“Delegado” bêbado atropela, insulta e foge

denúncia

Escrevo poucos minutos após assistir a uma das cenas mais revoltantes de que me lembro. E não assisti sozinho.

O que denuncio a seguir aconteceu na rua em que resido. Aliás, estava com a minha esposa e no local havia transeuntes, funcionários do meu prédio, dos prédios vizinhos e do comércio adjacente. Havia até uma viatura da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo, no local.

Por volta das 17 horas de 28 de janeiro de 2011, no bairro do Paraíso, em São Paulo, um automóvel Jetta de cor prata, placas DSW 7992 abalroou uma moto de entregas, derrubando o motorista. Estávamos em uma ladeira e o Jetta, depois de abalroar, continuou empurrando moto e motoqueiro por mais alguns metros, ainda.

Como o trânsito estava quase parado, foi surpreendente a violência do acidente, ainda que o motoqueiro não tenha tido maiores ferimentos além de uma aparente torção no pé direito e danos consideráveis à sua moto.

Voltava do supermercado com a minha esposa e já nos preparávamos para entrar no prédio quando aconteceu o acidente. Assistimos de uma distância de uns 20 metros, mas o carro da CET estava em frente ao que abalroou o motoqueiro.

Fiquei ainda um tempo parado com as compras no colo enquanto a minha Cristina saiu correndo, com a mania que tem de super mulher. E se meteu no caso, amparando o jovem, que tremia como uma vara-verde.

Enquanto isso, os funcionários da CET Carlos Alberto Siqueira e Sergio Luis Carlos interpelaram o motorista do Jetta porque ele já manobrava para fugir do local. Sob a interpelação dos funcionários, de transeuntes e de motoristas, o sujeito finalmente se dignou a descer do carro.

Um homem corpulento, grisalho, aparentando uns cinqüenta e tantos anos, de mais ou menos 1, 90 metro de altura, pesando uns 100 quilos, saiu cambaleando do carro. Segundo relatos das testemunhas presentes, estava completamente alcoolizado.

Esse indivíduo criminoso disse alguns impropérios às pessoas, inclusive aos funcionários administrativos da CET, entrou no carro e fugiu, deixando a vítima se contorcendo de dor e lamentando o prejuízo.

Antes de entrar no carro, disse que estava “bêbado”, que era “delegado” e que iria fugir, e mandou que toda aquela gente indignada fosse se f…

O nome da vítima é Ednilson Tadeu da Silva, um jovem de cerca de 25 anos, de mais ou menos 1,70 de altura, pesando em torno de uns 65 quilos, moreno. Sentia dor, revolta e tanta impotência quanto qualquer um de nós que assistimos àquela indignidade.

Peço a alguma autoridade que ler isto que, por favor, tome uma providência. A vítima prometeu registrar queixa na delegacia da rua Tutóia, no bairro de Ibirapuera. Minha esposa ordenou que eu não saísse deste quarto até publicar esta denúncia no blog.

PS: tenho o telefone dos funcionários administrativos da CET, que não tinham treinamento para tal situação, bem como da própria vítima.

67 comments

    • Se mandar prender a vitima ainda será bom, ele pode mandar todos os presentes por constrangimento ao delegado e o Edu ainda pode responder processo por danos morais por ter divulgado mais esse”cidadão de bem” neste blog.

      • Caro Julio Cezar, essa alcunha transita pelos Blogs progressista faz algum tempo, funde os nomes do ex-supremo presidente do Supremo que concedeu dois habeas-corpus em 48 horas ao então detido pela Polícia Federal Daniel Dantas. Portanto: Gilmar Dantas farinha do mesmo saco, um completa o outro.

  • Bom Edú, muito bom.
    Temos que acabar com essa estória de “sabe com quem está falando”.
    A sociedade brasileira ainda precisa melhorar muito.
    Esse “Brucutu” , precisa perder o emprego e cumprir 5 anos de cana para aprender a respeitar quem lhe paga a comida.

  • Atuando como diretora de escola estadual, nada me surpreende neste mundinho desgraçado!!! Quantas barbáries assisto quase que diariamente, pura falta de respeito e ética cidadã.

  • Tá virando moda esse negócio de delegado achar que está no velho oeste americano e se senitr o dono dacidade. Semana passada um delegado espancou um cadeirante porque este reivindicou a vaga destinada a ele que o delegado queria oculpar.

    Delegados… adoram tirar foto com o pé sobre o leão morto por outro alguém.

  • Fico a me perguntar quantos casos como este, testemunhado por você Edu, não acontecem diariamente nas ruas do nosso Brasil. E quantos casos como este, ficam da forma e do jeito que este vai ficar. Na impunidade. O cara se mandou. É delegado. Se houver alguma representação contra ele, vão empurrar pra debaixo do tapete e fica tudo como dantes no quartel de Abrantes. Claro que não podemos aceitar nem se curvar já que esta é a realidade. O protesto contra este tipo de situação e contra estes facínoras, travestidos de homens da lei, deve existir. Afinal, estamos ou não estamos em uma democracia?
    http://easonfn.wordpress.com

  • Ué? Isso é raro no Paraíso?

    Desçam até o Glicério…

    Como a mídia não fala nada quem é preto (sem poder) fica quieto com medo das histórias de policiais que matam Motoqueiros e continuam exercendo a profissão por conivência da justiça paulistana e quando atravessa o caminho de alguém é expulso da corporação já sabe todos os meios para integrar grupos de extermínio e quadrilhas de roubos.

    ( 2 negros aquele que morreu surrado no batalhão sendo jogado na rua e o outro que foi morto na frente da própria casa e da mãe).

    E protesta na rua pra ver se eles não te arrebentam a cabeça, eu mesmo já fui surrado em uma manifestação por policiais sem nome na farda (vide aumento do passe de ônibus).

    As vezes dá impressão de a corporação inteira de São Paulo se comportar como Milícia.

    Ah! O Carli Filho matou rico branco. grande erro!

  • Me lembro de já ter presenciado algo parecido no passado , bem antes de eu me tornar o ser anti-social que sou. Lembro até dos sentimentos. Revolta, raiva e depois a Impotência. Era tudo que eu sentia. Por força de função, que praticamente me obrigava a presenciar o pior do ser humano em evidência , eu vivi vários desses momentos. Por força da minha natureza -talvez parecida com a menina que amparou- me envolvia. Nada que alguns anos de análise não remediasse sem nunca resolver.

    É a vida.

  • Pelo menos a otoridade não espancou a vítima, o que é comum nesses casos.

    Na muito remota hipótese de vir a ser instaurado algum procedimento, o corporativismo impedirá qualquer punição ao atropelador.

    Ainda que venha à baila a placa do carro, provavelmente ela será falsa. A tchurma costuma usar carros apreendidos, com placas frias, ‘em serviço’. São os ‘cabritos’.

    Só nos resta nos indignarmos.

  • Enquanto isso em outra parte de são paulo um grupo apoiando a soltura de um criminoso condenado em frente do consulado italiano.
    ……..
    Com esse tipo de padrão do que é certo e errado, por quanto tempo vcs acham que as pessoas poderiam permanecer honestas?

    • Aliancaliberal, o protesto em frente ao consulado era pela libertação de Cesare Battisti?
      Se for este o motivo do protesto, então, o padrão está corretíssimo.
      Quem protestava devia estar exigindo que se cumprisse imediatamente a decisão soberana do presidente Lula de colocar em liberdade o ativista político italiano.
      Num regime presidencialista ninguém é obrigado a se agradar de uma decisão Presidencial, contudo, todos estão obrigados a cumpri-la.

    • Essa é mesmo a nossa direitalha.
      O cara nem se incomodou com o drama do motoqueiro. Ele só está preocupado mesmo é em sacanear de alguma forma o presidente Lula.

    • Ser condecendente com o motoqueiro seria chover no molhado , então critiquei as causas de coisas como essa acontecerem ainda, a despeito de todo o clamor por justiça.
      Exemplos no próprio blog:
      “Infelizmente, eu acho que este canalha ficará impune.”
      “Só nos resta nos indignarmos.”
      “Tudo o que aconteceu é reflexo da impunidade dos crimes”.
      ……
      Em contrapartida “imediatamente a decisão soberana do presidente Lula de colocar em liberdade”.
      …..
      Em vez do estado ser rigoroso em relação aos crimes ele é condencendente, perde -se o padrão do que é certo e errado é uma mudança de moralidade e quanto tempo vcs acham que as pessoas vão continuar honestas neste sistema ?.
      …..
      Isso é a moral relativa que falei , minha moral não muda deacordo com o partido no poder seja ele qual for.
      ……
      O problema do estado promover a impunidade não e que estimule os corruptos, os desonesto e sim que corrompe as pessoas honestas .

  • Condenado aonde cara pálida, num país que o primeiro ministro fica atrás de meninas de menor? Que provas que tem quando os delatores prá tirar o deles da reta acusam como no tempo da ditadura brasileira que alguns vieram na tv acusar seu amigos depois de meses de tortura? Voce já foi torturado ? Não? então não abra a boca prá falar besteira. O Cesari Batisti já passou por pelo menos 7 países, e nenhum deles o extraditou, porque o Brasil teria que extraditá-lo? Chega de ser um país de vira-latas, esse tempo de gov FHC já acabou.

  • Alô, alô, testando… testando… testando… testando a capacidade de produzir justiça através de um novo veículo de comunicação…. testando a repercussão de denúncia de ato criminoso presenciado e denunciado por um dos blogueiros mais independentes da incipiente história info-mídia participativa, Alô, alô, alguem na escuta?

  • Vamos ver se alguém conseguiu filmar a ocorrência, algo até muito comum neste mundo de Youtube e estrelismo de 15minutos.

    Nada como imagens para gravar certos comportamentos “exemplares” de nossas autoridades, já que, por certo, haverão aqueles que defenderão esta pessoa, sejam elas da corporação ou não.

  • EDUARDO Sds,A moda tá ou já pegou,ontem minha filha ao sair do trabalho levou uma pela traseira e ao sair encontrou com uma destemperada se dizendo do TJMG, olhou a aliança de casada da minha filha e disse na lata: você casada é uma infeliz,com muito custo foram parar numa delegacia de trânsito -onde a PM atua conjutamente, a infratora continuou a dizer impropérios para milha filha que entrou em parafuso chorando e as” ARTORIDADES” na dêles. minha filha pediu a c´pia da ocorrência a impressora tava pifada.RETRATO DAS GERAIS.Ps: Na frente das “ortoridade” de TRÂNSITO, sua agressividade aumentou dizendo que ela mora em bairro de luxo,etc…..

  • Os conceitos de “ética”, “cidadania”, “respeito” e “caráter” só valem para o populacho, bem como a mão pesada da “lei”… enquanto isso, certos quadrúpedes se mantêm em seus cargos, numa boa, acima do bem e do mal…

  • Esses fatos lamentáveis são entulhos da ditadura militar em um país que não passou sua história a limpo, como fez a Argentina.

    E, infelizmente, a dignidade do cidadão comum é covardemente atingida todos os dias.E, pior, até por quem deveria garantir o cumprimento da lei.

    E vai desde essa violência explícita até a mais disfarçada tais como: pais que madrugam em frente às creches para garantir vaga ao filho; trens, ônibus e metrô super lotados por falta de investimentos dos governos;trabalhadores que tiveram 35 anos ou mais de labuta e se aposentam com salário de fome;planos de saúde que deixam o paciente na mão quando mais necessitado e outras bofetadas mais…

    Então, que fazer?O mais urgente é a Ley de Medios, pois, como está agora, os barões da mídia vão continuar a anestesiar as consciências.

    • Debitar tudo na conta da ditadura militar não é correto. Tá cheio de “democratas” por aí usando e abusando.
      Aqui, por exemplo, Guapiaçu, a atual prefeita, então se despedindo do 1o mandato, no dia seguinte à vitória de seu antecessor, 04/10/2004, jogou um copo de cerveja na cara de uma munícipe oposicionista. A vítima deu queixa mas, como tudo que se refere à apaniguada de Aloysio Nunes, DEU EM NADA.
      Aloysio foi guerrilheiro-terrorista contra os militares e patrocina os desmandos de sua tchurma.
      Portanto, nem tudo é herança maldita da direitona fardada.
      Lembro-me de que o general Ernesto Geisel soube pelo jornal que uma boate em Minas Gerais barrou a entrada de um negro. Lá de Brasília, ele mandou fechar a boate. Simples assim. Estava errado? Eu não acho. Assim todos os desmandos fossem imediatamente coibidos.

  • Desculpe Edu, mas não há novidade alguma no ocorrido. Já assisti cenas piores, que resultaram em óbito de um amigo. Fizemos como dignifica nosso direito constitucional: denunciamos o atropelamento com depoimentos de várias testemunhas, dentro dos prazos e tramites legais, com todos os documentos necessários. Bom, como dignifica-se a lei, a lei que realmente vale, o assassino hoje, diverte-se sem culpa, com sua pajero entre as baladas da Vila Olímpia e as baladas de Miami. E a impunidade? Bem, essa companheira bem brasileira, fez a pouco aniversário de 12 anos. Simples assim. Bem brasileiro assim.

    • jamais considerarei normal algo assim, ou menos grave do que casos piores. Não podemos perder nossa capacidade de nos indignar. E, lamentavelmente, constato que as pessoas já nem dão mais bola para uma coisa assim. Em um país civilizado, a esta hora estaria ocorrendo uma comoção. Sobretudo por talvez se tratar mesmo de uma autoridade.

  • Caro Eduardo
    O abuso de autoridade existe em todos os países mas, onde o porte de arma não é proibido, ele é muito mais discreto por motivos óbvios.
    Está na hora de se discutir isso com seriedade e os cidadão terem domínio das ruas a qualquer hora do dia ou noite para impor o império das leis e seu direito de dar voz de prisão a qualquer bandido em flagrante delito a elas, com os meios adequados.
    É lógico que é uma discussão ampla: o porte de arma de fogo deveria passar por instruções e avaliações detalhadas e precisas, inclusive nos quartéis do Exército, tão ociosos ultimamente, e não indiscriminadamente como em certos países; com leis duríssimas contra aqueles que fraudassem as normas ou o processo de concessão dele, de modo a habilitar mais cidadãos á defesa dos valores democráticos, da cidadania e da urbanidade.
    Para concluír, pergunto, sabedor da resposta: por que posso sacar dinheiro sem riscos num caixa eletrônico numa calçada em Praga, a temer apenas punguistas e não posso fazê-lo da mesma forma, e com limitações de numerário, num caixa eletrônico num shopping em São Paulo onde eles, os punguistas, quase não existem?
    Por que na Argentina, Suiça ou Uruguai praticamente não há notícia de assaltos à mão armada, somente punga?

  • Isso me fez lembrar do caso recentemente tratado na midia de um outro delegado que agrediu um advogado deficiente fisico, por que este ousou lhe inquerir sobre sua absoluta falta de educação ao colocar seu veiculo numa vaga de estacionamento destinada a deficiente.
    Inclusive tirando do advogado a prerrogativa legal de estacionar em sua vaga de direito.
    O ser bestializado, denominado também delegado, segundo as noticias, passou a agredir o deficiente.
    Acho que deveriam pesquisar melhor sobre quem investir na posse de cargos publicos. Pelo menos deveriam passar por avaliações constantes para saber se possuem as minimas condições de permanecer no cargo, alguns pensam que os cargos são deles e que por isso o publico e quem lhes deve favor ou obediencia, sei lá o que se passa nessas mentes distorcidas.

  • Chocante, estúpido e inadmissível. Mas, não vai acontecer nada e, se bobear, o motoqueiro pode ter sua casa incendiada e sua família ameaçada. O que esperar de um governo tucano, principalmente após a volta de Saulo de Castro?

  • Por que não enviar a denúncia desse fato grave diretamente às autoridades, sem esperar que possa – eventualmente – ser lida por elas?

    Cordiais saudações

  • é…. dinheiro e poder mantém qquer um longe da cadeia…
    vide o Cacciolla , que saiu em condicional, e que deve fugir para a Italia de novo….
    e lógico, vão negar a deportação dele, de novo…….

  • Meu caro Edu, é a certeza da impunidade que elementos como este delegado, façam o que bem entenderem. Pegaram a placa do carro?? Já é um começo, além de várias testemunhas que se não se sentirem acuadas devido o dito cujo ser um “delegado” servirem de testemunha…

  • Prezado Eduardo,

    A polícia de São Paulo age dessa forma porque sabe que o governo do estado nada vai fazer a respeito.
    O poder Judiciário de São Paulo também não.
    Só nos resta a indignação e a revolta sabendo que este não é um caso isolado.
    Continuar a denúncia desses fatos lamentáveis permanentemente.

  • Eduardo seu caso faz-me lembra algo parecido que assisti em parte. Estava dirigindo numa pista de alto rolamento quando vi á minha frente uma “brasilia” azul, com um número grande de pessoas incluindo crianças. Atrás do meu carro apareceu um “bólido” (Mercedes Benz). Vinha a toda pela direita onde estávamos eu e a brasília. Vendo que o elemento iria “pegar-me” passei para a faixa esquerda. O “bólido” não. Bateu na traseira da brasilia que perdeu o controle e, para a direita entrou por um matagal. O bandido vendo que seu carro tinha possibilidade de correr enfiou o pé, mas seu final foi triste. Perdeu o controle, bateu em uma pedra de mais ou menos um metro de altura. Ele enfiou a cara no pára-brisa e morreu no local. Seu peito foi esmagado no volante. Era um juiz conhecido por suas barbaridades contra a classe ppp. Mais tarde soube que o “piloto” estava embriagado, vindo de uma festa.
    Na brasilia, somente uma senhora que viajava na frente junto ao motorista, seu marido, sofreu o “efeito chicote”. Com a batida por trás, sua cabeça foi deslocada também para trás e sofreu distensão dos tendões. Ajudei no socorro, mas quem tomou a dianteira no socorro foi um Bombeiro que também passava pelo local.

  • Se for preso em flagrante ( se for!) o juiz manda para casa, porque tem endereço e não vai interferir nas investigações. É o procedimento usual da nossa “justiça”. Ontem mesmo, a quadrilha desbaratada la no MS, após não sei quantos mesess de escuta telefônica e, simultaaneamente, algumas dezenas de milhões de reais de lavagem de dinheiro e ataques aos cofres públicos, teve todos seus membros liberados sob este “princípio jurídico! Pior que o Legislativo, pior que o Executivo é este poder Judiciário que, se funcionasse com justiça e seriedade, não teríamos tantas coisas negativas a comentar e reclamar no nosso país.

  • Caros leitores do blog
    sou policial civil há 13 anos, já vi coisas horrendas cometidas por policiais, médicos, dentistas,advogados e de todas as chamadas grandes profissões. Lembrem-se que todos são pessoas, que são arrebanhadas na nossa sociedade, e carregam consigo virtudes e defeitos que adquiriram ao longo da sua vida. Se esse sujeito for delegado de policia, merece ser exonerado, responder por homicidio tentado e sofrer as punições devidas com a agravante de ter pleno e total conhecimento da lei, mas isto se ele realmente for delegado de policia, pois é simples em uma situação qualquer eu descer do carro e dizer que sou deputado estadual, pois ninguem me reconhecerá, e enxovalharão a classe dos politicos, como estão fazendo com a classe policial, que é digna, na sua grande maioria honesta e decente, ganhamos miseravelmente mal, deixamos nossa família nas nossas casas, que normalmente é na periferia, pois com nossos salários não conseguimos morar em locais nobres, tão a mercê da marginalidade quanto a de vocês, mas não nos furtamos a correr o risco de perder nossas vidas tentando salvar a da família de vocês, somente quem já passou por uma situação como esta é que normalmente dá valor a polícia. Somos um mal necessário à sociedade, porque elementos de má indole existem em todos os ramos, INCLUSIVE na polícia, mas execrar a polícia por causa de um indivíduo que se diz policial é um pouco demais. Existe um ditado, muito comum no meio jurídico, que voces devem se lembrar antes de execrar:
    QUANDO EM PERIGO, O HOMEM REZA A DEUS E CLAMA PELA POLICIA, PASSADO O PERIGO, ELE SE ESQUECE DE DEUS E AMALDIÇOA A POLICIA.

    • Não costumo me dirigir a comentarista oculto, mas não posso deixar de dizer que concordo plenamente com sua postagem. Toda profissão tem a banda boa e a banda podre, os de conduta exemplar e os que extrapolam. A polícia serve e muito à sociedade.
      Estigmatizar toda a corporação pelo arbítrio de alguns é burrice.

    • Também sou policial civil e posso afirmar que quando casos como estes acontecem, e são muitos, somos os que mais torcemos para que o envolvido receba a justa punição, isto porque trabalhamos de forma honesta enquanto alguns vermes agem assim e denigrem a imagem de todos policiais.

  • http://flitparalisante.wordpress.com/2011/01/30/procurado-bebado-dono-do-jetta-placas-dsw-7992-sera-que-e-delegado-mesmo/

    Boa tarde ao administrador e leitores do Blog da Cidadania.

    Somos delegado de polícia e responsável pelo Blog Flit Paralisante, onde reproduzimos integralmente a postagem acima; assim, certamente, o proprietário e usuário desse veículo será identificado pela Corregedoria Geral.
    Obviamente, queremos que o motorista, seja ou não Delegado, sofra punição.
    Espero que o bêbado não pertença a nossa carreira, pois nos envergonha duplamente.
    A uma: pelas circunstâncias do acidente.
    A duas: pelo sinal exterior de riqueza incompatível com os vencimentos do cargo.
    Como Delegado há 22 anos recebemos cerca de R$ 5.900,00 mensais; podendo afirmar que neste Estado não há Delegado que trabalhando e vivendo exclusivamente dos vencimentos pagos pela coletividade, tenha condições de possuir veículo Jetta (mais de 85.000,00).

    Caso efetivamente seja Delegado, trata-se de alguém que – além de infrator e truculento – não se dedica exclusivamente ao serviço público…
    Espero – caso se confirme a referida condição funcional, tenha ele mulher rica, herança ou loteria.
    A nossa vergonha será menor.

      • Ótimo mesmo. Eu acessava o Flit Paralisante e deixei de fazê-lo para me dedicar aos blogs políticos durante a campanha eleitoral.
        Essa honrosa visita do delegado Guerra ao Cidadania reacendeu em mim a velha chama. Vamos à Polícia do Bem!

    • Eu apenas queria entender…

      .*o proprietário e usuário desse veículo será identificado pela Corregedoria Geral.*
      ( CREIO QUE UMA SIMPLES CONSULTA À REDE INFOCRIM OU INFOSEG OBTEM A RESPOSTA POR QUE NINGUEM FAZ A PESQUISA ?)

      *independentemente que o condutor seja um *( FUNCIONÁRIO PÚBLICO CONCURSADO NA ÁREA DE SEGURANÇA OU NÃO,DEVERÁ RESPONDER PELOS CRIMES PRATICADOS)

      *a grande verdade é que boa parte de Funcionários Públicos Concursados na Area da Segurança Pública*
      (ACHAM QUE UMA FUNCIONAL O TORNA UM SER SUPREMO ACIMA DE TUDO E DE TODOS,EU ADORO QDO ENCONTRO ESSES Srs.*FEUDAIS*….

    • Esse delegado, o Dr. Guerra, é um policial decente, que não compactua com desmandos na Segurança Pública, ignorando, para tal, o corporativismo que assola a maioria das associações profissionais. Suas corajosas denúncias, normalmente não desmentidas, vêm lhe causando constantes e sérios problemas junto à cúpula da polícia paulista. É um exemplo de que existe, e bastante, gente digna na polícia. Vale a pena uma visita a seu blog.

  • O povo aqui gosta de malhar toda uma classe profissional apenas com base numa matéria de jornal, apenas com base no que um bêbado disse… eita povinho inteligente….
    .
    Se o cara tivesse decido do carro dizendo que era o Papa alguém aqui ia mandar e-mail pro Vaticano reclamando?
    .
    Agora, o promotor de (in)justiça que deu mais de DOZE tiros de 9mm (arma de calibre retrito para a qual ele não tinha o legal porte) num motoboy no meio da rua, ninguém fala nada né…
    .
    Povo hipócrita…

    • Blá, blá, blá!

      Ignorantes!

      Eu sou o Presidente da República!

      Blá, blá, blá!

      Agora teçam seus profundos comentários a respeito de algo que vocês não tem certeza alguma da veracidade!

      Reflitam!
      Ops, esqueci que vocês não são capazes disso! Apenas vomitam seus nobres e sensatos pensamentos!

      • Eu presenciei tudo e tenho várias testemunhas, mas, para entender isso, seria preciso, primeiro, ler o texto, o que, obviamente, esse indivíduo não fez

  • Sou policial civil há 21 e esse incidente é um dos mais light comparados aos desmandos da PC-SP. Claro que em todos orgaos há corrpução, PM, judiciario etc. Pesquisem sobre os ternos superfaturados de 300,00 caixa preta de verbas da Policia, venda de cadeiras (seccional, direitor etc..), fraude em concursos, delegados que tem empresas de segurança… propinas na 25 de março… etc.. O site flitparalisante é um repositórrio destes desmandos, capitaneado pelo corajoso Delegado Conde Guerra.
    PS: ah, raramente há puniçoes e demissoes às grandes falcatruas da Policia, geralmente quem é mandado embora é por bobagens. (bode expiatório)

  • Gostaria ainda de esclarecer que comentamos por pseudônimos para não sermos punidos. Vigora ainda em SP, uma lei da epoca da ditadura que PROIBE MANIFESTAÇÕES DE FUNC PUB QUE “MANCHEM” A ADM PUBLICA!! RSRS!! Comedia né? Pois comprovem aqui um investigador que foi punido APENAS por tecer comentários criticos a uma lei! SIM, A UM PROJETO DE LEI QUE NEM NO PAPEL ESTÁ!!
    POLICIA DE SP – ESTADO DE SP = VIVE NA EPOCA DAS TREVAS!!

    Lado mimoso do FUHRER Jose Serra que a populaçao não conhece
    adm PUNE INVESTIGADOR BLOGUEIRO APENAS POR EMITIR OPINIÃO SOBRE PROJETO DE LEI
    http://flitparalisante.wordpress.com/2010/07/21/autor-do-blog-investigador-de-policia-foi-tucanalhado-eis-uma-grande-mentira-do-governo-jose-serra-afirmar-publicamente-que-a-mordaca-nao-era-aplicada-para-punir-funcionarios-publicos-nosso-abso/

  • MODEROU MINHA POSTAGEM HEIM ???

    NAO TEM VERGONHA NA CARA ?
    POSTA O QUE QUER NO SEU BLOG, MAS MODERA AS RESPOSTAS ?

    NOSSA ENTIDADE DE CLASSE JÁ ENTROU COM AÇÃO CONTRA VOCÊ, PELA CALUNIA E DIFAMAÇÃO
    CONTRA OS DELEGADOS DE POLÍCIA.
    AGUARDE.

Deixe uma resposta