O ‘filho’ de FHC e o ‘direito de saber’

Análise

Em 15 de setembro de 2009, o jornal Folha de São Paulo rompeu uma autocensura da imprensa brasileira que durou 18 longos anos ao revelar uma história que os setores mais informados da sociedade já conheciam, apesar de nunca ter saído em nenhum grande jornal, revista, rádio ou mesmo na televisão. Abaixo, a matéria.

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

15 de setembro de 2009

FHC decide reconhecer oficialmente filho que teve há 18 anos com jornalista

MÔNICA BERGAMO

COLUNISTA DA FOLHA

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso decidiu oficializar o reconhecimento do filho que teve com a jornalista Mirian Dutra, da TV Globo.

Tomas Dutra Schmidt tem hoje 18 anos. O tucano já consultou advogados e viajou na semana passada a Madri,onde vive a jornalista, para cuidar da papelada.

Folha falou com FHC no hotel Palace, na Espanha, onde ele estava hospedado. O ex-presidente negou a informação e não quis se alongar sobre o assunto. Disse que estava na cidade para a reunião do Clube de Madri.

Mirian também foi procurada pela Folha, que a consultou a respeito do reconhecimento oficial de Tomas por FHC. “Quem deve falar sobre este assunto é ele e a família dele. Não sou uma pessoa pública”, afirmou a jornalista.

O ex-presidente e Mirian tiveram um relacionamento amoroso na década de 90, quando ele era senador em Brasília. Fruto desse namoro, Tomas nasceu em 1991. FHC e Mirian decidiram, em comum acordo, manter a história no âmbito privado, já que o ex-presidente era casado com Ruth Cardoso, com quem teve os filhos Luciana, Paulo Henrique e Beatriz.

No ano seguinte, a jornalista decidiu sair do Brasil e pediu à TV Globo, onde trabalhava havia sete anos, para ser transferida. Foi correspondente em Lisboa. Passou por Barcelona e Londres e hoje Trabalha para a TV em Madri.

Quando FHC assumiu o ministério da Fazenda, em 1993, a informação de que ele e Mirian tinham um filho passou a circular entre políticos e jornalistas.

Procurados mais de uma vez, eles jamais se manifestaram publicamente.
Em 1994, quando FHC foi lançado candidato à Presidência, Mirian passou a ser assediada por boa parte da imprensa.

E radicalizou a decisão de não falar sobre o assunto para, conforme revelou a amigos, impedir que Tomas virasse personagem de matérias escandalosas ou que o assunto fosse usado politicamente para prejudicar FHC.

Naquele ano, a colunista se encontrou com ela em Lisboa e a questionou várias vezes sobre FHC. “Nem o pai do meu filho pode dizer que é pai do meu filho”, disse Mirian.

Em 18 anos, o ex-presidente sempre reconheceu Tomas como filho, embora não oficialmente, e sempre colaborou com seu sustento. Nos oito anos em que ocupou a Presidência, os dois se viam uma vez por ano. Tomas chegou a visitá-lo no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República.

Depois que deixou o cargo, FHC passou a ver o filho, que na época vivia em Barcelona, com frequência. Mirian o levava para Madri, Lisboa e Paris quando o ex-presidente estava nessas cidades. No ano passado, FHC participou da formatura de Tomas no Imperial College, em Londres.

Neste ano, Tomas mudou para os EUA para estudar Relações Internacionais na George Washington University.

—–

Ontem, sábado (25 de junho de 2011), veio a público notícia de que a autocensura que a grande imprensa se impôs por 18 anos foi vã, pois exame de DNA  teria comprovado que o filho que FHC teria tido fora do casamento não seria dele.

Uma curiosidade: mulheres que geraram filhos de Lula e de FHC se chamam Mirian, mas uma de sobrenome Cordeiro e a outra, Dutra.

A ruptura dessa autocensura, porém, não se deu de graça. Uma semana depois de a Folha ter dado essa notícia ocultada do público por tanto tempo, o mesmo jornal divulgou um longo artigo de um desafeto do então presidente Lula acusando-o de ter tentado estuprar um adolescente na cadeia quando esteve preso durante a ditadura.

Mais uma curiosidade: leitora deste blog que também é uma amiga, a socióloga carioca Vera Pereira, previu que a publicação da história sobre o filho de FHC fora do casamento seria uma desculpa para aquele jornal fazer algum ataque à vida pessoal de Lula.

A questão central, porém, não é essa. O que se pretende, aqui, é provar, pela milionésima vez, como a autoproclamada “imprensa independente” trata os políticos de acordo com o partido a que pertencem. A questão é: por que a mídia demorou 18 anos para contar a história do filho ilegítimo de FHC?

Esses meios de comunicação argumentam que simplesmente preservaram assuntos que só interessariam ao próprio ex-presidente tucano, pois seriam pertinentes à sua vida pessoal, com o que este blog concorda em gênero, número e grau.

Por polêmico que seja meu ponto de vista, digo que não me interessa se FHC pulou ou não a cerca, conquanto que a sua aventura amorosa não produza efeitos sobre a administração pública.

Contudo, não parece ser esse o caso. A Globo, que era empregadora da mãe do filho que FHC teria tido fora do casamento quando ela o deu à luz, tratou de expatriar a moça para a Europa sustentando-a inclusive durante período em que não trabalhou.

Vale dizer que nunca se soube que tipo de trabalho ela passou a fazer para a emissora nos anos que se seguiriam.

De qualquer forma, o argumento usado por todo aquele tempo pela Globo para não levar o caso do filho ilegítimo de FHC ao conhecimento público mostra-se diametralmente diferente do que a mesma emissora usou quando Fernando Collor de Mello expôs a vida íntima do ex-presidente Lula durante a campanha eleitoral de 1989.

Aquele foi o ano em que o jornal O Globo publicou editorial em que defendeu que Collor tinha o direito de expor a intimidade de Lula porque a sociedade teria o direito a saber desse tipo de detalhe sobre a vida pessoal dos políticos.

As informações que você lerá a seguir foram retiradas do site do jornalista Luiz Carlos Azenha.

—–

O GLOBO

12 de dezembro de 1989

Editorial

O Direito de Saber

O povo brasileiro não está acostumado a ver desnudar-se a seus olhos a vida particular dos homens públicos. O povo brasileiro também não está acostumado à prática da Democracia. A prática da Democracia recomenda que o povo saiba tudo o que for possível saber sobre seus homens públicos, para poder julgar melhor na hora de elegê-los.

Nos Estados Unidos, por exemplo, com freqüência homens públicos vêem truncada a carreira pela revelação de fatos desabonadores do seu comportamento privado. Não raro, a simples divulgação de tais fatos os dissuade de continuarem a pleitear a preferência do eleitor.

Um nebuloso acidente de carro em que morreu uma secretária que o acompanhava barrou, provavelmente para sempre, a brilhante caminhada do senador Ted Kennedy para a Casa Branca – para lembrar apenas o mais escandaloso desses tropeços.

Coisa parecida aconteceu com o senador Gary Hart; por divulgar-se uma relação que comprometia o seu casamento, ele nem sequer pôde apresentar-se à Convenção do Partido Democrata, na última eleição americana.

Na presente campanha, ninguém negará que, em todo o seu desenrolar, houve uma obsessiva preocupação dos responsáveis pelo programa do horário eleitoral gratuito da Frente Brasil Popular de esquadrinhar o passado do candidato Fernando Collor de Mello. Não apenas a sua atividade anterior em cargos públicos, mas sua infância e adolescência, suas relações de família, seus casamentos, suas amizades. Presume-se que tenham divulgado tudo de que dispunham a respeito.

O adversário vinha agindo de modo diferente. A estratégia dos propagandistas de Collor não incluía a intromissão no passado de Luís Inácio Lula da Silva nem como líder sindical nem muito menos remontou aos seus tempos de operário-torneiro, tão insistentemente lembrados pelo candidato do PT.

Até que anteontem à noite surgiu nas telas, no horário do PRN, a figura da ex-mulher de Lula, Mirian Cordeiro, acusando o candidato de ter tentado induzi-la a abortar uma criança filha de ambos, para isso oferecendo-lhe dinheiro, e também de alimentar preconceitos contra a raça negra.

A primeira reação do público terá sido de choque, a segunda é a discussão do direito de trazer-se a público o que, quase por toda parte, se classificava imediatamente de ‘baixaria’.

É chocante mesmo, lamentável que o confronto desça a esse nível, mas nem por isso deve-se deixar de perguntar se é verdadeiro. E se for verdadeiro, cabe indagar se o eleitor deve ou não receber um testemunho que concorre para aprofundar o seu conhecimento sobre aquela personalidade que lhe pede o voto para eleger-se Presidente da República, o mais alto posto da Nação.

É de esperar que o debate desta noite não se macule por excessos no confronto democrático, e que se concentre na discussão dos problemas nacionais.

Mas a acusação está no ar. Houve distorção? Ou aconteceu tal como narra a personagem apresentada no vídeo? Não cabe submeter o caso a inquérito. A sensibilidade do eleitor poderá ajudá-lo a discernir onde está a verdade – e se ela deve influenciar-lhe o voto, domingo próximo, quando estiver consultando apenas a sua consciência.

—–

A denúncia da ex-namorada de Lula foi totalmente desmascarada. Um jornalista chamado Luís Maklouf publicou um livro intitulado Eu Já Vi Esse Filme, em que relata que Mirian Cordeiro teve que ser sustentada por Collor durante anos pelo serviço prestado. Quando perguntada sobre seu padrão de vida, declarou: “Só sei que estão pagando tudo”.

Jamais houve, porém, interesse da imprensa nesses fatos. Devassaram a vida de Lula em nome da “liberdade de imprensa” e do “interesse público”, mas não tiveram a dignidade de reparar a injustiça histórica que a própria filha do ex-presidente, Lurian, já dissera reiteradas vezes que fora cometida pela mãe.

*

Abaixo, o vídeo da “denúncia” contra Lula usada para derrotá-lo em 1989

122 comments

    • Amigo
      Sou mulher, tenho muito orgulho de se-lo e sempre estive ligada nas causas femininas. Sempre defendendo a PARCERIA entre os dois sexos, não discriminando.
      O que vejo neste caso é uma cidadã, , que mostrou uma falta de caráter digna de escárnio, se aproveitando de cidadão que precisava manter sua vida pessoal longe de escandalos.
      O resultado disso tudo é que vão sobrar tres pessoas: um que será sempre apontado como corno de amante, uma mulher cafageste e um rapaz machucado, pois deve ter-se afeiçoado a um pai, que agora descobriu que nunca existiu.
      Dona Mirian Dutra conseguiu decepcionar duas pessoas ao mesmo tempo, o ex-amante e um filho que ela tinha por aobrigação preservar desse tipo de situação.

      • Que bom que vc disse o que disse.
        Pois se fosse eu a dizer choveria críticas.

        Assino tudo que vc escreveu.

        E lamento acima de tudo pelo rapaz. Esse sim a única vítima inocente dessa história.

  • Eu não gasto o meu dinheiro com nenhuma dessas duas jostas de jornais aqui citadas.
    Aliás, não assisto, também, nem de graça, ao respectivo canal de televisão de um deles. “Porlotanto”, que vão ambos aos quintos dos infernos.

  • Chamo jornalista de “jornaleiro”, pois todos do PIG viraram vendedores…
    Assim, esses “jornaleiros” escrevem qualquer coisa que seus donos/patrocinadores acharem bom.
    A cobertura do caso do vírus, ops, presidente/vendedor do Brasil FHC foi desta forma.
    Sinceramente, nossa sociedade é isso aí…
    Antigos donos das “Capitanias” fazendo tudo para atrasar o povo brasileiro, enquanto um punhado de progressistas e esquerdistas lutam para fazer daqui um lugar digno de existir vida.
    É muito triste ver como o PIG trata o povo brasileiro, muito triste!

    Obrigado pelo espaço Eduardo!

    Rogério Neibert Bezerra
    De Floripa, onde o tempo tá fechando…

    • Coitado dos jornaleiros, é uma classe digna. Acordam cedo a beça para termos na manhã seguinte jornais nas bancas. A parte indigna desta indústria são os mercenários da escrita que escrevem qualquer coisa por dinheiro.

      • Sabe, Ines e Rogério, eu sou jornalista e não posso aceitar que uma classe inteira, da qual pertenço, seja insultada. Eu, como muitos colegas, não concordo e não aceito distorções dos fatos. Sou uma crítica fervorosa do nosso papel na sociedade. Busco no meu dia a dia a isenção e procuro, dentro do meu alcance, corrigir desvios que vejo se criando. Eu não sou a única. Saiba que, podemos ser voto vencido, na maioria das vezes, mas não desistimos. Tem muita gente brigando pela notícia, pelo jornalismo comprometido, pode ter certeza. Mas tem gente vendida? Tem. E elas são influentes? Sim. Mas não as tome como todo.

        • Se vc trabalha em algum dos grandes veiculos sabe que só escreve o que interessa ao editor, a não ser que escreva sobre amenidades. Assunto sério vc só vai assinar o que eles quiserem que vc assine.
          Não me fale em independência de jornalista em grandes veiculos.

  • A “cientista jornalista” Lucia Hipolito é uma defensora ardorosa dessa tese. Só que até hoje não li nenhuma linha esrita por ela sobre o playboy das Minas Gerais se negando a fazer o teste do bafômetro ou sobre a queda do cavalo em plena sexta-feira. O melhor da última pesquisa sobre o governo Dilma é conclusão que essa gente não tem mais credibilidade. Dai a explicação do desespero do Noblat, da Eliane Cantanhede, Augusto Nunes, Guilherme Fiuza , Merval Pereira e cia

  • Uma coisa é certa, se esse chifre estivesse na cabeça do Lula os âncoras dos telejornais, na noite de sábado (25 de junho de 2011), abririam os telejornais com a notícia bombástica. E não dispensariam, é óbvio, a presença de “especialistas” em cornice palpitando sobre o caso.

    Há até um âncora que diria: “Além de bebum, ex-Presidente Lula agora é corno. Isto é uma ver gonha.”

    Imaginem o que Reinaldo Azevedo, que não tem maldade nenhuma, já teria escrito.

    Por isso não posso deixar de dizer, incrível. Rotularam o Lula de bêbado, cachaceiro, bateram tanto nessa tecla, e agora, a cada dia um caso escandaloso envolvendo os demo-tucanos vem à tona. No mínimo três bêbados ja apareceram (incluindo a aparição do Arthur Virgílio, bebaço, no programa CQC); branquinho dirigindo com carteira vencida; branquinho dirigindo bêbado; e agora um corno (da amante).

    Uma coisa ao menos a Miriam Dutra não ocultou: “Nem o pai do meu filho pode dizer que é pai do meu filho”.

      • Leva-nos a pensar que miriam e globo agiram mancomunadas e aplicaram juntas um golpe da barriga no otario.
        E no final, quem pagou a caríssima pensão foi o povo brasileiro.

        • Pensão? Quem além de bebês acreditariam que o preco do silencio foi apenas pensão? A pensao foi a parte light do abafa, teve a isencao da cpmf, emprestimos milionarios do bnds, anistia de inss para quantas empresas de midia…e O QUE MAIS?? Algum dia saberemos o verdadeiro preco desse abafa? Só Deus e os marginais envolvidos sabem o tamanho do roubo a que fomos submetidos para manter o vendilhao a salvo.

  • É de esperar que o debate desta noite não se macule por excessos no confronto democrático, e que se concentre na discussão dos problemas nacionais. (Globo, na véspera do debate eleitoral na TV, em 1989, um dia depois do achincalhe contra Lula através de Miriam Cordeiro).
    Incrível como naquele momento o PIG estava com total controle sob o processo eleitoral.
    Noto que no momento o mesmo PIG quer retomar o controle sobre o processo eleitoral de 2014.
    Conseguirá?
    A diferença entre hoje e ontem é que hoje temos internet, naquele momento(1989) não
    De forma que dependerá e muito da lucidez de todos nós não cairmos novamente no conto do vigário
    Temos que estar espertos
    Senão sifu…

    • Desculpe-me vou insisitir neste assunto.

      E se insisto é pq as as pessoas não prestam atenção na sacada do pig, ou seja, que o baronato da mídia quer mesmo é o controle sobre o processo político, controle total, como, repito, ocorreu na disputa Collor x Lula, a Globo levando de lavada, totalmente dona do pedaço.

      Daí a importância de se desmenbrar este monstro chamado propriedade cruzada dos meios de comunicação: uma emissora com 80% de audiência e, ainda por cima, dona de rádio, portal web, jornal, revista semanal, jornal de 0,50 para classe populares, tvs a cabo….

      As Organizações Globo são donas de uma TV aberta com escandalosa audiência, a TV Globo; dona do Jornal O Globo(distribuido para todo o País), da Rádio CBN(número 1 em audiência), Portal Globo, Jornal Extra (de 0,50 para classes C, D e E), Globo News e outra infinidade de canais por assinatura, participação em diversas outras empresas. Fora o fato de que, gravita em torno das Organizações Globo: Folha de SP, Estadão, Veja.

      Spin, é verdade, o pig tenta ter controle total novamente sobre as eleições de 2014
      O caso Palocci fez parte deste enredo, estão tentando novamente, estão tentando de todas as formas, só jogando a isca, só que me lembro agora:

      – A ministra Gleisi Hofman seria dona de um apto milionário. A Veja já foi desmentida.Caso encerrado.
      – Mercadante e o caso dos “aloprados” de 2006. Em pool o pig veio com mais essa. Vem o JN e dedica 24 horas de seu tempo ao assunto. Uma tática manjada masque funciona. Incrível como as pessoas não se dão conta que é aqui que mora o perigo e que será dessa forma que o PIG poderá emplacar seu candidato em 2014. O pig tera muitos candidatos no primeiro turno: Serra(PSD), Aécio(PSDb) + candidatos auxiliares (Marina Silva + extrema esquerda). No segundo turno todos os candidatos do pig unidos. Diante deste quadro não podemos pestanejar. E sem esta história de que a eleição está longe e que portanto podemos dar uma chance ao pig, ou seja, podemos fazer coro ao pig e até permitir que o pig derrube alguns ministros. Ah é? Então tão…Alimentem a cobra desde já.

  • Outra coisa que vem virando moda é a bisbilhotice do PIG às residências particulares dos políticos da base do Governo federal.

    “Licenciado por uma semana, Cabral isolou-se em sua casa de R$ 1,5 milhão em Mangaratiba, na Costa Verde fluminense, para descansar.” Nelito Fernandes, no portal da revista Época.

    A última foi do Lauro Jardim, colunista da revista Veja, sobre o apartamento da Ministra Gleisi Hoffmmann, que dentre outras maledicências errou feio a metragem.

    Transcrevo abaixo a espetacular resposta da Ministra:

    “Sr. Lauro Jardim
    Editor da Coluna Radar
    Revista Veja

    O apartamento que possuo em Curitiba tem menos de 190 metros quadrados de tamanho e não 412 metros, como afirma nota divulgada hoje, 25, no Radar on-line. Há outros erros na nota. A saber: diferentemente do que informa Lauro Jardim, a lei não permite, mas DETERMINA que o valor declarado ao Imposto de Renda seja o de compra. Assim, o apartamento, que adquiri em 2003, tem sido declarado pelo valor de compra desde a declaração de 2004. Sobre o valor de R$ 900 mil, citado na nota: é claro que meu apartamento valorizou-se nestes oito anos após a compra, mas, se Lauro Jardim ou o corretor que, diz ele, avaliou o imóvel, desejarem comprá-lo por este preço, podemos conversar.

    Gleisi Hoffmann”

    E aê Lauro Jardim, vai comprar?
    Se não tiver grana posso oferecr o meu. É bem mais baratinho. Única exigência: depósito bancário, em dinheiro.

  • Concordando com todo o colocado, trás, para o presente, aqueles tempos dificílimos. A luta era desigual. Exaustiva. O que fica é que O Melhor do Mundo, o Maior de Todos LULA, desculpou o collor e vários de seus detratores. Mas, a PODRE GLOBO não tem desculpa. A direita é essa imundice mostrada. Ainda tem, os “otários”(eles se acham o máximo falando assim) direitistas que acham que podem ameaçar na tentativa de calar a imensa maioria dos Patriotas. A direita, os direitistas estão em surto psicótico. Pisando em solo minado. Serão alcançados pelos “braços” da justiça ou “outros”. Quem sabe? Tempos dificeis aqueles, para a Esquerda. A direita fazia o que queria. Tudo mudou. O que não muda nunca, é essa bagunça globo. Que exemplo eles, direitas, estão dando as crianças e adolescentes? Nenhum. É maconha, alcool, prostituição. Transa com um, arruma filho de outro e o “joga” pro um, para tirar mais benesses. A direita é uma ZONA do baixo meretricio. Pior do que, outrora, o cais do porto de Macau.

  • domingo, 26 de junho de 2011

    Todos no Aterro do Flamengo!!

    Hoje, domingo, dia 26, a partir das 9h, todos no Aterro do Flamengo no ato pela ANISTIA irrestrita, criminal e administrativa. Em frente ao castelinho. Descer no Lgo. do Machado.
    Se você coletou assinaturas ao longo da semana, leve as folhas do abaixo-assinado preenchidas, elas serão recolhidas hoje no evento! Mais informações no post abaixo!

    • Izabel e minha fonte foi o jornalista Claudio Humberto que no seu site HOJE, não em 2009, continua afirmando a notícia. Não sei como o Eduardo sabe que isso é mentira. O meu blog não tem tantos comentários como o dele, mas cito as fontes e não vi nenhum desmentido e se procurar muitos e muitos sites e blogs tem a mesma notícia. Quando não coloco a fonte, são informações ou opiniões minhas e por elas me responsabilizo. Obrigado pelo esclarecimento.

      • Victor, por ser do site do Claudio Humberto, eu não dou crédito. Ele já aprontou de tudo para defender o Collor.
        Abraço
        Maria José

  • Prezado Eduardo: Não teria sido melhor o nosso ex senador e ex presidente ter feito o teste de DNA antes de reconhecer o garoto como seu filhote ? É! ” há mais coisas entre o ceu e a terra do que possa imaginar a nossa vã filosofia”.

    • Na minha opinião esse artigo de 2009 foi plantado para dar a noticia escondida por 18 anos e fazer FHC passar por bonzinho por reconhecer a paternidade, ninguém assume um filho sem o exame de DNA sendo que havia rumores em Brasília que a moça teria outros namorados na época. Se a minha tese está equivocada porque agora ele pediu DNA e não em 2009 antes de assumir o filho, e é tão bonzinho que mesmo assim quer que continue sendo filho dele. Resta saber se vai ter direito a herança. Foi uma tabelinha entre o PIG e FHC para diminuir o impacto do noticiário negativo, e precisamos reconhecer que conseguiram.

    • FHC quando era ministro da Fazenda isentou de CPMF todos os meios de comunicação. Em 2000 houve o Proer da Mídia, que custou entre US$ 3 e 6 bilhões aos cofres públicos. Ele também mudou a Constituição para permitir que a mídia brasileira, então falida, pudesse contar com 30% de capital estrangeiro. E autorizou que o BNDES fizesse um empréstimo milionário à Globo para manter a solvência da mesma.

    • Exatamente. É isso que eu acho relevante nesse caso. Não gosto, nem quero saber da vida pessoal dos políticos.
      Mas um presidente da repúblca ter um filho fora do casamento – (não importa se agora provou-se não ser, porque o FHC e a Globo na época davam como fato) – sustentado pela maior empresa de comunicação do país é grave.
      Alguém quue ocupa o mais alto cargo da república não pode ter esse tipo de relação com uma empresa de mídia. E vamos no popular mesmo, não pode ter um rabo preso de tamanho!
      Imaginem se fosse o Lula, no lugar do FHc e a Carta Capital no lugar da Globo? O pig não pararia de erpernear até impeachar e caçar os direitos políticos do Lula.

  • O assunto é outro mas tem a ver com nossa imprensa. O episódio envolvendo uma nota na Veja, do “jornalista” Lauro Jardim sobre o apartamento da Min. Hoffmann, mostra bem como são os métodos utilizados por ela, imprensa. Mentem, mentem descaradamente, inventam, chutam números. Se colar, colou. Se não, é só soltar uma notinha dizendo que “houve um erro de avaliação”. São uns pilantras mesmo…

  • Gleisi devolveu a “bolinha de papel” à Veja.
    O PIG só não lança holofotes sobre as evoluções patrimoniasis do tucanato rabo de palha.

  • Bom, a globo usou o menino pra chantagear o FHC, isso é obvio, mas eu pergunto: A Mirian nisso tudo, fingiu e ainda disse ao filho, de acordo com a matéria da fsp, que o pai era o fhc… Isso é de uma calhordice sem tamanho.

    • O caráter desta mulher tem muito a ver com aquele uma grande parcela de seus colegas de profissão aqui no Brasil. Como bem diz a Tia Carmela, são os jornalistas de programa, os cronistas de vida fácil, os apresentadores de aluguel, os jagunços do teclado e os bost-writers, os torceiristas de futebol e o comentadores de políticos. Bem faço eu, que não folheio a Veja e nem vejo a Folha.

  • O que mais me assusta é o FHC não ter pedido este DNA a muito tempo. Isto demonstra que ele teve caso com a Mirian e ao mesmo tempo desrespeitou a sua mulhar dona Ruth. Por que estas reporcaria destes jornais não se posiciona em memória de Dona Ruth?
    Carlos

      • Depois o dono do blog pede que não se poste bobajada neste cantinho santo. E já que o caminho é esse, a ‘mídia golpista’ poderia buscar saber por onde anda a outra Miriam, que tal qual a esposa enganada (e ponha enganada nisso!) pelo moço dupla-face, sumiram. Fosse a situação inversa, garanto que a ‘midia golpista’ já teria descoberto o paradeiro das duas.

      • Oi Campineiro.
        Finalmente concordo com você. É muita baixaria para ser tratada aqui. Minha sugestão é que esta estória deveria ser levada no programa do Ratinho. Sugestão para as chamadas da matéria: “FHC cai no golpe da maria-chuteira”; “O corno da quenga, reconheceu o filho de outro”; “tucano banca o tico-tico e cria o filhote do melro”

        • Gente… Essa história é bobagem. Não é por aí, o debate. Ridicularizar o homem não resolve. O debate tem que ser político-institucional. Só uma opinião, ok?

        • “Ridicularizar o homem não resolve.”

          Mesmo pq ele não precisa de ajuda pra se ridicularizar.

          A questão é, e sempre foi, a forma como a imprensa esconde os podres dos “escolhidos”, e inventa podres para os desafetos.

          E como tem trouxa que ainda a defende, por acreditar, cegamente, que é do seu interesse.

  • Desculpe-me rapazes, mas homens que tem casos fora do casamento merece levar um chapéu de touro como FHC levou dessa jornalista interesseira. kkkkkk. É hilário descobrir, depois de 18 anos, que foi enganado. Coitadinho do FHC. kkkkkkk. Ainda é pouco pra ele, pelo que fez.

    QUANDO A GENTE NÃO FAZ O QUE DEVE SER FEITO, A VIDA FAZ POR NÓS.

  • Seu texto ,mais uma vez, prova o cinismo e a hipocrisia desta mídia engajada numa ideologia que levou o mundo à ruína.Quando se trata do fiolho do fhc? O tratamento é o silencio, quando é o do lula ou do PT ,difamação,insinuações e ilações.Corja de fdp….

  • Mas e ae agora, a Caros Amigos vai fazer uma retratação por uma das maiores barrigas do jornalismo brasileiro? (Me refiro à capa da revista em que falava do suposto filho de FHC, que agora se sabe, não era filho coisa nenhuma).

  • Eduardo mais uma comprovação de que a mídia é tendenciosa nas análises que faz.
    Porém não sabemos de tudo, inclusive o Sr. Claudio Humberto continua afirmando que Leonardo, filho que FHC teve com sua empregada precisa ser reconhecido. Embora vc tenha dito que é mentira em um comentário acima, ele, Cláudio Humberto não desmintiu a noticia que tinha dado em 2009 e que reproduzi no meu blog. Portanto, não tendo provas e a fonte mantendo a informação não há motivos para que eu tire esta nota do meu blog. É claro que não tenho a sua audiência, poucos comentam meus posts, e ninguém disse que era uma notícia inverídica. Abs

  • ÊLLES estão passando,e nós ¨vamo que vamo¨.Dilma-LULA(2014).Bye,bye Aecinho.LULA-DILMA(2018)Bye,bye PIG+DEMOTUCANÓIDES!Bye,bye oposição!!!!

  • Quando teremos um conglomerado de mídia no estilo BBC? (BBC1, BBC2, BBC3, BB4 e BBC News).

    No Brasil nós temos a tv tucana 1, tv tucana2, tv tucana 3, tv tucana4 e a tv tucana News.

    A TV BRASIL, que continua sucateada, desistiu da Série C do campeonato nacional por razões orçamentárias. Enquanto isso, o governo federal, que não fez quase nada para mudar a aberração da comunicação no Brasil, continua gastando BILHÕES com publicidade, inchando ainda mais o bucho do PIG.

    E nós continuamos aqui no underground da blogosfera, achando que vamos mudar alguma coisa. Quem tem que mudar é o governo! #FORAPAULOBERNARDO #FORAANAHOLLANDA #FORATEREZACRUVINEL

    • Exato! Pela bilionésima vez digo a Tv Brasil está ABANDONADA pelo governo, enquanto o proprio governo enfia grana alta no rabo de toda a midia podre brasileira, pq não direciona esse dinheiro à tv publica? É nela que o governo tem que investir e nao na midia privada(em todos os sentidos). Não temos UMA tv que nos proporcione informacao isenta, a tv brasil nao tem alcance em todo o pais, nao tem equipamentos nem investimento em equipe de primeira linha. Porque? Porque o governo nao tem nenhum interesse em dar ao povo opcao de informacao, eles acham mais viavel, republicano e chique ficar apanhando dia e noite sem canal para respostas e sendo defendidos pela maezinha blogosfera, por isso o governo está se fazendo de morto nesse questao. Enquanto a blogosfera se dispuser a defender o governo com unhas e dentes eles vão fazer ouvidos moucos à nossos apelos por investimento e acao na area de comunicacao.

      • Mariana,

        muito bem lembrado o q vc comentou, e vou ser sincero logo de cara:
        – primeiro, interessa população burra (sem senso crítico, não sem educação formal) para todos tipos de governos (inclusive os de esquerda) e,
        – segundo, interessa transformar a política em algo emotivo, irracional, como a religião, e não num debate racional e lógico…
        ou vc é de esquerda incondicionalmente e acoberta todas cagadas, desvios de conduta e falcatruas em nome da “unidade de esquerda contra a direita corrupta e os ataques do pig”… (rsrs) ou vc, logo de cara, é taxado de “direita” e “troll” (mesmo q vc jure e prove ser de esquerda e ter bases sólidas para seu argumento) por criticar, com razão, eventuais desvios dos companheiros de “esquerda”.

        esse maniqueísmo e reducionismo é para afastar qquer pensamento “fora da caixa”, e prestigia, quase sempre, a política PERSONALISTA (os tais do “expoentes” do partido, não a política IDEOLÓGICA, que contempla as diretrizes de atuação e correção de rumos do partido como um todo) como seria o correto.

        OU VC ESTÁ CONOSCO OU CONTRA NÓS!
        (ou seja, a arte de DESQUALIFICAR seu interlocutor sem entrar no mérito dos argumentos)

        voltando mais diretamente ao q vc comentou, o setor de comunicação do governo está apostando uma corrida usando um fusca contra um carro biturbo, com intercooler e 16 válvulas usado pela oposição.
        esse know-how midiático é em parte fornecido pelo lobby sionista q domina a grande e significativa maioria dos meios de comunicação… toneladas e toneladas de psicologia aplicada para manter os cidadãos “ocupados e inofensiovos” ao establishment, pensando ter sua própria vida.

        a oposição (apesar da pobreza de fatos e argumentos) pauta sistematicamente o noticiário, papel q deveria ser do governo, se usasse corretamente a rede brasil, o site do planalto, um tal de porta voz da presidência e… e… e se fornecesse um “realese” de atividades e disponibilizasse entrevistas dos ministros e funcionários de 1o. escalão ao blogs “sujos”, tudo em sincronia com as lideranças política e institucional.

        pronto! a oposição ficaria paralizada e a mídia teria de se “abastecer” de notícias junto ao governo e aos blogs “sujos” (nossa… eu ADORARIA ver essa cena… rsrs).

        comunicacão (INFORMAÇÃO E CONTRA-INFORMAÇÃO) é um jogo de xadrez, que se joga prevendo vários lances à frente da movimentação atual… não é lugar para ingênuos ou amadores, eventualmente até bem intencionados.

        e fechando, antes q eu esqueça, parabéns ao Graziano!!! (esse cara é bom de bola)

  • Desculpem o linguajar chulo, mas ser corneado pela amante é ‘fim de carreira’ pra qualquer infiel…rsrs.
    Ele (FHC) traiu dona Ruth e foi traído pela amante. Bem feito, estou convicta que existe de fato a ‘lei do retorno’, ou seja, tudo que fazemos de bom ou de ruim pra alguém, um dia volta pra nós.

  • Porque o PIG escondeu???

    “A Globo deu o golpe da barriga no FHC.
    E
    O Brasil pagou caro essa pensão:FHC quando era ministro da Fazenda isentou de CPMF todos os meios de comunicação. Em 2000 houve o Proer da Mídia, que custou entre US$ 3 e 6 bilhões aos cofres públicos. Ele também mudou a Constituição para permitir que a mídia brasileira, então falida, pudesse contar com 30% de capital estrangeiro. E autorizou que o BNDES fizesse um empréstimo milionário à Globo.

  • Depois ele não quer ser chamado de troll.

    FHC (com uma ajudinha da parceira Globo) mantêm uma amante e seu filho.

    FHC, aparentemente sozinho, mantêm outra amante.

    Collor mantêm uma mulher que não teve escrúpulo algum para usar a própria filha para prejudicar Lula.

    E a imprensa, de forma geral, esconde tudo isso tudo anos e anos a fio.

    E o troll só se pergunta se há algo nessa lama toda que ele possa imputar a Lula, enquanto os Marinhos, os Frias, etc brindam ao fato de nascer um otário a cada minuto.

  • A velha mídia divulga as “notícias” de acordo com seus interesses…Essa mesma velha mídia é hoje um forte poder paralelo no Brasil!!!

    Ajudam a eleger e conseguem muitas vezes destruir uma pessoa pública com seus ataques rasteiros…

    Ainda bem que a cada dia temos mais espaço pela internet e nos blogs…

    • Essa noticia VAZADA agora é o salvo conduto para publicarem algo bem inescrupuloso sobre Dilma ou Lula, escrevam aí vamos ver quanto tempo demoram para publicar uma BOMBA sobre um dos dois!

  • O ponto central, Eduardo, é o teu destaque de que ” a autoproclamada ‘imprensa independente’ trata os políticos de acordo com o partido a que pertencem”. Por isso, estou curioso prá ver o que vão dizer do êxito do Lula em propor e ‘levar’ a eleição do José Graziano, seu ex-ministro do Fome Zero, para o cargo de diretor-geral da FAO. O ‘Farol’, o ‘Padim’ e o ‘Aético’, o PIG e seus áulicos devem estar roendo o rabo de raiva… hehehe.

    • Outro que fala um monte, como diria o Henrique na maior cara de pau, merda

      (…) programa de que trata o caput tem por finalidade a unificação dos procedimentos de gestão e execução das ações de transferência de renda do Governo Federal, especialmente as do Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Educação – “Bolsa Escola”, instituído pela Lei n.° 10.219, de 11 de abril de 2001, do Programa Nacional de Acesso à Alimentação – PNAA, criado pela Lei n.° 10.689, de 13 de junho de 2003, do Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Saúde – “Bolsa Alimentação”, instituído pela medida provisória n.° 2.206-1, de 6 de setembro de 2001, do Programa Auxílio-Gás, instituído pelo Decreto n.° 4.102, de 24 de janeiro de 2002, e do Cadastramento Único do Governo Federal, instituído pelo Decreto n.° 3.877, de 24 de julho de 2001.

  • Sinto-me aliviado. Se a Dona Ruth Cardoso foi corneada, seu marido também foi. Pelo menos não pode posar de mocinho, porque assumiu a traição. Melhor para a História, pior para os hipócritas e a mídia que censurou-se (de graça…) durante apenas 18 aninhos.

  • Nada da vida pessoal de nenhum político me interessa ou altera meu voto. Mas quando uma rede de TV que recebe verbas do governo transfere e mantém na Europa uma funcionária para ocultar o que seria um escândalo, mexeram no meu dinheiro. A Globo obteve alguma vantagem no governo FHC, a troco de manter em sigilo sua relação? Isto é assunto público, sim.
    Acho que tivemos um presidente chantageado por uma empresa que é concessionária de serviço público. Quem sabe o próprio Fernando Henrique abre o jogo, dizendo o que sofreu na mão dos Marinho por causa desse episódio. Pelo menos, faria bem a sua biografia.

      • Não, porque ser corno da oficial, o sujeito sofre mas até que releva, agora ser corno da quenga aí já é falta de respeito. É muita esculhambação.

        • GERSOM!!!!!!!!!!!!!! VALEUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!

    • Olhem o comentáro deste troll infeliz. Ô Campineiro, nós estamos falando da grande obra do mestre Picasso e você vem comentar a grande pica de aço do mestre de obras…
      Que sujeito bocó! Eu hein! O EduGuim devia colocar uma tarja nos comentários de certos leitores que aparecem aqui.

      • É que ele não tem o que dizer. Tudo o que esse troll em particular faz é distrair, desconversar e depois fugir com o rabo entre as pernas.

        E depois ele exige respeito. Mas como respeitar que não se dá o respeito pra começo de conversa? Quem consistentemente vive fugindo do debate, que se recusa a admitir estar errado na face da prova, que não faz – e nem quer fazer – mais do que tumultuar em nome daqueles que querem mais é que ele se exploda não pode reclamar de ser tratado como o troll que é.

    • Eu sei quem é o verdadeiro pai do filho bastardo do FHC. É o ex-Campineiro!
      Acabou de sair no blog do Claudio Humberto.
      Foi assim: Os três, FHC, o ex-Camp e a jornalista do pig estavam tomando cerveja artezanal e falando mal do Lula. Só que abusaram e no dia seguinte não lembravam de nada. A moça do pig descobriu então que engravidara e que fora naquela noite. Então pensou, tô feita na vida. Só pode ser o FHc, tem que ser o FHC. Eu teria que ser muito burra para engravidar de um troll dono de boteco.
      Mas agora sabe-se que não foi o FHC. O ex-camp ganhou um filho artezanal!

  • Há um motivo para essa notícia da mancada do FHC ter saído agora, pelo própria imprensa tucana: O fato de Dilma ter, por reconhecimento, recolocado FHC na liderança dos tucanos e a queda do cavalo do Aécio em plena sexta-feira, quando deveria estar trabalhando. Querem “recuperar” o Aécio.

  • A Globo parece um açougue vive fornecendo carne de toda qualidade, tanto tem de primeira, segunda e na maioria das vezes o retraço. Os homens de Brasilia tem um paladar da pior especie e os pratos servidos sempre dá uma congestão. O Renan Calheiros quase morre engasgado com uma comida mineira e agora o FHC se complica com um exame de sangue, de saliva, não fez bem depois de uma comida de jornal. A Globo parece mais um Café Photo, um Café Sex News Express.

  • Pode-se suspeitar que isso foi uma chantagem armada por algu’em ou alguma empresa . Quem armou,fFicou com FHC na mão, segurando o pretenso segredo. Chantagem é crime. A quem interessou esse crime?
    Essa chantagem deveria ser investigada, porque afinal FHC era um político influente e depois foi eleito Presidente e por lá ficou oito anos.
    SE alguma empresa entrou na armação, interessa saber se e quais favores foram sido obtidos. Isso é o que interessa ao povo brasileiro saber.
    O resto é problema judicial, caso o FHC resolva que assim deve ser. O que só interessa a ele.

  • Edu, o termo PIG – Partido da Imprensa Golpista, está complentando cinco (05) anos.
    Eu acho que a criação do termo constitui-se em um marco da luta contra a hegemonia do poder da mídia, porque facilitou nossa expressão.
    Em uma série de postagens que intitulei ARQUEOLOGIA DO PIG, identifiquei a menção mais antiga (embora pelo conteúdo do texto vislumbre-se sua utilização anterior) datando de 09 de julho de 2006, postado por José Carlos dos Santos (São Paulo – SP) em comentário ao observatório da imprensa – Eleições 2006.
    .
    http://partidodaimprensagolpista.blogspot.com/2010/02/artista-goiano-da-comunidade-apoiamos.html
    .
    Acho que é uma data interessantes a se comemorar.
    .

  • Edu, vc que é bem informado, o que aconteceu com o Presidente Hugo Chaves, será que a Cia conseguiu envenená-lo??Pois seu irmão já está preparando o povo para uma luta armada, e porquê ele se refugiou em Cuba??vc Teria alguma informação para nos repassar???

  • Só tenho uma coisa a dizer. Dona Ruth, por quem eu tenho grande admiração, hoje se sentiria vingada…. Ser côrno de amante deve ser bem chato para um “garanhão”. Lamento pelo filho, que irresponsabilidade da Dona Mirian.

  • O comentário não é meu, mas do leitor Sanzio, no Blog do Nassif e é, na minha opinião, o que melhor descreve esse caso:

    “Em sendo verdade toda essa história, não sobra ninguém com um mínimo de decência, caráter e escrúpulo.

    – FHC: traiu a mulher, caiu no falso golpe da barriga, tornou-se refém da Globo, aceitou a proposta indigna dos outros filhos de realizar o teste de DNA após haver assumido a paternidade.

    – Miriam Dutra: aplicou o golpe da barriga, provavelmente em conluio com a Globo, que a sustentou durante 18 anos. Mentiu ao filho sobre seu verdadeiro pai.

    – Globo: sustentou a farsa da golpista – além da própria – por 18 anos. Talvez tenha até armado a farsa a fim de manter FHC sob seu controle.

    – D. Ruth: mesmo sabendo da traição do marido fingiu-se de morta, sabe-se lá por quais conveniências.

    – O namorado da Miriam Dutra: não assumiu o filho e ainda deixou a história da paternidade de FHC rolar, sabe-se lá a que preço.

    – Os filhos de FHC: tomaram a atitude indigna de exigir do pai o teste de paternidade, por uma mesquinharia financeira (25% do patrimônio do pai dividido pelos três dá pouco mais de 8% para cada um).

    Resta apenas um consolo para o Thomas: pelo menos sabe que não é o filho de um bosta, mas sim de outro.”.

    Comentário meu: o garoto Thomas é o que salva disso tudo.

  • Mudando de assunto …

    A mídia tucana sempre procura embaralhar a atuação de políticos do PT e do PSDB para que o eleitor, desinformado, ache que todos os políticos são iguais, e assim continuem elegendo os mesmos tucanos .

    Pois, infelizmente, os políticos Petistas colaboram com este intúito, vejam a última do prefeitável Fernando Haddad .

    Declaração do Fernando Haddad ao comparecer ao enterro do Paulo Renato de Souza :

    “”o Brasil perdeu um homem público comprometido com a causa educacional, (…) sobretudo na área da avaliação, da equalização e financiamento com o Fundef [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério], que são iniciativas que conferem ao Paulo Renato a estatura de um homem público que deixa um legado para o Brasil”.

  • Uma observação: eu não colocaria Dna. Ruth Cardoso nesse balaio. Uma mulher excepcional. Uma intelectual de alto nível. Ela não merecia isso.

    • Dona Ruth está nesse balaio, SIM.
      Todos sabem que a finada de FHC exigiu que a sua rival juntamente com o filho fossem desterrados para a Europa.
      Ser hipócrita não é ser educado, se fosse, Fernando Addad não estaria sendo falso em dar créditos a Paulo Renato.

  • Tudo muito estranho. Exame de DNA extemporâneo, solicitados pelos filhos. Uhmmm..
    Será que a fortuna de FHC é tanta assim? Filho de general, professor e ex-presidente não é histórico muito rentável.
    E a mãe da criança – sobre esta, pelo menos, não resta dúvida – não opôs resistência alguma? Claro que, se transava com alguém mais à epoca, ela se lembra e tentaria se esquivar desse “vexame”. É uma jornalista, não uma participante do programa do Ratinho.
    Se não chiou, aí tem coi$a.

    • O vendilhão lesa pátria não tem fortuna considerável? O que é dele com certeza está em paraíso fiscal bem seguro pq ele não é amador como seus súditos do PT que até declaram os bens e pagam impostos, os tolinhos. A fortuna do THC está bem segura e nós como doadores dessa fortuna ainda temos que assistir aos capitulos novelisticos entre o VENDILHÃO, A GLOBOSTA E OS PUXASACOS DE NASCENCA REESCREVENDO A HISTORIA PARA OS OTARIOS BRASILEIROS QUE PAGARAM PELO ABAFA DO THC.

  • Parabéns por mais uma vez jogar na cara desses canalhas o tamanho da hipocrisia deles! Lembro-me claramente do “golpe Mírian Cordeiro”. Votava pela primeira vez, e precocemente fui testemunha da baixeza da direita brasileira; mesmo com apenas 16 anos, compreendia a importância que a vitória de Lula teria para o Brasil, e percebi claramente quais os verdadeiros interesses que estavam por trás do moralismo hipócrita dos barões da comunicação(afinal, a campanha “collorida” e a mídia eram a mesma coisa, como hoje o são a nefasta dupla PSDB/PFL e os barões da comunicação. Na verdade, são apenas mudanças de siglas, de capas, a associação é a mesma de sempre entre a direita econômico-classista e o seu braço midiático). Era sórdido ver aqueles que há seculos exploravam, desprezavam, violentavam, oprimiam, humilhavam e levavam ao aborto as mulheres pobres, arvorando-se no papel de “defensores da dignidade feminina”(algo como ver nazistas assumindo o papel de líderes sionistas); ficava tomado pela revolta ao presenciar a “elite” branca, racista, os senhores de engenho e barões do café acusando Lula de racista(a resposta a essas barbaridades mentirosas foi dada anos depois, quando Lula, eleito Presidente, promoveu uma gigantesca inclusão econômica e educacional para a população negra, que compõe majoritariamente as classes mais pobres de todo o Brasil). Pois bem, em oposição à atitude canalha e enojante dos barões da comunicação, e dos seus “jornalistas” amestrados, em relação a Lula; vemos a mesma corja tomando atitude oposta diante dos escândalos privados de FHC(lembrando que sobre Lula só revelaram mentiras e armações e em relação ao canalha FHC ESCONDERAM uma informação verdadeira, o próprio FHC sempre admitiu oficiosamente a paternidade. Por sinal, os latifundiários eletrônicos só romperam a autocensura em relação aos escândalos pessoais, e reais, de FHC, quando planejaram usar esse rompimento como forma de obterem credibilidade, aparentando “isenção”, para mais um calúnia miserável que lançaram contra Lula, pouco tempo depois do pseudo-ataque de “imparcilidade” que tiveram ao “denunciar” seu “ídolo-mor” FHC). Cabe ainda ressaltar a que ponto chega a hipocrisia midiática através de dois exemplos : o primeiro é o relatdo do famoso episódio em que Roberto Requião(na época Senador em primeiro mandato)aproximou-se dos “jornalistas” que cobriam o Planalto e, berrando em alto e bom som, perguntou qual deles teria a coragem de publicar uma matéria sobre o filho do Presidente; na época, FHC; gerado fora do casamento com uma jornalista da Globo, e escondido na Espanha, junto com a mãe(que nunca fez uma matéria para a emissora no exterior, embora recebesse um altíssimo salário). Diante do silêncio sepulcral das amebas jornalísticas, Requião soltou uma estrondosa gargalhada de deboche e comentou com um interlocutor se ele poderia imaginar em qual país do mundo um Senador da República faz uma denúncia gravíssima referente ao Presidente, diante de uma montanha de jornalistas dos maiores órgãos de imprensa do país, e ainda assim nem uma letra sobre essa denúncia é publicada(é essa a liberdade de expressão que os dos da mídia desejam : A LIBERDADE PARA ELES FALAREM O QUE QUISEREM E CENSURAREM O QUE OS DESAGRADAR). A segunda forma de exemplificar-se a hipocrisia dos docoronéis eletrônicos é através da leitura da matéria da Folha, postada neste espaço. Através dela, percebemos que mesmo quando pseudodenuncia FHC, a ditadura midiática não consegue conter-se no afã de proteger o tucano e lança pérolas do gênero”em 18 anos, o ex-presidente sempre reconheceu o filho, embora não oficialmente” : QUEM NÃO RECONHECER OFICIALMENTE UM FILHO, NÃO O ESTÁ RECONHECENDO, CARA PÁLIDA! NÃO EXISTE RECONHECIMENTO OFICIOSO. RECONHECIMENTO DE PATERNIDADE É UM ATO LEGAL, NÃO É UM PRÁTICA DA MEMÓRIA OU DA CORDIALIDADE, NÃO É O MESMO QUE NOS LEMBRARMOS DE ALGUÉM, CUMPRIMENTARMOS UMA PESSOA OU REVIVERMOS FATOS PASSADOS AO LADO DE OUTRO. Essa foi de doer pela hipocrisia! Igualou-se em cinismo à outra pérola relativamente recente, lançada pelo jornal para tentar inutilmente “justificar-se”, quando foi pego na mentira da “ficha falsa” de Dilma : ” Não há dados para se comprovar que a ficha é verdadeira, mas também não existem meios de dizer-se que ela é falsa”. Posturas como essas, mostram que é mais do que hipocrisia o que carregam os barões da comunicação e seus lacaios, É BANDIDAGEM PURA! SÓ FASCÍNORAS SERIAM TÃO CÍNICOS PARA TEREM A CORAGEM DE PUBLICAR ABSURDOS COMO ESSES POR ESCRITO. Só a certeza da impunidade os leva tão longe. Concordo quando diz que a vida pessoal de FHC não interessa a ninguém. mas também não interessava a de Lula; também merece respeito a saúde(que vai muito bem, obrigado!)de uma senhora como Dilma, sendo que ambas as coisas não são apenas desrespeitadas, são chafurdadas, jogadas na lama por esses biltres que precisam ter um freio legal, e penal, para absurdos como esses. Que esse post, e o que ele nos revela, sejam mais um dos arguimentos para a urgência da regulamentação das comunicações neste país.

    • Os herdeiros já sabiam de tudo e faz tempo e Dna Ruth morreu sabendo, pois o caso é velho. Mas, os herdeiros se abespinharam já pensando na herança. Porque repártir com alguém que não faz parte da família e já vendo que o dito cujo (FHC) já não está falando coisa com coisa e resolveu assumir uma coisa que não fez, então os herdeiros legímos apelaram feio.
      Tudo muito bonitinho , mas na hora de repartir a heranlça é que o bicho pega e pega feio.
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

  • Aí é que está a diferença entre um estadista e entre um político comum. FHC assumiu um filho que não era dele, com todas as implicações pessoais e políticas que pudessem acontecer, ao contrário do ex-vice presidente José Alencar que, além de se recusar a fazer o exame de DNA ainda ofendeu a mulher dizendo que “ao transar com puta corre-se esse risco”.

    • FHC só “assumiu” o filho na caluda e acatou as exigências da imprensa e seus donos pra calar a boca da mãe e evitar uma derrota política. Foi chantageado, e se dobrou pq era – e sempre foi – sujo, apesar de se fingir de santo.

      Pelo menos o Alencar assumiu tudo o que fez e o que pensava sem medo, por mais detestável que fosse sua atitude e opinião.

    • FHC, não sabia se era o pai ou não, mas pagou pelo silêncio prometido, pela chantagem, pelo medo da derrota. Assim a jornalista foi deportada e FHC comia na mão da GLOBO, levava um terço em tudo. José Alencar depois de parecer um homem de bem, suscitou suspeitas pela riqueza deixada e pelos empréstimos no BNDS, desde muito jovem andava dependurado nos políticos e para encerrar negou-se a fazer o DNA por ser a filha, já uma senhora descendente de uma frequentadora de bordel. Hoje para mim, este homem, também perdeu todo o seu valor, já que a riqueza me levantou suspeitas. Disse ser o único entre os homens que fez empréstimos no BNDES, que pagava as prestações religiosamente, os demais nunca pagaram nada.

  • Pior do que não querer ser, não sendo, é posteriormente descobrir que nunca foi, por que foi traído. O Príncipe dos Sociólogos caiu no golpe da barriga.

  • O preço dessa falcatrua foi muito alto. Enquanto a CPMF, criada em 1994, pelo então ministro da Fazenda, FHC, tirava 0,38% de cada cidadão brasileiro, a camarilha da mídia ficou isenta. Por isso, o percentual, que originariamente era de 0,20%, passou a 0,38%, segundo Portaria 4/1994 do citado Ministério.

  • Caro Guimaraes, homem publico não tem vida privada. Se quizerem ter uma vida promiscua nao entrem em politica, pois o eleitor tem o direito sim, de saber se o politico é honesto com sua mulher. Se não for honesto com sua mulher e sua familia, como poderá ser honesto com o dinheiro publico?

Deixe uma resposta