Esbirros de Serra mentem tanto quanto o chefe

Sem categoria

Sempre digo que a verdade é uma força da natureza como o vento ou a chuva. Pretender contê-la é como tentar segurar água entre as mãos. Aos que não acreditam nisso, dou um bom exemplo de como o mentiroso se enrola sozinho na própria língua – ou na própria pena.

Semana passada, centrais sindicais lançaram manifesto no qual denunciaram ser mentira que Serra, entre outros benefícios para os trabalhadores, tenha criado o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Segundo CUT, Força Sindical, CTB, CGTB e Nova Central, “o FAT foi criado pelo Projeto de Lei nº 991, de 1988, de autoria do deputado Jorge Uequed (PMDB-RS). Um ano depois Serra apresentou um projeto sobre o FAT (nº 2.250/1989), que foi considerado prejudicado pelo plenário da Câmara dos Deputados, na sessão de 13 de dezembro de 1989, uma vez que o projeto de Jorge Uequed já havia sido aprovado”.

Nesta segunda-feira, os esbirros de Serra na mídia e em seu partido apressaram-se em “responder” às críticas das centrais Sindicais.

Em reportagem do jornal o Globo, o presidente do PSDB, Sergio Guerra, negou que Serra tenha afirmado que foi o criador do FAT. Indagado se ratificaria o discurso do candidato de que foi o responsável pela criação do FAT, Guerra alegou que o que ele afirmou foi ter sido “fundamental” no processo de criação porque “ninguém faz nada sozinho”.

Já a voz de Serra na internet, o blogueiro Reinaldo Azevedo, afirmou, de forma ainda mais peremptória, que o ventríloquo por trás de suas palavras nunca teria dito que foi o criador do FAT. Vale a pena ler a negativa de Azevedo, porque é ainda mais mentirosa do que a de Guerra:

Peguemos o exemplo do tal manifesto ilegal das centrais sindicais. Elas mentem ao afirmar que Serra se diz o criador do FAT e do seguro desemprego. O que ele diz está muito claro: foi autor da proposta que resultou no artigo 239 da Constituição, que prevê o fundo batizado, depois, de FAT — quando foi regulamentado por lei”.

A confiança dos esbirros de Serra na proteção de Globos, Folhas, Vejas e Estadões é tão grande, tão desmesurada que eles nem se deram ao trabalho de assistir de novo ao programa do PSDB veiculado há algumas semanas na televisão, no qual a locução diz, textualmente, o seguinte:

Foi o Zé Serra que criou o maior patrimônio [do trabalhador], o FAT, Fundo de Amparo ao Trabalhador

A frase foi dita aos 5m38s do programa do PSDB de 17 de junho passado. Se alguém tiver estômago e quiser conferir quem diz a verdade e quem mente nessa história, basta assistir ao vídeo do tal programa, logo abaixo.