Campanha declarada da imprensa contra petistas pode ser ilegal

Opinião do blog

publicado, originalmente, em 17 de julho de 2010 às 12h26m

Sugiro ao leitor que leia atentamente este post porque dele resultará um possível e inédito esforço da sociedade civil para combater o uso ilegal de poder econômico e de recursos públicos por empresários do setor de comunicação, em claro favor de uma facção política.

Para entender a questão que estou propondo voltemos à última terça-feira (13/7), quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou o jornal O Estado de Minas em R$ 7 mil por fazer “campanha antecipada” para o candidato do PSDB à Presidência, José Serra.

Segundo notícia vagamente reproduzida em alguns grandes portais de internet – e que as imprensas escrita, televisada e radiofônica esconderam total ou parcialmente –, “O veículo foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de publicar, em seu caderno de política, no dia 10 de abril deste ano, reportagem alusiva ao lançamento da pré-candidatura de José Serra à Presidência da República”.

A denúncia do MPE foi acolhida pela ministra substituta do TSE, Nancy Andrighi, que multou o jornal mineiro.

Por certo, não é a primeira vez que um meio de comunicação é multado por fazer campanha ilegal para um candidato, mas não me lembro de outro caso igual envolvendo um veículo do porte de O Estado de Minas.

O fato supra mencionado me voltou à mente na manhã deste sábado (17/7). Como a minha filha caçula, de onze anos, está novamente internada, a fim de passar o tempo entre a noite de sexta-feira até agora, devorei vários jornais e revistas comprados na banca em frente ao hospital.

Foi aí que me veio o pensamento de que os mais eminentes órgãos de imprensa escrita estão fazendo campanha eleitoral em favor de Serra tanto quanto o Estado de Minas, só que na forma de campanha negativa contra Lula, Dilma e o PT.

Impressionou-me a avaliação desses órgãos de imprensa todos juntos. É impossível ler qualquer um deles sem  que a enorme dose de más notícias contra o presidente da República, contra a sua candidata e contra o partido dos dois chame a atenção do leitor.

Comprei O Estado de São Paulo, a Folha de São Paulo, O Globo e as revistas Veja e Época

Todos juntos continuam acusando a campanha de Dilma de ter feito dossiê contra Serra e Eduardo Jorge valendo-se do poder do governo Lula sobre a Receita Federal.

Todos juntos contam que a Sociedade Interamericana de Imprensa considerou o governo Lula antidemocrático e o acusou de atentar contra a liberdade de imprensa.

Todos juntos criticam Dilma por “guardar dinheiro debaixo do colchão”, valendo-se de declaração de bens dela à Justiça Eleitoral ao se registrar como candidata.

Todos juntos manipularam o comparecimento de público ao comício com Dilma e Lula no Rio. A Folha chegou a dizer que só mil pessoas foram ao evento, o que, lendo a matéria, descobre-se que foi o que restou de público depois de cair um temporal.

Todos juntos acusam o presidente Lula de “violar as leis” por apoiar publicamente a sua candidata, ignorando total ou parcialmente que Serra também está sendo multado por infringir a lei eleitoral.

As poucas notícias desfavoráveis a Serra, além do volume infinitamente menor delas, tampouco aparecem na primeira página ou na capa desses veículos. E aparecem bem pouco. Para cada 10 notícias ou comentários contra os petistas aparecem, no máximo, um ou dois contra os tucanos, se tanto.

Afirmo publicamente que os jornais O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e o Globo, bem como a revista Veja, fizeram e continuam fazendo campanha escancarada para Serra e campanha negativa contra Lula, Dilma e o PT fora da época permitida pela lei eleitoral.

A mera análise de um período maior de tempo revelará uma prática sistemática desses órgãos de imprensa de fazerem campanha negativa contra os petistas. É preciso trazer esses números à ordem do dia. Há que apurá-los, divulgá-los e entregá-los à Justiça.

Vale lembrar que o conceito de “campanha eleitoral negativa” surgiu recentemente, quando o sindicato dos professores paulistas, a Apeoesp, promoveu atos públicos contra o governo do Estado, o que foi considerado campanha negativa contra Serra pelo TSE, que multou o sindicato.

A sociedade civil não pode mais aceitar que a imprensa faça campanha tão descarada contra Lula, Dilma e o PT e a favor de Serra e do PSDB. A mesma Justiça Eleitoral que está punindo políticos e meios de comunicação por campanha antecipada, tem obrigação de reconhecer e punir o volume impressionante da campanha escancarada dos veículos supra mencionados.

Que fazer, diante de uma situação de afronta às leis e de verdadeira chacota por parte de uma mídia que se transformou em linha auxiliar da campanha presidencial tucana? Novamente, acho que será preciso jogar a sociedade civil em cima deles.

Só que essa ação precisa ser muito bem estudada. Até porque, dará um trabalho enorme quantificar o volume impressionante de matérias atacando Lula, Dilma e o PT. E é justamente na quantificação dessas matérias, na desproporção absurda em relação aos candidatos que está o fio da meada.

Desta forma, pretendo formar um núcleo de pessoas dispostas a colaborar com a preparação de uma reação da sociedade civil à afronta que esses grandes órgãos da imprensa escrita estão praticando contra as leis.

Estudaremos se caberá de fato ao Movimento dos Sem Mídia tomar uma atitude nessa questão. Sendo assim, quero formar um grupo de filiados ao MSM ou não para que reunamos todo o material necessário a uma medida judicial. Aceitaremos voluntários para a tarefa.

Estou entrando em contato com o setor jurídico do MSM, pedindo estudo do assunto e propondo que nossa organização se reúna talvez até com juristas independentes para melhor analisarmos as opções de reação ao abuso da imprensa escrita.

Será nesse momento que precisaremos do esforço de todos vocês para que consigamos, novamente, outros milhares de assinaturas de apoio à medida que nós, do MSM, poderemos vir a tomar conforme a natureza da análise do nosso setor jurídico.

Peço a cada uma das centenas de pessoas que acabam de se filiar à ONG que consiga apoios à possível representação ao MPE, pois esses apoios, chegando novamente aos milhares, colocarão a Justiça na obrigação de dar uma reposta séria e muito bem ponderada à propositura que lhe poderá ser feita.

Em minha visão, seria facílimo provar que Globo, Folha, Veja e Estadão estão fazendo campanha para Serra desde muito antes do permitido pela lei tanto quanto fez o jornal O Estado de Minas.

Bastará apurar o que fizeram esses veículos no decorrer deste ano. Está tudo muito bem registradinho. Claro que virão com aquela conversa de que são isentos e de que tratam todos os candidatos da mesma forma, mas será brincadeira de criança provar que é mentira.

Logo, logo voltarei ao assunto para tratá-lo em bases mais concretas. Aguardem-me.

275 comments

  • Acho que o jeito vai ser os jornais e revista serem obrigados a serem democráticos. Quem sabe uma boa legislação a respeito não colocaria esta mídia no lugar correto, ou seja, fora de circulação.

    • Concordo com a primeira parte de sua declaração: "…o jeito vai ser os jornais e revista (sic) serem obrigados a serem (sic) democráticos." Essa é, com certeza, a meta desse possível esforço do MSM. Ninguém quer tirar nada de circulação, mas sim fazer com que os meios de comunicação tratem de forma igual a todos os candidatos. Queremos a crítica, sim; mas a forma como ela é usada pela mídia golpista, não interessa à democracia, já que o objetivo dessa gente é EXCLUSIVAMENTE "fazer a cabeça" do eleitorado, para que seu candidato triunfe.

        • Novamente, concordo com você. A mídia brasileira, em sua essência é golpista. Cabe discutir como fazer, por força da lei, com que ela se torne democrática ou, pelo menos, se comporte democraticamente!…

          • Vamos focar corretamente: a questão é a mídia mentir, difamar, distorcer, caluniar e até mesmo omitir (quando convém), transformando-se em panfleto partidário. E não é de hoje. Nos tempos da ditadura já faziam esse papel (com honrosas excessões). Acho que para sua credibilidade não ficarr restrita a seus poucos leitores, ou assumam abertamente seu partidarismo ou adotem prá valer a necessária imparcialidade.

          • A mídia não pretende mudar sua conduta por conta própria.

            O Congresso não tomará nenhuma atitude em relação a isto, e a Justiça está comprometida.

            O governo do PT tem um problema psicológico que o impede de enfrentar a imprensa, apenas resmunga.

            A única alternativa é a Sociedade organizada. A atitude recente das Centrais Sindicais dá uma pista para o caminho a ser trilhado. O povo, se unido, jamais será vencido.

          • Não o alinhamento a uma "doutrina", meu caro; mas a um Código de Ética; muito embora a mídia, atualmente, pareça sequer conhecer o significado da palavra "ética"… Isso está implantado em muitos países e, ao que parece, funciona. Regular o comportamento não é o mesmo que prender e amordaçar, ao contrário do que a mídia brasileira quer fazer crer.

    • Campineiro, procure informar-se sobre quantos veículos de comunicação são fechados todos os anos nos EEUU. Procure também verificar como se comportou grande parte da imprensa estadunidense quando da invasão do Iraque…

        • Você é cabeça dura mesmo, hein Campineiro?… O Marat tem razão; e eu fiz um comentário acima que, possivelmente, complementa o que ele diz. Tente ler e refletir a respeito. Você acha que só por possuir um jornal ou estação de TV, isso lhe dá o direito de destruir quem quiser ou veicular o que bem entender? Você sabe o que é uma concessão pública? O conhecimento é a verdadeira chave para a verdade…

    • Eu já acho que a mídia só vai se "democratizar" no dia em que o nível de consciência dos cidadão se elevar. Aliás, eu acho que isso, aos poucos, até já vem acontecendo. O maior exemplo disso é o nível de satisfação com o governo Lula em todas as camadas sociais.
      Contudo, isso não exclui uma possível representação na Justiça contra o verdadeiro escárnio que O Globo vem fazendo nesta campanha. Como está no excelente artido do Eduardo, O Globo vem fazendo campanha descarada para um determinado candidato e isso é ilegal. Nada a ver com "controle social daimprensa", expressão que, diga-se de passagem eu acho infeliz.

    • Que legal Campineiro, você bateu a cabeça e tá falando alguma coisa com nexo! Pena que a pancada não foi tão forte assim!

      Mas você tem jeito, já entende que o PIG é golpista e que deveria ter uma regulamentação (no meu entender as resoluções da Confecom têm que ser transformadas em leis, pois elas vão regulamentar a comunicação social). Continue assim que até outubro você vai ser eleitor de Dilma e propagador da continuidade deste governo Lula.

  • Eduardo,
    Perfeito e exato o seu artigo. Nada a acresentar.
    Antecipo meu integral apoio a qualquer movimento que tente tolher, na Justiça, tal descalabro.
    Mais um verbete para reforçar o "cúmulo da hipocrisia: a grande mídia autodefinir-se como ISENTA.
    Só se for ISENTA DE ESCRÚPULOS, ISENTA DE ÉTICA, ISENTA DE VERGONHA NA CARA…………….

  • Eduardo, mais uma atitude genial! Conte com minha assinatura, no mínimo. Como dona de casa, mãe de família, funcionária e estudante universitária, não me sobra muito tempo. Na verdade, tempo me falta. De qualquer forma, quero dar meu apoio no que for preciso.

  • Outro tema que deveriamos debater,,,o papel dos Ministérios Públicos,,,é que ao que consta a Procuradora Sandra Cureau, do Ministério Público Eleitoral, não está sujeita a qualquer controle externo, o que é um absurdo.
    Sandra Cureau por não ser submetida a nenhuma está pintando e bordando sem medo de qualquer punição,

      • Quem usou o sujeito errado foi você. O Presidente tem o direito inalienável de falar o nome da Dilma, quantas vezes quiser. Porque o Goldman pode e o Excelentíssimo Senhor Presidente da República não pode? Ele não pediu votos, ele não falou: ”vote em Dilma”. A vice-procuradora (com i minúsculo para desrespeitar quem não merece respeito) ao falar do Excelentíssimo Senhor Presidente da República disse que é proibido etc e tal. Mas ao Goldman ele disse que ele não pode falar das ”coisas boas que o Serra fez”. Então ela tem candidato e é o Serra. A eleição dele só depende dela.

      • Ah sim… Serra é um coitadinho. O Goldman nunca citou o seu patrão.
        Quase não vemos o gasto publicitário estratosferico em SP.

      • Herr Henderson, talvez você esteja usando aquele seu óculos tridimensional, então você não vê a realidade, mas sim a ficção que o PIG transmite.

        Tire o óculos e bata a cabeça como fez o Campineiro!

        Talvez no seu caso não dê resultado, mas vale tentar.

      • O que Lula está fazendo? A legislação eleitoral é arcaica, ridícula! Um presidente não pode citar o nome da pessoa que fez o projeto? a obra? Que beneficiou o cidadão?
        Para elegermos um político temos que eleger baseado em FATOS e não em PROMESSA!
        É por essas e outras que EU ACREDITEI que Serra tinha prometido o ministério do ACARAJE!!! Ele promete demais.. e NÃO FEZ NADA no governo de São Paulo!
        Cite 5 grande projetos do Serra no governo de SP?
        – Pedágios
        – Proibir cigarrro em barzinho
        – Nota fiscal Paulista
        ?????? Tem mais???????

    • no Brasil, judiciário e MP pintam e bordam. Trocou-se a ditadura militar pela ditadura do judiciário.
      No fundo, tanto o problema do PiG quanto do MP e judiciário passam pela questão dos limites ao abuso de poder.

  • Mídia Oligopolizada versus Zé Povinho

    Está declarada a guerra. O Partido do Capital (mídia oligopolizada) volta todo o seu aparato contra a candidatura Dilma Rousseff. Mas, O Partido do Capital já não havia declarado essa guerra há algum tempo atrás, desde que Dilma passou a ser reconhecida como a candidata escolhida por Lula e pelo Partido dos Trabalhadores? Sim. Entretanto acontece que agora a campanha, de ambas as partes, é oficial.

    Em editorial desse sábado o jornal “O Globo” – intitulado singelamente de “Sindicatos cooptados lutam por votos” – usa o termo neopelegos para tratar as centrais sindicais. Faz todo o sentido, afinal as principais centrais sindicais redigiram no final de semana passado documento cujo teor torna nítida as mentiras decantadas por José Serra, o candidato oficial do Partido do Capital, quando o ex-governador de São Paulo tenta em vão assumir a paternidade do FAT (Fundo de Amparo aos Trabalhadores) e do Seguro-Desemprego. Então para desqualificar as centrais, nada melhor do que tratá-las como pelegas.

    Leia a íntegra no:
    http://www.dissolvendo-no-ar.blogspot.com

  • Penso que não basta denunciar à Justiça brasileira, Edu.
    Seria o caso de se buscar apoio internacional, desses observatórios que existem mundo afora.
    O caso da mídia brasileira é questão a ser estudada em teses de doutorado nas universidades brasileiras, às quais também deveria ser solicitado apoio à bandeira levantada pelo MSM.
    Quem sabe não chegou a hora de isso tudo ser passado a limpo, e pretendo colaborar com seu esforço.

    • É fundamental a mobilização , pois já temos esta conceituada organização (MSM) pra entrar com ações jurídico-administrativas .
      Que tal uma manifestação em frente a sede da ABI com a convocação de correspondentes estrangeiros ? .
      Poderíamos distribuir documento em ingles, frances e espanhol relatando toda a bandidagem da mídia .

    • "Seria o caso de se buscar apoio internacional". Sim Homero.
      Sou favorável á idéia desde ha muito tempo e porisso já fiz comentario neste post faz algum tempo.

    • Estes observadores internacionais nao servem para a midia PIG, pois eles so dao amparo a PIG's. Nao sao duros com eles. Eles tem o mesmo efeito da ONU, que, se fosse uma organizacao seria teria julgado Bush e corja por crimes contra a humanidade, e Israel por genocidio

  • Conte comigo, Edu, aliás, com minha pequena e modesta família, pra assinar qualquer coisa em nome da verdadeira liberdade — e equidade — de expressão.

  • Lembro do Mino dizendo que os donos da imprensa, “se odeiam mas se juntam quando se sentem ameaçados”. Portanto estão nos ameaçando em conluio com a procuradora. A judicialização foi empregada em Honduras. Estão “testando hipóteses” conforme decidico no Instituto Millenium, Lá disseram que “tudo” tinha que ser tentado para que não houvesse arrependimento depois. A eleição de Dilma. Pela lógica será em 1º turno pelos méritos do governo somados com os erros de Serra. Este representa a parte do Mercado que se recusa aceitar que falhou. O preço da internet e do pré pago são os mais caros do planeta, mesmo em outras nações onde também impera o capitalismo. Ou seja é o capitalismo brasileiro que não funciona, devido a forma como foi privatizado o serviço publico e quanto ao desfrute equânime de nossas riquezas naturais. (Vale do Rio Doce, pex). Eles querem sempre privatizar o Estado. Uma síntese do que todos já sabem. O que fazer?
    Outro dia naquela reunião, o jurista Fábio Konder Comparato defendia entrar com ação devido “omissão” do congresso em regulamentar artigo da Constituição sobre meios de comunicação, e não tão só ficar se indignando via internet. Apoio esta iniciativa Edu é preciso agir de forma aglutinante.

    • Se compararmos os preços daqui do Brasil e dos Serviços de Telefonia e Intenet praticados na Espanha vocês ficarão de queixo caido. E parece que as companhias que funcionam aqui são as mesmas de lá. Eu pergunto porque os preços são tão ruins e caros no Brasil?

  • Argumento fundamentado, apoiado, queremos liberdade de expressão para todos, e não liberdades para empresas jornalisticas engolfar em cima da lei eleitoral vigente de forma excessivamente desproporcional ate agora, neste caso estou a disposição fisicamente e financeiramente, nesta nova batalha cidadã, estamos no seculo XXI, ninguem e mais manipulavel com antes.parabens.

  • Edu, é o 4° poder! Desde sempre, esses empresários prestam desserviços na luta contra a desigualdade e mobilização social. Eles não têm noção, do alto de seus castelos e intelectualidades, das transformações sociais que estão acontecendo no país.
    Um “BRASIL PARA TODOS” não é só logomarca de governo. São Políticas Públicas sendo construídas de fato, e que possibilitam oportunidades para TODOS. Nunca, na história deste país, exercitou-se tanto a participação popular e a possibilidade do apoderamento dos direitos civis. Portanto, é nisso que confio, na população que esta vivendo, beneficiando-se dessa transformação e votando. Com relação ao 4° poder e dos valores que eles querem perpetuar, que se faça valer as leis.
    Estamos atentos!

    • Perfeito, Cristina: "…que se faça valer as leis." E se leis não houver, para mudar o comportamento da mídia; que sejam devidamente discutidas POR TODOS e criadas pelo Poder Legislativo! Basta de a mídia ser descaradamente usada por uns poucos, em favor só dos seus!

    • Estamos atentos sim, Cristina Assef, e concordo com vc, é o 4° poder. Como uma das centenas de pessoas que acabou de se filiar ao Movimento dos Sem Mídia, estarei colaborando fisicamente e financeiramente nesta nova tarefa deste extraordinário blog da Cidadania.

  • Ontem mesmo estava pensando justamente sobre esse assunto, ao assistir o jornal da band. Sistematicamente, diariamente, dão uma enormidade de tempo e destaque (positivo, sempre) para o Serra, e citam por pouquíssimos segundos a Dilma, sempre com viés negativo, sem reproduzir qualquer declaração da mesma.
    Penso que a ação do MSM seria mais exitosa se focasse primeiro a mídia televisa, pelo fato de serem concessões públicas que estão flagrantemente desrespeitando outras legislações além da eleitoral.
    É mais fácil medir a centimetragem de jornais e revistas do que ficar gravando e medindo o tempo de reportagens na TV, mas como disse, por serem concessões públicas, o "buraco é mais embaixo" para elas.

    Sucesso nas ações do MSM!

  • Como bem disse Venício de LIma, só o fato de a mídia não citar José Serra nem Marina Silva como candidatos oposicionistas já dá o que falar. Temos que adjetivar nos posts aqui que ele é o candidato oposicionista, como a mídia golpista fez quando reportava as eleições da Colômbia, por exemplo, ou de outros países.
    A ação judicial pretendida pelo MSM é excelente idéia!

  • Excelente iniciativa, Eduardo! Parabéns!

    Faz tempo que a blogosfera independente já vem denunciando os abusos da grande mídia, mas agora chegou a hora de agir!

    Vai ser um processo difícil, sem dúvidas, tem que ser feito cuidadosamente. Mas acho que podemos conseguir alguma coisa!

    Infelizmente não posso ajudar diretamente, mas vou fazer o possível para divulgar.

  • Alo Eduardo: Também seria interessante reproduzir a nova Lei dos Médios, da Argentina e acompanhar seus desdobramentos. A verificar o canal estatal, se não me engano 678 que o Gov Argentino instaurou e que está fazendo o maior sucesso contrapondo a velha mídia tradicional argentina, especialmente " El Clarin.

  • Caro Eduardo,

    sem querer ensinar o padre nosso a vigário, penso que o departamento jurídico do MSM devia se debruçar com bastante atenção sobre a Constituição Brasileira, a Declaração Universal dos Direitos do Homem, a Lei de Imprensa e Lei Eleitoral. Isso, em princípio, parece o óbvio, mas é no rigor interpretativo dessa (e de outras leis) que se consegue o suporte necessário para uma ação como a que você propõe. Inúmeras e novas jurisprudências foram assim criadas, basta conhecer bem as leis. Coisa que nós brasileiros ainda temos o hábito de não fazer.O precedente do Estado de Minas é um excelente começo. Que tal reproduzir o voto da ministra do MPE Nanci Andrighi?

    Saudações,

    Izaías Almada

  • Oi Edú, melhoras para a nossa querida Vitória .
    Temos que anexar declarações e depoimentos de expoentes da mídia/imprensa e dados sobre aquela reunião do bug do Millenium .
    Cadê a declaração de Judith da ANJ ? .
    Que a imprensa de um modo geral tenha libertade de se expressar, mas que não forme um esquadrão político partidária para influenciar o processo eleitoral .
    Em nenhuma democracia do mundo é permitido tal anomalia .

  • Essa atitude tem todo o meu suporte, estive pensando em fazer algo do tipo, mas sozinho seria muito duro

    A sua idéia é viável porque vai juntar bastante gente, e ainda conta com a refencia judicial dessas ações anteriores, podendo ser fundamental na entrada de ação

  • AH, tá bom! Multa aos jornais pelo fato de o PT, Dilma e Lula incorrerem em diversas agressões às normas eleitorais.

    Produção de kit do Governo para promover Dilma; campanha antecipada; vazamento de dados da Receita; proposta que visa a controlar a mídia; veículo da prefeitura do Rio sendo usado ontem no comício da Dilma etc.

    Você queria que as notícias fossem boas? Aí sim teríamos de tomar providências.

    • Engraçao que tudo isso é repetição de coisas que vc leu nos jornais que o Eduardo acabou de falar. Teu depoimento serve para demonstrar que o que ele diz é sério. Tá cheio de papagaios do PIG como vc por aí. "Proposta que visa a controlar a mídia" … tá de brincadeira né? Não sabe nem o que está dizendo…

    • henderson_hds:

      Leia o texto e veja que o que NÓS queremos é igualdade de tratamento e não DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS.

      Mas, mw parece que compreensão de texto não é o seu forte… paciência…

    • "Produção de kit do Governo para promover Dilma; campanha antecipada; vazamento de dados da Receita; proposta que visa a controlar a mídia; veículo da prefeitura do Rio sendo usado ontem no comício da Dilma etc."

      mais um mantra trollano… previsível pra variar !!

    • um dos maiores males do brasileiro é repetir coisas sem questionar, como faz aqui o sr Henderson, que repete a midia sem checar se é verdade. Fica mal p ele mesmo. O pior é a desinformacao que isso traz aos menos preparados. é como no tempo do Hitler, a populacao o apoiava sem questionar se matar milhoes de judeus estava certo ou nao, graças à midia do sr gobells.

    • O Henderson definitivamente não consegue ler o cenário eleitoral com um mínimo (apenas um mínimo) de equidistância. Toda vez que me deparo com esse tipo de comentário, faço-me uma perguntinha básica: é só isso que tem a dizer? Que vazio de opiniões, oh, Maria-vai-com-a-mídia…

    • Nao eh casa da sogra aonde voce so joga acusacoes e ignora comentarios posteriores. Responda o comentario de Joao Paulo. Aqui esta ele:

      "Quem usou o sujeito errado foi você. O Presidente tem o direito inalienável de falar o nome da Dilma, quantas vezes quiser. Porque o Goldman pode e o Excelentíssimo Senhor Presidente da República não pode?"

  • Basta ver a capa da FSP de hoje: manchete insistindo no dossiê e os dados de Eduardo Jorge e que um procurador quer resolver antes das eleições. Logo abaixo, passeata no Rio, do PT, esperava 100 mil, "mas apenas mil compareceram". Aí eu estranhei e li o texto logo abaixo. Ah, sim, esperavam mais de 100 mil pessoas, mas choveu, foram 15 MIL PESSOAS, e no fim ficaram apenas os mil colocados no destaque.
    Não tem jeito. É uma coisa muito triste mesmo!

  • No Brasil a "liberdade de imprensa" é tanta, que a mídia publica Fichas Policiais Falsas da Ministra Dilma e diz que o Presidente da República currou um companheiro na cadeia, E NADA ACONTECE!!!

    Nem nos Estados Unidos existe tanta "liberdade de imprensa"…

    Afora as afrontas subliminares.

    MSM NELES!!!

  • Pra que tanto trabalho? Façamos como Chávez, que meteu na cadeia os donos de jornais e TVs que o criticavam e está cassando um a um, os canais de TV oposicionistas. Lenin nos ensinou que imprensa livre é absolutamente incompatível com a tomada do poder pelos trabalhadores. Cadeia para os PIGlionários!

    • Isso mesmo José. Poderiamos colocar nossa posição num livrinho vermelho . Fazer professores que não comungam com nossas idéias desfilarem com chapéu de burro na avenida Paulista. Passaremos a vetar qualquer manifestação cultural que não esteja prevista no livrinho vermelho. Anauê companheiro José.

    • Que boa idéia, Sr. Castro. Como é que ninguem pensou nisto antes ?
      Tá resorvido o pobrema. Vamo ponhá esses cara no xilindró preles ve
      o sol nace cuadrado.

  • Alo Eduardo: Novidades; o PT deverá entrar com representação contra a tal procuradora, junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, por esta estar usando dois pesos e duas medidas no tratamento aos candidatos.Veja o que ela disse a respeito dos discursos do atual gov de São Paulo em favor de Serra: "Não pode, falando oficialmente como governador, dizer as coisas boas que Serra fez. Ele está indicando à população que Serra é a pessoa ideal para governar o país." Não lhe parece propaganda tucana? Basta retirar o " Não Pode".

  • A meu ver não há nada que se possa fazer contra a mídia impressa, vale dizer, Globo, Estadão, FSP, Veja e outros do gênero, porque se trata de instituições privadas e que podem, no máximo, estar descumprindo norma ética, qual seja, empostar imparcialidade política quando sua ação é de franco apoio a um dos candidatos. O descumprimento da norma ética, no caso a tentativa de enganar os leitores, não carrega sanção jurídica. Vale lembrar que a Carta Capital não agride a ética ao apoiar a Dilma, porque explicita isso, e quem ler suas matérias não estará sendo ludibriado. Leitores sem massa crítica que lerem Globo, Estadão, FSP, Veja e outros dessa estirpe, seguramente estarão sendo vítimas de engodo. Agora, a infração ética dos grandes meios de comunicação contra os leitores em geral, que nada podem fazer juridicamente, pode também ser uma infração jurídica contra Lula, Dilma, PT, e eventualmente alguém mais, cujos interesses juridicamente relevantes estariam sendo prejudicados pela ação desses órgãos de mídia impressa. Só eles teriam legitimidade para buscar em juízo o restabelecimento do equilíbrio jurídico rompido. Mas se nada fizerem, nada pode ser feito por quem não é titular do direito subjetivo ofendido, leitores em geral, MSM, ou qualquer outra instituição. Situação diferente ocorre com os meios eletrônicos de comunicação de massa, que, como é sabido, são meros concessionários de um bem público. Legalmente não poderiam ser utilizados da forma como estão sendo, em favor de um dos candidatos. É ensurdecedor o silêncio dos prejudicados e das autoridades que, pela Constituição Federal, deveriam velar pelo cumprimento da lei e pelos interesses da cidadania. Onde estão o MP e a OAB ?

  • Edu,

    A própria declaração de Maria Judith Brito, presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e executiva do grupo Folha de S.Paulo : "A liberdade de imprensa é um bem maior que não deve ser limitado. A esse direito geral, o contraponto é sempre a questão da responsabilidade dos meios de comunicação e, obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada. E esse papel de oposição, de investigação, sem dúvida nenhuma incomoda sobremaneira o governo."

    Não seria prova de "campanha eleitoral negativa", uma vez que a imprensa tomou para si o papel de oposição?

    Veja nesse link: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos….

    Abraço

  • Qualquer jornal ou revista tem o direito de se alinhar a esse ou aquele candidato, o que não pode é travestir-se de isento e imparcial e usar propaganda subliminar (às vezes nem tanto) para fazer campanha para um ou outro, e se fingir de morto.

    Se Dilma e Lula desrespeitam a lei eleitoral devem sim ser punidos por isso, a questão é que não estão sozinhos nisso, Serra por exemplo há um bom tempo usa a sabesp para se propagandear pelo Brasil inteiro e ninguém diz nada, o que é que o povo do Amapá tem a ver com a sabesp, é propaganda política.

    Ele vem fazendo propaganda antecipada também e o tratamento dado pela mídia é oposto ao que vemos em relação à Dilma, São Paulo está loge de ser um exemplo de administração pelo seu governo e a mídia finge que não vê, esse é o ponto, e isso não me parece democracia, e há alguns aqui que coadunam desse cinismo. Fala sério.

  • Em relação especificamente aos jornais (imprensa escrita), eu acho que você está se preocupando desnecessariamente, Eduardo. É que você é um dos últimos dinossauros que ainda lê jornal. Desculpe-me pelo uso da expressão. Por isso, porque você é um cara que ainda lê jornal, pensa que eles ainda têm muita influência. Ledo engano. Eduardo, aqui na minha cidade, há quatro anos havia três bancas de jornais. Hoje resta apenas uma e não sei se vai aguentar muito tempo. Dois jornais já não chegam mais até aqui. Agora eles só chegam até Bauru. Nem em Marília esses dois jornais estão chegando mais. O Estadão e a Folha sobram aos montes às 22h, quando a banca fecha. Portanto, se eu fosse você, economizava energias para o que de fato importa: rádio, televisão e internet. Principalmente televisão. A Rede TV, por exemplo, tem dado amplo espaço a Serra, enquanto esconde Dilma.

  • Boa idéia esta. Estes meios de comunicação estão precisando de uma ação forte da sociedade. Eles agem como o monstrinho estrupador de Florianópolis – filho de um Sirotsky, dono da RBS – zombam dos cidadãos e da justiça.

  • Ontem eu assisti uma parte de um jornal da Rede TV. Desculpe, eu nem sei qual é. Mas era um da noite. Pois bem, na parte da cobertura das eleições, mostraram Serra em várias situações, sorrindo, fazendo brincadeiras, etc. Como se quisessem passar a imagem de um sujeito simpático. O tempo todo ele esteve na tela, o tempo todo, enquanto o repórter fazia a narração. Quando chegou a vez de mostrar a Dilma, ela praticamente não apareceu e só foi mostrada a distância e, além disso, sempre em tom negativo, e o enfoque era a tal da propaganda eleitoral, uso da máquina pública, pelo fato de o presidente tê-la citado. O tempo foi a metade do dedicado ao Serra. E veja, já estamos no período eleitoral e, até onde eu sei, o tempo tem de ser necessariamente o mesmo para todos os candidatos.

  • Nassif no foco fundamentado…veja

    A Folha de São Paulo, pautada pela rede, confirmou, quase que numa mea culpa editorial, que o governador de São Paulo citou o candidato correligionário dezenas de vezes em seus discursos.

    Foram perguntar à procuradora o que ela achava disso. A resposta deve entrar para os anais das curiosidades das eleições de 2010.
    procuradora disse:

    ""Não pode, falando oficialmente como governador, dizer as coisas boas que Serra fez. Ele está indicando à população que Serra é a pessoa ideal para governar o país."
    Desmembrando, teríamos….
    E1. ["Não pode, falando oficialmente, como governador dizer]"…

    E2. ["as coisas boas que Serra fez"]…E3. [Ele está indicando à população que]

    E4. ["Serra é a pessoal ideal para governar o país"]

    Os enunciados 1 e 3 trazem um alerta ao governador Alberto Goldman. Mas os enunciados 2 e 4 são reafirmações do que Alberto Goldman disse.

    Seria muito diferente se a procuradora, ouvida pela Folha, dissesse que "O governador não pode, falando oficialmente, elogiar Serra em público, indicando à população a opinião dele sobre o candidato do mesmo partido"

    O que a procuradora fez foi embutir um elogio a Serra numa suposta crítica ao governador. Isso é campanha. E com o dinheiro do contribuinte.

    A procuradora na critica faz campanha…

    fonte :http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/mme-cureau-e-as-coisas-boas-que-serra-fez?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

  • Eduardo, esqueça os jornais… Eles estão com os dias contados. O JB acabou, a pergunta é qual será o próximo? O que importa mesmo é o uso das concessões públicas para fins políticos. É isso o que nós não devemos permitir. Acredite, Eduardo, todos os meus amigos da minha geração, todos, sem exceção, ninguém acompanha jornal. Esqueça os jornais, se concentem nas emissoras de televisão e rádio, com ênfase na primeira. Os jornais estão acabando, é por isso que o Estadão está louco feito um cão raivoso.

    • Tambem acho. Só que me parece mais dificil devido ser necessario copiar em videos. Porem disseram alhures que os jornais pautam os da TV. Sei lá, estamos atentos porem há significados de Dilma ter sido recebida pela Lily Marinho. Tudo precisa convergir.

      • Não é que pautam. O que acontece é que os jornais publicam o que querem, na maioria das vezes mentiras e manipulações grotescas. Aí entra a tv e faz a cobertura, não do fato, mas da matéria do jornal, como se dissessem, olha, não somos nós que estamos dizendo isso não, são os jornais. E fazem isso porque o fato é manipulado ou mentiroso. Um pingue-pongue que já está muito manjado. É um meio de usar as concessões públicas para fins espúrios, criminosos. Mas é justamente isso o que não pode. É contra isso que temos de lutar. As concessões públicas não podem ser usadas indevidamente, levianamente. Os jornais que se danem.

      • A Lily Marinho não é mãe dos filhos do Roberto Marinho. Para mim, esse almoço não passou de um encontro para bate-bapo entre mulheres. Não consigo ver nenhuma interferência dos filhos do Roberto Marinho nesse caso. Não consigo ver nenhum significado político relevante nesse almoço também. Se os filhos do Roberto Marinho quisessem acertar as arestas com Dilma, eles mesmos a convidariam ou pediriam a algum dos seus acessores da Globo para que fizessem um contato. Lily Marinho apenas quis conhecer a pessoa que enfim pode ser a primeira mulher presidente do Brasil. Para mim, foi só isso e nada mais.

  • Sabe o que é melhor mesmo, Eduardo??? Banda larga para todos!!! O MSM deveria se juntar a outros setores organizados da sociedade e pressionar o governo federal para implantar de uma vez por todas a banda larga no Brasil inteiro.

    • Apoiado.Se com estas banda larga e pré pagos mais caros do planeta, fazemos tudo isso. Entretanto eles tambem judicializam isso recorrendo ao STF contra a Telebras. Mas a Argentina é o Brasil de amanhã. Lá já aprovaram a "ley de los medios". A nossa está a caminho. A luta é extensa.

      • Examente! Estão usando o Demo para tentar impedir o avanço da banda larga. Dá pra acreditar? Um partido entrar na justiça contra um programa que pode beneficiar todos os brasileiros??? Eles fizeram isso também contra as cotas para negros… Esse povo é a escória do Brasil, o que tem de pior nessa terra… Por que a própria ANJ não propos a ação??? Por que não tem coragem de admitir que é contra a banda larga??? Esses jornais estão locos como cães raivosos. Além de tentar barrar a banda larga, ainda querem que os seus sites, e apenas os deles, sejam declarados como jornalisticos pelo Estadão, meidante a extensão das regras da impresa escrita para a internet.

  • Dia desses vi o que um jornal(eco) fez. Meia página, cinco colunas. Começou falando de problemas com a Dilma, três colunas, e continuou falando de Serra, só propostas, só coisas boas, enfim, um mundo novo, bom.
    Ah! A band está anunciando para a próxima semana uma reportagem sobre censura, creio eu, pois fala que querem fechar nossos olhos. Acho que é aquela conversa batida de sempre. Na próxima semana vou confirmar.

  • Edu, o Venicio Lima organizou um livro chamado A Midia nas Eleiçoes de 2006, a primeira parte do livro explica como foi feito esse levantamento das noticias publicadas na grande imprensa nas eleicoes de 2006, o livro traz uma base disso q vc propoe, estudos do Iuperj e da Espm, a segunda parte e de artigos escritos so por fera, PHA, Nassif, Rovai, Marcos Coimbra, Kucinski……da uma olhada!!!!!!!!!abs

  • A mídia é um poder constituido. Alguns o chamam de 4º poder. Este no caso, esta nas mãos da iniciativa privada. A iniciativa privada só vive do lucro. A única forma de mexer com esta gente é fazer com que as assinaturas dos jornalões caiam até que fechem. Eu não assino mais nenhum deles e nem a Zero Hora daqui, que é a expressão gaudéria do poder da rede Globo por aqui. Quanto as TVs, estas são concessões estatais. No governo Dilma tem que mudar esta relação com este tipo de mídia. Não dá pra ter empresas públicas bancando transmissões de TVs, Rádios e Jornais que só metem o pau no governo ou escondem as ações governamentais. Chega do império da mídia. Nnehuma ssinatura e assistir o mínimo possível estas cloacas formadoras de opiniões deturpadas.

  • Sr. Eduardo,

    A se confirmar o exposto, pelo menos os tais meio de comunicação são privados, o que de nenhum modo afasta a eventual ilegalidade. Contudo, o que dizer do gov. federal mandar imprimir e distribuir milhares de cartilhas com propaganda eleitoral mal disfarçada da Dilma? Isso é muito mais grave, pois além da ilegalidade do ponto de vista eleitoral, há também mal uso de dinheiro público…

  • O que também é muito preocupante, meu caro Eduardo, é o voto feminino. As últimas pesquisas mostram Serra 45%, Dilma 30%, neste segmento, no geral do país. Considerando que a Dilma ganha no voto feminino no Norte, CO e NE, imagine então quão grande é a diferença para o Serra, no Sudeste e Sul. Estima-se em 60% contra 15% pró Serra em SP. Até a linha auxiliar crentinha tem mais voto feminino aqui que a Dilma. Ao contrário da valente mulher nordestina, a mulher do sul maravilha, especialmente a dona de casa que não trabalha fora, principalmente no estado de SP, é conservadora, preconceituosa e dependente. Quem não se lembra que até o Maluf, apesar do "estupra mas não mata" e do "professoras são mal casadas", sempre teve confortáveis maiorias femininas em SP? Penso que os blogs progressistas e os responsáveis pela campanha da Dilma deveriam dar atenção prioritária para este problema. Se não, uma eleição facílima, que deveria estar liquidada no primeiro turno, pode se complicar.

    • Sr. Valdir,

      bem que o gov. federal tentou fazer a parte dele para mudar essa realidade (de que as mulheres são mais inteligentes e sensíveis que os homens e já "sacaram" quem é a Dilma), mandando fazer uma cartilha, com o nosso dinheiro, estimulnado as mulheres a votarem em mulheres. E ganha uma coca-cola quem descobrir qual "política" foi "apresentada" na tal cartilha…ninguém menos que a Dilminha…

      • Sua resposta é uma grande bobagem e felizmente não atinge o teor de meu comentário. Este é dirigido às pessoas preocupadas com o futuro do país. E que não querem a volta de um passado recente, que infelicitou a vida do povo brasileiro. Parece que o senhor tem memória curta . Quem não se lembra do dólar a quase 4 reais, o desemprego galopante, a crise energética, o pífio volume das exportações, a dilapidação do patrimônio público, a criminosa doação da Vale ( doada por 3bi de reais, financiados pelo BNDES, quando já tinha jazidas confirmadas superiores a 120 BILHÕES DE DOLARES!), a doação de 33% de ações da Petrobrás por R$5bi, hoje valem mais de Us$100 bilhões. Ficaria aqui o dia inteiro mostrando as diferenças. E ainda querem voltar!… Tenha a santa paciência!

  • Até que é bom ficar um pouco distante do Brasil por um tempo. Essa loucura midiática faz muito mal a saúde. E aqui no México por todo lugar que vou as pessoas sempre falam bem do Lula e do Brasil. Pelo que vejo só a imprensa brasileira fala mal do Brasil.

    wilson cunha junior

  • Eduardo
    Peço desculpa se me intrometo no modelo do seu blog. Com todo o respeito, creio que você deve mudar a ordem dos comentários. O último deve aparecer em primeiro e o primeiro em último. Funciona melhor assim. Por ler comentários individuais e comentários de comentários, parece-me que a ordem vigente não é eficaz.

  • Excelente, mas é preciso incluir a Globo que através dos seus jornais, em especial o Jornal Nacional, faz a mesma coisa só que com um alcance bem maior, incomodá-la já seria bom, com um resumo da cobertura feita por ela diária ou semanalmente das ações do Governo Federal e;ou das campanhas demonstrando que estamos atentos.

  • A coluna do Merval Pereira – O Globo – de hoje, sábado, 17 de julho, é campanha negativa direta contra o Governo Lula. Talvez Edu, seja mais rápido e eficiente atuar em cima do espaço que os jornais dão aos colunistas fixos (Merval, Míriam etc.). Dessa forma, a caracterização de campanha negativa pode ser mais palpável.

    • Eu ja falei neste espaço. A mídia deve ser imparcial e democrática dentro de uma visão pré estabelecida e firmada em lei.
      Casos de opiniões individuais não poderiam ser publicados pq não se enquadrariam nesta premissa.

  • Sensacional iniciativa! Eu não aguento mais o PiG! Sexta-feira o jornaleco O Globo ultrapassou todos os limites, ofendendo a honra do Presidente da República em manchetes de primeira página. Para quem não viu, o site do Paulo Henrique Amorim dá maiores detalhes: http://www.conversaafiada.com.br/pig/2010/07/16/c
    Urge que façamos alguma coisa, já! Assinarei embaixo, com prazer e dever cívico.

  • Vocês podem ver de onde vem tudo isso em detalhes. Acessem http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMos
    Alguns trechos que pincei. Com comentários meus
    “Roberto Romano, defendendo a necessidade de surgimento de um partido de direita no país para quebrar o monopólio progressivo da esquerda”
    (Causa da fragilidade da oposição!)

    Arnaldo Jabor. “Minha preocupação é que se o próximo governo for da Dilma, será uma infiltração infinitas de formigas neste país. Quem vai mandar no país é o Zé Dirceu e o Vaccarezza. A questão é como impedir politicamente o pensamento de uma velha esquerda que não deveria mais existir no mundo”, alerta Jabor.
    (grifos meus e ele não conta que nos existimos pela internet)

    Para Denis Rosenfield ““Se muitas das intenções do PT não foram realizadas não foi por ausência de vontades, mas por ausência de condições, sobretudo porque a mídia é atuante”
    (Veja que saia justa eles acham que nos impõem)
    Hora de reagir

    Sair da abstração literária e partir para o ataque.
    “Se o Serra ganhasse, faríamos uma festa em termos das liberdades. Seria ruim para os fumantes, mas mudaria muito em relação à liberdade de expressão. Mas a perspectiva é que a Dilma vença”, alertou Demétrio Magnoli.

    “uma atitude de precaução. Senão isso se esvai. Nossa atitude tem que ser agressiva”, disse Jabor, convocando os presentes para a guerra ideológica.
    (Ta vendo como a Cureau colabora?)

    “Na hora em que a imprensa decidir e passar a defender os valores que são da democracia, da economia de mercado e do individualismo, e que não se vai dar trela para quem quer a solapar, começaremos a mudar uma certa cultura”, prevê Reinaldo Azevedo.

    E conclui a jornalista “Um último conselho foi dado aos veículos de imprensa: assumam publicamente a candidatura que vão apoiar. Espera-se que ao menos esta recomendação seja seguida, para que a posição da grande mídia não seja conhecida apenas por aqueles que puderam pagar R$ 500,00 pela oficina de campanha eleitoral dada nesta segunda-feira.”
    (isso é o que a Bia esperava, mas está frustrada por enquanto só o Mino fez isso. Nos EUA a Fox tomou um pito do Obama e os outros jornais declaram sim a candidatura que defendem)

  • Caluniai, caluniai, alguma coisa fica, lema do PIG e seus jagunços além do omitir e do mentir sempre, em favor do candidato das oligarquias, dos barões da mídia e da privataria que baba como lobo faminto no filé do pré-sal. Eles não se lixam se o país regredirá, caso o serra seja eleito. Os clientes do david zilberstejn se apossarão da água, do petróleo, do urânio e do ar que respiramos. Os espertos cianistas já tomaram a csn e a vale. Com a ascensão do SERReich a petrobrás irá para o saco e o virgílio 3%, jungman, freire, sergio guerra, bornhausen e outros DEMos ressuscitarão. Arruda dará adeus ao pijama listrado e o índio celebrará junto ao agripino, dono do RN e ao quércia, o da fortuna meteórica . O gilmar dantas, com fórmula alquímica 2HC48H, o marco aurélio mello e a cureau festejarão. Os quatro cantos do Brasil verão praças de pedágio se multiplicarem aos centos e o pedagiômetro alcançará cifras estratosféricas. Os tentáculos da Globo se estenderão ainda mais quando ciardenberg, bonner, waack, garcia e colonistas da globo/folha cumprirem as metas do Millenium. Voltaremos ao brazil colônia

  • Não sei como poderei ajudar, mas pode contar comigo para o que der e vier! Acho que as centrais sindicais e os partidos que apoiam Dilma também precisam ser convocados!

  • Ótimo Eduardo!
    Estamos cansado de ver a mídia atacar os petistas e fazer de conta que não vê quanto aos escândalos do DEMOS e Tucanos!
    Pode contar com meu apoio!

  • Excelente a sua proposta, Eduardo, realmente, já está passando da hora desses "veículos de comunicação" responderem por essa parcialidade criminosa perante a lei. Se houver essa possibilidade, como parece haver a julgar pelo Estado de Minas, a sua proposta é mesmo digna de ser levada adiante.

  • Boa noite, caro Edu, vc percebeu que o ator Jose de Abreu da globo parou de twittar? será q é pq ele estava sempre elogiando a Dilma e criticando os tucanos, e foi alertado a nao se manifestar mais? estranho… Um abraço e obrigado pela sua luta!

  • Vou ser obrigado a te chamar de perdulário e masoquista. Perdulário porque jogou seu dinheiro fora. Masoquista porque com a pequena internada escolher ler todo esse lixo, não dá Edu. Se poupe, meu caro. Você não merece esse tipo de leitura.

  • Se cobrissem a política como cobrem o futebol, já seria um imenso avanço. É muito fácil comprovar a parcialidade da mídia. É só pegar o relatório de clipping da assessoria de imprensa do PT. Com certeza, ali tem todos os subsidios para embasar o início da ação.

  • Boa iniciativa. Já que a mídia afirma que fiscaliza o estado, segundo sua tentativa continua de autorregulamentação, a sociedade fiscalizará a mídia..

  • Com relação ao comportamento não condizente com o cargo da procuradora Serrista Sandra Curreau:
    Qualquer cidadão ou entidade pode se dirigir ao Conselho Nacional do Ministério Público para fazer reclamações contra membros ou órgãos do Ministério Público, inclusive contra seus serviços auxiliares. As reclamações devem ser feitas por escrito diretamente ao CNMP, por fax, ou mesmo por e-mail, no endereço [email protected]

    Edu, não seria o caso do Sem Midia enviar material ao CNMP?
    Eu ja enviei meu e-mail pois ela está fazendo campanha negativa contra Dilma em todos os jornais e TV.
    um abraço.

  • O Globo on-line:

    “Com duas horas de atraso e debaixo de chuva, o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, realizou neste sábado uma caminhada na Avenida Centenário, centro comercial da cidade de Itabuna (sul da Bahia, a cerca de 400 quilômetros de Salvador). Com ele estavam o candidato ao governo do estado pelo DEM, Paulo Souto, o deputado federal ACM Neto, candidatos a deputado e cerca de 200 cabos eleitorais de PSDB, DEM e PPS, muitos portando cartazes, faixas e balões. Para participar do ato, eles receberam R$ 10 reais cada um. (Biaggio Talento- Agência A Tarde)

    Nem pagando o cara arruma gente pra caminhar com ele. Tá feia a coisa pro lado tucano mesmo com toda essa mídia fazendo esse enorme esforço para desqualificar a canidadata Dilma Rousseff.

  • "A lei é parta todos. A aplicação da lei não é igual para todos."
    Os jornalecos estão fazendo campanha negativa contra a Dilma, Lula, PT… deu nojo ver a primeira página da Folha (não me lembro se quinta ou sexta-feira).

  • Muito bem Eduardo tem todo meu apoio eu estava cansada de só me indignar com o partidarismo da imprensa brasileira sem poder tomar nenhuma atitude concreta

  • Precisamos desmascarar esse complô da mídia contra a candidata do governo. É vergonhosa as mentiras que essa mídia brasileira tenta todo dia passar ao povo como verdade. Vamos prá cima deles com o MSM, como fizemos para desmascarar as pesquisas GIobope e Data-falha. Você é o cara!

  • A regulação da radiodifusão do Brasil é de 1962 – Lei 4.117/62 que é mantida por pressão dos radiodifusores e a omissão dos governos, inclusive o do Presidente Lula, que só foi acordar para esta questão no sexto ano de mandato, quando organizou a Confecom, que foi boicotada pela grande mídia escrita e pelos radiodifusores organizados na ABERT. Quanto a mídia escrita não existe nenhuma regulação do Estado, que sempre foi cúmplice destes maus empresários. Eles agora estão numa cruzada para enquadrar a Internet no artigo No 222 da Constituição, que eles não deixaram regulamentar até hoje, são 22 anos de omissão dos governos e do Congresso Nacional, onde 30% dos parlamentares são radiodifusores. A Dilma quando assumir deve jogar todo o peso do seu governo nos primeiros 100 dias para regular as atividades de mídia e arrigimentar a sua base parlamentar para regulamentar os artigos da Constituição Federal que tratam da radiodifusão, de forma a se promover uma desconcentração desta atividade, ,desde muito tempo, fortemente concentrada nas mãos dos Marinhos, dos Civitta e dos Mesquita e que não enfrentam nenhuma competição. Onde está o CADE que nunca jugar os atos de concentração deste setor. Eles precisam enfrentar a competição que virá com a regulamentação da Constituição e com uma forte regulação do estado para submetê-la definitivamente a copmpetição. Conte com o meu apoio nesta nova empreitada em prol da democratização dos meios de informação.

  • Ola Edu, fico muito sentido da menina estar novamente doentinha, é Edu isso é carma, o que temos que passar e passaremos, sentimos a dor do mundo, mas temos que passar por isso, mas Deus é justo e aliviará o seu sofrimento.
    Agora Edu, então para enfrentarmos a elite mediatica precisamos de muito dinheiro, e um dia brinquei
    com vc, por que vc não nos ensina a ganhar dineiro on-line, e vc respondeu que te ensinasse que não vacilaria
    em passar a boa nova para todos, muito bem agora depois de muitos anos encontrei um sistema que está no Brasil, e que vai fazer com que muitos brasileiros ganhe sim muito dinheiro com o computador.
    Estou falando da PEOPLE STRING, então como seu tempo é limitado, passe essa tarefa para um membro do
    MSM tratar comigo)[email protected]
    Para vc ter uma idéia passei o sitema para o PTB, o PMBD e várias Igreja Evangélicas de minha Cidade, pois
    os mesmos iram trazer recursos para suas respectivas agremiações.

  • Eduardo
    Este paragrafo do seu texto para mim é a chave de tudo:
    "Vale lembrar que o conceito de “campanha eleitoral negativa” surgiu recentemente, quando o sindicato dos professores paulistas, a Apeoesp, promoveu atos públicos contra o governo do Estado, o que foi considerado campanha negativa contra Serra pelo TSE, que multou o sindicato."
    Não sou advogado, mas intuitivamente acho que foi aberto um notavel precedente com este fato, reconhecido como infração da lei eleitoral pelo TSE. "Campanha eleitoral negativa" é o cotidiano da midia escrita, falada e televisiva. A articulação das noticias negativas nos três jornais caracterizam a montagem de uma máquina eleitoral coordenada, com o intuito de promover campanha eleitoral negativa.

  • Concordo plenamente com suas conclusões e com seu posicionamento.
    De minha parte não tenho a pretensão de ter o seu carisma, bom senso e equilíbrio, nem a clareza na exposição de idéias, porém tenho diariamente divulgado por e-mails algumas "formas vergonhosas" da mídia se posicionar sobre os atuais temas políticos e os postulantes a cargos. Tenho tomado a liberdade de colar alguns posts de vários blogueiros progressistas e os enviado a conhecidos meus, mais conservadores, e dados à velha expressão: Não gosto de tratar de assuntos políticos. São essas cabeças que diuturnamente são alugadas pela mídia inescrupulosa.
    Continuarei fazendo o que julgo ser útil e do que sou capaz de fazer, e me disponho novamente a prestar-lhe solidariedade no que for necessário. Assinatura em manifesto, colaboração financeira, etc.
    A causa é nobre. Conte comigo, e desejo-lhe muita força para continuar a luta, tanto pelo problema pessoal, quanto pelo coletivo, que afeta a todos nós brasileiros.

  • Eduardo, pode contar comigo. Estou pronta para cooperar. É bom incluir na denúncia, o fato do Serra ter usado os programas do PPS e do PTB, salvo engano, na televisão para se promover. Aproveitou para fazer propagando de seu governo em SP. Na minha concepção, sendo em rede nacional e não sendo ele, Serra, filiados a estes partidos, mesmo que apoiado por eles, é motivo sim para se promover ação contra este tipo de abuso.

  • Edu, é exatamente o fato da mídia se julgar isenta que passa a ser criminosa.
    A "Carta Capital", "Caros Amigos" e "Forum" declaram apoio a candidata Dilma assim como declararam apoio ao Lula. Isso é honestidade com o leitor, que sabe que está lendo uma revista que apoia X candidato. Mas quando uma mídia se diz isenta, ela tem que ser!!! Do contrário está sendo desonesta com seus leitores, está enganando o público e isso é crime sim.

  • Lembram-se da presidente ou secretaria da associação de imprensa afirmando que as grandes empresas de comunicação estão do lado da oposição por essa oposição está muito enfraquecida? É apenas uma atitude humanística de apoio a essas pobres empresas e partidos. Só isso! Como vocês são cruéis…

  • Eduardo e demais colegas simpatisantes da dupla LULA/DILMA. Acompanhando as notícias postadas nos jornais e lendo à respeito do assunto em diversos blogs que acompanho eu tenho pensado no assunto. Não é só a Dilma que é o alvo da pretensão dos eternos golpistas não. O próprio Lula tem que se precaver caso pretenda continuar na política. Já pensou se este pessoal conseguir uma sentença condenatória impedindo Lula de candidatar-se por oito anos? Lula precisa fazer o que Brizola fez naquela eleição que a GROBO tentou impedir a eleição dele.

  • Eu gostaria de saber se no Brasil e possivel comprar uma pagina inteira como de anuncio e publicar o que quiser. Isto e possivel nos Estados Unidos. Nao e de costume pois e carissimo. So quem o faz sao organizacoes ONG's que arrecadam grana so pra isto, e so o faz em ultimo recurso. Ai no proprio jornal e publicado uma materia denunciando e chamando o povo para uma acao de resposta, tipo boicotes ou demonstracoes publicas.
    De toda forma acho impossivel uma democracia onde os sindicatos sao proibidos de apoiaram publicamente um candidato(A). Se isto e previsto dentro das leis, as leis deveriam de serem mudadas.

    Acho tambem que os que este PIG diz sobre Lula e Dilma sao muitas calunias. Penso se nao existe um quadro juridico de profissionais de varias ideologias politicas que nao fiquem indignados com tantas calunias. Eles tambem nao podem serem processados por calunias? Dizer que o PT pagou tantos militantes nao somente e calunia como um grande insulto aos militantes. Todos que tiveram no RJ, como um grupo deveriam acionar o OGlobo por calunias.

  • Como residente a 36 anos nos USA gostarai de informar aos meus compatriotas que: A internet e carissima aqui e o pais inteiro nao tem banda larga. Ela nao existe nos locais mais remotos.
    Tambem quero informar que a midia e piguissima, simplesmente um pouco menos descarada, mais super parcial.
    Aqele millenium nunca me anganou. Esta minado de CIA

  • Total apoio à iniciativa, Eduardo, a imprensa marrom está descaradamente em campanha pela candidatura serra.
    Os cidadãos que, – lutam por um equilíbrio dentro da democracia percebem claramente como as manchetes são manipuladas, como as preferências são demonstradas nas análises e como o governo é impiedosamente criticado apesar de toneladas de dados positivos nas áreas econômica e social-, devem dar uma resposta firme a esta hipocrisia.

  • Procuradora se baseia em mídia para perseguir Lula e Dilma
    sab, 17/07/2010 – 10:21
    IV Avatar do Rio Meia Pon…
    Esta procuradora vem repetindo erros há um bom tempo e até agora nenhuma corregedoria para puni-la por tais erros. Quando o presidente Lula fez entrega de navios em PE ela(Dra.Curau) aprontou o maior escarcéu na mídia e até usou recortes de jornais partidarizados como prova isenta e acabada
    "(…)
    Representação influenciada pela opinião pessoal de jornalista
    Na última argumentação da representação, recorre novamente à citação de um parágrafo do jornal Correio Brasiliense, justamente um texto onde, em vez de se limitar a narrar fatos, há a expressão da opinião do jornalista, vilanizando a conduta da ex-ministra.
    Ora, este texto acima expressa apenas a impressão pessoal que teve este jornalista que escreveu. Uma impressão pessoal claramente negativa da ex-ministra.
    Outro jornalista, mais imparcial e objetivo, poderia narrar o mesmo fato como:
    "Quando foi procurada pela imprensa, Dilma Rousseff concedeu entrevista, e diante da pergunta … respondeu: 'O meu projeto é o do presidente Lula, que ajudei a construir quando ministra. É de continuidade? É. Mas, sobretudo, uma continuidade que constrói um caminho pelo qual se pode avançar.'"
    De acordo com a Lei 9504/95:
    Art. 36-A. Não será considerada propaganda eleitoral antecipada:
    I – a participação de filiados a partidos políticos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, desde que não haja pedido de votos, observado pelas emissoras de rádio e de televisão o dever de conferir tratamento isonômico; (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009).
    Onde a Procuradora Sandra Cureau encontrou irregularidade na entrevista de Dilma Rousseff, citada no Correio Brasiliense?
    Provas compostas de matérias jornalísticas?
    A representação termina dizendo haver em anexo prova documental composta de matérias jornalísticas.
    Se não me engano, já houve ministros do STF que disseram que denúncias com base apenas em matérias de jornais não tinham sustentação para serem acatadas.
    Mas neste caso, a questão vai muito além. Exceto no caso do líder sindical (se for verdade o que o jornal diz), o próprio mérito da denúncia carece de fundamentação jurídica.
    O que se percebe é uma forte influência da opinião formulada pelos editores de jornais sobre o ponto de vista da Procuradora.
    Me parece extremamente temerário Procuradores da República adotarem como método para fazerem denúncias, seguirem apenas narrativas de jornais, sobretudo porque tem linha editorial ideológica alinhada com partidos como PSDB e DEM, e os jornais no Brasil misturam opinião em meio à notícia, induzindo o leitor a compartilhar o ponto de vista do editor que a publica.(…)
    FONTE: http://osamigosdoprersidentelula.blogspot.com
    Obs: enquanto Goldman pede voto de forma assumida para Serra, a Dra. Cureau não vê isso, prefere pedir punição para um simples blog, estando pendente no TSE um pedido para que o Google delete o blog "os amigos do presidente lula"
    E viva a imperatriz absolutista.
    Eta nóis

  • Primeiramente, mais uma vez solidária com você e sua família, ansiando pela recuperação de sua filhinha e conforto de todos.
    A mídia hegemônica brada e vocifera por liberdade de imprensa, no entanto, censura o contraditório implacavelmente, impossibilitando sua visibilidade. Estou censurada ideologicamente no Blog do Noblat ( abrigado pelo jornal O Globo ), onde não consigo postar nem comentário elogioso a alguma música disponibilizada no blog.
    Acho que o limite de tolerância ao contraditório, no caso, fica restrito a estimular uma determinada quantidade e conformidade de acessos, corroborando positivamente com as teses que professam.
    Em relação ao que a Tânia colocou sobre os EUA, aqui, por exemplo, há o caso em que a censura à publicação de matéria paga, que expressa opinião divergente do veículo a ser utilizado para publicação é feita por sua inviabilização econômica, onde é arbitrado um valor absurdamente elevado, totalmente fora das condições de qualquer outro tipo de matéria que não se choque com a linha editorial do veículo em questão.

  • A Folha e a inútil reconstrução da virgindade
    Enviado por luisnassif, dom, 18/07/2010 – 09:16

    Da Folha

    Folha reafirma princípios editoriais

    Projeto Editorial determina jornalismo crítico, plural, apartidário e moderno, compromisso firmado desde 1984

    A Folha não apoia nenhuma candidatura; parâmetros ajudam a fazer cobertura isenta, sem deixar de ser crítica

    DE SÃO PAULO

    Em 1984, ao lançar seu primeiro Projeto Editorial, a Folha cristalizou no "Manual da Redação" a opção por um jornalismo crítico, pluralista, apartidário e moderno, que deveria ser feito com "intransigência técnica".
    A última versão do projeto, divulgada em 17 de agosto de 1997, está reproduzida na atual edição do manual e reafirma o compromisso da Folha com aqueles quatro princípios editoriais.
    O texto do "Manual da Redação" afirma: "Tais valores adquiriram a característica doutrinária que está impregnada na personalidade do jornal e que ajudou a moldar o estilo brasileiro da imprensa nas últimas décadas".
    A cobertura eleitoral deste ano, assim, não poderia fugir desse script.
    Diferentemente do que ocorre em jornais de outros países -como nos Estados Unidos, onde o "New York Times" publicou o editorial "Barack Obama para presidente"-, a Folha não apoia nenhuma candidatura.
    Em um ambiente político polarizado, princípios editoriais bem definidos tornam-se balizas que ajudam o jornal a manter-se equidistante das campanhas, fazendo uma cobertura isenta sem perder o tom crítico.
    A atual versão do Projeto Editorial atualizou aqueles princípios à luz das transformações ocorridas durante a década de 90 "na política, na economia, nas ideias".
    Assim, a disposição crítica do jornal deveria tornar-se mais refinada e aguda, num cenário em que "o debate técnico substituiu, em boa medida, o debate ideológico".
    Do ponto de vista da política, o "Manual da Redação" determina um jornalismo "crítico em relação a todos os partidos políticos, governos, grupos, tendências ideológicas e acontecimentos".
    O pluralismo, por sua vez, não poderia resumir-se na busca formal pelo "outro lado". Deveria, mais que isso, "renovar-se na busca de uma compreensão mais autêntica das várias facetas implicadas no episódio jornalístico".
    O verbete "pluralismo" do manual estabelece que "todas as tendências ideológicas expressivas da sociedade devem estar representadas no jornal".
    E a atitude apartidária, que "obriga a um tratamento distanciado em relação às correntes de interesse", não poderia ser "álibi para uma neutralidade acomodada".
    Segundo Suzana Singer, ombudsman da Folha, a existência desses parâmetros bem estabelecidos é fundamental para guiar a cobertura eleitoral.
    De acordo com ela, o jornal até agora tem seguido esses princípios. Ainda assim, Singer afirma que recebe reclamações dos leitores.
    "A maioria das reclamações políticas que recebo é sobre uma suposta proteção ao candidato do PSDB. Mas tem muita gente que acha o contrário, que a Folha é petista", diz ela.

  • olá Eduardo
    apoio o movimento.

    Temos que lutar também para que Lula nos deixe um Jornal Público isto se faz urgente neste país.
    Leia matéria sobre no http://amigosdatvbrasil.blogspot.com e também sobre a nova Diretora de Jornalismo da EBC – que promete dar "uma opção para o público, uma alternativa de conteúdo diferente do que é dado na grande mídia”, explica." Temos que nos tornar os observadores desta emissora que poderá sim, fazer a diferença desde exerçamos a nossa cidadania. O jornal Reporter Brasil deixa a desejar, já que faz coro com a grande midia. Deixem seus comentários a respeito, temos que tomar posse do que nos pertence e não podemos permitir que a EBC faça parte do PIG.
    A reunião dos blogueiros que vai acontecer em agosto, pode ser um grande momento para discutirmos este assunto – Jornal Público e EBC e a atuação grotesca do PIG.

  • Edu, embora seja sob auspicios das melhores intençoes tal iniciativa é questionavel e de eficacia duvidosa, explico: em 427-355 A.C, existia um filosofo de nome Xenofontes que andava com uma especie de laterna procurando um justo, hoje de forma analoga, raramente encontramos alguem com um jornal e revista dessas na mao, virou sinonimo de alienaçao esses panfletos, a exemplo do que ocorreu com o Jornal do Brasil recentemente estao fadados a extinçao, porem, concordo contigo temos que ficar vigilantes e atentos. Espanta , causa estranheza e perplexidade a Vice-Procuradora Cureau externar um desejo dela em forma camuflada comentarios inoportuno como que a procuradora fez, o que ocorreu foi nada mais que embutir um elogio a Serra numa suposta crítica ao governador. Isso é campanha. E com o dinheiro do contribuinte, no minimo abuso de poder.

  • Vou propor algo polêmico: Proponho a todos os colegas do blog (me desculpe Eduardo, o blog é seu)admiradores do LULA e eleitores da DILMA, que a partir de agora, não comentem e nem respondem ao tal de Campineiro e o Rodrigo Leme. Não dá mais para dialogar com estes caras. Vamos deixa-los sem respostas e ignora-los. Quem sabe assim eles se toquem e saiam fora.

    • Se você fizer a gentileza de indicar onde fui deselegante com vc ou com as outras pessoas desse blog eu mesmo saio. Agora, se vc quer que eu saia só pq não comungo com as idéias das pessoas desse blog, é um problema seu com o direito de expressão e uma incapacidade de discutir com quem pensa diferente. Nem o dono do blog concorda com você.

      • Isso sem contar que você vem desrespeitar e fazer uma campanha cretina contra mim em um tópico em que sequer eu comentei.

        Que atitude digna, não? Não fosse eu monitorar o Intense Debate, nem ia ver isso.

        Espero que você leve sua campanha a sério e nem me responda: vc não sabe nada sobre debate, então não vou perder nada.

    • Não sei Peixoto se esta seria uma boa política. Porque esses trolls vivem dizendo que nós não admitimos o contraditório, esquecidos que em blogs como o do Reinaldo Azevedo só passa algum comentário nosso se ele estiver distraído, e assim em outros mais. O negócio é vencê-los pela força dos argumentos. Veja, o Serra é noctívago. Eu também sou. E por saber que a coisa mais difícil é regular um relógio biológico desregulado, é que não voto em Serra. Como posso votar em quem só vai começar o seu expediente às 12 horas, se eleito for? Como também sou Professor de História (além da incompatibilidade natural entre professores e tucanos), sei que o chamado Dia D, que foi a invasão da Normandia pelos aliados, em 06 de junho de 1944, pegou o QG alemão totalmente desprevenido. O General Rommel nem lá estava. Os alemães telefonaram para Berlim, e ouviram que o Führer (que também era noctívago como Serra e eu) havia se recolhido às cinco horas da manhã, e dera ordens terminantes para só às 12 horas o despertarem. Resultado: quando Hitler levantou nada mais poderia ser feito.

    • Prezado amigo Peixoto:

      Se Serra for eleito, eu não quero que numa situação limite o Brasil tenha seu presidente dormindo a sono solto. Por isso sou Dilma.

  • Eduardo, meu nome é Felipe, sou estudante pré-vestibular e tenho 18 anos, moro em Sao Paulo, no entanto gostaria de informar que posso lhe ajudar quanto a obtencao de assinaturas, conheco bastante gente, e bastante gente tambem interessada em ajudar! Fico aguardando o seu proximo post falando melhor desse teu projeto, vai ser um prazer ajudar.

  • Caro Eduardo
    Realmente é uma afronta, a desinformação, a distorção dos fatos, são a marca destes orgãos de orgãos de imprensa, se pelo menos assumissem que estão fazendo campanha para o Serra.
    Sua iniciativa é louvável e necessita do total apoio e empenho dos seus leitores.

  • A liberdade de imprensa é a liberdade de 1/2 dúzia de grandes veículos falarem apenas aquilo que querem que o povo leia ou veja? Não, o conceito precisa ser de liberdade de expressão. Quem sabe não devesse ser criada na blogosfera uma campanha do tipo "SEJA LEAL E DIGA QUEM VOCÊ APÓIA NA ELEIÇÃO", direcionada aos veículos do PIG? Assim, o jogo seria menos hipócrita e a Globo, a Folha de SP e outros teriam, no mínimo, que fundamentar por que estão atacando com todas as suas forças o governo do presidente mais amado que o Brasil já teve. Eles têm o direito de apoiar quem quiserem mas devem ser francos e explicar suas razões aos brasileiros.

  • Li, com tristeza, no Nassif que "Denúncia inepta da Cureau livra Serra do TSE". É lamentável sob muitos aspectos o que sobra disto. A Dra. Cureau é uma procuradora de justiça e como tal preparada como poucos para exercer um cargo que requer concurso público onde somente os melhores se sobressaem. A ser verdade o que está lá, poderia se tratar de abuso de poder de quem demonstra zelo incomum em aguilhoar o presidente da república e a sua candidata, ao passo que faz vistas grossas para um candidato que representa a oposição a tudo de bom que o país vive hoje, resgatado do atoleiro em que se achava devido a inépcia do protegido que quer voltar a governá-lo. A sra. Cureau revela no seu comportamento, se comprovado, uma certeza: Serra está bem atrás na preferência popular e precisa de uma mãozinha. Pior ainda, o plano Honduras pode ser mais que conjectura e já estaria em ação. Certamente não há limites nem escrúpulos desta gente, porque a nação é riquíssima e eles tramam se apossarem dela novamente. Darão um jeito de fraudarem as urnas, porque de outra forma eles não levam esta eleição.

  • Passou da hora de alguma atitude do gênero ser montado.

    Sugiro que se peguem matérias desde o início dos ataques à Dilma Roussef (quando se foi aventada a possibilidade da candidatura presidencial). Um exmplo clássico seria a atuação da mídiano caso da "esquecida" Lina Vieira.

  • Há três dias o Jornal da Band anuncia uma série de reportagens, utiliza-se de um desenho animado de um galinheiro denominado anatel onde raposas cuidam dos pintinhos. Tá é com jeito de chantagem.

  • (off-topic: uma sugestao, Eduardo. Quando alguem traz um link externo OU quando ha uma resposta a qualquer comentario, eh mais facil ver um botao de todo tamanho chamado "responder" do que ver o link nao-botao dizendo "x respostas". Eh dificil achar. Nao da pra mudar esse azul claro de links? Ta muito ruim. Esta muito claro e chromaticamente o tom de cor nao se ressalta aos olhos de quem le em diagonal, aos pulos, ou rapido demais. Um botao de "x respostas" seria mais util que um botao "responder" grandao ao lado de um link dificil de ver de relance. Um abracao.)

  • Corroboro a sua afirmação sobre a CAMPANHA ESCANCARADA que a imprensa escrita faz em favor do candidato do PSDB, José Serra, da mesma forma que faz campanha negativa(aliás, mais do que isso, pois esse negativismo não é apenas baseado numa interpretação desfavorável dos atos do Governo, mas estende-se à calúnia e à distorção de fatos concretos, visando prejudicar o Governo Lula e sua candidata Dilma Rousself). E complemento sua afirmação, afirmando que a imprensa televisiva(mídia que de fato atinge a população brasileira)também está há 8 anos, e com mais intensidade agora, em campanha explícita contra Lula e Dilma e em favor de Serra. Nesse grupo, cito como destaque da camapanha a REDE GLOBO, não somente por sua audiência ainda em muito superior às demais, mas pelo viés ideológico extremista da emissora carioca, que pauta seu conteúdo "jornalístico", e a ação dos jornalistas amestrados que lá trabalham, por uma massiva e histérica campanha contra o Governo Lula e sua candidata. Continua…

  • Lembrando que esse meios de comunicação são concessões públicas e sustentam-se com dinheiro público, no caso das emissoras de televisão. A imprensa escrita, embora não seja concessão pública, também sustenta-se graças ao dinheiro público, o que a obriga a tratar com isenção e equidade os candidatos, já que são os recursos dos eleitores de todos eles que a sustentam. Sem contar os ditames da ética jornalística. Assim, quero aqui assumir meu compromisso de cidadão com a assinatura dessa futura representação do MSM(como também assinei a Representação que visava investigar a manipulação em pesquisas eleitorais). A atitude do MSM é mais do que urgente e necessária para a consolidação da democracia neste país, uma vez que jamais teremos uma Sociedade de fato livre enquanto meia dúzia de oligarcas, propietários dos meios de comunicação do Brasil, achem-se arrogantemente acima da Lei e, em explícito desrespeito

  • É engraçado como a imprensa prega tanto a democracia (regime em que quem toma importantes decisões políticas é o povo).
    Eu sou totalmente a favor da democracia, mas acho uma baita hipocrisia o que a mídia faz. Lily Marinho (viúva de Roberto Marinho) em um almoço no dia 09/07/2010, em que a candidata Dilma se fazia presente, disse: Convidei-as para, juntas, homenagearmos a senhora democracia.
    Mas se formos analisar, percebemos que não há democracia nenhuma quando uma organização faz com que um grande número de pessoas vá de acordo com a vontade dessa dita organização. Ou seja, não há democracia quando o principal objetivo de uma organização poderosa é manipular um grande número de mentes visando lucros sobre isso.

    Democracia: regime em que quem toma importantes decisões políticas é o povo. Na verdade o que acontece, é que quem toma as decisões políticas para o povo são essas organizações.

  • Eduardo, pode contar com a minha assinatura nesse processo e com ajuda finaceira, se preciso for.Temos também de fazer alguma coisa para impedir a senhora procuradora Cureau de se pronunciar antes de ler os autos e de fazer propaganda em defesa do Serra, valendo-se de dois pesos e duas medidas em seus julgamentos.Não dá para continuar desse jeito.

  • Caro amigo Eduardo, pode contar com minha participacao e apoio neste movimento da mesma maneira que apoiei, com minha assinatura, o requerimento dos institutos depesquisa. Que muitos outros leitores também se coloquem à disposicão desta iniciativa.

  • É impressionante o poder de manipulação da chamada "grande mídia". Proclamam como "liberdade de expressão" esse jornalismo panfletário, conservador e carcomido. Vendem como informação o que na verdade é apenas comunicação suspeita. Eles se olham no espelho e não conseguem se ver…será que não percebem como são : pouco inteligentes, sem imaginação, defensores do que há de mais retrógrado e sempre representando interesses espúrios.
    A sociedade brasileira vive um processo de transição inédito e essa mídia dominante insiste em negá-lo. É também uma grave questão narcísica. No fundo, eles morrem de inveja do Lula…
    Consirero sua iniciativa oportuna e de grande valia para a verdadeira democracia.
    Conte com meu apoio cidadão.

  • Assino e divulgo na minha pequena lista de amigos e colegas as posições do nobre blogueiro. Há anos, assisto indignado o JN da "vênus platinada" em que as notícias positivas de economia são lidas como se fosse geração espontânea e não fruto do trabalho iniciado pelo atual governo federal. Claro, sem contar as campanhas negativas da Força Serra Presidente, Estadão, Globo, UOL, e a indefectivel Veja. Penso que a cidadania deve ser alargada com a dismitificação do poder simbólico da mídia brasileira. Então a minha solidariedade e à sua disposição para assinar quantos abaixo assinado forem necessários.

  • A Lei das Eleições existe também para punir a imprensa que seja concessionária do serviço público e dissimule suas opiniões sobre os candidatos. É a L. 9.504/97, que no art. 45 ordena:

    Art. 45. A partir de 1º de julho do ano da eleição, é vedado às emissoras de rádio e televisão, em sua programação normal e noticiário:

    I – transmitir, ainda que sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados;

    II – usar trucagem, montagem ou outro recurso de áudio ou vídeo que, de qualquer forma, degradem ou ridicularizem candidato, partido ou coligação, ou produzir ou veicular programa com esse efeito;

    III – veicular propaganda política ou difundir opinião favorável ou contrária a candidato, partido, coligação, a seus órgãos ou representantes;

    IV – dar tratamento privilegiado a candidato, partido ou coligação;

    V – veicular ou divulgar filmes, novelas, minisséries ou qualquer outro programa com alusão ou crítica a candidato ou partido político, mesmo que dissimuladamente, exceto programas jornalísticos ou debates políticos;

    VI – divulgar nome de programa que se refira a candidato escolhido em convenção, ainda quando preexistente, inclusive se coincidente com o nome do candidato ou com a variação nominal por ele adotada. Sendo o nome do programa o mesmo que o do candidato, fica proibida a sua divulgação, sob pena de cancelamento do respectivo registro.

  • Há algo em comum em todos estes órgãos de imprensa? Tipo alguma seita secreta que governou o Brasil por 500 anos? Nesse caso, cuidado, porque a "pegação de pé" será grande por parte desse quisto que é a pior espécie de "jeitinho brasileiro".

  • importantissima e oportuna medida. Aguardaremos todos os primeiros passos, para nos juntarmos e nos fortalecer para acabar com esse resquicio da ditadura, essa manipulação escrota e explicita dos meios de comunicação ligados aos antigos esquemas de poder.
    O país só amadurece sua democracia se esse esculacho de mída for derrotado. Queremos uma democracia? temos que lutar.
    A eleição do Lula criou um fato novo, tão novo que não se via desde a proclamação da independencia no país. Os tradicionais donos do poder estão alvoroçados. Se não fizermos nada, eles criam mais coragem e partem para o golpe. Quem como eu não pretende ter que sair novamente do país fugindo de uma nova ditadura, tem que se engajar.

  • Penso que os telejornais também, por serem concessionários de serviço público, devem ser levados aos tribunais.
    Para se ter uma idéia a Globo está negando notícias sobre o dia a dia dos candidatos, isto para que Dilma não venha a se tornar conhecida do eleitorado.
    A lógica é: boicotando Dilma e Serra, Dilma perde mais, pois Serra é um velho conhecido dos brasileiros.
    Só que a lei obriga uma concessionara de serviço publico a prestar serviço de qualidade e não apenas por questao partidária
    Imagina só uma empresa de ônibus ou telefonia ou água prestando serviço para apenas simpatizantes de um determinado candidato.
    Portanto, lei no calo da Globo
    E conte comigo para a vaquinha para pagarmos o advogado.

  • Deveriam aproveitar o I Encontro Nacional de Blogueiros e já ir pegando as assinaturas, ou no mínimo, os contatos q de quem apóia a mobilização. O TSE abriu a jurisprudência, agora q leve a fama! Apóio, assino embaixo e se preciso reconheço em cartório. Mesmo q não dê em nada, servirá de alerta, servirá para educar, servirá para mostrar ao povo q o PIG existe SIM!

    Hoje o Noblarg se APROPRIOU do PIG: "(Comentário meu: Mais uma ação do PIG – Partido da Internet Golpista.)". Será já se preparando para a ação?????

  • Viva as Pessoas de Bem neste Pais, o Brasil esta rumando ao desenvolvimento, Cultural, Social e Economicamente, em conseguencia os Politicos tem que entrar na linha.

  • Mais uma vez é notório que a mídia está descaradamente favoresendo a candidato tucano José Serra, é isso que aconteçe quando os meios de comunicação não imparciais como se jugam ser. é preciso que esse “meio de comunicação” ilegal seja reavaliado para se tratar a todos os candidatos com igualdade.

  • Caro Eduardo,

    conte com meu apoio.

    Quero ajudar.

    O Observatório da Midia tem metodologia para tais levantamentos e análises. Também tenho algum conhecimento para pesquisas que gostaria de ceder a esta iniciativa. Afinal, me sinto um idiota com esta ‘cobertura’ acintosa da grande impressa (vulga PiG).

    E o precedente do TSE em relação à APEOSP… apenas por esse bem à humanidade os professores deveriam ter seus salários triplicados.

    Obrigado.

    Thiago Silva

  • Independente da sua análise, isto é muito claro para quem passa a vista pelas manchetes dos jornais e revistas. É muito evidente, escancarado.
    O conforto é que todos eles terão somente versões na internet, porque ninguem mais vai le-los em papel.
    Vamos continuar a estimular a desistência de assinaturas, porque esperar que haja punição, isto não ocorrerá.

  • ESTÁ NA CARA…BASTA LER A SEÇÃO "LEITORES" DA VEJA E NÃO PRECISA SER NENHUM PERITO EM ESTILO DE ESCRITA PARA PERCEBER QUE AS CARTAS SÃO ESCRITAS PELA MESMA PESSOA DO STAF DE ELABORADORES DE TEXTOS PARA A CAMPANHA DO SERRA…NEM SE PREOCUPA EM VARIAR A FORMA, DE UMA PARA OUTRA, EM FACE DA URGÊNCIA…AFINAL, É SÓ PRA MOSTRAR QUE "ESTÁ TODO MUNDO COM O SERRA".
    CONTEM COMIGO: BRASIL, OUTROS TEMPOS !

  • Sr. Eduardo, ainda há pouco comentei no site do Deputadao Brizola o quanto o Movimento dos Sem Mídia será importante mesmo após a vitória de Dilma Roussef. Depois dessas eleições talvez muitos blogs progressistas deixem de existir ou fiquem apenas como arquivo de internet. Espero sinceramente que isso não aconteça com o Cidadania.

  • Edu,você tem meu e-mail.

    Quero que você me de uma luz de como eu posso te ajudar. Essa luta também é minha.

    Quero ajudar de alguma forma,de forma financeira,na medida do meu orçamento.

    aguardo e-mail seu. Abçssssssssss

  • Antes os meios de comunicação (Jornais e Tv ( mas, agora temos a Internet)! E a Internet é o meio mais rápido para nós comunicarmos . Antes este pessoal deitaa e rolava, mentiam descaradamente e comisto fziam a cabeça da população, mas agora a coisa mudou. Vide ai o Estadão (já foi) e outros estão na bica Veja é uma delas!

  • Pode, não, é ilegal. O problema é que as insituições – MP e Judiciário – responsaveis para fiscalizar e punir estão compactuando com a ilegalidade.

  • Sem propostas para o País, a Mídia e seu candidato José Serra querem impor à Dilma Rousseff a agenda de factóides deles.
    Dilma tem o Governo Lula as conquistas e o legado dele para debater com a Sociedade.
    Não pode de forma alguma se submeter à agenda de factóides que está sendo imposta pela Mídia e pelas proposta falidas do candidato midiático demotucano.

  • Eduardo, disponho de uma informação nos meus arquivos de campanha que Jammal Makhoul da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-São Paulo analisou 204 números da revista Veja entre 2003-2006 concluindo haver uma verdadeira campanha de desestabilização empreendida por este veículo da imprensa brasileira. De repente parte do trabalho já está feito. O estudo foi inclusive divulgado na França. Veja aqui: http://www.legrandsoir.info/Chantal-Rayes-piegee-

    Um abraço.

  • Prezado Eduado Guimarães
    Qualquer movimento por parte deste Blog com objetivo de reagir contra as manobras desta imprensa antiética, vai contar com todo meu apoio e espero, o apoio de todos aqueles que participaram do Movimento anterior contra alguns Institutos de Pesquisa e MAIS.

  • O ônus da prova é de quem acusa. Direito exercicido

    A campanha do Sr. Serra,( coligação PSDB/DEM/PPS) já esta muito previsivel esse jogo sujo viria como forma de tentar desestabilizar a candidata Dilma Roussef, Creio que isso demonstra a falta de proposta ou projetos por parte da coligação PSDB/DEM/PPS do Sr Serra. Acho que o desespero pode transmitir aos seus correlegionários de uma forma jamais vista, que voces estao afundando a candidatura do Sr.Serra antes do tempo, E esse caminho de justicializar ou criminalizar setores não e o caminhos dos debates que o brasil necessita neste momento expor em relação as suas dificuldades e Soluções. Nos eleitores , queremos mais Sra. Democracia Brasileira, achamos que merecemos mais nesse debates de alto nível, por isso neste momento da campanha meu voto e sem duvida para Debates de Ideias. E Viva o brasil forte e soberano para seu povo.

  • QUEM NEGOCIA COM TRAFICANTES????

    Tucanos e PCC: tudo a ver

    Por Douglas Yamagata – http://douglasyamagata.blogspot.com/

    Quem sempre teve lastros duvidosos com o narcotráfico é o próprio PSDB.

    As declarações do vice de José Serra, Índio da Costa, pode ser considerada uma das mais hilárias da história das campanhas eleitorais.
    Em maio de 2006, houve no estado de São Paulo, o ataque do PCC, onde vários presos se rebelaram nas cadeias. Foram mais de 290 ocorrências em todo o estado e quase 150 mortes. Durante aqueles dias de rebelião, toda população paulista ficou refém do crime organizado.
    Mas o que mais marcou, foi a negociação efetuada pelo Governo Alckimin (tucano) e o PCC de Marcola, para que acabassem os ataques. Tal situação foi registrada em vários documentários, inclusive de canais internacionais como a Discovery.
    O próprio governador Geraldo Alckimin, ficou sem palavras ao ser questionado sobre o episódio, como podemos ver no vídeo abaixo:
    http://www.youtube.com/watch?v=L4I70lwo2Gg&fe

  • Eduardo, parabéns por seu artigo! ele fala de um modo bem claro sobre uma das maiores conspirações midiaticas que podem ocorrer contra um governo de todos os modos se esforça para tornar o Brasil um país melhor(e está conseguindo). Estamos contigo companheiro! Você merece ser seguido no twitter!

  • E quanto às propagandas políticas do PT transportadas por veículos da prefeitura do Rio de Janeiro? Isso também é crime eleitoral. Ambos os candidatos erraram então, não apenas aquele mencionado em seu artigo.

  • Está mais do que na hora dessa Representação contra os meios de comunicação vir à tona, como também do prometido adendo à outra Representação contra a fraude nas pesquisas eleitorais, já enviada e aceita pelo MPE, que denunciou a canalhice que tenta-se praticar com as pesquisas; adendo que, segundo você mesmo, "pegará com as calças na mão" os fraudadores de pesquisa, provando definitivamente que transformaram a pesquisa eleitoral numa arma da campanha política serrista. Sei de seus problemas pessoais e que sua abnegação já é até exagerada, mas peço um pouco de celeridade porque, o ato de anunciar-se uma medida(principalmente medidas como as que você anunciou, de grande impacto)gera inevitavelmente uma expectativa sobre a sua realização que, se não satisfeita, acaba por levar a um desistímulo, que acaba por enfraquecer o efeito de sua concretização, quando esta finalmente ocorrer. Continua

  • Continuação : Além do que, a campanha midiática a favor de Serra continua com cada vez mais intensidade, que aumenta à medida que Serra percebe a inexorabilidade de sua derrota, e logo manifestar-se-á também através de novas fraudes nas pesquisas eleitorais que virão. Hoje mesmo, li no Blog de Brizola Neto que a Folha fascista fez um epíteto da Procuradora Cureau, a procuradora serrista, tentando trasnformá-la em herói, "esquecendo-se" dos absurdos legais praticados por Cureau(como não ter representado Serra até hoje, por este ter aparecido nos programas eleitorais de três partidos aos quais não é filiado; PFL, PPS e PTB; o que evidencia um crime eleitoral indiscutível). E assim continuará, com Cureau ou com qualquer outro maníaco que tente prejudicar Lula e Dilma, até que a Justiça haja. Outro ponto importante : ACHO QUE A REPRESENTAÇÃO DO MSM DEVERIA VOLTAR-SE PRINCIPALMENTE PARA A TELEVISÃO, MEIO QUE DE FATO ATINGE A POPULAÇÃO BRASILEIRA.

  • Esta mais do qua na hora de enquadrar esses golpistas. A tarefa de construção da democracia brasileira ficou inconclusa exatamente porque faltou democratizar os meios de comunicação e o direito de opinião. O MSM tem contribuido para dar esse avanço criando essa consciência através da luta. Essa eleição é uma boa oportunidade para avançar nisso. Vamos a luta! Estamos ai. Grande abraço.

  • Edu,

    Como te disse antes ainda não fiz a minha ficha de inscrição por falta de tempo, mas, logo logo estarei entre os associados e ativamente.

    Acredito que devamos buscar meios de denuncias também fora do pais, algo como organizações não governamentais e até governamentais, com fins de orientação, ficalização e punição mesmo que seja apenas do ponto de vista etico e moral, assim também como tribunais internacionais para este seguimento, se é que exitem. precisamos boscar essas e outras auternativas, botar a boca no trombone, para mudarmos a atual estrutura midiatica.

  • Meu caro Eduardo, peço sua nobre atenção para dar uma conferida no site do Sindifisco Nacional – Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (www.sindifisconacional.org.br) uma resposta direcionada à FSP sobre as acusações absurdas da suposta quebra de sigilo fiscal do sr. EJ. Por conta desse episódio a FSP e seus articulistas, ligados ao PSDB, têm promovido uma verdadeira cassa as bruxas, desrespeitando autoridades de estado, como foi o caso do sr. Clovis Rossi que chamou Auditores-Fiscais de "fiscais de esquina". Para defender um direito individual de um membro do PSDB eles estão pisando no direito de pessoas simples, praticando crimes de maior gravidade que aqueles de sigilo fiscal, divulgando precocemente nome de uma servidora que supostamente participou do episódio, julgando-lhe a autoria sumariamente perante a sociedade. Eu fico pensando como o MPF e a Justiça ficam assistindo esse monte de atrocidades contra servidores públicos comuns, tudo para garantir um direito do sr. EJ e do PSDB, que tem toda a condição material para defender seus direitos, sem precisar da ajuda da poderosa mídia brasileira.

  • Quem é Eduardo Jorge mesmo? Esse "trololó" pigdemotucano é inútil e não ganha voto (somente pode, talvez, quem sabe, assegurar voto de quem não gosta do PT ->> mas pode passar a gostar quando a campanha na TV mostrar as diferenças brutais entre os governos FHC e Lula). Se houve algum problema com o imposto desse cidadão, ele tem o direito de ir à Justiça e resolver. Só que eu não perco tempo lendo as notícias sobre o caso, para mim, notícia requentada.

  • Gilberto, ontem mesmo havia pensado nisso enquanto lia o PIG sobre isso. Eles não tem o menor senso. Atropelam tudo em nome de nada. São uns irresponsáveis. Sempre foram assim. Deus nos livre dessa gente.

  • e a imprensa tradicional está desfigurada, reduzida à condição de boletim de campanha, com fanfarras eleitorais semeadas em praticamente todas as páginas, um fazer jornalístico alternativo, próprio dos que resistem , ameaça a sua até então granítica hegemonia.

    Gilson Caroni Filho no sítio http://www.cartamaior.com.br
    acesso 23 de julho de 2010

  • 23 Julho 2010
    Vox: Dilma dispara e abre vantagem de 7%

    Cláudio Humberto, claudiohumberto.com.br

    “Pesquisa Vox Populi realizada entre 10 e 13 deste mês revela que a candidata a presidente Dilma Rousseff passou a abriu vantagem de sete pontos percentuais sobre seu principal adversário, José Serra. O placar, na pesquisa estimulada, está em 43% x 36%. Marina Silva (PV) segue co 8%. A pesquisa foi realizada em 214 municípios, junto a três mil entrevistados. Na pesquisa espontânea, a vantagem de Dilma é ainda maior: 28 x 20%. Serra perde em todas as faixas etárias, exceto dos 24 aos 29 anos.

    Nos estados, a vantagem da candidata petista fica ainda mais clara. Se em Alagoas Serra está na frente (39×35%), na Bahia perde de goelada (54×25%) e sofre derrotas acachapantes no Maranhão (62×21%), Paraíba (58×28%), Pernambuco (61×24%), Piauí (58×24%), Rio Grande do Norte (56×31%). Serra está na frente também no Acre (44×16%, com a "verde" Marina Silva somando 25%), Amapá (37×35%). No Rio, Dilma está na frente (41×25%), mas perde em São Paulo (41×32%), no Paraná (45×37%), no Rio Grande do Sul (42×37%), Santa Catarina (44×33%). Mas no Estado de Minas Gerais, reino do tucano Aécio Neves, Dilma saltou à frente de Serra, somando 40×35%.”
    Foto: ABr
    Falta nessa contagem o Ceará Dilma 41% Serra 28%

  • 23 Julho 2010Zé Serra é traído pela consciência e assume que ganharia "torneio de pilantras"

    O "presidente competente" foi traído pela própria consciência e pelo raciocínio lógico pueril. O pior, que o revisor do psdb.org.br nem percebeu A MANCADA E ESTAMPOU COM MUITO ORGULHO A FRASE GENIAL! kkkk!!

    Extraído do Cloaca: http://cloacanews.blogspot.com/

    ===========================================================================
    Frases do dia

    22 Jul 2010 às 19:11:15
    "Quem vem comigo sabe como eu me comporto. É um pouco difícil ficar comparando quem tem quem. Num torneio, a candidata do governo perde no quesito más companhias." (logo, SERRA "GANHA" num torneio de más companhias… KUAKUAKUA!)

    https://www2.psdb.org.br/interna/opiniao_tucana.p

    E O PIOR DE TUDO: FOLHA DISTORCE A AFIRMAÇÃO E LIVRA A CARA DO SERRA;

  • Enquanto o Lula voa no seu aerolula por todo país (inventando compromissos “oficiais” justamente nos lugares onde sua candidata discursa) utilizando-se de todos os recursos proporcionados pela infra-estrutura do estado (tudo pago pelo contribuinte) pra fazer campanha pra sua candidata, a capataziada daqui de baixo continua a bater na oposição. Agora vem com essa charge tentando enlamear sua imagem junto com toda os setores da imprensa que não é subserviente ao governo federal. Haja óleo de peroba.

  • Precisamos, na verdade, nomear. Quando falamos "imprensa" fica tudo muito generalizado, não coça ninguém. Vamos fazer uamrelação dos nomes dos "jornalistas" que formam a linha de frente dos empresários reacionários. Podemos começar, Pioto, da CBN, Heródoto Barbeiro, o demitido, etc…etc..etc…

  • É meu
    Os órgãos que representam as grandes empresas de comunicação, como Abert e ANJ, defendem plataformas contraditórias. Acham que o governo deve limitar a participação do capital estrangeiro, mas rechaçam qualquer possibilidade de fiscalização pública sobre o conteúdo da mídia.
    Para garantir a reserva de mercado, invocam a lei. Mas a possibilidade de acompanhar, discutir e rever concessões de rádio e televisão, igualmente legal, parece coisa do capeta. Curiosa maneira de defender a liberdade de expressão.

  • Eduardo, nesta ação não esqueça de colocar, ao lado da Globo e da Veja, o seu amigo Paulo Henrique Amorim. Ele está descendo o pau no Zé Dirceu. Associando-o ao Dantas. O Zé Dirceu não é mais petista? Ou ele é um petista "mais igual que os outros"

  • E que papo é esse de "Sem Midia"? O teu blog não é Midia? Você tem é inveja do sucesso dos outros, isso sim! A Veja é lida porque tem credibilidade perante as pessoas de bem desse país. Caso contrário deste teu bloguinho lulo-dependente.

  • Caro Sr.Eduardo,

    Finalmente alguém conseguiu, em um só artigo, definir bem o que vem acontecendo, dando o nome de toda a boiada, e da porteira que essa manada já ultrapassou há muito tempo. Se é para valer o "Estado Democrático de Direito", que suas instituições não se acovardem com a possível e muito provável gritaria sobre eventual tentativa de censura. Não é possível mais tolerar esse golpismo retrógrado, barato, denuncista, mentiroso e reacionário da grande imprensa do eixo Rio – SP. Conte comigo. Se houve movimento, quero participar. Queremos um debate sério, construtivo, real. Não factóirdes. Cássio.

  • Pessoal,
    Sabe porque a Folha de São Paulo está dando tanto destaque para este fato(o ovo contra Serra) em Santa Catarina?
    Basta lembrar do Berlusconni quando foi agredido com um objeto no rosto. A imprensa falou de uma forma que a popularidade dele aumentou nos dias seguintes.
    Com Serra querem fazer a mesma coisa.
    Não são nada originais este povo.

  • Eduardo, a ligacao da mídia, PSDB, DEM e alguns setores do judiciario é quase fraternal. Espero que vc continue e consiga obter uma vitória contra essa manipulacao que coloca os leitores na posicao de meros fantoches de suas idéias anti democráticas. É impressionante como Jose Serra nao tem uma proposta concreta de governo e o seu único discurso é de mentiras, factoides e dossies. Se nao fosse essa manipulacao provavelmente o segundo lugar nas pesquisas seria de Marina, J. Serra estaria com no máximo 10% das intencoes de voto. Imagina o Brasil governado por um cidadao que acorda as 11 da manha e pelo seu vice que nao possui nenhuma condicao para tal.

  • É PRECISO TAMBEM UMA AUDITORIA NESSA DATAFRAUDE E GLOBOPE QUE SE ENCONTRAM VISIVELMENTE ARTICULADOS PARA MANTEREM ZE PEDAGIO EMPATADO COM DILMA, PELO MENOS ATEH A ENTRADA DO HORARIO ELEITORAL NA TV. PORTANTO PRECISAMOS SER RAPIDOS PARA PODERMOS APROVEITAR AS CONCLUÕES DO MP DURANTE O HORARIO GRATUITO.

  • Olá,

    podem contar comigo como voluntário dessa empreitada, já passou da hora da sociedade civil se organizar e rechaçar de vez esse pequeno grupo de manipuladores e exploradores da nossa sociedade.
    Vejo essa causa como obrigação nossa, de cidadãos que lutam e defendem o maior interesse que uma sociedade possa ter, a democracia.

  • Há muito que eu vejo esta forma de agir da grande mídia, aliás já durante a ditadura militar o PASQUIM denunciava este conluio da grande mídia com os seus patrocinadores, mas nunca se evidenciou tanto quanto agora, só falta eles fazerem campanha declarada do tipo "VOTE NO SERRA, ELE É O NOSSO CANDIDATO", eu já não consigo mais ler jornais e revistas pois como cardiopata tenho medo de passar mal de tanta revolta, moro em uma região do estado de São Paulo em que infelizmente não tenho nem com quem conversar já que povo é totalmente alienado e não sabe sequer conversar (São José do Rio Preto) um povo que fala "nós foi" e "a gente somos", mas não é com licença poética como os TITÃS não, é o curral do Serra, se tiver um movimento contra esta mídia contem comigo, precisamos elejar a Dilma no primeiro turno e o Mercadante, bom Mercadnte pode ser no segundo turno mesmo pra dar um pouco mais de emoção.

  • SÁBADO, 9 DE OUTUBRO DE 2010
    Campanha de Serra e da mídia estimula o ódio entre crianças
    O primeiro passo é a difamação; o segundo, a violência; o terceiro, o golpe. Numa escola de São Paulo, o segundo passo já foi dado. Por crianças.

    Quando os pais ensinam o ódio
    Por Arnobio Rocha

    Minha filha de 9 anos estuda numa escola cristã classe média de SP, hoje foi vítima de bulliyng pesado porque defendeu Dilma. Ela foi importunado por coleguinhas cujos pais votaram no Serra. Começaram zoando que Dilma perdeu. Minha filha revidou dizendo que tinha mais eleição, eles começaram a gritar “Dilma assassina”, que ela foi presa, que roubava que mata crianças. Minha filha, tentando fugir desta turminha e sendo caçada, levou soco, chutaram e pisaram na mochila dela não paravam de gritar. Ao chegar no carro, ela contou para sua mãe e ainda estava em prantos, não por ter recebido soco, mas porque não conseguia se livrar da malta selvagem que a atacavam. Cheguei em casa, ela me contou o caso, fique assustado com este ódio, com esta campanha infame e pelos pais EDUCADOS, que no caso da escola têm curso superior, ganham em média de R$12 a 15 mil por mês, mas ensinam aos filhos pequenos que Dilma é BANDIDA. Onde vamos parar? Nem em 1989 Collor ousou pregar o ódio de forma tão aberta.

Deixe uma resposta