duas jovens apanhavam de policiais quando Pedro aproximou-se para convencê-los a parar com aquilo. Ele fez uma escolha que nós, jornalistas, somos instados a tomar muitas vezes na profissão: ficar observando, tentando se portar como um narrador em terceira pessoa (em uma concepção fictícia de imparcialidade), ou assumir que fazemos parte de um tecido social e interagir com ele. As duas têm implicações éticas. Pedro assumiu a que considero a mais humana. Como resposta, foi atacado por sete policiais e levado para a delegacia. Ele estaria sendo acusado de dano qualificado e formação de quadrilha. Do jeito em que as liberdades individuais andam por aqui, trabalhar em redação jornalística passará a ser em breve formação de quadrilha.”
    O aumento da passagem de ônibus é abusivo (mesmo abaixo da inflação do período), o transporte público em São Paulo é deficiente, e somente manifestações populares de grande impacto podem “coagir” governantes a mudarem de ideia. Afinal de contas não adianta mais tentar sensibilizar autoridades nesse País. Principalmente em São Paulo. Força a esses jovens e que eles continuem seus protestos, preferencialmente de forma pacífica. Mas sim, parando trânsito e indo protestar em qualquer lugar publico que quiserem.

      • Respondido no post anterior. E as reportagens da revista Forum mostram que eles não existiam até os manifestantes serem brutalmente confrontados pela polícia. Como disse antes: É muito simples, quer que as manifestações parem, volte ao preço anterior das passagens. Simples. Possibilidades de incentivo existem inúmeras, mas não pode ser oferecidos apenas para as indústrias.

        • Está dizendo que os manifestantes deixaram a manifestação e foram preparar coquetéis molotov e voltaram enquanto a polícia batia? Faça-me o favor. Levaram coquetel molotov, gasolina, rojões. No Rio levaram botijões de gás. E mais uma coisa: o meu amigo Rovai tem direito à opinião dele e eu à minha. Ficar citando a Fórum não responde a pergunta: por que levaram armas a manifestações pacíficas? Se alguém for ao Rovai dizer que o Eduardo Guimarães pensa diferente, ele provavelmente dirá a mesma coisa: cada um tem a sua opinião. A minha não é prova de que estou certo, assim como a do Rovai ou a do Papa.

          • Até parece que você não sabe como se faz um coquetel molov… Nem como é fácil comprar gasolina em qualquer posto de qualquer cidade do Brasil. Não vi nenhum policial atingido por um coquetel molotov, o que faz uma grande diferença… A sua opinião, e é o que mais transparece, é que você só está contra essa manifestação porque a prefeitura é do Haddad. E eu apoiei Haddad, e apoio o PT no governo brasileiro. Mas não é por isso que não posso falar contra essa atitude de aumentar as passagens e apoiar as manifestações contra esse aumento. Sim acho o Rovai e o Sakamoto com visões mais progressista que a sua.

          • Um movimento dessa grandeza certamente foi acompanhado pela inteligência(?) da PM e até mesmo da ABIN como já foi noticiado.
            Seriam tão incompetentes a ponto de não apreenderem os supostos coquetéis e seus portadores?
            Mais, é costume policial apresentar as armas dos supostos criminosos nas tvs. E os repórteres fotográficos da Folha, do UOL e outros veículos estariam escondendo as fotos dos coquetéis?
            Lembrei-me da Rosa Weber no julgamento do mensalão dizendo mais ou menos “não há provas, mas eu condeno”

        • “Até os manifestantes serem brutalmente confrontados pela polícia”, somado a exposição cavalar no JN e intervalos de novela, o que nunca ocorreu antes, quer o empenho da polícia em reprimir, quer o empenho da mídia em divulgar, o que Yuri, nosotros e a torcida do Brasil sabemos muito bem não terem ocorrido em anos anteriores, mesmo com aumento maior de tarifa, manifestações desse mesmo movimento, com essa mesma polícia e essa mesma mídia. A novidade agora é que o prefeito é o Haddad do PT e não mais dos governos amigos da mídia de oposição ao governo federal.
          Será que Yuri já ouviu falar em massa de manobra, bucha de canhão, inocentes úteis, ou será militante do PSOL, PCO ou PSTU?
          Se militante de um desses partidos ou outro ainda mais radical, aí não há diálogo, pois o inimigo visceral a ser derrotado, custe o que custar, é o PT, e aí a gente entende, deixa de ser político e racional e passa para o campo da patologia.

      • pelo mesmo motivo que petistas tentam bater na blogueira cubana: tem minorias imbecis em qualquer partido ou lugar, que você não consegue controlar e isso NÃO é motivo pra mobilização não ocorrer. cabe a polícia proteger as pessoas impedindo que alguém tenha coquetel molotov no meio de qualquer multidão, e não batendo indiscriminadamente em manifestantes em nome da lei e da ordem.

    • Esse texto soa sensacionalista e distante da realidade dos fatos. Não aprofunda na questão do aumento, no lucro das empresas, na reais motivação das manifestações, mas se mantém em uma superfície rala.

  • Possivelmente a ABIN está levando à Dilma as informações sobre o que realmente está por trás deste movimento.

    Mas daí por diante fica difícil, a presidenta nada faz com a informação obtida, não aciona o ministro da justiça (por suposto, deve existir algum) e insiste na sua mania irresponsável do controle remoto sem pilha.

    Enquanto isso assistimos apalermados os golpistas articulando o caos, fomentando o medo, disseminando a desinformação que gera o pânico, inflacionando os preços pelo efeito da manada em desespero, se aproveitando de reivindicações legítimas para gerar impasses violentos.

    Responsabilidade, D. Dilma! A história não perdoará qualquer retrocesso que prejudique o povo brasileiro.

  • É claro claríssimo que qualquer manifestação primeiro fala com os políticos tem pauta e mostra as soluções pra seus objetivos ,esse seria o primeiro passo .O que estamos vendo são vândalos selvagens, quebrando bens públicos e privados .Quantos rs 0,20 estão no rastos dessa destruição ? quem vai pagar os danos ?Quem está interessado nesta baderna e desordem? como foram pra casa de taxi ou carro próprio?,

  • bom, todos sabemos que os ditos rebeldes que derrubaram o governo Líbio e agora querem derrubar o governo Sírio, não passam de mercenários financiados pelos eua, como as organizações globo foram criadas para defender os interesses dos eua no Brasil…e ontem fez inúmeras chamadas, a respeito dessas manifetações, ou melhor propaganda delas…e esses supostos partidos de esquerda Pstu, psol…não saem da frente das câmeras da globo….tudo isso foi orquestrado em alguma sala de reuniões do PIG….querem usar essa história de aumento da passagem….para tentar levar milhões as ruas como na Turquia e assim derrubar a Dilma!!! por medo no eleitorado, para que a direita volte ao poder!!!…

  • Isso é premeditado. Manifestação é uma coisa, vandalismo bem outra. Os identificados têm que pagar pelos prejuízos, seja quem for, porque a população trabalhadora é sempre quem acaba pagando em todos os sentidos. E olho vivo. Não há como ir a favor desses desmandos pois a população está contra. Violência gera violência. Pergunto: se não for borrachada, sugere-se qual ação por parte da polícia que vê veículos, cabines, bancos privados e estações de metrô sendo destruídos? A polícia está sendo ostensivamente provocada, estão buscando um cadáver.

    • Concordo com você, estão buscando um cadáver. E a borrachada é consequência. Tem que usar inteligência. Há que descobrir quem está por trás disso. Esses atos estão ocorrendo no país todo. Há que pôr a PF no caso.

    • Ah, eu o vi na tv Senado há pouco. Estava dando uma entrevista com um monte de microfones a sua frente; porém, só olhava para o lado da entrevistadora, à esquerda (das câmeras, das câmeras!), que portava o microfone daquele canal de tv que foi contra as diretas, em 1985, e que detém o quase monopólio das atenções televisivas neste país.

  • Se doeu porque atacaram a sede do PT, o que realmente foi errado. Lamentável suas palavras quererem deslegitimar o movimento. Compreendo bem quem leva essas coisas. Nem todo mundo precisa ser idiota como eu, e aceitar apanhar de graça. Ano passado eu seguia no ato, de bicicleta, pacificamente e tomei um tiro de bala de borracha na CABEÇA. Isso em Natal. Imagino em Sampa o que não fazem. Não existe ditadura no Brasil? Não declarada, só se for…

  • Yuri Simon, a cerne do artigo não é ser contra protestos, e o Eduardo não está defendendo o modo de agir cotidiano da PM, “A Polícia Militar paulista é detentora de uma justa pecha de ser truculenta.”, com razão.

  • NÓS REALMENTE SOMOS UM PAÍS DE CORDEIRINHOS… SÓ SABEMOS APANHAR….E FICAR QUIETO, SEM REAÇÃO NENHUMA…, ATÉ PARECE QUE ESTA PÁTRIA NÃO É NOSSA, QUE ESTAMOS AQUI FAZENDO TURISMO.
    MAS QUANDO 00.01% DA POPULAÇÃO, AINDA, COM UM RESTÍGIO DE CONSCIENCIA NACIONAL, SAI ÀS RUAS PARA UM PROTESTO, CONTRA UM AUMENTO EM CIMA POVO, AÍ SÃO CHAMADOS DE BARDENEIROS VÂNDALOS ECT, POR ESTE MESMO POVO…, ESQUECEM, QUE ESTES SÃO OS VERDADEIROS E CORAJOSOS HERÓIS DA NOSSA PÁTRIA (E NÃO OS HERÓIS DO BIG-BROTHERS).
    ESQUECEM QUE NO MÊS PASSADO, UM FILHO DE UMA EMPRESARIA DE ÔNIBUS SE ACIDENTOU COM UMA FERRARI DE 1 MILHÃO E MEIO E NEM O RESTO DO CARRO ELE FOI BUSCAR (APÓS MEDICADO)…, NÃO SE IMPORTANDO COM O PREJUÍZO, TAMANHO É SUA FORTUNA FAMILIAR…
    ISSO É SÓ UM EXEMPLO DE COMO, DE COMO ELES(EMPRESARIOS) JÁ ESTÃO GANHANDO MUITO COM ESTA TARIFA.
    SÓ PRA LEMBRAR, BRASÍLIA QUE É A CAPITAL DO DESPERDÍCIO DO DINHEIRO PÚBLICO, LÁ, A TARIFA É 2.00 REAIS…
    DESPERTA CONSCIENCIA BRASILEIRA !!!
    EITA POVINHO DE MEMÓRIA CURTA……

  • O Eduardo Guimarães fala como se isso tudo fosse orquestrado por uma organização centralizada. Como se, em uma manifestação com em torno de 10 mil manifestantes, fosse possível ter controle desse tipo de ato. Como se não fosse possível que pessoas sejam pagas para estar no meio dessas manifestações, tumultuá-las e tentar deslegitimá-las. Por essa visão, de querer uma resposta do movimento, de esperar que cada comportamento individual em manifestações dessa proporção sejam rigidamente controladas pelos organizadores, deve-se esperar que esse tipo de protesto termine, porque isso é praticamente impossível.

    http://noticias.terra.com.br/brasil/cidades/protesto-em-sp-dura-mais-5-horas-e-tem-pelo-menos-20-presos,5879a9eb5063f310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

    http://noticias.r7.com/sao-paulo/publico-em-manifestacao-chega-a-12-mil-diz-policia-12062013

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/06/1293654-reporter-da-folha-e-detido-durante-protesto-na-av-paulista-em-sp.shtml

    Três portais diferentes relatando casos de truculência gratuita da Polícia Militar. E o Eduardo Guimarães questionando a coordenação de ações de um movimento horizontal de cerca de 10 mil pessoas…

    • Quando a PM estima em dez mil pessoas e sabe-se que não chegavam a mil e quinhentas e com muita, mas muita mesmo boa vontade, duas mil, alguma coisa está fora da ordem e ao invés de ficar repetindo a mentira por aqui, deveria questionar por que agora as turbina, quem sempre diminuiu o número de participantes em manifestações em SP.
      Interessante né, nos anos anteriores em que esse mesmo movimento se manifestou por meses, por essa mesma razão, nunca passaram de mil participantes, a polícia não reprimia ferozmente como agora e a mídia não noticiava, tanto que provavelmente você talvez nem tinha ouvido falar. Algum palpite?

      • Os protestos de fato cresceram, só olhar para as fotos, não? Agora, é pertinente o questionamento sobre o aumento das manifestação com a mudança de gestão, de uma do PSDB/DEM para uma do PT…

  • Tenho certeza que se o prefeito fosse o Kassab ou o Serra os comentários do Edu e outros seriam bem diferentes. Não vi ninguém que hoje acusa os vândalos (concordo com o adjetivo) acusarem os também vândalos que ocuparam e destruíram a reitoria da USP há alguns meses. Ah!, mas naquele caso a manifestação era contra os tucanos, aí a conversa era outra, eram manifestantes legítimos (e o PIG estava dormindo provavelmente).

  • Tem muita gente infiltrada neste movimento, pois nao há controle ou identificaçao das pessoas??? O PSOL e PSTU, PCO sao muitos ligados a direita e extrema-direita, tem muita gente do grupo do Serra, Alckmin, Kassab, PIG, rede globo, agentes da PF, PMESP, EB, MA, FAB, MPE, MPF e outras porcarias. O movimento passe livre tem que pelo menos usar um uniforme para todos, para que os vandalos ou terrorista de direita nao se infiltre. Pois a policia é a mesma do Serra e do Alckmin, que sao nazista, logo eles irao matar estudantes, assim com já foi feito em outras manifestaçoes. O Movimento é justo, mas tem que ser melhor organizado!!! Para que se identifique os vandalos e as açoes truculentas e criminosas da Policia Militar!!!

  • Olá Eduardo
    Tudo bem?
    Acompanho suas opiniões e concordo com muitas delas. Mas nessa eu achei que você foi infeliz.
    E acho que o problema já começa no título: “Por que levam coquetéis molotov a manifestações pacíficas?”

    Não acho que podemos colocar o vandalismo nas costas do Movimento Passe Livre. Generalizando, estamos condenando todo o movimento por culpa dos descabeçados. Eram 11 mil pessoas na rua, onde a grande maioria, pedia incessantemente moderação frente ao começo das depredações e princípios de confronto com a PM. O ato foi divulgado como pacífico. Se a premissa da manifestação, por parte dos organizadores, fosse a incitação do ódio e o vandalismo eu concordaria contigo, mas não era. É como condenar uma torcida toda de algum time de futebol por conta de uma minoria que ao invés de torcer, levam rojões e morteiros para as arquibancadas.

    Contudo, como perderam o controle do ato, não deixo de acreditar que o MPL não deva repensar suas ações.
    Repudiar publicamente o vandalismo seria a primeira das ações, penso eu.

    A Maria Frô escreveu um texto bem interessante sobre o assunto:

    http://mariafro.com/2013/06/12/mpl-em-debate-o-movimento-e-anti-petista/

    Abraço

    Junião, cartunista.

    • Promovi várias manifestações. Nessa do banner aqui na minha TL, a polícia veio pedir que alguém se declarasse o “responsável” pela manifestação. Apesar de antes de fazê-la eu ter avisado a PM e o Detran, dei meu RG e assumi o BO. Dissemos tudo o que quisemos e fomos pra casa. Não foi preciso quebrar nada. Quebramos a tese da Ditabranda com as palavras. Abaixo, o resultado, publicado na Folha de São Paulo no dia 8 de março de 2009

      Folha de São Paulo, domingo, 08 de março de 2009

      Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

      Manifestação contra Folha reúne 300 pessoas em frente ao jornal

      Militantes fazem desagravo a professores, que não comparecem a evento

      DA REPORTAGEM LOCAL

      Cerca de 300 pessoas participaram ontem pela manhã de manifestação contra a Folha em frente à sede do jornal, na região central de São Paulo.
      O ato público tinha o duplo objetivo de protestar contra editorial publicado pelo jornal no dia 17 de fevereiro, que usou a expressão “ditabranda” para caracterizar o regime militar brasileiro (1964-1985), e prestar solidariedade aos professores Maria Victoria Benevides e Fábio Konder Comparato. Nenhum dos dois estava presente.
      A Folha publicou no “Painel do Leitor” 21 cartas sobre o assunto, 18 delas críticas aos termos do editorial, entre as quais as assinadas por Benevides e Comparato. Segundo escreveu este último, o autor do editorial e o diretor de Redação que o aprovou “deveriam ser condenados a ficar de joelhos em praça pública e pedir perdão ao povo brasileiro”.
      Em resposta, o jornal classificou a indignação dos professores de “cínica e mentirosa”, argumentando que, sendo figuras públicas, não manifestavam o mesmo repúdio a ditaduras de esquerda, como a cubana.
      Desde então, além de cartas, o jornal vem publicando artigos a respeito da polêmica, alguns dos quais com críticas ou reparos à própria Folha.
      O protesto de ontem foi organizado pelo Movimento dos Sem-Mídia, idealizado pelo blogueiro Eduardo Guimarães. O público era composto na sua maioria por familiares de vítimas da ditadura, estudantes e sindicalistas ligados à CUT.

      Abaixo-assinado
      Um abaixo-assinado de repúdio ao editorial da Folha e solidariedade a Benevides e Comparato circulou pela internet nas últimas semanas. Entre seus signatários estão o arquiteto Oscar Niemeyer, o compositor e escritor Chico Buarque, o crítico literário Antonio Candido e o jurista Goffredo da Silva Telles Jr.
      Niemeyer disse que “o convite para assinar veio de um amigo muito querido, que foi preso e torturado. Fiquei muito chateado, porque gosto do pessoal da Folha. Fiquei constrangido, mas não podia dizer que não”. O arquiteto disse não ter lido o editorial. Na sua versão eletrônica, o abaixo-assinado contava com mais de 7.000 adesões, cuja autenticidade, porém, não há como comprovar.
      Segue a íntegra do texto:
      “Ante a viva lembrança da dura e permanente violência desencadeada pelo regime militar de 1964, os abaixo-assinados manifestam seu mais firme e veemente repúdio à arbitrária e inverídica revisão histórica contida no editorial da Folha de S.Paulo do dia 17 de fevereiro de 2009.
      Ao denominar ditabranda o regime político vigente no Brasil de 1964 a 1985, a direção editorial do jornal insulta e avilta a memória dos muitos brasileiros e brasileiras que lutaram pela redemocratização do país. Perseguições, prisões iníquas, torturas, assassinatos, suicídios forjados e execuções sumárias foram crimes corriqueiramente praticados pela ditadura militar no período mais longo e sombrio da história política brasileira. O estelionato semântico manifesto pelo neologismo ditabranda é, a rigor, uma fraudulenta revisão histórica forjada por uma minoria que se beneficiou da suspensão das liberdades e direitos democráticos no pós-1964.
      Repudiamos, de forma igualmente firme e contundente, a Nota da Redação, publicada pelo jornal em 20 de fevereiro em resposta às cartas enviadas ao “Painel do Leitor” pelos professores Maria Victoria de Mesquita Benevides e Fábio Konder Comparato. Sem razões ou argumentos, a Folha de S.Paulo perpetrou ataques ignominiosos, arbitrários e irresponsáveis à atuação desses dois combativos acadêmicos e intelectuais brasileiros. Assim, vimos manifestar-lhes nosso irrestrito apoio e solidariedade ante as insólitas críticas pessoais e políticas contidas na infamante nota da direção editorial do jornal.
      Pela luta pertinaz e consequente em defesa dos direitos humanos, Maria Victoria Benevides e Fábio Konder Comparato merecem o reconhecimento e o respeito de todo o povo brasileiro.”
      Folha avalia que errou, mas reitera críticas

      DA REDAÇÃO

      O diretor de Redação da Folha, Otavio Frias Filho, divulgou ontem as seguintes declarações:
      “O uso da expressão “ditabranda” em editorial de 17 de fevereiro passado foi um erro. O termo tem uma conotação leviana que não se presta à gravidade do assunto. Todas as ditaduras são igualmente abomináveis.
      Do ponto de vista histórico, porém, é um fato que a ditadura militar brasileira, com toda a sua truculência, foi menos repressiva que as congêneres argentina, uruguaia e chilena -ou que a ditadura cubana, de esquerda.
      A nota publicada juntamente com as mensagens dos professores Comparato e Benevides na edição de 20 de fevereiro reagiu com rispidez a uma imprecação ríspida: que os responsáveis pelo editorial fossem forçados, “de joelhos”, a uma autocrítica em praça pública.
      Para se arvorar em tutores do comportamento democrático alheio, falta a esses democratas de fachada mostrar que repudiam, com o mesmo furor inquisitorial, os métodos das ditaduras de esquerda com as quais simpatizam.”
      Otavio Frias Filho

      • Sim, concordo contigo.
        É como eu disse acima, como o ato saiu de controle, está na hora do MPL repensar suas ações. E atos como o liderado por você deveriam seguir como exemplo por serem além de pacíficos, muito mais eficazes.

        O que eu não acho legal é jogar o MPL todo aos leões como eu tenho visto.

        Abraço

  • Queria ver se o prefeito fosse o Serra e se tivesse sido a sede do PSDB depredada… Aí sim seria uma “manifestação que reflete a insatisfação do povo com o poder político”?

    Lamentável. Articulista orgânico, a serviço de determinados interesses. Em nada você difere dos capachos de Citiva.

    Que decepção!

      • A incontinência verbal é a marca registrada dos que estão perdidos em seus delírios. Mas não se preocupe, sei o quanto é difícil se situar quando nossos referenciais políticos são desmentidos pela realidade e nossas posições vão ficando cada vez mais estreitas e longínquas de qualquer razoabilidade. Na época da guerra fria, os defensores do regime soviético esgrimiam a tese dos agentes capitalistas, dos inimigos da revolução, para explicar os descontentamentos e as insatisfações que teimavam em surgir. Assim, os levantes no leste europeu eram frutos da orquestração das potências ocidentais. Não viam que o motivo era a própria contradição da realidade. Do mesmo hoje: a realidade contradiz o discurso fantasioso da oficialidade petista, mas seus defensores – desnorteados, perdidos, sem norteamentos – não conseguem encontrar outra explicação melhor do que “há algo por trás”, e esse “algo” sempre são as forças da direita, versão atual dos agentes capitalistas. Foram superados pela realidade, e por isso ficam esgrimindo seus discursos paranoicos e esquizofrênicos. Se ao menos seus “líderes” se importassem com eles… mas eles preferem coquetéis na Globo a jantarzinhos com a “blogosfera progressista”. Os líderes soviéticos, ao menos, eram mais generosos…

  • Esse movimento composto basicamente por colegiais de classe média, já existia e manifestações foram feitas em anos anteriores sem que essa violência ocorresse. A novidade é que o prefeito agora é do PT e a mídia, que escondeu sempre tudo que acontecia de prejudicial aos governos, estadual e municipal, enquanto ligados a oposição ao governo federal, com a Globo à frente, resolveu “patrocinar” e dar ampla divulgação ao movimento, como nunca houvera feito antes.
    Derrepente o JN, desde o primeiro dia, acompanha exaustivamente todos os detalhes do movimento e após o encerramento permanecem com a campanha abordando-o nos intervalos das novelas, mesmo nada estando a acontecer, com imagens anteriormente gravadas. Com a Globo anabolizando, a molecada está achando super legal participarem da farra do ônibus e vai aderindo, com a polícia fazendo agora sua parte, o que não fêz antes em relação a esse movimento, distribuí borrachadas generalizadas no atacado e explode bombas para tudo quanto é lado e local, às centenas, para tornar mais excitante e fotogênico o cenário da farra do ônibus pretendida (quanto mais parecida com a Turquia melhor).
    Quando ocorrerem as primeiras mortes, e pelo desenrolar do roteiro pretendido não vai demorar, a Globo ficará certamente satisfeita, pois finalmente acharam como golpear o governo nas ruas, tendo por bucha de canhão adolescentes de famílias médias que nem ônibus utilizam e cujo movimento em anos anteriores para jovens expressarem a vontades em manifestarem, mal conseguia notinhas em rodapés de jornais e agora são “astros e protagonistas” no JN, com exposição inclusive em chamadas em intervalos de novelas, para o jornal seguinte.
    Os terroristas estão a solta e não são adolescentes. Por onde anda o ministério da justiça, o ministério das comunicações, a Secom e as agências de informação do governo?
    Aguardam o roteiro da Globo em parceria com os adolescentes conseguirem instalar o caos, antes de moverem uma palha e tomarem as providências cabívbeis no tocante as informações e as responsabilidades sociais e jurídicas?
    Quem duvida, preste atenção no absurdo que é a queda de uma placa de reboco, do teto de um setor do aeroporto de Congonhas, virar notícia no JN e ser publicada em todos os chamados grandes jornais editados no país, no dia seguinte. Não dá para esquecer que conforme declarou dona Judith, a mídia é (partido) lider da oposição. O resto é amadorismo político ou muita inocência na veia.

    • Estamos do lado dos fatos. A cidade está sendo posta sob terror. Insultar-me não vai mudar o fato de que esse movimento perdeu o rumo e já não sabe do que é capaz de fazer. Essa gente está brincando com fogo.

  • Um, digo mais um fato para indignar e preocupar está nesses já reiterados “protestos populares” sobre preços e tipo de bilhetes de passagens de ônibus na capital paulistana. Porque as imprensas cheirosas, as elites cheirosas, os grupos confessionais-guardiães da paz moral, até mesmo de foro íntimo de pessoas, se calam?! Por que se calam?! – Dá de suspeitar tratar-se de “cripto-explícito” conluio até entre contrários, nesse mundo ou sub-mundo que tem a presunção de auto nomear democrático. E defensor da ordem universal desta Nação brasileira. Outro detalhe. Em Ribeirão Preto, onde resido há muitos anos está acontecendo a 13 a. terceira feira nacional do livro – o certo seria municipal do livro. No domingo, 9.6.13, à noite no mais central ponto da cidade, a Praça XV, onde esta armada parte dessa feira nacional, ou para ser correto, nacional do livro, repetiu-se o que vem ocorrendo nos últimos anos, após dez horas da noite irrompeu uma furiosa convulsão entre hordas de jovens. Causa da baderna: traficantes vendendo. Jovens comprando drogas livremente. E partindo para a confusão. Isso tudo num absoluto estarem à vontade. Mas, e a polícia ? – A polícia, no dia seguinte alegou não ter sido chamada… E os moradores desta área, onde também resido? Apenas sitiados. Perturbados. E pensar que Ribeirão Preto nem bispo tem no momento. Então, reclamar -se com quem? No fundo, esse angu todo favorece aos omissos. E aos marrons ou roxos partidários do quanto pior, melhor. Quanto mais insatisfações forem envenenando o inconsciente subjetivo-coletivo da massa, pois as elites funciona é o consciente perverso mesmo, tanto menos difícil pra acabar com a raça do Lula. E de todos os inimigos da Bandeira desenvolvimentista, com Obama, FHC, Merkel e Aécio Neves de comandantes…

  • É a primavera paulistana (e carioca) do yuri.
    Perguntei a alguns motoristas de taxi. Todos acham que ha mais do protestos por tarifas nesse angu.
    E estou com eduardo porque tb ha mais do que uma reles cobertura de noticias por parte da plimplim.
    Não é, gagárin?

  • Você está totalmente correto, não se leva coquetéis molotov em manifestações ditas “pacíficas”. E nem pedras e paus para destruir patrimônio público e privado.
    Para mim esses caras não são “manifestantes” mas sim marginais e vândalos travestidos de “manifestantes”.
    E digo mais, nem que não levassem armas e não quebrassem nada, mas simplesmente parassem a Av. Paulista às 18:00 da tarde já estariam provocando um dano imenso na cidade, num local que além de ser o centro financeiro da cidade tem uma grande quantidade de hospitais, o que atrapalha a mobilidade no transporte de pacientes em situação de emergência.
    Todos tem o direito de se manifestar desde que não atrapalhem o direito de ir e vir dos outros, e portanto essas manifestações tem que ser feitas em locais e horários adequados.
    O que acho interessante neste post é ver muxoxos do pessoal da extrema esquerda que sempre te apoia desta vez te tachando de “direitão” e “Reinaldo Azevedo” quando você discorda desse tipo de ação.
    O preço da passagem de ônibus que hoje é 3,20 já é subsidiado com uma verba de 1.2 bilhões anuais colocada no sistema.
    Muitos extremistas esquerdistas partidários do estatismo acham que os empresários de ônibus ganham muito e que o transporte seria mais barato se tudo estivesse na mão da prefeitura. Mal sabem eles que nos velhos tempos o custo por passageiro transportado da saudosa CMTC era bem maior que das companhias particulares.

    Saudações.

  • Não vejo dessa forma, Eduardo. Não é possível orquestrar, de forma tão planejada, manifestações de milhares de pessoas. Também não vejo esse interesse partidário colocado com tanta clareza. É evidente que o PSTU e o PSOL devem estar vibrando com a oportunidade de ir pra cima da administração petista, mas eles não dariam conta de marchas tão grandes. Não acredito que os tucanos consigam promover manifestações dessa natureza. Há, evidentemente, muita espontaneidade na adesão de tantos manifestantes, vindos, principalmete, de escolas, universidades e demais movimentos juvenis. E você sabe muito bem que o movimento não é por conta do aumento de R$ 0,20 nas passagens. Isso é apenas o estopim de um processo muito maior, que busca romper com sistemas (de transporte, e de tantas outras coisas) que simplesmente não funcionam e, ainda mais, oprimem a população. Tratar tais manifestações como algo segmentado e golpista é um caminho ilusório e extremamente repressor. Focar apenas nos atos de violência, que existem e devem ser combatidos ostensivamente, é a escolha pela criminalização, forma que a direita sempre tratou os movimentos sociais. Vejo as manifestações como clara expressão da insatisfação da juventude com um modelo excludente e precário de transporte público, de vida urbana e de convivência. Participei ativamente de manifestações, no ano de 2005, em Recife, onde moro, contra o aumento de passagens e pelo passe livre. A prefeitura era do PT. Sou filiado ao partido dos trabalhadores desde 2001 e nunca fui da extrema esquerda do partido. Nem por isso deixei de me engajar num movimento que parou a cidade na tentativa trazer a discussão à tona. Sem surpresas, o movimento foi brutalmente reprimido e criminalizado pelos jornais e pelo Estado. Houve excessos, sim, muitos. Conseguimos controlar um pouco a escalada de violência ao acertar que não seriam tolerados atos violentos, que não de reação ou para a proteção. Os radicalóides, que loucamente achavam que estavam em meio a um processo revolucionário, e os bandidos se refrearam um pouco (sim, planejavam jogar coqueteis molotov, incendiar ônibus etc.). Logo, concordo com a crítica à violência contra pessoas e coisas, mas a questão é muito mais profunda. Acho que não deve haver tolerância, por parte dos organizadores, com atos de violência , até porque tais atos colocam em evidente risco a população, os policiais e os próprios manifestantes, além de descaracterizar por completo o propósito do movimento.

    • Conclusão: se você exorta pessoas a irem às ruas, deve se responsabilizar pelo que provocou. Partidos e MPL estão unidos nesse propósito e não querem saber se os atos que convocam dão vazão a atentados a inocentes e ao patrimônio público e privado. Isso é ilegal. A lei vai se fazer valer. Simples assim.

      • Diante de todos esses fatos, chegar a uma conclusão voltada tão-somente para a responsabilização criminal dos envolvidos nas manifestações é uma opção política. Como disse antes, é focar exclusivamente nos atos de violência, é criminalizar os movimentos sociais. O movimento em curso vai muito além dos crimes que eventualmente são praticados. De acordo com a lógica de sua conclusão, os dirigentes e jogadores de futebol, sem falar nos donos dos meios de comunicação (como se sabe as concessões da radiodifusão infelizmente são fictícias), que divulgam os horários e is locais dos jogos, deveriam ser penalizados pelos crimes cometidos pelos criminosos que se passam por torcedores nos dias de jogos.

  • Eduardo,

    Existe um livro famoso do Lenine que a moçada ou não conhece ou se esqueceu:

    ‘Esquerdismo – doença infantil do comunismo”. Vou reproduzir um pequeno trecho para tentar clarear o nosso debate sobre o que está acontecendo em São Paulo:

    “IV – Quais foram os inimigos que o bolchevismo enfrentou, dentro do movimento operário, para poder crescer, fortalecer-se e temperar-se?

    Em primeiro lugar, e acima de tudo, na luta contra o oportunismo que, em 1914, transformou-se definitivamente em social -chovinismo e se bandeou, de uma vez por todas, para o lado da burguesia, contra o proletariado. Esse era, naturalmente, o principal inimigo do bolchevismo dentro do movimento operário, e continua sendo, em escala mundial. O bolchevismo prestou e presta a esse inimigo a maior atenção. Esse aspecto da atividade dos bolcheviques já é muito bem conhecido no estrangeiro.

    Quanto a outro inimigo do bolchevismo no movimento operário, a coisa já é bem diferente. Pouco se sabe, no estrangeiro, que o bolchevismo cresceu, formou-se e temperou-se, durante muitos anos, na luta contra o revolucionarismo pequeno-burguês, parecido com o anarquismo, ou que adquiriu dele alguma coisa, afastando-se, em tudo que é essencial, das condições e exigências de uma conseqüente luta de classes do proletariado. Para os marxistas está plenamente provado do ponto de vista teórico – e a experiência de todas as revoluções e movimentos revolucionários da Europa confirmam-no totalmente – que o pequeno proprietário, o pequeno patrão (tipo social muito difundido em vários países europeus e que tem caráter de massas), que, muitas vezes sofre sob o capitalismo uma pressão contínua e, amiúde, uma agravação terrivelmente brusca e rápida de suas precárias condições de vida, não sendo difícil arruinar-se, passa-se facilmente para uma posição ultra-revolucionária, mas é incapaz de manifestar serenidade, espírito de organização, disciplina e firmeza.”

    Existe ainda uma face que os debatedores acima parecem desconhecer: as ações tipo Cabo Anselmo, que são os grande provocadores de todos os tempos e que arruínam a luta justa do povo com ações ultra esquerdistas. em nada ajuda a criar a verdadeira consciência de emancipação.

  • Engraçado isso. Havia 10 mil pessoas no ato e o blogueiro condena todo um movimento por causa de meia dúzia que trouxe coqueteis molotov ao ato. Ou será que os coqueteis foram distribuídos pelas lideranças do movimento a todos os que estavam querendo fazer atos de violência?

    Engraçado também que a justiça das reivindicações merece uma nota de rodapé, a violência policial no episódio foi ironizada e só o que o blogueiro consegue ver é uma conspiração orquestrada contra o governo do PT. Conspiração? Será mesmo que é preciso uma ação orquestrada contra o PT nesse caso? Ou a reivindicação por um transporte público universal e de qualidade em SP é mais do que justa e de interesse de toda a população?

    • Quem convoca um ato deve saber o que está convocando, pois é responsável por tudo o que aquele ato vier a desencadear. O próprio movimento em questão admite que “perdeu o controle”. Ora, é fácil, eu jogo uma bomba na suca casa e, depois, “perco o controle”. Aqui não vai rolar. Tem que usar a lei.

      • O problema é que em um ambiente em que a própria polícia militar radicaliza e trata qualquer protesto ou passeata (com exceção daquelas “Cansei” ou feita por atores globais) como caso de polícia, como o próprio governador deu a senha, é impossível controlar os ânimos. Não dá para querer bancar o Gandhi e fazer fila pra levar porrada da polícia.

        O blogueiro Leonardo Sakamoto relatou que ontem foram presos jornalistas que nada tinham a ver com a depredação do patrimônio público. A PM também cometeu ontem diversas arbitrariedades e isto não está merecendo a indignação da nossa mídia.

        Se o vandalismo de meia dúzia servir para deslegitimar um movimento que empunha uma bandeira legítima, nenhum movimento social é legítimo nesse país, pois todos contém suas ovelhas negras. Só lembrar das eternas críticas feitas ao MST por nossa mídia, que pega como exemplo meia dúzia de casos de excessos por parte de integrantes e o usa pra criticar todo o movimento.

  • Edu, queria entender uma coisa, que lendo os comentários postados, me deixou confuso.

    Estão comparando e deixando num mesmo nível pensamentos progressistas e pensamentos conservadores.

    Ser progressista é ser a favor de coisas que fujam da rotina? Uma passeata reivindicando algo que está fora da normalidade é ser protagonista de mudanças, não importando a forma em que a manifestção se faz?

    Reivindicar e ser rebelde não condicionada ninguém a ser um questionador progressista. Rebeldia difere de revolucionário.

    Querer mudanças passa por mostrar sua discodância no modelo atual e depois ouvir o que a parte criticada tem a dizer e propor. Isso foi feito? A prefeitura de SP (o governo estadual ainda não) está buscando junto ao governo federal meios (fiscais, tributários, etc. etc.) de redução das tarifas, isto é,está se mexendo, mesmo assim as manifestações continuam.

    O que os manifestantes querem? Que eles levantem uma faixa pedindo algo as 18 horas e as 7 da manhã do outro dia tudo já esteja resolvido?

    No processo de manisfestar tem uma parte de sentar numa mesa para negociar, afinal esse é o grande momento que os reivindicantes conseguem: oportunidade de falar com quem pode e manda. QUem deste movimento pediu isso? Senão tivermos negociação (perde-ganha / ganha-ganha / ganha-perde) fica mais parecendo rebeldia de criança que chora até ter seu pedido atendido.

  • Pelo contrário, Eduardo, existe ditadura sim. Mas queria ver esse pessoal se manifestando é contra a ditadura da mídia. Ah, mas isso eles não veem! Sei, sei! E tem mais, o ataque que alguns deles fizeram a uma sede do PT deixa claro a quem eles servem ou representam. Aliás, qualquer ataque a uma agremiação partidária, seja de direita ou de esquerda, é fascismo puro e simples e ponto final!

  • Peraê!
    voce está sugerindo que os manifestantes são anti-PT? Me faça uma garapa.

    Primeiro, em 2011 Esse Passe Livre já havia se manifestado, ninguém do PT e nenhum de vcs jornalistas “progressistas” achou ruim, por motivos óbvios.

    Segundo, basta pesquisar na net e verá que quem está registrado como dono do domínio do site do Passe Livre, é uma ONG chamada Alquimídia, que visa, como vcs “democratizar a mídia” e conta,olha só, com patrocínio estatal federal em seu site, da Petrobrás. Quem é mesmo o partido do governo federal?

    Por trás desse Passe Livre tem sim o dedo petista,dentre outras correntes, claro. O lance é que a coisa saiu do controle.

  • Edu concordo contigo, em sp hoje não há ditadura, é um governo aberto ao dialogo. Quanto às manifestações são direcionadas exclusivamente para atacar o pt. Os partidinhos e mpl estão sendo usados pela mídia com esse mesmo propósito. Veja quando vão falar das manifestações se lembram apenas do haddad, quando informam que a tarifa subiu menos que a inflação, entrevistam alguém do governo estadual, simples assim.
    Só não podem os partidinhos e mpl dizerem que não estao sendo usados, pois sabem disso e gostam de se prestar a esse trabalho. Quanto aos que aqui estão te atacando, não esquenta, não conhecem o otimo trabalho que voce sempre fez aqui no blog, aliás vamos ressaltar, sem ganho financeiro algum. Seria interessante saber se o mpl não recebe ajuda nas suas manifestações.

  • ” Em anos anteriores houve manifestações contra aumentos das passagens, promovidos pelo mesmo Movimento Passe Livre e pelos partidos políticos que orbitam ao seu redor ou que – muito mais provável – estão por trás dele, mas nada igual às que estão acontecendo.

    Foi só o PT assumir a prefeitura paulistana que esse movimento decidiu que tem que ser implantado na capital paulista o transporte público gratuito”.

    PRECISA DIZER MAIS ALGUMA COISA?

  • Sou leitor do blog desde 2005. A partir de então, entro no blog todos os dias.

    E, dentro deste período, o Eduardo organizou algumas manifestações, todas elas pacíficas.

    E, em todas, lembro que o Edu sempre se preocupou com questões como: mobilidade das pessoas que não estivessem envolvidas com as manifestações, autorização prévia da polícia militar a fim de se evitar incidentes.

    Portanto, mesmo com o desacordo de vários leitores, o Edu mostra coerência com a sua forma de agir.

    Essas insinuações de que o Eduardo age diferente quando as manifestações são contra o PT (até por que o metrô, que é estadual, também aumento passagens) são totalmente desonestas.

    Ontem houve um carro que disparou contra um grupo que fechava a Paulista (o que deve ser repudiado). Na hora lembrei de post anterior do Edu que dizia que nestes protestos são grandes as chances de aparecer um cadáver, tragédia que poderia acirrar ainda mais os ânimos de lado a lado.

    Não vivemos sob o tacão de nenhuma ditadura e todos têm o direito a livre manifestação, desde que respeitados todos os preceitos constitucionais. Pichar e pôr fogo em ônibus não estão entre estes preceitos, certamente.

  • O governo do PT pensa que marimba é gaita, isto é, que a mamata vai continuar e que o Brasil foi feito para se locupletar! Quero ver o que a Dilma vai fazer para sair do poço que os petistas incompetentes e corruptos jogaram o meu País! Os petistas devem estar invocando o grande deus Lula e a deusa Rosemary; o feiticeiro José Dirceu e seu aprendiz Marcos Valério; seus assistentes José Genoíno e João Paulo Cunha, para ao som da dança da pizza rebolarem com os dólares na cueca! Será um ritual e tanto, embalado pelo conjunto musical de Waldomiro Diniz onde todos os principais convidados do PT estarão presentes para testemunharem o desenlace, Mino Carta, Eduardo Guimarães, José Nassif e Paulo Henrique Amorim! A festa vai ser financiada pela Petrobrás com a propina que foi embolsada com a compra da refinaria em Passadena e os imbecis caudatários que vêm engrossando sites e revistas marrons ficarão ao rés do chão! No encerramento do evento, será prestada uma homenagem a Hugo Chaves e Fidel Castro, e para encerrar, Marco Aurélio Garcia entregará a medalha Cruzeiro do Sul às Farc pelos grandes serviços prestados aos brasileiros com o refinamento da cocaína e de seu subproduto, o crak, que tem dizimado a nossa juventude e trazendo a insegurança ao meu País! Petralhas, que, espero, sejam escorraçados do cenário político!
    Eugênio José Alati, e-mail: [email protected]

    • Graças a Deus eu encontrei alguém com uma lucidez ímpar, que me abriu os olhos (antes tarde do que nunca).

      Que visão clara e real do Brasil em que estamos vivendo.

      Agora que despertei com esse seu anúncio de fatos, preciso recuperar o tempo perdido. Será que alguém do blog coleciona a Veja para que eu faça uma imersão lendo os exemplares desde 2002.

      • Ò ser vivente de longa temporada nesta terra abençoada de nosso Senhor.
        Pelo que declaras, encontraste finalmente alguém de régia sabedoria e concomitante pensamento aqui nos muitos comentários destinados a contrapor de forma veemente as elucubrações desprovidas de qualquer lógica, emanadas do blogueiro bolchevista.
        O ilustre concidadão que nos remete a pensar que tudo está à beira de um caos irremediável tem sua honrosa honestidade destacada ao prover aos bolchevistas seu endereço particular de correspondência eletrônica, com o intuito de que estes o atulhem com suas bolchevíticas mensagens deturpadoras e inconsequentes. Que grandeza de espírito e de alma!
        Vamos, seus bolchevistas ineptos! Despejem suas ignomínias em peso na caixa de mensagens do genial concidadão, de modo que assim ele possa perscrutar a ORIGEM de tais blasfemias.
        Que São Serapião nos acuda!
        Que São Chirico nos ilumine, mais que os postes que foram lançados pelo desalmado e desculturado ex-ocupante da cadeira máxima da República!
        Saudações!!!!

  • Seguindo essa lógica, a Dilma também teria que estar na cadeia, por causa da resistência à ditadura, né?
    Até que, nesse ponto, poderíamos concordar (meus motivos são diferentes, mas adoraria ver esta assassina atrás das grades)…

    • Comparar a ditadura militar que torturava, matava, cassou políticos, fechou Casas Legislativas, impediu eleições presidenciais com R$ o,20 de aumento no preço das passagens não lhe parece um tanto quanto diferente? Um pouquinho só?

        • Ah, desculpe…
          Deixa eu explicar o “Tóóóóiiiinnnnn!!!!”:
          Não é o Eduguim dando uma paulada na cabeça do dito cujo…
          O cidadão que chama a Dilma de “assassina”, que diz que “adoraria ver esta assassina atrás das grades)…” deve ter este tipo de pensamento porque provavelmente apanhou muito na infância, e de tanto levar uns croques na cabeça acabou ficando com a mente deturpada….Afinal, onde está escrito e provado que a Dilma matou alguém?

  • Eduardo,

    Sou leitor assíduo do seu blog e nossas opiniões são consonantes na esmagadora maioria dos casos.

    Mas, neste ocasião, acredito que você esteja bastante equivocado.
    Sou um dos maiores entusiastas do governo Haddad, para o qual fiz campanha, apesar de não votar em SP (resido aqui, mas voto no interior SP).

    Gostaria que você lesse o texto abaixo, e que, no âmago da sua ideologia solidária e progressista, possa refletir melhor acerca das manifestações.

    Sou um grande admirador, o que não impede dissensões em algumas questões.

    Um abraço.

    PS – segue também um link, para que nós esquerdistas, possamos avaliar melhor nossos posicionamentos:

    http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/06/12/aumento-de-r-020-na-passagem-obriga-paulistanos-de-baixa-renda-a-pular-refeicoes-e-arrumar-bicos.htm

    Texto sugerido:

    “Parabéns as mais de 8 mil pessoas presentes ontem no ato pela redução das tarifas! Estive presente para ver se realmente as pessoas estavam depredando aleatoriamente e encontrei uma massa extremamente jovem e pacífica.

    O motivo da manifestação é justo: considerando a inflação desde 1994, as tarifas deveriam ser de R$2,16 para ônibus e R$2,59 para o metrô. (http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-metro-onibus-sp/)

    Mas, para além disso, a manifestação traz algo mais relevante: a capacidade da população reagir aos absurdos de toda espécie, ao conservadorismo de políticos e setores da população. Ela permite as pessoas aprenderem a lutar por direitos.

    A grande mídia noticiou depredações e relataram que “manifestantes entraram em confronto com a polícia”. São jornalistas com má-fé, ou que não conseguem fazer uma leitura básica do que acontece na frente do seu nariz. O ato foi pacífico até a Tropa de Choque bloquear a Av. Rangel Pestana. A massa seguiu pela rua lateral de acesso ao Terminal D.Pedro. Porém foi bloqueada lá também. Acompanhei o Coronel dizer a algumas lideranças que a manifestação deveria dar ré (isso seria difícil de comunicar e impossível de realizar). A tensão aumentou com o passar do tempo, pois estava obvio que a única saída seria liberar a entrada do Terminal e coibir somente alguns que tentassem depredar (até ali somente pixações, como se faz desde que foi inventado o spray). Então houve empirra-empurra e as pessoa spediam calma uns aos outros para evitar um eminente pisoteamento. De repente começaram a estourar bombas e jovens meninos e meninas corriam para todo lado. Naquele momento houve medo e exaltação e alguns sujeitos, enquanto todos corriam pelas ruas sem direção, passaram a chutar portas e carros e quebrar vidraças. Meu olho ardia furiosamente e a respiração não vinha – ainda bem que pessoas solidárias jogaram vinagre no meu lenço. A maior parte que restou da manifestação se encontrou na Sé e subiu até a Av.Paulista. No caminho cerca de 10 pessoas quebraram vidros dos bancos e as demais (95% do ato) por hora se manifestaram contra, por hora assistiram. Mas todos seguiram cantando e falando as palavras de ordem tranquilamente. Quase chegando no MASP as pessoas estavam felizes e cansadas, quando foram alcançadas por mais uma parte da manifestação que havia se perdido (tinham mais ou menos 2 mil pessoas nesse momento). Houve uma fala de parabenização e a chamada para a quinta feira. As pessoas se preparavam para ir embora e eu ligava para a Fernanda Blandino mais a frente da manifestação quando vi o Choque na frente do Vão Livre. Achei que queriam empurrar para dentro para o fim. Mas eles começaram um massacre, com mais de 20 bombas em 4 minutos e avançando contra a massa. Eu não entendi nada, mas consegui escapar por detrás do Choque e fiquei vendo preocupado ele avançar em cima das pessoas e a fumaça cobrindo geral. Tinha amigos (aliás muito pacíficos) lá, como a Vania Correia e o Mathias Fingermann, que foi atropelado (de leve) por um carro.

    Falaram depois que a PM prendeu uma pessoa e as demais foram ajudar a libertar, como se faz solidariamente num ato desde 1900 e bolinha. A velha tática para iniciar uma briga generalizada. Foi depois disso que houveram a maior parte das depredações mais violentas, possivelmente pelos grupos minoritários que defendem enfrentamento (não sem nenhuma razão).

    Na verdade isso é o que menos importa quando há uma belissima demonstração de cidadania e de indignação com ação e não apenas falatória na internet. Esses jovens levantaram-se para pôr a mão na massa. Interessante como a sociedade critica a falta de mobilização mas quando ela acontece também critica. Acho que preferem manifestações em parquinho de condomínio fechado – seja lá o que for isso. Deq ualquer modo tudo aconteceria de forma muito civilizada sem a violência da PM, feita somente para deslegitimar o ato, com apoio de maus jornalistas e suas chefias.

    O que importa é que quinta feira tem mais! Convido amigas e amigos a se fazerem presentes. Vai ser ainda maior!!”

  • Eduardo Guimarães. Pedi para vc dizer onde, quem e quando estava usando coquetel molotov. Você não disse. Vou acabar achando – surpreendentemente -que você está mentindo. Abraços

  • Acho que o blogueiro tem que cuidar para não tornar-se um sectário.
    Não vai ser passando a mão na cabeça de quem escolhemos para governar que iremos tornar o Brasil um país mais mais justo. Temos que rever esta coisa de “em nome da governabilidade” ter que aceitar tudo. Não é bem assim.
    Dito isso, penso que o Prefeito Haddad, diga-se de passagem um homem honrado, tem parcela de culpa por estes eventos, pois esse aumento foi concedido muito facilmente, poderia postergar um pouco mais, sentido as reações e então deixar a decisão para o judiciário e eles que se explicassem perante a opinião pública; não é assim que se faz com os aumentos dos trabalhadores?
    Mas não, os empresários pediram acima e ganharam o que realmente sabiam que iriam receber e agora o prefeito terá que arcar com o ônus e aprender que virou vidraça.
    Quanto aos “molotov”, são casos isolados provavelmente por gente infiltrada com o objetivo de colocar na conta do prefeito, a manifestação é justa e tem que mostrar que é séria e apartidária.
    O prefeito deveria ter pensado na possibilidade de acirramento dos ânimos, pois foi por isto que nós do Partido dos Trabalhadores o escolhemos; Para pensar.
    Quem sabe da próxima vez ele pense um pouco mais antes de tomar a decisão.

    Como foi dito na Revolta da Vacina. “O povo não é carneiro. De vez em quando, é bom a negrada mostrar ao governo que ele não põe o pé no pescoço do povo.”

  • Essas manifestações estapafúrdias no seu conteúdo de violência tem a presença predominante dos chamados ” lunpens” da sociedade, militantes de partidos da esquerda radicial (PCO, PSTU, PSOL), partidos sem representação eleitoral no Brasil, pois em qualquer eleição não tem nem 1% do eleitorado e os chamados ” estudantes profissioanais “, aqueles caras que fazem universidade publica e nunca se formam, pois não tem rumo na vida e não sabem ao certo o que querem na verdade.

    Já que não conseguem se viabilizar politicamente, então vamos baguncar o coreto, parece ser o mote dessa gente.

    As manifestações são engrossadas por jovens estudantes, sem ideologia, mas afim de participar de qualquer coisa que gere barulho, confrontação com as autoridades e exposição na mídia.

    Isso não vai acabar bem, como diz o Edu, já vai aparecer um cadáver de algum inocente útil e aí a coisa pode tomar rumos inesperados.

    Esses vandalos não quebram bens do Estado nem da Prefeitura, quebram bens de todos os cidadãos que trabalham e só querem viver em paz e segurança.

    EStá na hora das autoridades pararem de brincar com essa gente, aplicar o peso da lei nesses irresponsáveis que incitam a violência e ofendem o direito de milhões de cidadãos que trabalham e tem o seu direito de ir e vir impedido por esses inconsequentes.

    • Perfeito, Doni. Nós bem sabemos todos os cuidados que tomamos em nossas manifestações. Está aí você que não me deixa mentir. Abraço, companheiro.

  • Olá Edu,

    acompanho seu blog a muito tempo e concordo com diversas de suas posições porém discordo veementemente do post de hoje. Participei das manifestações do MPL em 2006 e 2007 contra o aumento das tarifas, as cenas atuais já ocorreram nos anteriores, não tem essa de que esse ano tá pior ou agora eles perderam a mão, se tem uma coisa que não muda e é extremamente previsível é a forma de atuação da Polícia Militar. O MPL é um coletivo que promove reuniões e ações em toda a cidade juntamente com outros coletivos que de forma nenhuma se equiparam a uma massa homogênea. O MPL tem sim uma postura para evitar confrontos, porém tem alguns métodos de ação que geram animosidades (invasão e panfletagem em terminais, catracaço em ônibus e pichações) que são ações contundentes porém sem marca de violência. Só quem não conhece o MPL vai dizer que eles são tucanos (só pode ser piada) ou que merecem ser investigados (quer conhecer os caras é só ir nas reuniões que ocorrem). O MPL não é uma entidade que elege um presidente, que faz um grupo no facebook pra ficar causando, é um coletivo horizontal e heterogêneo em que diversos outros grupos participam. E coloco aqui claro para todos que os principais responsáveis, aqueles que querem ver o circo pegar fogo são os grupos punks e anarquistas minoritários nas passeatas, esses sim carregam Molotov (já impedi em 2006 juntamente com um companheiro de faculdade que um punk atirasse um molotov em policiais inclusive nos expondo fisicamente contra ele), rojões e pedras. Não há como controlar a ação desses grupos, nem a PM consegue controlar os ânimos dos seus que ficam mais exaltados, ou vocês acham que todo os PMs cometem truculência (eu vi em 2006 também dois policias saindo pelo meio dos manifestantes carregando 2 tijolos com cara de indignados indo se postar do outro lado para ficar fora do confronto). Quem leva isso pra passeata sabe o que quer e esconde isso dos outros. Outro ponto que gostaria de abordar é a participação dos partidos nessas manifestações, esses tem sempre o olho voltado para o ganho político que conseguem extrair dessas manifestações, por isso sempre vemos suas bandeiras e textos na internet, usualmente eles se dão um crédito que eles não possuem (como se eles soubessem ou vivenciassem a realidade dos países árabes). O confronto para esses grupos é desejado porém não são eles a instigar o começo do confronto. Outro ponto que acho interessante é ver que São Paulo não é uma ilha isolada, as manifestações contra os aumentos das passagens estão ocorrendo Brasil afora e os confrontos com a polícia ocorreram em todos os protestos. Nós vamos dizer claramente que em todas as cidades os jovens participantes só querem saber de depredação? São todos vândalos? E a polícia estava com razão em todos estes protestos? Acho que não. Estamos vendo pelo prisma errado esses acontecimentos. Temos que começar a entender que as ruas devem ser ocupadas independente do partido de turno no governo, quando a causa é justa (e são várias) tem que parar o trânsito, levar faixas e cartazes, panfletar, gritar, pichar, sem que tudo o que aconteça seja tipificado em algum artigo do Código Penal (como é difícil diferenciar um “crime” comum de um “crime” político quando vivemos em uma democracia, isso me espanta e já tive inúmeras discussões sobre isso com amigos) ou descambe para a violência. O fato de o PT estar na prefeitura não muda nada para o MPL, pois este é apartidário e tem a bandeira da tarifa zero no transporte a muitos anos. Outro ponto rápido é o despreparo da PM para lidar com este tipo de situação, agressão indiscriminada (homens, mulheres, velhos, crianças, batem em quem for), armas inadequadas (balas de borracha mais indignam as pessoas do que as repelem) e uma mentalidade belicista que é o cerne de toda a discussão envolvendo a violência policial no Brasil hoje. Mais uma coisa, que se dane o trânsito da cidade, essa cidade tem trânsito com ou sem manifestação. Discordo de você Edu pelos pontos acima descritos, porém compartilho de uma preocupação que também me aflige, a chance de um ser humano virar um “presunto” é concreta e me angustia sabendo que pode ser algum amigo, pois tenho vários que estão presentes nas manifestações.

    Abs

    Marcio

  • “Foi só o PT assumir a prefeitura paulistana que esse movimento decidiu que tem que ser implantado na capital paulista o transporte público gratuito. Seria muito bom, mas alguém acredita que se possa conseguir um benefício social como esse queimando ônibus?”

    Na verdade, essa sempre foi a pauta do grupo, por isso o nome “Passe Livre”. Quando eles protestaram na porta da prefeitura, na gestão Kassab, já pediam isso. E naquela época, tinha vereador petista junto, que inclusive apanhou da PM. Dessa vez não tinha vereador petista, óbvio.

    • todos nós conhecemos o sectarismo dos pseudo lideres desse movimento, preferem andar lado a lado com “manifestante com camisa dos EUA e com bandeira pixada do Brasil, do que marchar ao lado de setores de esquerda que por um motivo ou outro tem divergencias de encaminhamento.

  • Algumas coisas estranhas neste movimento:

    1) manifestantes que levam gasolina, álcool… Não é atitude de quem quer um movimento pacífico;

    2) a luta inicial era pela redução das passagens do metrô, da CPTM e dos ônibus. Por algum misterioso motivo, metrô e CPTM ficaram em segundo plano e tudo se concentra agora nos ônibus municipais. Ora, metrô e CPTM usam eletricidade, cuja tarifa baixou 28% para grandes consumidores não residenciais. Ônibus usam diesel, que sofreu um reajuste;

    3) manifestação que dura 6 horas. Essa atitude afasta trabalhadores e pessoas que não querem passar a noite em guerra campal contra a polícia;

    4) depredaram a sede do PT. Mas não a do PSDB ou do PSD. Não acho que se deva depredar sede de partido algum, pois é atitude fascista. Mas já que atacaram a sede do PT, não é estranho que os espaços do PSDB e a Associação Comercial de SP (com a qual Afif Domingos tem fortes conexões) não tenham sido tocados? O movimento, afinal, é contra Haddad?

    • Acho que as tarifas de metrô, CPTM e ônibus são muito altas e irreais para nosso nível salarial. No entanto, para lutar pela redução das tarifas é preciso unir forças num movimento que inclua a CUT, o Movimento Por Moradia, os sindicatos, etc. Um movimento que vá, gradualmente, conscientizando e organizando a população. Guerra campal com a PM só serve para fazer a Polícia Militar de Alckmin fazer papel de “mocinho” do filme.

    • Bingo Locatelli, bem observado !!!

      Metrô e CPTM de fora (também tiveram aumentos na mesma data ) e vamos pra cima dos ônibus !

      Depredaram a sede do PT e a Associação Comercial de São Paulo, maior símbolo do neoliberalismo e do capitalismo na capital, nem passaram do lado.

      Tem interesses infiltrados nesse movimento passe livre, e não são a favor dos interesses do povão.

      Esse movimento e o estímulo a violência tá mais com cara daquele pessoal do ” Movimento do Cansei” paulistano, agora botando as manguinhas de fora travestidos de” indignados” com o aumento da tarifa de ônibus.

      Tem caroço embaixo desse angu.

      • Pois é, Donizeti, estão faltando algumas peças desse quebra-cabeça.

        Os funcionários da CPTM fizeram greve por melhores salários. Algumas linhas ainda estão paradas. Então pergunto: por que o movimento não conversou com os funcionários da CPTM pra fazer uma ação coordenada, organizada e forte? Poderia ser um movimento com a palavra de ordem “transporte melhor e mais barato para São Paulo”.

  • Edu, porque não reabrir o DOI-CODI para dar uma punição exemplar a este terroristas?
    Daqui a pouco você convoca uma marcha dos manifestantes pacíficos, com haddad pelo fim do terrorismo.
    Satyagraha não funcionou direito nem na índia meu amigo. Não houve nenhum avanço na democracia (entendida como a vigente nos estados ocidentais após as revoluções burguesas) sem confronto, violência e que os manifestantes fossem denominados de vândalos e terroristas.

    Precisa ser um pouco mais crítico ao PT Edu. Este partido não representa o povo tem mais de uma década já. é inegável que houveram avanços sociais e a parcela que mais necessitada nunca antes na história deste país melhorou tanto de vida. mas nos temas caros as bandeiras populares, o PT sempre foi submisso aos interesses conservadores da base “aliada”. E sempre contra o povo.
    Gosto muito da sua visão de mundo e de seus comentários. Gosto mais ainda da sua gana em querer melhorar a sociedade. Me entristece vê-lo denominar indignados de terroristas. Após ler essa postagem pensei numa publicação da Maria Frô (que você citou anteriormente inclusive) e indicar que você coloque uma epígrafe a esta publicação.
    “Legal essa revolução francesa, mas pô pichar a bastilha não né!” Guilherme Parzianello
    Pelo lúdico sugiro tema para postagem futura:
    Manual Eduardo Guimarães de manifestações
    1) Que manifestações devem ser bem silenciosas e discretas para não incomodar ninguém. Preferencialmente feitas por memorandos
    2) Que quando da manifestação nas ruas, o povo não pode ter “sistema nervoso”. Isto é, mesmo levando porrada, mesmo levando gás lacrimogênio e spray de pimenta na cara, não deve nem mover um músculo do rosto, deve seguir fingindo que nada está acontecendo
    3) O protesto manifestado publicamente deve ser feito preferencialmente em calçadas, lugares abandonados e onde ninguém possa nem ver ( para assim não incomodar ninguém )
    4) Que a manifestação presente é uma provocação ao estado e, portanto, estes têm a obrigação de nos porrar por sermos tão subversivos
    5) Que se a manifestação é sobre educação, tem coisa mais importante como a corrupção, se é sobre corrupção, tem coisa mais importante como a segurança, se é sobre segurança, tem coisa mais importante como o transporte público e se é sobre o transporte público, tem coisa mais importante como a educação.

    Aproveito o ensejo para registrar meus protestos de estima e consideração!!!

  • Eduardo, acredito que concordamos, pontualmente, em: é muito melhor ver a juventude se manifestando do que alienando-se das prementes questões político-sociais do país.
    E, incondicionalmente, noutro ponto: não se responde brutalidade policial com atitudes e agressões que prejudicam apenas a população trabalhadora (afinal, a que mais sofre com as péssimas condições do transporte público).
    E se nos questionamos da mesma forma sobre a a carga das mochilas manifestantes, uma outra questão me intriga, e muito: as lideranças do MPL não são, definitivamente, ingênuas ou ignorantes, nem tampouco neófitas no movimento. Ora, os problemas de circulação e mobilidade nos grandes centros urbanos não se devem a escolhas feitas nos últimos 5 ou 6 meses, mas sim às escolhas feitas pelos nossos governos dos últimos 60/70 anos. E as decorrências daí resultantes não se resolvem com passes de mágica.
    Que bom que a garotada está na rua se manifestando ao invés de se avestruzar.
    Mas seria melhor, muito melhor, que ela se manifestasse com uma visão histórica e politicamente ampla das questões que busca defender.

  • Desculpe mas discordo. Tava mais do que na hora de irmos pra rua e enfrentar a polícia que só defende os interesses privados. E não vale criticar o manifesto por torcer pela administração do Haddad. Eu, aqui de Porto Alegre, tb torço pra que ele faça uma grande administração e inclusive possa se tornar um político mais conhecido nacionalmente, se ele for bom mesmo!! Agora, vai ter de lidar com isso, tem de saber fazer a negociação. Esses jovens e tantos outros estão desencantados com a política tradicional e não acham que essas velhas instituições o representem. Eu tb acho que não. Aqui em Porto Alegre, qd uma grande parte da população foi ás ruas, o grito era O POVO UNIDO NÃO PRECISA DE PARTIDO. Isso diz muito.

    • Então a solução é ir para as ruas praticar atos de vandalismo e destruir patrimonio público, que é pago com o dinheiro dos nossos impostos? Que atitude mais inteligente.

      Cara, estamos em pleno regime democrático do Estado de Direito, quem quer protestar pode fazer isso o dia todo, o ano todo, mas de forma pacífica e com argumentos.

      Essa idiotice que essa cambada de inocentes úteis está fazendo, só faz o jogo da direita sem voto.

      Que idéia mais brilhante essa, em vez de diálogo partir para a violencia e porrada.

  • O que a presença da imprensa internacional não faz, não é Eduardo? Afinal, com tanto repórter estrangeiro para a Copa das Confederações, um protesto desses causa muito estrago na “imagem” do país no exterior, sobretudo do “deus” Lula e da secretária Dilma, não é? Afinal, quem esses vândalos pensam que são para estragar a imagem de pujança e concórdia que o governo quer passar ao mundo? E ainda mais quando o prefeito busca trazer para a cidade outro mega evento mundial. Isso tudo atrapalha um bocado… Já entendi toda sua hybris… Protestar contra o sacro santo governo do PT (ainda mais em São Paulo, conquistada dos tucanos!) já é terrível, imagine antes de um evento importante, com tantos jornalistas do mundo todo. Primeiro os índios, agora isso…

    • Espero que essa imprensa internacional faça uma reportagem mostrando como pensa os leitores e eleitores do PIG. Que mostre o desejo desses udenistas pelo quanto pior estiver a situação econômica e social no Brasil, melhor para as elites reacionárias e antinacional que um sujeito como esse Leonardo defende.

    • Seu babaca estúpido, aqui, independente do que você ou outros de sua escória vomitarem, tem um voto em quem o PRESIDENTE LULA apoiar! Agora meu voto é na Dilma, e nem vou ligar para os fatos que a imprensa divulga negativamente!

    • Não há reclamações contra O PROTESTO.
      As reclamações são contra a depredação de patrimônio público, a violência gratuita e o vandalismo. E a foto que ilustra este post é esclarecedora: ninguém vai para um protesto levando coquetéis molotov.
      Participei de passeata em BH contra o Prefeito e o aumento zero para o funcionalismo. Respeitamos a determinação jurídica de ocupar somente a faixa da direita das vias. Não houve conflito nem depredação de qpatrimônio. Fomos para a passeata para protestar, todos com os rostos visíveis, nenhum mascarado, nenhum portando coquetéis molotov. Isso sim é uma manifestação pacífica.
      Em SP não é o que está acontecendo. Mas, pelo visto, você está vibrando com o MPL, porque perderam o controle (ou nunca tiveram) da manifestação “pacífica”.

    • Acho que vai se decepcionar.
      Lula, Dilma e Haddad vão garantir um governo limpo e justo. Por mais que tentem desestabilizar o PT,
      Estas pessoas inconformadas por terem perdido seus governos para o PT, vão mesmo utilizar de todos os meios para promover o caus, porem pessoas conscientes e são muitas, não permitirão que isto aconteça..

    • O Cerne da questão é:
      Por que nos “sacrossantos” desgovernos da tua laia tucanóide nunca ocorreu tal despautério.
      Para o teu quase “orgasmo” com o vandalismo que querem impor a São Paulo, as perspectivas não são as que esperas.
      Depredação do patrimônio público, ou mesmo privado, está tipificado no Código Penal, com as sanções pertinentes.
      Assim, há que ser.

  • Essas manifestações propiciaram um estranho ‘casamento’: os revolucionários da macdonalds do psol e cia., a direitada que enxergou ai a chance de criar uma primavera árabe de araque e a globo que foi capaz de interromper a sua abençoada novelinha das 8 para cobrir ( e incentivar) os manifestantes.

    Se a bandeira da redução das passagens de ônibus era boa, o exagero na dose da manifestação fez a maioria da população rejeitar o protesto e ver os rebeldes 20 centavos como uns baderneiros, o resumo da ópera foi que a polícia de bandida passou a ser vista como heroína e os revolucionários de apartamento como bandidos.

  • Não, mas há uma tentativa de golpe de estado contra a Presidenta da República claramente em curso(e de quebra ainda inviabilizam um provável candidato à Presidência em 2018). Assim, só um imbecil para acreditar que esses dementes do “Passe Livre”; na verdade um braço não partidário do PSOL e do PCO; descobriram somente agora, quando o PT está no poder em sua cidade e logo após o menor aumento das passagens de ônibus ocorrido em décadas; sobre a “urgência” em se implantar o transporte público gratuito!!?????????? Com essa balela de transporte público gratuito(algo de que ninguém pode ser contra – quem seria contra transporte, saúde e educação públicas e gratuitas? – o que torna difícil a crítica ao movimento, principalmente aquela feita pelas forças progressistas, mas que na prática é irrealizável. Como as propostas do PSOL, algo que a direita adora, servem para criticar o PT e, como são irrealizáveis ao menos enquanto vivermos no Capitalismo, não ameaçam o establishment conservador)eles estão aproveitando-se da ocasião para atacar o Governo Haddad e de quebra ainda “criar” o clima de caos que a direita deseja, capaz de juntar-se ao falso caos martelado há meses pelos conservadores através da ditadura midiática; e que destina-ser a instalar o pessismismo e falta de confiança dos cidadãos no Governo Dilma, mesmo este tornando o Brasil a cada dia um país mais sólido; e como também unir-se a um “caos mais imediato” que a extrema direita pretende implantar no país até sábado, para estragar a Copa das Confederações, que inicia-se nessa data, destruindo por definitivo a crença da população na capacidade do país em sediar um megaevento como a Copa do Mundo(a qual vendo sendo minada desde o dia em que Lula conseguiu trazer o evento para o Brasil, sempre basendo-se no estímulo ao nosso maldito “Complexo de Vira-Latas”), que irá realizar-se nessa mesma época em 2014, trazendo mais um calhamaço de descrético para o Governo Dilma que, daqui há um ano, já terá atravessado uma saraivada de boatos e notícias falsas referentes a problemas econômicos inexistentes, complementadas pelas habituais “denúncias” de corrupção, ataques pessoais e revelações bombásticas; tudo devidamente temperado pelo mutismo impávido de uma Presidenta que parece estar fazendo o maior esforço para não se reeleger. E tem mais : JÁ OUVI DIVERSOS BOATOS DE QUE EM MINHA CIDADE, RECIFE, HAVERÁ GREVE DOS FUNCIONÁRIOS DO METRÔ NO SÁBADO. EXPLICO MELHOR : RECIFE É UMA DAS SEDES DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES E O METRÔ É O PRINCIPAL MEIO DE TRANSPORTE PARA O NOVO ESTÁDIO, CRIADO PARA SEDIAR OS JOGOS, QUE IRÃO COMEÇAR NO SÁBADO OU DOMINGO. PORTANTO PODEREMOS TER UM VERDADEIRO CAOS : ENQUANTO AS AUTORIDADES VÊM PEDINDO HÁ SEMANAS PARA QUE AQUELES QUE FOREM AOS JOGOS, USEM O TRANSPORTE PÚBLICO, PRINCIPALMENTE O METRÔ, ESSE TRANSPORTE PODE ESTAR PARADO NO DIA DOS JOGO, AFETANDO EXATAMENTE AS CLASSES MÉDIAS E ALTAS(85% DOS INGRESSOS FORAM COMPRADOS POR PERNAMBUCANOS)QUE IRIAM VER AS ´PARTIDAS, NAS QUAIS OS GOVERNOS PETISTAS SEMPRE TIVERAM MAIOR DIFICULDADE DE APROVAÇÃO, EXATAMENTE POR SEREM AS MAIS FACILMENTE MANIPULÁVEIS PELO NOTICIÁRIO TERRORISTA DA DITADDURA MIDIÁTICA. AGORA IMAGINEM-SE AS PREVISÕES SOMBRIAS DO NOTICIÁRIO MIDIÁTICO CONFIRMANDO-SE “”IN LOCO”, NUMA ÁREA TÃO SENSÍVEL COMO TRANSPORTE, NUM MOMENTO AGUARDADO COM ANSIEDADE, E ÚNICO, COMO A COPA DAS CONFEDERAÇÕES????????????!!!!!!!!!!!!!!! ALGO DO TIPO, BEM QUE O JORNAL NACIONAL FALOU QUE ESSA GENTE DO PT NÃO IA SABER ORGANIZAR COPA!!!!!!!!!!!!!!!! E IMAGINE-SE ISSO AMPLIADO PELO EFEITO MUTIPLICADOR QUE TEM ESSES SETORES SOCIAIS QUE, EMBORA MINORITÁRIOS, TÊM GRANDE PODER DE INFLUÊNCIA, EMBORA NEM PRECISEM USÁ-LO TANTO, AFINAL DILMA JÁ VEM SE QUEIMANDO ENTRE OS POBRES, QUANDO ASSISTE CALADA À DIREITA DIZER QUE O BOLSA-FAMÍLIA VAI ACABAR. Ontem lembrei em um comentário anterior sobre outro calado famoso, João Goularth, Dilma caminha para ser outro Goularth(se não cair no golpe, pode cair num golpe “bonitinho”, que a permita competir nas urnas, mas já derrotada pelos ataques), se não fizermos chegar à Presidenta choques de realidade como esse, estaremos deixando que as coisas caminhem ao sabor da inércia do PT e do golpismo da mídia e da CIA, que sem dúvida está atrás de tudo isso, como já esteve no passado; e jogaremos pelo ralo o processo de mudança em curso que vem transformando este país numa potência, libertando-o da exploração de uma minoria de canalhas e dos EUA. Temos que agir rápido, não sei o poder de articulação deste blog ou de pessoas da mídia alternativa a quem você possa ter acesso, mas afirmo que se puder, ou conhecer alguém que o possa, temos que fazer chegar a Dilma a necessidade de reagir. Colocar a PF para investigar, e concluir a investigação com resultados, esse caso de São Paulo; o envolvimento de jornalistas brasileiros com a CIA, denunciado pelo Weakleks, os boatos sobre o fim do sobre o bolsa-família(cadê o resultado das investigações?), os casos de ataques contra os índios(que ocorreram praticamente ao mesmo tempo em todo o Brasil), todos as greves da Copa(sem dúvida há outras em inúmeros estados) ou perderá definitivamente o controle da situação e será defenestrada do poder por aqueles que querem destruir o sucessso indiscutível que o Brasil vem tendo, o qual incomoda muito aos inimigos do nosso desenvolvimento.

    • Concordo! Existem muitas forças obscuras por trás desses protestos. A intenção é, sem dúvida, desestabilizar e denegrir o governo. Só não vê quem não quer. Soma-se a esse fato, as TVS e rádios, diariamente tentar fazer-nos uma lavagem cerebral sobre inflação e explosão do dólar. Puseram as armas contra o governo os golpistas sujos que querem o pior para o país. Não podemos ficar calados! Mãos à obra!

    • CARLOS HENRIQUE, seu comentário está maravilhoso! Deveria ser posto a correr pela internet. Há muitos brasileiros mal informados e que estão seguindo a onda de quem está aplicando o golpe das mentiras, dos boatos e do incentivo à baderna.

  • Este movimento é uma farsa. Ando de ônibus pela cidade toda e nunca vi um usuário reclamar deste aumento de 0,20.

    A esquerda radical, que está por trás disto, vai conseguir fortalecer ainda mais a direita em SP. Este pessoal é extremo e burro.

    Pena que parte da esquerda moderada apoiem estes caras, vão se arrepender amargamente disto.

    Estou na linha do Eduardo, contra estes fascistas de esquerda, burros e que vão nos jogar ainda mais nas mãos da direita raivosa.

  • “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” Joseph Pulitzer

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” Malcolm X

  • Sempre defendi a liberdade, lutei por ela, tomei muita porrada da polícia.
    Mas não dá! Como alguns babacas nesse blog, podem defender os cretinos que promoveram esse quebra-quebra?
    Vivemos em um país com liberdade total! Todos podem protestar na hora que quiserem.
    O que não dá, é ver esses cretinos do PSTU, PSOL, PCO quebrando ônibus, destruindo o patrimônio das pessoas, atrapalhando a vida de gente pobre, que precisava voltar pra casa, depois de um dia inteiro de trabalho.
    Esses cretinos acham que em uma manifestação podem agredir pessoas, jogar coquetéis molotov?
    A democracia desses cretinos do PSTU, PSOL, PCO é bem diferente da minha.
    QUE RESPONDAM PERANTE A JUSTIÇA POR SEUS CRIMES.

    • IZA, isto tudo está muito orquestrado. Hoje, ouvi no rádio, que haverá manifestações em quase todo o país. A baderna se generalizou e os meios de comunicação, só fomentando a inflação e falando da alta do dólar.O intuito é atingir o governo e estão aproveitando a visibilidade do país com jornalistas do mundo já no Brasil, por conta da Copa das Confederações. Armaram um golpe direitinho. Temos que esbravejar e, acho que a polícia Federal deveria começar a agir e desvendar esse pseudo e inusitado “descontentamento” que originam boatos, mentiras e badernas! Um perigo!

  • Isso é coisa orquestrada. Nos tempos de Kassab e Serra, não havia violência nesse tipo de manifestação. Até porque a polícia iria reagir da mesma forma. Ou até pior. Com a diferença que as cenas mais fortes não seriam mostradas no Jornal Nacional e não haveria tanto sensacionalismo da mídia direitista. Relembrem a Virada Cultural. Os mesmos vândalos agiram de forma violenta e desenfreada. Isso é mais uma etapa de desestruturação da sociedade para amedrontar a população. No final, vai aparecer um arauto da moralidade, dizendo que o governo federal perdeu o controle da sociedade. De preferência, um arauto de Minas, senador da República, frequentador das nights cariocas. Tudo isso bem repercutido pela mídia adestrada, com talvez, 18 minutos de reportagem especial na cabeça dos alienados de plantão. É o MPL (Movimento do Passe Livre) sendo instigado pelo MSV (Movimento dos Sem Voto).

  • Movimento Levante e Juntos, do PSOL/PSTU, juntos com uma centena de ongs e ‘movimentos’ que eles criam, ligados ao pessoal que quer juventude eterna (estão dentro dos grêmios estudantis, mas muitos já passaram da época de estudar). Fazer politica estudantil é legal, mas eles não conseguiriam administrar um município, por menor que fosse, nos moldes que exigem que outros o façam. O exemplo é o cara do PSOL lá de Macapá, que fez parceria com o PMDB e é evidente que não vai triplicar salário de ninguém nem zerar tarifas públicas. Também não fez ‘auditoria-cidadã’, lógico. Só vale pra os outros partidos e governos …O lance é todo politico, mas é bem camuflado. Aproveitam a confusão pelo fato de que a direita também se associa quando acha que vale a pena.

  • “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” Joseph Pulitzer

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” Malcolm X

    Ley de Medios Já ! ! !

  • Já não era sem tempo, até que enfim alguma autoridade levanta da cadeira e faz alguma coisa para deter essas manifestações que de cívicas, derivaram para uma violência sem sentido.

    12/06/2013 – 12h53

    Ministro diz que Polícia Federal vai analisar onda de protestos em SP e no Rio

    MÁRCIO FALCÃO
    MATHEUS LEITÃO
    DE BRASÍLIA

    Atualizado às 15h18.

    O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) anunciou que pediu à Polícia Federal para analisar a onda de protestos violentos em São Paulo e no Rio de Janeiro.

    “Já pedimos que a Polícia Federal fizesse uma análise dessa situação e evidentemente as medidas solicitadas serão tomadas”, afirmou. “Temos que garantir a liberdade de expressão, mas em momento algum abuso e danos ao patrimônio”.

    SP teve 85 ônibus danificados durante o protesto contra aumento da tarifa
    Movimento Passe Livre faz ‘vaquinha’ na internet para pagar fiança
    Alckmin diz que policial ferido por manifestantes agiu com ‘profissionalismo’

    Ele classificou de “absurdo” os atos de depredação durante o protesto de ontem (11) contra o reajuste das passagens do transporte público em São Paulo.

    Segundo Cardozo, vandalismo não é a melhor opção para conquistar resultados. “É absurdo. Não é assim que vai conseguir qualquer reivindicação”, disse o ministro após encontro com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

    “Vivemos numa democracia. É legitimo que as pessoas expressem suas opiniões, mas nunca com violência, nunca com atos de vandalismo. Temos um Estado democrático de direito, temos que aprender a conviver dentro desse espaço. Não é com vandalismo que vamos conseguir chegar a resultados positivos dentro daquilo que queremos”, completou.

  • Edu
    Na minha modesta analise a direita está simplesmente usando os partidinhos nanicos de esquerda para desestabilizar o governo de Fernando Haddad.
    Percebe-se nitidamente que os manifestantes não têm o perfil de povão, estão mais para uma nova versão do cansei.
    Mas isso já era de se esperar, assim o PT assumisse o poder no maior reduto tucano.

    • Bispo, tenho que concordar com você. Eles fazem a baderna e depois seguem para pegar os seus carrinhos de luxo e voltar para suas casas. Não é o povão que está criando essa baderna. Além da turma do CANSEI tem os radicais de partidos PSTU PCO e talvez outros. Digo isso pois vi pela televisão as bandeiras desses partidos. A intenção única é desestabilizar o governo Federal e a administração de Haddad. É um vergonhoso e lamentável golpe.

  • Sinceramente? Se é um movimento de passe livre que vai beneficiar a classe trabalhadora que, muitas vezes deixa de comer para chegar ao trabalho e voltar para casa, será bom. Mas com essa miscelânea de discursos anti-inflação e que mega inflação! R$0, 20! Sei não! Tá mais para colar de tomate de Ana Maria Braga, só que com consequências mais drásticas. Não estou acreditando muito nisso aí não…O tom está exagerado e muito acima da importância dos argumentos dados. Essa não é uma geração criativa, não estamos em 1968. Mas também não é uma primavera árabe, nem turca, nem nada.Tá muito desproporcional.

    • MARIA RITA, isso é algo muito bem orquestrado. E fazem justamente quando o país conta com jornalistas do mundo presentes, para a Copa das Confederações. Querem denegrir o governo. Querem o bem do país? Com certeza não se percebe que é o povão que está presente nessas badernas. Somente alguns bobos e mal informados que vão na onda. Pelo visto há algo de podre por trás dessas manifestações.

  • Caro Eduardo,
    Você sabe o que aconteceu com o site do Luis Nassif na Uol? Ele também entrou no “facão” da reestruturação? Me responda se tiver alguma informação.

  • Em Campinas-SP, a tarifa de ônibus subiu para R$ 3,30 em dezembro de 2012, e não houve manifestação violenta, quebra-quebra e incêndios.

    • Em dezembro de 2012, ainda não tinham começado a campanha presidencial, que a oposição prematuramente iniciou, com golpes baixos, como mentiras, boatos e incitação à badernas. E além do mais, aproveitam a época em que jornalistas estrangeiros estão no país, por conta dos eventos esportivo e religioso. A intenção é atingir o governo. Querem desmoralizá-lo. Estejamos atentos para reagirmos contra os que querem o mal do país e dos brasileiros que trabalham honestamente.

  • Você está certo Edu. Há 30 anos, no governo de Franco Montoro, houve manifestações desse tipo. Dois meses após a posse de Montoro, ocorrida em 15.03.83, manifestantes derrubaram as grades do Palácio Bandeirantes, sede do governo paulista. Era o primeiro governador eleito de forma direta após o golpe militar, embora o Presidente da República ainda fosse o general Figueiredo. Nesse começo de governo houve saques a supermercados e passageiros tomando ônibus e metrô sem pagar passagem. No metrô pulavam as catracas; nos ônibus, empurravam as pessoas que estavam na fila, entravam sem pagar pelas portas e pelas janelas. Eu assisti à chegada de um Opala da PM, na Rua Butantã, em Pinheiros. Os PMs puxavam os manifestantes que entravam pela janela como se fossem sacos de batata; alguns sentavam a borracha nos que protestavam; outros apontavam a calibre 12. As manifestações só arrefeceram à custa de muita repressão. Os tempos eram outros: primeiro, ainda estávamos na ditadura; segundo, havia muita fome e desemprego.

  • Prezado Edu:

    entre uma porção de outros fatores bem lembrados nos posts anteriores, há mais um a acrescentar na

    tentativa de compreender o motivo dessas manifestações.

    É a apatia, a inércia, a passividade que a Presidência da República, seus ministros responsáveis pela Justiça

    e pela Comunicação Social e a cúpula do PT vêm demonstrando há meses.

    Essas manifestações nas quais o povão de verdade, o povão que sofre no transporte coletivo está ausente

    são apenas o primeiro resultado visível dessa pasmaceira criminosa das autoridades federais e do partido a

    que pertencem e sua indiferença pelos cidadãos que os elegeram.

    Espero não estar sendo profeta de mau agouro, mas coisa pior vem por aí.

    Receio que quando Dilma, seus ministros principais e a cúpula do PT acordarem,já seja tarde demais.

  • A resposta é simplíssima: estão colocando em prática a “fórmula para o caos”. Para quem ainda não sabe o que é isso, sugiro a leitura do livro do historiador Moniz Bandeira “Fórmula para o caos”, baseado exclusivamente em documentos da CIA que revelam como a sabotagem econômica, política e social serviram para depor o presidente Salvador Allende no Chile. Se ainda não está, a ABIN deveria estar investigando a autoria e o pagamento dos falsos “ativistas”.

    • Sinceramente, você acha que a ABIN ou até mesmo a PF vão investigar movimento da direita? Nem pensar. Grande parte desses órgãos são compostos de pessoas da direita, não partidários de governos democratas. O PT não manda na máquina administrativa.

  • Caro, Eduardo!

    Sempre acompanho seu blog e suas posições quanto o cenário politico. Em muita coisa eu partilho da sua linha de raciocínio e, em outras é apenas um ponto de vista que me interessa. Mas, nos últimos posts tenho me cansado de ver um debate pobre e uma defesa cega acerca dos interesses partidários, em especial ao PT. Simpatizo com os ideais progressistas e reconheço inúmeros avanços sob as gestões Lula/Dilma, mas não consigo defender a criminalização do movimento passe livre. Para isso, já temos a mídia conservadora, que faz isso há anos e com muito mais competência. Acredito que você deva fazer uma análise menos apaixonada dessa conjuntura e vê-lo como um importante movimento social.

  • Meu desabafo, ja que fiquei um tempão parado no congestionamento dessa burguesada FDP.
    Se eu tivesse a oportunidade, também iria atropelar esses vagabundos, cambada de desordeiros que não fazem porra nenhuma.
    Esse filhinhos de papai, tem que arrumar um trampo e não ficar enchendo o saco.

  • Tudo bem entendo as diversas opiniões, mas sempre prendo minha atenção no que acho errado. E vejo muitos governistas dizendo que os manifestantes nao tem perfil de povão, que sao revolucionários de apartamento ( como se houvesse muita floresta em SP). A questão eh, não há nenhum tipo de legitimidade, excluindo a violência, nesses protestos pq os mais pobres não estão lá? Quer dizer que se eu moro em um apartamento e nao sou bóia-fria tenho que ficar quietinho no meu canto? Aqui em porto alegre houve a mesma coisa por pessoas de todas classes e venceram. Segmentar por classes um protesto de interesse publica eh vil e asqueroso. Aqueles que têm o costume de vomitar seus preconceitos contra os mais pobres ou negros ou qualquer outro tipo de imbecilidade, em nada diferem dos que chamam esse movimento de um movimento de burgueses sem causa. E antes que um oportunista venha de blá blá blá, frisa-se que estou falando do movimento e não da violência que eh condenavel em qualquer momento e lado.

    • Pra quem nunca estudou história… Os grandes movimentos da humanidade foram de origem burguesa, tai a Revolução francesa que não nos deixa mentir

  • Tenhamos cuidado com os agentes provocadores empenhados em plantar violência para colher retrocesso. É o que parece estar acontecendo, um movimento popular legítimo infiltrado por esbirros reacionários interessados em criar condições para um golpe contra o povo trabalhador.

    • Essa também é a minha leitura. Estou torcendo para que nada de mais grave aconteça, no entanto, tenho viva na memória o que é a direita brasileira quando se trata de provocar tensão na sociedade, temo pelo pior.

  • Eduardo, acabo de vir do site do PHA (Conversa Afiada) e ele faz uma denuncia com relação ao site 247 do Atuch (sela do Dantas na IstoÉ) no qual você também escreve. Sempre fiquei com um pé atrás com relação as noticias nele postadas, sempre com um tinte dúbio, uma hora defendendo o PT e outras “plantando” noticias que certamente prejudicariam o partido mas dando um verniz oposto. Então, após esta denúncia do PHA em relação aos interesses do Gurgel / Vice-procuradora, decidi prestar mais atenção a suas noticias e observar com senso critico redobrado a sua duvidosa imparcialidade. Inimigos e traidores existem até nas próprias trincheiras…

  • Alguém lembra quantas reportagens fez o PIG sobre os incêndios em favelas na gestão Kassab? Repercussão nula! E porquê não há mais incêndios?

    • TONY Tony ..a coisa aqui é complexa e é difícil identificar um só inimigo da ética ..desde 2010 (Kassab foi prefeito de 2009-2012) institui-se o chamado aluguel social que era (e é) uma ajuda que a prefeitura dá a desabrigados pra que estes possam pagar aluguel enquanto a moradia não vem ..isso é uma forma SAFADA de ir remediando uma chaga cuja cura definitiva interessa a poucos tubarões

      Verdade é que os aluguéis em favela subiram e as moradias continuam não chegando pra essa turma.

      Doutra feita fiz um levantamento e PROVEI que na época de MARTA os incêndios tb ocorriam, assim como com SERRA e PITTA que enfrentou o pior deles, o da Vila Prudente, na favela “brasilia”

      Veja outro caso ..agorinha mesmo, em maio, no sábado anterior ao dia das mães ocorreu a invasão dum terreno aqui perto no Ipiranga (aliás, cheguei a informar o fato aqui no BLOG)

      De início NÃO tinha muita gente, e os pouco que existiam iam se espalhando e montando barracos deMadeirit, mantendo-os fechados com cadeados e aproveitando e ACUANDO e AMEAÇANDO a população do entorno.

      Ao nos informarmos vimos que MUITOS eram FILHOS da favela do lado, uma criada no tempo de QUERCIA, e que estavam querendo o mesmo que seus pais, conseguir mamatas na FAIXA, e até serem desalojados pra receberem o tal aluguel social (sabe comé, uma rendinha a mais não faz mal né ??!! ..pensam) ..pior que dos outros, tinha gente que estava sendo REQUISITADA do sul de Minas e de Barueri, Osasco, cidade/bairros distante daqui.

      Mais interessante ainda é que EU VI A COISA SER urdida por uma moradora invasora de favela próxima que, UMA SEMANA ANTES, estava na sub-prefeitura do Ipiranga protestando ABERTAMENTE pelo fato daquela área ter sido VENDIDA pela legítima proprietária a uma construtora (Atua) antes de a prefeitura ter pedido todo o loteamento pra moradia social – ou seja, pra virar mais um favelão – (construtora que, dentre seus compromissos, esta também o de construir 2 mil aptos populares no local)

      E sabe, pelo fato da desocupação estar transcorrendo na boa, visto que dos “mil barracos” devia ter metade VAZIO, não tardou pra no meio do enrosco surgir o boato de que 4 tinham sido feridos e uma criança teria sido MORTA na desocupação ..tudo mentira pra provocar agitação ..mentira dita por um “adEvogado” que já cobrava dos “coitado-MALANDRO” uma ajuda pra que ele mesmo intercedesse por eles pra receberem do tal benefício e/ou um apto em condições módicas.

      Portanto meu caro ..a questão fundiária aqui em SP, com tanto MALANDRO presente no empresariado, no funcionalismo, e no proletariado é coisa pra profissional meu chapa, e não pra amador achar que entendeu o que nem de longe sabe o que ocorreu.

      abrá

      NOTA – e que fique MUITO CLARO, parte da ocupação NÃO foi desfeita pela PM, pois da tal invasão ainda sobrou um trecho de 1000 m2 que ainda esta ocupado por BARRACOS de madeira e dando abrigo aos delinquentes/traficantes e viciados da região que adotaram o local como mais um centro de recreação ..e enquanto isso, pros cidadãos do entorno sobra logo NADA e ninguém a quem reclamar

  • VAMOS SER SINCEROS ?

    Eram com estas palavras que o prefeito Haddad geralmente inciava as respostas feitas por perguntas maliciosamente colocadas por repórteres issspertos.

    Haddad disse que ele não abaixou as tarifas agora por conta da redução dos impostos em contraposição a muitas prefeituras, pq ele só deu aumento agora, enquanto as outras já o tinham feito no início do ano

    Haddad disse tb que cumpriu a promessa de campanha dar aumento MENOR do que a inflação

    AGORA VAMOS SER SINCEROS PREFEITO ??!!

    Aqui o ser NÃO deixou nada claro de quanto foi do seu esforço próprio e sacrifício, e de quanto foi o de DILMA que esta levando pancada sozinha lá em BRASILIA, certo ?.

    AO final Haddad disse que não faz acordo com quem faz depredação, e que ANTES de dar aumento de tarifa a própria prefeitura procurou o tal movimento que se NEGOU a sentar na mesa pra se estender em qq outra tratativa

    …sobre o encontro entre prefeitura, governo, MP e a molecada

    Foi dito que o MP daria 45 dias pra prefeitura e governo abrirem os números ..pra mostrarem o que se passa e chegarem a um consenso do que daria pra ser feito (corte de custos, despesas por exemplo) ..e quanto custaria a tal TARIFA ZERO, como eventualmente se pagaria tal rombo etc

    e sabe o que a molecada disse ? que NÃO dariam tempo algum a menos que a prefeitura suspendesse o aumento dado agora.

    Humm, sei não, diante de tantos radicais ainda livres, sabe qual é a minha opinião ?

    Que, apesar do desespero das famílias, que não se deve negociar com sequestrador.

    http://www.youtube.com/watch?v=vHLEqK_stS8

      • Enrromanelli, você só pode ser personagem fictícia, com essas posições da era paleolítica. A molecada tem todo o direito de protestar e a polícia participar como coadjuvante, pois protesto sem polícia não é protesto, é convescote com recital.
        Mas a molecada bem que podia mostrar-se mais sagaz e perguntar-se por que será que a Globo, que esconde normalmente protestos dessa natureza, agora está dando a maior corda, fazendo propaganda do movimento no JN e ao vivo em todos os intervalos da novela, sabendo que assim anaboliza-o.
        Que tal o movimento incorporar a partir de hoje nas manifestações o tema, “Ditadura da Informação”, denunciando o terrorismo da desinformação praticado pela Globo e demais associadas do Millenium, contra o povo? Será que a Globo continuaria anabolizando o movimento? O que eles pretendem com essa não esperada e no mínimo estranha divulgação, vocês analisaram, sabem a resposta?

  • Eu sou a favor do movimento e hj a tarde vou ao protesto que vai ocorrer, em várias cidades inclusive. Sou contra essa história de levar rojões e coqueteis, neu vou apenas com meu apito e com minha indignação. Mas tb não me oponho aos estudantes que sofrem opressão da policia e se defendem. O que eu digo sobre se defender nåo é atear fogo a ônibus ou quebrar vidraças é apenas o direito de usar o mesmos meios contra os policiais para se defender. Gostaria de dizer que estes que praticam vandalismo são uma minoria e que devem ser desencorajados, mas a maioria são pessoas pacificas. Queria dizer mais, jogar gás lacrimogeneo para dispersar a multidão é uma atitude burra dos policiais pois so causa revolta. O que me faz ir as manifestações é a indignação, por ter um sistema de tranporte caro e ineficiente(alguem gosta de esperar num ponto de ônibus por um longo tempo pra quando finalmente conseguir pegar um, ele está superlotado?), por ver como os brasileiros são tratados como lixo pelo governo que só se mobiliza por tem gringo vindo ver como é o Brasil, e mesmo assim faz um monte de merda. Enfim, espero que os protestos de hj corram bem em todas as cidades e tanto os manifestantes quanto os policiais se comportem.

  • então ..e o EDUARDINHO cardozinho aprontou mais uma ..FUGIU

    EU não entendo a merda de democracia em que nos metemos ..uma em que políticos não dizem o que pensam, e se dizem, enquanto nossos votos são obrigatórios, os deles são secretos

    ..uma reflexão

    dentre algumas verdades tidas em nossa sociedade temos que :

    -a imensa MAIORIA da população é a favor da diminuição da maioridade penal (97,4%)

    -a maioria é CONTRA a redução ou adoção de PENAS farsescas (4 anos tá livre, menos de 8 prisão só tem prisão a noite, mais de 8 anos tem carcere com direito a redução e livramento após cumprimento de 1/4 a 1/6 da pena por exemplo)

    -muito mais do que a metade condena a direito a mentira diante das Instituições, a chicana protelatória, a desconsideração das provas EM MÉRITO, ou o adiamento de sentenças até dado a réus confessos (Abidel Malaque, Pimenta neves, Farah J.Farah etc etc), o decurso da pena por pra e/ou idade avançada do meliante (Maluf, já já mensalão) e por aí vai

    mas aí o que dizem nossos eleitos ..bem, normalmente NADA ..e quando dizem, se ATREVEM a dizer que embora a IMENSA MAIORIA pensa assim, ele vai dar de ombros porque discorda ..mas oras oras ..e enquanto isso apesar da lei da latinha e do desarmamento, apesar do crescimento e dos programas sociais com diminuição da miséria absoluta, apesar disso tudo a VIOLENCIA VAI BATENDO todos os recordes de mortalidade mórbida (cuja moda agora é tacar fogo no desgraçado)

    ..voltando

    Ontem Datena resolveu fazer a parte dele e pressionar políticos pra que eles dissessem o que PENSAM e o que DEFENDEM sobe a tal maioridade ..ao pegar Cardoso nos corredores do Congresso o MINISTRO de ESTADO se esquivou de responder e de esclarecer suas idéias e convicções, atendo-se a um formalismo NOJENTO que culpava em advogues a constituição de 88 por qq tipo de fracasso sobre o tema violência.

    Dizia ele que a questão da maioria é Clausula Pétrea ..bem, aqui eu pergunto quanto de vocês sabia que ULISSES e Jobin (QUE DISSE QUE rasurou A CARTA MAGNA) que eles iriam nos deixar estas cascas de banana intransponíveis enquanto a constituição DELLES perdurassem, hein ?

    Aqui tá assim, acabar com senado não pode ..acabar com município nem pensar ..diminuir idade tb não ..prisão perpétua é até perpetuamente proibido de falar ..aliás, o que só pode é aumentar GASTO e emprego pra nomeado e VAGABUNDO roubar impunemente ..e aí eu fui tirar a prova e resolvi listar abaixo o que diz a constituição PETRIFICADA no tempo:

    Art. 60. A Constituição poderá ser emendada mediante proposta:

    I – de um terço, no mínimo, dos membros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal;

    II – do Presidente da República;

    III – de mais da metade das Assembléias Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se, cada uma delas, pela maioria relativa de seus membros.

    § 1º – A Constituição não poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado de defesa ou de estado de sítio.

    § 2º – A proposta será discutida e votada em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, considerando-se aprovada se obtiver, em ambos, três quintos dos votos dos respectivos membros.

    § 3º – A emenda à Constituição será promulgada pelas Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, com o respectivo número de ordem.

    § 4º – Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:

    I – a forma federativa de Estado;

    II – o voto direto, secreto, universal e periódico;

    III – a separação dos Poderes;

    IV – os direitos e garantias individuais.

    § 5º – A matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa.

    POIS bem, e aqui eu retorno apenas pra dizer que A MIM não esta claro que a discussão da maioridade esta incluída no art 60 parágrafo IV quanto nos fazem crer alguns legalistas ..e que mesmo que esteja, se assim, acho que esta na hora de rasgarmos esta e começarmos a desenhar uma outra carta então ..pq convenhamos, ficar vivendo uma realidade duríssima com base em valores rígidos do século passado, não dá, ou dá ?

    bom, enquanto esta discussão não chega, fiquem um pouco mais com as palavras do Eduardo, ministro da DILMA

    http://www.youtube.com/watch?v=1orMXD_Ijbs

      • Tudo bem, Roma; postar um video do cerra quando se queria um do cardozão bananão é ato reflexo facilmente concedível aos direitosos emperdenidos, que estão acostumados a confraternizar com os pares nos tios reis da vida e a “confrontar” porras loucas que aparecem em qualquer ambiente. Radicalizar com radicais como eles é fácil.

        Falando em termos algo racionais, me diz (sem que eu queira defender o Palloci): ao contrário de recente julgamento viciado, no STF em Brasília, na tradição jurídica brasileira o ônus da prova cabe a quem acusa, não? E ainda sobre julgamentos, quando a cabeça do Azeredo virá (vira?!?) a prêmio, sob os holofotes e tambores da mídia, em 18 minutos de jn às vésperas de alguma campanha eleitoral importante?

        E quanto à por você referida bimbadinha do ex-ministro, um ex-presidente da República teve uma (ou mais) bimbadinha(s) com uma profissional da grobo, e isso gerou herança genética, e nada foi ventilado pela mídia que te socorre sempre. Você tem alguma informação se a bimbada do ex-presidente foi em horário e locais não constrangedores? Ventila isso, vai…

        E o Francenildo… Virou herói dos catões do Planalto, sobejamente impolutos, como o probo Demóstenes, o douto Álvaro botox (que fim levaram as acusações sobre supostos erros monetários do ilibado senador da República? Pesquisa, vai). Cadê o Francenildo, agora? Só serviu para o servicinho? Lembra a ex do Lula, na campanha eleitoral de 1989?… Lembra a secretária do Valério, a qual, se minha memória não me trai, iria concorrer a cargo político pelo PSDB mineiro, após prestar seus serviços à qualificada oposição “dem-tucano-ppssista”?

        Enfim, o que me faz escrever essas coisas, para além de seu ato reflexo do padim, é esta eterna indignação seletiva de parte da classe média turbinada pelas vejas da vida. Existem problemas sérios em governos petistas? Por certo que sim, vamos apurá-los; mas, por que se indignar somente contra eles? Vento que venta cá, venta lá também.

        • Ricardo

          PRIMEIRO, raramente leio o tal Reinaldo e não me julgo fazendo parte do grupelho aético deles, ou de ninguém

          Segundo, dois errados não dão um certo ..e isso vale pro CAFAJESTE do Demóstenes ou do Azeredo que, segundo barbozinha, será julgado depois, pois sua denuncia teria sido feita tendo como base o próprio mensalão do DELÚBIO diluvio, e depois de a mesma ter dado entrada dois anos após naquela REPARTIÇÃO de gepones togados que fazem pose de bacana e dotô.

          Terceiro, hoje, felizmente, não se precisa ser seletivo, pois a coisa ABUNDA de tal forma que aonde quer que olhemos o máximo que ouvimos é coisa do tipo : “..somos, mas não fomos os primeiros nem seremos os últimos, e nem foi nóis que inventemos o tal crime..”

          Quanto ao Pallocci ..repito, no tempo em que o dito fez FORTUNA ele era deputado e fazia parte da comissão do orçamento ..ademais, eu mesmo sempre perguntei respeitosamente a ele de quem seriam seus clientes, quais seriam os funcionários que lhe ajudaram em consultorias MILIONÁRIAS, quem havia datilografado suas laudas ? preparado o material de exposição, vídeo, transparências ? ou mesmo aonde estavam as apostilas de apresentação que valia MILHÕES ? ..e ele sempre ignorou em mostrar ..hum ..aqui tá assim, roubou, diz que faz consultoria e recolhe IR que tudo bem ..isso é velho, tão velho quanto lavar dinheiro em parque de diversão, motel, restaurante, com gado, ou recuperando empresa falida que ainda fabrica FITA DE TELEX

          Colega, ricardo, amigo, vem cá ..fosse por teu raciocínio e a IMENSA maioria dos crimes desvendados por perícia jamais teriam ocorrido se o cara não tivesse admitido ..e quem deveria buscar as provas era justamente a policia de quem, de quem ? isso, do Eduardinho Caridoso, ou ninguém, dá no mesmo

          e sobre THC ter cafungado numa repórter e gerado um rebento cujo nome não é bento ..a coisa é pior do que vc imagina ..soube já há algum tempo que o AZARÃO pagou pensão todos estes anos e o filho NEM dele seria ..convenhamos ..banana corno é pouco pra esse tucano, não ?

          sabe o que é pior, pior seria o cara dizer, além do famoso “fumei mas não traguei”, dizer que com a moçoila ele só fazia sexo oral, e que mesmo assim, por ser potente, com isso ele teria conseguido fazer um filho ..coisa de louco

          http://www.youtube.com/watch?v=Es6o4xmHOMc

  • “Cría cuervos y te sacarán los ojos”… sempre estimularam esse tipo de ato contra adversários, agora aguentem. Quem pariu mateus que o embale.

  • a volta de PALLOCCI

    Depois de ter sido pego bimbando em horário de expediente num nobre prostíbulo de BRASILIA, e de ter sido visto exibindo o PODER de supremos contra francenildos franzinos..

    ..depois disso ainda vimos o linguinha de Ribeirão ser pego com as calças arriadas quando disse (e o Eduardo CIDADANIA daqui o defendeu até o caroço), SEM PROVAR em documentos, escopo, empregos, depoimentos, palestras, nada, que teria ganho MILHÕES e milhões em consultoria dado a clientes fantasmas que pediam anonimato (isso depois dele mesmo fazer parte no mesmo tempo da comissão permanente de orçamento do Congresso ..pombas ..arriba)

    ..verdade é que eu pensava que o BRASIL estava livre desta praga

    mas parece que não é bem assim ..parece que por nossos desvios de CARÁTER, por não conseguirmos tê-lo feito pagar em tempo, pois por mim ele já estaria entregue ao ostracismo), parece que o gordinho esta tentando outra vez ..e eis que o jornal Brasil 247 (que ainda não é o 171) diz que a mídia esta pressionando pela volta do camarrrrrada

    Só falta, só falta DILMA cair nessa

    http://www.youtube.com/watch?v=T_soDyOFu9c

  • fora da pauta agora, eduardo, mas iluminador e instigante. Pra quem quer entender mais de (geo)politica internacional , imperdivel o curto artigo de Dave Lindorff no http://www.counterpunch.com.
    assunto é Edward Snowden: aprendi mto e o cara tambem tem cartas fortes na manga!
    Titulo “Why is Edward snowden in Hong kong”.

  • Edu, fui na página do aparentmente idealizador do movimento Passe Livre. É um estudante de filosofia. Vi muitos posts sobre o movimento e também vi rock, jazz e MPB. Não vi debate político.
    Me parece um garoto com aquela alma “libertária” cheio de vontade de “fazer coisas”. Ele e seus amigos não tem a menor capacidade de liderar um movimento desse tamanho, pelo que vi.
    Expressar sua opinião de forma livre nas redes sociais é uma coisa, fazê-lo na rua é outra coisa bem diferente.
    Eles apenas criaram um canal onde se infiltram um monte interesses oportunistas, os mais diversos, totalmente fora de controle. Essa é minha impressão.

  • Também faz parte da estratégia golpista criar falsos partidos de esquerda para promover o caos social. Acho que pode ser o caso do PSOL do PSTU e do PCO. É bom investigar se não estão chegando dólares americanos a esses partidinhos. Assim fizeram com o IPES-IBAD para derrubar o governo constitucional e democrático do presidente João Goulart. Estamos de olho!

  • Sem nenhum constrangimento desejo deixar de lado, neste assunto e fatos, quaisquer sociólogos, antropólogos, comunicólogos e companhia deslustrada com seus lero-leros. Sintonizo isto sim as vivências e lutas hodiernas com sua particularidade universalizada no trabalho hercúleo sobremodo entre nós por todos os “blogueiros sujos” Meus aprendizados ao longo de 80 anos, do atuais 84, bradam para registrar aqui as linhas que seguem. – Parece inarredável, se houver retrocesso na vida política e eleitoral brasileira, que venhamos a vir a ser uma reprodução, na América do Sul, do que estão sendo as populações árabes, turcas e ex-persas no oriente. E tudo insuflado por envenenamentos a partir de outras nações. Aqui meu temor,caso não se aperfeiçoe o nossos regime pseudo-democrático, é que anormalidades como essas sobre passes livres, redução da faixa da maioridade penal sigam a ser, como agora, denominadores comuns de anti-solução prática ao que importa corrigir. Seja como for, com base no tema em foco, sinto que nosso futuro será trágico. Na massificação, esses jovens involuirão sempre mais. E passarão a ser – como agora – agentes destruidores da ordem social. Ou no momento estão sendo cópia do próprio crime organizado ou não? E contraditoriamente agravando as patologias sociais, em especial, com todas táticas de matar, assaltar, depredar, amedrontar. E frustar o direito natural que temos de nascer, crescer, viver e terminar nossos dias em paz?
    .

  • Aqui em Recife-PE, terra governada por Eduardo Campos, a tarifa de ônibus custa R$ 3,45 e as distâncias são menores que as de São Paulo. Não há quebra-quebra e os cordeirinhos vivem em paz com as víboras.

  • Se o prefeito fosse tucano você estaria apoiando a manifestação. Deixe de ser hipócrita! O povo já viu que tanto PT e PSBD são duas faces da mesma moeda. Alckmin e Haddad estão juntos lá em Paris e nem ai pro povão. Não fique transformando uma manifestação popular em manifestação política seu cretino!

  • Por que levam coquetéis molotov a “manifestações pacíficas”?
    Ora! Pra botar fogo nos ônibus, ou você acha que dá pra fazer isso usando isqueirinhos da Bic?

  • http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/sobre-os-protestos-e-a-radicalizacao-do-movimento#comment-1404192

    Mircon

    É engraçado como algumas pessoas mudam suas opiniões, dependendo do governo que está no poder:
    Pau que bate em Chico, não bate em Francisco!

    m 2011, Edu Guimarães escreveu o seguinte:

    “Não dá para criticar os estudantes da USP. Pouco importa se o método que escolheram para protestar contra o aumento do efetivo da PM no campus foi equivocado. Quando o governo monta uma operação de guerra com um contingente policial desse tamanho enquanto a cidade pena nas mãos dos bandidos, tudo mais perde o sentido.

    Esse episódio simboliza à perfeição o massacre que a educação sofre no Estado de São Paulo por obra dos governos fascistas do PSDB. E a polícia tucana, em vez de policiar a cidade, só dá as caras contra “perigosos” mestres ou alunos que ocupam o lugar dos criminosos nas mentes reacionárias que governam este Estado decadente.”

    http://www.blogdacidadania.com.br/2011/11/enquanto-pm-brinca-de-ditadura-na-usp-bandidagem-se-esbalda-2/

    “Enquanto polícia como a do Rio de Janeiro empreende ocupações de favelas trocando tiros com criminosos fortemente armados e de altíssima periculosidade, a polícia paulista só investe contra famílias para retirá-las de habitações precárias que se equilibram em terrenos de grandes empresas ou de multimilionários, ou então contra manifestações legítimas da sociedade civil.”

    Nada como a internet…

    http://www.blogdacidadania.com.br/2011/11/grandes-operacoes-da-pm-de-sp-nao-sao-contra-bandidos/

  • Essa manifestação “Passe Livre” é o movimento dos que são a favor do 4:20, contra os a favor dos 3,20.

    Só quem não os conhece que os compre…né rapaziada ?!?

  • Estou de pleno acordo Edu, nada de reivindicação de melhoria do transporte público, isso aí foi vandalismo, terrorismo, fascismo e arruaça. Por isso FORA FASCISTAS.

  • Primeiramente deixo claro que votei no Haddad e não me arrependo, também deixo claro que sou contra violência e depredação de patrimônio público até porque se trata de uma burrice gigantesca pois é nossa grana que esta indo pro ralo, mas acho que essa manifestação não é somente pelos vinte centavos, na realidade o três reais já era um preço exorbitante pra um transporte ruim até a medula, a única coisa que justifica um preço desses é a margem de lucro das empresas, afinal de contas é lógico que os empresários do setor quer lucro como qualquer outro, no Brasil existe uma cultura de altos lucros enraizada na mente empresarial como pouco se vê no mundo, só pra efeito de comparação somando a passagem de ida e volta de ônibus dá cr$ 6,40 é equivalente ao preço de quase 3,5 litros de leite (prefiro aquele de saquinho, pago cr$ 1,90 no litro) ou seja mesmo Haddad mantendo sua palavra ao reajustar a tarifa abaixo da inflação o preço do transporte é absurdamente caro no Brasil

  • Pergunta de seleção?
    Quem foi que deu direito de se manifestar a ralé????
    indios, maconheiros, sem terra????
    se respondeu PT esta certissimo, ou seja o PT esta provando o veneno que destilou!!!

    bem fazia o Geisel que mandava prender matar e dar borrachada.

  • Claro, como se tudo isso só estivesse acontecendo em SP, pq nas outras capitais do Brasil NÃO esta acontecendo nada, a real é, dane-se PT ou tucanos, a realidade é que depois pra primeira manifestação que deu certo muitas estão por vir, outra coisa, pacifica, dificil ser pacifico quando a propria policia depreda seus veiculos pra culpar manifestantes, com essa mentirada toda que o Brasil vive a anos, se é golpe ou não eu não sei, eu vou pra rua pelos meus direitos e pra falar bem a verdade tem partidos politicos que me preocupam mt mais que o PT

    • Claro, como se tudo isso só estivesse acontecendo em SP, pq nas outras capitais do Brasil NÃO esta acontecendo nada, a real é, dane-se PT ou tucanos, a realidade é que depois da primeira manifestação que deu certo muitas estão por vir. Outra coisa, pacifica, é dificil ser pacifico quando a propria policia depreda seus veiculos pra culpar manifestantes, com essa mentirada toda que o Brasil vive a anos, se é golpe ou não eu não sei, eu vou pra rua pelos meus direitos e pra falar bem a verdade tem partidos politicos que me preocupam mt mais que o PT. Me preocupa ler esse site e ver que tem gente que só sabe reclamar dos manifestantes e estão bem conformados com a alta taxa de impostos, onde pagamos por vias que são privatizadas ou nunca vão ser contruidas, pagamos imposto por saude mas pagamos plano de saude para ter saude, pagamos tudo duas vezes para ter meio do era pra existir… Então senta tua bundinha na frente do seu computador pra falar que manifestante é um bando de desocupado. É muito comodo não ter que fazer nada e aceitar tudo como esta

  • Interessante q no passado o PT era a pedra ai estava tudo bem podia tudo, manifestações, quebra quebra e tinham razão. Hoje o PT é a vidraça e as mesmas manifestações do passado passou a ser errado? Dois pesos e duas medidas.

    • Então a lei do Talião na idade da pedra, olho por olho dente por dente? vc ainda está nos primórdios dos tempos, vc achou errado o que o PT fêz?, mas agora está certo porque é contra o PT! , deixa essa turma quebrar seu patrimônio, e aí estará certo?. quem vc acha vai pagar o prejuízo?, o PT. É vc e eu e a população do Brasil,

  • “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma.” Joseph Pulitzer

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” Malcolm X

    Ley de Medios Já ! ! !

    • Está tão claro, e tão explicito, que este são os objetivos, da mídia, que tanto desmerecer a politica, o próprio governo, com intuito de demônizá-los, e aí criar o ambiente propicio para um golpe.

  • Profunda decepção com esse post, caro amigo.

    Não é você mesmo que fala, há anos (sou leitor assíduo), em DITADURA DA MÍDIA?

    Em DITADURA DO CAPITAL?

    Como é que, agora, você finaliza o texto dizendo que SP e o Brasil não vivem ditaduras?

    A prova está aí na própria cobertura da mídia, cujos patrões publicam editoriais sombrios enquanto seus empregados apanham da polícia.

    Um momento único de insurgência como esse não pode ser minimizado e restrito ao Fla-Flu partidário que assola este país.

    Se a oposição quer usar o movimento, o problema é dela.

  • Concordo que a situação do transporte já é caótica (e cara) há anos e as manifestações nunca atingiram esse grau de efervescência. nesse ponto, gostaria que você discorresse mais pormenorizadamente sobre o que acredita ser as causas e o aglutinador dessas manifestações. Não acredito que seja apenas um movimento (como o Passe Livre) o responsável por essa mega mobilização. Acho que essa é uma causa pela qual muuuita gente topa lutar, e não os movimentos muquiranas contra corrupção e que-tais. todos esses outros tem curtidas no Facebook, mas, na hora do vamos ver, não vai ninguém.

    Sou do Rio de Janeiro, e aqui, há muito tempo acontecem manifestações pelo passe livre de estudantes nos transportes públicos, sem essa espetacularização por parte da mídia. Aqui há que se ter em conta também o recente acidente com o bonde de Santa Teresa, que fez nove mortos, por puro descaso das autoridades com a manutenção do sistema. Aqui há um histórico que remonta ao início do século vinte de revoltas de passagens com quebra-quebra, passando pelo incêndio da estação das barcas na década de 50 e pelos movimentos de quebra-quebra de trens na década de 80. E, até onde sei, aqui não tem movimento passe livre.

    A situação dos transportes (e a relação do estado com a sociedade, de forma geral) está um descalabro no Rio de Janeiro. Há movimentos contrários aos governos Cabral e Paes diuturnamente. De médicos, professores, alunos, arquitetos, bombeiros, policiais.

    Existe uma insatisfação geral. E, de todos os relatos que ouvi, uma pequena minoria (aqui no Rio) se excedeu nas manifestações. A maior parte das pessoas foi agredida injustamente por policiais que são formados em normas da época da ditadura e seguem a risca a máxima de Washington Luís, de que “questão social é caso de polícia”.

    Assim, acho bastante injustas suas impressões sobre as manifestações. Caro Eduardo, você está, da mesma maneira que a grande imprensa que tanto critica, julgando todos os manifestantes por uma pequena parte. E condenando os manifestantes pelos transtornos causados no trânsito (que, em contrapartida, seria bem menos agressivo se o transporte público fosse melhor e mais barato). Você está se nivelando pela Veja, meu caro.

    • Realmente desapontado com o post… a 1 ano e pouco sou leitor desse blog.

      Sempre houve momentos em que eu nao concordava com algumas coisas, mas normal.

      Agora isso que escreveu??? reveja so digo isso…

      Rodrigo Aldeia Duarte parabens pelo post, tambem sou do RJ …

      Nao ha mais oq falar… disse tudo!

    • Obrigado pela gentileza, Danilo.

      Esse movimento apartidário, que tem muitas vezes descambado para uma visão antipolítica me causa um pouco de medo, pois pode facilmente ser instrumentalizado e tornar-se massa de manobra da direita golpista. Já vi uma foto de bandeira do Brasil escrito Fora Dilma no perfil de Facebook do Anonymous. Medo!

      Então, como sustenta o Eduardo Guimarães, é realmente estranho que esse movimento tenha surgido justamente no momento em que o aumento é autorizado por um prefeito petista. Porém existe muita insatisfação latente na sociedade, que estoura quando menos se espera. E a internet tornou isso muito mais rápido e muito mais forte.

      O problema é que a questão é muito maior que isso. Temos um governo protofascista no RJ, da dupla Cabral-Paes, que vendeu uma área da cidade à iniciativa privada (o tal Projeto Porto Maravilha é fantástico, mas toda a região foi entregue à administração de um consórcio privado); temos as relações incestuosas do Estado com empresários como o senhor Eike Batista; temos grande insatisfação com a desfiguração do Maracanã, símbolo da cultura carioca, e com o superfaturamento das obras; Temos o recente episódio dos protestos da Aldeia Maracanã, que despejou indígenas do prédio do antigo museu do índio, ao lado do estádio; temos indignados com as obras faraônicas para Copa e Olímpiadas, e a relativamente pequena quantidade de obras que realmente melhorem a vida da população, o tal “legado” desses eventos.

      Enfim… temos, no RJ, uma série de insatisfações e situações que revoltam. O aumento da passagem foi só um estopim. E acho que em SP não é muito diferente. De qualquer modo, não dá para seguir no discurso da Globo, da Veja e do Alckmin, e criminalizar o movimento porque teve algum quebra-quebra ou alguns ônibus foram incendiados. Não dá pra ter esse discurso simplesmente porque ele legitima a ação da polícia, que passa a achar que age assim em resposta aos anseios da sociedade.

  • É muita ingenuidade achar que quaisquer manifestações,passeatas o que seja não tenha policiais infiltrados esta e uma pratica antiga desde os tempos da ditadura militar ou até bem antes,esta pratica é simplesmente para se justificar os meios violentos aplicados e até para identificar lideres os quais serão presos e com certeza investigados e também dar vós e razões ao governo que são os responsáveis pelo atos de suas PMs.

  • O terrorismo para os Estado Unidos é o ato religioso do islamista radical.
    Aliás, seria muito melhor se quebrasse a frota INTEIRA. Assim força a substituição dos mesmos. Já está na hora de “busão” novo. yay!!
    Só rico pago caro por serviço de merda. Beijos.

  • Muito bom o comentário. Mas ainda rsta uma pergunta? A quem interessa o movimento? Sem patrocínio ( mídia, fiança, etc…) o movimento nã passaria de uma pequena marcha igual a q temos quase todos os dias aqui no Rio pelas barcas, direitos de categorias, liberdade de condição sexual, religiåo, etc… Tudo pacífico, sem confrontos. Porque tanta violência repentina? Há motivos mais nobres para lutar com tanta truculência, como a corrupção, q mata a tantos, silenciosamente. Gostaria de saber o porquê.

  • Onde estava o prefeito nessa hora que foi o responsavel direto pela baderna e se escondeu atras da blindagem?? So depois da desgraca feita foi aparecer.

  • Proibição de rodas de samba, proibição de ambulantes em hiienópolis… vejo como uma ditadura aos pobres. E olha que eu nem moro em são paulo, só passo.

  • Só quero saber quem está por trás dessas Manifestações, creio que os mesmos “Patriarcas da Independência” de sempre; “Forças Ocultas” que dizia O Ex presidente Janio da Silva Quadros , Ele não quis dizer quem eram “As forças Ocultas” mas bem sabemos quem São; Maçonaria , clero romano(Papado)e outras organizações que nada tem de Defensores dos direitos dos mais Oprimidos e sim Daqueles que sempre levam vantagens nas Oportunidades , usando o que temos de mais belo , A Juventude Brasileira ! sempre usada de forma escusa e Fraudulenta… e Estes nem mesmo sabem o que os levam a agirem dessa forma. Agora citar Carl Marx… , sai fora , você ta Louco ?!?!

  • Essa violência toda é formentada pela extrema direita que é liderada pelos grupos de mídia, que está louca para voltar ao poder. Desde 1954 quando ouve o suicídio do presidente Getúlio Vargas que a extrema direita vinha planejando o golpe de 1964. Quem foi o responsável pelo suicídio do presidente Getúlio Vargas? Foi o jornalista Carlos Lacerda. Quem era o jornalista Carlos Lacerda? Era o líder da extrema direita ligada aos grupos de mídia. Em 1964 foi a extrema direita que insitou e criou a violência nas ruas para ela ter um pretexto para dar o golpe de estado. Não caiam nesta besteira que a esquerda é a responsável por essa violência nas manifestações, essa violência toda é criada pela extrema direita que é liderada pelos grupos de mídia e que está louca para voltar ao poder. São eles, os grupos de mídia os primeiros a levarem ao conhecimento das pessoas essa violência toda, além da grande audiência que eles tem com isso. Esse pesssoal de extrema direita comandado pelos grupos de mídia está louco para voltar ao poder e está criando essa violência toda para ter um pretexto para voltar ao poder.

Deixe uma resposta