Mídia censora denuncia ‘censura’

denúncia

O que você acharia de uma novela argentina que tivesse um personagem chamado “Brasil”? O nome do país seria dado a um homem feioso, estúpido, malandro, preguiçoso, covarde, invejoso e arrogante que tem uma vizinha virtuosa, bela, inteligente, esforçada, leal e humilde, vítima constante das armações do vizinho. O nome da heróina seria “Argentina”.

É sob esta ótica que peço que o leitor analise notícia sobre o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, amplamente veiculada nos últimos dias, por ele ter proibido, em seu país, a exibição de uma produção colombiana que faz com a Venezuela o mesmo que a novela fictícia que inventei no parágrafo anterior faria com o Brasil.

Hugo Chávez determinou à rede de TV Televen que pare de transmitir a novela colombiana “Chepe Fortuna”.  A Conatel (Comissão Nacional de Telecomunicações) avaliou que o programa “subestima a inteligência dos telespectadores” devido ao tratamento dado a duas personagens, as irmãs Colômbia (bonita, correta e cheia de virtudes) e Venezuela (feia, malandra e histérica).

Em um dos episódios, Venezuela entra em desespero ao ser informada de que perdeu seu cachorrinho de estimação, Huguito. “O que será de mim sem ele?”, pergunta, desconsolada. “Você será livre, Venezuela! Porque Huguito ultimamente andava se metendo nas casas alheias, o que te deixava mal perante os outros”, foi a resposta.

Em outro momento da série, a personagem descobre que está grávida e decide que seu filho vai se chamar Fidelito.

Segundo a Conatel, há uma “manipulação descarada no roteiro para  desmoralizar a população venezuelana”.

A mesma mídia que acusa Chávez  de promover censura  se cala sobre o documentário da BBC de Londres “Beyond Citizen Kane”, proibido no Brasil desde a estréia, em 1993, por decisão judicial, por tratar das relações sombrias entre a Rede Globo e grupos políticos, dentre os quais os que promoveram a ditadura militar brasileira.

É discutível a decisão de Chávez de proibir uma obra artística, ainda que seja possível entender que qualquer povo fique ofendido com uma novela como a colombiana. Todavia, uma mídia que pede censura a fatos indiscutíveis sobre seu tentáculo mais poderoso não tem a menor moral para acusar o presidente da Venezuela de censor.

68 comments

  • Eduardo, tudo bem? Não sei se “muito além do cidadão Kane” é proibido ou se a Globo adquiriu direitos e, assim, evita que se divulgue. Bem, em todo caso a mídia no Brasil é esa vergonha aí.
    Um abraço

  • É isso mesmo, cala a boca globo, você e seus pares não tem moral para falar de ninguém muito menos co companheiro Chaves. Também não concordo que ele proíba a novela, mas a globo não tem que dizer nada quando ela faz a mesma coisa ou até pior, pois o que ela proíbe é fato real e não fictício.
    FORA GLOBO, FORA PIG

  • Estamos sintonizados Edu. Pensei na mesma comparação Brasil Argentina. ainda bem que nem o Brasil e nem a Argentina fariam uma indelicadeza dessas com seus vizinhos. Já que a novela é uma produção colombiana, quem está se metendo na casas dos outros??? Está corretíssimo Hugo Chavez!!!

  • todo mundo acha o hugo chavez maluco..pois bem , existe uma juiza lá (tipo gilmar dantas aqui) que uma pessoa influente foi presa e, de imediato essa juiza mandou liberta-lo. o mesmo desapareceu, e o que fez o chavez maluco? mandou prender a magistrada, ate que o acusado apresente-se, o que não ocorreu ate agora.!
    reinaldo carletti

    ps. agora, proibido desde 1993 pela globo, precisamos ,desproibir isso o mais rapido possivel, para que todos possam ver e conhecer a verdadeira face facista dessa empresa, criada por um mediocre “jornalista”que roubou a ovc(organizacões victor costa aqui m são paulo,cuja briga nos tribunais esta quase no fim)entre outras coisas.

    • A historia não e bem assim como contou .
      …..
      Vcs estão perdendo a noção do que e certo e errado.
      ……
      O executivo não pode “prender” ninguem em um regime democratico .
      …..
      E o pior e que ela esta pressa em um presidio comum.

      • E daí que esta presa em presídio comum? Não somos todos iguais? Não quero nem saber se tem curso superior ou não, cometeu ilícito, que vá para julgamento. Não concordo com prisão por meio do executivo, ai vira ditadura. O duro é processar uma juíza já que ela vai ser julgada pelos pares. Eu não confio. Não acredito que seja feita a justiça. Eu acho que juíz devia ser processado pela sociedade, um tipo de impeachment, ai ficaria mais confiante.

  • Só uma produção muito, muitíssimo cara de pau e escrota, desculpe a expressão escrota, leva ao ar uma novela com esse teor. Acho que o Hugo Chaves, com essa atitude está evitando a disseminação de ódio e preconceito entre venezuelanos e colombianos.

  • Como havia dito, senti-me ofendido com a exibição do mapa do Brasil identificado com o nome “sucupira” no filme “o bem amado” agora exibido pela TV Globo, imaginem com a novela hipotética.

    Minha opinião é a de que tem que proibir mesmo. Então sob o manto da tal “liberdade de expressão” e “obra artística” poderei criar uma fábula e depreciar, achincalhar, claramente quem eu bem entender?

    Crítica é uma coisa, maledicência é outra. Não se pode proibir crítica, que deve ser direta e aberta como o é em “além do cidadão Kane”, e principalmente de mão dupla.

    A TV Globo pode debochar de qualquer um, como era praxe no falecido programa “Casseta & Planeta”, mas não aceita uma crítica direta sobre a realidade de sua história. Omite. Mente. Que hipocrisia é essa? É debochar de todos, e realmente subestimar a inteligência do povo.

    Outro exemplo de abuso e hipocrisia é o que a Folha de São Paulo faz com o blog Falha de São Paulo.

    Essa redoma intocável que protege os veículos de comunicação deve ser quebrada. Eles têm que ser abertamente e diretamente criticados, para poderem gozar o direito de também criticar diretamente e abertamente, sem deboches e artimanhas.

  • É vergonhoso o comportamento da mídia venal brasileira. Já assisti o video do Cidadão Kane, que retrata as relações espúrias da Família Marinho. Hugo Chaves merece nota 1000!!!

    • Sei que é possível ‘baixar’ filmes pela internet, gravar em CDs ou ‘pendrives’, pois vejo colegas de trabalho comentando e copiando uns para os outros. Não seria possível fazer o mesmo com esse filme?

      • Esse filme pode, sim, ser baixado, copiado, editado. Aliás, o link “Beyond Citizen Kane”, no corpo deste post, conduz a uma cópia do Google que pode ser copiada à vontade

      • Opa! Desculpa aí! Continuando a ler os comentários já fiquei sabendo que está disponível no Youtube. Por favor, Eduardo, queira desconsiderar o comentário ignorante.

  • Eu tenho idade suficiente para me lembrar de um tempo em que a Folha de São Paulo e o Estadão também – se não me engano – faziam editoriais criticando claramente a concentração de poder na mão da Rede Globo com seu jornal, TVs e rádios.

    Essa voz uníssona da mídia só se formou quando um governo que contraria os grupos de interesse dominantes internamente e de fora – especificamente interesses dos Estados Unidos – chega ao poder.

    Enquanto no poder se revezavam os que no fundo defendiam a mesma coisa: migalhas para os pobres aqui dentro e submissão ao poder dos Estados Unidos lá fora, a mídia ainda brincava de ser séria e plural e até discordava entre si.

    Quando o inimigo comum chegou ao poder, eles se uniram numa só linha editorial e caíram as máscaras de imparcialidade. Não tomaram sequer o cuidado de deixar um verniz que tornasse menos constrangedor o que vemos há oito anos.

    Isso tem um lado MUITO BOM, nessas últimas eleições mesmo, VÁRIAS pessoas que ainda comiam na mão das globos da vida acordaram para a realidade.

    Eles ainda têm um poder grande, mas aqueles que eles perderam não voltam mais. Estão vacinados.

    Quanto ao post especificamente, achei muito engraçado pelo jeito rasteiro que fizeram a analogia.A direita é rasa e crê cegamente na burrice das pessoas.

    Triste é saber que muitos brasileiros leitores do PIG, têm esse mesmo conceito do Brasil. Certamente gostariam muito da hipotética novelinha argentina.

  • Sou grande defensor da revolução bolivariana e de Chavez. Mas reconheço seus abusos autoritários e personalistas. Mesmo a novela sendo ofensiva, esta proibição é censura!!! Não há defesa para isso.

    • É evidente que esta novela deve ser censurada. A cena descrita pelo Eduardo Guimarãos foi tão clara e escancarada sobre os objetivos nefastos dos produtores da trama.
      .
      Tão simples.
      .
      Se os anti-chaves querem derrotá-lo é melhor serem mais criativos.

  • Você está certíssimo, Eduardo. A Globo faz mais ou menos a mesma coisa nas suas novelas, quando coloca pessoas boas como burras e pessoas más como inteligentes, pessoas feias como ruins e pessoas bonitas como boas. É triste vê que nossos novelistas perderam o rumo. Que saudade de Dias Gomes, Janet Clair , Ivanir Ribeiro e do autor de Pantanal (não me recordo o nome dele agora).

  • Pra variar a globomente fazendo sua suja história.
    Este documentário está disponível no youtube e já usei pra mostrar em salas de aula pra muitos alunos… até na faculdade (puc) que faço direito o professor de política, esclarecido, passou e fez com que os alunos discussem sobre.

    O triste é que tem alguns que defendem… sem ter sequer noção de tudo que há por trás. Faço uso do meu twitter pra isso e do meu facebook também. E acompanho o Eduardo, o Nassif, o Azenha, e Vianna e tantos outros pra poder ir ajudando a divulgar o que seria de fato função da imprensa.

    Acho que se fizermos nossa parte aos poucos mais e mais pessoas saberão e entenderão que globo e veja são páginas bem viradas neste país e cada vez menos pessoas confiarão no que eles dizem.

    abraço a todos e todas.

    D

  • Eles (a Lobo) só não conseguem barrar a internet, pois até no youtube tem o documentário “mudo no além o cidadão quem”

    Verdade seja dita a lobo merece o castigo do inferno de dante. Quem assistir vai concordar comigo.

  • As pessoas, grupos paises e regioes precisam agora de uniao mais do que nunca. falo dos que compartem a idologia da justica social. Me refiro aos que lutam para o fim de preconceitos e com a liberdade e igualdade de oportunidades economica. A super direita com seus veiculos de controle e super unida e transnacional. Ela esta em forca querendo apertat o cerco. Ela atua em todas as areas, principalmente a de comunicacao e a economica. Esta comendo pelas beirinhas com Honduras e Haiti

    A Venezuela e alvo da ira USA. Como residente neste pais testemunho a desmoralizacao de Hugo Chavez diariamente, inclusive o pedido de sua cabeca. Assim como andam pedindo a cabeca de Assange.
    E preciso estarmos com os olhos bem abertos porque os instrumentos secretos contam com traidores. Sempre contam com traidores para colaboracao. Aposto que por tras desta novelita anda financiamentos, consultorias, e outros atrativos. Ja que Hugo Chavez tem os olhos bem abertos, pois seu pais e considerado super importante, a Colombia serve de porta de entrada, e saida tambem de traidores.

  • Edu, estou meio míope, pois a foto do lado do Dr. Marinho, não consegui ver nenhum diabinho chifrudinho,,. sua moradia atual só pode ser lá né???…

  • Não vejo nenhum abuso em proibir a exibição de uma novela que desrespeita um presidente eleito. Fazer críticas é uma coisa, ridicularizar e ofender é outra. Aliás, se o Chávez proibiu é porque as leis venezuelanas permitem isso.
    Ué, não foi o PIG que disse que não houve golpe em Honduras, que a constituição de Honduras permitia que o Exército fizesse o que fez? Quer dizer que usar a lei para dar um golpe de Estado pode, mas cancelar a exibição de uma novela que desrespeita um chefe de Estado. Quem entende a lógica do pensamento do PIG? Eu não entendo.
    Como disse José Saramago:
    “Se começássemos a dizer claramente que a democracia é uma piada, um engano, uma fachada, uma falácia e uma mentira, talvez pudéssemos nos entender melhor.”

    A democracia ocidental está falida. Precisamos construir uma nova democracia.

  • Se alguém quiser que eu mande o DVD com o documentário “muito além do cidadão…”,
    envio a cópia, além do original “Cidadão Kane”, pois acredito que muitos desta atual geracão
    não assistiram esse clássico, divisor de águas na linguagem do cinema. Além desses eu tenho
    também o documentário “A revolucão não será televisionada” .

    [email protected]

    Douglas Quina
    Mogi Guacu – SP

      • Fui lá, Eduardo, e assisti quase tudo. Não foi possível assistir todo o documentário, pois fica travando, e é preciso saltar alguns trechos para que se consiga ver uma parte posterior. (deve ser problema do meu micro).
        Tenho na memória grande parte do é documentado. Sou de 53 e participo de lutas políticas desde a adolescência. Depois do golpe, tornei-me um vândalo.
        Omito peripécias de um personagem, cujos pais (intelectuais) foram obrigados a fugir.
        Sofri muito pouco em cadeias, comparando com militantes mais velhos.
        Foi um período difícil, mas hoje estou muito otimista: Para esquecer as bordoadas, é preciso não relembrá-las. Mas as bordoadas no povo, não tem jeito; O que faz com que eu frequente este espaço, permanentemente, nem que seja ‘para dar uma olhada’; Tenho o faro aguçado da liberdade. Acompanho essa sua luta, que também é nossa.
        Um abraço!
        Alirio

  • uma novela nos moldes descritos, e principalmente se existe a possibilidade de vir a ser retransmitida no país que a vilã tem o mesmo nome, não é uma obra artistica que mereça ser tratada como tal; evidentemente é uma peça de propaganda politica, com claros objetivos de denegrir o país vizinho e portanto o governo desse país tem a obrigação de censura-la; na verdade criou-se um mito em torno da censura com a intenção de apresenta-la como um mal em si; o estado tem a obrigação de controlar, e eventualmente censurar, principalmente aquilo que é transmitido nas concessões publicas de comunicação.

  • Chaves pode ter extrapolado seus poderes, mas essa novela colombiana é um atentado a soberania venezuelana! Seria melhor se essa decisão tivesse sido tomada por um Conselho de Comunicação Social, igual ao que está na nossa Constituição Federal, mas que nunca saiu do papel!

  • Acredito que o povo brasileiro em se tratando de Rede Globo, desconhece totalmente as artimanhas e do que já foi capaz e do que continua sendo a empresa dos Marinhos. Somente em um país em que as comunicações não foram democratizadas, uma emissora tem o poder de fazer o que ela faz por aqui. Quando teremos governantes capazes de enfrentar e enquadrar este conglomerado do mal?
    http://easonfn.wordpress.com

    • Aqui em casa eu uso o controle remoto e já convenci meus familiares que o façam também para selecionar os canais que convém assistir, os que que não são nocivos ao espírito e não agridem a moral e a inteligência das pessoas. A globo vai além disso.

  • Essas rivalidades extremamente exacerbadas entre Colômbia e Venezuela, Brasil e Argentina, Chile e Peru e assim por diante, fazem parte da política da direitalha de dividir a América Latina e impor a dominação total dos Estados Unidos e dos seus sequazes neoliberais tupiniquins, através das ALCA’s, SIP’s e OEA’s da vida.
    O tempo deles já era.
    NO PASARÁN!

  • Sou contra a censura. Acho que deveriam fazer uma novela chamada “Colômbia”. Trata-se de uma prostituta viciada em cocaína, que vive apanhando do amante americano e que joga todo o lixo da casa dela nos quintais dos vizinhos…

  • Podem rir de mim, mas até um ano e meio atrás eu tinha medo do Chávez (era midiota). Descobri os blogs progressistas e virei fã do presidente venezuelano, nacionalista sim senhor!.
    Chávez está inteiramente certo, em tudo há que ter limite. Essa licenciosidade made in Estados Unidos está corroendo geral. Democracia não é anarquia.

  • Prezado Eduardo, pode alguém entrar num país e ofender todos os habitantes e o presidente do país não fazer nada? Liberdade de expressão é desrespeitar os outros?

    E por falar em mídia de extrema direita e governos democráticos e progressistas, deixo aqui um endereço do excelente e imperdível documentário de Oliver Stone, ” Ao Sul da Fronteira “, caso você ainda não tenha assistido e também os leitores.

    Não está longe o dia em que a maioria das pessoas vai poder conhecer coisas assim e a extrema-direita vai ficar muito mais nervosa e perigosa:

    http://contextolivre.blogspot.com/2011/01/ao-sul-da-fronteira-documentario-de.html

  • Esperem aí. A rede de TV Televen tem participação da Globo? Você tem razão Eduardo. Se acontecesse isso aqui no Brasil ficaríamos revoltados. Realmente é subestimar demais a inteligência dos venezuelanos. Tomara que esta elite nojenta de lá nunca mais volte ao poder.

  • Olá Eduardo. Escrevo de Paris, onde fico esse ano estudando. Daqui percebemos o quanto a mídia brasileira não tem ideia do que seja censura à liberdade de expressão. Os jornais e as rádios daqui simplesmente perderam, de forma geral, o tom crítico e francamente aberto quanto aos posicionamentos de Sarkozy. Jornalistas já foram demitidos a pedido dele. Aqui sim há censura, via ameaças tácitas, à liberdade de expressão. Quando vemos as capas da Veja e as notícias da Folha, percebemos o quanto Lula manteve inviolável o direito desses veículos dizerem o que bem entendem. Abraço.

  • Agora a Globo esta querendo aumentar essa polêmica com a abertura da nova novela,colocando uma escultura representando o quadro de Matisse .
    Mas não parou por ai,no enredo da novela tambem foca essa area de designer.

  • Logo após a reportagem a apresentadora do Jornal da Globo olhou para camera e ironizou a censura de uma novela.

    A Rede Globo mais do que ninguém deve saber o peso que uma novela pode ter na manipulação de um povo, era esperar demais que ela reconhecer isso.

  • Esses grupos piguentos estão que nem alcatéia desdentadas, NÃO CONSEGUEM MAIS TRANSMITIR NEM RAIVA, só ladram. Ignorá-los, ignorá-los, ignorá-los!!!
    Os Estados e Municípios governados por políticos apoiados por esses mesmos grupos, assim estão por arcaiquismo, ignorância, erro e, até, boa fé dos incautos eleitores. Grandes audiências, grandes tiragens não correspondem a verdade verdadeira, as formas de suas circulações dizem tudo. Lembra um bordão, parece que , do Soares: Tem pai que é cego.

  • A produção colombiana é um desrespeito a um país vizinho; a emissora venezuelana passar a novela é um absurdo completo; e a Globo condenar a censura e não o achincalhe a um país, ofendendo menos o Chávez que o povo venezuelano que é perene, é demonstrativo de sua falta de compromisso com as populações da AL.
    Quanto ao gesto do Chávez, concordo com o Marquinho Santa-fé, extrapoplou seus poderes. Mas que alguma instituição tinha que tomar uma atitude

  • Ei edu, tive um sonho: a Tunisia é aqui.

    PIG: antes amordaçados, jornalistas tomam poder em redações

    Os jornalistas do PIG, silenciados e amordaçados sob o regime do presidente deposto Ben Ali Camel, levam a cabo sua própria “Revolução do Jasmim”, assenhoreando-se da linha editorial nas redações, sem, por enquanto, exigir a saída de sua direção.

    Ah se fosse verdade.

  • Dona aliança Liberal, a senhora ou é muito nova ou já caducou. Cuméquié qui num regime Democrático o executivo não pode prender uma juiza? Fora prender, torturar, matar, pode até botar pra fora juizes do Supremo. Desde que tenha ocupado o Executivo exatamente para proteger a democracia do Executivo anterior golpeado. Como fizeram com Jango, Allende e querem fazer com os “indios” Chavez e Morales. É dona Aliança, a senhora continua mesmo liberal… cumesmos.

  • Não tem nada de discutível : Chávez agiu corretamente! Esse “programa” não promovia a crítica, mas o deboche, o qual também é punido em nossa Lei, tatanto cível como criminalmente). Que país do mundo poderia admitir em seu território uma obra que o denegrisse, dando ainda por cima um enfoque central a essa desmoralização. Vamos a outro exemplo : o que os reacionários de plantão, que infelizmente ainda poluem este espaço, acham que os EUA fariam com uma novela brasileira, exibida entre os ianques, que apresentasse entre seus personagens dois irmãos; Brasil e EUA; sendo que o primeiro seria bom, leal e alegre, enquanto o segundo seria agressivo, violento e com tendências psicóticas? E para completar, o segundo irmão iria ser pai e decidiria que seu filho receberia o nome de “Bushinho” ou talvez, “Condolezzinha”, se fôsse menina? Garanto que os “jornalistas” amestrados de nossa mídia teceriam loas à honradez ianque, ao não permitir a exibição de uma obra que tentava desmoralizar seu(dos ianques, embora os amestrados adorariam que também fôsse deles!)sacrossanto país. E ainda tentariam culpar Lula, o PT, o Mst, Chávez, a UNE, ou qualquer organização progressista pela realização dessa “afronta terrorista” ao belíssimo Império Ianque. Quanto à falta de moral, ela é mais do que evidente : Além do famoso filme “Muito Além de Cidadão Kane”, a ditadura midiática tem uma cabedal de censuras e/ou deformações(que também são uma forma de censura), cuja lista de casos, se apresentada, levaria este comentário a ocupar todo o espaço do blog; a qual torna clara para qualquer um que não seja um fanático, o grau de cinismo e cara-de-pau dessa gente. Só nos resta a velha pergunta : Até quando vamos ter que aguentar a CENSURA maior : o direito de só eles falarem e nós não podermos apresentar nossa réplica(afinal, falar para 190 milhões pela televisão e ter uma réplica, que não atinge nem um milhão, veiculada só na INTERNET, é a forma maior de censura, sustentada pelos amantes da “liberdade de expressão”(expressão deles e censura de todos os que discordam de suas mentiras)

Deixe uma resposta