PSDB e mídia inauguram em 2014 nova estratégia eleitoral contra o PT

Análise

Os quatro grandes conglomerados de mídia que monopolizam a comunicação de massa no Brasil chegam à sétima disputa com o PT pela Presidência da República. Organizações Globo, Grupo Folha, Grupo Estado e Editora Abril vêm tomando partido em todas as eleições presidenciais ocorridas desde a redemocratização de fato do país, em 1989, quando, pela primeira vez em quarto de século, os brasileiros puderam escolher seu presidente.

Das seis eleições presidenciais do pós-redemocratização (1989, 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010), os grupos de mídia supracitados sempre atuaram contra o candidato do Partido dos Trabalhadores – Lula nas cinco primeiras eleições e Dilma Rousseff na última. Contra o petista da vez, apoiaram Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso, Geraldo Alckmin e José Serra.

Dessas seis eleições, só na primeira a direita midiática apoiou um candidato que não fosse do PSDB. Com o fiasco da eleição de Collor em 1989, porém, o oligopólio de empresas de comunicação fechou com os tucanos e não abriu mais. Contudo, mídia corporativa e PSDB, nas seis eleições em questão, usaram apenas duas estratégias eleitorais: medo e moralismo.

Em 1989, 1994, 1998 e 2002, os impérios de mídia e o anti-Lula de plantão usaram o discurso do medo – o petista transformaria o Brasil em uma espécie de Cuba gigante. Nas eleições de 2006 e 2010, apelaram para o moralismo religioso e/ou administrativo, com acusações ao petista da vez de ser “abortista” ou “corrupto”.

Em 2006, devido à eclosão do escândalo do mensalão, a questão “ética” dominou a campanha. No primeiro embate televisivo direto entre Lula e Geraldo Alckmin no segundo turno daquele ano, na TV Bandeirantes, o tucano promoveu forte agressão ao adversário, praticamente chamando-o de corrupto em rede nacional, emulando o discurso de uma avalanche de editoriais, colunas e “reportagens” sobre o mensalão que, quase 9 anos depois, ainda não terminou.

Já em 2010, a mídia tucana adotou contra Dilma – e em favor de Serra – uma mescla de acusações de corrupção e de ser “abortista”. Em sabatina da petista pela Folha de São Paulo nesta mesma época da campanha eleitoral daquele ano, o jornal resgatou declarações antigas dela favoráveis ao aborto – a aposta eleitoral decorreu do conhecido repúdio da maioria dos brasileiros a uma prática que países desenvolvidos adotaram como política de saúde pública.

Durante a eleição presidencial de 2010, o moralismo religioso e o administrativo tiveram pesos equivalentes na estratégia midiático-oposicionista, enquanto que, em 2006, o moralismo administrativo foi a única aposta antipetista.

O país chega a 2014 com uma combinação de estratégias da direita midiática contra o petista da vez. Apesar de na campanha eleitoral deste ano ser previsível que o moralismo religioso e o administrativo serão usados por Aécio Neves, Globo, Folha, Estadão e Veja, esses instrumentos não terão peso relevante desta vez – até por conta de vários escândalos de corrupção que estouraram contra o PSDB do ano passado para cá, tais como o escândalo dos trens ou, mais recente, o do “aécioporto”.

Talvez, esta seja a primeira eleição presidencial do pós-redemocratização em que não haverá “balas de prata”.

Desta vez, porém, a preponderância será de um discurso anti-PT que, tanto em 2006 quanto em 2010, não teve grandes possibilidades de vingar, apesar de ter sido tentado. A grande aposta da direita midiática em 2014 é na situação econômica do país, que esse grupo político acredita estar produzindo resultados.

De fato, a combinação dos protestos de junho do ano passado com terrorismo econômico da mídia e um desempenho de fato inferior da economia devido à crise internacional, tudo isso acabou produzindo efeito na cabeça de parte do eleitorado e, pela primeira vez no século XXI, a direita midiática disputará a Presidência em condições menos adversas.

A economia brasileira vai muito bem, obrigado. Apesar do crescimento considerado “baixo”, emprego, salário e renda das famílias continuam melhorando, ainda que em ritmo menor. Claro que há problemas em um quadro de profunda depressão mundial, mas a escolha do governo petista foi a de impedir que a população sentisse a crise e, assim, a conta mais alta vai para o topo da pirâmide social.

Com rentabilidade menor, o empresariado e o mercado financeiro se deixaram seduzir pela proposta velada de Aécio Neves e de Eduardo Campos de redistribuir os sacrifícios exigíveis durante uma situação ineditamente grave da economia mundial. Obviamente que requerem uma redistribuição ruim para a maioria e melhor para a minoria abastada.

Ainda assim, mesmo tendo números “ruins” para apresentar no que diz respeito ao crescimento e à inflação, não foi possível à mídia destruir a recandidatura de Dilma Rousseff. Muito pelo contrário, a presidente tem chance de vencer a eleição no primeiro turno, ainda que poucos acreditem que consiga – inclusive este Blog – devido à mãozinha que a mídia dá à direita 365 dias por ano, desde 1989.

Contudo, os resultados relativamente melhores colhidos até aqui pela direita midiática dependem de um fenômeno que, em cerca de duas semanas, irá terminar: o fenômeno de a mídia tucana falar sozinha contra a economia.

Mesmo com Dilma, sua equipe de governo, expoentes petistas e o próprio PT contradizendo o discurso midiático aqui e ali, os grupos que promovem protestos violentos nas ruas desde o ano passado geram discurso à direita de que o país vai mal, pois se tanta gente protesta a impressão que fica é a de que há realmente alguma coisa errada. Além disso, os protestos infernizam a vida dos cidadãos nas grandes cidades, gerando um clima favorável à oposição.

Contudo, há um fator extremamente poderoso a favor da recandidatura de Dilma: a realidade.

Na semana passada, durante a “sabatina” de Dilma pelo portal UOL, um dos entrevistadores a questionou quanto ao “problema do desemprego”. A presidente demonstrou surpresa e forte contrariedade com a proposição de uma questão literalmente maluca. O Brasil tem hoje o menor nível de desemprego de sua história, com salários crescendo apesar da crise.

Fatores sazonais interferiram na criação de postos de trabalho nos últimos meses, mas não há um só analista sério de economia que aposte em aumento real e expressivo do desemprego. Claro que com um nível tão baixo de desemprego (entre 5 e 6 por cento), não há espaço para criação de muitos postos de trabalho como vinha acontecendo nos últimos anos e, assim, a criação de vagas deve continuar, porém de forma mais modesta.

Por conta desses fatores, os números mais modestos de criação de empregos têm sido tratados como se houvesse aumento do desemprego, ao passo que o que existe é redução mais lenta do desemprego.

Como a mídia martela sem parar o terrorismo econômico em suas longas, longuíssimas reportagens desalentadoras sobre a economia, e como as ruas continuam sendo tomadas por manifestantes que garantem que o país está no fundo do poço, tudo isso torna praticamente inaudível os pedidos de reflexão do governo e do PT para o fato de que ninguém tem sentido desemprego ou queda na renda ou no salário, até porque continuam subindo, ainda que mais lentamente.

Isso tudo, porém, vai mudar a partir do horário eleitoral na TV e no rádio.

Um texto como este é considerado pela direita midiática – e até por setores da ultraesquerda – como uma legítima heresia, mas é exatamente o que você leu aqui que irá parar em rede nacional a partir do próximo dia 19 de agosto, nos programas eleitorais do PT. A análise deste Blog, portanto, é a de que este chamamento à reflexão será extremamente poderoso, pois fará a parcela mais influenciável do eleitorado voltar a pensar, o que não tem feito desde junho do ano passado.

140 comments

  • Belo texto Edu! Uma ótima review que precisa ser mostrada para os direitistas raivosos. Francamente… Os humores de conhecidos meus no facebook estão insanos! A capacidade de argumentação deles é zero. Posso tolerar o fato de que eles sejam direitistas, mas alienados da mídia isso eu não tolero não.

    • E ando preocupado, Carlos. Essa massa de manobra, composta por jovens (em sua grande maioria) além de maior, está mais intolerante a cada dia.
      O passado, os fatos e a verdade são evitados e qualquer tentativa de fazê-los ver, resulta em agressão.
      Hoje, não são em número bastante mas, um dia serão.

      • No comício do PT em Montes Claros,Minas, no dia primeiro de agosto onde estavam presentes o ex presidente Lula,a Presidenta Dilma,o vice Temer e outros candidatos,apareceram por lá uns vinte coxinhas com camisetas onde se lia “fora Dilma”.Nas costas estampado o nome do aébrio.Insultaram, chamaram o Lula de “ladrão”,pra Dilma gritavam o mesmo palavreado que gritaram na abertura da copa.Faziam o tal self com certeza para publicar nas redes sociais.As milhares de pessoas presentes,mostraram que tinham muito mais educação que essa turminha de babacas e não reagiram as provocações,frustrando o plano desses molequinhos que com certeza, queriam se posar de vítimas.Será como reagiriam esses abestados caso aparecesse num comício do senhor aébrio, simpatizantes do PT gritando palavras de ordem contra o construtor de aeroportos em fazendas da família?

  • Parabéns Edu, analises como essa nos dão força para continuarmos para acreditar nesse país. Só espero que os jovens compreendam o alcance de suas palavras.

  • Concordo plenamente, Eduardo…
    e tenho certeza de que vc já percebeu que a mídia golpista já começou a demonizar, diminuir e menosprezar o horário político eleitoral, única fonte verdadeira de notícias políticas que não se coadunam com as mentiras destes conglomerados midiáticos…
    mas o Partido deles, o PIG, Partido da Imprensa Golpista, vai perder a quarta eleição direta para Presidente da República em sequencia… afinal, o teatro, as covardias, as manipulações, as omissões e as mentiras propagadas por eles já podem ser devidamente desmentidas através da internet.
    E Viva o Horário Político Eleitoral! Viva a Internet! Fora PIG! Fora PSDB!

    obs: a verdade dos fatos incomodam tanto aos jornalistas do PIG e à oposição que até o programa político mais interessante e verdadeiro já mostrado em rede nacional de TV que se tenha notícia foi duramente criticado por eles… a verdade, realmente, não é companheira deles…

  • Essa reflexão acalma e diminui a ansiedade. Prevalecerá a realidade abrangente e diversificada no Brasil versus a virtualidade terrorista hegemônica da midia. O Brasil vencerá o PIG

  • A qualidade da oposição brasileira é a pior possível. A união da oposição com uma mídia cujos.donos alcançaram a estratosfera da fortuna, sem jamais produzirem nada de permanentemente bom para a nação, a não ser para eles mesmos, traria um retrocesso inimaginável caso viessem a ser eleitos. Tudo aquilo que a oposição ataca no atual governo voltaria em doses mastodônticas em um eventual governo do PSDB: desemprego, favorecimento de cartéis e rentistas, o fim da qualidade dos produtos na indústria pela demissão em massa dos mais experientes, em função dos seus salários mais altos, o aparelhamento definitivo do judiciário com os JBs e GMs a se multiplicarem, a lista de males é tanta… agora, após institucionalizarem a estratégia da enganação do povo, com a cumplicidade da mídia que estaria a multiplicar ainda mais afortuna dos seus donos pelo rentismo descarado. …….o retorno deles será o fim das esperanças de um povo menos desigual por décadas, o pré sal entregue de mão beijada à Chévron e 7 irmãs , adeus royalties para educação e saúde, fim do Mercosul, um pesadelo.
    É preciso que o povo saiba e logo o terror que viverá com a volta desta oposição elitista, inimiga do povo, corrupta, entreguista e com falsas propostas ancoradas e patrocinadas por uma mídia antipatriota e a serviço de um império estrangeiro. Fora o ministro Plim Plim, já e já.
    Sem comunicação o povo jamais saberá a verdade e o PIG deitará e rolará sobre o pensamento das classes dominadas. O PIG é na atualidade o maior inimigo da nação, um instrumento de terrorismo sem precedente.

  • Falar mais o quê, Edu. Você já disse tudo. Ler seu texto é algo edificante, pois, além de possuir um estilo saboroso, leve, faz uma analise honesta e precisa da realidade. Digo isso comparando com o que escrevem os colunistas do PIG e o fantasmagórico FHC (ele só existe no PIG), cujo texto é confuso e pesado. Talvez porque esteja carregado de pedantismo.

  • O governo precisa reduzir é a taxa de impostos que pagamos, principalmente o imposto de renda, e tenta regular o ICMS dos estados tudo um assalto a mão armada.

    • Qual governo tem que reduzir impostos, Gabriel?

      O governo federal ou o governo estadual? Ou os dois?

      Imposto de renda é federal e ICMS é estadual.

    • Esse Gabriel não é o Pensador. Deve ser um tucano qualquer…só faltava ele escrever que o racionamento de água imposto pelo governo Dilma a São Paulo está aumentando o preço dos pedágios paulistas!

  • Esse pessimismo da midia acaba por gerar resultados verdadeiramente negativos na economia. A economia é volatil e mesmo boatos podem gerar enormes prejuizos.
    Ou seja, quando a midia faz esse tipo de terrorismo eles estão não apenas sendo anti-democráticos mas efetivamente prejudicando o Brasil. Um crime!

  • Um dia o PIg consegue desgovernar nosso país, caso Dilma insista na questão do controle remoto. Dilma: pelo amor de Deus, lei de medios neles!!!!!!

  • Eduardo…

    Fico indignado quando vejo, por exemplo, a seguinte notícia.

    “Cai o nível de emprego em Junho em relação ao mesmo período de 2013”

    Para o cidadão médio o que fica é que o emprego caiu.

    Se o emprego caiu, pensa, logo também estarei na rua.
    -Oh céus! Que fazer? Quem me salvará, quem pagará minha prestação, meu aluguel e quem garantirá o leite das crianças?

    Logo em seguida entra uma matéria sobre o mensalão e de como Joaquim Barbosa, tão inflexível para com os criminosos mensaleiros, está sendo aposentado por Dilma.

    O JN não explica que na verdade os empregos continuam sendo criados, menos empregos, mas ainda assim criados.

    O W. Bonner não diz que Joaquim Barbosa se demitiu do STF alegando problemas de saúde, mas que antes disso já garantiu uma gorda aposentadoria, uma boa colocação para o filho nas Organizações Globo e um AP no paraíso dos coxinhas, Miami.

    É manipulação, mas vai explicar isso pra um atarracado que não sabe fazer um “O” com um fundo de garrafa.

    Grande abraço Edu. Beijão na pequena Victoria.

  • Rio de Janeiro, 3 de julho de 2014

    PROJETO: DISQUE SOCORRO

    Caros amigos (as) vivemos num mundo de muita competitividade e injustiças, e nem sempre o pequeno tem voz e vez nas grandes corporações, pensando nisso, gostaria de sugerir o projeto: DISQUE SOCORRO, onde os pequenos funcionários poderiam desabafar anonimante com os presidentes e o RH das empresas. para que os seus chefes, não comentam abusos e injustiças. Muitas empresas sabem, que isso ocorre, mas fazem vista grossa e o pequeno funcionário sofre calado e só pode desabar com os seus familiares com medo de perder o emprego.

    Atenciosamente:
    Cláudio José, um amigo do povo e da paz.

      • Luís…
        Enquanto o pequeno funcionário se lamúria ao telefone, ao fundo, vai ouvindo o SUPER Roberto Carlos cantando a maviosa canção “Eu Quero Ter Um Milhão de Amigos”.

      • Caro Luís,
        Certamente, o senhor Roberto Carlos, não vai participar, não! Esses dias estará muito atarefado em reuniões com seu advogado, já que brigou com seu “novo amor” a Friboi e essa separação lhe renderá 10milhões de reais! Visto que, segundo ele, a Friboi o traiu por ter colocado sua música “eu voltei” na propaganda, mas quem aparece é o ator Toni Ramos e não ele! O grande ego dele jamais permitirá uma troca dessa! Ele, o “rei”, trocado pelo senhor Toni Ramos! Isso é uma afronta!
        Abraço
        Maria Antônia

  • Como diz o texto, não é fácil para a velha mídia (veículos em papel e emissoras de rádio / tv) incutirem nas pessoas a ideia de que estamos afundando, que o desemprego é gigantesco, que a inflação disparou, que a Petrobras faliu. Pois hoje temos a mídia de todas as mídias, a internet.

    Verdade que, mesmo na internet, quem tem dinheiro tem mais poder. Mas essa verdade é relativa, pois existem as redes sociais, que permitem que cada indivíduo seja uma voz. Na internet o trabalho de formiguinha faz efeito.

  • Edu, seu teu talento e criatividade para charges é inegável, mas esta ultima ficaria perfeita se, em homenagem ao banco recordista de reclamações no Procon, o mascate de aparência desleixada fosse substituido por outro com os tradicionais charuto e cartola, trajando indumentária de toureiro. Abração, Edu.

  • Acabou o natal, nosso calendário é regido pela globeleza antecipada do carnaval. Passado a Páscoa, o Dia das Mães, dos namorados e o Dia dos pais, deixando os espaços para promoções eventuais e, dependendo da importância dos períodos eleitorais, temos desde que o PT foi eleito, o terrorismo econômico. Nessas ocasiões, são lançados novas velhas caras propagando o que a mídiaZona quer para o futuro do (seu, não nosso) Brasil. São mantras do gênero ‘carnaval globeleza’, ensaio geral do que os partidos desacreditados da oposição vão repetir na propaganda eleitoral. Falando nisso, alguém já viu o vídeo do Aécio repetindo sem convicção nenhuma, qual um plaiboizão decoreba o texto midiático geral? Parece que saiu do ar a pedido do infante candidato. KKK. É verdade que todos os partidos ficaram desacreditados, incluindo o PT, mas vamos combinar que se o PT não saísse desacreditado com todo esse bombardeio diário sem um dia de trégua nesses 12 anos, seria um fenômeno felomenal! Ainda assim, é o melhor partido que ainda existe. Por isso que voto nele.

  • Matéria que,pelo realismo, propriedade e autoridade do autor, reafirma seu respeito pelo leitor. E sobremaneira pelo eleitor. E singularmente pela construção de uma Democmracia contemporanea e factual, valor cronicamente eliminado ao longo de nossa História. Mas, cultuado, estruturado, inegavelmente, a partir dos mandatos de Lula. E cuja consolidação, sob un verdadeiro fanatismo para destrui-lo, prosseguiu a ser defendido no Governo Dilama.
    Não se deve, não se pode ignora-lo. Coloquemos nosso bom senso a funcionar pra valer.

  • A pior estratégia é a de se fazer crer que tudo vai bem, que o Governo não tem cometido nenhum erro e que não há necessidade de qualquer reflexão crítica! Isso,meu caro, é fechar os olhos à realidade e pode ser fator de desgaste da base eleitoral do Governo. Não se pode atribuir tudo de negativo à mídia e à “elite branca”! Além do mais, há uma postura autoritária neste Governo que não se via com o próprio Lula! Qualquer crítica é vista como inaceitável e proveniente da “direita reacionária”. Isso pode levar à arrogância e ao fechamento ao diferente! Publicará democraticamente o meu caro Eduardo Guimarães estas observações? Penso que sim,que continuará a ser democrata.

  • Belo texto, Eduardo com a capacidade de comunicação do ex presidente lula, o sucesso da copa desmascarando o terrorismo da mídia e a coordenação de campanha do pt sabendo usar a tv e a internet se tornará uma fortaleza fundamental na guerra decisiva contra a midia em conluio com sistema financeiro nacional e internacional.

  • o “mensalão” ainda não deixou de ser explorado em reportagens, “9 anos depois”, porque precisa continuar em cena ESCONDENDO as falcatruas do psdb.
    mas acho que os pobres eleitores ainda não se convenceram que um governo ANTI PT será mais favorável a eles. principalmente por que os DISTINTOS PREFEREM pagar pra não se misturar e isso sobressai quando, por exemplo, um tipo aécio, alkmin, serra, fhc, tasso, barbosa, gilmar, PONTIFICA DISCURSANDO, e é comparado ao retirante-nordestino- formado-operário-em-sp conversando sobre a vida que incorporou…
    aliás, a qualidade mais agregadora do lula é a tolerância destacada sobre esse pano-de-fundo de ódio despeitado cultivado até pra DISTINGUIR FINOS EX(i)gentes

  • Excelente post, Eduardo.

    Há vários contrapontos a fazer contra o terrorismo econômico.

    Dá até para gozar. Um dos melhores é o NÃO VAI TER COPA.

  • Discurso de moralismo eles não poderão utilizar, pois, se este for o tema, o menino mimado de MG tem inúmeros esqueletos no armário…
    Agora ele estão comandados pelos donos de bancos. São eles que estão tocando o terror, juntamente com o PIG.
    Dilma precisa vencer o PIG, e ter maioria no Congresso. Precisamos urgentemente criar legislação que ensine jornalistas a serem… jornalistas!

  • Parabéns pela lucidez do seu texto!! A reeleição não será fácil, apesar do catastrofismo da velha mídia, venceremos!! O Brasil precisa se livrar destes velhos sangue sugas!!!

  • Caro Eduardo,
    Concordo totalmente com tudo que disse no seu texto! E é por essas razões apontadas no seu artigo que nunca dei muita importância às tais pesquisas eleitoreiras e às análises dos especuladores e especialistas em economês! Se todas as vezes que a presidenta aparece na TV para fazer pronunciamentos sobre assuntos absolutamente pertinentes à liturgia do cargo, a direita entra em polvorosa, porque não quer que o povo fique sabendo do que realmente acontece no país, IMAGINE, depois que começar a propaganda eleitoral obrigatória! O eleitor, que é aquele que realmente interessa, vai perceber rapidamente que foi tido como alguém não somente ignorante, como também incapaz de fazer leitura sobre a própria realidade! E aí vai sentir muita raiva por ter sido levado a acreditar que a televisão e seus apresentadores são gente decente, quando na realidade sempre o tratou como pessoa totalmente imbecil! E haja políticos da direita a buscar espaços nos balcões dos tribunais eleitorais para dar entrada em processos contra o PT! Vai ser bonito de ver o resultado de toda essa sanha direitista!
    Abraço
    Maria Antônia

  • Parabéns, Edu pela excelente análise!
    O interessante é que há fila para tudo que se deseja comprar, os supermercados filas, vai ao restaurante fila de espera. se pede disk-pizza ou marmitex, o tempo de espera é enorme, Shopping lotados (prá desespero da elitezinha). vida noturna abarrotada de gente, cinemas lotados, bares em sua grande maioria cheios.
    E ainda falam em crise?
    Acho q

  • Concordo com a sua opinião, Edu. Mas que no próximo governo trabalhista a partir de janeiro de 2015 se comece a enfrentar a questão da democratização da mídia.

  • Meu caro Eduardo Guimarães,

    Agradeço a publicação da minha observação anterior. Porém, não referi exemplos. Pois bem, menciono a transposição do Rio de São Francisco, prometida para 2010 e depois para 2012. No entanto, sabemos que a transposição está muitíssimo longe de concluída. O trem-bala foi também prometido e…nada! Agora, parece que foram apuradas pelo TCU diversas falhas de construção no tocante ao Minha casa, minha vida. No tocante à Petrobrás, surgiu este final de semana a novidade de um vídeo a respeito da CPI. Vamos esperar pelo apuramento das declarações no vídeo em questão. Na economia, temos os chamados preços administrados, mas quando acabar isso, qual será o impacto na inflação? O que dizer da desaceleração industrial que o Brasil está vivendo e da diminuição do PIB? O que vai mantendo a é o setor agrícola (o agronegócio) e não a indústria. Estratégias têm de ser pensadas para reverter essa situação. A crise internacional de 2008 não explica tudo. Não foi Lula que disse tratar-se de uma marolinha? O PT na época reagiu mal à crítica perante essa fala de Lula! Mas agora refugia-se no argumento da crise internacional. Existem também fatores internos. O Decreto sobre os conselhos populares não deveria ter nascido sem o tema ser amplamente debatido, além de que a instituição de tais conselhos, se procedente e em resultado desse amplo debate, deveria dar-se mediante projeto de lei e não mediante uma canetada! Há deputados da base aliada muito insatisfeitos com a via escolhida! O índice de popularidade da presidente é significativamente inferior aos índices de Lula. Ora isso é só culpa da mídia? Por que mesmo com a mídia, Lula teve sempre (como ainda hoje tem) índices muito altos de popularidade e Dilma não? Meu caro Eduardo Guimarães, espero que democraticamente publique estas minhas observações e pense a respeito. Quando um Governo se fecha à crítica, também se fecha a melhorar! E isso pode originar um desgaste que a princípio vai sendo silencioso. Pela minha parte,estou aberto às críticas sobre estas minhas observações.

    • Provavelmente Pedro desconheça que marolinha também molha. Gerar o número de empregos, deixar a inflação anual próximo a 5% e agora em 6,5%, é ou não marolinha?

  • Edu
    Quem tem um empresariado, uma mídia e uma Oposição como a Brasileira não precisa de inimigos.
    O Brasil possui atualmente 12.904.523 (Doze Milhões, Novecentos e Quatro Mil, Quinhentos e Vinte e Três) empreendimentos, incluindo seus estabelecimentos matriz e filiais. Destes, 11.663.454 são de empresas e empreendimentos privados (90%), 1.144.081 de entidades privadas sem fins lucrativos (9%), e 96.988 de entidades públicas governamentais (1%). (IBPT)
    Acho que devíamos esclarecer melhor a População sobre questões que se depender da mídia e da Oposição ela, a População jamais terá a dimensão exata do que estamos defendendo contra o que imperou no Brasil por décadas.
    Eles reclamam do Bolsa Família que consumiu dos cofres públicos 23, ,9 Bilhões de reais.distribuidos por 50 milhões de pessoas, ou seja, mais de 25% da população brasileira, .
    Uma análise simples (até simplista) dos números de apenas algumas transferências de renda no Brasil.:
    As Exportações Brasileiras em 2013 foram USD 242,2 Bilhøes ( = 544 Bilhões de reais).
    Trabalhando com uma carga tributária de 35% e levando em conta que exportadores tem isenções e não incidências de impostos nas suas operações( Regra que respeita uma lógica das tarnsações Internacionais), podemos considerar que a “Bolsa Isenção” aos exportadores é de aproximadamente 190 Bilhões de reais(aproximadamente 18,6 mil empresas exportadoras em 2013).
    Agora se falarmos dos juros transferidos ao “Mercado”, a coisa fica mais impactante aina; segundo o Jurômetro da Fiesp, nós pagamos (em 2013) R$ 213 bilhões .
    Resumo da Ópera:
    O Bolsa Banqueiro programa de transferência de renda campeão Mundial .

  • Essa mídia não anda na terra dos mortais comuns. Acha que o povo não sente a efervescência que está este país. Esse idiotas precisam sair às ruas para experimentar e ver o fenômeno que Lula criou em termos de consumo no nordeste ou venham ao Vale do Jequitinhonha, caras pálidas! E Olha, que Minas é governado pelo coronelzinho Aécio do Aeroporto particular, pois a sua turma Anastasia e cia. são paus mandados.

  • Leia-se “O que vai mantendo a economia é o setor agrícola…”.

    Para terminar,meu caro Eduardo Guimarães,

    Observo que um argumento recorrente contra a oposição é a figura de FHC. O homem já tem oitenta e tal anos e há mais de uma década está afastado do poder! Claro que cometeu erros e muitos. Mas será que esse argumento de se invocar FHC para criticar a oposição é bom, faz sentido ou já vai perdendo o sentido, estando envelhecido? As interrogações das novas gerações passam por saber o que fez FHC há mais de uma década? Fica o tema para reflexão. Podem dizer que a inflação no tempo de FHC era muito alta. Não me parece um argumento de peso, pela seguinte razão: a oposição responde que o contexto era outro e que a inflação na década de 80 era muitíssimo mais alta.

  • É Dilma de novo! Estou na linha de frente há muito tempo esclarecendo os incautos contra as mentiras de seus opositores, particularmente da vergonhosa mídia que monopoliza o noticiário mais conhecido como PIG.

    Aliás, para preservar minha saúde, há mais de dez anos que não sintonizo canais de tv aberta e nem leio nenhum dos membros do PIG impressos.

  • E eu, que não rezo, desejo ardentemente que as pessoas assistam aos programas eleitorais na TV. E que pensem um pouquinho que seja. Só isso já basta.

  • EDU: Quando leio os cadernos de Economia da mídia e assisto o JORNAL NACIONAL, penso que estou na Espanha, Argentina, Venezuela, Grécia e não no Brasil!

  • Felizes os norte-americanos, vençam os horríveis Republicanos ou os terríveis Democratas sabem que os interesses,riquezas e nacionalismo americanos serão preservados. Aqui, se vencer o PSDB corremos o risco de escrever BRA-Z-IL. A classe média/mídia brasileira ignora que nossa independência é processo não finalizado e implica o fim da pobreza, ignorância e semi-escravidão de populações ou regiões imensas do país. Infelizmente os intelectuais do PSDB não dão e nem indicam nenhuma preocupação com esse estado de coisa, o que é uma lástima.

  • Parabéns por mais esse texto esclarecedor Eduardo. Só para ilustrar me permita adiantar que aqui na terrinha de Sorocaba SP os “manifestantes” de junho de 2013 já articulam manifestações contra o aumento de R$0,25 da passagem de ônibus, adiada ano passado. Enfim, convenientemente o gigante hibernou e despertará logo às vésperas da eleição, mesmo que durante o período de sono a cidade seja vítima de má administração. Grato e um grande abraço.

  • Edu, há tempos eu te leio, sempre gostando, e me admirando. Sigo seu perfil no facebook e gosto muito de suas opiniões. E vejo uma mudança tremenda e pessoal da sua parte, principalmente nos momentos em que os apertos eram mais fortes, quando o amigo um pouco exacerbava a emoção, claramente injuriado com a incapacidade do governo em se comunicar. Fico feliz por isso, e sei também que é uma transformação pessoal, e uma percepção de que a nossa luta tem vencido os que trabalham contra o Brasil. Grande abraço.

  • Gente, agora , não é o momento da presidenta propor uma lei que democratize os meios de comunicação. A mídia, certamente, iria acusá-la de querer restringir a liberdade de expressão. Creio que não seria uma boa pauta para ser colocada nesse processo eleitoral. Só a partir de janeiro de 2015, para a saúde mental dos brasileiros, devemos cobrar essa iniciativa do governo.

  • Em 2005/2006, a propaganda maciça contra Lula e o mensalao fizeram que eu decidisse anular o voto. E só fui mudar de opinião depois que passei a ler seu bog. Se hoje é mais fácil esclarecer as mentiras que propagam, a dificuldade está no fato de que a oposição também passou a utilizar a internet para manipular notícias.

  • Edu, você é um “operário qualificado” na construção de textos esclarecedores e coerentes, tendo como “alicerce” as verdades factuais !! obrigado por mais um texto… abração pra ti, pra Victória e toda a sua família !!

  • Ridícula a reportagem do Fantástico sobre o sistema Cantareira. A ofensiva da Globo começou pra valer, ela imputando a culpa da falta de anos de investimento no sistema ESTADUAL de captação de água para todos os partidos tentando livrar o PDSB. Acredito que até o horário eleitoral a mídia conservadora deverá intensificar os ataques tendo em vista que durante o mesmo o PT poderá ter o contraponto necessário.

  • No centro da meta, Eduguim, e restam apenas mais duas semanas para eles continuarem desinformando, falando sozinhos. A partir de 19 de agosto, por 45 dias, teremos contraponto, ocupando quase metade do tempo do horário político.

  • O plano de ativar a “ultra-esquerda” contra o PT, e partidos aliados. existe desde 2003 com a chegada da “Fundacao Rosa Luxemburg” a Sao Paulo. A “Fundacao Rosa Luxemburg” e o “think tank” do Partido “Linke” (Esquerda falsa da Alemanha. Veja: “wikileaks gregor gysi”) – e nem e “fundacacao” mas somente uma associacao de cem “socios” financiados pelo Governo Federal da Alemanha (como as outras “fundacoes” de partidos alemas ativas no Brasil). 2011 a “Fundacao Rosa Luxemburg” tinha recibido do Governo da Alemanha um subsidio de $ 40 milhoes. Desde 2003 a “Fundacao Rosa Luxemburg” infiltra as escolas de sociologia das universidades do Brasil para ativar professores trotskistas que logo incentivam os estudantes de formas “grupos de Resistencia” contra o “governo direitista do PT”. . Maio 2011 a “Fundacao Rosa Luxemburg”SP e a “Fundacao Heinrich Boell ” RJ – fundaram juntos com os sociologos trotskistas o movimento “Articulacao contra a COPA”. “Fundacao Heinrich Boell” e o Partido Verde de Alemanha – de tendencia intervencionista. Ambas “fundacoes” seguem ativas para sabotar o desenvolvimento do Brasil – exemplo ainda querem parar Belo Monte junto com as ONGs de EUA “Amazonwatch” e “International Rivers”.

  • “Isso tudo, porém, vai mudar a partir do horário eleitoral na TV e no rádio.”.

    Começando pela conclusão, tomara Eduardo!

    Que a inapetência da comunicação do Governo até aqui seja superada.

    Que o medo desenvolvido no comando central do Governo – que o levou a NÃO enfrentar o contraditório em Rede Nacional permanentemente – possa agora ser revertido para uma atuação ousada de debate aberto e franco para resgatar a população a um necessário “… chamamento à reflexão (…) extremamente poderoso, [que] fará a parcela mais influenciável do eleitorado voltar a pensar…”.

    Para o bem da Nação é o que os mais sensatos deste país querem, porque é o melhor para a maioria do povo brasileiro. E é para a maioria que o Governo deve continuar. Que chore a elite estúpida, que esperneiem os grupos de mídia. Que vença o Brasil!

  • Realmente, as pessoas que votam no PSDB parece não ter memória.

    Vamos relembrar (para os que têm mais de 40) que a mídia, há 20 anos atrás, criticava:
    “O PT se autodenomina ‘dos Trabalhadores’ mas quem vota neles não são os trabalhadores, e sim estudantes e intelectuais.”

    Depois, quando a população mais pobre passou a votar, em massa, no PT, a conversa mudou:
    “Quem vota no PT são os pobres incultos. Estudantes e intelectuais rejeitam o PT”.

    É provável que Alckmin se reeleja em SP, por causa da proteção que lhe dá a mídia tucana, e também porque alguns eleitores votam nele mesmo sabendo dos escândalos do metrô/cptm, da irresponsabilidade dele na crise da água, e também na crise da Santa Casa, para a qual ele deixou de repassar verbas recebidas do Governo Federal. Esses eleitores sabem de tudo isso, mas “sendo contra o PT, tudo bem”.

    • Caro Roberto…

      Não acho provável que Alckmin se reeleja em São Paulo.

      Quando a campanha começar muita água rolará embaixo dessa ponte, inclusive água do
      volume morto.

      Muita gente estranha os 50% de Alckmin e os 5% de Padilha e com razão, pois, o tucano subiu 10% justamente quando começou a faltar água e o PT já tem 30% garantido em qualquer eleição majoritária.

      Ademais, Haddad por essa época também patinava em índices baixos.

      Grande abraço, Locatelli.

    • Locatelli, aqui em SC é só o que tenho ouvido e lido: ‘Fora Dilma e leve o PT junto”.

      Quando pergunto por quê, a conversinha mole da Petrobrás falida, do pibinho e da inflação fora da meta, copiadas da imprensona e decoradas, com todas as vírgulas, pontos, travessões e cedilhas.

      E tem umas múmias não enfaixadas que começaram a reviver o tal “O sul é o meu país”.

      Não raro os automóveis estampam em seus para-brisas adesivos com estas duas pérolas.

      E vamos em frente, tentando por todos os meios esclarecer, mas com um certo desânimo em perceber que pau que nasce torto morre torto…

      • Quanto à inflação, ela chegará a outubro abaixo dos 6%.

        A Petrobras está com a produção crescente, mas vamos calar a boca dos coxinhas quando a produção diária do pré-sal chegar a 1 milhão de barris. Atualmente, está em 550 mil barris por dia, que já é bem respeitável. Mas a carcomídia esconde esse número.

      • Luciano, eu nunca pensei que fosse algum dia louvar a Matemática, que sempre foi o azarão da minha vida, que me proporcionou o vexame de ter sido reprovado três vezes no Ensino Médio, uma das vezes, em 1980, no terceiro ano, com a pior média, apenas 10,5 nos quatro bimestres, na EE Professor Soares Ferreira, em Barbacena MG.
        Pois bem, cada vez mais acredito no poder de conscientizar inerente a Matemática. Quando os coxinhas falam pibinho, contra argumente lembrando da proporção em Matemática. Um crescimento de 2,3% no Brasil é maior do que um de 5 ou 6% na Argentina. O que importa é o crescimento em números absolutos. Um exemplo: eu tenho 400, você tem 1000. O seu patrimônio cresce 2,3%. O meu cresce 6%. Ao final você vai para 1023. Eu vou para 424. Antes a diferença era 600. Agora caiu para 599. Se o meu patrimônio tivesse crescido 5%, iria para 420, e a disparidade entre nós aumentaria apesar de minha riqueza crescido mais do que a sua.

        A Matemática é uma ciência exata. Eu que sou de Humanas, ligado à História, reconheço que com suas leis a Matemática nos ajuda a fazer o trabalho que a História, a Filosofia e a Sociologia não conseguiram.

  • Edu,

    Isso é antigo, desde o tempo do Maluf, patrono do PSDB, que se culpa o PT. No facebook eu vi a resposta do governador Chuchu quando indagado da falta dágua: “FIQUEM SEM TOMAR BANHO, ESCOVAR OS DENTES E SE PRECISO PONHA A CULPA NO PT E GANHO NO PRIMEIRO TURNO”

    • meu caro, no palanque do PT esta o maluf, como assim maluf patrono do psdb??? por favor, opinião eh igual bunda cada um tem a sua, porem que esteja limpa pelo menos….. ah, responde ae o a prefeitura do pt de guarulhos paga pelo anuncio????

    • Um sujeito que não pára em pé, que fica bambeando ao dar entrevistas nos fins de semana devido a uso de produto líquido ou sólido em forma de pó.

      Por isto o sobrenome desse sujeito ser Never, pois never que ele vai ser presidente do Brasil.

  • Caro Edu,

    Fica cada vez mais claro que a grande mídia tenta recriar aquele clima de 2002, que levou à primeira eleição de Lula, ainda de que forma virtual. Pois bem, a mídia alardeia inflação alta, ainda que seja a metade daquela época. Falá-se de juros altos, ainda que estejam longe dos daquela época, Repisa-se o baixo crescimento da economia, como em 2002. Corrupção é um tema recorrente em todas as campanhas, ainda que só após o governo Lula ela está sendo efetivamente combatida. Só que essa “realidade virtual” esbarra em alguns pressupostos da vida real. O primeiro é maior deles é a questão social. O PT foi o partido que implantou os programas sociais numa escala nunca antes vista neste país, e é reconhecido por grande parte dos eleitores por isso. O baixo desemprego é outro fator que vai jogar a favor do PT, especialmente para aqueles que já sofreram com o desemprego ou o subemprego e hoje podem mostrar a sua carteira assinada, tendo o acesso a todos os direitos que a lei garante. Lula sabe, como nenhum outro, falar direto a essa parte do eleitorado. Outro fator muito importante é a política salarial que incrementou especialmente o salário mínimo e as aposentadorias de valor mais baixo. Muitos dos beneficiários destas políticas tem a clareza e a certeza de quem fez o que. Por isso o PSDB corre das comparações. Porque elas estimulam a lembrança dos eleitores e os fazem pensar como era difícil numa época e como foi possível se avançar em outra. Por isso é fundamental para a oposição esse clima de pessimismo. Porque a eleição de Lula foi fruto dele. Cabe ao PT e a aqueles que militam ou acreditam no partido, mostrar que esse pessimismo é fruto de uma indução orquestrada, ainda que tenhamos problemas sim, mas que, sobretudo, agora estamos no caminho. É como se estivéssemos no deserto e enxergássemos ao longe um oásis. No caso do PSDB no poder, já vimos que esse oásis não passa de uma miragem.

  • Eduardo, o que você acha de adicionar o contexto internacional do Brasil na equação política das suas análises?

    Os mais importantes blogueiros mundiais, desvinculados da imprensa corporativa que são, passaram a fazer isso, agora.

    Veja, por exemplo, este vídeo, inteiramente, por favor: http://www.youtube.com/watch?v=WPKymVF57Mg

    A criação do banco do BRICS e a postura diplomática brasileira que se pronunciou contra o Holocausto do povo Palestino pelos sionistas vão causar o recrudescimento do ataque político ao Partido dos Trabalhadores, contra Lula, Dilma, blogueiros progressistas, Mercosul e movimentos sociais.

  • ▬▬▬.◙.▬▬▬ Do pó veio, do pó vive e pro pó voltarás….. !!!!!!!!
    …═▂▄▄▓▄▄▂
    .◢◤ █▀▀████▄▄▄▄◢◤
    █▄ █ PÓSDB ███▀▀▀▀▀▀▀..╬
    ◥█████◤
    ══╩══╩══

  • O que o Brasil quer é saber como os TUKANOS afundaram a maior plataforma do mundo(a P-36) e uma réplica da nau que Cabral usou prá chegar ao Brasil.

    • Aquele ministro do TCU, um tal de José Jorge, um que fez parte do PFL, além de ser ministro de Minas e Energia na época do desastre da P-36 é que deveria responder, mas…ele é tucano-pefelê e conta com a omissão dos meios de comunicação do PIG.

  • A última agora é dizer que o “País está Parado”. Como, assim, digo eu. É muito cinismo. Temos que lutar sem tregua, não podemos esmorecer.
    E se o Aécio ainda quiser conversar estamos ai. Para começar vamos esclarecer tudo sobre os dois aeroportos de família.

  • Edú e amigos: com alegria, comunico-lhes a absolvição do colega jornalista e blogueiro Irani Gomes de Lima, no processo contra ele movido pelo ex-presidente da FDE – Fundação para o Desenvolvimento da Educação do Governo de SP, José Bernardo Ortiz. Irani foi um dos raríssimos (dois, na verdade) jornalistas que denunciaram o escândalo da FDE, onde foram fraudadas licitações de compra de mochilas e material escolar para a rede estadual de ensino, e as comissões usadas para eleger o filho do presidente, Ortiz Júnior, como prefeito de Taubaté, numa campanha milionária. O blogueiro sempre publicou denúncias documentadas, de um escândalo que foi abafado pelo PIG e até por grande parte da blogosfera progressista. O prefeito já foi cassado, graças a essas denúncias, e isso deverá ser confirmado em segunda instância nos próximos dez dias, pelo TRE-SP É uma grande vitória da Liberdade de Expressão e de Imprensa.

  • Não há motivo para preocupação, meu caro Eduardo, a Dilma será reeleita já no primeiro turno e com boa margem.O que me dá esta certeza é a última pesquisa do Ibope que mostra a Presidenta ganhando em S Paulo por 33 a 22 contra o Aécio. Na verdade a pesquisa diz 30 a 25, com margem de erro de 3%. Mas, como se sabe que eles já embutem no resultado a margem de erro sempre a favor de seus candidatos, então os números reais são os primeiros aí. E também essa pesquisa mostra um fato alvissareiro que está deixando a mídia reacionária desesperada: pela primeira vez na história um candidato progressista vai ganhar as eleições para presidente em S Paulo. Getúlio Vargas, Juscelino, Lula jamais ganharam aqui. Outro fato promissor mostrado pela pesquisa é que os índices de rejeição à Presidenta tem caído substancialmente nos estados do Sul.
    Um abraço e até a vitória final, já em outubro.

  • Desde que a Dilma assumiu venho notando, principalmente no início de cada ano, como certos segmentos do comércio vem aumentando a pressão sobre os preços, sem argumentação ou causa plausível. Setores como de distribuição de alimentos – a carne é um grande exemplo -, construção, acabamentos e outros, ´já começam o ano prevendo que o preço vai explodir em poucos meses, sem que se explique o que leva o setor a tanta certeza; outros, enquanto reclamam da queda industrial brasileira – parece que é verdade -, apontam como causa em direção ao produto que vem da China e da Ásia, mais barato, mas se apressam em adquirir o mesmo, aproveitando o preço baixo e traindo, eles, a industria nacional. Fatos do capitalismo. Aí se alinham como bloco para reclamar, ainda que ganhando muito com as altas fabricadas por eles, e para defender seus interesses – querem ganhar de todos os lados – apostam em qualquer aventureiro que tente ressucitar M. Tatcher e Reagan, numa nova entrega do que o Brasil vem realizando com o próprio esforço. A população percebe essas nuances? Acho que não; mas também não tem porque acreditar que a vida piorou, que suas chances de emprego e ascenção pioraram, porque aí os fatos são evidentes para o povo em geral. Penso que a campanha deve, então, evidenciar os pontos positivos do que se realiza, ainda que não divulgados pela mídia,

  • Pois este comentarista tem certeza de que Dilma ganhará em primeiro turno. E antes que algum fascista de plantão chame de “torcida” minha análise, corroboro-a com números, os quais, são provas concretas do que afirmo. Dilma tem hoje um percentual de votos superior ao que tinham FHC e Lula quando se reelegeram, ao passo que Aécio tem percentual inferior ao alcançado por Alckmin e Serra quando disputaram as eleições. Campos também é menos votado do que Marina Silva(por uma diferença pequena, se pensarmos em Marina nesse período, mas relevante. Além do que, o segundo turno de 2010 só ocorreu porque Marina disparou das últimas semanas, elevando-se acima do patamar em que estava, cerca de 12%) . Se isso já não fosse um dado bastante importante, afinal falamos das intenções de voto em uma candidata que sequer fez campanha até agora; enquanto seus adversários fazem propaganda há muito tempo(incluindo o apoio frenético da mídia, podemos dizer que Aécio, Eduardo e até Marina estão em campanha, através de citações diretamente favoráveis a eles, no mínimo há um ano). Se incluirmos nessa conta referente à campanha conservadora os ataque midiáticos contra o PT, concluiremos que a direita está em campanha constante para estas eleições. Quanto à “estratégia” conservadora, é claro que há um protagonismo da tática do “pessimismo”, ou seja, aquela que tenta impor aos cidadãos uma visão diametralmente oposta do que ocorre na realidade, vendendo a ideia de que o Brasil está à beira da falência, exatamente quando o país vive o melhor momento de sua História e caminha para libertar-se de sua inserção subalterna na Economia Internacional, construindo um projeto de desenvolvimento autônomo e uma Sociedade mais justa. Contudo, se observarmos bem os ataques do passado, veremos que se tratam somente de ênfases diferentes, ou seja, as três estratégias; moralismo hipócrita, disseminação do pessimismo e até o fundamentalismo religioso; sempre coexistiram juntas, somente variando conforme o destaque dado a cada uma delas. Até o moralismo religioso não foi uma invenção da eleição de 2010. Ele sempre existiu, lembro-me de ouvir falar dele até em 89, só que restrito a setores específicos, não ganhando uma dimensão midiática como a que teve em 2010, graças ao canalha Serra e à cretina Marina Silva. Contudo seria ingênuo acreditar que em sua fase guetizante, na qual restringia-se a determinados grupos, essa tática não correspondia a uma ação deliberada da direita. O moralismo político nem precisa ser citado como a tática a qual a direita mais se atém, uma das tantas evidências do seu cinismo, desde o tempo em que o verme Carlos Lacerda combatia Getúlio Vargas, sendo que nas eleições recentes, o advento do “mensalão” foi mais um estímulo para o uso dessa tática, que jamais ficou restrita somente a ele, já que a direita e a mídia(são a mesma coisa)achavam que acabariam com o PT usando o caso. Quanto ao pessimismo, evidentemente ganhou relevância atualmente, incluindo-se aí o apoio do “Mercado”(que também não é de hoje que tenta manipular eleições no Brasil com suas “previsões” terroristas), mas também sempre foi usada nas eleições. Muito já foi citado o terrorismo de 2002, contudo também em 2006 e 2010 foram lançadas previsões catastrofistas sobre o Brasil(em 2010, quando o país atingia níveis espetaculares de crescimento, dizia-se que isso era a certeza de que afundaríamos por estarmos crescendo além do que a Economia suportaria e o ano seguinte veria o déficit público estourar o equilíbrio fiscal do país). Além do que, QUEM JÁ VIU A MÍDIA DIVULGAR NOTÍCIAS ECONÔMICAS FAVORÁVEIS SOBRE O BRASIL EM QUALQUER UM DOS GOVERNOS PETISTAS, SEJAM OS DOIS DE LULA E O DE DILMA? Portanto, o que vemos agora é apenas a mudança de ênfase no verdadeiro “tripé” que apaixona a direita brasileira(neste momento talvez até mais do que “tripé” da ortodoxia econômica, nome bonitinho para subordinação ao Capital Financeiro Internacional), o qual sempre foi usado pelos conservadores em sua eterna ladainha golpista para tentar vencer as eleições, já que através daquilo que configura uma luta eleitoral honesta, o confronto de projetos, os conservadores jamais disputarão qualquer eleição, porque seu “projeto” econômico/social é “indivulgável”, pois sustenta-se na exclusão de milhões e na entrega do Brasil à exploração estrangeira, só podendo ser citado de forma transversa, oculto em um discurso vago e camuflado através de discussões inúteis criadas exatamente pela imposição do “tripé” terrorista acima citado, que acompanha a direita em todos os seus pleitos. Quanto à análise da principal tática terrorista da direita, a perna do “tripé” conservador mais enfatizada nestas eleições; é ABSURDO DIZER QUE A SITUAÇÃO DO BRASIL NÃO É BOA. O PAÍS VIVE UM EXCELENTE MOMENTO ECONÔMICO, COM PLENO EMPREGO E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA, E AO CONTRÁRIO DE UM SENSO COMUM CRIADO PELA MÍDIA E QUE CHEGOU A CONTAMINAR ATÉ GENTE DA ESQUERDA, NOSSA ECONOMIA MANTÉM UM BOM RITMO DE CRESCIMENTO(FOMOS O SÉTIMO PAÍS QUE MAIS CRESCEU NO MUNDO EM 2013, O SEGUNDO DOS BRICS). Excetuando-se o excepcional crescimento de 2010, quando o Brasil alcançou a incrível marca de 7,5% de aumento do PIB, mantemos uma média de crescimento semelhante ao primeiro mandato de Lula e um pouco abaixo da do segundo, que foi muito empurrada para cima pelo resultado de 2010, média essa que é muito superior a do desgoverno FHC. Pode-se alegar, e com razão, que poderia ser melhor, já que Dilma pegou um país organizado por Lula, ao contrário deste que herdou o caos de FHC. Contudo, muito mais do que a crise mundial, que obviamente também prejudica, acredito que são exatamente as posturas em que o Governo Dilma, forçado pela correlação de forças nacional e internacional, aderiu aos cânones neoliberais; juros altos, câmbio sobrevalorizado, afrouxamento no controle de capitais; os responsáveis por o país não ter uma taxa de crescimento maior, principalmente na indústria, setor estratégico para nossa libertação da inserção ainda subalterna que temos no Capitalismo Internacional, o qual é muito afetado por variações no câmbio e nos juros. Além disso, a burrice reacionária de nossos capitalistas, que cresceram com o PT muito mais do que com o PSDB, mas continuam querendo derrotar o partido, já que desejam determinar o desenvolvimento brasileiro conforme seus interesses; contribue também na travada que o crescimento nacional sofre, a qual impede-o de, embora importante, atingir níveis maiores do que os atuais. Para enfrentar essa barreira, um segundo Governo Dilma deve enfrentar com vigor a ortodoxia, baixando os juros e vendo no câmbio e no controle de capitais instrumentos fundamentais da política econômica, e principalmente fortalecer ainda mais o Estado como indutor e ator protagonista no desenvolvimento econômico, através da ênfase na ação dos Banco e empresas públicas. Contudo, os dados sobre o Brasil são por demais favoráveis graças aos doze anos de Governos petistas para que não sejam enormes as chances de, com o início do horário eleitoral , capitaneado por Dilma e por seu luxuoso cabo eleitoral, Lula, os brasileiros não vejam em dados concretos aquilo que já intuem, por isso mantém Dilma na liderança folgada, ou seja o enorme progresso que o Brasil vive e o quanto poderá crescer mais num segundo Governo Dilma. Ganharemos em primeiro turno.

    • Caro Carlos Henrique,
      Excelente comentário! Só não digo que você se supera porque você nunca escreve nada irrelevante e muito menos medíocre! Tomara que suas análises sobre a reeleição da presidenta em primeiro turno se concretizem! Eu não tenho dúvidas de que ela se reelegerá, no entanto, tenho dúvidas de que seja no primeiro turno! E não é só porque temos uma mídia direitista e canalha não, mas também porque temos — o que é mais grave, visto que são eles que sustentam toda a má-fé, a hipocrisia e canalhice dos meios de comunicação — o Ministério Público junto com seus subordinados, em sua grande maioria, também direitistas, a Polícia Federal! A mídia cria o factoide, e, esses órgãos dão a credibilidade, principalmente, quando são chamados para dar entrevistas com seus ares de homens sérios, patrióticos e cumpridores do dever! Os senhores Aécio Neves, Álvaro Dias e Imbassay são mestres na arte de vestir uma expressão de seriedade para esconder sua falta de credibilidade, certamente, para seus simpatizantes e os poucos afeitos à honestidade, uma vez que para nós é pura pantomima!
      Abraço
      Maria Antônia

  • oh Luquita, você sumiu… tudo beleza? não deve estar, vendo o que você regurgitou acima… abraço de tamanduá pra ti e para os 8999 da sua laia !!!

  • Os tucanos estão ficando tão sem assunto,que agora já estão querendo criar a cpi da cpi da cpi da Petrobras.Enquanto isso em SP NADA de cpi .
    Não demora muito e eles vão entrar com representação no TSE contra a cerveja HEINEKEN por fazer propaganda para o PT em todos os seus vasilhames.

  • Estas concorrendo com o vírus fhc?
    Nenhuma sociedade democrática prescinde de uma elite. No máximo um Presidente pode e deve apoiar outras esferas e grupos sociais. Para desespero dos ricos, Lula é a nova elite política do Brasil. Por isso o Brasil vê chances reais de resolver questões que outras nações já resolveram há 50, 60 anos. Lula identificou na população pobre o grande motivo para governar, pois governar para os ricos sempre tivemos quem fizesse. Aí está a razão do atrasado humilhante que vivenciamos até 2002. Nossa elite anterior era medíocre e traidora.
    Resumindo:
    Humilhante não são os 7×1 do futebol.
    Humilhante é ver que a elite alemã com dezenas de prêmios Nobel. Já ús dotôzinho da Casa Grande nada!

  • ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  • Será ótimo se isto acontecer, mas receio que o Horário Eleitoral esteja mais para ancora que para asas, sua avaliação é muito boa espero estar errado, mas o que receio é que milhares de balas de prata sejam utilizadas o tempo todo entre e durante toda a campanha, eles não se preocupam se é verdade ou não o importante é que desgastem e façam efeito, é uma coisa nojenta, os rentistas estão gastando muito com Aécio Neves, se isto se mantiver será um problema, os empresário brasileiros não percebem que estão apostando contra eles mesmo, quem ira ganhar em caso da derrota da Dilma, serão os especuladores internacionais e os rentistas e Eduardo Campos e Aécio Neves, já se renderam a eles e submeterão o Brasil à Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP sigla em inglês), provocando um retrocesso equivalente ao golpe de 64 que impediu nosso desenvolvimento econômico por décadas, para que isto não aconteça vai ser preciso muita lucidez e trabalho, boa sorte e bom trabalho para todos nós.

    Para saber mais sobre a Parceria Atlântica leia no link a seguir:
    http://revistaforum.com.br/digital/130/parceria-transatlantica-onde-os-fracos-nao-tem-vez/?fb_action_ids=717094715025826&fb_action_types=og.likes&fb_source=other_multiline&action_object_map=%7B%22717094715025826%22%3A1436366086580886%7D&action_type_map=%7B%22717094715025826%22%3A%22og.likes%22%7D&action_ref_map=%5B%5D

  • Essa “elite anterior”tem um certo preconceito social devido a mobilidade de classes esquecidas pelos tucanos e que sempre governou de Costas para “esses”.Essas conquistas trouxe quebra de exclusividade,que só eles tinham. Dilma neles!

  • Gostaria de saber a qual ‘direita’ o autor se refere. Mais uma vez chega-se a uma eleição presidencial e tudo está igual: dois partidos de esquerda, que são farinha do mesmo saco, polarizando as eleições! Sinceramente gostaria que fosse verdade o texto e que houvesse a opção de voto em algum partido efetivamente de direita. Mas não, desde a abertura política em 1985 vivemos escrachados sob o discurso hipócrita e demagógico do único partido brasileiro: o socialismo de esquerda. Lamentável essa nossa pseudo democracia!
    Sinceramente, não tenho partido algum, concordo com algumas medidas do governo do PT e discordo de tantas outras, e neste contexto vejo que o governo do PT, se está efetivamente sendo atacado pela grande mídia, é porque vem dando, ele próprio, ao longo dos anos, vasta munição ao “adversário”.
    Não creio que a reeleição será tão fácil desta vez!

    • Todo partido oferece “vasta munição”. Para o mensalão do PT há o mensalão do PSDB. Já o escândalo do metrô é o maior da História. Os contratos superfaturados somam 11 bilhões de reais. Nada é fácil na vida. Dilma tem menos intenções de votos hoje que em 2010, mas a direita tucana assumida e a direita dissimulada do PSB também somam menos que há 4 anos nesta época. Vocês não fazem conta. Dizem que os 35% de rejeição a Dilma são altos. Ela venceu em 2010 com os mesmos 35% de rejeição

  • Ola.
    Eu sou de Sao Paulo,mas atualmente vivo na Alemanha.
    Bem,eu vim estudar em Berlin ah quase um ano.
    Acabei engravidando e tive muitas complicaçoes.
    Minha situaçao,não é das melhores no momento.
    Fui ate ao consulado brasileiro aqui de Berlin (Alemanha),pois sei que é destinada uma verba para ajudar os brasileiros que vivem no estrangeiro. (Ex. Passagem,remedios etc…)
    No consulado,a Sra. Raimunda tentou me convencer a permanecer na Alemanha,mesmo eu estando ilegal.
    Disse que orgaos alemaes poderiam me oferecer medico de graça,e que assim que meu bebe nascer,eu nao teria problemas.
    Depois de eu muito dizer a ela,que eu nao tenho mais casa,dinheiro e estou doente,ela me disse que seria uma passagem para o Brasil,porem teria que ser aprovada por alguem de Brasilia,e que eu entraria no meu país como repatriada.
    No aeroporto,(segunda ela) a policia aaprenderia meu passaporte e eu só poderia fazer outro,depois que eu pagasse a passagem para o governo.
    Eu viajaria de terceira classe,e teria uma divida de 8,10mil reais.
    Mesmo assim implorei para ela a tal da passagem.
    Ela ligou para meus pais,dizendo que eles sao responsaveis por mim,mesmo eu tendo 25 anos,e que eles deveriam me dar a passagem.
    Mas minha familia,nao tem condicoes de pagar.
    Eu pedi outras vezes para essa senhora,e ela disse que iria encaminhar o caso para Brasilia.

    Hoje,minha familia me informou que uma mulher do consulado,ligou para eles ameaçando -os.
    Sim,eles dizem que eles tem que me dar a passagem ou serao punidos!.
    Venho até aqui,relatar isso,afim de alguma ajuda,e porque estou divulgando para a mídia,pois eu nao sou a unica que venho sendo tratada com descaso pelo governo Brasileiro.
    Eles afirmam que tem gastos com imigrantes,mas isso é uma grande mentira,pois eles nao nos ajudam em.nada!
    E a pergunta é: Para onde vai esse dinheiro?

Deixe uma resposta