Ataques a Dilma ilustram a grave situação da mulher no Brasil

Opinião do blog

Com o recrudescimento da disputa eleitoral, vai ficando clara a antevisão do presidente Lula ao indicar uma mulher para a sua sucessão. O tipo de ataque que Dilma Rousseff vem sofrendo ilustra bem a situação da mulher no Brasil. Elas continuam sendo alvos de preconceito e de violência por parte dos homens em pleno século XXI.

Segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo do último dia 4, “Em dez anos, dez mulheres foram assassinadas por dia no Brasil, média que fica acima do padrão internacional”. Os dados foram extraídos de estudo intitulado Mapa da Violência no Brasil 2010, realizado pelo Instituto Zangari, com base no banco de dados do Sistema Único de Saúde (DataSUS).

“Entre 1997 e 2007, 41.532 mulheres morreram vítimas de homicídio – índice de 4,2 assassinadas por 100 mil habitantes. Elas morrem em número e proporção bem mais baixos do que os homens (92% das vítimas), mas o nível de assassinato feminino no Brasil fica acima do padrão internacional”, diz a reportagem.

“Quanto mais machista a cultura local, maior tende a ser a violência contra a mulher”, afirmou a psicóloga Paula Licursi Prates, doutoranda na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, que realiza estudos sobre homens autores de violência.

Já no âmbito das condições de trabalho, a diferença nos ganhos de uma mulher e de um homem continua grande no Brasil, segundo indicou o índice de desigualdade entre os sexos, publicado pelo Fórum Mundial de Economia em 2008. O salário de uma mulher é, em média, 58% do que ganha um homem.

Socialmente, a mulher continua sofrendo preconceitos no que diz respeito à sexualidade. Isso fica claro na charge insultuosa do cartunista Nani que o blogueiro da Folha de São Paulo, Josias de Souza, publicou recentemente, que retratava Dilma como prostituta por seu partido estar fazendo alianças políticas com partidos que sempre tiveram diferenças ideológicas com o PT, como o PMDB.

Apesar de o candidato José Serra ter se aliado a um inimigo histórico do PSDB, Oréstes Quércia, quem motivou a formação do partido social-democrata nos anos 1980, nem por isso fizeram uma charge dele como garoto de programa.

Isso ocorreu com Dilma porque o preconceito sexual sempre foi usado para atacar mulheres devido ao machismo brasileiro, que não as considera donas do próprio corpo e com direitos como os dos homens para exercerem livremente suas sexualidades.

Com efeito, o homem que tem múltiplas parceiras sexuais é considerado “garanhão”, enquanto que uma mulher, se em períodos menores de tempo tiver mais de um parceiro, logo será chamada de prostituta ou de termos análogos.

Ao ler os comentários dos leitores do blogueiro da Folha que concordaram com a retratação de Dilma como prostituta por seu partido ter se aliado ao PMDB, pode-se ver um nível de violência retórica que contra homens não é usado.

Um dos insultos que os leitores de Josias satisfeitos com seu ataque à candidata do PT  mais usaram, foi “mocréia” – basta ir ao blog dele e ler os comentários para constatar. Indo ao dicionário (Houaiss), constata-se que até insultos para descrever mulheres consideradas “feias” ou “velhas” foram criados:

MOCRÉIA

■ substantivo feminino
Regionalismo: Brasil. Uso: informal, pejorativo.
mulher muito feia e/ou velha; bruaca

Não existem termos pejorativos como baranga, bruaca, bagulho, canhão etc. para descrever homens feios ou idosos. Para mulheres, não se enquadrarem nos padrões de beleza que a mídia cria para elas ou não serem jovens, é considerado demérito.

Sem base em nenhum fato concreto, também a capacidade de Dilma como gestora é posta em dúvida de uma forma inexplicável, pois se trata da principal gestora de um governo que ostenta avaliação positiva por parte de quase 80% da sociedade, segundo todas as pesquisas.

A quebra de um paradigma elitista de classe representado pela eleição como presidente de um operário sem curso superior foi o primeiro passo que um país atrasado socialmente como é o Brasil logrou dar. A eleição de uma mulher será o próximo, se ocorrer. Restará elegermos um negro presidente. Mas essa será outra história…

55 comments

  • Obrigado por transformar a pauta negativa que a midia tenta nos impor, em uma analise reflexiva do que possamos ter introjetado de preconceito da mulher. O bem superficial é quando brincamos com um "aposto que é uma mulher" sobre a condutora do veiculo. Não era mulher era um "velho"! De um saimos para outro. Estamos a caminho para superar isso de vez, espero, com a eleição de Dilma.

  • Engraçado, o Josias é recorrente neste tipo de atitude. Em outra oportunidade ele descreveu Dilma e Marta com 'barangas'. A gente pode entender como machismo, mas com o Josias pode ser ciúmes de origem homosexual juntados à sua opção política.

  • O governo FHC foi um fiasco e o José Serra foi ministro durante quase 8 anos, mas ele é tido pelo PIG como um economista competente, o que na verdade ele não é nem uma coisa nem outra. A Dilma foi ministra, tambem por quase oito anos, do governo Lula. Um governo com 95% de aprovação e de um sucesso reconhecido até no exterior, mas a Dilma é tratada no PIG como uma pessoa sem experiência e de pouca capacidade. o nome disso é preconceito contra a mulher junto com manipulação eleitoral. DILMA 2010.

    • Não têm nada a dizer favorável a si. Não podem comparar suas realizações com as dela. Só lhes resta o ataque pessoal e rasteiro, dentro do seu nível.

  • Obrigada pela análise, muito pontual e necessária. Falta coragem para enfrentar a violência de gênero no Brasil. A própria mídia tradicional jamais relaciona casos de assassinatos de mulheres que ganham dimensão nacional (vide Eliza and Mércia) com a endêmica violência de gênero e as atitudes machitas de dominacao e poder. Abs e obrigada

    • Penso que eleger a primeira mulher presidente éo primeiro (grande) passo. Resolver os problemas dependerá de muito esforço, que empreenderemos – mas será um processo.

  • Eduardo,
    Eu te mandei um email hoje e recebi hoje mesmo a resposta sua, estou te falando no blog para ter certeza de que a pessoa que estou conversando por e-mail é você ou uma das pessoas responsáveis pelo MSM.
    Abraços,
    Neide Guerra

  • Eduardo:
    Recordas do uso da Miriam Cordeiro pelo Collor?
    A Direita repete os mesmos métodos.
    Como disse o Carlão em "O 18 do Brumário": "A História se repete a primeira vez como tragédia; a segunda como farsa".

  • Eu posso dizer, então, que o jozias (com z de brazil) é barango e bruaco.
    Se não existe, inventei agora.

    E ele também é um bagulho e um canhão. Essa não precisa inventar, já dá certo.

      • Pôxa, assim você esta tripudiando de vários camaradas desprovidos de couro cabeludo, vou processar, embora eu não seja, digamaos, careca!!!

    • O sr. JOSIAS LEWINSKY DE SOUZA é outro representante de primeira hora do LEWINSKYANISMO, cujos maiores expoentes no setor de divulgação são os indignos REINALDO LEWINSKY AZEVEDO e DIOGO LEWINSKY MAINARDI. Lembrando sempre que o LEWINSKYIANISMO é aquele movimento que gosta de falar de boca que cheia que devemos cais de quatro diante dos interesses do Bil Clinton, digo, do Tio Sam.

      "O BRASIL

  • Realmente há muito machismo no PIG, mas sabe por quê? Porque o PIG representa tudo de atrasado na escala de progresso de uma sociedade, ele é contra as mulheres (desde que tenham atitudes e competência – mulherzinha eles gostam), contra negros, contra pobre, a favor da concentração de rendas, de terras, é a favor do imperialismo americano, é neoliberal etc. Apoiam os políticos mais retrógrados deste país. Então, nada mais natural ele ter este perfil machista porque machismo é atraso.
    Mas o "poste" Dilma vai dar uma traulitada nestes botocudos em outubro que eles não vão saber nem de onde veio, nem para onde vão. Vai ser muito engraçado rs,rs,rs

  • Hehehehehe, enquanto Dilma vai pra casa de Dona Lily Marinho tomar champanhe Don Perignon (de 700 paus a garrafa) servida em taça de cristal por garçons de luvinhas brancas a capataziada daqui prossegue na sua gritaria de sempre: “Rede Globo golpista!!”. Por isso eu me divirto com tudo isso.

    • Acho que você, pistoleiro de aluguel, acha que Serra, nos seus convescotes com os filhos do capo global que foi ter com o capeta, come sanduiche de mortadela. Custo a acreditar nas idiotices que vocês usam para tentar desmoralizar Lula, Dilma… Não admira ele ter 80% de aprovação e ela estar disparando nas pesquisas. Com adversários como vocês, é até covardia.

    • Ó Sebastião, ou seja lé qual for seu nome, você já ouviu falar em democracia? No contraditório? Em política?(Não escrevo essa que seus pares demotucanospepessitasverdinhosudenistas andam perpetrando e perpetuando) Explique-me como um governante de esquerda, irá conseguir administrar um país capitalista, aonde suas riquezas são controladas por grande parte dessas pessoas? Só falando um palavrão mesmo!! Mas ocê num vai me tirar do sério, minha mulher querendo discutir relação às 2 da madruga não me tira, vós mecê muito menos, tchau!

  • A blogosfera não pode deixar cair no esquecimento o "conselho" do Serra ao Indio Quem, de que trair a mulher pode, mas com discrição. É claro que, para eles, o mesmo se aplica ao povo brasileiro.

  • Serra é misantropo e misógino. Despreza até sua esposa. No episódio que recomenda ao seu índio pit-bull a ser discreto com as amantes, ele mostra o que pensa e que nível de respeito tem pelas mulheres. Porque nenhum repórter perguntou à Da. Mônica Serra o que ela pensava disso ? Não entendo porque as mulheres são maioria dos seus eleitores nas pesquisas. Talvez quando elas forem expostas ao pensamento do truculento e grosseiro zé ladeira sobre as mulheres elas mudem de idéia.

  • Pessoal,

    Peço que vocês não esqueçam que era o Serra que acobertava os encontros do 'Garanhão" FHC com a reportér da Globo. Isto demonstra bem o seu comportamento, aliás não sei qual a base para falar que ele tem a preferência do eleitorado feminino.

  • Antes de falar sobre esse texto, gostaria de responder a uma observação sua em um comentário anterior meu, afirmando que, em seu atual Sistema de Comentários, era possível enviar um texto longo em um único comentário. Infelizmente não é possível, Eduardo, já tentei fazê-lo inúmeras vezes(nos 3 computadores que uso para acessar este espaço, meus desk e lep top, e o computador do trabalho)e em todos o seu Sistema dize que "o cometário está muito longo, tente dividí-lo em mútiplos comentários". Se não fôsse isso, adoraria não partir meus comentários. Ainda quero lembra que o problema da "ordem dos comentários"(os mais antigos ficam na frente)continua; e que seu sistema também limita o número de caracteres que pode-se usar para escreve o nome.

    • Carlos, tem uns comentários mais longos sendo postados. Na verdade, nunca tentei. Mas como tenho visto comentários mais longos, dei essa sugestão. Agora, para a ordem dos comentários, veja se para você, antes de começarem os comentários, logo após o textok, aparece o link “ULTIMA ATIVIDADE”. Se aparecer, clique nela que a ordem dos comentários será invertida.

  • Quanto ao texto, você está certíssimo. Ainda é muito oprimida a condição da mulher no Brasil, vitimada até mesmo por violência, e essa condição de inferioridade salta aos olhos quando vemos o tipo de ataque feito a Dilma, baixezas destinadas a desmoralizá-la por sua condição feminina, construídas a partir dos preconceitos machistas que continuam vigorando em todo o Brasil e são utilizados sem o menor pudor pelos cães-de-guarda dos barões da comunicação deste país, capachos inescrupulosos capazes de tudo para atender ao sonho de seus amos de impedir a cada vez mais inexorável vitória de Dilma Contudo, sem querer de forma alguma diminuir a gravidade das canalhices que Souza e sua turma de pistoleiros midiáticos desferiram covardemente contra da ex-Ministra, ainda mais grave é a condição da mulher nas classes pobres, a qual é atingida pelo mesmo machismo, agravado pela miséria e pela dificuldade de acesso aos meios para proteger-se. Continua…

  • Recife é uma das cidades q mais se matam mulheres no Brasil.e muitos homens ainda são retrogrados demais como:não deixam mulher procurar trabalho(ouvi isso recentemente.e o cara q falou se orgulha disso).mas,o homem brasileiro(eu inclusive)tem medo dessa"mulher independente".nada contra elas terem independencia mas,isso assusta e muito os homens brasileiros.mentalidade ultra-ultrapassada!

  • Olá, Edu. Sei que você não é economista, mas teus pitacos costumam acertar mais do que os de muitos economistas (mesmo os da blogosfera). Então, se possível, me diga se a argumentação do Kupfer abaixo, do Estadão, faz sentido ou não.

    José Paulo Kupfer

    É possível que, no último trimestre de 2010, a economia não cresça mais de 0,2%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Quando um novo presidente assumir o governo, a atividade econômica, nesta comparação, estará rodando a míseros 0,8% anualizados – um ritmo de recessão. Com relação ao trimestre anterior, a taxa anualizada daria acomodados 4%.

    Considerando o ano civil cheio, no entanto, o crescimento de 2010, em relação ao ano de 2009, poderá ser pouco inferior aos “chineses” 7% agora previstos e que tantas preocupações provocam nos especialistas em projetar o passado. Quem olha para frente observa que os “riscos” de um crescimento “chinês” – para o Brasil e até mesmo para a China – são cada vez menores.

    • Que a economia está se esfriando, disso não tenho dúvida – não só pela taxa de juros, mas pelo cenário mundial. Daí que, seja quem for o novo presidente, terá que saber lidar com uma certa frustração no primeiro ano do novo governo. Se o eleito for Serra, acho que a coisa pode ficar feia. A sociedade achará que ele terá sido o responsável pela situação, quando nem ele, nem Dilma terão qualquer responsabilidade pelo problema. Há, inclusive, algumas previsões catastróficas para a economia mundial. O lado bom da história é a de que se a situação mundial piorar de novo, poderá encontrar um Brasil totalmente arrumado. Por fim, acho que o tal Kupfer pesou um pouco a mão. Agora, reze para Serra não se eleger, pois todos sabemos o receituário tucano para crises.

  • (Cont.) A projeção acima pode ter ares de ciência econômica sofisticada, mas não passa de um reles e banal exercício aritmético. Valeu-se apenas da hipótese de que o crescimento já estimado pelos oráculos do mercado para o segundo trimestre de 2010 – algo perto de no máximo 1%, em relação ao trimestre anterior – poderá se repetir a cada trimestre seguinte. Mero cálculo de porcentagens. Mas faz sentido.

    Depois do crescimento de 9% no primeiro trimestre sobre o mesmo trimestre do ano passado, a economia parece ter andando, no segundo tri, a uma velocidade de 7% sobre o segundo tri de 2009. Mantido o ritmo de 1% sobre o trimestre anterior, no terceiro tri de 2010, o avanço será de 5,8% sobre o terceiro trimestre de 2009. E não passaria de 0,2%, na comparação do quarto trimestre de 2010 com o quarto trimestre de 2009. Também, neste quarto trimestre de 2009, o crescimento sobre o trimestre anterior foi forte: 2% (e 4,3% sobre o quarto trimestre de 2008)

  • Meios que, fazendo parte dos serviços públicos essenciais, têm seu acesso dificultado para os mais carentes em nosso país. Nessa realidade, a opressão sobre a mulher, que atinge todas as mulheres, independentemente da classe social, é aumentada exponencialmente em suas consequências nefastas, devido ao abandono e à desassistência que, mesmo com o vertiginoso crescimento que a proteção social do Estado teve no Governo Lula, ainda acontece claramente, principalmente no acesso aos sistemas legais de proteção. Some-se a tudo a "visão" machista, tão alimentada pelos meios de comunicação, que enxerga a mulher como um objeto sexual(ao mesmo tempo em que nega-lhe o exercício pleno da sexualidade); um candidato conservador que acha "natural" que seu vice, homem, tenha amantes(não acharia se fôsse uma mulher e com isso explicita a visão do patriarcalismo-coronelista de onde se origina)e teremos a explicação do quanto Lula foi genial e revolucionário ao levar uma mulher a tornar-se a próxima Presidente do Brasil.

  • (Cont.)O resumo da planilha é que, entre outros motivos por causa da base de comparação, deve ocorrer uma inversão de ritmos no crescimento da economia entre 2009 e 2010. O ano passado começou no vale e foi escalando a montanha. Agora, a atividade econômica faz o caminho de volta.

    Com as altas nas taxas de juros já concretizadas em 2010, a parte das expectativas, na contenção do crescimento “insustentável” que os projetistas do passado vinham desenhando, já parece atuar como freio no ritmo de atividade do presente.

  • (Final)É de se esperar que o impacto direto da contenção monetária, no ritmo de atividade futura, comece a se fazer sentir nos próximos trimestres. Não é impossível, portanto, que o crescimento de 1% de um trimestre sobre o anterior, aplicado no exercício acima, se mostre otimista. Se assim acontecer, teremos diante de nós um aparentemente estranho mundo em que, no mesmo momento em que se fará o anúncio de um crescimento “chinês” no ano encerrado, a economia poderá se encontrar, no ano que começa, às portas de uma recessão.

    Definir políticas econômicas com base em ocorrências do passado tem inúmeros inconvenientes e riscos. É assim como construir uma casa sem telhado porque, afinal de contas, não choveu no período em que os arquitetos definiram o projeto.

  • O Josias chamar alguém de mocréia! ele pensa que é um Alain Delon? Ou melhor, vamos atualizar: ele pensa que é o Leonardo de Cáprio? Palhaço!!

  • Eduardo, como vai? Sobre a mulherada nessas eleições, acho que vão surpreender. Positivamente. E sabe porque? Oras, se Lula representou para cada brasileiro, desde o mais humilde na pirâmide social, que é possível se chegar à algum lugar, Dilma representa para as mulheres que elas podem chegar ao poder com toda a moral. Vamos nos perguntar: qual a imagem que Dilma transmite? Pelo menos para mim, de uma pessoa firme, decidida, que não foge da raia (o Agripino que o diga!!!!) E tem algo interessante: até agora não vi ninguem dizendo que Dilma parece uma dondoca. Nos dias de hoje, onde a mulherada está ocupando o seu espaço na sociedade de forma mais intensa, isso vai pesar muito na hora de decidir em quem votar. E o Serra com o Indio Quem se esforçam para ajudar mais ainda com seus comentários machistas. Pois é Eduardo, acho que já passou da hora do Brasil ter uma mulher na Presidência, isso sim!!

  • Excelente Edu, e obrigada por ser um grande homem, agradeço-lhe pela parte que me toca nesta sua defesa, parabéns ao seu blog, nós mulheres estamos orgulhosas de você.

  • Parece que as mulheres brasileiras ainda são as maiores vítimas do “complexo de vira-latas”. O que é mais que natural sendo espôsas de “vira-latas” por tanto tempo. Mas antes de outubro a maioria delas estará curada e verão com clareza que sua candidata não pode ser outra, que não DILMA.

    “O BRASIL DE VERDADE não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  • SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. MAS EM SANTA CATARINA PARECE QUE NÃO …
    Mãe de menina supostamente estuprada em SC diz que ela era virgem

    A mãe da menina supostamente estuprada por dois adolescentes de famílias poderosas de Florianópolis (SC) disse em entrevista que sua filha, de 13 anos, era virgem antes do crime. A mulher, que não quis se identificar, também disse que a garota não tomou anticoncepcional porque ainda não menstrua.

    Apesar dos principais suspeitos de terem praticado o estupro serem o filho de um delegado da cidade e o filho de um dos donos da RBS, o maior grupo de comunicação do Sul do país, a mãe da garota acredita na Justiça e confia em um julgamento justo do caso.

    Bela matéria do Paulo Henrique Amorim:
    http://noticias.r7.com/rio-e-cidades/noticias/mae

  • "Some-se a tudo a "visão" machista, tão alimentada pelos meios de comunicação, que enxerga a mulher como um objeto sexual(ao mesmo tempo em que nega-lhe o exercício pleno da sexualidade)"

    Opa! Aí mora o perigo!

    Vou voltar na Dilma, mas, TENHO MEDO de usarem certos PRETEXTOS FURADÍSSIMOS para CENSURAR a tv ainda mais! DE CENSURA JÁ BASTA A CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA e os esforços nefastos feitos pela "turma do Fantazzini"!!!!!!!!! CHEGA DE CENSURA! Quando vejo estes PAPOS FURADOS logo tremo medo! BASTA DE CENSURAAAAAAAAAAAAAAAAA!

    Dilma SIM, mas SEM CENSURA. Sem mais imposições, controle da mídia. Muita gente fala de machismo mas ESQUECE da sua contra parte, o feminismo…… Que pode ser tão ruim e persecutório quanto o machismo…………… Sem vendas, por favor.

  • Olha, concordo que o machismo aqui no Brasil ainda é forte, mas temos que tomar cuidado com uma coisa: Só porque ela é mulher, não quer dizer que seja certa para tal função.

    Não, não estou falando que não votarei na Dilma, que a Dilma não presta, que o PT é um lixo, e assim vai. Estou dizendo que não podemos nos segurar em pessoas “diferentes” pensando que eles farão a diferença. Seja um velho, velha, jovem, adulto, homossexual, deficiente físico, cego, surdo, sem um braço, sem a genitália, um ex-presidiário, um amigo próximo ou qualquer um dos “esteriotipados”, temos que verificas se a pessoa possui a competência para poder atuar em tal cargo. Não estou sendo preconceituoso (não, eu tenho meus preconceitos SIM, antes que me chamem de hipócrita), mas você votaria no José Sarnei pelo fato de ele ser senil? ¬¬’ Acho que não. Aqui não defendo nem um nem outro, só digo aquela frase: “Nem sempre os de cabelo branco merecem respeito, pois até os canalhas envelhecem.”.

    • Menos quando a acusação que se faz é desprovida de qualquer ética, configurando-se como um ato de pura vilania, como é atacar uma mulher com a acusação de ser prostituta, distorcendo sua imagem ao retratá-la "rodando bolsinha", usando trajes indecentes e se oferecendo para se prostituir. Aí, a crítica perde toda a razão para se transformar em difamação em estado puro. O que pessoas como você não entendem é que a crítica é aceitável desde que baseada em fatos e não em preconceitos inaceitáveis.

      • Desculpe, mas acho que você me entendeu mal.
        Não citei nenhuma critica e não estou defendendo nenhum lado. Só cito o fato de que não podemos nos segurar em não-estereotipados. Digo sobre declarações sobre: "Ela é mulher, por isso vai fazer X coisas". ¬¬' Não é pelo fato da pessoa ser de uma classe social que ela vai fazer tal coisa. Mussolinni era italiano e praticamente destruiu a Italia.
        Não critico Dilma, nem a apoio. Eu digo para votarem em quem realmente possua competência. Não estou falando que Dilma não tenha competência, não apoio o fato de terem chamado-a de prostituta e não apoio como os políticos se degladiam por um cargo de fator tão simbólico quanto "poderoso" quanto o cargo de presidente com atos tão despreziveis quanto esse que você citou. Isso me faz lembrar da eleição entre Collor e Lula, quando ambos trocavam, praticamente, socos na cara em pleno público. Eu prego o voto conciente, ética e critica construtiva. O que não apoio é o voto em estereótipos. Eu voto em quem eu acho que seja competente, seja mulher, homem, gay, velho ou deficiente físico.

    • Não ligo se nosso proximo presidente for homem ou mulher, só acho errado colocar uma pessoa na presidencia de um pais só porq tem um padrinho, isso não é correto…

Deixe uma resposta