Folha, Estado, Veja e televisões minimizam corrupção em SP

denúncia

No último dia 12 de outubro, este blog cobriu ato público “contra a corrupção” que começou no Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista, e terminou no “Centro Velho” da cidade, na praça Ramos de Azevedo, diante do Teatro Municipal de São Paulo. A matéria reproduziu respostas a um questionário que esta página apresentou aos manifestantes. Aquele questionário foi elaborado de forma a identificar possível viés político-partidário e ideológico nos integrantes da manifestação.

Das 27 entrevistas feitas com os manifestantes, 26 apontaram forte viés político-partidário, deixando ver que o que ocorria ali era produto de campanha de partidos e entidades de oposição ao governo federal. Dessas 26 entrevistas que apuraram esse fato, sete se estenderam em breves conversas entre o entrevistador e os entrevistados. Só não foram relatadas antes porque o blog esperou pelo contato com fonte da Assembléia Legislativa que só ocorreu na semana passada.

Naquelas conversas com os manifestantes “contra a corrupção”, eles foram perguntados sobre se também estavam protestando contra o escândalo das emendas parlamentares na Assembléia Legislativa de São Paulo. Apesar de o entrevistador ter percebido que um dos entrevistados se fez de desentendido, os outros seis pareceram sinceros ao declararem que não sabiam de nada sobre esse escândalo, o que pode ser explicado pela discretíssima e rara cobertura do assunto pela imprensa.

Para quem não sabe, aliás, explica-se que há três meses o deputado estadual Roque Barbiere (PTB-SP) denunciou que ao menos “um terço” dos deputados estaduais paulistas “venderiam” a “prefeitos e empresas privadas” as emendas parlamentares ao Orçamento que os governos tucanos do Estado há muito distribuem a aliados e até a um pequeno contingente de deputados “de oposição” que fontes da AL informaram ao blog (na semana passada) que são tão governistas quanto os deputados assumidamente da base do governo.

Por conta disso, a base de apoio do governo Alckmin na AL-SP está conseguindo enterrar mais esse escândalo. Na última quinta-feira, os deputados governistas conseguiram derrubar, por seis votos a dois, o funcionamento do Conselho de Ética. Segundo um funcionário da AL (que preferiu não se identificar) ouvido pelo blog no último sábado, sem uma divulgação da imprensa igual à que é feita em relação a ministros do governo Dilma investigação relevante e profunda alguma ocorrerá, como nenhuma ocorre há muito tempo em São Paulo.

A explicação que esses veículos dão em off (através de alguns de seus jornalistas que freqüentam redes sociais como Twitter ou Facebook e entram em debates com quem questiona a omissão da imprensa nos escândalos tucanos) é a de que são escândalos “regionais” e que, por isso, receberiam cobertura tão “diferenciada”, um claro eufemismo para cobertura omissa porque, a bem dos fatos, não há, em relação ao PSDB, o jornalismo “investigativo” que chega a tentar invadir domicílios em busca de “provas” contra pessoas ligadas ao governo federal.

A cobertura e fiscalização pífias da imprensa em relação ao comportamento da oposição ao governo Dilma nos Estados em que essa oposição é governo – como em São Paulo ou em Minas Gerais – se dá sob o argumento de que seriam assuntos “regionais”. Todavia, tal falácia pode ser facimente desmontada meramente lembrando o que era feito pela imprensa quando a petista Marta Suplicy ou a ex-petista Luiza Erundina governaram a capital paulista. Então, críticas e denúncias ganhavam manchetes quase diárias nos jornais supracitados e nos telejornais de alcance nacional.

A imprensa, por essa razão, não investiga o escândalo das emendas parlamentares em São Paulo, um escândalo que lança suspeitas sobre os governos tucanos que se encastelaram no poder desse Estado há quase vinte anos, suspeitas comparáveis às que desencadearam o escândalo do mensalão federal porque insinuam que os governos tucanos paulistas subornam deputados para obterem deles favores em votações na Assembléia Legislativa.

À diferença das matérias investigativas que veículos como Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e a revista Veja passaram a fazer todos os meses contra o governo federal desde o começo do governo Lula e que neste ano ganharam uma intensidade nunca vista em anos anteriores, com trabalhos de investigação se sobrepondo em várias frentes simultâneas, nenhuma das matérias sobre o governo de São Paulo, na última década, partiu da imprensa brasileira, mas, sim, da repercussão de denúncias antigas que circulam entre os aliados do governo federal ou da repercussão de investigações no exterior.

O caso Alstom é um exemplo. Contém denúncias sobre propina que teria sido paga pela empresa francesa Alstom a vários políticos do PSDB, entre eles o ex-governador Mario Covas, já falecido, e o atual governador de São Paulo, Geraldo Alkmin. As raras matérias que saíram na imprensa brasileira foram “chupadas” da mídia internacional, de veículos como Wall Street Journal e Der Spiegel, entre outros. A imprensa brasileira mesma, não investiga nada sobre esse caso.

Todavia, é um caso gravíssimo. Trata-se de escândalo que envolve muitos milhões de dólares e que tem alcance internacional. Fora do Brasil, as notícias correm soltas.  O assunto é tão sério que está sendo investigado pelo ministério público da Suíça, onde estão arrolados os nomes dos políticos tucanos aqui citados e de outros brasileiros envolvidos.

De acordo com o que consta em documentos enviados ao Ministério da Justiça do Brasil pelo ministério público da Suíça, no período que vai de 1998 a 2001 pelo menos 34 milhões de francos franceses teriam sido pagos em propinas a autoridades do governo do Estado de São Paulo através de empresas offshore (empresas criadas em paraísos fiscais, onde gozam de sigilo de suas contas bancárias que dificulta investigações).

Segundo o ministério público suíço, os pagamentos teriam sido feitos utilizando-se do esquema de contratos de “consultoria de fachada”. O valor das “comissões” supostamente pagas pela Alstom em troca da assinatura de contratos pelo governo de São Paulo chegaria a aproximadamente R$ 13,5 milhões. Segundo o Ministério Público da Suíça, pelo cruzamento de informações esses trabalhos de “consultoria” foram considerados como sendo fictícios.

No período de negociação e da assinatura dos contratos de consultoria estava à frente da Secretaria de Energia de São Paulo o então genro do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, David Zylbersztajn, que deixou o cargo em janeiro de 1998 ao assumir a direção geral da Agência Nacional do Petróleo. O atual secretário de Coordenação das Subprefeituras da cidade de São Paulo, Andrea Matarazzo, que ocupou a secretaria por alguns meses, e o atual secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce, também estão envolvidos.

Para que se tenha uma idéia da enormidade do caso e para que se possa mensurar a enormidade da minimização que a imprensa brasileira faz dele, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) julgou irregular uma compra de 12 trens da Alstom no valor de R$ 223,5 milhões feita sem licitação pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), empresa do governo de São Paulo. O contrato foi assinado em 28 de dezembro de 2005, no governo de Geraldo Alckmin.

Pergunta: você se lembra, leitor, de quando foi a última vez que recebeu uma única notícia da grande imprensa sobre esse caso?

O caso Alstom é apenas um dos muitos casos de corrupção que pesam sobre o partido que há quase duas décadas governa o segundo orçamento da União, o de São Paulo, que, como se sabe, é maior do que os orçamentos da maioria dos países da América Latina. Imagine o leitor o que faria a imprensa brasileira se houvesse um escândalo internacional contra o PT.

A imprensa daria ajuda inestimável ao ministério público suíço usando contra o PSDB esse “jornalismo investigativo” que descobre “provas” contra petistas e aliados toda semana. Contudo, é escandaloso o total desinteresse da imprensa brasileira sobre qualquer pedido de CPI entre as dezenas deles que hibernam nas gavetas da Assembléia Legislativa de São Paulo, que, agora se sabe, vem sendo banhada pelos impostos dos paulistas que acabam escorrendo para o setor privado através de nada mais, nada menos do que… ONGs.

É possível concluir, então, que a única forma de os governos federal, estadual e municipal serem fiscalizados pela imprensa é sendo governos petistas, pois só estes são alvos de investigação da imprensa. Essas campanhas “jornalísticas” contra ministros, com manchetes de capa e de primeira página tomando os telejornais todos os dias e com a Justiça sendo célere, só ocorrem desse jeito. Votar no PSDB, portanto, significa conceder a políticos uma espécie de licença para roubar sob as barbas da imprensa e da Justiça.

139 comments

    • Conivente… (ou seria co-autor?????). Ladroagem seletiva só é bom quando me beneficia?? Cadê o MP? Cadê os deputados estaduais?? Cadê os Juízes??

  • O PIG também faz parte do jogo, assim como jovens “chapéus” e líderes estudantis.

    Assisti os vídeos no youtube de John Perkins, estou lendo o livro “A História Secreta do Império Americano” onde conta que em 2006 esse pessoal conseguiu enquadrar o Lula. Devem ter conseguido mais ainda com Dilma. Arquivos das ditaduras provavelmente está de posse da CIA e devem até ter fotos da Dilma exposta às torturas e quem sem dó e nem piedade o PIG irá divulgar e seus chacais na internet irá expor com toda a crueldade o que ocorreu. Duvidam? Se eles são capazes de matar milhões de seres humanos para que possam lucrar um pouco mais, isso é o jeito mais suave deles agirem.
    Tem outro livro e que é dito no youtube “Confissões de um Assassino Econômico” que expõe as entranhas da Corporatocracia, instituição das sombras que manda até no presidente dos EUA.
    Na capa do livro que estou lendo:
    ‘ A VERDADE SOBRE A CORRUPÇÃO, OS FAVORECIMENTOS E A MANIPULAÇÃO CORPORATIVA POR TRÁS DO IMPÉRIO NORTE-AMERICANO
    Em sua impressionante autobiografia, Confissões de um Assassino Econômico, que ficou mais de um ano na lista dos best-sellers do New York Times, John Perkins fornece detalhes sobre seu papel nas décadas de 70 e 80 nas intrigas corporativas internacional que criaram um Império Norte-Americno de fatco. Essa fascinante exposição dos bastidores é narrada de modo espetacular pelo homem que um dia ajudou a construir esse império.
    Agora, em A História Secreta do Império Americano, Perkins volta-se para zonas críticas em todo o mundo e, com base em entrevistas com outros assassinos econômicos, chacais, agentes da CIA, repórteres e ativistas, analisa a atual crise geopolítica.
    Da presença do exército norte-americano no Iraque ao desenvolvimento da infraestrutura da Indonésia, dos voluntários do Corpo de Paz na áfrica aos chacais na Venezuela e às preocupações com a corporatocracia que controla todos os partidos políticos brasileiros, Perkins expõe uma rede de corrupção e trapaça corporativa. alarmante, apesar de esperançoso, a História Secreta do Império Americano se encerra com um olhar lúcido sobre o futuro e um plano compassivo para reimaginar o mundo.

    – Um homem,mais bem vestido que a maioria dos presentes, deu-me um cartão de visita que o identificava como principal conselheiro do presidente Lula. Pedindo-me que fosse encontrá-lo num pequeno parque perto do meu hotel, acrescentou: “Por favor, isto é confidencial. Que fique só ente nós”.
    Na hora marcada, fui até o parque, Estava um pouco ansioso; não sabia se teria de algum modo incomodado a administração brasileira.
    “José” estava sentado num banco sob uma árvore. Ele me disse que havia lido meu livro e estava feliz com as revelações que continha. Em seguida, descreveu a tremenda pressão que estava sofrendo seu chefe, Lula “Não se trata apenas de subornos nem ameaças de golpe ou assassinato, de fechamento de acordos nem de falsificação de previsões econômicas. Não se trta tampouco apenas de escravizar-nos com dívidas que jamais poderemos saldar. O buraco é bem mais embaixo.”
    Ele prosseguiu, explicando que no Brasil e em muitos outros países a corporatocracia controla essencialmente todos os partidos políticos. Após uma longa pausa, ele admitiu que Lula era parte do sistema. “Do contrário, como poderia ter chegado a esse ponto?” Porém, José também era um admirador de Lula. “Ele é um realista. Entende que, para ajudar seu povo, não tem opção […]” Balançando a cabeça acrescentou: “Tenho medo de que Washington derrube Lula se ele for longe demais.”
    “Lula tem esqueletos no armário. Se as forças que controlam seu império quiserem fazê-lo cair, abrirão a porta desse armário. Há muitas maneiras de assassinar um líder que ameace a hegemonia norte-ameriana” ‘

    Acredito que “primavera árabe” têm a ver com essas denúncias que acabou chegando aos olhos daquele povo, com exceção da Líbia, onde a corporatocracia agiu e mostrou para o mundo que Sadan e o líder Líbio pode ser repetido com qualquer outro que ouse desafiá-los.

    • Como sugestão para o Luiz completar suas análises, se ainda não assistiu, assista a dois documentários atuais: A corporação e Trabalho Interno. Aí, a gente vê quem são os mestres da corrupção e do controle global.Nossos atores daqui são testa de ferro,figuração mesmo diante de tudo o que a gente sabe (não dizem que é parte do 1%?). Não há mundo perfeito, mas tudo pode melhorar. Só que o esforço de hoje tem que ser triplicado, porque a oposição é forte e já faz seu trabalho sujo há muito tempo. E por essas bandas, se o mundinho está perfeito, então é para desconfiar. Não sei como as honestas “zelites” de São Paulo ainda não se tocaram com esse marasmo político APARENTE e essas notícias tão agradáveis sobre o seu estado. Aliás, notícias não, colunas e calúnias sociais.

  • Nobre Edu, Folha, Estadão, Veja, Globo e outros mais são os verdadeiros PARTIDOS DE OPOSIÇÃO. Acho que o difícil é conviver com o SILÊNCIO DA BANCADA FEDERAL DO PT SOBRE OS CASOS DE CORRUPÇÃO NOS GOVERNO DOS TUCANOS. O SILÊNCIO DA BANCADA FEDERAL DO PT ofende a militância e aos que votaram no Lula e na Dilma.

    • Antonio,
      Pode acreditar que por trás dessas crises nos ministérios, todas elas, tem a mão-de-gato do PT, que quer tirar os ministros da base aliada e colocar os seus apadrinhados. No caso do Palocci, sabe-se que a mão que balançou o berço foi a do Zé Dirceu(…) em resposta à situação que defenestrou este último do governo Lula no tal mensalão do Bob Jeff!!.
      Você já viu algum figurão do PT sair em defesa de algum ministro? Você já viu algum figurão do PMDB sair em defesa de algum ministro?
      Muitas historinhas de malfeitos nos ministérios são oriundas da sala de estar do PT e vão parar nas salas dos editores do PIG…
      Em biologia se descreve este processo como AUTOFAGIA.

      • Vc. já viu algum figurão de qualquer partido sair em defesa de ex-Ministros do PT quando esses sairam dos governos Lula ou Dilma?
        No caso do Orlando Silva, do PC do B, um partido aliado do PT,vi três petistas ilustres sairem em apoio a ele: Zé Dirceu, Tarso Genro e Vaccareza. E a própria Presidenta, nas palavras do próprio Orlando, que estão em vídeos no you tube, deu apoio e incentivou-o a prosseguir no cargo.Só não registra isso aquele que é obcecado,está com a conscência obscurecida pelo ódio à Dilma,pelo desejo de desgastá-la e derrubá-la. Coisa totalmente vã, porque o prestígio dela junto a maioria do povo brasileiro só faz aumentar e se solidificar. As pesquisas e a própria observação de quem convive com o povo trabalhador indicam isso.
        No caso do Ministério dos esportes, os acontecimentos que estiveram em pleno desenvolvimento em torno das denúncias ( processos iniciados por Orlando junto à PF,ao MP e à Justiça comum,atitude do presidente da FIFA, episódio no Congresso,quando Orlando foi desacatado e impedido de exercer a sua função de ministro por ACM Neto, bombardeio diário do PIG em conjunto e dos próceres da oposição, em particular) constituiram uma verdadeira blitzkrieg ou “guerra relâmpago”, com suas características de surpresa, rapidez e brutalidade.
        http://pt.wikipedia.org/wiki/Blitzkrieg
        Em função disso, o ex-Ministro e o seu partido consideraram prudente e apropriado, que Orlando pedisse demissão, para poder melhor se defender e poupar o seu Partido e o Governo de exposição negativa na mídia.
        Tudo isso porque a esquerda tem sido inepta e irresponsável na criação de meios de comunicação decentes e verazes.Enquanto esse problema não for encarado de frente, vai ser essa guerra desigual.
        Se a esquerda tivesse um jornal de circulação nacional, respeitado, como é o Página 12 na Argentina e tvs públicas do nível das argentinas e venezuelanas,a questão seria colocada em termos reais e não tendenciosos e aéticos.
        O combate à corrupção e aos corruptores é dever de todo Governo, em qualquer nível. É dever também de todos os cidadãos ou cidadãs brasileiros. Não existe isso de aliviar o corruptor ou o corrupto em função de sua coloração político-ideológica. A corrupção, sob qualquer modalidade,seja no setor público ou privado, é um crime gravíssimo que causa imensos danos e prejuízos ao povo brasileiro.
        Não nos interessa saber se quem é corrupto é de tal ou qual partido, interessa que, havendo denúncia séria e com provas, o crime de corrupção seja investigado e punido.
        A Grande Corrupção no país, nos últimos 47 anos se deu em torno das PRIVATIZAÇÕES. E da FARRA DAS ONGS, filhas diletas do neoliberalismo. Estamos esperando, sentados para não cansar, o livro do Amaury. Se for o que ele diz que será, aí sim , vamos ficar de frente para o grande crime que foi executado contra o povo brasileiro.
        Enquanto seu lobo não vem, saúdo a Presidenta Dilma Rousseff pela sua corajosíssima decisão de mandar parar a farra das ongs para uma devida investigação sobre quem é quem. Se houver uma investigação séria a respeito, vai se acabar com muitos focos de desvios corruptos de recursos públicos. Coisas que vêm de longe, no tempo e no espaço. Dá-lhe Dilma!
        Interessante que nenhum blog de esquerda comentou essa decisão da Dilma. E se houve alguma menção, foi só para defender ongs sérias. Coisa que todos sabemos que existem, como é o caso da Pastoral da Terra. Só que essas ongs sérias já existiam, como Obras Sociais, antes de criarem essa terminologia e a legislação que rege as ongs. Uma legislação que a meu ver deveria ser revista com retorno à legislação pré-existente que se referia a Obras Sociais.

        • Bravo Bruna!
          Não é por acaso que o FHC saiu hoje com um artigo defendendo as ongs.
          Como todos já devem saber,na semana passada a Presidenta Dilma assinou um decreto determinando a suspensão de todos os pagamentos a ongs,até que os contratos com cada uma delas seja devidamente examinnado e relatórios pormenorizados,com demonstrativos e cronogramas financeiros sejam devidamente analisados.O decreto prevê fiscalização in loco e suspensão imediata dos contratos, caso se verifiquem irregularidades.
          ISSO VALE PARA TODOS OS MINISTÉRIOS.
          A ratáida está estrilando. E por isso o artigo do FHC de hoje:
          http://www.tijolaco.com/fhc-e-o-tributo-do-vicio-a-virtude/

        • Bruna,
          Nunca é demais repetir, a exaustão, que a Dilma é governo desde 2002 e conhece muito bem todo esse esquema e quem são os seus protagonistas. Ela sabia onde estava a fonte, inesgotável, de problemas. Há sim uma lutra fratricida na base aliada, acostumada que é com o toma-lá-dá-cá, com dinheiro jorrando aos borbotões, para o bolso dos políticos bem como para a estrutura dos partidos e para as campanhas, residindo aí as bases da corrupção. Então, o que a Dilma faz? Vai ficar assistindo passivamente o PIG pautar o seu governo? Por que então não deixa a PF investigar os corruptores ao invés de correr atrás de traficantes? Há muitos esqueletos no armário e dizem por aí que roto não pode falar de esfarrapado…

          • Eduardo
            Quem investiga corrupção é a PF, o MP, o CGU etc
            A Presidenta só pode agir dentro das atribuições do seu cargo. Muito limitadas, por sinal. Ela é Chefe Suprema da nação, é certo. Mas como parte do poder Executivo federal. E só. Não manda nem desmanda discricionariamente, até porque não tem poderes para tal.Vivemos num estado de Direito, numa República Federativa, composta por três poderes, autônomos.
            É preciso acabar de vez com essa fantasia que os presidentes da república têm poderes ilimitados.
            A Dilma não tem qualquer poder sobre a mídia, nem pode sair promulgando lei de mídia, fazendo reformas de qualquer tipo. E se um ministro pede demissão porque acha que deve fazê-lo, o que quer que a Presidenta faça? Caía em prantos? Arraste-se aos pés dele, pedindo que permaneça no cargo? É um direito do s ministros pedirem demissão. Por que deveriam se agarrar desesperadamente num cargo se já não se sentem em condições de exercê-lo, diante de fatos que ou são reais ou são criados pela mídia?
            A lei da mídia como todas as outras depende para suas aprovação dos poderes legislativo e judiciário. Da capacidade de organização e mobilização popular. E a mídia, não por acaso é chamada de Quarto Poder.
            Essa acusação de que ela foi ministra do Governo Lula e portanto deveria saber de tudo sobre todos é descabida. A responsabilidade dela era ser competente como Ministra da Casa Civil. Ninguém pode saber tudo sobre o que se passa na mente de cada um dos milhões de servidores públicos e de todos os ocupantes de cargos de confiança, é óbvio. Para falar verdade, ninguém pode saber o que se passa na mente de ninguém. Há que cumprir a lei e se ela não é cumprida há que se investigar. O resto é divagação.
            Ficar injustamente insultando a nossa Presidenta, acusando-a de fraca, covarde, traidora interessa a quem?
            É sensato esse proceder?
            Para quem tem um mínimo de experiência política fica claro que esse é o momento de apoiar a Presidenta legitimamente eleita pela maioria dos votos e não de fazer o jogo do PIG e dos partidos de direita, enfraquecendo-a com acusações totalmente descabidas.

    • Se está discutindo as cenas e se esquecendo dos bastidores (que é acessível só aos planejadores das cenas). O que escrevi acima é mais plausível. Todos são reféns da corporatocracia. Quanto a isso, é um mal menos pior quando se fica só na sugeição aos grupos. O pior ocorre quando se é refém de um sistema mas aproveita a “proteção” desse grupo para também cometer ilícitos para causas próprias, como roubar os cofres público, se locupletar, aumentando o sofrimento dos cidadãos. Não sei que catogoria de seres maléficos esses sujeitos podem ser catalogados.

  • .
    A grande imprensa é “comprada” sem licitação pelos governos tucanos…recebem rios de dinheiro público.
    .
    http://namarianews.blogspot.com/search/label/Compras%20Sem%20Licita%C3%A7%C3%A3o
    http://namarianews.blogspot.com/2011/09/alckmin-9-milhoes-pela-fidelidade-da.html
    .
    .
    É antidemocrática, parcial, manipuladora, partidarizada de direita e golpista…
    .
    http://blig.ig.com.br/deolhoemsaopaulo/2010/04/05/para-executiva-da-fsp-jornais-ocupam-lugar-dos-partidos-de-oposicao/
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Partido_da_Imprensa_Golpista
    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=15896
    .
    .
    E gosta de dizer que é imparcial e mistura liberdade de imprensa com liberdade da imprensa manipular tudo..
    .
    .
    E pior… Tem gente que acredita na veracidade e imparcialidade da imprensa…
    .

    .

    • Daí que meu velho amigo Robson Marinho, nomeado membro vitalício do Tribunal de Contas de São Paulo, tem 1,5 milhão de dólares bloqueados pela Justiça da Suiça! A acusação dos promotores daquela país e tb da França é que a francesa (e estatal, de uns anos prá cá) Alstom, pagava propinas a Robson para que ele distribuísse à cúpula do governo de São Paulo.
      Robson foi chefe da Casa Civil de Mário Covas, depois de vários mandatos como deputado estadual (presidente da AL) e federal. É gente fina (continua magro e nós o chamamos de “formiguinha” porque é muito agitado).
      Nunca foi capa da veja, assim como Paulo Preto, Barjas Negri, e tantos outros ladrões tucanos. Não merecem um minuto do Fantástico.
      É assim a luta contra a corrupção no Brasil: os ladrões vermelhos são enforcados em praça pública; os azuis a gente trata com carinho, né?
      (não uso pseudônimo, respondo pelo que afirmo, sou jornalista e minhas fontes são as próprias figuras que denuncio. Processem-me, por favor, para orgulho de meus netos!)

  • Não entendi bem o texto. A imprensa só pode denunciar as mazelas do governo petista se fizer o mesmo com os tucanos? É isso? Ladroagem no ministério do esporte; só denuncia quando achar alguma coisa na secretaria do esporte em sp? É isso?
    Só uma coisa: se os tucanos roubam, isso não dá aos petistas o direito de fazerem o mesmo!
    Eu quero é que a imprensa denuncie todos, mas na impossibilidade disso, não quero que pare de apontar o dedo para os malfeitos do governo federal.

    PS – Existem tantos blogs que se autodenominam progressistas. Pq estes não fiscalizam os governos tucanos.

    • o que se pede aqui não é que a imprensa pare de investigar os governos petistas, isso quem diz é você. O texto é claro: denuncia que só há investigação contra um lado. Em nenhum momento diz isso que você está dizendo, ou seja, que é para parar de investigar os dois lados se um deles não for investigado. O comentário é de uma má fé desumana, absolutamente condizendo com gente que é paga pelo PSDB para distorcer fatos na internet. Seu comentário está sendo publicado para demonstrar como essa horda contratada pelo PSDB é burra e acha que os outros não sabem ler.

      • Muito pior que isso, EDU.
        O problema não é deixar de investigar, mas acobertar e realizar divulgação cirúrgica de fatos, sempre com a anuência do denunciado. É o tal do dano controlado, de baixo impacto. A imprensa vem trabalhando como partido políticdo, sendo comprada com dinheiro público para isto, com um detalhe: não prestam contas à justiça eleitoral.

          • O diferencial deste blog não é só o conteúdo (que dá gosto de ler), mas, também a postura que se adota contra o sofisma a soldo.

            Parabéns Eduardo Guimarães.

          • É isso aí Edu!!
            Os tucanos se julgam espertos mas estão mergulhando cada vez mais no mar de lama empurrado para debaixo do tapete, grande parte de culpa da Mídia mercenária e golpista que mama nas generosas tetas das verbas públicas que deixam de ser aplicadas em educação, saúde e infraestrutura todo dia .
            Eu sou brasileiro, amo este país e me sentiria envergonhado ocupar este espaço para defender tucanos corruptos acobertados pela mídia mercenária!
            Enquanto isso mais uma favela ardeu na Chuíça paulistana.
            A mídia da notas amenas que cerca de duas mil pessoas ficaram desabrigadas mas como sempre “milagrosamente” já se acomodaram em casa de parentes e amigos.
            Que coisa né, deste jeito não sobra nada para o governo estadual e municipal fazer!!!
            Os moradores reclamam que o bombeiro demorou mais de 1 hora depois de atender o chamado!
            Huuuummm…isto tá me cheirando puleiro tucano!!!!
            Porquê será que o minha casa minha vida tá demorando tanto para atender SP!!!
            Favelas em chama… huummm…bombeiros demoram aparecer…huuumm… esses tucanos e seu ” jeito” ou melhor “choque de gestão” deve ser um novo modo de fazer ação social!!!

      • E mais uma coisa: se a imprensa é partidária de um lado, o que ela diz ou deixa de dizer sobre um lado e sobre o outro não é confiável. Ou seja, as tais “investigações” que o comentarista deseja que não parem não são confiáveis, assim como a sua apresentação ao público, com distorções, omissões e mentiras deslavadas.

        É só isso que essa turma que vive usando do strawman de que nós supostamente desejaríamos que parassem de investigar o PT enquanto não investigassem o PSDB não consegue entender, nem mesmo depois de desenharmos para eles com todos os detalhes.

        Ou não entendem, oiu não querem entender. Tem muita gente que é simplesmente burra demais pra entender, mas tem aqueles que apenas fingem não sacar esses “detalhes”, e insistem no strawman pela mais pura falta de vergonha na cara e de argumentos.

      • Eu acho que o sujeito deixou bem claro no início que não entendeu o texto, por isso que ele fez este comentário estapafúrdio. Você conhece o pessoal que comenta por aqui, portanto deve ter razões pra ter ficado tão bravo.

    • Hahaha!
      Adorei o PS do Valterlei: a imprensa está aí só para fiscalizar o PT. Os blogs progressistas que tratem de fiscalizar os governos tucanos, porque a imprensa é paga para fazer outra coisa… e seria desobediência fazer diferente!

    • Combate seletivo é pura hipocrisia dessa imprensa hereditária. “De pai pra fio, derna 1912”, como dizia Luiz Gonzaga. “Derna” tempos imemoriais que a imprensa coronelesca manipula, distorce, tritura reputações, calunia, acusa, não prova nada, mas sempre tem um monte de bestalhões que vão na lábia desses pistoleiros midiáticos. Eu mesmo, toda vez que acreditei na imprensa, me ferrei. Agora, tô esperto: não acredito mais numa vírgula que seja dita ou escrita por esses “zelosos defensores” (seletivos) do patrimônio público.

  • Boa! Eu topo fazer essa campanha: Vote no PT e tenha a imprensa e a justiça acompanhando o governo constantemente, vote no PSDB e de a eles o direito de fazer qualquer falcatrua, a vontade pois a imprensa e a justiça fazem vista grossa. Já vou começar.

  • sr. eduardo,
    eles dizem:
    “escandalos regionais” ???????????
    o nome dos jornais é:
    o “estado de SÂO PAULO”
    e “folha de SÂO PAULO”

    à qual região esses jornais se referem quando usam a palavra “regional”?
    seria miami?

    – para mau jornalista, até o papel atrapalha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Além do mais o que acontece em SP e Minas é de interesse nacional porque os candidatos a presidente da oposição saem da política paulista e agora deve sair da mineira.
      Nós dos outros estados queremos sim saber das roubalheiras regionais dos tucanos paulista e mineiros. Porque esses caras querem nos governar a todos, viu dona pIg?

      • Em Minas os jornalistas de programa e seus patrões estão tão gordos quanto os tucanos que desgovernam MG há tanto tempo, estão de conluio o psdb e a imprensa mineira que não é e nunca foi amordaçada, a imprensa mineira é VENDIDA, a mais VENDIDA do Brasil! MG nunca teve uma imprensa digna de admiração, sempre foi replicadora de SP e RJ mas com os tucanos ela conseguiu a proeza de ficar pior, bem abaixo do rés do chão no quesito credibilidade. A verdade sobre o tamanho do rombo do nosso estado só saberemos quando o psdb sair do governo e mesmo assim acho pouco provável que deixem rastros e com a INjustiça que temos por aqui, somado aos órgãos inoperantes e capachos do governo, só um milagre para descobrirmos em quanto fomos roubados nesse período nefasto de governo do psdb.

  • Analisando as relações entre a mídia e o governo nos estados de MG e SP, sempre chego à mesmíssima conclusão. É por estas e outras que não voto num partido político, como o PSDB, que se porta como vassalo dos barões da mídia.

  • Caro Eduardo, é bom enfatizar que o caso Alstom é apenas o mais aparente no imenso conjunto de mamatas demotucanas paulistas; e que o mesmo é um caso ocorrido na administração estadual. Se formos levar em conta, também, as mamatas demotucanas no nível de prefeituras, aí então haverá assunto para mil anos de investigações… Só para citar um exemplo, na prefeitura tucana da cidade de Sorocaba, à frente da qual está o Dr. Vitor Lippi, correm soltos os rumores de “vantagens indevidas” por parte do grupelho do prefeito… E quantas são as prefeituras demotucanas neste pobre estado de São Paulo? Se investigações sérias fossem conduzidas estado afora, tenho a mais absoluta certeza de que todo e qualquer cidadão paulista honesto ficaria com os cabelos em pé, ao perceber o nível da roubalheira descarada realizada pelo demotucanato neste estado (com o apoio implícito da mídia que, solenemente, a ignora)… Se, por outro lado, se fizessem também investigações sérias nos estados de Minas Gerais, Goiás, Pará, Paraná, Roraima, Tocantins e até no pequeno estado de Alagoas, todos igualmente governados pelo PSDB, aí meu caro, os bicudos do Brasil inteiro ficariam, sem dúvida nenhuma, com a pecha de larápios por toda eternidade. O problema é exatamente esse: se o político for tucano, ou aliado dos tucanos, aí vira anjo impoluto para a mídia… Não se investiga e nem sequer se admite a possibilidade de falcatruas nas administrações do PSDB. Como higienizar verdadeiramente um país onde a mídia, simplesmente, ignora todo e qualquer escândalo que venha de um dos lados do espectro político, enquanto só investiga e coloca em cheque o outro lado? Isso é uma imprensa confiável? Existem, verdadeiramente, boas intenções nas campanhas pela honestidade vindas de uma mídia como essa? Há na verdade, na mídia brasileira, uma claríssima situação de “uma lei para mim e para meus amigos, e outra lei para o resto das pessoas”. E enquanto o brasileiro médio não advertir para essa realidade nua e crua, estaremos longe, muito longe, de uma verdadeira Democracia neste país!…

  • O PSDB faz o que quer com a saúde pública, é a política do estado e aprovada em quem vota neles. Saúde pública para quem tem dinheiro e verbas públicas para saúde privada, que também está falindo. Temos que aguentar a mídia responsabilizar o governo federal, sem dizer o que realmente acontece. Do governo federal só queremos que pare de mandar dinheiro público para a saúde privatizada pelo PSDB, pq como todo mundo que trabalha com o sistema privado sabe, o SUS renumera melhor que muitos convênios.
    A defesa do SUS não é só pelas verbas, mas como ela é usada é mais importante. e a prioridade deve ser quem não tem dinheiro. Não a dupla porta em rede pública de SP. Saúde não é despesa, é investimento.
    “Manifesto em em Defesa do Hospital Heliópolis,
    Hospital Heliópolis pede socorro!”

    “O Pronto Socorro está sendo fechado!
    Faltam médicos, medicamentos e materiais!A população que usa o Sistema Único de Saúde da Região Sudeste está correndo o risco de
    perder mais uma unidade pública que atende as urgências de saúde da população. O Pronto
    Socorro do Hospital Heliópolis a partir deste mês, nos fins de semana, atenderá somente os
    casos graves, segundo a diretoria do hospital.
    Este é um fato que vem se repetindo na região: foi fechado o Pronto Socorro do Hospital
    Ipiranga, o Hospital Vila Alpina só atende casos graves, o AME – Ambulatório Médico de
    Especialidades Heliópolis não tem sequer um Pronto Atendimento, só tem “belezura”.
    E a população da região como fica? Para onde vai numa situação de emergência?
    http://www.sindsaudesp.org.br/noticia.asp?acao=verNoticia&id=2353
    SUS: UM DIA VC VAI PRECISAR

  • Mas tem muita coisa que os neoliberais cuidam bem, são eficientíssimos, e para tanto não falta dinheiro. Por exemplo: a concentração do gás pimenta, utilizado na repressão das passeatas dos professores: uma esguichada e pronto: é tiro e queimação nos olhos, na hora.

  • Se apenas minimizassem, já seria muito grave, mas o fato é que êles realmente blindam o governo paulista do PSDB. E não precisa ser um governo do PT para que êles caíssem pesado em cima de um governante estadual. Eu me lembro de como a mídia paulista cais em cima do governo Quercia(que diga-se,era realmente corrupto em várias secretarias). Mas, contra o PSDB, nada…absolutamente nada.

    • Sabe que eu acho? tá na hora de os blogueiros progressistas, através do instituto Barão de Itararé, começar a imprimir seu próprio jornal para fazer frente a essas porcarias que vendem em bancas. A internet ainda é muito limitada, não chega a toda a população, jornal impresso chega.

      Isso é possível sim. Há uma nova revista no mercado, a Samuel, que traz matérias de blogs progressistas do mundo inteiro e conta com colaboração de várias pessoas, entre jornalistas e tradutores, para levar informação de verdade, de qualidade, para toda a população. E tem anunciante, viu, dos bons.

      É necessário e urgente sairmos do mundo digital e entrarmos no mundo físico, para fazer frente aos absurdos que as máfias da folha/estadao/veja/globo causam à nossa sociedade.

  • Christoph (Ex-Campineiro): “Pq roubar por roubar, o PT não deixa de roubar só pq é fiscalizado pela imprensa nem o PSDB por não ser fiscalizado.” Pelo contrário, a sua teoria que é hilária, se fosse verdadeira então não precisaríamos de polícia porque afinal de contas o ladrão vai roubar mesmo, existindo ela ou não. Reductio ad absurdum by Leibnitz.

      • Vamos assinar a petição pela democratização dessa falange direitista midiatica. Esse governo(seria dos ELDERS?) não nos representa, até prova em contrário(tá dificil). Porém, MUITO MAIS FRACO QUE NÓS. Nós somos muitos. Estamos em todos os lugares. Muito mais do que eles imaginam. Nós estamos em “progressão geométrica”. Eles em franca DECADECIA. Ao governo: REPRESENTE A MAIORIA 90%(nós) OU SUCUMBA ATRAVÉS DELA(destes mesmos 90%).

  • O campineiro

    Se estes links fossem verdade voce acha que a imprensajá não teria caido de pau em cima? Seria como moscas na merda! Ou talves não divulga por que são clientes em propaganda e também subornem a imprensa, o governo de São Paulo, que acha? Mas se é tão rigoroso com o governo federal por que não faz o mesmo com o estadual? Por que quer dar o golpe e voltar nas tetas federais, já que as estaduais são parcas? Por que estão com o rabo preso ao governo de Minas e São Paulo? Por que quando escrevo naquele site asqueroso do chapeleiro maluco, noblat ou outro de estrema direita meu comentários não são publicados? Aqui nos sites progressistas trabalhistas seus comentários são publicados não são? Voce não tem vergonha da bandeira que empunha?

  • A tucanalha e seu Fá clube de Traidores ( pagos ou não ) são o que podemos chamar de ESCÓRIA .

    É a designação que melhor conceitua esta Súcia.

    ESCÓRIA !

    Ou seja, são o pior daquilo que temos de pior , algo imprestável , uma espécie de Lixo irresciclável e contagioso , que assola o meu país e que combato firmemente .

    Entreguistas, Golpistas, Ladrões , Traidores, Apoiadores de Torturadores e de Ditaduras mediante gorda remuneração, Caluniadores, Mentirosos, Covardes e genocidas .

    Estes são alguns dos adjetivos os quais podemos utilizar quando nos referimos á esta Corja , sem meias palavras , entretanto prefiro utilizar o verbete ESCÓRIA , pois como falei acima , possui uma abrangencia que define melhor esta quadrilha de vagabundos que querem tomar o poder sem voto e se refastelar com o erário público , assim como fazem os governos do PSDBunda em todos os covis onde se instalam .

    Assim como foi feito no periodo da Peste Negra Tucanalha ( 1995 – 2002 ), contra o meu país , desviando em numeros atualizados 1 T R I L H Ã O D E R E A I S , inclusive com antigos funcionários públicos se transformando em proprietários de Haras em Londres , após a Desonesta desvalorização do real em 1999 ( quando Henriquinho de Bourbon , o grande Calabar , ter anunciado na campanha de 1998 que não iria JAMAIS Desvalorizar a moeda , acusando Lula de ter esta intenção ) .

    Em Outras palavras, em tempos de normalidade institucional , NUNCA o erário público foi tão dilapidado e a imprensa Venal faturou tanto como na época do Holoucasto Tucano ( 1995-2202 ) .

    Porisso o apoio Incondicional dado por esta ao Partideco do Cupim* ( * singela homenagem que faço ao PSDBunda , substituindo o Tucano , por um animal mais apropriado ao que eles fazem com o Brasil )

    SÃO FATOS , É A HISTÓRIA , GOSTEM OU NÃO A TUCANALHA E SEU FÃ CLUBE DE COLIFORMES FECAIS .

    Por um Planeta mais digno e mais respirável para as gerações futuras , Destrua com a verdade Fascistas ou Adeptos da imunda Tucanalha !!

  • Há pouco dias o Franklin Martins declarou que não dá para ter a mesma atitude que os argentinos com relação à regulação da mídia porque eles têm uma tradição de confronto e luta que os brasileiros não têm.
    Ou seja, por aqui a negociação tem que ser mais “devagar”.

    Eu então pergunto: Será que não dá para mudar essa tal “tradição de pouca luta”?

    Como dizem os espanhóis: El camino se hace al andar.

    • Pedro Soto
      Essa declaração do Franklin Martins dá a indicação do porquê o Governo Lula não enviou para o Congresso o projeto elaborado sob a coordenação dele, Franklin, no Governo Lula. Não havia a menor possibilidade de ser aprovado, como não há. a maioria dos congressistas tem rabo preso com a mídia conservadora. Só uma alteração espantosa na capacidade de organização e mobilização do povo brasileiro em torno dessa questão alteraria esse quadro.
      Parece que os exacerbados críticos do Governo Dilma esquecem desse detalhe importantíssimo, para a aprovação de um projeto dessa natureza: a existência de um povo esclarecido e participativo em termos políticos.Do final do Governo Lula para a presente data, nada se alterou em relação a esse quadro. Mas mesmo assim , os obcecados no ódio à Dilma, se comprazem em apedrejá-la em torno dessa questão. Como se fosse culpa e responsabilidade dela não termos uma ley de médios, igualzinha à da Argentina, assim por milagre milagroso, feito pela Santa Presidenta Dilma, a Búlgara Milagrosa!
      O nível de consciência crítica da maioria do povo brasileiro em relação à necessidade de um Marco Regulatório da Mídia é muito incipiente, da mesma forma que é em relação ao financiamento público de campanha e ao voto proporcional, na questão da Reforma Política. A opinião pública foi levada pela mídia conservadora a acreditar que Marco Rgulatório para a Mídia seria sinônimo de censura, de freios e peias na liberdade de expressão,da mesma forma que financiamento público de campanha significaria mais gastos para o povo e que voto distrital seria a quintessência das maravilhas, porque permite votar “em pessoas que vc conhece”.
      Como a esquerda não tem grandes jornais ou revistas nem tvs de grande audiência,e como os chamados partidos políticos de esquerda até agora não se dedicaram a nenhum trabalho educativo ou informativo a respeito, como seria de se esperar, fica difícil reverter esse quadro.
      Tratemos de pugnar fortemente,verdadeiramente por uma mídia independente, séria, competente e veraz. Sem isso? Nada feito.
      Esse é o real desafio dos progressistas, dos nacionalistas e dos esquerdistas.
      Querer transformar a mídia conservadora na mídia dos nossos sonhos é pura loucura. Delírios inúteis. E querer que o Governo Dilma tire as castanhas do fogo sozinho nesses quesitos de Marco Regulatório e Reforma Política é uma loucura mais avançada ainda.O mais puro delírio.

      • E tem mais um aspecto da questão, Bruna.

        Na Argentina, como em todos os demais países do mundo, não existe uma televisão em que um único canal detenha por volta de 50% de audiência no horário nobre, de segunda a sexta-feira. E isso vem acontecendo no Brasil HÁ QUASE 50 ANOS!

        É PODER DEMAIS NAS MÃOS DE UMA ÚNICA FAMÍLIA!

        Olha só o beco sem saída.
        Para mudar isso aí só com a regulação da mídia. E para ter apoio popular para fazê-lo só enfrentando esse gigantesco poder mediático há tanto tempo arraigado na nossa população.

      • Pois é, como nem Lula, nem Dilma querem peitar sozinhos, ôpa, sozinhos não, com o apoio de todos os que neles votaram e mais um pouco – com a ajudazinha da propaganda -, eles se aliam com as máfias religiosas católica e neopentecostais, pois padres e pastores, que não suportam ser contrariados pelo Estado, são “os únicos” que podem fazer a cabeça de um rebanho de estúpidos a continuar votando (ou não) no partido que “respeita e ajudou a propagar os valores da família e do temor a deus”. Lindberg Farias e o governador do Amazonas (ambos do PT) que o digam…

  • Será que nada pode ser feito através da esfera federal? Tipo: Polícia Ferderal, MPF e etc.? Se ninguém apura fica por isso mesmo? Como sair dessa armadilha? Percebe-se claramanete que em São Paulo, a Polícia, o MP, a Justiça e outros órgãos estão aparelhados pelos tucanos. Deve haver uma saída.

  • A estratégia da Veja é a seguinte: fazem uma pesquisa junto à Controladoria Geral da União (CGU) ou no Tribunal de Contas da União (TCU), este último que se tornou de repente em uma fonte inesgotável de denúncias contra o governo federal, para identificar entidades denunciadas ou que estão sendo processadas pelo Governo Federal (ministérios, etc.) ou que tiveram convênios ou repasses suspensos ou cancelados em razão de irregularidades. Identificadas essas entidades, Veja escala repórteres para ouvir os titulares dessas entidades com problemas. Sempre encontrará alguém com alguma mágoa, ingratidão ou reclamação. Ou desejo de vingança. Pronto. Aí é só encontrar ou inventar qualquer vínculo do dito cujo com o ministro ou figurão oficial. Está criado o escândalo. Surgem os infográficos com as supostas interligações da quadrilha. A fonte da Veja para produzir “supostos” escândalos, podem ver, é a CGU, o TCU ou a Polícia Federal. O que lamento é a tibieza da presidenta. Capitulou perante o jornalismo de esgoto.

    • Detalhe relevantíssimo: O Wikileaks revelou que o jornalista da Folha Fernando Rodrigues informou à embaixada americana que o TCU é aparelhada pelos demo-tucanos

    • De novo a Presidenta, a grande culpada de tudo?
      Vamos parar para refletir sobre o poder real que possui um presidente da república no Brasil, que para ser eleito tem que ser através de impensáveis caolizões porque o povo não é sufucientemente instruído ou bem informado, em virtude do sistema educacional ainda muito precário e da preponderância quase absoluta da mídia conservadora, como fonte de informação sobre política nacional e internacional.
      Atenção à real correlação de forças políticas que existe no país. Se não as análises caem nessa procura por um bode expiatório. O da vez é a Dilma. O que considero algo absolutamente injusto, despropositado e sem qualquer fundamento real.Quem quiser fazer o jogo da direita, que o faça. Mas sabendo que o faz e que não engana ninguém.
      Sejamos mais profundos em nossas análises políticas, pois vivemos numa batalha de idéias. Fazer carga, desgastar e desqualificar Dilma Rousseff nesse exato momento é fazer exatamente o que a direita nacional e internacional quer.
      O tempo da inocência já acabou e dar bobeira pode significar dar o poder à direita no tapetão. Nem vai precisar a OTAN vir nos bombardear. Fica logo tudo entregue e dominado. É só facilitar um impeachment para a Dilma e a subida do Temer. É isso que estão querendo? Falem claramente.

  • A estratégia da Veja é a seguinte: fazem uma pesquisa junto à Controladoria Geral da União (CGU) ou no Tribunal de Contas da União (TCU), este último que se tornou de repente em uma fonte inesgotável de denúncias contra o governo federal, para identificar denunciadas ou processadas pelo Governo Federal (ministérios, etc.) ou que tiveram convênios ou repasses suspensos ou cancelados em razão de irregularidades. Identificadas essas entidades, Veja escala repórteres para ouvir os titulares dessas entidades com problemas. Sempre encontrará alguém com alguma mágoa, ingratidão ou reclamação. Ou desejo de vingança. Pronto. Aí é só encontrar ou inventar qualquer vínculo do dito cujo com o ministro ou figurão oficial. Está criado o escândalo. Surgem os infográficos com as supostas interligações da quadrilha. A fonte da Veja para produzir “supostos” escândalos, podem ver, é a CGU, o TCU ou a Polícia Federal. O que lamento é a tibieza da presidenta. Capitulou perante o jornalismo de esgoto.

  • O tapete que encobre toda a corrupção que há no governo do Estado de São Paulo poderá um dia ser levantado pela imprensa. Desde que um governo de esquerda assuma o poder.

    No dia que o PSDB/DEM for posto para fora do poder em São Paulo a imprensa dará um jeito de começar a levantar o tapete e por óbvio, atribuir ao governo que estiver em exercício, não aos demotucanos.

    Os tucanos subornam a imprensa. Vimos há pouco o sr. Geraldo Alckmin agraciar a imprensa com 9 milhões de reais. Tucanos e imprensa, reciprocamente abafam os crimes. Máfia. Alcapone teria muito o que aprnder em São Paulo.

    • Na hipótese do PT ganhar a prefeitura de SP e NÃO investigar todas as falcatruas dos governos anteriores, aí que depois chorem na cama que é lugar quente, porque não investigar os roubos dos tucanos é um tiro de canhao no pé igual ao do Lula quando ganhou as eleiçoes e nao investigou a fundo a privataria, perdeu o momento de mostrar aos brasileiros o tanto que FHC e psdb roubou dos brasileiros DOANDO nosso patrimonio a empresas estrangeiras e amigos que fizeram fortuna as nossas custas e até hoje vendem a idéia comprada pelos cegos e pelos desonestos de que eles fizeram algo que preste para o país. O pt tem que escarafunchar tudo na prefeitura caso ganhe para mostrar aos paulistanos o tamanho do rombo deixado pelo prefeito afilhado do zé bolinha de titanio, se não o fizer estará assinando seu atestado de burrice.
      O comprometimento do orçamento da prefeitura de SP para o proximo prefeito já foi informada: 20 BILHOES estão comprometidos com não sei quantos contratos e o proximo prefeito já entra com menos esses 20 bilhoes de um orçamento de 38 bilhoes segundo li no blog do Nassif, isso se até a eleição esse valor não aumentar até deixar só dividas para o proximo trouxa que vai pegar essa bomba na mão.

  • Há 13 anos deixei o estado de São Paulo. De lá pra cá, tenho visto amigos e familiares mergulhando cada vez mais na irracionalidade. A única fonte de informação dos paulistas é Folha, Veja… E eles tomam como verdade absoluta qualquer coisa que esses meios publicam. É uma verdadeira lavagem cerebral. Existe um mecanismo muito semelhante ao engendrado na Alemanha nazista por trás disso. Há uma nuvem de infelicidade e pessimismo sobre o estado de São Paulo. Mas ninguém percebe a origem desta infelicidade. Não adianta contra-argumentar. É preciso penetrar neste sistema e expor suas contradições. Se as coisas parecem ruins do ponto de vista do paulista, eles não percebem que a raiz do mal está ali mesmo; não percebem que se os paulistas estão mais infelizes, a culpa é do seu governo. É preciso culpar alguém, mas alguém fácil de culpar: o Lula, o governo do PT… e por que não os nordestinos, os homossexuais?

  • Pessoal,

    Vocês estão sendo extremamente parciais! Falam apenas de São Paulo e Minas Gerais! E o Paraná? Reduto daquelas gracinhas chamados Álvaro Dias e Beto Richa? O último até que é novo na política, mas Álvaro Dias tem uma longa ficha de desserviço à nação e ao estado do Paraná.

    • Pelo que entendi, ao comentar um texto que denuncia corrupção em SP e dizer que só que tem que parar de “roubar” é o “pessoal do governo federal”, o prezado leitor está convalidando a tese do post sobre “licença para roubar” para tucanos

      • A direita tem licença prá roubar, o PIG prá denunciar,caluniar e condenar a esquerda,o PT,Lula,Dilma e os partidos aliados. É um jogo bem orque$trado. Mas podem saber que a massa está te sacando.

  • Eduardo. Vi, há 3 ou 4 dias, matéria na Record News, sobre graves denúncias contra o Ministério Público estadual de São Paulo. A matéria falava entre outras coisas, de um veículo do Ministério que foi roubado dentro do estacionamento e nada foi feito para apurar o caso e nem os cofres públicos foram ressarcidos.
    Incrível. De lá pra cá, tenho procurado matérias sobre esse assunto, mas não encontro nada, nem mesmo no R7. Será que eu sonhei que vi a matéria? Alguém mais a viu?

    • Eu vi também mas aparece por 2 minutos num dia e depois nunca mais se ouve um A a respeito. E as denuncias contra os desmandos do MPE de SP tambem evaporaram no ar…

  • Seria muito bom se a Procuradoria Geral da República e a P. Federal pudessem fazer alguma coisa nestes casos escabrosos que envolvem o governo de um estado, principalmente São Paulo, por que, a julgar por este episódio e pelas mais de 100 Cpis engavetadas no estado, o esquema de “proteção político-midiática a tucanos”, em São Paulo, PiG à frente, funciona de forma descarada. Aliás, qual foi mesmo a quantia que o Alckmin usou do contribuinte paulista para presentear o PiG, comprando suas revistas e jornais, altamente informativos e imparcias, para as escolas? Pois é, uma mão lava a outra. Mas um dia a casa cai para a tucanada paulista, um dia cai…

    • Segundo uma pesquisa do Instituto Ethos, Minas, SP, Maranhao e Pará sao os estados com o maior ‘risco de corrupcao’ do país, porque nao tem imprensa combativa e vigilante ($$$) nem MPE e tribunais (aparelhados) isentos para cobrar, investigar e punir os corruptos dos respectivos estados, mas esse relatório nao terá divulgacao na midia proba ética e honesta que nos governa pois não?

  • “Todavia, tal falácia pode ser facimente desmontada meramente lembrando o que era feito pela imprensa quando a petista Marta Suplicy ou a ex-petista Luiza Erundina governaram a capital paulista. Então, críticas e denúncias ganhavam manchetes quase diárias nos jornais supracitados e nos telejornais de alcance nacional.”

    Edu, para a gente que não mora em SP esta oposição midiática tem um forte impacto no restante do eleitorado de todo o Brasil. Lembro-me como se fosse hoje como a Folha fazia marcação cerrada (!) contra Marta, todo dia era uma manchete com viés negativo, chamavam-na pelo nome de “Martaxa”, quando ela saia do gabinete e se dirigia à pereferia era mais manchete, até quando ela pisava na lama isso era retratado de forma negativa, pessoas eram arregimentadas pelo jonral para vaiar a prefeita petista. Mesmo assim ela saiu com alto índice de aprovação, as classes D e E votaram nela mas a classe mérdia sabe como é né. Por conta deste perfil reticiente da classe média é que, ao invés de Marta, Lula bancou o nome de Haddad, mais palatável à classe média. Mas agora é esperar a campanha do pig contra Hadadd, o próximo da fila para ser derrubado pela Veja por conta de alguma irregularadade num convênio qualquer, virou moda né.

    • Os pobres tiraram a Marta da prefeitura, eles a quem ela beneficiou enormemente, a traíram e foram doutrinados pela imprensa e colocaram os tucanos no puleiro de onde eles jamais sairão porque os pobres de SP são de direita e deram chances para a esquerda somente 2 vezes com Marta e Erundina, foram os mais beneficiados mas são ingratos, votam nos candidatos de direita porque com isso pensam que se igualam à classe mérdia que tanto admiram, é inexplicavel que a maioria de pobres da cidade que foram beneficiados por Marta a traíram vergonhosamente para a entrada dessa corja que só se preocupa com os bairros nobres e com a classe merdia e classe alta da cidade e depois reclamam, quem mandou votar na direita?

  • Eu sugiro a quem acessa os portais da imprensa comercial que parem, pois esta não tem compromisso com o Brasil, mas apenas com o seu próprio bolso, haja vista as assinaturas dos seus periódicos impressos, adquiridos sem licitação pelo estado de São Paulo, governado exatamente pelo PSDB. Dessa forma, a VEJA, O GLOBO/G1, FSP/UOL, ESTADÃO há muito tempo descobri não merecem credibilidade.

    Não assino nem o provedor de INTERNET “UOL”, pois o mesmo como todos sabem é da FSP.

  • Prezado Eduardo: Ao leitor Luiz(11:50) – seu texto é bem interessante. Eu já lí os dois livros de John Perkins. Você esqueceu de dizer que o senhor John Perkins confessou num dos livros, que esteve no Brasil na época do governo FHC, falando para um grupo de empresários sobre energia. Coincidência ou não, foi nesse governo que saiu as famosas usinas termo-elétricas. E olhe que foi construida uma bocado no Brasil, sendo que posteriormente a Petrobrás teve que comprar uma boa parte delas. Não esqueça que o ponto forte que o senhor John Perkins dizia ter era exatamente no ramo de energia.

  • Prezado Eduardo: Ao leitor William Mendes(13:13) – os tucanos não são burros. Eles compraram aqueles que podem influenciar na opinão do povo brasileiro. O que esperamos é que essa influência nefasta chegue ao fim o mais rápido possivel. Desculpem-me os leitores se volto a repetir a mesma frase que todos sabem ” QUEM DOMINA OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, DOMINA A OPINIÃO DE UM POVO.” É por isso que todo político que ter rádio, jornal ou televisão.

    • Quem não se comunica se trumbica! E o governo Dilma não se comunica com o povo infelizmente, Lula fazia isso sozinho e até hoje paga o preço com a midia lesa patria no seu cangote dia e noite, se Dilma não reformular seu setor de comunicação, teremos muitas tristezas pela frente.

      • Concordo Vera.
        Será que não tem no governo para alertar a presidenta, que o setyor da comunicação é um fracasso.
        Volta Franklim Martins, tu conheces essa imprensa calhorda.

  • Caro Eduardo
    Não é que minimizam, é que eles sabem que se começar a desenterrar corrupções tucanas, não sobra mídia para contar história. A mídia se protege só isso.Faz parte da luta de classes.
    Saudações

  • Edu:
    Você é um cabo eleitoral fora-de-série. Como diria a Presidenta Dilma, excepcional
    Já que se recusa a ingressar na política, poderia ao menos assumir a função de marketeiro.
    O Pt finalmente venceria as eleições em São Paulo.

  • O Que esse comportamento denota ? Com a palavra os falsos moralistas da inveja,da foia e do estadin.
    Fazendo vistas grossas ? Cegos,mudos e surdos quando conveniente ? Por que não investigam ? Não é dinheiro público também ? Onde estão as madames moralistas da foia ? Não fazem comentários dessa compra de emendas ? Por que ? O Que lhe fazem ficar silenciosos ? Estamos esperando as respostas de vocês…..

  • É tão evidente esse acobertamento da mídia PIG para com o tucanato e tão evidente a violência contra o governo federal e seus aliados que hoje já nem condeno mais tanto partidarismo de interesses de Folha. Globo, Veja…….
    Condeno hoje mais a incapacidade de grande parte da sociedade de ser cega a tudo isso.
    Não é possivel que a sociedade por mais mal informada que seja, tenha sofrido uma cultura de controle e comando, não consiga pensar, pensam por elas, ter uma ótica própria e pensar, raciocinar, concluir por sí só.

    • Osvaldo, eu também pensava assim, mas vejo que tem muita gente que não dá a mínima para política, que “engole” o Jornal Nacional mesmo sem entender, só porque não quer se passar por “alienado”… ou então só lê as manchetes dos jornais e revistas… puro desinteresse…

    • Isso chama-se ALIENAÇÃO DE UM POVO.

      Ficar todo santo dia, durante duas horas, vendo novelas idiotas sentado diante de um aparelho de televisão, durante quase 50 anos (antes de acabar uma já começa a outra) e você queria o quê?

      É claro que esse canal de TV tem que ser o dono dessas mentes robotizadas.

  • No momento, a inveja deve estar tomando um processo do ex-ministro dos esportes por acusá-lo de que o mesmo receberia dinheiro na garagem. Nem mesmo o policial confirmou, depois suas ,supostas afirmações.Vai falir mais rapidamente,pasquim safado. Ministro Exija desses inescrupulosos as provas e se não as apresentarem, cobre indenização pesada contra esta “folhetim” fascista.

  • Concordo plenamente que a imprensa não investiga os indícios de corrupção do PSDB, porém, faço as minhas palavras as do Antônio, que relata a passividade da bancada federal petista, sobretudo a paulista, que em nenhum momento cobra, seja na imprensa, do ministério público ou mesmo das polícias as apurações dos fatos relatados. É telhado de vidro? é medo da imprensa? é preguiça? é achar que Lula vivo é garantia de vitória?

  • Pelo que eu entendi, o povo paulista que vota no psdb está sendo conivente com a corrupção.

    E o pior é que está sendo conivente duas vezes: porque sabe que tá votando em corrupto, e porque sabe

    que o corrupto não vai ser fiscalizado. Então a conclusão que chegamos é de que muitos paulistas além

    de serem coniventes com a corrupção, também são ignorantes políticos. Falando no popular: neguinho é

    mesmo um burro!!!

  • Em Brasília, Ramonet fez duras críticas à mídia tradicional: ‘O objetivo dos grande veículos de comunicação é domesticar seus usuários’ Blog do Nassif

    Desculpem a força de expressão, como estamos (boa parte da população) domesticados pela mídia golpista ouso a reproduzir uma frase retirada do livro Médico de Homens e de Almas de Tayllor Caldwell sobre a vida do Apóstolo Lucas, onde o tribuno romano Diodoro Cirino afirma: “Cidadãos corruptos criam governantes corruptos, e é o povo quem decide quando a virtude morrerá”. Abração Edu e obrigado por manter acesa a chama e arremessar luz sobre aqueles que escondem a própria corrupção apontando o dedo sujo apenas para um lado.

  • Alo Eduardo: Esta semana ao ver as supostas” como nossa mídia gosta de enfatizar” denúncias contra o Agnelo Queiroz ,na Globo News, lembrei exatamente dessas desculpas esfarrapadas que os direitões vem alegar em seu Blog. Essas denúncias contra o Agnelo Queiroz também são regionais ou não? A diferença que o Agnelo Queiroz não é do PSDB.

  • É… haveria paz. A paz dos sepulcros, pois não haveria mais Brasil. Seria vendido integralmente e os novos donos certamente seriam muito bem tratados pelas famiglias que sempre sonharam com a volta à Colônia.

  • Do blog Amigos do Brasil.

    Escândalo das emendas:Geraldo Alckmin e José Serra, foram os campeões de liberação de emendas no ano eleitoral de 2010.

    Domingo 6, novembro 2011

    Deputados estaduais do PSDB, partido do governador Geraldo Alckmin e do ex-governador José Serra, foram os campeões de liberação de emendas no ano eleitoral de 2010. Levantamento feito pelo Estado mostra que os quatro deputados que mais conseguiram verbas do governo de São Paulo, todos tucanos, são o presidente da Assembleia, Barros Munhoz (R$ 5,6 milhões), o ex-líder do governo e hoje deputado federal Vaz de Lima (R$ 5,2 milhões), o atual relator do Orçamento, Roberto Engler (R$ 4,6 milhões), e o deputado licenciado e atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Alexandre Barbosa (R$ 4,4 milhões).

    Apesar de os tucanos liderarem o ranking de distribuição das verbas, há um equilíbrio quando se analisa a cota média de parlamentares do PSDB e do PT. Os correligionários de Serra, que deixou o governo em 2010 para concorrer à Presidência, foram beneficiados com liberações de R$ 2,9 milhões, em média, enquanto os petistas ficaram com R$ 2,89 milhões.

    Na lista dos 15 deputados campeões de liberação de emendas aparecem cinco petistas: Adriano Diogo (7.º, com R$ 3,9 milhões), Simão Pedro (9.º, com R$ 3,7 milhões), Beth Sahão (11.º, R$ 3,6 milhões), Ana do Carmo (13.º, R$ 3,5 milhões) e Ana Perugini (15.º, 3,5 milhões).

    As listas das emendas de 2007 a 2010, divulgadas na noite de sexta-feira pelo governo de São Paulo, mostram que o acordo informal que destinava uma cota de R$ 2 milhões em emendas para cada parlamentar não foi respeitado. Dos 97 deputados contemplados, 78 conseguiram liberar valores acima deste limite.

    A cota de R$ 2 milhões nunca foi publicada, mas sempre esteve acordada extraoficialmente entre os líderes partidários da Casa, segundo confirmação de vários deles.

    No Orçamento dos últimos dois anos, o governo reservou uma rubrica de R$ 188 milhões na pasta do Planejamento para o pagamento das indicações parlamentares, valor que, dividido pelos 94 deputados, totaliza R$ 2 milhões.

    A informação de que havia uma cota neste montante foi publicada em diversos veículos de imprensa e nunca havia sido negada nem corrigida pelo Palácio dos Bandeirantes. Questionado pelo Estado, o governo divulgou ontem a seguinte informação: “Não existe uma cota específica. O critério para liberação das indicações parlamentares é técnico, independentemente da filiação partidária. Se a indicação for aprovada por razões técnicas e houver recurso disponível, o governo tem todo interesse em aplicar esse dinheiro para beneficiar a população”.

    Em diversas manifestações nas reuniões do Conselho de Ética da Assembleia para apurar denúncias de cobrança de propina em troca da aprovação de emendas, parlamentares da base e da oposição falaram em cota de R$ 2 milhões.

    O total de emendas liberadas em 2010 soma R$ 256 milhões – o governo paulista ainda desembolsou, em 2011, como restos a pagar do ano passado, outros R$ 26,1 milhões, o que eleva o valor total para R$ 282 milhões.

    Quando se analisa a liberação média para os partidos, o PSDB fica em terceiro no ranking, atrás do nanico PSC e do PSB, partidos que faziam parte da base de apoio do governo Serra. O PSC fez indicações para o repasse de R$ 7 milhões, ou R$ 3,5 milhões, em média, para cada um de seus dois deputados. Os cinco parlamentares do PSB conseguiram, em média, R$ 3,12 milhões em emendas.

    Barbiere. Segundo os dados divulgados, o deputado Roque Barbiere (PTB), pivô das acusações de vendas de emenda na Casa, intermediou o repasse de R$ 3 milhões em 2010, sendo o 22.º no ranking. O deputado licenciado e atual secretário de Meio Ambiente, Bruno Covas (PSDB), envolvido no caso depois de ter relatado a oferta de propina de R$ 5 mil que um prefeito lhe fez por uma emenda (ele negou que fosse um fato concreto em seguida), aparece apenas em 71.º lugar, com R$ 2,1 milhões. Bruno foi o relator do Orçamento nos últimos dois anos.

    O atual secretário da Casa Civil, Sidney Beraldo (PSDB), que esteve praticamente ausente da Assembleia porque foi secretário de Gestão até abril do ano passado e depois coordenador da campanha de Alckmin, conseguiu liberar R$ 2,3 milhões.

    O governo concedeu aos deputados Camilo Gava (PV), Cássio Navarro (PSDB), Milton Flávio (PSDB) e Hélio Nishimoto (PSDB), que eram suplentes na legislatura anterior e em 2010 só exerceram mandato de janeiro a março, respectivamente R$ 2,7 milhões, R$ 2,6 milhões, R$ 2,4 milhões e R$ 2,1 milhões.

    CRONOLOGIA

    Denúncia foi feita em agosto pelo deputado Roque Barbiere (PTB)

    10 de agosto

    O deputado Roque Barbiere (PTB) dá uma entrevista ao programa Questão de Opinião, do Canal 21, da Folha da Região, de Araçatuba, na qual revela que entre 25% e 30% dos colegas da Assembleia de São Paulo ganham dinheiro por meio da venda de emendas

    23 de setembro

    O Estado revela o teor da entrevista. No mesmo dia, o Ministério Público Estadual abre inquérito para apurar o caso

    26 de setembro

    Deputados reforçam a existência do esquema. Estado divulga entrevista com Bruno Covas (PSDB), gravada em agosto, em que ele relata que um prefeito lhe ofereceu propina após a aprovação de uma emenda. Ele volta atrás e diz que foi um exemplo hipotético

    30 de setembro

    Pressionado, o governo paulista divulga lista de emendas, mas somente as de 2011

    25 de outubro

    Em discurso no plenário da Assembleia, Barbiere aponta o nome do primeiro colega que seria suspeito de integrar o esquema: Dilmo dos Santos (PV). Ele nega a acusação

    27 de outubro

    Em reunião, Conselho de Ética da Assembleia decidi encerrar as investigações sobre o caso e enviar um relatório ao MPE

    4 de novembro

    Governo libera as emendas que havia prometido, de 2007 a 2010
    Por Helena

  • Ex-qualquer coisa, adepto do Tea Party e do Estado Mínimo. A situação tá do jeito que você gosta mesmo, a imprensa mafiosa do PIG continua dando as cartas e definindo o que é corrupção. E você, legítimo corvo tucano-pefelê, repete toda a cantilena da corrupção.

  • Voces acham que a Folha, Estadão, Veja, Istoé e outras que tem contrato com o governo de São Paulo, vão deixar de cumprir uma das clausuras desse contrato? Ou seja, compro de voces milhares de jornais, revistas e livros, mas, em compensação o lixo que aparecer contra mim e aliados varram pra debaixo do tapete.

  • Campineiro, eu não tenho a menor dúvida que vc é remunerado para cada idiotice que posta por aqui, não é possível que seu senso crítico ou do ridículo seja tão baixo. Percebe-se pelo seus posts que vc tem um mínimo de articulação, então a única explicação é que vc recebe um soldo para tal.

  • A diferença é que seríamos otários, no mínimo, duas vezes: uma por sermos saqueados pelos tucanos, outra por deixar que a impressa partidária nos manipule para que pensemos estar vivendo numa Dinamarca “Sulamericana” sob um eventual governo tucano.

    Mas pode ser pior, caso essa imprensa também esteja participando da farra tucana que encoberta!

  • Ou você é troll ou não entendeu o texto por falta de inteligência.
    A corrupção nos governos do PSDB e DEM é acobertada pela grande mídia, principalmente em São Paulo-SP, que compra por milhões de reais assinaturas das revistas Veja, Época e dos jornais Folha e Estadão para as escolas paulistas, sem licitação, sem falar nos convênios dos telecursos com a Rede Globo.
    Ainda, sem contar os motivos econômicos, é nítida a identidade da grande imprensa brasileira com o neo-liberalismo e elitismo e sua aversão a tudo o que for em benefício da maioria da população. É a única imprensa do mundo que defende intesses estrangeiros. Por exemplo, quando, inteligentemente, antes da descoberta do Pré-Sal, em 2004, o governo Lula aumentou a Zona Econômica exclusiva do Brasil no oceano atlântico de 200 milhas para cerca de 350 milhas, nossa mídia o criticou.
    Se o PSDB voltar ao governo federal acabam as “denúncias” da mídia. A corrupção ficará impune, como vem há mais de 20 anos ocorrendo em São Paulo. E olhe que em cifras a corrupção em São Paulo é muito maior que no Governo Federal. Quase meio bilhão de reais do caso Alstom, 1,6 bilhões na limpeza da calha do rio Tietê, esquema dos “anões do orçamento” da época de FHC sempre existiu em São Paulo, etc, etc. Lembram de quando a mídia veio durante a campanha presidencial do ano passado, com o objetivo de prejudicar Dilma, com as denúncias sobre o uso de cartões corporativos por servidores federais. Aí, bastou um mero levantamentozinho e se soube que em São Paulo se gastava o dobro com estes cartões. E, quando havia saques, em São Paulo não eram contabilizados os correspondentes gastos, como eram nos gastos federais. Foi só verem que poderia respingar nos protegidos tucanos de São Paulo que a mídia calou a boca e esqueceu o assunto.
    Não seja covarde Dilma Roussef! Democratização dos meios de comunicação já!! Quero uma mídia que também me represente!!

  • Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem ..mas e ?!

    Me digam, independente da falange em que gravitam, ou do nome do partido ..quantos de vocês tem na cabeça o caso de corruptos e corruptores que já estão, a esta altura, cumprindo pena por suas diabruras?

    Veja abaixo a qdade de prisões efetuadas pela PF em mais de 1.485 operações desde 2003, mas de 17 mil indivíduos entre civis, agentes e servidores do Estado ..cuja maioria ainda esta livre

    2003 223
    2004 703
    2005 1407
    2006 2673
    2007 2876
    2008 2475
    2009 2663
    2010 2734
    2011 1327 (até out)

    e aqui eu pergunto ? Mudou, adiantou, a turma aprendeu? Será que hoje a sociedade tem mais senso de justiça, de CIDADANIA ?

    sei não ..tem alguma coisa de errado entre o que se publica e a realidade de FATO ..independente do fato gravitar no município, em Brasília ou nos Estados

    NÃO é só a imprensa que não funciona ..mas SIM as Instituições que desmoronam

    Verdade verdadeira é que alguns até gostariam, mas muitas das tais conquistas não passam de miragem, ou de castelo de areia

    ..e só um exemplo pra provar que muita coisa ainda anda na mesma :

    Vc se lembra de Jorgina de Freitas? ela foi uma agenciadora que desviou com sua quadrilha mais de US$ 1 bi dos cofres da previdência nos anos 80/90 ..à época fugiu pra Nicarágua pra só depois de ANOS conseguirem deportá-la ..boa parte de seus bens que, pra variar, não cobriram o rombo, ainda estão sendo localizados e indo a leilão ..pois bem, até aonde se sabe Jorgina já cumpre pena em regime semi-aberto, fora de ter sido nomeado ASSESSORA da presidência da CEDAE no RJ

    ..fala verdade, com exemplos como este (este, LALAU, Maluf, Dantas, cuequeiros, bispos e mensaleiros de todas as bandeiras) ..pra quem tá afim, quem vai achar mesmo que aqui o crime não compensa?

    http://www.diariodaclasse.com.br/profiles/blogs/vc-se-lembra-da-jorgina-de

    BRASIL, um país de tolos ..se não foi com LULA, agora só com os ETs

    • Vc vê guerra ? ..pra mim cheira mais a acordo e encenação

      Eu acho que a solução não esta só no “controle democrático da mídia” (e aqui incluo todas as mídias, inclusive os BLOGs que deveriam dançar a mesma música – a da ética, do direito de resposta, do contraditório, da punição pela mentira, da pena pela crise e boato criado, da punição pela injuria, pela ofensa e tentativa de desconstrução desmedida, pela censura covarde etc etc)

      FALA verdade, vc já reparou, já reparou que todos os grandes nomes que hoje se colocam na blogosfera, fora da maioria ser PAUTADO (e consequentemente nos pautar ) por temas criados pelas grandes redes, já reparou que muitos deles que se colocam contra a grande mídia tb ajudaram a moldá-la, mantê-la e fortalecê-la até bem pouco tempo ? ..a maioria passou, leu e/ou escreveu, tabulou e/ou complementou os manuais duma Veja, Folha, Estado, Band, Globo por ex

      Afinal, esta turma quer mudança na forma como se exerce o poder, ou deslocamento de poder, com ele ?

      Eu ainda estou me perguntando, será que os princípios mudaram ..ou será que a desinformação e a tentativa de desconstrução dos adversários ainda é a mesma ?

      Então me diga, que diferença ÉTICA existe entre as desorganizações Globo e a do Bispo ..entre o IBOPE da Globo, o datafolha, ou os independentes do SILVIO ? ..pra mim, fica difícil, pra mim é tudo farinha ..e o que esta em jogo é a PARTILHA

      Nós ainda continuamos a ser manipulados, levados e insuflados ao gosto e interesse deles ..ainda somos telespectadores e ouvintes dos mesmos autores, ainda somos os principais atores das nossas próprias tragédias

      Isonomia em direitos e deveres ..combate ao espírito de corpo, a manipulação e a mentira ..luta pela cidadania INDISTINTA, pela transparência nos interesses envolvidos ..garantia efetiva dos direitos mínimos (saúde, educação, segurança, acesso a justiça, pra ficar nestes poucos) ..estes, e tantos outros pontos tb fazem parte deste enrosco que só um controle da mídia sozinho jamais iria dar conta

      o nosso problema ainda é em lutarmos pela CIDADANIA ..em sermos reconhecidos como pessoas que não só merecem, mas que eles também nos devem respeito e satisfação

  • Para que partido?,faça como eu no futebol,eu não torço para nenhum time,mas minha torcida é para alguns jogadores,não me interessa em que time ele esta atuando .
    Na politica faço o mesmo ,apóio alguns politicos ,até o dia que ele faça algo que eu não aprove,tampouco me interessa se ele é deste ou daquele partido,mas pode acreditar que acompanho as atividades deles todos os dias.

  • Mas aí seria a paz dos cemitérios, Campineiro. Nós não queremos impedir que a imprensa investigue mal feito dos políticos do PT; queremos que ela faça isso e, ao mesmo tempo, investigue mal feito de políticos tucanos e de outros partidos da oposição, só isso. Também pedimos responsabilidades nessas denúncias. Cadê o grande escândalo dos esportes? Deixou de ser depois da saída, injusta até aqui, do ministro?

  • Isso não passa no Jornal Nacional.

    Desvio de dinheiro da Saúde: fundação que administra InCor tem que devolver R$ 50 milhões ao SUS

    Decisão da 9ª Vara Federal Cível de São Paulo condena a Fundação Zerbini, que administra o Instituto do Coração de São Paulo (InCor-SP),a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) em R$ 49,6 milhões.

    Segundo o Ministério da Saúde, a condenação ocorreu porque a fundação não aplicou corretamente as verbas do convênio feito com o SUS, na década de 1990. O dinheiro deveria ser usado no desenvolvimento de ações de saúde e implementação do SUS no hospital, mas, segundo os auditores do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus), as despesas registradas na prestação de contas não batiam com a finalidade do repasse dos recursos.
    Auditoria revelou que governo paulista desviou recursos da Saúde para o mercado financeiro
    No início de 2010, já havia sido denunciado que o governo do Estado aplicou recursos do SUS no mercado financeiro.
    Investigação do Denasus revelou que o desvio serviu ao chamado ajuste fiscal e a manobra serviu aparentemente para incrementar programas estaduais – de choques de gestão, como manda a cartilha liberal, e políticas de déficit zero, em detrimento do atendimento a população.
    A denúncia coincidiu com o Diagnóstico da Gestão Tucana em São Paulo, elaborado pela Bancada do PT, que também apontou o fato de que o dinheiro que deveria ser aplicado no sistema de saúde paulista é desviado para outros programas e também para o mercado financeiro.
    A descoberta dos auditores desmontou discurso do então governador José Serra, que costuma vender a imagem de ter sido o mais pródigo dos ministros da Saúde do país.
    Segundo dados da auditoria do Denasus, dos R$ 77,8 milhões do SUS aplicados no mercado financeiro paulista, R$ 39,1 milhões deveriam ter sido destinados a programas de assistência farmacêutica, R$ 12,2 milhões a programas de gestão, R$ 15,7 milhões à vigilância epidemiológica e R$ 7,7 milhões ao combate a DST/Aids, entre outros programas.
    Ainda em São Paulo, o Denasus constatou que os recursos federais do SUS, tanto os repassados pelo governo federal como os que tratam da Emenda nº 29, são movimentados na Conta Única do Estado, controlada pela Secretaria da Fazenda. Os valores são transferidos imediatamente para a conta, depois de depositados pelo ministério e pelo Fundo Nacional de Saúde (FNS), por meio de Transferência Eletrônica de Dados (TED). “O problema da saúde pública (em São Paulo) não é falta de recursos financeiros, e, sim, de bons gerentes”, registraram os auditores.
    Pelos cálculos do Ministério da Saúde, o governo paulista deixou de aplicar na saúde, apenas nos dois exercícios analisados, um total de 2,1 bilhões de reais. Destes, R$ 1 bilhão, em 2006, e R$ 1,1 bilhão, em 2007. Apesar de tudo, os governadores Geraldo Alckmin, em sua primeira gestão (2003-2006) e José Serra (2007-2010) tiveram as contas aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

  • Do blog Ballaroteando.

    PSDB e a Saúde: onde foi parar o dinheiro do SUS
    Publicado em 26/10/2010 por bballarotti

    Bem, daqui a pouco vou criar uma seção no blog só destinada a comentar a saúde em SP. Imaginando que voltarei pra terrinha ano que vem, sem dúvida pauta não faltará.

    Mas o motivo desde post é divulgar uma matéria da Carta Capital sobre a Auditoria realizada pelo DENASUS sobre os recursos advindos do Governo Federal destinados ao Governo de São Paulo. Posso em outro post, posteriormente explicar melhor como funciona o financiamento do SUS, mas bem, por hora é suficiente saber que o financiamento da saúde provém de várias esferas, nacional, estadual e municipal. O Governo Federal repassa verba destinada a programas específicos, e nesse caso aqui da história o que os governos do PSDB de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, e do DEM do DF, desviaram esse dinheiro para outras funções, como aplicar no mercado financeiro, conforme matéria publicada em fevereiro pela Carta Capital (“Remédios por juros”. Dinheiro que era destinado a medicamentos, à vigilância epidemiológica, a gestão do SUS e a programas de DST/AIDS.

    E não é pouco dinheiro. Segundo os dados do DENASUS, o Governo de São Paulo deixou de aplicar em saúde só em 2006 1 bilhão de reais, e em 2007 mais ouro 1,1 bilhão.
    A auditoria seguiu suas investigações, que trazem mais dados, agora publicados nessa nova matéria da Carta Capital que disponibilizo aqui.

    Além das terceirizações (exemplificadas no artigo da Caros Amigos postado nesse blog, “Saúde Pública Leiloada”) o governo ainda agrava um problema importante do nosso sistema público de saúde que é o grave subfinanciamento. Não obstante, o ex-governador de São Paulo e atual candidato a Presidência do Brasil José Serra investe pesado na campanha como o “candidato da saúde”. No mesmo ano em que São Paulo atinge o recorde de mortes em função de epidemia de dengue (ver matéria do Estadão aqui) do estado, e já havia atingido essa “façanha” desde maio!

  • Peraí, deixa ver se entendi direito: Então quer dizer que a corrupção regionalizada por regionalizada não é tão grave quanto a federal???

    O que sustenta um argumento tão estapafúrdio como esse??? É um argumento vigarista em todos os sentidos porque pressupõe que a corrupção em limites regionalizados é , vamos assim dizer, mais leve do que aquela que acontece em limites federal. É como se dissessem: o roubo de meio milhão é menos grave do que o roubo de um milhão. Santo Deus!!!

    É incrível como certos jornalistas colocados contra a parede recorram a argumento tão estapafúrdio para defenderem que a impensa em que trabalham faça corpo mole frente à corrupção cometida pelos seus simpatizantes. Então não se denuncia um crime pela sua natureza, mas sim pela sua extensão. É ridículo esse argumento e quem recorre a ele, expõe, ainda que a contragosto, que os jornalões não estão nenhum pouco interessados em combater corrupção e sim vender assinaturas.

    Além de tudo, convém observar que a imprensa mais crítica ao Governo Federal está basicamente instalada em São Paulo, região onde sentam em cima de casos de corrupção que acontecem em seu próprio quintal.

  • Essa é do blog Conversa Afiada do PHA.

    Onde tucanos de SP botaram US$ 1,6 bi da limpeza do Tietê ?

    “Saiu na Folha, na primeira pagina

    Poluição no Tietê esta pior do que há 18 anos.

    Na Grande São Paulo, avaliação de 5 dos 6 pontos é inferior à de 1992; gasto foi de US$ 1,6 bilhão.

    Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

    Que beleza !

    US$ 1,6 bilhão jogados no lixo.

    Onde foi parar essa grana ?

    Cadê os 90 piscinões que o Padim Pade Cerra ficou de construir ?

    Por que, na campanha fracassada de 2010, o Cerra mandou vender esgoto no Acre ?

    Cadê aquele cano que ele ia construir de Sergipe ao Ceara?

    E Farol de Alexandria escreve no Globo uma catilinária (pobre Cicero !) contra a corrupção nas ONGS.

    Corrupção de ONG …

    Isso é grana que não sensibiliza tucano de São Paulo.

    Tucano de São Paulo é de US$ 1 bi pra cima.

    No metrô

    No Robanel dos Tunganos.

    E nas águas do Tietê.

    Agora no verão, quando a chuva encher o Tietê, o Padim vai dizer que foi Deus.

    Será que foi o Todo Poderoso quem sumiu com o US$ 1,6 bi ?”

  • Edu,

    Torno a citar “Um Inimigo do Povo” de Ibsen,.
    Vale a pena reler esse clássico, que mostra a atuação do PIG em 2011, embora o texto tenha sido escrito em 1864.
    Money is money, my dear.

  • olá Eduardo, abraços para ti e tua família e especilamente um beijo no coração da pequena guerreira Vitória.
    o PT é atacado pela mídia porque representa os trabalhadores brasileiros, a massa silenciosa que honestamente trabalha e paga seus impostos? participo da mesma idéia do comentário acima sobre os blogs progressistas começarem a pensar em editar um jornal para que saibamos toda a verdade sobre os governos da oposiçao.
    lendo o comentário do pedro soto a respeito do que disse o ministro, lembrei-me de uma cena do filme ‘A missão’, quando os índios são atacados pelos usurpadores da terra sul-americana. enquanto o personagem do Robert de Niro, espanhol, luta contra os assassinos, o personagem do Jeremy Irons, no papel de um padre jesuíta, reúne um grupo de índios e sob a cruz de Cristo, caminham para o holocausto. essa passividade do brasileiro não vem dos ‘ensinamentos’ da igreja católica? todos conhecem os clichês que levaram a esta idiossincrasia brasileira.

  • É UMA QUESTÃO DE CIDADANIA E TAMBÉM UMA QUESTÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO, A MORTE DO JORNALISTA E CINEGRAFISTA GELSON DOMINGOS – Nessa história da morte do cinegrafista, Gelson Domingos, quando filmava ações da PMERJ contra os traficantes de favelas, procurou-se no início e continua de certa forma, falar-se da grande capacidade do profissional e outros “endeusamentos” mais! O que nunca se falou foi que ele foi enganado quando lhe disseram que aquele colete lhe dava uma proteção relativa, mas não necessária para executar o seu trabalho em zonas perigosas! A rede Record e a PMERJ tinham ciência e consciência do perigo que corria o jornalista e os PMs, por faltar-lhes meios seguros de se proteger! O colete salva-vidas é como qualquer equipamento de segurança dos trabalhadores em qualquer área de atividade. Há até um certo cinismo em se falar de muita coisa nesse caso, como coragem, determinação e experiência do cinegrafista e, todavia,não se falar que o trabalhador, que tinha e tem direito a um equipamento de segurança (um colete adequado ao perigo que ele era exposto), isto é, que resistisse então à qualquer disparo de fuzis M-16 e AK-47, por serem os mais potentes! Não é possível que o Estado do Rio de Janeiro não tenha dinheiro para comprar pelo menos uns 400 coletes á prova dos fuzís mais potentes do mundo as suas tropas especiais! Para os PMs envolvidos em ações desse tipo os responsáveis direto da morte desses militares nesses enfrentamentos ultra-perigosos, serão sempre os seus comandantes por via indireta e por via direta, o secretário de Segurança e o governador do Rio do Janeiro e no caso do jornalista, Gelson, a culpada é a rede Record, a empresa em que ele trabalha! URGE QUE O MP-RJ E AS ASSOCIAÇÕES DOS PMS E O SINDICATOS DOS JORNALISTAS DO RIO COBREM DE QUEM DE DIREITO E URGENTE, UMA PROTEÇÃO ADEQUADA PARA OS PROFISSIONAIS QUE ATUAM EM ÁREAS PERIGOSAS, COMO O CASO EXPOSTO, ONDE OS BANDIDOS ESTÃO SUPER-ARMADOS E AS PESSOAS QUE O COMBATEM, ESTÃO SUPER-DESPROTEGIDAS

  • Eduardo, a senha para entender tudo isso que vem acontecendo no governo Dilma pode ser esta: Thomaz Souto Corrêia.
    Seria interessante descobrirmos o que que um dos chefões da Veja (ele saiu da Abril recentemente como vice-presidente editorial da empresa) está fazendo no Palácio do Planalto, cumprindo o papel de um dos principais conselheiros da presidente Dilma na área da Comunicação.
    Corrê despacha ao lado da sala de Dilma e tem mais poderes que a própria ministra-chefe da Secom, Helena Chagas.

  • Alguns escândalos dos tucanos em SP que envolvem muitos milhões de reais: Metrô , CPTM ( Alsthon ) , Rodoanel , despoluição do Rio Tietê, compras de emendas na Assembleia Legislativa , valor superfaturado de desapropriação de terreno da família Abdalla , envolvimento de cunhado de Alkmin no caso da merenda escolar.,convenio fraudulento da antiga Nossa Caixa com a Corretora dos Mendonça de Barros .

  • TUDO BEM, ADILSON, NÃO PRECISA SE EXALTAR! OBRIGADO, ESCREVI O QUE VI E OUVI DO APRESENTADOR DO PROGRAMA “HOJE EM DIA” DA REDE RECORD QUANDO DISSE ALGUMAS VEZES, AO SE REFERIR AO GELSON: … “O NOSSO COLEGA AQUI DA RECORD!” E NA PRÓXIMA TOMAREI MAIS CUIDADO…MAS, CALMA!!!

  • É TAMBÉM MAIS DO QUE ÓBVIO CONCLUIR QUE VIVEMOS EM UMA DITADURA : A DITADURA MIDIÁTICA! AS TREZE FAMÍLIAS QUE CONTROLAM AS COMUNICAÇÕES NESTE PAÍS DECIDEM O QUE DEVEMOS OU NÃO SABER E, DO QUE SABEREMOS, COMO NOS SERÁ CONTADO! DESSA FORMA, USAM AS COMUNICAÇÕES, QUE SÃO UMA UMA CONCESSÃO PÚBLICA(NOS CASOS DOS VEÍCULOS DE RÁDIO-DIFUSÃO)E QUE SUSTENTAM-SE COM DINHEIRO PÚBLICO(NO CASO DE TODA A MÍDIA, QUE TEM NO DINHEIRO DO GOVERNO FEDERAL A SUA PRINCIPAL FONTE DE SUSTENTAÇÃO ATRAVÉS DE ANÚNCIOS)COMO ARMA PARA A IMPOSIÇÃO DE SEUS INTERESSES PRIVADOS. E QUE INTERESSES SÃO ESSES? REFEREM-SE À MANUTENÇÃO DO MODELO SÓCIO-ECONÔMICO EXCLUDENTE; OU SEJA, O MODELO NEO-LIBERAL, DEFENDIDO PELO PSDB E PELOS OUTROS PARTIDOS DE DIREITA(PFL E PPS), O QUAL DESTINA-SE A PROMOVER A MISÉRIA DA ESMAGADORA MAIORIA DA POPULAÇÃO, AO MESMO TEMPO EM QUE GARANTE PRIVILÉGIOS ESCANDALOSOS PARA UMA MINORIA E ENTREGA OS RECURSOS NACIONAIS PARA OS EUA. QUEM AINDA TIVER DÚVIDAS QUANDO AOS “OBJETIVOS” DESSE MODELO, BASTA OBSERVAR OS NÚMEROS SÓCIO-ECONÔMICOS DOS OITO ANOS DO GOVERNO FHC(OUTRO FOCO DE ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO CENSURADOS PELA MÍDIA)E VERÁ MATEMATICAMENTE COMPROVADAS MINHA AFIRMAÇÕES. EM SEU GOVERNO, FHC E O PSDB, NÃO FIZERAM NADA ALÉM DE AUMENTAR A MISÉRIA E IGNORÂNCIA DA MAIORIA ESMAGADORA DOS BRASILEIROS, AUMENTAR EXPONENCIALMENTE OS PRIVILÉGIOS DE UMA MINORIA E ENTREGAR AS RIQUEZAS NACIONAIS ÀS MULTINACIONAIS ESTADUNIDENSES. POR ISSO, OS BARÕES DA COMUNICAÇÃO ESCONDEM OS INÚMEROS CASOS DE CORRUPÇÃO CONTRA O PSDB(QUE EXISTEM NAS ADMINISTRAÇÕES TUCANAS EM TODO O PAÍS : VERIFIQUE-SE A MÍDIA ALTERNATIVA DE ESTADOS COMO MINAS, ALAGOAS, PARÁ, PARANÁ, É VEREMOS QUE NÃO É SÓ EM SÃO PAULO QUE OS TUCANOS ROUBAM MILHÕES COM A CUMPLICIDADE MIDIÁTICA). POR ISSO TAMBÉM FABRICAM “DENÚNCIAS” DE CORRUPÇÃO SEM QUALQUER FUNDAMENTO CONTRA OS MEMBROS DO GOVERNO DILMA, QUASE QUE DIARIAMENTE, USANDO ESSAS “DENÚNCIAS” HIPÓCRITAS COMO PARTES DE UM MESMO PLANO GOLPISTA, POSTO EM PRÁTICAREPETIDAMENTE HÁ QUASE UM SÉCULO, TODAS AS VEZES EM QUE AS FORÇAS DO POVO ASCENDEM AO PODER, O QUAL VISA DERRUBAR O GOVERNO DILMA E IMPEDIR QUE O MODELO ECONÔMICO NEO-LIBERAL SEJA DEFINITIVAMENTE DESMONTADO E QUE O BRASIL TORNE-SE POR COMPLETO UM PAÍS VOLTADO PARA O DESENVOLVIMENTO DE TODOS OS SEUS CIDADÃOS. E POR ISSO TAMBÉM É MAIS QUE URGENTE QUE AS COMUNICAÇÕES; QUE SÃO UM BEM PÚBLICO; SEJAM DEMOCRATIZADAS E DESTINADAS À FUNÇÃO SOCIAL, QUE LHES FOI ATRIBUÍDA NA CONSTITUIÇÃO, OU SEJA A PROMOVEREM O BEM PÚBLICO. PARA FAZÊ-LO, IMPEDINDO QUE AS COMUNICAÇÕES CONTINUEM SENDO UMA ARMA PARA A IMPOSIÇÃO DOS DESMANDOS DE UMA MINORIA, DEVEMOS REAGIR AO GOLPISMO MIDIÁTICO, NÃO APENAS DENUNCIANDO-O E EXPLICITANDO SEU VIÉS POLÍTICO AO ESCANCARAR O SILÊNCIO DOS BARÕES DA COMUNICAÇÃO DIANTE DOS NUMEROSOS CASOS DE CORRUPÇÃO QUE ENVOLVEM O PSDB, MAS TAMBÉM EXPLICANDO O PORQUÊ DAS COMUNICAÇÕES TEREM SUA UTILIZAÇÃO DESVIRTUADA NESTE PAÍS(DEVERIAM SER UM INSTRUMENTO DO BEM COLETIVO E DESDE SEMPRE FORAM UMA ARMA PARA A IMPOSIÇÃO DOS PRIVILÉGIOS DE MINORIAS), OS PREJUÍZOS MONSTRUOSOS QUE ISSO TRAZ PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE JUSTA NESTE PAÍS, E O CAMINHO PARA RESOLVER-SE ESSE PROBLEMA TERRÍVEL, QUE É A BASE DA PERPETUAÇÃO DE TODOS OS OUTROS GRANDES PROBLEMAS AINDA EXISTENTE EM NOSSO PAÍS, OU SEJA, A DEMOCRATIZAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES. SÓ COM A DESCONCENTRAÇÃO DA PROPRIEDADE DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, QUE DEVERÃO SER CONTROLADOS POR INÚMEROS SETORES E CLASSES SOCIAIS, GARANTIREMOS A VERDADEIRA LIBERDADE DE EXPRESSÃO(OU SEJA, TODOS PODERÃO FALAR, PROGRESSISTAS E CONSERVADORES. AO CONTRÁRIO DA SITUAÇÃO ATUAL, EM QUE APENAS OS CONSERVADORES FALAM E TODOS OS QUE DELES DIVERGEM SÃO CALADOS), POSSIBILITANDO QUE OS CIDADÃOS TOMEM CONHECIMENTO DAS DIFERENTES VISÕES E DOS INÚMEROS FATOS QUE COMPÕEM NOSSA REALIDADE, E POSSAM FORMAR LIVREMENTE SUA OPINIÃO POLÍTICA, SEM MANIPULAÇÕES OU CENSURAS. HAJAMOS AGORA, COLOQUEMOS ESSA QUESTÃO NA ORDEM DO DIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA(SE ESPERARMOS PELO GOVERNO DILMA, ELA NÃO SAIRÁ DO PAPEL). PARA COMEÇAR, ALÉM DOS FÓRUNS E MOBILIZAÇÕES POPULARES QUE PRECISAM INCREMENTAR-SE, LEVAR AO MINISTÉRIO PÚBLICO, REPRESENTANTE DA SOCIEDADE, AS INÚMERAS OMISSÕES ESCANDALOSAS DA MÍDIA, DIANTE DOS CASOS DE CORRUPÇÃO ENVOLVENDO O PSDB, SERÁ UM BOM INÍCIO. PRECISAMOS PROVOCAR O MP AO MENOS A INVESTIGAR O MOTIVO QUE LEVA OS BARÕES DA COMUNICAÇÃO A ESCONDEREM DO BRASIL AS DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA UM DETERMINADO GRUPO POLÍTICO, MUTIO EMBORA, COMO JÁ DITO, EXPLOREM MEIOS QUE SÃO CONCESSÕES PÚBLICAS E/OU SUSTENTAM-SE COM DINHEIRO PÚBLICO, O QUE OS OBRIGAR A DAR AO PÚBLICO QUE OS SUSTENTA TODAS AS INFORMAÇÕES REFERENTES À REALIDADE NACIONAL, E NÃO APENAS AQUELAS QUE AGRADAREM AOS PROPRIETÁRIOS DAS EMPRESAS DE MÍDIA. HAJAMOS IMEDIATAMENTE PARA ROMPER A CENSURA MIDIÁTICA QUE A CADA DIA TORNA-SE MAIS INSUPORTÁVEL.

  • Camarada Eduardo,

    Só quero parabenizá-lo pelas reflexões que você faz e nos ajudam a construir um pensamento crítico. Tomei a liberdade de publicar seu artigo no meu Blog, evidentemente informando autoria e fonte. Se você considerar inadequado por favor me diga e eu retiro.
    Um forte abraço,

    Jorge Perez

  • Se não fosse a imprensa ,nós brasileiros estaria-mos LASCADOS,o brasil viraria uma ANGOLA.
    Quando se ve um partido acusando o outro ,É O PORCO FALANDO DO IMUNDO.
    Temos o dever de mudar este MODELO DE GOVERNO,nos unir,se não o BRASIL vai virar uma POSSILGA logo, logo, ´so tem ladrão na politica fazendo seus pésinhos de meia ( não dá cadeia mesmo ! )

  • Em meu ponto de vista, todo ato publico deve iniciar no PONTO ZERO DA CIDADE e terminar em frente ao PALACIO DO GOVERNO, NA PREFEITURA, CAMARA MUNICIPAL,em frente das casas do governo, do prefeito, do presidente da camara etc….só assim o ato publico sera ouvido pelos nossos empregados ( POLITICOS ) que tem a obrigação de dar mais atenção e respeito para o POVO, que pagam seus salarios e sustentam suas familias.
    Por outro lado, partido nenhum tem enteresse de acabar com a corrupção no BRASIL.
    Isto é tudo historia pra boi dormir,do jeitinho que esta , tá muito bom para eles, o maximo que acontece é afastamento do cargo, saem milionarios,não vam presos,e saem RINDO DA CARA DO POVO.
    Todos os partidos são muitos bonzinhos,emaculados quando não estão no poder.
    Eu desafio qualquer partido politico a aprovar leis, que o politico ladrão corrupto responda CRIMINALMENTE NA JUSTIÇA COMUM, COMO QUALQUER CIDADÃO QUE ROUBA E VAI PRESO.
    SEQUESTRAR TODOS OS BENS ILICITOS,ASSIM COMO FAZEM COM TRAFICANTES.
    MANDAR PARA CADEIA.
    O que esta acontecendo no BRASIL é caso de policia,e acabar com as piadinhas de mau gosto em querer fazer CPIS,um finge investigar o outro finge ser punido com afastamento ,porem podres de rico,e rindo da carona do povo.
    Ultimamente tenho lido muitos artigos do PSDB, em especial o SENADOR ALVARES DIAS , preocupadissimo com a corrupção no BRASIL.
    A ideia esta lançada SENADOR ,o seu partido pode criar tais leis, e para ficar melhorar mais ainda, acabe tambem com a imunidade parlamentar, porque a DITADURA já acabou SR.Senador !

Deixe uma resposta