Black Blocs, o retorno

Opinião do blog

mpl capa

Se existia dúvida de que o famigerado Movimento Passe Livre apoia e utiliza a violência da massa de manobra que consegue reunir, o que ocorreu na manifestação que levou a cabo na última sexta-feira dirime essa dúvida.

Desde o fim da Copa do Mundo de 2014 que não se via atos de vandalismo como os que ocorreram no recentíssimo protesto contra o reajuste das passagens de ônibus e metrô em São Paulo. Foi só o MPL convocar um ato para que Black Blocs, punks, skinheads e outros bichos dessem as caras.

Reportagem do G1 desmente as alegações do MPL de que a violência que se viu em São Paulo derivou de repressão policial. Vídeo divulgado pelo portal mostra vândalos depredando estabelecimentos comerciais sem presença da polícia.

Confira o vídeo, abaixo.

Como se vê, sem presença da polícia e sem causa aparente os manifestantes passam a promover destruição de patrimônio público e privado, reeditando o que fizeram em 2013.

Mais uma vez, o MPL recorre a todo lixo social disponível para se promover entre esse público descabeçado que se presta a participar desse tipo de violência contra a sociedade e que, como subproduto, faz a direita se fortalecer no Brasil como tem sido visto.

E o pior é que aqueles que esse movimento vigarista diz defender nem mesmo concordam com esse tipo de ação. Esse movimento nasceu e cresceu entre estudantes universitários de classe média alta, gente que, muitas vezes, se tomou ônibus meia dúzia de vezes na vida, será muito.

mpl 1

 

O pior de tudo isso é que o preço das passagens de ônibus e metrô é o menor problema da população brasileira, hoje. Sobretudo da população paulistana. O grande problema do transporte urbano, no país, é a qualidade.

Só que, sem investimentos públicos, não será possível melhorar a qualidade.

No caso de São Paulo, única cidade do país em que o MPL conseguiu juntar bastante gente (número de manifestantes varia de 2 mil, segundo a PM, a 30 mil, segundo o MPL), o sucesso relativo desse protesto se deve ao antipetismo que infecta os paulistanos.

Por outro lado, a população que assiste a tudo isso sente medo e identifica esses protestos como obra petista, razão pela qual o ódio ao partido se instalou tão profundamente na alma paulistana, dando uma vitória consagradora a Geraldo Alckmin, ano passado, por ter reprimido os protestos com a violência costumeira da sua PM.

Enquanto um bando de desmiolados e/ou demagogos toca o terror na cidade, o principal problema do momento, a falta de água e o encarecimento de seu preço, não sofre protestos desses revolucionários de araque.

É por essas e por outras que o PT deveria conversar com suas lideranças jovens para que parem de se misturar com essa gente. Apesar de essas manifestações proibirem bandeiras do PT e até camisetas vermelhas, havendo petistas no meio a conta dos desatinos vai para o partido.

O preço das passagens de ônibus estava congelados desde 2011. Com reajuste de 16%, com certeza os salários cresceram mais do que o preço das passagens, eis que a remuneração assalariada vem crescendo acima da inflação no país.

Por outro lado, se a prefeitura tiver que abrir mão de repassar esse aumento, sua situação financeira e capacidade de investimento no transporte público irá diminuir ainda mais, quando é do interesse da população que esses investimentos no transporte público aconteçam.

Tudo aumentou no país, inclusive tarifas públicas. Aumentaram água, luz, gás, até impostos. E, claro, os salários. Impedir administrações municipais de aumentar a tarifa do transporte público não irá melhorá-lo, irá piorá-lo devido à falta de investimentos gerada pelo caixa baixo.

E o pior é que, como já foi dito mil vezes aqui, conforme informações do prefeito Fernando Haddad, o erário paulistano paga o reajuste às empresas de ônibus – ou seja, o povo paga de qualquer jeito, mesmo sem sentir.

A violência vem desmoralizando manifestações legítimas e fortalecendo a direita, que, nas últimas eleições, colheu os frutos dos desatinos dessa pseudo esquerda de que a direita gosta tanto e com a qual conta para se fortalecer.

A reestreia dos black blocs junto com a do MPL denuncia a tática do movimento de se valer de todo lixo social disponível para inflar suas manifestações descabidas. A da última sexta-feira, em São Paulo, comprovou isso.

 

123 comments

    • Engraçado é que se concentram no valor das passagens e se esquecem da falta d´água. Já imaginou se esses “preocupados” fizessem essa manifestação em favor da população no que respeita à falta d’água? Aí, sim, poderiam ter o respeito da população. Brigar por essa merreca e esquecer o problema maior (água) cheira a oportunismo e malandragem. Afinal, eles andam mais de ônibus ou TOMAM BANHO E BEBEM ÁGUA cotidiariamente? Com a palavra, os manifestantes.

  • Patrões, devem perguntar ao MPL, oque fazer para colaborar nos protesto, uma vez que pagam o vale transporte e economizaria muito com vitoria do ato, trabalhador tem 6% descontado em folha, a economia não faria o patrão mudar desconto para menos de 6%, não teria que dar aumento real aos funcionários, assim patrões, reconhece e agradece o passa livre pela iniciativa, mudanças pontuais seria bem vindas ,como passe livre para estudante, mas matemática e leis ficam longe do passe livre.
    Edu caberia um levantamento, afinal empregados domésticos , bancários, todos praticamente em SP tem o vale transporte, teria sim casos pontuais a resolver, vc poderia pedir ao sindicato dos bancários estudo sobre o tema , eles tem isto proto e nos brindar com um texto sobre.
    outro detalhe a perguntar a prefeitura, porque empresas ganham 2,70 por passagem , e cooperativas ganham 1,40.
    Esperarar do Rovay esta pesquisa , certamente não a teríamos. ele os ninjas e outros ficara apenas do lado do movimento, pois da mais ibope

    • Ora, o custo operacional das cooperativas é muito menor: os ônibus são menores e mais baratos; a manutenção é mais barata; o aluguel das garagens é mais barato; os motoristas e cobradores das cooperativas não recebem os mesmos direitos dos motoristas e cobradores das empresas (nem são sindicalizados); o quadro de funcionários no geral é reduzido. E esse número de 2,70 não é a média das empresas. Teve uma empresa que virou caso de polícia ano passado porque recebia perto disso prestando um péssimo serviço (algo a ver com financiamento de campanha?). A operadora dos trólebus recebe mais de 3 reais por passageiro (pouco mais de 200 ônibus entre 15.000). Mas o resto recebe 2 e pouquinho por cabeça em média. As cooperativas recebem isso aí mesmo, cerca de 1,50 na média.

  • Olá Eduardo.
    Dia desses você escreveu um texto culpando a mídia pelo povo de São Paulo não saber que quem controla a Companhia Estadual de Águas é o Estado, fato puro e simples que pode se desfazer lendo sua conta de água. Agora você publica um texto dizendo que os Paulista pensam que o protesto de ontem, que mais uma vez descambou para a destruição da cidade e que, tinha como único foco o Prefeito do PT , é o PT.
    Não tem sentido esse raciocínio, o Paulista, na verdade arruma uma desculpa para suas atitudes acéfalas e seu raciocínio igualmente acéfalo, na verdade , comportamento típico de todo preconceituoso.
    Onde está a lógico de pensar que um protesto que só visava o prefeito do PT foi feito pelo PT? O que temos que admitir é que em São Paulo a sociedade é tão preconceituosa, que além do preconceito social e racial o preconceito partidário, as pessoas tem preconceito contra o PT, o resto é apenas desculpa para acobertar a verdade, independente dos benefícios que um Governo do PT faça para essa sociedade , eles jamais reconhecerão isso, mas adorarão todos os malefícios que os Governos do PSDB lhe impingirem.

  • Pergunta ao ilustre blogueiro:

    Por que devemos acreditar na Globonews / G1 quando mostra o que nos interessa e NÃO ACREDITAR quando fala dos podres do PT?

    • porque eles não falam agora dos candidatos do PSDB, como Anastásia, e muitos outros que estão envolvidos, estão defendendo bandidos do PSDB, não apoio bandido, quer seja PT ou PSDB tem que investigar e prender todos, mas o pau só bate em chico, e o francisco?

    • Primeiro, jamais vi o Edu dizer que tudo o que sai na Globo é sempre mentira. Logo, sua pergunta é um homem de palha.

      Segundo, “não acreditar” significa não aceitar acriticamente que algo seja verdade, e não, como vc parece pensar, assumir – tbm acriticamente – que esse algo seja mentira.

      Sua pergunta exemplifica algo que sempre achei curioso no pensamento da direita: vcs só conseguem pensar em termos absolutos. Ou aceita-se tudo como verdade, ou como mentira. “Comigo ou contra mim”. E por aí vai.

      Não sei se é preguiça de pensar um pouco, comodismo pra não sair do conforto das verdades absolutas, ou pura burrice. Mas o fato é que pensar nesses termos maniqueístas é simplório, infantil e fundamentalmente errado.

      • Ou seja; tudo é relativo. O típico argumento de quem sempre responde com um “depende”.
        Dizer que a direita só consegue pensar em termos absolutos é tão falacioso quanto dizer que todos os homens só falam a verdade.
        Sr. Perri, o senhor é um sofista não confesso.

        • Obrigado por demonstrar meu ponto. Vcs só conseguem pensar em termos absolutos.

          Não é a toa que vcs são doidos pra tentar derrubar a teoria da relatividade de Einstein, desde que ele a publicou.

          O problema, cara, é que a lógica que rege este universo não admite absolutos, pois eles sempre criam paradoxos. Mas absolutos simplificam o raciocínio e, por isso, vcs não largam deles.

          E o fato de que vc partiu do pressuposto de que ou se aceita tudo que vem da Globo como verdade, ou se rejeita tudo como mentira – como argumentei e vc ignorou por não ter resposta – exemplifica claramente o que escrevi, por mais que vc chame a isso de sofisma.

  • A propósito, se um senador da república como José Serra diz que foi o responsável pela não implantação do trem bala entre Rio e São Paulo…e ninguém fez absolutamente nada sobre isso…que esperar desses coxinhas que o elegeram?

  • Não dá para fazer omelete sem quebrar os ovos.
    Manifestações como essa,gritar por gritar sem oferecer nenhuma sugestão ou
    se dispor a um diálogo saudável,não levam a nada ou melhor prejudicam da pior maneira possível àqueles que realmente necessitam do transporte público.Não existe almoço grátis,alguém tem que pagar a conta.

  • é a elite, tentando levantar o povão, para criar clima para oposição, tentarem o impeachment da presidente, precisamos ficar atento, pois eles estão até o pescoço no petrolão, e começa aparecer seus nomes como participante do esquema, precisam motivos para levantar o povo como em junho de 2014

  • Análise de realidade perfeita. Tanta dedicação sobre preço da passagem de onibus…
    Nada, nada absolutamente nada,porém, numa ampliação do leque tão patriótico do MPL, com relação, por exemplo, à manutenção do fornecimento de água verdadeiramente potável para a capital paulista e para muitas outras cidades paulistas. Aliás apontar capital ou cidades diz pouco. Pois quem fica sem água obviamente são as pessoas. E de qualquer “camada social”. Em qualquer escala de idade, de saúde ou de enfermidade. Mais uma vez, parabéns, Eduguim, por esta análise em realção à salvaguarda de uma autentica Cidadania para as gentes do Brasil.

  • Sou filho da democracia, mas no casos desses patetas dos Black Blocks eu penso que deve ser utilizado o mesmo expediente que foi o tratamento dado a Sininho e seus anões. Reacionário ? Nesse caso posso ser.

  • É uma pena que isso aconteça porque com o tempo desmoraliza os legítimos movimentos de rua e muitas lutas, como já vimos tantas vezes no passado, têm que ir pra rua, mas não assim.

  • Interessante a tática dos BB. Eles atacam símbolos do capitalismo como bancos, lojas chics, concessionárias de carros de luxo, etc, mas para isso se infiltram em manifestações legítimas que então são desbaratadas a cacetete e bala de borracha pela pólícia. Para mim que esses BB são paus mandados dos endinheirados direitopatas justamente para deslegitimar qualquer manifestação. Os ‘infiltrados’ do ALCKIMINTIROSO, capice ?!?

    FORA DE PAUTA: Engraçado que os capitalistas pregam a livre concorrência e a liberdade de mercado mas é só uma corporação capitalistas ir mal das pernas e lá vai o estado jogar-lhes uma bóia para não afundar. Detalhe: O estado que os mesmos capitalistas querem mínimo. Porque não deixam afundar !?! Porque meia dúzia de babacas vão ficar desempregados ?!? Ora, o próprio mercado há de preencher o vazio deixado pela empresa falida e absorver essa mão de obra desempregada. O que vivemo na verdade, não é um capitalismo concorrencial, mas uma reserva de mercado das corporações ditas grandes demais para quebrar. Se é grande demais e cai, que se quebre em mil pedaços, uai !! Dá próxima vez construam uma base mais forte para evitar a queda ou não cresçam a ponto de não poder evitar a queda com qualquer ventinho. O que há de verdade é um cartel entre estados cooptados e corporações multimilionárias e CORRUPTAS. O que há de fato é uma CLEPTO-PLUTOCRACIA-MUNDIAL, e o tal mercado é uma balela defendida pelos ‘especialistas & ideólogos’ de plantão, pagos a peso de ouro, para defender os interesses dessa canalhada endinheirada como se fossem os interesses de todos. Não são.

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

    • Não há mercado livre com PARAÌSOS FISCAIS, o que há é a liberdade total para a roubalheia das corporações e sonegadores.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

    • A verdade é que o capital odeia a concorrência. Todas as teorias, princípios, valores e raciocínios que a direita inventou pra justificar a acumulação do capital são desculpas esfarrapadas, defenestradas no momento em que deixam de ser convenientes.

      A única coisa na qual o capitalista e o reacionário ou conservador que o serve realmente acreditam é nos seus bolsos cheios. O resto é mero meio descartável pra enchê-los.

      • Fique tranquilo menino. Depois que fizer dezoito anos você abandona Gramsci e acólitos. Se isso não acontecer você será mais um adulto que verbera contra o capital mas não vive sem ele.

        • Adoraria poder fazer 18 anos de novo, com tudo o que sei hoje.

          Infelizmente, não é possível e ainda tenho que aturar trollzinhos como vc, completamente incapazes de formar um argumento racional que seja, falando besteira e despejando falácias.

          Enfim, vc sequer conseguiu começar a discutir o ponto e foi direito pro ataque ao mensageiro. Coisa de troll principiante…

  • Para se ter o passe livre ou a retirada das catracas só estatizando o seguimento de transporte coletivo. Sem isso não há como os empresários colocarem a frota na rua gratuitamente ou o metrô funcionar de graça. Aí surge a pergunta: Vai estatizar?

    • A PRIVATARIA da CMTC na década de 80 foi precursora da PRIVATARIA TUCANA da década de 90. ROUBO, puro simples. Como uma empresa de transporte urbano pode receber 2,70 por passageiro, gente !?! Façam as contas, é cerca de 1,2 litro de DIESEL por passagem na catraca !!!! Capice !?!? São milhões de passageiros, muitos pegando busão várias vezes ao dia !!! ISSO É UMA MINA DE OURO, gente !!!!

      “Cada vez que abro um jornal, mais fico estarrecida com os desmandos. É esse o partido que ajudei a criar?”. A marta deveria se perguntar se a liberdade de assassinar reputações livremente e sem direito de resposta pela grande imprensa é a liberdade de expressão que ela imagina e defende, ou é a que serve a certos interesses políticos !?!?

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • No fim das contas o objetivo do MPL é evitar a reeleição de Fernando Haddad. Com os Black Blocks fazendo o serviço e causando caos na cidade até bem proximo das eleições, basta o PSDB arrumar um concorrente que não José Serra que a vitória será garantida. Até o Russomano pode aparecer como salvador da pátria numa hora dessas.

    • Na mosca, Gomes. Também acho que esse movimento visa impedir a reeleição de Haddad. Começaram cedo pois as eleições será no ano que vem. Tudo isso é pra desgastar o governo Haddad. Acredito também que querem desviar o foco da gravidade da falta de água que vai penalizar SP até o final do ano. Segundo o geólogo e professor da USP, Pedro Cortês, se Alckmin não decretar o racionamento, o Alto Tietê e o Cantareira secarão antes do final deste ano. E aí, MPL, SP vai parar mas será por absoluta falta de água.Não vai adiantar nem baixar as tarifas do transporte público porque não vai ter usuário, já que especialistas estão prevendo um verdadeiro êxodo urbano da cidade de SP para outras regiões onde consigam água para sua sobrevivência. Que triste fim levou esse (des)governo PSDB em SP. Agora pergunto: o que faz essa Secretaria de Saneamento e Recursos Líquidos em SP? Não funciona? E por ironia do destino essa Secretaria estava nas mãos do Partido Verde, aquele que se diz defensor das causas ambientais.

      • NIGRO: você sabe a última piada: “enquanto o nordestino toma água de coco, o paulista toma de cocô.” Não devemos acusar o alckimissim, pois ele já avisou que usará água de esgôto, então você, eu, o Edu, o MPL e tantos outros tomarão banho de sabe o quê. A multa será de 100% pois se a SABESP deu 68% de lucro aos acionistas, considerada a empresa de lucro fácil, quanto ela dará este ano, com as pessoas economizando e forçosamente o lucro caindo?

  • Será que não existe um estudo mais aprofundado, além do da Marilena Chaui, para tentar explicar como é a cabeça do paulista? Não dá para entender este descolamento da realidade, essa turbidez da lógica, esta confusão mental. A única coisa clara é o ódio ao PT. Conversar com nove em cada dez paulistas hoje é impossível! Há uma espécie de nuvens negras cheias de raios e trovoadas que os blindam de refletir e de aceitar qualquer argumento, prova ou demonstrações de que eles estão errados, ainda que seja só para iniciar uma conversação cordial e civilizada. Para colocar em prática a manifestação deste ódio vale qualquer coisa. Os sociólogos poderiam utilizar como método as centenas de estudos que foram feitos com os alemães quando da ascensão do nazismo e na segunda guerra mundial. Também se julgavam um povo fino, intelectualizado, um país cheio de prêmios Nobel com alta ciência e tecnologia (coisa que por aqui não temos), e deu no que deu. E o que se vê, na realidade, é um estado decadente com cidades decadentes que estão sendo esvaziadas de tônus econômico pela migração dos interesses para outros estados ao centro e mais ao norte, dentro deste fenômeno cada vez mais claro da inversão do eixo de desenvolvimento e riqueza norte/sul para sul/norte. Será que é isso que explica tanto desvario?

  • Movimentos semelhantes aos black blocs agem em todos os países com governos progressistas na América Latina. Eles agiram também na Espanha, Ucrânia, Egito. Em todos esses países os black blocs agem contra os governos progressistas. Misteriosamente, em países governados pela direita — como Colômbia e México — eles não estão presentes, ou têm atuação pífia.

    Outro movimento que age assim é o tal greenpeace: contra a usina de Belo Monte eles se mobilizaram fortemente; mas quando houve o gigantesco desastre ecológico do vazamento nos poços da British Petroleum, eles se limitaram a notinhas de protesto.

    Será que o bilionário George Soros tem algo a ver com isso?

  • O MPL gosta mesmo é de falar do aumento dos ônibus. Sobre os aumentos nas tarifas de trens, metrôs e ônibus intermunicipais, geridos pelo Governo do Estado, eles fazem uma critiquinha bem leve…
    O PIG, então, nem se fala. Temos um governo fantasma: Ninguém sabe, ninguém viu. Isso é torpe! Sujo! Canalha.
    Tenho nojo do PIG!

  • Do jeito que a lógica desses jovens funciona, MPL para mim significa mula sem cabeça, já que a sigla do passe livre ultrapassou o que se esperava desse movimento. Teria mais sentido que jovens da classe média lutassem pelo transporte alternativo como a bicicleta. Mas, tudo bem, não é mesmo para discutir. Ou eles impõem, ou eles impõem.

  • Esse movimento é um lixo, assim como foi o movimento anteriormente desencadeado pelos mesmos imbecis, no passado.

    Esse movimento precisa ser esmagado mais duramente. Agora não vai rolar adesãozinha de dreadlocks, playboyzinhos desmiolados ou outros lixos.

    Passe livre, bolsa isso, bolsa aquilo, cota disso, cota daquilo…. Nossa que “sociedade” invejável.

    • Agradeça aos seus amigos pela sociedade “invejável” que temos. As bolsas e cotas existem pra tentar REDUZIR um pouco o estrago que a estupidez na qual vc acredita cegamente causou.

      Mas, na sua cabeça, parece que a culpa pela “sociedade invejável” é de quem tenta corrigi-la, e das ferramentas de contenção.

      Coisa de maluco.

      • Nao Pierri. A “culpa” no caso de uma doença crônica como essa, no nosso caso, é multifatorial. Não podemos ser simplistas.

        As soluções empregadas, essas sim são “de maluco”!

        Mas que “sociedade” “invejável”.

        Num exercício mental, fico a imaginar se a esquerdopatia brasileira diria “somos todos veja” se os marginais que depredaram o prédio tivessem matado meia dúzia de jornalistas na ocasião…

        Eu acho as chargeso C Hebdo muito boas. E ainda que eles sejam de esquerda, não hesito em defendê-los. Sem essa de “MAS”.

        • Multifatorial droga nenhuma. Há apenas um fator: aqueles que governavam e controlaram o país. A acumulação de capital cria pobreza. A organização da economia e da sociedade facilitam a acumulação. E são os poderosos (e ricos) que ditaram a organização da economia e da sociedade por séculos neste país.

          É a mesma organização social ditada pela classe dominante que marginalizou os negros desde que o Brasil existe.

          Uma classe dominante de DIREITA.

          São VOCÊS os responsáveis por essa “sociedade invejável”. Mas como vcs adoram socializar o prejú e capitalizar o lucro, ficam com essa ladainha de “origem multifacetada” cuja “culpa” não pode ser “determinada” e ainda acham que enganam alguém, enquanto condenam justamente as políticas que visam diminuir o estrago que a falta de humanidade da TUA turma ideológica provocou.

          • Num país colonizado por portugueses, com imperadores de araque, uma sucessão de presidentes imbecis, inexorável, até o presente, não poderia ser diferente.

            É quase uma maldição.

          • Nada disso é relevante. O poder não é exercido por uma pessoa isolada, se é que vc ainda não aprendeu isso. Nem em ditaduras!

            A questão é o grupo de pessoas que sempre mandou e organizou o Brasil para seu próprio benefício. Uma oligarquia cujas bases vêm, grosso modo, desde a época do império.

            E sempre, SEMPRE, de direita.

            Esse é o ponto, incontestável, do qual vc tenta passar longe.

            E é essa oligarquia que vc defende toda vez que repete suas teses conservadoras e furadas. Foram eles que criaram essa “sociedade invejável” cujas distorções tentamos minimizar com medidas às quais vc se opõe frontalmente, enquanto tenta escamotear os verdadeiros responsáveis pelas mazelas.

            Vc grita contra as cotas, mas fala baixinho ao falar de quem criou o desequilíbrio racial através do racismo, por exemplo, como quem tenta fingir que não conhece o familiar bêbado inconveniente.

        • “Nao Pierri. A “culpa” no caso de uma doença crônica como essa, no nosso caso, é multifatorial. Não podemos ser simplistas.”

          Multifatorial como? Como começaram nossos problemas sociais e quem os criou, segundo a visão de um direitopata?

          “As soluções empregadas, essas sim são “de maluco”!

          Mas que “sociedade” “invejável”.”

          Então, quais seriam as soluções para um caso emergencial? Até agora, não vi soluções algumas em seus governos?

          “Num exercício mental, fico a imaginar se a esquerdopatia brasileira diria “somos todos veja” se os marginais que depredaram o prédio tivessem matado meia dúzia de jornalistas na ocasião…”

          Se acontecesse uma coisa destas com a inveja, eu condenaria o massacre de jornalistas, apesar de ser contra o esgoto de maré baixa, mas não ficaria dizendo “somos todos veja”. Agora, não sei se é seu caso, mas já vi direitistas pregando a morte de esquerdistas e até de Lula e de Dilma.

          “Eu acho as chargeso C Hebdo muito boas. E ainda que eles sejam de esquerda, não hesito em defendê-los. Sem essa de “MAS”.”

          As charges de C Hebdo, mesmo sendo de esquerda – ou consideradas de esquerda -, para mim são de extremo desrespeito. Na minha opinião, não justificavam os atentados, mas para os extremistas muçulmanos isto era algo correto, porque segundo a vertente religiosa que eles seguem, é permitida uma “retaliação com morte dos infiéis que atacavam Maomé”. O certo seria ninguém usar a “liberdade de expressão” para desrespeitar a religião dos outros.

          • Este foi o melhor texto que li sobre o atentado e sobre as repercussões da tragédia do Charlie Hebdo:

            http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/166279/Charlie-N%C3%A3o-eu-n%C3%A3o-sou-manipul%C3%A1vel.htm

            E este foi o texto:

            “Na última quarta feira aconteceram dois atentados terroristas que deixaram 52 mortos. 12 foram vítimas do ataque a uma revista francesa e os outros 40, de uma explosão no Yemen. Você só soube de um deles.

            Temos a necessidade de estar sempre procurando Cristos, mas com o cuidado de enxergá-los apenas em lugares onde consigamos nos ver.

            Ninguém quer ser uma das dezenas de crianças mortas num hospital de Kandahar que foi bombardeado por um caça americano ou francês, durante uma operação (aí não é atentado terrorista) da OTAN. Mas nos últimos quatro dias, vi algumas centenas de milhares de “Charlies” surgirem.

            Eu estou muito longe de ser Charlie. Costumo respeitar as diferenças de religião, raça e opção sexual, e manter uma relação respeitosa com quem pensa diferente de mim. E esse não é o jeito Charlie de fazer as coisas.

            Mas dizer que não sou Charlie Hebdo já me fez ser apontado como apoiador do atentado ou, no mínimo, de culpar Charb e seus colegas cartunistas pelo atentado que sofreram.

            Então vamos deixar umas coisas claras: trabalhar num lugar que publica charges ofensivas e ridicularizadoras (essa palavra existe mesmo?) não torna os colaboradores da C.H. culpados do que aconteceu. Eles são as vítimas daquela barbárie.

            Esta está virando uma discussão sem pé nem cabeça. Porque achar as charges da Charlie Hebdo de mau gosto não significa considerar os cartunistas culpados pelo atentado. Essa é uma confusão que surgiu não sei como e que é completamente sem sentido.

            São duas coisas bem diversas e que podem coexistir sem problemas:

            1) terroristas mataram 12 pessoas. Logo, os culpados são os terroristas;

            2) as publicações da Charlie Hebdo são ofensivas, rasas e de péssimo gosto.

            Uma coisa não anula a outra. Eu não tenho o dever de passar a admirar o trabalho de uma empresa porque ela foi vitimada por uma tragédia. Por outro lado, considerar o seu trabalho ruim não quer dizer que eu ache que ela mereça ser atacada por um grupo de loucos amados com kalashnikovs.

            Só pra deixar claro: as publicações da Charlie Hebdo não me agradam nem um pouco e claro que eu sinto muito pelo que aconteceu na manhã da última quarta-feira no escritório da revista.

            Infelizmente, a morte daquelas pessoas está sendo capitalizada pelos mesmos grupos de extrema direita que vêm conduzido uma coisa absurda que chamam de “movimento de desislamisação da Europa”.

            Tem muita gente querendo que você e eu sejamos Charlie. Eu vou continuar sendo Neto Peneluc.”

          • Há vários problemas com esse texto.

            O primeiro, é presumir que quem é vítima precisa, necessariamente, ser inocente – ou seja, não ter culpa alguma. Ou é vítima, ou é culpado, enfim. E isso está completamente equivocado. É possível ser vítima E ser culpado em parte.

            Outro problema é considerar que se reconhecermos a parcela de culpa que cabe às vítimas, estaremos “justificando” o atentado. Outra balela. A única coisa que justifica um ato que, de outra forma, seria criminoso, é a absoluta necessidade de cometê-lo pra preservar um bem próprio e de igual ou maior valor – como, por exemplo, matar alguém pra evitar ser morto por ele.

            Não são os atos da vítima, ou sua culpa ou contribuição para o crime, que o justificam, mas sim a necessidade do seu autor, a impossibilidade de agir de outra forma.

            Quer dizer, a revista poderia exigir a morte de milhões de pessoas e ser culpada de tudo que se possa imaginar e, ainda assim, o atentado não seria justificável. Ela poderia até mesmo ter exigido dos terroristas que a atacasse. Poderia ter oferecido prêmios, chantageado, ameaçado, e nada disso justificaria o atentado.

            As atitudes da revista causaram em parte o atentado. É algo inegável. Se não agissem da forma estúpida que agiam, o atentado não teria ocorrido. Se não fosse assim, não haveria essa necessidade boba de tentar separar a condenação moral das publicações do atentado em si, pq a ligação está na cara de todo mundo.

            E como essas atitudes são moralmente reprováveis, a culpa da revista é clara. Não agiram corretamente e foram atacados por causa disso. Ao contrário, provocaram o máximo que puderam, pedindo pra serem atacados.

            É como o imbecil do Gentilli e seu clone, que fala as maiores barbaridades pra depois surfar e se promover com a enxurrada de reações que provocou.

            Puro marketing.

            A revista é culpada pelo atentado, sim. E nem a provocação, nem o atentado tem absolutamente nada de justificável.

          • “(…) mas para os extremistas muçulmanos isto era algo correto” MAS.

            Não tem “MAS” Terrorista é terrorista e pronto.

          • “Não tem “MAS” Terrorista é terrorista e pronto.”

            Sim, mas sabendo que os caras ameaçaram matar, e eles são radicais extremistas que não dialogam, por que continuaram? Eu respeitaria a religião deles e pararia logo logo com estas charges de mau gosto.

            E olhe que o governo francês tinha alertado os chargistas da Charlie Hebdo.

            Sou contra os atentados, seja dos terroristas muçulmanos, seja dos terroristas americanos e franceses que matam milhares com seus caças (aí não é terrorismo?) e seja destas charges de mau gosto e desrespeitosas.

            Este texto explica tudo isso: Mas já sei que vc vai dizer que “está defendendo terrorista”.

            https://leonardoboff.wordpress.com/2015/01/10/eu-nao-sou-charlie-je-ne-suis-pas-charlie/

  • Os manifestantes pelo passe livre no transporte público e black-blocs foram responsáveis pela vitória parlamentar da direita nas eleições passadas, diz o texto.

    Fiquei curioso. De quantos milhões de reais dispõe essas pessoas para financiamento eleitoral? Ou o financiamento eleitoral não é lá tão importante como dizem os políticos, inclusive os do PT? O PT busca dinheiro, acha (e tem lá seus problemas por conta disso), mas quem elege mesmo deputados numa trajetória ascendente são esses “calça-rasgada” aí? Não faz sentido.

    Quer dizer que quem botou o Celso Russomano na câmara dos deputados – e mais a “cauda” de deputados que se elegeram na sua esteira, membros que eram de sua coligação – foram esses “calça-rasgada”, gente que muitos acusam de ainda usar fraldas?

    Se assim é, por que Elisa Quadros, a tão querida “Sininho”, não está ainda lá em Brasília, nem sequer na assembleia do RJ?

    Esses sujeitos não elegem direita coisa nenhuma. A direita ganha por conta da desorientação e desinformação das pessoas. Que tem, dentre outras causas, a baixa qualidade da imprensa, mas também a péssima educação básica ofertada na rede pública, aquela que atende à maior parcela da população brasileira. Espero que Dilma faça mesmo tudo que promete pela educação. Só receio que Cid Gomes não seja o homem certo para a missão… “Ah, mas a educação é atribuição sobretudo de estados e municípios”. Mas é a presidenta Dilma, não eu, que fala que irá enfrentar os seus gargalos – com Cid Gomes. A conferir os resultados dessa bandeira. Acredito na sinceridade dos seus propósitos. A imprensa só mente por ter público “enganável”…

    ***

    Quebra-quebra é caso de polícia. Manifestar-se é um direito. Mas quebrar as coisas, públicas e/ou privadas, é uma violação da lei que precisa ser reparada. Onde estava a polícia? Impressiona o quão despreparada é a polícia – de todo o Brasil – para lidar com esse tipo de situação. Ou não age ou age mal. A polícia é o caos.

    • A influência dessas manifestações nas eleições é evidente. Basta lembrar como a aprovação do governo cai pela metade em 2013 por causa da baderna. Eles contribuíram e muito pra “ressaca” eleitoral.

      Não é apenas o dinheiro que elege alguém.

      • Só não entendo por que razão ainda se corre tanto atrás de dinheiro para financiar campanha eleitoral, se ele não elege ninguém. Por que existe tanto caixa dois?

        Claro que o peso da vida está no dinheiro. Sem dinheiro, sem nada. Se essa baderna produzisse algo, se quebrar vitrines mudasse o rumo da vida, esses sujeitos aí teriam sua bancada no congresso e nas ALs. Talvez governassem o Brasil.

        Mas… Cadê? Eles não têm cadeiras no parlamento. Não tem postos no executivo. Não mandam em nada. São zeros à esquerda, justo por serem um bando de calças-rasgadas, sem eira nem beira.

        Quantos reais esses calças-rasgadas têm nas burras? Nada, pelo visto. Elisa Quadros continua sem mandato parlamentar. Idem para os cabeças do MPL.

        Quem tem frauda cobrindo as vergonhas não resolve nada nestas nossas plagas. Mas é um alvo fácil. E hábil, uma vez atingido, para cobrir as vergonhas alheias daqueles que já não usam fraudas. O bom e velho bode expiatório ainda está na moda, afinal de contas…

        • Cara, quando se diz que “não é só o dinheiro que elege alguém” não se está dizendo que “o dinheiro não elege ninguém”.

          Em outras palavras: o dinheiro das campanhas é fundamental pra eleger alguém, mas não é determinante da eleição. Sem o dinheiro, não se elege. Com o dinheiro, não há garantia de se eleger pois há outros fatores, como o desgaste político causado por manifestações como essas, por exemplo.

          Logo, correm muito atrás de grana pq, sem ela, é muito difícil alguém se eleger.

          Enquanto a grana abre a possibilidade da eleição, fatores outros como a campanha contrária feita pela imprensa, ou manifestações como essas podem acabar com ela, com ou sem dinheiro.

    • Basta olhar para o semblante e conversar 2 minutos com um policial para perceber que ele tem a mente deturpada, pela violência, pelo medo, pelos maus tratos e pela orientação recriminadora e autoritária que recebe do Estado Mínimo Tucanalha. Infelizmente, nada mudará em São Paulo enquanto os tucanos estiverem no poder. Pelo contrário, São Paulo continuará avançando para trás, como naquela dancinha do Michael Jackson.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • Mesmo que o prognóstico esteja correto, erro ao descrever assim as pessoas que lá estavam e se manifestaram. Quem foi viu. Uma massa heterogênea e autêntica. Corre-se o risco depois de ter que mudar de idéia magicamente como um mero jornalista pigal quando o povo tomar as ruas de vez (eles costumam fazer isso, os movimentos autênticos)
    Ps:gosto do blog, parabéns

  • Enquanto isso , Martha Suplicy da uma entrevista bombástica esculachando o PT , a presidente e seus assessores para ninguém menos que Eliane Cantanhêde.
    O PT acabou….
    Lei de Pavlov, muitos ratos para um butim pequeno. Começam a comer uns aos outros…

    • LEDO ENGANO. Além de manter as velhas lideranças, expurgando naturalmente os ‘cegos’, o PT é o único partido que cria e projeta novas lideranças, estão aí os postes do LULA. O que o PT vive, ‘acho’, é um processo natural de crescimento e amadurecimento.

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  • Eu sempre tive um pé atrás com esse grupo pelo fato de eles não condenarem a violência. Desde 2013 você pode perceber que eles nunca chegavam publicamente e falavam que eram contra a violência e que essas pessoas estavam erradas, era sempre essa história de justificar a violência de alguns usando a violência da polícia, eu lembro bem deles no Roda Viva. Quem é contra a violência é contra, seja dos manifestantes ou da polícia.

  • Concordo ..os caras mais atrapalham do que ajudam com a questão ..é inadmissível vermos movimentos quebrando bens públicos e privados pra fazerem valer seus argumentos (e isso eu já falava pros caras nas passeadas dos anos 70/80)

    Mas penso que não dá pra se admitir mais um REMENDO do Haddad e passarmos a imaginar que todas as questões e problemas foram equacionados, ou que os munícipes são retardados ..que, aliás, é EXATAMENTE isso que ele esta pretendo fazer ..enrolar

    Então, indo ao cerne da questão?

    – Vc acha que faz sentido SP, uma metrópole que conta com ESCALA, volume de usuários, e ruas (praticamente todas) asfaltadas – acarretando menos manutenção – vc acha correto termos a MAIOR TARIFA do PAÍS, R$ 3,50 ?

    – Vc acha sensato um TRABALHADOR bancar cerca de R$ 300,00, 40% do SM, só com transporte de UM membro da família ? Afinal, o que esta errado, o transporte ou o SM ? (sim, eu sei que estudantes pagam meia – outros agora nem pagarão, como os idosos – e muitos trabalhadores “ganham” vale ..mas convenhamos, mesmo que indiretamente TODOS estamos pagando no leite ou no pão, não ?)

    – Vc acha transparente o modelo hoje implantado, aonde 75% da frota de ônibus é de um só camarada ? e pior, um aonde o metro, CPTM e ônibus não estarem UNIFICADOS como na EUROPA ?

    – Vc já buscou se informar do preço, e de como é o transporte em cidades da EUROPA, com populações MUITO mais ricas que as nossas ? Pq eles conseguem e nós não ?

    – Acha mesmo justo um modelo CARTELIZADO ser rateada entre SUCIAS de sindicalistas e empresários sovinas ?

    – Vc tem andado de ônibus ? Tem escutado seus filhos sobre a falta deles nos corredores que ficam MAIS desertos do que ocupados ?

    nota – vc tb reparou que aqui micro ônibus de “cooperativas” – daqueles que suspeita-se estão ligados a secretários do município e ao PCC – nunca são atacados ?

    – Acha correto a PMSP não deixar claro quanto e como subsidia suas farras assistencialistas – todo dia tem uma nova – (enquanto chora doutro lado por uma divida que diz ser impagável ?!)

    – Não lhe parece absurdo, em tempos de bilhete eletrônico, vc ter que ter cobrador (trocador) como custo ? isso não é o mesmo que forçar em se manter a profissão de sapateiro e de telefonista ?

    Acha mesmo que as tarifas em todos estes anos cresceram igual, ou menos que a inflação ? então um dado :

    Em 1994 ônibus e metros em SP custavam médios eram R$ 0,55 ..com IGPdi seria hoje de R$ 2,82 (95 a 2014, 414 %) ..e com IPCA de 300%, as tarifas deveriam estar em R$ 2,20

    então, parece que tem um montão de coisa errada e nebulosa nisso tudo, não tem ?

    inclusive na misteriosa DIMINUIÇÃO da frota, né ?

    • a propósito, leio que o pobretão do Gilberto Carvalho vai pra geladeira pra receber R$ 45 mil/mês como presidente do SESI ..incrível ..e pensar que por anos quem teve este “castigo” foi o Meneguelli, né ? ..e se vc pensa que não paga esta conta, vai sonhando..

      Sim, e nunca é demais lembrarmos, em tempos de aumento de tarifas públicas, IPVA e IPTU, que ex governadores do BRASIL inteiro ainda estão recebendo aposentadoria de R$ 24 mil/mês por QUATRO anos de governo (ex: Roseane Sarney, Jaques Vagner) ..aposentadoria cumulativa a outros ganhos tb ..fora de outras ajudas de custo como motorista, carro, segurança etc

      ..claro que isso deve ser pra contrabalançar a ajuda de custo pra aluguel e educação dos filhos de juízes federais, promotores e procuradores ..cuja soma engorda quase R$ 10 mil/mês os proventos destes agentes que se dão ao luxo de não se submeter a teto

      ahh sim, e por fim, não se esqueça, troque o extintor do seu carro ..pois é assim que as TORIDADE de plantão pensam que irão apagar o fogo dum carro

      http://www.naosalvo.com.br/teste-ao-vivo-mostra-toda-eficacia-novo-extintor-de-incendio/

      e sabe o que é legal ..é que se um partido ou líder, um MANDATÁRIO quisesse por fim a esta farra, fora de contar com apoio do povo, ele conseguiria NO MÍNIMO a farra cessar ..mas que, né ?!

    • E o Haddad é prefeito de SP desde que ela foi inaugurada, pelo jeito.

      Cara, tem que ser muito cara de pau pra ao menos começar a fingir que todos esses problemas são culpa do Haddad.

      E tem que ser muito idiota pra achar que convence alguém com esse papinho furado e cínico.

      • Claro claro, lembrei ..vocês são aqueles que precisam de 500 anos pra botar a casa em ordem, né ?

        Aqueles que se justificam em pecado, relembrando-nos os pecados dos outros.

        1o, vc é de SP, Capital ? ..sim, pq seria du_KARAI vc palpitar sem vivenciar nossos dramas cotidianos (chega o prefeito que só anda de helicóptero e depois quer analisar o transito)

        2o, Mustafa Haddad, quando assumiu, prometeu, não cumpriu ..quando pressionado, jurou transparência e SOLUÇÃO ..deu em nada até agora

        A administração dele tem se mostrado cosmética, experimentalista e POPULISTA em inúmeras áreas ..o cara só sabe criar e distribuir bolsa (mesmo alegando estar no limite no orçamento).

        Os problemas que aponto NÃO foram criados pelo PT, evidente.

        Especificamente se agravaram estruturalmente no período quando desmontaram a CMTC às pressas – isso foi pós TRAGÉDIA da Erundina (e a CMTC, tb bom lembrar, era outro ANTRO de FDP)

        ..o desmonte criminoso foi feito pelo BANDO, pela súcia de Paulo Maluf que prometia eficiência (tal qual os tucanos na privataria) enquanto a tarifa explodia, como demonstrei, e o mercado se concentrava na mão de pouquíssimos (ligados ao então prefeito).

        Erundina, em que pese suas deficiências, lá mesmo profetizou que SEM o ESTADO ter uma empresa que lhe balizasse, que Ele perderia o controle e não saberia mais o valor duma passagem em transporte cartelizado, numa atividade especializada, sem concorrência.

        Em pouco tempo, com PITA as máfias de sindicalistas, perueiros e do PCC eclodiram ..e todos foram aplacados posteriormente pelos Tatto (hoje grandes empresários do setor) e por Martha Suplicy que, em troca de acordos imediatos, condenaram o FUTURO, conseguiram restabelecer uma paz mínima ..qual seja, eles tornaram a sociedade definitivamente refém destes grupos.

        Verdade é que as hoje as montadoras ROUBAM, os sindicatos achacam, os PARTIDOS políticos desviam e mamam, os políticos fingem que não veem, os governos tributam como loucos, e a população paga ..e administrar que é bom mesmo, PRESSIONAR os agentes para se DEFLACIONAR os insumos, poucos querem e/ou sabem fazer.

        Pior que se quisessem, os caras teriam padrões internacionais pra se balizar (descontando efeitos tributários, de cambio, mas incluindo o fator RENDA e qualidade no escopo)

        e enquanto isso as tarifas vão pesando cada vez mais no bolso do povo (apesar do que foi dito pelo comentário UFANISTA e fantasioso do MISSIVISTA E.Guimarães acima) ..ou são cada vez mais subsidiados pelo POBRE – tirando-lhe de outras áreas – com imposto regressivo ..tudo sem que as CAUSAS de tanta ineficiência sejam contidas.

        Lembre-se, plenamente indexadas, como o foram os contratos e salários, os ativos de todo o país, as tarifas de ônibus em SP deveriam estar entre 2,20 e 2,80 no máximo, qual seja 30%-40% menos do que estão hoje

        ..isso sem falar no aumento da eficiência e da ESCALA, e sem contar a redução de custos ESTRUTURAIS como deveria ter sido com a extinção dos cobradores ou com os bilhetes e recursos eletrônicos.

        • Não, sua besta, não acho que precisamos de 500 anos pra consertar as coisas, mas sim de mais do que alguns anos pra arrumar o que foi estragado por 500 anos.

          Até mesmo a sua capacidade mental limítrofe deve ser capaz de compreender algo tão simples.

          Agora, que é RIDÍCULO vc achar que quem anda de helicóptero uma vez ou outra 1) jamais ande de carro; 2) não tem condições de analisar o problema do trânsito e 3) não PRECISE usar o helicóptero POR CAUSA do trânsito que ele NÃO CAUSOU, isso é.

          O pior é que vc o culpa no começo e depois mostra que vc, no mínimo, SABE que ele não é culpado mas o acusa de qualquer forma, o que faz da sua acusação ainda mais cínica e canalha.

          Vc é daqueles que procura pelo em ovo pra atacar o PT. E não tem pelo mais fácil e cômodo de encontrar do que a falácia da perfeição: Haddad é culpado por não ter resolvido todos os problemas em uns poucos anos. Daí essa bobagem sobre “precisar de 500 anos” – um homem de palha que vc, despudoradamente, constrói.

          E o mais patético é que vc acha que está enganando alguém com esse papo furado.

  • Edu, um dos motivos usados pelo mpl é que uma auditoria feita pela prefeitura (claro que só falam do prefeito) diz que há suspeita de caixa 2 das empresas de onibus. Qual a verdade disso? Você sabe onde podemos ver essa auditoria? Quanto a sempre alegada inocência do mpl nas depredações, como são eles que convocam não seriam responsáveis pelo vandalismo? Acaso poderiam ser obrigados a ressarcir os prejuizos? Grato.

  • Chamar o MPL de vigarista e dizer que é anti PT é injusto e é falsear os fatos. Participei de atos promovidos por eles durante o governo Kassab. E Alckmin. Como leitor e admirador de seu blog, estou chocado com suas posições sobre esse assunto , que ficariam melhor na boca de um reacionário. O foco deveria ser na violência policial, o direito de se manifestar é legítimo. E black blocs são usados como desculpa para a violência da PM.

    • Você não percebeu um detalhe: o MPL já fez protestos contra Kassab e Alckmin, mas não chegava a 50 pessoas. Foi só depois que aquela jornalista da Folha de São Paulo tomou uma bala de borracha no olho, durante uma manifestação ainda pequena, que a mídia golpista incentivou a classe média a se juntar ao MPL e aos black blocs. Os mascarados saíram em todas as revistas e jornais na época, com chamadas elogiosas, conclamando o restante da população a ajudar essa “nova geração” de “jovens que cobriam o rosto para derrubar o governo”.

      Somente quando a Copa estava se aproximando é que a imprensa e a polícia tentaram neutralizar o movimento, condenando e reprimindo todos os seus atos. Mas isso era apenas por vergonha do que o mundo poderia dizer sobre nós. Hoje, até a Eliane Catanhede comemorou a volta da quebradeira.

    • A legitimidade do direito de se manifestar não a imuniza contra críticas.

      Ninguém diz que não deveriam se manifestar. Só que estão completamente errados e são canalhas. E que não deveriam depredar, pois depredação não é manifestação, mas crime que deve SIM ser reprimido e punido pela polícia.

      O cara reclamar de um aumento de ônibus abaixo do aumento do salário enquanto passa sede é simplesmente estupidez e revela a verdadeira intenção do “movimento”, cujo mote “passe livre” é uma desculpa esfarrapada pra atacar a prefeitura, ÚNICO e exclusivo alvo das “manifestações”, mesmo diante do caso do metrô.

  • E se havia algum dúvida, ou algum idiota que ainda o defendesse, de que O MPL É UMA FACÇÃO DE EXTREMA DIREITA, A SERVIÇO DA EXTREMA-DIREITA(NÃO UM BANDO DE INOCENTES ÚTEIS DE EXTREMA-ESQUERDA, MAS DIREITISTAS COM TODAS AS LETRAS, DISFARÇADOS DE “REVOLUCIONÁRIOS”)A REALIZAÇÃO DESSA PALHAÇADA , NUM MOMENTO EM QUE AS PASSAGENS DE ÔNIBUS TEM UM PEQUENO AUMENTO(ACOMPANHADO DO PASSE LIVRE PARA ALUNOS DA ESCOLA PÚBLICA, COTISTAS, BENEFICIADOS PELO BOLSA-FAMÍLIA, PROUNI E FIES), ENQUANTO A CIDADE VIVE UMA FALTA DE ÁGUA E PUNIÇÕES ESCANDALOSAS PARA QUEM ULTRAPASSAR AS METAS DE RACIONAMENTO IMPOSTAS POR GERALDO ALCKMIN(SEM QUE O MPL SEQUER TOQUE NO ASSUNTO, FINGINDO QUE NÃO VÊ O RACIONAMENTO CRIADO PELO NEOLIBERALISMO DO PSDB); EVIDENCIA QUE ESSES “PROTESTOS” TÊM O OBJETIVO SELETIVO DE ATINGIR FERNANDO HADDAD; POR ELE, POR SER PETISTA; INDEPENDENTEMENTE DE QUALQUER COISA DE BOA QUE SUA ADMINISTRAÇÃO FAÇA. OU SEJA, O MPL; BLACK “BOSTAS” E ANIMAIS CONGÊNERES SÃO UMA FORÇA GOLPISTA, A SERVIÇO DA DIREITA E DOS EUA, COMO FORAM GOLPISTAS E COMANDADAS PELOS IANQUES AS “MANIFESTAÇÕES” REACIONÁRIAS DE JUNHO DE 2013, A PRIMEIRA ETAPA DE UMA GRANDE CONSPIRAÇÃO QUE VISOU DERROTAR DILMA(E FRACASSOU), MAS QUE CONTINUA ATIVA TENTANDO DESTRUIR O GOVERNO, IMPEDINDO A PRESIDENTA OU FAZENDO-A SANGRAR ATÉ O FIM DO GOVERNO, E INVIABILIZAR QUAISQUER MUDANÇAS E AVANÇOS QUE NOSSO PAÍS POSSA REALIZAR. Essa é a cara verdadeira do MPL e dos “jovens velhos” que se “manifestam” seletivamente contra o PT e os governantes do partido, principalmente na cidade mais fascista do Brasil, São Paulo; e fingem-se de mortos diante dos desmandos e escândalos do PSDB. Para derrotá-los é preciso mais do que simplesmente pedir para a juventude do PT “abandonar as más companhias”, claro que isso é importantíssimo(não podemos permitir que a juventude verdadeiramente de esquerda seja massa de manobra da direita, assumida e enrustida); mas muito mais importante, na verdade o inevitável aprofundamento dessa postura, é PARTIR PARA AS RUAS, REALIZANDO MANIFESTAÇÕES SEM ASPAS, EM SÃO PAULO E NOS RESTO DO BRASIL, EM DEFESA DA ESQUERDA; OU SEJA, DO PT, (A ESQUERDA VIÁVEL QUE CHEGA AO PODER, VENCE ELEIÇÕES, AINDA QUE FAZENDO INEVITÁVEIS CONCESSÕES, MAS QUE TAMBÉM MODIFICA A ORDEM SOCIAL, POR ISSO É ODIADA PELA DIREITA E PELOS ZUMBIS DA CLASSE MÉDIA QUE TÊM A TARA DOENTIA DE PENSAR COMO PATRÃO); DE SEUS GOVERNOS; DESDE MUNICIPAIS, COMO HADDAD; ATÉ DILMA; E DAS POLÍTICAS E CONQUISTAS QUE O PARTIDO VEM CONSEGUINDO PARA O POVO BRASILEIRO, COMO OS ATIVOS CONCRETOS DESSA LUTA QUE SÃO SEMPRE ATACADOS PELOS CONSERVADORES, ENTRE ELES O ENEM, O LUZ PARA TODOS, A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO; AS COTAS RACIAIS; AS HIDRELÉTRICAS DO RIO MADEIRA E PRINCIPALMENTE A PETROBRÁS, QUE ADMINISTRA NOSSO PASSAPORTE PARA O FUTURO E PARA A TÃO ESPERADA MUDANÇA ESTRUTURAL QUE LIBERTARÁ O BRASIL DE SUA INSERÇÃO SUBALTERNA NO CAPITALISMO INTERNACIONAL(A ALTERAÇÃO DE NOSSA CONDIÇÃO DE NAÇÃO EXPORTADORA DE MATÉRIAS-PRIMAS, E DEFICITÁRIA NO BALANÇO DE PAGAMENTOS, PARA PAÍS EXPORTADOR DE TECNOLOGIA E SUPERÁVITÁRIO, LIBERTO DA NECESSIDADE DE CAPITAIS EXTERNOS); PASSAPORTE QUE ESTÁ NO PETRÓLEO DO PRÉ-SAL, MOTIVO DOS ATAQUES CONSTANTES E INFAMES QUE A DIREITA E OS EUA VÊM FAZENDO CONTRA A EMPRESA, QUE SEMPRE FOI MOTIVO DE ÓDIO DOS CONSERVADORES POR REPRESENTAR UMA CONQUISTA DA SOBERANIA BRASILEIRA SOBRE UM RECURSO NATURAL; MAS QUE AGORA VER EXPONENCIADOS ESSES ATAQUES DEVIDO À COBIÇA ESTRANGEIRA(EUA)PELO PRÉ-SAL. São essas coisas que devemos dizer nas ruas; todos, jovens e adultos; denunciando os que sabotam esse projeto como conservadores; por burrice ou opção mesmo(como no caso do MPL) e explicando para o povo brasileiro que precisa conhecer esses temas, cujo desfecho afetará suas vidas, conhecimento que somente virá com a democratização dos meios de comunicação. Parecem distante tais ambições? Pode ser, mas também parecia distante, em 2013, mobilizar a Sociedade brasileira para eleger Dilma; e conseguimos fazer isso no espaço de um mês entre o primeiro e o segundo turno, devido à ameaça da extrema direita voltar ao poder. É novamente essa ameaça direitista, que nos ronda com o golpismo e desestabilização, que precisa acordar o Brasil, inclusive a extrema-esquerda para que não banque a burra, contra a direita, engravatada e encapuzada, que quer destruir nosso futuro e retornar o Brasil à condição de colônia das multinacionais. Essa é a luta que temos que fazer, garanto que se formos às ruas, esse merdas vão se encolher com medo, como já fizeram no segundo turno, quando enchemos as ruas do Brasil e fizemos os fascistas irem para o armário. É hora de lutar antes que a situação piore e mergulhemos o Brasil numa horda fascista, com o apoio da Globo. Comunique esse fato à Sociedade civil organizada e ao PT, como cada um de nós deve divulgá-lo nas redes sociais, para que do mesmo modo que no segundo turno, as lideranças e organizações nasçam espontaneamente e logo estejamos nas ruas enfrentando a direita com o apoio dos partidos de esquerda. A direita está em plena execução golpista, precisamos destruir o golpe em marcha, antes que ele nos atinja. Os “black bostas”, como antes, não são uma ação isolada, mas parte de um complô que precisamos vencer antes que nos atinja. É hora de nos organizarmos e partirmos para a reação contra o fascismo

  • Em minha opinião, creio e estou apostando que esses moleques que cobrem a cara para fazer arruaça, são nascidos após a ditadura (de triste lembrança).
    Alem de não terem recebido um naco da repressão, seus pais, talvez beneficiários do maldito regime, não lhes contaram a desgraça que isso causou ao povo e ao país.
    Talvez até sejam filhos de torturadores, portanto vítimas da genética que hoje transborda da herança paterna.
    Não sou adepto do “olho-por-olho”, mas gastaria pelo menos saber o que eles
    acham de um “pau de arara”, um “afogamento”, uma agulha sob as unhas, e
    outras ações de tortura, piores.
    Acho até (perdão pelo “achismo”) gostaria que a policia de hoje agisse um “pouquinho” como aquela da fatídica época, agia.

  • “Entrevista de Marta Suplicy ao Estadão” – http://bit.ly/1y5Efzv

    Não, não creio que o PT esteja acabado por conta do desgarramento de uma Marta Suplicy. Mas, por certo, o partido tem coisas mais urgentes para cuidar do que ficar debatendo sobre black-blocs e se sentindo atrapalhado por uns gatinhos pingados feito esses calças-rasgada que gostam de quebrar vitrines.

    A sorte do PT na eleição passada foi ter concorrido no segundo turno com alguém problemático feito Aécio Neves. Certamente as suspeitas de cocainomania não lhe ajudaram, como não lhe favoreceu a derrota no estado em que fez carreira política, Minas Gerais, isso sem falar no fato de, em verdade, o político acusado de não passar de um playboy morar no Rio de Janeiro.

    E se o rival do segundo turno tivesse sido Eduardo Campos, será que Dilma estaria onde está, hoje?

    A ameaça mesmo se encontra por aí, na possibilidade de que surja alguém minimamente palatável fora do eixo PT-PSDB. Nada a ver com “calças-rasgadas” ou usuários de fraudas. Esses meninos, simplesmente, não decidem nada. Eles não detêm poder algum, não mandam em coisa nenhuma. A preocupação com eles é pueril.

    • Em 2018, mandem o ‘sóbrio’ e sombrio ALCKMINTIROSO para jogar com a nossa linha, ok ?! Isso é tudo o que vocês tem !?!? Que pobreza … E o PT é que morreu, né !? Pfffffffffffffffffffffff…..

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

      • ” … o ‘sóbrio’ e sombrio ALCKMINTIROSO com o URUBU do PiG no ombro…”

        “O BRASIL PARA TODOS não passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES – O que passa na REDE GLOBO de SONEGAÇÃO & GOLPES é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

      • Um candidato de outro partido, fora do pensamento binário PT vs. PSDB, poderá surpreender em 2018.

        Resta saber quem terá a coragem de um Eduardo Campos para se apresentar como a tão desejada “terceira via”. Nessas horas a gente nota o quão carente de nomes anda a política, pois é difícil achar uma figura com ousadia e alguma qualidade. Fernando Haddad, p.ex., já é do PT. Márcio Pochmann, idem. No PSDB, vigora um clima de deserto total. Aécio Neves disse, dia desses, apoiar o nome de Geraldo Alckmin para 2018. Governador o qual ainda não sabemos como fará para se safar da seca em seu estado. Fora isso, Marina já mostrou que não tem estofo para a presidência.

        É capaz de o PT permanecer no poder. Sangrando e tudo mais – procurando se esquivar nos bodes expiatórios do jaez desses calças-rasgada-black-blocs.

        A inércia anda grande na nossa política.

    • Se for o governador de SP, ótimo. Para o PT, pelo menos. Mais uma boa chance de continuar por mais quatro anos no Planalto. Quero ver é se surgir outro Eduardo Campos – que não morra pelo meio do caminho.

  • Prezado Eduardo Guimarães,

    A ação política é feita de estratégias. O prefeito Haddad tem de ter clareza que ele está no estado mais reacionário do país, por isso, tem que pensar sempre nos contragolpes antes de agir. Na minha opinião o prefeito não agiu com sabedoria, pois deveria primeiro ter agilizado a implantação da gratuidade a todos que serão beneficiados pelo passe-livre. Depois da concessão do benefício com todos utilizando convidava o MPL para uma reunião e esclarecia sua decisão, ou seja, justificar as dificuldades financeiras que não lhe permitiriam ir mais além naquele momento. Somente após isso é que anunciava o valor do reajuste das tarifas e determinava sua implantação após o retorno das aulas, com os estudantes já gozando dos benefícios da medida, também para não ser cantada como conquista do MPL ou coisa assim. O prefeito ao que me parece tem de deixar de ser ingênuo e ter clareza que está num campo muito minado e tem de trabalhar antes para reduzir as estratégias de manipulação da elite e da direita, incluindo o MPL. É provável que muita gente que esteve nos protestos em São Paulo será beneficiado pela decisão política do prefeito. É provável que haja a orientação dos superiores para a PM de São Paulo baixar o cacete e revoltar as pessoas e fortalecer o movimento contra o prefeito, contra o PT, contra a DILMA, etc. Isso já era esperado, pois a direita de São Paulo está com ranço da derrota e vai querer se utilizar de qualquer fato para atacar o Haddad e seus aliados. Se não agir com inteligência e estratégia cai nas armadilhas da direita paulista. Por outro lado, por que os movimentos sociais de esquerda em São Paulo: CONAN, Movimentos populares, MST, MTST, CENTRAIS SINDICAIS não vão as ruas para fazer um protesto contra o problema da falta de água em São Paulo e as medidas punitivas do governo? Será que estão esperando uma convocação da rede globo ? Por que não se formam grupos de pessoas e não se ajuíza várias ações contra o governador de São Paulo responsabilizando-o pela situação que vive os paulistas com a falta de água ? Fazer esforço para esclarecer a população que o governador é que foi irresponsável e agora quer responsabilizar e penalizar o povo com as multas, quando a culpa é toda dele pela sua má gestão. Divulgar na imprensa progressista para que mais pessoas façam o mesmo, entupindo o judiciário de ações sobre esse grave problema ? Tenho dito que São Paulo não é mais o espelho do Brasil. Aqui por exemplo foi aprovado o aumento das passagem, bem como a gratuidade será semelhante ao que fez o Haddad e o movimento estudantil apenas marcou posição com pouquíssimas pessoas e depois se manifestou considerando um avanço as concessões para o passe-livre. Os paulistas progressistas tem de reagir, senão a coisa vai ficando mais vez mais complicada para a maioria dos paulistas. Um grande abraço Eduardo Guimarães.

  • eu posso falar ..se não me censurarem, claro

    já alguns, pela defesa insuflada, melhor agora calarem-se

    Marta hoje desancou sobre DILMA e o PT

    Correta, concordo, já imaginava, é isso mesmo

    porém, ahhh porém..

    Porém, enquanto ela era SINISTRA da cultura e do turismo tava tudo bem, né ?

    Enquanto viajava pra Parrri, e torrava grana do POVO com doação feita a artistas e DEFORMADOR de opinião pública, via Lei Ruanêê, ali ela ficava quieta

    Quando ela, enquanto prefeita, FORÇOU uma cláusula pétrea (que até hoje o usuário de transporte paga), pra acabar com a bandidagem dos perueiros comandado pelos TATTO, e assinou acordo com a súcia sindical dizendo que cobrador seria profissão extinta, mas garantida pela municipalidade ..ali nem pensar que sairiam críticas verdeiras, ou não ?

    Enquanto ela TRAIU o eleitor de SP ao se eleger senadora e dar de mão beijada o cargo prum anonimo, um desconhecido dirigente do PL do Valdemar da Costa Neto, aí não tinha crise, tinha ?!

    pois é ..

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,marta-critica-dilma-ataca-colegas-e-afirma-ou-o-pt-muda-ou-acaba,1618119

    verdade é que seu ex, por perda de memória, ou das faculdades mentais já foi aposentado pelo povo ..agora só falta ela, por perda de vergonha na caral, né ?!

    • Tradução: o que ela fez enquanto era PT era errado, pois tudo o que o PT faz o é por princípio.

      Mas malhar o PT depois de sair dele é 100% correto e merece loas.

      Rocamboli, o transparente.

    • No mês de julho acaba definitivamente a água, viu? Ah bom, vocês já estão com o discursozinho na ponta da língua: a culpa é do PT, pois Genoíno e Dirceu roubaram o dinheiro da sabesp e coisa e tal. Também, com um monte de trouxas pra acreditar…

      • meu discurso já publiquei

        Aponto como MAIOR fator a SECA extemporânea que enfrentamos a 3 anos (2013/14/15).

        Responsabilizo NOSSA sociedade e a humanidade por terem colaborado com estas ilhas populacionais desprovidas de parques e de árvores ..com estas imensas áreas de calor ..por estas montanhas de lixo que criamos e com as florestas que devastamos.

        SIM, responsabilizo tb todas as Instituições envolvidas que, sabendo, não nos alertaram a tempo, ou deram de ombros diante das perspectivas (Universidades, Centros de Pesquisa, Inúmeras empresas de abastecimento e agencias, federias, estaduais e municipais)

        Claro que sim, responsabilizo sim em parte, MAS JAMAIS do TODO, os governos estaduais dos tucanos, em especial Alckimin, que não é técnico da área

        ..inclusive não descarto a possibilidade de os mesmos terem sido levados a erros por seus assessores, como foi com COVAS que ao aprontar a ultima etapa da Cantareira, antes de ficar doente, JUROU que SP não enfrentaria tão cedo problema de escassez ..só que não

        Enfim, erros e equívocos todos cometemos, mas as providências posteriores é que contam

        ..por exemplo, mesmo sabendo deste drama DESDE meados de 2013, eu não vi praticamente NENHUM movimento positivo e pratico partido das Instancias Federais até uns 3 meses atrás

        ..governo federal que mesmo sabendo que o problema era grave, que atravessa alçadas e fronteiras, rios e represas de diversos estados, parece que tentou empurrar o ÔNUS só pros tucanos (que inclusive já agem publicamente desde mar/14 ..há quase um ano) quem sabe na esperança de culpá-los pela desaceleração que poderia se seguir na economia, ou a revolta que se daria perante a população mais desavisada.

        Reitero, se este país fosse meu, eu já teria atacado, com ajuda dada engenharia do Exército, o problema da segurança hídrica (tanto pra água de beber, como pra produção e/ou energia), interligando rios e mananciais por todo país ..mas parece que mesmo sendo objeto de atenção da DILMA quando foi ministra da energia e da casa civil, parece que aqui também, assim como com a Petroleira, a “nossa” gerente papou MOSCA e nos fez perder mais tempo (preocupada talvez em turbinar a produção de carro, maquiar o PIB, mesmo que a custa do endividamento das famílias, claro)..

        ..aliás, que o diga as idas e vindas na política de tarifas da energia né? ..estas que corroboraram pra que hoje as empresas ficassem novamente endividadas e dependuradas nas tetas da pátria.

        qual seja, colega, pra mim neste tema não tem efetivamente um culpado, mas difícil seria falarmos em haver inocentes, ainda mais quando os atores já nos comandam a mais de uma década.

        • Cara, que ridículo. Vc diz que culpa apenas parcialmente o Alckmin, que “pode ter sido levado ao erro” ou “se equivocado” por causa de outros (tadinho! dá uma medalha logo pro canalha, caraca!), e depois desanca a lenha no governo federal! Esse, sim, vc culpa – e não pela omissão, mas por uma comissão que vc SUPÕE ter existido, na sua cabeça fertilizante.

          Rocamboli, vá ver se tem água na Cantareira, vai.

  • Penso o mesmo, caro Eduardo. Acho uma asneirada que não leva a nada. Morava em Porto Alegre na época das manifestações de 2013, e só o que vi foi pixações, quebra de lojas, atraso de ônibus. A prefeitura na época revogou o aumento, mas sinceramente não consigo de ver de forma positiva esse movimento.

    • Nunca me ocorreria isso porque vi esses protestos de perto. Aliás, nem os líderes desse movimento negam que os black blocs e outros tarados iguais integrem suas hostes.

  • Esses moleques estão nas ruas também por ódio ao PT, matou na mosca! E a direita aproveita isso para ensinar que a esquerda (ou seja, o PT) é que faz arruaças e promove a violência, e não quem sai às ruas atrás do Lobão para pedir a volta da ditadura militar.

    O PT está sem saída. É provável que, quando a água acabar de vez, black blocs e coxinhas saiam às ruas contra a Dilma, pois a revista Veja ensina que a culpa é dela, por causa do desmatamento na Amazônia.

    A imprensa deixou de destacar essa marchas por causa do terrorismo na França, mas coisa muito pior ainda vai cair no colo do governo, do PT e da Dilma.

  • o prefeito haddad errou feio nesse aumento.

    é muito cara a tarifa em sp – Montevideo e Buenos Aire é por volta de 2,5 reais.

    abaixo o impacto do aumento no salário do trabalhador pobre.
    http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2015-01-11/paulistano-trabalha-4h-a-mais-por-mes-para-pagar-nova-tarifa-de-transporte.

    além disso, mais uma vez, deixou o governador se esconder atrás dele. e abriu caminho para aumentos nas cidades vizinhas

    lamentável. depois perde a eleição e coloca a culpa no conservadorismo de sp.

    perde porque não escuta as bases.

  • Os filmes e suas continuações : ” O silêncio no segundo mandato ” , ” Como dizer não à comunicação 2 ” ,
    ” A negação da política 2 ” , kátia e Zé das Couves , estrelando ” Uma escolha pessoal ” . Todos com produção do governo federal. Caso não tenhamos outros roteiros e de fato nova direção , o pessoal vai começar a sair da sala. Ver mais do mesmo?

  • Edu, como você anunciou, começou o 2.o Passe Livre fashion, evento patrocinado pela esquerda”s kid. A passarela principal é a Av.Paulista,onde desfilarão os blacs, coxinhas, passelivristas. bolsonaristas. Parece que a exclusividade da transmissão será da Globonews, mas Sherazade e Lobão terão participação especial.A estrela do evento será………centavos. Enquanto isso, o PIG trata a esquerda como escória ,e esta se cala.

  • esse movimento é um esforço para levante contra a presidente, não pense que é por causa de preço de passagem, por detrás desse movimento a partido politico, querem desgastar o governo geral, se quisessem protestar olha a falta de agua em S P, esses coxinhas votaram no Alckmin,

  • Alguns outros aspectos relevantes devem ser considerados. Um deles, o de que o prefeito de SP implantou o passe livre para 505 mil estudantes da rede pública e de baixa renda da rede privada. Não é pouca coisa. E se considerarmos que o trabalhador assalariado tem direito ao auxílio transporte, que garante o desconto de no máximo 6% do seu vencimento básico, veremos que um contingente não muito expressivo sentirá o peso do aumento das tarifas, que foi abaixo da inflação.

    Por isso concordo com este foco dado por Eduardo Guimarães, de que a prioridade é a qualidade do transporte público. Consta ainda, segundo pude observar nos informes oficiais da Prefeitura de SP, que serão entregues mais 1.000 ônibus novos equipados com ar condicionado e wi-fi. O que é uma boa. O movimento deveria dar mais ênfase a este aspecto, da qualidade e da quantidade do transporte coletivo, que deveria ter total prioridade.

    No que tange às manifestações, considero-as legítimas, apesar dos excessos. Numa democracia temos que conviver e aplaudir as manifestações, não importa que sejam direcionadas para este ou aquele problema, contra este ou aquele governo. Os excessos devem ser tratados como tais, ou seja, com o rigor da lei, embora neste caso, pelo que se percebe, não tenha havido adesão muito grande nem de manifestantes em geral, e menos ainda de pessoas ligadas aos grupos black bloc.

  • Cresce o número de jovens que não estudam nem trabalham no Brasil – El Pais (http://bit.ly/1A68rc0)

    Trecho: “Os quase 10 milhões de nem-nens no Brasil possuem diferentes perfis. Dentre eles, há quem tenha decidido parar os estudos e o trabalho, para dar um respiro, viver um período sabático e repensar a vida profissional.

    O publicitário Fulano de Tal, de 29 anos, resolveu parar tudo em novembro do ano passado, após 3 meses “de trabalho exaustivo” na campanha eleitoral de um dos candidatos ao Governo de Minas Gerais. “Pretendo voltar a trabalhar só em março. Já fiz uma viagem de 20 dias para o Sul do Brasil, estou agora 40 dias no Sudeste Asiático e, quando voltar, ainda quero mais duas semanas em Jericoacoara”, conta o publicitário, que está financiando esse momento de descanso com algumas economias e o salário do último emprego.

    Mais do que umas férias prolongadas, Martins quer aproveitar o período para repensar a carreira, adquirir “mais repertório” e tentar novos rumos em 2015. “Uma nova agência, uma nova cidade, outra função dentro do mercado de comunicação. Tudo isso junto ou nada disso. Ainda estou pensando”, explica o publicitário que, enquanto se decide, resolveu deixar todos seus pertences na casa do pai.”

    ***

    Comento: Lidar com a juventude é algo complicado ao extremo. O fato é que, no exato momento em que os rapazes-revolucionários (só que não) estavam quebrando essas vidraças pela rua, havia um outro tropel de jovens, silenciosamente, fazendo uma revolução via livros – estudando, quietinhos, em casa ou na biblioteca da faculdade. Esses, dos papiros e do silêncio (e da casa e das bibliotecas), é que decidirão os rumos do Brasil dentro de uma ou duas décadas. E não esses calças-rasgadas-black-blocs, NEM-NENS, em muitos dos casos, aos quais dão desmerecida atenção, o que só a vontade de possuir um bode expiatório pode explicar.

  • Eu discordo do texto. Entendo que a luta deles é justa, e a representação parlamentar se mostrou corrupta. Portanto, se faz necessário uma participação mais ativa na politica da população. Todo movimento esta sujeito a excessos, e não se pode usar esta desculpa para criar leis de exceção, de triste lembranças para o pais. Os governos estaduais e municipais se mostraram surdos aos reclamos da população e extremamente zelosos aos dos empresários, criando assim uma situação de injustiça social (isto vindo muitas vezes de governos ou partidos ditos populares), um verdadeiro barril de pólvora. O próprio prefeito de são Paulo , Hadad , tinha dito que 90% dos custos do transporte era bancado pelo povo ( desconfio destes números acho que são 110%, mas… enfim). Portanto se é o povo que banca e para as empresas o custo é próximo de zero, não vejo o porque de não tornar o sistema de transporte realmente publico, assim como o sistema de saúde. Pois, transporte é um serviço essencial tanto quanto a saúde.

    • Nada além de frases feitas e palavras de ordem. Vocês fortaleceram a direita como nunca. Depois, quando veem que a direita vai ganhar, correm pra baixo da asa do PT

  • caraca ..o que foi aquilo ?

    protestar contra o terrorismo, ignorância e fanatismo (até aqui tudo bem) ..mas dar as mãos a Benjamin Nethaniel ?

    que tem? loco ??!!

    • Olha, JAMAIS EM MINHA VIDA, eu diria o que vou dizer: com certeza, você, ROMANELLI, tem razão. ncrível que os poderosos, que forjam guerras, que massacrarm paises indefesos, protestem contra o terrorismo, abraçados ao assassino de crianças palestinas. O que é isso???

  • O tempo é o senhor da razão.
    Por volta de Junho os principais reservatórios de São Paulo terão secado.
    As atitudes, pensamentos e reações começarão a se assentar…
    É só sentar e esperar.
    Não há mal que dure para sempre.

  • A história ensina; No Brasil, quando o povo teima em eleger quem não reza na cartilha da elite, FMI, Mercado financeiro,EUA: É golpe!! No Brasil já são 12 anos. Elles não estão mortos.

  • É Edu, acabei de ler no Nassif um relato de uma manifestante colocando os MPL como vítimas do “estado repressor”. E olha que ela cita os Black blocs e não dá uma opinião sobre a depredação promovida por eles.

  • Vou aproveitar e tentar comentar, mas sobre os Black Blocs, essa semana que passou foi reveladora. Revelou forças conservadoras dentro da militância de esquerda e do PT que apoiaram, sem escrúpulos e mostrando total despreparo político e intelectual, esta revista francesa com seus ataques pueris que levam extremos a se chocar.

    O que achei curiosa na posição desse pessoal saudosista da época da guerra fria e ditadura (não é só a direita que tem olavetes, esse pessoal vive reduzindo a história da resistência à ditadura à luta armada na mesma, reproduzindo o discurso da extrema-direita ou justificando, de forma infantil) é que boa parte deles malharam, desceram o sarrafo nos BBs, PSOL e cia mas defenderam de forma ridícula uma revista pra impor uma opinião à maioria pois se tornaram algo minoritário na esquerda. Gente com tique autoritário posando de “defensor da liberdade de expressão”, sabe-se lá o que eles entendem por isso (vai ver que é a liberdade da Veja mentir e sabotar o país). Liberdade sem justiça e dignidade são só palavras vazias, sempre entendi a coisa por esse prisma.

    É um pessoal incoerente que ficou sem norte, defenderam o “PSOL francês” (a revista francesa que adora estigmatizar árabes franceses, reforçando a xenofobia e islamofobia na França e Europa) enquanto davam piti contra os Black Blocs no Brasil. Senti vergonha desse pessoal, mas muita vergonha mesmo. E o pior, fazem estrago, são perfis com muita gente adicionada que prefere seguir “gurus” a discutir política de igual pra igual, e esse pessoal se vale disso pra impor certas agendas (isso é fruto da falta de política de comunicação do PT e do governo).

    Os Black Blocs precisam ser expulsos de passeatas pelo povo, e não por essa PM do Alckmin.

    Mas repare nos fatos: a área de ação deles se dá em Rio e SP (capitais), porque a mídia tá em cima e é onde o PSOL, PSTU, MPL e cia conseguem arregimentar gente pra compor esses protestos.

    Este Movimento Passe Livre tem uma postura ridícula e uma conduta de quinta-coluna visível, nunca miraram o metrô de SP que é transporte público e atrelado ao governo de SP (pode me corrigir se eu estiver errado). Eles miram o transporte de ônibus que é responsabilidade da prefeitura e deixa o Haddad em evidência negativa.

    Fora que essa proposta deles não serve pra coisa alguma, pra bancar passe livre o estado/governos precisam pagar subsídios pras empresas de transporte que continuariam/continuam oferecendo um serviço porco pra população. O MPL ao invés de ser solução é de fato um problema pois mobiliza gente pra discussões equivocadas sobre transporte público. Nunca vi essa quinta-coluna porraloca falar de estatização de transporte público ou ampliação de metrô etc, o negócio deles é usar a questão da tarifa pra acirrar os ânimos da população, pois é algo de fácil percepção e que atinge muita gente.

    Caberia à esquerda de fato confrontar esse grupo e apresentar alternativas de fato ao problema como as que eu citei acima, se não quiserem ficar reféns desse tipo de grupo chantagista e oportunista.

  • Caro, já que você foi o unico que disse o que todo mundo sabe nas ruas, há muito tempo, vou falar aqui.

    1) … o povo de paninho na cara so anda com o MPL, já tentaram outras manifestaçõa mas foram banidos. Eu nunca vi o povo de paninho na cara ao aldo dos movimentos organizados: de moradia, de luta pela terra, indigena, etc.

    2) … vou falar da minha experiencia: eu acompanho há mais de decada manifestações de movimentos organizados, Tenho foto e video em alguns estados, entrevista com lideres, documentarios e tal. Faço porque quero, gosto e compartilho. Não sou filiado a nada e não mercantilizo meu trabalho de audio, video e imagens. Pois bem, eu não tenho estomago para fotografar o MPL simplesmente porque ali encontro pessoas esnobes, metidas a “herois”, que se sentem ofendidas em serem fotografadas em plena manifestação e parecem ter medo de dar entrevistas, embora o façam vez ou outra. Quem está na rua sabe do que falo, espero que me entenda.

    3) Nas manifestações de julho de 2013 eu estava longe dos grande centros e tive dois sentimentos: a) que bom o povo saiu as ruas como eu sempre quis!!! ; b) em pouco tempo percebi: se a sociedade e conservadora o conservadorismo moralista saiu as ruas em peso. Estou convencido hoje que a maioria conservadora saiu as ruas.

    4) … de todas as manifestações do MPL que eu fui (umas 3 ou 4, não lembro bem pois estou sempre nas ruas, passo bom tempo no centro e me deparo com as manifestações as vezes sem preparo previo, o que me da condições de entender e sentir coisas que jornalistas demoram para compreender isso qd compreendem) aconteceu a mesma coisa: 1) na concentração tem alguem falando, o discurso é violento, os de paninho na cara chegam e fazem alguma coreografias para humilhar o policial – e nao a Policia como istituição – enquanto alguns do MPL discursam e evitam fotos e entrevistas, a nao ser para comparsas. 2) a passeata começa com a linha de frente segurando uma faixa a frente onde todos tem que ficar atras da faixa. 3) dizem que nunca tem “liderança”, mas e mentira, e facil identifica-los e estes tem nome. Agem de forma autoritaria, é bizarro, pois nem sao conhecidos na região e pensam que sao donos da rua nesta hora, os de paninho na cara vão a frente e ao andar da passeata começam a se separar do grupo. 4) O pessoal da frente que se diz do MPL em determinado momento aperta a fila, acontece um certo desconforto e aperto. 5) Tudo isso acontece com a PM e o Choque etc ali ao lado. 6) Chegando perto do fim da passeata ou se dirigem para local nao combinado ou os de paninho na cara se afastam e começa a quebradeira. É facil saber com antecedencia de algums minutos que issso vai acontecer se vc e bom observador e tem experiencia como eu e a PM, muitos inocentes uteis são pegos desprevenidos. 7) No começo, nas primeiras manifestações a policia espera a quebradeira se animar para assim começar as apreensões. 8) Tudo isso acontece na linha de frente onde o povo do MPL esta, por isso mentira que nao colaboram com o circo armado. 9) Parece que apolicia esta esperando o sinal, a deixa e então partem para as apreensões aleatorias, tocando o terror. 10) Todo mundo corre, alguns são presos, os de paninho na cara e os do MPL somem. 11) A midia dita progressita tem suas limitações, desconhecem as ruas e na boa mas fazem parte do mesmo nicho estetico atisvistico cultural de classe descolado dos de paninho na cara e do MPL.

    • Eu não faço parte de grupo nenhum. Criei meu próprio movimento em 2005. Nunca recebi orientação de ninguém. Até me aproximei de blogueiros progressistas, mas não tenho nenhuma simbiose com ninguém. Vejo tudo isso que você escreveu e não considero que exista ativismo sério nesse sentido. Não há propósito nessas manifestações pela passagem grátis. Sabem que é impossível. Querem apenas marcar posição política, amealhar massa de manobra. Não colaboro com essa safadeza.

  • Eles estão mais preocupados com os 0,20R$ do que com a greve dos professores, do que com a falta de água, o surto da dengue.São reaças travestidos de revolucionários.E o pior de tudo, nunca nem andaram de ônibus.Eles acabam confundindo a galera progressista, os inocentes que provam o veneno do escorpião.Vale lembrar, que a esquerda infantil, de butique, Tb estavam na manifestação da marcha da família com Deus, que culminou no golpe de 64.Elas são bastantes perigosas e prejudiciais para o Brasil.ACORDA ESQUERDA VERDADEIRA!

Deixe uma resposta