Bolsa Família foi bloqueado para flagelados do Pinheirinho

denúncia

Passei o dia de ontem no Caic D. Pedro, em São José dos Campos – um centro esportivo transformado em depósito de gente. Meu trabalho – e das outras 91 pessoas (43 de São Paulo e o resto do interior) que integraram a força-tarefa do Condepe – foi o de ouvir e registrar, em formulário específico, denúncias de violência e/ou danos materiais.

Apesar do muito que tenho a relatar, antes de mais nada tenho que fazer uma denúncia urgente pois as necessidades daquelas famílias não podem esperar. Entrevistei muitas pessoas, ouvi histórias absurdamente dolorosas, denúncias que me fizeram a alma ferver, vi cenas que jamais tirarei da cabeça, mas o que me preocupa, agora, é outra coisa.

A grande maioria dos que ouvi recebe o Bolsa Família. Todavia, o benefício tem um pré-requisito para quem tem filhos em idade escolar: eles têm que estar matriculados na escola. Ocorre que muitas pessoas não têm como matricular os filhos em escola alguma porque não sabem aonde irão morar e, além disso, não têm mais endereço para informar.

Algumas das famílias que entrevistei relatam que, por conta disso, tiveram o Bolsa Família bloqueado, pois, devido a toda aquela tensão que antecedeu a reintegração de posse do terreno em que viviam, acabaram não matriculando os filhos. E agora que estão amontoadas em depósitos de gente é que não têm nem como pensar nisso.

O governo federal, portanto, precisa liberar o pagamento do benefício para aquelas famílias mesmo que não tenham matriculado os filhos.

Essa medida tem que ser tomada já. A maioria daquelas pessoas foi demitida por ser do Pinheirinho, empresários de São José dos Campos se negam a contratar quem era de lá, então o Bolsa Família é a única fonte de renda para muitas daquelas famílias.

Aliás, também vale relatar que as famílias foram avisadas de que terão que deixar os depósitos até a semana que vem, quando quem não conseguiu casa terá que ir para galpões que ficam à beira de rodovias, longe do comércio, sem qualquer serviço público, sendo que não têm como se locomover porque a maioria tem doentes, crianças de colo, idosos, pessoas de todas as idades com necessidades especiais, sem falar que a grande demanda por imóveis gerada por centenas de famílias desabrigadas inflacionou o mercado, tornando insuficientes os 500 reais que serão dados pelo governo.

De resto, foram mais de 500 denúncias de roubo ou destruição de patrimônio – pessoas expulsas, quando voltaram para buscar suas coisas, encontraram suas casas ainda de pé, mas vazias, ou então queimadas ou esmagadas pelos tratores. Há também quase 20 denúncias de lesões corporais e ao menos dois desaparecimentos.

Detalhe: são denúncias com nome e assinatura dos denunciantes.

Não foi por outra razão que explodiu o desespero daquela gente durante audiência na Câmara Municipal de São José dos Campos, ontem à noite, quando as denúncias foram formalizadas. Quase ocorreu uma desgraça. O guarda da portaria da Câmara impediu um grupo de rapazes do Pinheirinho (todos negros, claro) de entrarem na Casa do povo. E ainda disse que gente como eles tinha que morar debaixo da ponte mesmo. Indignada e desesperada, meia dúzia de jovens invadiu a Câmara e perseguiu o guarda. Entrei no meio da confusão, junto com outros voluntários, e conseguimos impedir um linchamento.

Por pouco não acabamos agredidos, pois aqueles jovens estavam fora de si de tão desesperados e indignados. Mas conseguimos que nos ouvissem, sobretudo quando lhes disse que se cometessem aquele erro estariam dando razão aos seus algozes.

Quem pode culpá-los? Perderam seus bens, suas casas, seus empregos, suas dignidades e, agora, algumas famílias também perderam o Bolsa… Família. Por isso, presidenta Dilma Rousseff, rogo, por tudo que é mais sagrado, que seja ágil ao liberar o benefício para as famílias do Pinheirinho, com ou sem matrícula.

132 comments

    • É amigo, espero que essa brutalidade dos tucanos no Pinheirinho seja um divisor de águas na politica paulista, afinal manter esses politicos que praticam a chamada tolerância social zero no poder, é uma vergonha para os demais paulistas que não compactuam com essa barbaridade, suas práticas são uma afronta ao estado demcrático de direito que vivemos.

      O governo federal não pode continuar fazendo ” cara de paisagem” frente ao sofrimento dessa gente e o desrespeito aos seus direitos humanos, chega dessa desculpa conveniente de respeitar o pacto federativo, o que o governo de são paulo fêz contra cidadãos indefesos é que feriu o pacto federativo, pois desrespeitou direitos consagrados na constituição federal.

      Imagine o desastre que seriam esses tucanos raivosos do Alckmin e cia. no comando do nosso Brasil, seria uma guerra diária contra o povo.

  • mais meu Senhor!

    Deveria ser obrigada as escolas aceitarem registros com o endereco onde elas se encontram agora, neste momento. nao e possivel que as escolas nao aceitem. este e o endereco para onde as mandaram. Alguem go governo tem que se envolver. Cade a tal de OES e ONU e todas as instituicoes que tem jurisdicao, ja que o governo federal nao pode fazer nada?

  • Venho aqui tambem registrar a minha revolta e indignacao.

    Ontem vi criticas ao senhor que reagiu com greve de fome na porta da rede Globo. Vi muitas pessoas o chamando de desiquilibrado mental, ou de ser de direita etc e tal. Ate vi tambem criticas 9Construtivas mais de engano) a minha propria revolta. Vi o proprio sentimento de revolta sendo repremido como se fosse anormal. Anormal mesmo e nao se revoltar com esta situacao.

    O que ocorre e um crime contra a humanidade destas pessoas. isto foi um trauma coletivo planejado e executado, onde as pessoas foram levadas a situacao de extrema indignidade. E absurdo completo elas nao poderem contar com um estado de direito que garantisse a vida e seguranca. jamais poderemos ter a identidade de pais democratico e de lei, se dependemos das organizacoes internacional para vir ao Brasil fazer justica. o que ocorre nada mais e do que uma Katrina, ou uma daquelas despossessao que se passa na Palestina

  • Eduardo Olha só a lista dos responsáveis indiretos pelo massacre de Pihneirinho. Tudo junto, dando GRANA: http://bit.ly/yq3W42

    O comitê municipal único do PSDB em São José dos Campos recebeu R$ 427 mil de doações declaradas de 22 empresas do ramo imobiliário nas eleições de 2008. O valor representa aproximadamente 20% dos R$ 2.109.475 recebidos pelo comitê. Destes mais de R$ 2 milhões do comitê, cerca de R$ 630 mil foram destinados à campanha vitoriosa do atual prefeito Eduardo Cury (PSDB).

    O deputado estadual Fernando Capez (PSDB), irmão do desembargador do TJ-SP Rodrigo Capez, que coordenou a ação policial em Pinheirinho, também recebeu bastante apoio do ramo imobiliário nas eleições de 2010. Quinze empresas do ramo doaram um total de R$ 424.462,02 para a campanha de Capez, 38% de tudo o que ele arrecadou (R$ 1.114.443,90).

    • É MEU AMIGO ELES SEMPRE AGEM DESTA MANEIRA, PRIMEIRO DEIXA O POVO SEM SAÍDA E DEPOIS QUER DAR ALGUMA COISA PRA TENTAR ENGANAR A POPULAÇÃO (PARA O POVO ACHAR QUE SÃO BONZINHOS), COMO QD. FERNANDO HENRIQUE FOI PRESIDENTE DEIXOU O POVO SEM EMPREGO, O PAÍS COM GRANDE DÍVIDA COM O FMI, E DAVA 50 CESTAS BÁSICAS PRAS INSTITUIÇÕES QUE DAVAM TAMBÉM O LEITE PARA ENTREGAR PARA QUEM ERA CADASTRADO PRA MAIS UMA VEZ TENTAR ENGANAR O POVO, QUEM NÃO SE LEMBRA DISSO, EU ME LEMBRO BEM, POIS PASSEI POR ISSO JUNTO COM MUITOS OUTROS BRASILEIROS .

  • Olha só a lista dos responsáveis indiretos pelo massacre de Pihneirinho. Tudo junto, dando GRANA: http://bit.ly/yq3W42

    O comitê municipal único do PSDB em São José dos Campos recebeu R$ 427 mil de doações declaradas de 22 empresas do ramo imobiliário nas eleições de 2008. O valor representa aproximadamente 20% dos R$ 2.109.475 recebidos pelo comitê. Destes mais de R$ 2 milhões do comitê, cerca de R$ 630 mil foram destinados à campanha vitoriosa do atual prefeito Eduardo Cury (PSDB).

    O deputado estadual Fernando Capez (PSDB), irmão do desembargador do TJ-SP Rodrigo Capez, que coordenou a ação policial em Pinheirinho, também recebeu bastante apoio do ramo imobiliário nas eleições de 2010. Quinze empresas do ramo doaram um total de R$ 424.462,02 para a campanha de Capez, 38% de tudo o que ele arrecadou (R$ 1.114.443,90).

  • O sentimento do senhor que faz a greve de fome por protesto e mais do que natural e normal. nao considero que seja effetivo, pois se nao servir para chamar atencao da populacao em geral nada mais sera do que por em risco a sua saude. Porem o que o motiva a faze lo e muito normal.

    Meu outro comentario e a respeito dos que apelam em nome de lei e ordem publica que nao se manifestem. e preciso. E necessario a manifestacao constante, ate que se faca justica ao que esta acontecendo. A ordem e a lei nao podem estar a cima da propria vida e dignidade humana. Um dia foi totalmente legal e de ordem a escravidao.

    Tomara que a populacao local podera ir a escla mais proxima e fazer demandas que registrem as criancas para elas poderem receber o bolsa familia. No minimo elas precisam desta ajuda em nome da vida.

  • Tomara que eu possa paroveitar este espaco seu Edu para falar um pouquinho a respeito do que significa ter sentimentos, ter impetus, pensar e agir. Acho que mesmo sendo fundamental as criticas vem de falta de familiaridade com as diferencas entre estes mecanismos mental, Pois bem:

    Tudo que um ser humano sente e normal e natural. nao existe sentimentos errados. As nossas emocoes em seu estado natural nao passa por um juiz que diz se e boa ou ma. Um ser humano pode sentir do orio e ira, ao mais sublime dos amores. A mesma coisa se da em termos de pensar. Um ser humanoe capaz de pensar qualquer coisa, da maior destruicao ao ato mais criativo.. nenhuma emocao nem nenhum pensamento e potente. Toda a potencia das emocoes e dos pensamentos so sao ativadas com as acoes.

    Exemplo: Pode sentar ai numa cadeira o tempo todo e repetir no pensamento, com as emocoes que acompanha: Vou ganhar na loto. Vou ganhar na loto. Este pensamento e emocao nao faz neinguem ganhar em loto.
    Pode pensar e sentir o tempo todo: Vou matar este ou aquele. Vou dar uma facada ou vou dar um tiro. Se nao pegar na faca ou no revolver e nao enfiar ou apertar o gatilho, nao da em nada.

    Resumindo: A mente tem filtros para regular tudo e so e mesmo muito doente quando confunde o que e um sentimento com um pensamento e uma acao.

  • Edu, muito triste isto que você relatou… O que estão fazendo com esta gente não difere muito do que os nazistas fizeram com os judeus, ciganos e deficientes. É uma verdadeira limpeza étnica e social. Espero que as providências a serem tomadas por esses observadores levem a alguma solução e a punição dos culpados. E espero que entre essas punições se inclua a punição pelas urnas. Qual é o grau de consciência política do pessoal do Pinheirinho?
    Abraços e parabéns pelo seu trabalho não apenas virtual mas bem concreto!

  • Tem um detalhe: é a prefeitura quem faz o controle do cadastramento do Bolsa Família. O cancelamento é mais uma prova de que nunca houve preocupação com a dignidade do povo do Pinheirinho por parte do prefeito Cury. Mais uma prova de que o prefeito Cury pouco se importou com aquele povo.

    O povo de Pinheirinho vive hoje uma calamidade. E em tal situação estão aptos a receberem o Bolsa Família de urgência como o Governo Federal fez com as vítimas das enchentes em Alagoas.

    Os R$ 500,00 prometidos pelo Geraldo Alckmin é o “Bolsa Vaza Daqui” do Governo de São Paulo, tanto que já há o anúncio para deixarem os “abrigos”.

    O governador, o prefeito e a juíza vão dar um jeito de dispersar rapidamente esse povo (já tinha começado com a distribuição de passagens).

    • Estava achando suspeita a rapidez com que foi bloqueado o bolsa família. Agora sabemos: é obra dos tucanos da prefeitura e provavelmente a informação ao sistema foi inserida ANTES da blitzkrieg.

  • Pode não, Eduardo.

    A milícia global é esperta, quer SANGUE.

    O Presidente não pode furtar-se à lei como exceção.

    Tá tudo errado em Pinheirinho, tudo!

    Principalmente a ausência de um pedido de usucapião assim que o STJ anulou a reintegração de posse.

    2009…. não havia processo, 05 anos de posse!

    Parabéns pelo teu blog, insistente blog.

    Um dos melhores, hoje!

  • Eduardo, na sexta-feira (27), o procurador da República ANGELO AUGUSTO COSTA (MPF/SP), que acompanha o caso, entrou com apelação, recorrendo da sentença do juiz federal substituto Bruno Teixeira que extinguiu a ação civil pública que pedia a responsabilização do município de São José dos Campos por omissão no caso Pinheirinho.

    Na apelação, o MPF insiste que a Justiça Federal determine que município, Estado e União garanta aos desabrigados os seguintes direitos básicos:

    (a) o atendimento emergencial, a ser prestado no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), pela União, pelo Estado e pelo Município, obedecidas as competências de cada qual e o princípio, definido na Constituição Federal e na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), do cofinanciamento;

    (b) a inclusão dos desalojados nos programas habitacionais da União, do Estado e do Município, para a garantia futura do direito à moradia;

    (c) a oferta de alojamento temporário, por um ano, às famílias desalojadas e, após um ano, o pagamento de uma indenização mensal correspondente ao valor do aluguel de imóvel semelhante ao que será entregue no âmbito dos respectivos programas habitacionais;

    (d) a garantia de que não haverá interrupção desnecessária ou forçada na vida escolar das crianças e adolescentes que perderão suas casas.

    O link com a notícia completa:
    http://www.prsp.mpf.gov.br/sala-de-imprensa/noticias_prsp/27-01-12-2013-mpf-recorre-de-sentenca-que-extinguiu-acao-que-responsabilizava-municipio-de-sao-jose-por-omissao-no-caso-pinheirinho

    Como não acompanhei a audiência pública realizada hoje (transmitida on line) no plenário da Câmara de SJC, não sei se o MPF esteve presente. Digo isso porque a apelação, como pode ser visto acima, vai de encontro ao apelo que vc fez aqui no que se refere ao atendimento de direitos básicos dos moradores, especialmente, os itens “a” e “d”.

    Por isso, talvez um contato com o ANGELO fosse interessante. O email: [email protected]

    Segue também os contatos do MPF na capital:

    Procuradoria da República no Estado de São Paulo
    Procurador: JEFFERSON APARECIDO DIAS
    Substituto: PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA MACHADO
    Endereço: Rua Peixoto Gomide, nº 762/768
    01409-904 São Paulo-SP
    Fones: (11) 3269-5060/5160/5000
    Fax: (11) 3269-5060
    E-mail: [email protected]; [email protected]
    [email protected]
    Página Eletrônica: http://www.prsp.mpf.gov.br

    – É só uma ideia. Gde abraço.

  • Eu posso estar enganado, e pesquisei isso, mas nem a macabra ditadura militar brasileira fez isso de forma tão explícita contra o povo pobre do país nesta escala. A estrutura econômica da época era excludente, perversa, formou milhões de favelados, mas a tropa de choque ia para a rua para reprimir greves e a oposição política e raramente os moradores de uma favela ou comunidade..Eu não lembro de outra situação semelhante exceto a repressão aos acampamentos dos Sem Terra da região Sul, e mesmo assim o aparato não chegou aos pés deste montado no Pinheirinho..Chegamos ao nazismo aqui no estado..

  • Agora falta levar a tal força tarefa la pra Brasília entrevistar o pessoal que invadiu a Fazenda Sálvia (que foram desalojados pela polícia do Agnelo-PT) e para Teresina entrevistar os manifestantes que apanharam da polícia do Wilson Martins-PSB (aliado do PT ) por protestar contra o aumento na passagem de ônibus, tendo inclusive um manifestante que que ficou cego pela violência policial. Que tal??

    segue links com as informações:

    DF: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2012/01/28/interna_cidadesdf,287925/operacao-retira-70-familias-de-invasao-em-fazenda-da-uniao.shtml

    Piaui: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1036377-jovem-fica-cego-apos-confronto-com-a-policia-em-protesto-no-pi.shtml

          • Eu não estou achando nada. Só estou dando minha opinião, sem hipocrisia e sem demagogia, gostem ou não gostem.
            Não me deixo patrulhar pelas falácias da esquerda radical, mesmo que isso me renda muitos deboches e xingamentos.

          • Você devia se deixar patrulhar pelo senso de humanidade. Não precisa ser de esquerda para ter alma, mas certamente há muito mais desalmados na direita

          • Eu ia chamar o Tião de escroto, mas aí eu ia perder a razão.

            Só digo que a direita errou no Pinheirinho e está cada vez mais ridícula querendo defender o indefensável. Deixar 1000 famílias desabrigadas é errado pessoal. Deixar uma medida burocrática ser mais nociva que muita catástrofe natural só é correta na cabeça desses reaças amorfos morais.

        • ESSE BASTIÃO É MAIS UM UM OTÁRIO! SERÁ QUE ELE JA VIU “UM TUCANINHO EM CIMA DE UM PINHEIRINHO” ! O MÁRIO COVAS DEVE ESTAR MORRENDO DE VERGONHA DESSE BANDO DE RETARDADOS!

          • “Otários”, “retardado”, e outras cosas mais… São esses os argumentos que você usa numa discussão?
            Cara, eu tenho pena vendo as coisas que você e outros escrevem.
            É esse o nível “lata de lixo” de debate que querem no blog?

        • Há uma informação errada aí, o terreno pertenceu ao Nahas, de fato, mas pelo que sei hoje é de uma massa falida.

          Assim sendo, o dinheiro recebido pela sua alienação (ou desapropriação, caso algum dos entes federados o fizesse) teria como destino os credores, inclusive osTRABALHADORES que não receberam seus direitos (recebem antes por haver benefício de ordem), e não o Nahas. É póssível discutir sem forçar a barra recorrendo a justificativas falsas.

          • Pois é. Essa é a questão.
            Mesmo que o terreno pertencesse a um gangster ordinário, se ele tem o título de propriedade c/ tudo regularizado quem invade não tem razão.
            E neste caso o terreno pertence a uma massa falida. Uma boa parte da grana da venda desse terreno será utilizada para saldar o débito com trabalhadores que ficaram sem receber seus salários.

          • Você não sabe que uma propriedade daquele tamanho, de acordo com a Constituição, tem que cumprir sua função social. Parece aquele deputado que queria ensinar português a professores que exigiam melhores condições de trabalho e lhes disse que a palavra “exigimos” não se escreve com G

          • Direitóides, escuta só esta para calar suas bocas:

            “por que alckmin favorece nahas em pinheirinho
            Posted on 23/01/2012
            por marques casara em seu blog:

            http://marquescasara.com/2012/01/22/o-tribunal-de-justica-e-o-comandante-da-pm-o-governador-geraldo-alkmin-nao-tinham-outra-saida-alem-de-atender-naji-nahas/

            O Tribunal de Justiça e o comandante da PM, o gov. Geraldo Alckmin, não tinham outra saída além de atender Naji Nahas

            22/01/2012

            Direitos Humanos, Sociedade

            Naji Nahas: amigos nos Três Poderes

            Com armas de combate e carros blindados, a Polícia Militar de São Paulo realizou uma operação de guerra em São José dos Campos. Colocou helicópteros, cães, armamento, escudos, ROTA, tropa de choque, quase dois mil homens a serviço da “reintegração” da ocupação Pinheirinho.

            Em 2004, com mais de 1 milhão de metros quadrados, Pinheirinho era um terreno abandonado. Começou a ser ocupado por famílias pobres da região do Vale do Paraíba – entre São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2012, quando as tropas chegaram, seis mil pessoas viviam no Pinheirinho. Tornou-se um bairro pobre como qualquer outro, com lojas, igrejas, esgoto a céu aberto, ruas de terra, biroscas, miséria, casas em situação precária.

            O terreno pertence a Selecta S/A, uma empresa falida controlada por Naji Nahas. Essa é a informação mais importante até aqui. Logo veremos porque o Tribunal de Justiça de São Paulo e o comandante da Polícia Militar, o governador Geraldo Alckmin, não tinham outra saída além de atender Nahas.

            Ação entre amigos

            Existia uma negociação avançada para resolver o problema sem o uso da força. Por conta disso, por duas vezes, o Tribunal Regional Federal (TRF) cassou a liminar que determinava a reintegração de posse: na sexta feira e no próprio dia da invasão, domingo.

            Nada disso foi levado em conta. Mesmo no domingo, quando a ordem do TRF foi enviada diretamente ao comando das operações no Pinheirinho. Quem recebeu o oficial de justiça foi ninguém menos do que o desembargador Rodrigo Capez, que respondia pela presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

            Capaz não estava ali para cumprir seu dever cívico ou suas obrigações como desembargador. Estava ali para dar uma carteirada no oficial de justiça do TRF. “A ação da Polícia Militar continua”, anunciou o desembargador. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil, ao fazer isso Capez rompeu o “pacto federativo”.

            Mas quem se importa? O que acontecia ali era algo mais importante: uma ação entre amigos.

            Entenda por quê:

            O desembargador Rodrigo Capez é irmão do deputado estadual Fernando Capez, do PSDB, o mesmo partido do governador Geraldo Alckmin, o mesmo partido do prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury.

            Essas pessoas são amigas entre si. Frequentam os mesmos jantares, tem os mesmos financiadores de campanha, são amigos de gente que é muito, mas muito amiga de Naji Nahas. E todos tem grandes amigos no Tribunal de Justiça de São Paulo.

            Por isso, o prefeito Eduardo Cury não fez o que deveria ter feito para proteger o seu povo: desapropriar o terreno e inscrever os moradores em um programa habitacional.

            De fato, o terreno só pertence a Naji Nahas porque o prefeito Eduardo Cury operou o tempo todo a favor do megainvestidor. Pois da massa falida da Selecta, o único credor que ainda falta ser pago é…

            …adivinhe?

            Sim, o município de São José dos Campos.

            A Selecta deve 10 milhões só em IPTU atrasado. O terreno deveria ter sido desapropriado e inscrito no programa habitacional do governo federal, o Cidade Legal. Esse assunto, inclusive, seria tema de uma reunião entre o prefeito e o secretário geral da presidência da república, Gilberto Carvalho, na quinta feira 19.

            Inesperadamente, o prefeito cancelou a reunião com Carvalho, sem dar motivos. Ele já sabia da invasão e nesse momento atuava como homem forte a favor de Naji Nahas. Para defender os interesses do megapicareta, empastelou a negociação com o governo federal.

            Fora isso, a reintegração de posse nunca deveria ter sido emitida. Está baseada em um documento caduco. A história é mais ou menos assim:

            A primeira liminar de reintegração foi emitida pela 18ª Vara de Falências de São Paulo. Essa liminar foi cassada, pois a Vara da capital não pode discutir posse de área em outra cidade.

            A massa falida então pediu reintegração à 6ª Vara Civil de São José dos Campos, que negou a ação de reintegração.

            A massa falida então recorreu ao TJSP, que agora autoriza, mas não avisa o juizado de São José, o que caracterizou erro processual.

            Por conta do erro, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou todo o recurso da massa falida.

            Agora pasme: baseado no recurso que começou na Vara de Falência de São Paulo e foi anulado pelo STJ, a juíza Márcia Loureiro, de São José dos Campos, reabriu o processo que culminou com a invasão da PM. Márcia Loureiro é uma conhecida e ferrenha militante a favor da reintegração de posse, ou seja, a favor de Naji Nahas.

            Essas coisas não acontecem por acaso. A começar pelo desembargador irmão do deputado, que faz parte da base de Alckmin, que é do mesmo partido do prefeito, que opera a favor de Naji Nahas, que é amigo de Daniel Dantas.

            Daniel Dantas???

            Mas o que uma coisa tem a ver com outra?

            Dantas e Nahas foram sócios em operações criminosas descobertas pela operação Satiagraha, posteriormente anulada pelo STJ. A dupla, diziam as investigações, subornava políticos e juízes como quem troca de camisas. Mas tudo foi extinto, anulado.

            Durante as privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso, Dantas e Nahas, ganharam rios de dinheiro em esquemas envolvendo estatais. Você sabe, Fernando Henrique, que é do PSDB, o partido do prefeito, que é o partido do governador, que é o partido do deputado, que é irmão do desembargador.

            E que são amigos de Nahas e Dantas, que são amigos de muita, mas muita, mas muita gente que deve favores a eles, inclusive juízes, desembargadores, políticos…

            O Tribunal de Justiça de São Paulo e o comandante da Polícia Militar, o governador Geraldo Alckmin, não tinham outra saída além de atender Nahas.”

            http://vaiencarar.wordpress.com/2012/01/23/por-que-alckmin-favorece-nahas-em-pinheirinho/

    • Ora,ora,se não é oSE… bastião de novo! SE…bastião,ninguém aqui, é a favor do uso da força contra qualquer movimento social que esteja exigindo dignidade e respeito ao ser humano.Seja ele de quem fôr.Também não somos favoráveis a nenhum gooverno que se posicione dessa forma.SE,SE…bastião,Edu está indo a Pinheirinho,por pensar que pode fazer algo,quem sabe tu,do alto do seu partidarismo tacanho e tôsco,ao invés de ficar comparando quem é mais isento (nos casos relatados,nenhum dos governos),comece algo mais honroso do que apenas tentar desmerecer os gestos dos que ainda se importam. Sobre Pinheirinho,após ver a lista dos especuladores imobiliários que investiram nas campanhas dos desavergonhados…prefeito,deputado,irmão etc…,infelizmente,estava fadado a isso.É a força da grana.É a falta de sensatez.É a falta de escrúpulos,de sensibilidade,de humanidade.Apenas isso.DIlma não deveria,dia após essa tragédia,aceitar sequer um copo dágua na companhia nada honrosa de Alckimin e FHC.Se eu fosse ela,intervinha no ato e faria um estrago maior que a cratera do Vesúvio no plano dos especuladores e sua gangue.Assistindo aos videos,minha revolta apenas aumenta.Não apenas Bolsa Família,mas moradia decente e gratuíta,bem como escola,alimentação,transporte e vestuário para as crianças.Ver a emoção do repórter da Record,ver que nem ele conseguiu ficar imune ao olhar daquele menino de 2 anos,molhado,sujo,talvez faminto,foi a gota dágua.Ele,com certeza,sabedor do porque daquela atrocidade.Sabedor de quem são os monstros que se esconderam atrás dos escudos das tropas de choque do infeliz governador fascista,porque são covardes,foi as lágrimas.Triste realidade essa,de que quem tem tudo,ainda quer mais.Essa calamidade é de autoria do governador de SP (que também deve ter sido agraciado com muito $$$$ na sua campanha,da falta de humanidade da justiça de SP,dos PMs de SP,que não são melhores do que aqueles que escorraçaram,mas que não enxergam um palmo em frente aos olhos.Rita Lee escorraça a PM de Sergipe.PM é igual em todos os lugares,por isso há que se pensar em acabar,ou reformular essa chaga.No mais Edu,obrigada por ter sido um dos primeiros a nos chamar a atenção sobre a tragédia que iria se abater sobre essa pobre gente,que é nossa gente.Infelizmente,convenientemente ,governador e justiça paulista,não consideram assim.A eles,meu desprezo profundo.Não são gente,não são animais,não tem classificação.SÃO NADA.

    • Cara, ninguém está falando que Pinheirinhos era legal. Inclusive, um dos meus primeiros comentários sobre Pinheirinhos foi isso mesmo que fizeram em Brasília: se nas primeiras invasões já tivessem expuilsado os invasores, nada disso teria acontecido. Se o terreno fosse cuidado e cercado e se qualquer tentativa de invasão fosse impedida DESDE O INÍCIO, não existiria a tragédia Pinheirinhos de hoje.

      Você vem com um fato recente, de uma invasão de seis dias e quer comparar com Pinheirinhos, onde havia igrejas, comércio, infraestrutura sanitária, ruas asfaltadas (ah, os invasores que asfaltaram), energia elétrica, etc??

      Não há comparação. Sua tentativa de comparar este fato com Pinheirinhos não cola. Vc está em todos os blogs postando este seu comentário sobre a invasão de terras da união. Procure outro fato, uma invasão de mais de 5 anos, com mais de 1,7 mil famílias.

      • Eu estou dizendo que era legal, sim.

        E provei, citando a Constituição.

        Propriedade que não cumpre sua função social pode ser ocupada legalmente por aqueles que lhe darão essa função, quando o Estado não cumpre seu dever de obrigar o proprietário a utilizar o imóvel. Essa propriedade seria, eventualmente, distribuída entre quem precisa dela. Se esses cansaram de esperar que o Estado cúmplice dos proprietário fizesse sua parte, não podem ser condenados por nada. Estavam em estado de necessidade, o que afasta qualquer ilicitude.

        Pinheirinho apenas cumpriu a Constituição, face a omissão do Estado.

        Perfeitamente legal.

    • Pesoal, ja falei não percam seu tempo respondendo a estes sem argumentos. Alem de tudo são covardes pois nem o seu verdadeiro nome assumem (SEBASTIAO< ABEL BOTELHO< ETC). não conseguem discutir o assunto em tela , são papagaios sem neuronios.

    • Já informei antes (e não sei se foi publicado pq parece que há um problema com o blog, pelo menos do meu lado): as duas situações são incomparáveis.

      Pinheirinho era um imóvel privado, o outro, era público.

      Em Pinheirinho as pessoas foram expulsas com requintes de brutalidade e tratadas com requintes de crueldade. Na fazenda Salvia, não.

      Em Pinheirinho, a ocupação era antiga. Na fazenda Salvia, era invasão (pois são terras da União) e era recente.

      Pinheirinho estava improdutiva por desídia do proprietário, que só a queria para especular, enquanto o Estado cúmplice deixava de cumprir seu dever constitucional. A Fazenda Salvia está esperando para ser distribuída pelo Estado.

      Apenas gente mal intencionada e sem vergonha é capaz de tentar comparar as duas situações.

      E de má intenção vc está cheio.

    • De novo…

      Existem diferenças grotescas nos dois casos (Brasíla – Pinheirinho):

      1 – No caso de Brasília, o terreno desocupado era da União, caracterizando grilagem (os ruralista da UDR adoram fazer isto). No caso de São Paulo, o terreno pertencia ao mega especulador ladrão de direita, Naji Nahas, ou seja, este terreno deveria ser utilizado como captura de bens roubados pelo ladrão para fins sociais.

      2 – Não foi constatada a truculência e possíveis crimes por abuso de autoridade como no Pinheirinho.

      3 – Como o nosso amigo fala mais adiante, a invasão de Brasília foi recente, a do Pinheirinho foi já de muito tempo, com igrejas, casas, etc.

      4 – No caso da invasão do Pinheirinho há ligações com grupos imobiliários que contribuíram com a campanha do prefeito direitóide. Mostrando que há interesse particular no uso de forças do estado em seu favor.

      No caso da Bahia, aquilo foi ação isolada da polícia. Não se pode culpar o governador por todas as ações, mas na do Pinheirinho, há ordens expressas do governador.

      Tomou direitóide?

      Ao contrário de vc, que é a favor de ações truculentas das polícias comandadas por governos de direita, mas é contra ações comandadas por governos de esquerda, como o do Piauí (lembrando, a ação do policial da Bahia foi isolada, não a mando do governador), eu sou contra qualquer truculência, mesmo da esquerda, mas vc….

      • Diferença nenhuma. É gente igual. Ou os cidadãos do pinheirinho são diferentes dos cidadãos desalojados do DF?

        Quer dizer que você faz diferença entre brasileiros.

        Onde aprendeu a diferenciar desalojados?

        • Não estou diferenciando os desalojados, mas sim os fatos e os métodos. Portanto, a desocupação do Pinheirinho foi bem pior em termos de desumanidade e passível de ser um ato criminoso. Quanto à desocupação do DF, apesar de não concordar plenamente e achar que o governo do DF pudesse fazer algo de bom para aquele povo, não houve abuso como houve na do Pinheirinho.

          Além disso, vc não deve ter lido minha conclusão.

      • Há uma informação errada aí, o terreno pertenceu ao Nahas, de fato, mas pelo que sei hoje é de uma massa falida.

        Assim sendo, o dinheiro recebido pela sua alienação (ou desapropriação, caso algum dos entes federados o fizesse) teria como destino os credores, inclusive osTRABALHADORES que não receberam seus direitos (recebem antes por haver benefício de ordem), e não o Nahas. É póssível discutir sem forçar a barra recorrendo a justificativas falsas.

        • Pode ter certeza de que isto não foi desocupado para fins de saldar dívidas de credores da massa falida de Nahas, como os trabalhadores. Os filhos de Nahas podem estar envolvidos. Nahas teoricamente não pode, mas seus filhos e outros investidores imobiliários em conluio com Nahas/Alckmin podem ter empresas e requerer o terreno, adquirido a base de roubo e assassinato, o que muda completamente a sua história de massa falida para saldar dívidas, e de tentar nos desmerecer.

          http://www.redebrasilatual.com.br/blog/helena/nahas-pinheirinho-ilhas-virgens-essa-tal-privataria-vai-longe

          Não é apelação falsa caro direitóide. Falsas são suas apelações. Nahas sabe muito bem como se livrar dos credores. Além de tudo, ele é parceiro de Alckmin e Serra.

          • Não existe “requerer” o terreno com processo de falência já aberto. O registro imobiliário do mesmo fica bloqueado, e o bem é indisponível para terceiros que não sejam as partes do processo de falência. O resto do que vc diz são suposições sem qualquer base fática. O link não só não tem a ver, como não traz qualquer constestação ao que eu disse. Seria bom se informar sobre um tema antes de dar palpites e chutes.

          • De uma só vez, para as duas: você não tem a menor noção do assunto. Usar textos de blogs esquerdóides à guisa de prova só pode ser piada. Vai estudar, rapazote. O resto são suposições eu acho, isso parece… não tenho tempo a perder com tanta bobagem sem base fática.

          • Então pare de falar besteiras direitóide, vc que deve estudar e não criar fatos imaginativos provenientes de sites direitóides como o do tio Rei de vcs. Tudo foi a pedido de seu amado Nahas, os fatos provenientes de sites de esquerda demonstram que há tramoias escondidas, participações de políticos, interesse privado, se não sebe rebater o site de esquerda, então comporte-se como gente e não como um ser raivoso apoiador de atos fascistas. O terreno da massa falida é um terreno roubado e passível uso estatal para fins sociais. Não sou eu quem digo, pesquise mais e deixe de ler veja somente.

          • “Não existe “requerer” o terreno com processo de falência já aberto.”. Só me enganei em uma coisa. Naji Nahas pode requerer sim

            “Não fica o falido impedido de acompanhar e de defender seus interesses dentro da falência, como embargar a sentença de quebra, reclamar da nomeação do síndico, acionar o síndico, intervir como assistente nos processos em que a massa for interessada, requerer a rescisão da falência, requerer a extinção das obrigações, mover ação de indenização contra profissional cuja desídia teria provocado a falência.”

            http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=requerer%20massa%20falida&source=web&cd=8&sqi=2&ved=0CGQQFjAH&url=http%3A%2F%2Fwww.portalprudente.com.br%2Fapostilas%2Fapostilas_variadas%2FFal%25EAncias%2520e%2520Concordatas.doc&ei=mIAoT6nbKcy2tweXq5TxBA&usg=AFQjCNEJdz0_KOKa3Fh76oCsnT4VrbzIfg

            toma direitóide

          • “O link não só não tem a ver, como não traz qualquer constestação ao que eu disse”, mas o outro link que postei desfaz toda besteira que vc falou, apoiador de Nahas.

          • A tua burrice é tão fenomenal, a tua ignorãncia jurídica tão abissal, você confunde conceitos tão elementares que não vou te explicar as besteiras que você falou. Vou te deixar passar vergonha. Só te peço para ficar repetindo isso para todo mundo, vai ser divertido. Mas o mais engraçado que é um burro orgulhoso e prepotente. Não tem cura.

          • Burro é vc, além de arrogante, sem entendimento jurídico fundamentado. Falta de conhecimentos dos fundamentos e princípios jurídicos, constitucionais e legais. Vc é uma aberração raivosa de direita, típica de um autocrata metido a merda que se acha melhor que os outros. Vc é um zé ninguém que quer burlar conhecimentos jurídicos expressos facilmente pela própria internet. Ou seja, um verme que só quer trollar, filhote de tio rei só pode dar nisto. Vergonha é vc tomar uma surra da galera aqui e ficar raivoso sem saber como se defender, além de mal educado e mal caráter. Sua prepotência e morrer com sua raiva. Distorcer fatos e conceitos não leva a nada. Pois é no nada que vc vai terminar.

          • Ôôô direitóide burróide, além de tudo, seu herói Nahas é suspeito de uma tramoia de ter se tornado credor de sua própria massa falida roubada.

            “Naji Nahas é suspeito de ter utilizado um interposto (laranja) para se apropriar do terreno de Pinheirinho na condição de credor. Quem confirma a informação é o deputado federal Protógenes Queiroz, ex-coordenador da Operação Satiagraha da Polícia Federal (PF), que culminou, em 2008, com a prisão de banqueiros e diretores de investidoras, entre eles Daniel Dantas e Naji Nahas.”

            http://www.advivo.com.br/node/770379

            Essa foi na sua jugular….

          • Como já disse, te ensinar qualquer coisa na área jurídica é impossível, diante do vazio total que você tem entre as orelhas, de resto das mais compridas. Suas últimas manifestações conseguem ser mais ignorantes que as anteriores, o que é uma façanha.

            Mas sou um cara magnânimo. Para tu não passares ainda mais vergonha com seus amigos, ensino-te que “mau caráter” é com “u”. É o oposto de BOM caráter. Mas esses assuntos de caráter definitivamente não parecem ser tua praia.

            Até a próxima, “esquerdóide”, para usar uma expressão “imbecilóide” que talvez seja apropriada para o vocabulário rasteiro que tu apresentaste até o momento. Tens certeza de que tens mais de 17 anos?

            Hasta la vista, Baby.

          • Caro direitóride burróide, dispenso qualquer tentativa sua de ensinar o que vc não sabe e o que vc não tem capacidade de saber. Vc é um ser desprezível que deturpou o que eu quis dizer já de início, respondendo com o que não tinha a haver com o contexto, simplesmente porque colou um comentário manjado aleatoriamente na minha resposta.

            Quanto ao mau com “L”, desprezável imbecilóide, eu sei que é maU caráter com U, o que vc realmente é. Já coloquei a expressão “maU caráter” para outros seres desprezíveis como vc. Porém eu errei em digitar e em não conferir, e depois trocar o L pelo U. Para seu governo, muitos vezes eu escrevo errado e depois eu corrijo. Eu sei que não se diz “BEM caráter”, regra que aprendemos desde criança na escola. Sua tentativa de me diminuir cessa aqui.

            Perguntar se eu tenho mais de 17 não tem força de desprezo. Eu sei quais são as tuas intenções. Pois há muito garoto por aí, menor de 17, muito mais inteligente que vc, ou seja, vc pode ser até um velho, mas como sabemos, a ignorância não tem idade. Ser de baixo QI.

          • Outra coisa direitóide burróide, quem começou com os insultos foi vossa mercê. Típico de sua estirpe de gente.

          • Direitóide, sua arrogância e falta de conhecimento, alinhada a total ignorância dos fatos, que diga-se de passagem, já começaram deturpados e sem nexo, já demonstram o desespero em defender o indefensável. O ataque desprovido de senso proferido por ti é apenas uma demonstração de tua total falta de entendimento do assunto, e mesmo assim, ages como se fosses um expert. Só para calar tua podre boca, aqui vão algumas coisas:

            Lei da Falência:

            Art. 85. O proprietário de bem arrecadado no processo de falência ou que se encontre em poder do devedor na data da decretação da falência poderá pedir sua restituição.

            Art. 103. Desde a decretação da falência ou do seqüestro, o devedor perde o direito de administrar os seus bens ou deles dispor.

            Parágrafo único. O falido poderá, contudo, fiscalizar a administração da falência, requerer as providências necessárias para a conservação de seus direitos ou dos bens arrecadados e intervir nos processos em que a massa falida seja parte ou interessada, requerendo o que for de direito e interpondo os recursos cabíveis.

            O que vc não entendeu logo de início foi que eu não quis entrar no mérito da reintegração de posse de uma massa falida, mas sim na comparação do objeto em questão, um que era proveniente de Nahas, mesmo sendo massa falida, e outro que era proveniente de uma grilagem. Além de tudo, Nahas como megaespeculador pilantra, roubou muito e existem várias suspeitas de conluio entre ele e o prefeito e governador, além de outras denúncias graves. O que difere e muito do outro caso que seu amigo colocou como de mesma intensidade de gravidade.

            Bem, diante disto, eu diria que abissal é a sua incompetência em tentar deturpar e até de menosprezar. No seu caso, querer não é poder.

            Tomou direitóide?

        • Tem mais:

          “O desembargador Rodrigo Capez é irmão do deputado estadual Fernando Capez, do PSDB, o mesmo partido do governador Geraldo Alckmin, o mesmo partido do prefeito de São José dos Campos, Eduardo Cury.

          Essas pessoas são amigas entre si. Frequentam os mesmos jantares, tem os mesmos financiadores de campanha, são amigos de gente que é muito, mas muito amiga de Naji Nahas. E todos tem grandes amigos no Tribunal de Justiça de São Paulo.

          Por isso, o prefeito Eduardo Cury não fez o que deveria ter feito para proteger o seu povo: desapropriar o terreno e inscrever os moradores em um programa habitacional.

          De fato, o terreno só pertence a Naji Nahas porque o prefeito Eduardo Cury operou o tempo todo a favor do megainvestidor. Pois da massa falida da Selecta, o único credor que ainda falta ser pago é…

          …adivinhe?

          Sim, o município de São José dos Campos.

          A Selecta deve 10 milhões só em IPTU atrasado. O terreno deveria ter sido desapropriado e inscrito no programa habitacional do governo federal, o Cidade Legal. Esse assunto, inclusive, seria tema de uma reunião entre o prefeito e o secretário geral da presidência da república, Gilberto Carvalho, na quinta feira 19.

          Inesperadamente, o prefeito cancelou a reunião com Carvalho, sem dar motivos. Ele já sabia da invasão e nesse momento atuava como homem forte a favor de Naji Nahas. Para defender os interesses do megapicareta, empastelou a negociação com o governo federal”

          http://vaiencarar.wordpress.com/2012/01/23/por-que-alckmin-favorece-nahas-em-pinheirinho/

          Tomou direitóide?

  • Vocês da Comissão devem notificar o Ministério do Desenvolvimento Social imediatamente! É mais do que urgente que o Bolsa-Família seja liberado para aquelas pessoas, que correm risco de morrer de fome sem ele. Após, providenciado o benefício para aqueles que não podem esperar, as denúncias devem ser investigadas, responsabilizando-se os culpados por elas, não apenas o “culpados operacionais”, os jagunços que meteram a mão na massa, mas os “culpados graúdos”, ou seja, aqueles que planejaram e ordenaram a execução dessa tragédia : a classe dominante, interessada em preservar sua prática de perseguir os pobres, como o faz há 512 anos, e seus representantes no poder, a começar por Geraldo Alckmin que, como desgovernador do seu estado é o comandante supremo da PM e responsável maior por tudo isso, além do restante das esferas de poder que o ajudaram. Essas responsabilizações precisam ter repercussão internacional, MAS UMA VEZ REPITO QUE A COMISSÃO INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS, A ONU E A OEA TÊM QUE RECEBER TODAS AS CONCLUSÕES DA COMISSÃO, ENCAMINHADAS JUNTO COM UMA SOLICITAÇÃO PARA A ABERTURA DE INVESTIGAÇÕES FORMAIS DESSAS TRÊS ENTIDADES, DESTINADAS A RESPONSABILIZAR O ESTADO DE SÃO PAULO E SEUS AGENTES POR CRIME CONTRA A HUMANIDADE, PRATICADO MEDIANTE GRAVÍSSIMAS VIOLAÇÕES DOS DIREITOS HUMANOS. Nem preciso lembrar que a ditadura midiática tem que estar entre os principais responsáveis pela tragédias, com um capítulo especial destinado à atuação alienante e mentirosa de seus “jornalistas” amestrados(o “estranho” da Veja precisa ser citado nominalmente), aproveitanto-se a denúncia para reiterar a situação ditatorial em que encontram-se as comunicações no Brasil, controladas por 13 famílias. Não podemos deixar que as monstruosidades de Pinheirinho entrem no enorme rol de impunidade que caracteriza as barbaridades de nossos senhores de engenho(já não bastam os assassinos e torturadores da ditadura que ainda não foram punidos), temos que transformar esse caso num divisor de águas em nome da Justiça, da igualdade e da Dignidade dos brasileiros.

  • Calma calma. ela ta voltando de Cuba onde foi levar uma graninha (US$ 523 milhões somando um total de a US$ 1,37 bilhão ao que já foi emprestado) pra ajudar os pobres de lá. Poderia estar emprestando essa grana do BNDES a baixos juros aos pobres daqui, como esses do pinheirinho, pra ajudar a construírem suas casinhas, não é mesmo??

      • O senhor sebastião não tem a minima ideia do que esteja passando em Pinheirinho.O Senhor sebastião fica tenrtando justificar a violencia nazi fascista do governo de SP listando violencias outras praticadas por governos que são representados por integrantes de partidos que formam a base aliada do governo.Uma violencia,em hipotese alguma,deveria justificar outra violencia.Sejam os governos do ES,PI,CE ou PE ou o governo fascista de SP,a questão é uma só,violencia é violencia e com certeza o senhor sebastião aplaudiria entusiasmado se a violencia contra movimentos de protesto ocorridos em ES,PE,PI ou CE fosse exercida por governos demotucanos,isso porque o senhor sebastião não passa de um hipocrita,ele está pouco se lixando para os pobres,de Pinheirinho,Cracolandia ou de Brasilia.

      • Excelente entrevista. Dá pra assinar embaixo de quase tudo.

        É a primeira vez que ouço um presidente brasileiro dar nome aos bois: o grande problema de Cuba nunca foi seu sistema econômico e de governo, mas sim o embargo criminoso dos EUA.

        E que direitos humanos é “pedra” a ser jogada como arma ideológica.

        Perfeito, Dilma. Só falta acabar cm a palhaçada que aconteceu em Pinheirinho.

  • Aí Edu, como isso é horrivel.

    Não sei o que dizer, tudo era previsto. O abandono leva a um desmantelamento familiar incrivel. Vemos nas imagens que as crianças eram bem cuidadas pelos pais. Eram nutridas, viçosas e alegres. Não sei como será a partir de agora.
    Esse prefeito tem que cair, será que o PT ou outro partido da esquerda não tem como tirar o PSDB, dessa prefeitura não?
    Esse seu pedido eu assino embaixo. O governo pode fazer isso, afinal a situação é de calamidade publica.
    Esse dinheiro seria pelo menos um alento nesse mar de desespero.

    • Edu
      Só mais um detalhe que eu acabei esquecendo. O prefeito alem de ferir vários artigos constitucionais ainda está ferindo o ECA ( Estatuto da Criança e do Adolescente )

      Cabe aí, se ele não matricular esses crianças de formar a protegê-las, esse senhor pode ser acionador não pela promotoria da infancia do municipio ou do estado ( essas eu não confio de jeito nenhum) .

      Deve ser acionada no MPF/PR/SP. Já que a propriedade do Naji Nahas tem mais valor que a vida moradia digna, cabe as crianças servirem de proteção aos pais.

      Se o prefeito não matricular essas crianças direitinho ele pode ser punido pela justiça federal por descumprir o ECA. Que tipo de punição? Multa por cada criança que ficou fora da escola, o juiz do caso estabelece a multa de cada criança, que diga-se de passagem é valor imensurável, afinal cada criança é o futuro da nação.
      Essas crianças de Pinheirinho tem historico escolar, cabe a justiça federal EXIGIR todos os historicos de cada criança em idade escolar matriculada ou em vias de ser matriculada ( essas são certidões de nascimento que cada pai tem que ter). Junta tudo isso e abre-se processo

      Nenhuma criança fica fora na escola por motivos criados pela autoridade constituida.

      Como diz a biblia: Os filhos pagam pelo erros dos pais ( nação)
      Só que isso foi no passado, agora cabe ao estado pagar um dobrado por cada traição.

      ECA NELES.

  • Uma curiosidade: como o governo federal conseguiu liberar a BF para os desabrigados da região serrana do RJ, quando ocorreram aqueles deslizamentos de terra? Muitos deles também ficaram sem endereço e documentos, não? Descobrindo isto, talvez consigamos contribuir pra reduzir o sofrimento dos desabrigados do Pinheirinho, que teriam um precedente.

  • Visão religiosa do mundo é uma merda. “Dor e sofrimento”, não existe isso fora da religião. Pior que os algozes se fazem de santo e que pretendem salvar almas transviadas. Iguais ao que ocorria na época das inquizições católicas. Uma parte melhorou mas tem uma certa ceita que não concorda com isso e está conseguindo influenciar os que pensavam com um pouco mais de humanidade a humanidade.
    “ONDE A RELIGIÃO TERMINA?” de MARCELO DA LUZ

  • PelamordeDeus! Que tragédia! Que descalabro!
    Eu náo estou no Brasil, terra de gente amorosa e feliz, gente solidária,
    eu devo estar nos EUA, no OHio, devo estar hospedada na casa da KuKluxKlan.

    “- uem pode culpá-los? Perderam seus bens, suas casas, seus empregos, suas dignidades e, agora, algumas famílias também perderam o Bolsa… Família. Por isso, presidenta Dilma Rousseff, rogo, por tudo que é mais sagrado, que seja ágil ao liberar o benefício para as famílias do Pinheirinho, com ou sem matrícula.!”

  • caro irmao eduardo guimaraes bom dia e de se lamentar e muito as suas indagaçoes sobre o que voce presenciou nos depositos de seres humanos que hoje segundo lemos e pior do que nos tempos de hitler os verdadeiros campos de concetraçao humanas esperando o pior que pode vir para suas vidas tiraran suas casas tiraran seus empregos geraran doenças incrives na mente de muitas pessoas e agora lhes tiraran um pouco que muitos tinham uma ajuda que o governo federal da como bolsa familia com a demanda muito grande de pessoas colocadas para fora do pinheirinho sabese que quem tivese casas para alugar nao alugaria para eles poristo almentaram o valor dos alugues pos os nossos irmao do pinheiro estao sendo tratados com uma forte discriminaçao por tudo e por todos e o maior criminoso nesta historia toda e o governo de sao paulo o prefeito da cidade e o judiciario que para eles cumpriram a lei do cao deles de calsar toda esta situaçao que nossos irmaos esta passando hoje em sao jose dos campos pessoa que estao em estado vegetaivoo culminadados por culpa de um governo faxista so a ulma soluçao e a retomada da area da guerra que eles cometera contra este povo pobre e sofrido e devovelas com suas posses se os que se disem propietarios deviam impostos ao governo nao era nem para terem consedido açoes de despejos mais tem coisa muito grande por traz disto pedimos a presidenta dilma a sua total compriençao a questao social calsada com esta açao estupida de desintegrar estas pessoas que pelo visto o governo quer que eles sumam da cidade o que dar a entender e isto o brasil segundo o ministro guido mantega vai se tornar um pais de primeiro mundo em 20 anos cometendo atrocidades como estas so se destruir metade da populaçao existente hoje como tentaram fazer o governador de sao paulos e seus dicipulos fantasiados de togas do tribumal de justiça e do forum de sao jose dos campos nao vi o que as mais de 90 pessoas viram mais da para sentir que estive em abrigos em situaçoes de enchentes no passado seio bem o que e isto mais deus e por nos vamos ter fe nele que acredito muito que nossa presidenta vai tomar a frente desta situaçao.jose pinto paulista pe.

  • Amigo Eduardo.

    Só uma observação que contribui para o texto e para a elucidação do caso.

    São as prefeituras que comunicam via sistema online as famílias a serem bloqueadas, por escola ou vacinação.

    A comunicação logo foi feita pela PSJC e o sistema bloqueia a matrícula do beneficiário automaticamente.

    Trabalhei na implementação do programa em Santo André. Conheço o sistema!

    Inclusive é praxe dos agentes municipais comunicarem ao beneficiário a necessidade da matrícula na escola antes de realizar o bloqueio. Geralmente dá-se prazo de 30 a 45 dias pra isso.

    Fico com dúvidas se a inserção do bloqueio não possa ter sido “preventiva”.

  • É A “LERDEZA” DO PODER PÚBLICO….

    Semana passada alguém teria que ter visto isso …

    Mas não, se der problema “a turma do Pinheirinho” espera!

    É assim que rola!

  • Isso aí, Eduardo. Parabéns ao detectar o que o pessoal está precisando de mais urgente.

    Concordo que o Brasil é uma federação. A Dilma não tem nada com isso, mas esta liberação é uma ação que mostrará o tanto que o governo federal está indiginado com o poder do estado de São Paulo.

  • Oi, Edu,
    parabenizo voce e a comunidade de leitores pela solidariedade em relação à população do Pinheirinho.
    O meu comentário, aparentemente, foge um pouco do assunto: não pude deixar de perceber o belo trabalho jornalístico que voce vem desenvolvendo em algumas questões politicas e sociais de Sao Paulo: o caso da crackolândia, o movimento Sem mídia, Pinheirinhos, etc.

    Lembro-me, que no último ano, com os congressos e reuniões dos blogueiros progressistas, uma das questões levantadas era justamente essa: como os blogueiros podem avançar no seu trabalho jornalístico, deixando de apenas repercutir ou analisar as notícias já dadas pela grande mídia, e produzir material próprio.

    Vejo que voce está oferecendo um belo exemplo, ao relatar experiências que vão além da pauta da grande mídia, abordando com originalidade alguns grandes temas e discussões atuais.

    Parabéns, siga em frente!

    Jean Carlos – Belo Horizonte/MG

  • Lamentável!
    Deplorável!
    Repugnante!

    Enquanto as pessoas permanecem à mercê da própria sorte, em alojamentos com condições sub humanas, vemos nossos representantes usando de seu “poder” para fazer politicagem e pré-campanha. covardia pura é usar das mazelas da sociedade para se auto promover!

    Alckmin, o DESACREDITATO.
    Andrea Matarzzo, o DESCONTROLADO.
    Soninha Fracine, a OUTRA….

    http://verdadebancoop.wordpress.com/2012/01/30/alckmin-o-desacreditado-matarazzo-o-descontrolado-soninha-a-outra/

      • Talvez vc não saiba (afinal, nada surpreende vindo dessa direita ignorante que temos por aqui), mas o Haddad não tem absolutamente nada a ver cm Pinheirinho.

        Vc citou-o sem razão, sem motivo que não o de trollar, o de expor seu ódio.

        Aliás, como sempre. A questão, pra tipo como vc, nunca é o mérito, mas sim a quem ela diz respeito.

        É como se listássemos times de São Paulo, e vc inteviesse falando do Flamengo, simplesmente por não gostar dele, ou achar que todos os que listaram os times são flamenguistas.

        Se vc queria “provar” algua coisa, falhou redondamente. Só conseguiu provar que, pra vc, Pinheirinho e todo o sofrimento daquelas pessoas, e os canalhas que o provocaram ou os culparam ou mesmo os reduziram a bandidos nada significam. Só o que importa é criticar quem é do PT, seja lá por que motivo for.

        Mente e alma pequenas, é nisso que dá…

  • Alckmin cria gabinete antiprotesto para fugir de manifestantes

    Depois de sofrer duras críticas e ser acusado publicamente – por diversas forças progressistas e representantes dos movimentos sociais – de promover no estado de São Paulo uma política repressiva e violenta, o Palácio dos Bandeirantes irá adotar um novo método para tentar driblar protestos em agendas do governador Geraldo Alckmin.

    A política higienista de Alckmin na região da Cracolândia, centro de São Paulo, e a violenta ação da policial durante a desocupação da comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos, reforçaram nas redes sociais e no seio dos movimentos sociais o enfrentamento contra a política antidemocrática imposta pelo PSDB no estado.

    Para evitar que o governador passe por saias justas e tenha que encarar frente a frente uma população cada vez mais insatisfeita com seu governo, foi ‘instituído’ o gabinete antiprotesto. O objetivo é vigiar as manifestações organizadas nas redes sociais – promovendo assim mudanças em sua agenda pública.

    Nos últimos seis dias, Alckmin não foi a dois eventos em que sua participação estava prevista. Ambos foram marcados por atos contra o governo, detectados previamente pela subsecretaria de Comunicação e por um assessor de Alckmin.

    O primeiro furo na agenda oficial foi na última quarta-feira – aniversário de São Paulo –, quando o governador deixou de participar de missa na catedral da Sé pelo aniversário da cidade. A decisão foi tomada na noite que antecedeu o evento, após reunião com os secretários da Casa Civil e da Comunicação.

    A missa ficou marcada pelas imagens do prefeito Gilberto Kassab sendo atingido por ovos atirados por cidadãos que protestavam contra a desocupação de Pinheirinho. Ciente da manifestação, e em mais uma demonstração de bravura, o governador preferiu se poupar e perguntou se o vice, Guilherme Afif Domingos, poderia representá-lo.

    O mesmo aconteceu no último sábado , quando Alckmin faltou à inauguração da nova sede do Museu de Arte Contemporânea (MAC). Também houve protesto na saída do evento, mas dessa vez, além de ovos, os manifestantes levaram sacos com chuchus para arremessar contra as autoridades.

    Dessa vez, o eleito pelo governador para representá-lo junto aos manifestantes foi o secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Andrea Matarazzo. No entanto, a escolha parece não ter sido a mais acertada. Matarazzo se descontrolou e discutiu com os manifestantes. Mais um lamentável episódio de um governo que parece não ter sido forjado na democracia.

    Em nota, a assessoria de imprensa do governo negou que Alckmin tenha faltado à inauguração do MAC. Disse que o governador não havia confirmado presença tanto que cumpriu outra agenda, na região da Nova Luz. O texto diz ainda que Alckmin não foi à missa do aniversário de São Paulo “por uma questão familiar”.

    Em mais um exemplo de que o governo está desalinhado aos direitos democráticos dos cidadãos, a assessoria do governo chama os manifestantes de “grupelhos truculentos”.

  • Caro Eduardo

    O CONDEPE, ao criar essa Força Tarefa, veio lavar a alma dos brasileiros estarrecidos com o pisoteamento dos direitos humanos nessa violência cometida com as famílias de Pinheirinho.
    Lendo o seu relato podemos ter a dimensão da hediondez do crime praticado,cujas consequências bem atestam do quanto de perversidade e estupidez as autoridades envolvidas nas decisões foram capazes.
    Quem vai pagar por todo esse prejuízo moral, emocional,de saúde física e mental infligido a esses brasileiros? Quem vai se responsabilizar por dar um real atendimento social a essas famílias vítimas do Estado?
    Temos esperança que o CONDEPE leve em frente esse trabalho admirável de ouvir o povo injuriado,humilhado e agredido e dê consequência a apuração dos fatos,exigindo reparação dos danos e prejuízos.
    Tenho certeza que terá o decidido apoio da maioria dos cidadãos e cidadãs brasileiros.
    Um solidário e fraterno abraço a você e a todos da Força Tarefa.

  • Caro Eduardo, sugiro que coloque um link para repassar os seus artigos, que são ótimos, para a nossa lista de contatos via email. Não consigo o limk de email. Um grande abraço, sucessos…

  • Vamos chamar o que aconteceu pelo verdadeiro nome, limpeza de terreno. Essas famílias para os tucanos não são gente, não tem direitos, cidadania, coisa alguma. São entulho, lixo, que precisa ser removido para que o terreno que se valoriza vertiginosamente possa ser transformado em dinheiro, grana.
    Função social da terra? Isso não existe para a direita. Existe é a função mercadológica da terra. Vai ser grana, gente, muita grana, para as imobiliárias, para o prefeito que receberá o IPTU que o Naji Nahas não pagava.
    E no caminho da grana estavam essas pessoas, pessoas não, lixo. Joga-se fora. Se fossem cães seriam melhor tratados.
    E não nos enganemos, se não fossem as redes sociais, os blogs sujos, cidadãos com C maiúsculo como o Edu, nem as tais 500 merrecas eles teriam

  • Até agora não ouvi nenhum pronunciamento da presidenta Dilma, a respeito deste assunto do Pinheirinho.Já era hora de alguma manifestação, pois ela está sendo afrontada e não vejo reação. Será que ela está de acordo com o que está acontecendo, está com medo ou está tomando alguma providencia?

    • Antes de haver a ditadura militar, houve muitos acontecimentos parecidos com o que está acontecendo em Pinherinho. Era, exatamente, para que o Presidente da República na época, tomasse uma decisão de intervir no o direito republicano e assim as “forças ocultas” (afinal não tão ocultas assim) , usando a Constituição da Época, tiraria o presidente do Brasil, de acordo com a Lei. (ALGUÉM SE LEMBRA DOS ASSASSINATOS DE MENDIGOS FEITO POR CARLOS LACERDA, JOGANDO-OS NO MAR?) É exatamente o que vem acontecendo agora. Como o governo federal trabalha para todos os brasileiros, a direita nazista pretende criar um mote para, pelo direito, derrubar a presidente. . A história se repete e pobre o país que não sabe de sua história. SOLANDO e outros que pedem uma intervensão em São Paulo, podem imaginar o que aconteceria com os Tribunais estadual e federais, vociferando e pedindo respeito a Lei? E o PIG? Nossa presidenta já disse que foi uma BARBARIE, mas como ela já viveu na carne o poder da direita faci/nazista, não é burra. Acredito que os serviços sociais Federais irão dar uma ajuda, de uma forma que não apresente como uma interferência na governabilidade do estado de são paulo. Com muito cuidado, como fez o LULA em seu governo. Afinal o próprio Edu, há uns tempos atrás, mencionou o fato de que está sendo desenvolvido um trabalho, não por meio de eleições, da derrubada de nossos governantes eleitos pelo povo. A palavra “VIGIAI, VIGIAI”, nunca esteve tão verdadeira como agora.

  • Dilma e Wagner mostram em Camaçari o que Alckmin deveria fazer em Pinheirinho

    Dilma cumprimenta populares em Camaçari.
    A presidenta Dilma e o governador Jacques Wagner (PT/BA) assinaram nesta segunda-feira ordem de serviço para início das obras de construção de moradias pelo programa Minha Casa, Minha Vida, em Camaçari (Bahia).

    2.357 famílias que vivem nas áreas de risco ao longo do Rio Camaçari irão se mudar, assim que as casas estiverem prontas.

    Além das casas, serão feitas obras de revitalização urbanística e ambiental, com saneamento, abastecimento de água, saneamento, drenagem, dragagem do rio, despoluição dos afluentes, recuperação do Horto Florestal, com a criação do Parque Botânico.

    Os recursos provem do PAC 2, totalizando R$ 274 milhões.

    São coisas assim que deveriam ter sido feitas no Pinheirinho, e só não foram porque os governos tucanos estadual e municipal não fazem projetos para pobres saírem da pobreza. Preferem fazer política ao agrado de Naji Nahas.

    Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

    Ontem, também em Salvador, a Presidenta participou da cerimônia em memória às vítimas do Holocausto, junto ao governador Jacques Wagner e as ministras Luiza Bairros (Promoção da Igualdade Racial) e Maria do Rosário (Direitos Humanos).

    Em seu discurso a Presidenta além de solidarizar com as vítimas, defender mecanismos para que jamais aconteça novamente, lembrou que o Brasil apoiou a criação do estado de Israel desde a primeira hora e o governo brasileiro considera imprescindível para a paz a criação também de um Estado Palestino.

  • 31/01/2012 – 12h48

    Foxconn terá mais 5 fábricas no Brasil, diz secretário

    A taiwanesa Foxconn, que fabrica os iPads da Apple, deverá montar mais cinco fábricas no Brasil, além da já anunciada planta para a produção de telas de cristal líquido.

    A informação foi dada hoje pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Julio Semeghini.

    BNDES coordena negociação com Foxconn para projeto de US$ 4 bi
    Produção do iPad na China é questionada

    Segundo Semeghini, estarão envolvidas fábricas de gabinetes para notebooks e PCs, componentes eletrônicos, conectores, baterias, e de elementos de mecânica de precisão.

    A negociação agora é pela localização dessas fábricas. São Paulo quer o investimento, assim como possivelmente os Estados vizinhos.

    “Estamos aguardando os executivos voltarem das comemorações do Ano Novo chinês para retormarmos as negociações”, disse Semeghini.

    Cada uma das plantas deverá ter cerca de mil funcionários, segundo o secretário. Os investimentos não estão definidos, mas devem ser de “centenas de milhares de dólares”, segundo o secretário.

    As partes produzidas por aqui ajudarão também na montagem dos produtos da Apple, segundo o secretário. Por enquanto, a empresa começa a importar os kits para montagem de iPads e iPhone no Brasil.

    BENEFÍCIOS

    A empresa já recebeu do governo federal os benefícios fiscais para produzir tablets no Brasil.

    Segundo portaria publicada no dia 25 no “Diário Oficial da União”, a empresa terá direito aos benefícios previstos no decreto 5.906 de setembro de 2006.

    A determinação prevê isenção ou redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), PIS e Cofins para empresas que invistam em atividades de pesquisa e desenvolvimento de produtos de tecnologia.

    Segundo a portaria, a regra valerá para tablets com telas sensíveis ao toque, sem teclado e com peso inferior a 750 gramas.

    Também estão incluídos na medida os acessórios, cabos, fontes de alimentação e manuais de operação que são relativos aos tablets.

    A expectativa é que a Foxconn comece a produzir os aparelhos –principalmente os iPads, da Apple– na fábrica em Jundiaí, interior paulista.

    Entre 2010 e 2011, a Foxconn investiu R$ 300 milhões para a construção de sua terceira fábrica no município, destinada aos aparelhos da Apple, em uma planta prevista para 1.400 funcionários.

  • Mais que lamentar: é implorar aos gestores públicos que NÃO deixem nossos irmãos morrerem SEM pão e SEM água. O mínimo possível para a sobrevivência deles é POSSíVEL, quando o Governo QUER! Melancólico até (a situação).

  • Parabéns elevado à potência de dez, Eduardo, o que vc escreveu foi mais que belo texto, foi uma reportagem. Até quando os paulistas vão suportar um governo desse tipo, demotucanos com capacidade de realizar barbáries como em Pinheirinho como se trocassem de roupa?, é revoltante e de dar náuseas o que eles estão fazendo ( e fazem, a “limpeza étnica” não vai parar por aí). Já passou da hora dos paulistas darem um basta nisso tudo.

  • Uma costatação: Dilma jamais vai bater forte ou fazer algo de relevante no caso pinheirinho simplesmente porque o governo federal e governos estaduais aliados fazem o mesmo, vide obras da copa, obras de usinas, obras diversas, polícia bahiana que fez uma mulher perder o globo ocular, e manifestações de estudantes em Pernambuco e Espírito Santo; em todas estes casos a PM usou e abusou de suas prerrogativas. Conclusão, Dilma e seus governos aliados se beneficiam igualmente da truculência e fazem desta uma política de Estado visando o “desenvolvimento acelerado” e reprimindo quem resista, sejam estudantes, sem-teto, índios, ribeirinhos, favelados ou grevistas de obras faraônicas.

    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/outros-destaques/o-brasil-reinventa-o-totalitarismo-a-nova-maquina-policial/

  • Mas onde estamos? Além de tudo, cfme o blog do Nassif,um emissário da Dilma foi escorraçado e ameaçado pelos oficiais da PM paulista,inclusive desafiando a própria presidenta a ir lá pessoalmente pra ver o o que iria acontecer com ela! Realmente esses caras perderam a noção ou estão muito bem respaldados pra fazer isso.

    • Dr. Cláudio, para escorraçarem um emissário da Dilma, só se estiverem respaldados pelo “Uncle Sam”… Mais provável que tenham perdido o juízo de vez…

    • Tentando, não. Essa guerra foi declarada há muito tempo atrás.

      O primeiro passo de toda guerra é a desumanização e demonização do “inimigo” pela imprensa, que os pinta de culpados por todos os problemas e ameaça ao “way of life” dos leitores imbecilizados.

      E isso já está ocorrendo faz muito, MUITO tempo. Apenas piorou depois que culparam os pobres pela eleição, re-eleição de Lula e eleição da Dilma.

      Pinheirinho foi apenas mais uma escaramuça antes da eclosão da guerra propriamente dita. É guerra de atrito, provocação.

      Coisa bem pior vem aí se não tomarmos uma atitude…

  • Um dos maiores massacres, perpetrados na guerra do Vietnan, pelo exercito dos USA, com repercussões internacionais, foi O MASSACRE DE MY LAI, VIETNAN. QUEM SOBREVIVEU CONTA – “….Eram muitos soldados, aproximaram-se da casa atirando nas galinhas e os patos. Matavam tudo o que viam. Sentimos um medo atroz. Na casa, estávamos minha mãe, minha filha de 16 anos, meu filho de seis e eu, que estava grávida. Apontaram suas armas para nós e pediram que saíssemos e fôssemos até o açude. (…) Havia muita gente no açude. Empurraram-nos para dentro dele a coronhadas. Juntávamos as mãos e implorávamos para que não nos matassem, mas eles começaram a disparar. Senti como se as balas me mordessem nas costas e na perna, vi como elas arrancaram metade do rosto de minha filha, e então desmaiei. O frio me devolveu a consciência. Meu filho pequeno jazia a meu lado. Não conseguia andar. Arrastei-me para chegar à minha casa e beber água porque estava com uma sede terrível. No caminho encontrei os corpos nus de muitas jovens….”. Voltando. Parabéns direita alinhada aos USA. O MASSACRE DE PINHEIRINHO É A NOSSA” MY LAI”.

  • Está claro que Pinheirinho foi um punição aos pobres que ousaram tomar o que os ricos guardam para ficarem ainda mais ricos, condenando-os a morar debaixo das pontes. E um aviso aos movimentos sociais de que aqui, na terra tukkkana, eles são criminosos.

    Agora fica claro também que a “elite” joeense se uniu para expulsar de “sua” cidade os indesejados. O apoio demonstrado nas pesquisas fica ainda mais explícito na atitude de negar emprego, moradia, alimento, respeito e dignidade a essas pessoas.

    A “elite” nunca considerou pobre um ser humano. Eles não se reconhecem neles, não sentem sua dor. São como animais, a seus olhos. Não são “pessoas de bem” (e agora está amis claro do que nunca o que essa expressão estúpida e canalha realmente quer dizer). São “diferenciados”.

    Mas é essa “elite” que não é humana. É desumana, desalmada, indecente.

    E criminosa. O epíteto que tanto tentam colcar nos pobres de Pinheirinho e de tantas outras partes do Brasil se aplica muito melhor a eles do que a um traficante ou ladrão.

    Nem mesmo um latrocida causa tanta dor, sofrimento e viola tantos direitos quanto essa “elite”. Ela, que tanto prega a punição exemplar de criminosos, deveria ser a primeira a ser punida.

    E o Estado cúmplice, por ela controlada, é a ferramenta de coerção. Estão, sem nenhuma cerimônia, expulsando os que ofendem os olhos das “pessoas de bem” de SJC.

    Não se trata de direito de propriedade, nem segurança. É luta de classes mesmo, na sua forma mais pura, mais estúpida, mais criminosa. Higienização comparável apenas à da Alemanha nazista, faltando apenas os fornos, pq os campos de concentração eles já fizeram.

    E quanto mais esperamos, quanto mais deixamos eles fazerem o que querem, mais perto da construção de fornos e câmaras de gás estamos. E a direitalha que agora aplaude a iniciativa da “elite” desumana, salivará de alegria ao ver esses que eles consideram um estorvo, um inconveniente e um peso serem massacrados. Soltarão foguetes quando a primeira câmara de gás for construída, assim como choraram de alegria ao ver o primeiro campo de concentração.

  • PROTESTO EM PINHEIRINHO

    Dia 2 de fevereiro as às 9 horas

    Assembleia dos Movimentos Sociais, que reuniu 1,5 mil pessoas na Usina do Gasômetro, sábado, em Porto Alegre, aprovou realização de um ato público no terreno desocupado do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), no dia 2 de fevereiro às 9 horas. “Vamos fazer um grande ato na próxima quinta-feira (2) em repúdio a esse governo fascista de Geraldo Alckmin, que não respeita a democracia nem os movimentos sociais”, disse Rosane Bertotti, representante da CUT e coordenadora da assembleia.
    http://www.viomundo.com.br/denuncias/rosane-bertotti-o-protesto-no-pinheirinho.html

  • Edu,
    Conheço um pouquinho de Bolsa Família e acho que posso ajudar:

    1) Nas regras do programa, todos os casos de faltas por problemas de saúde, inexistência de vagas, calamidades ou “por motivo de força maior” não caracterizam descumprimento das regras. Ou seja, nesses casos a família não tem o benefício bloqueado ou cancelado. Nessa situação certamente se encaixa o caso do Pinheirinho.

    2) Mas é preciso que a escola saiba da situação e faça o devido registro no sistema do MEC. Então, é fundamental que as escolas estejam informadas e registrem isso devidamente no sistema do MEC. (mas detalhes aqui: http://frequenciaescolarpbf.mec.gov.br .

    3) Se o registro disso for feito corretamente pelas escolas/sec. municipa de educação, as famílias não serão prejudicadas. Mas se as as crianças simplesmente coeçam a faltar e a família não informa à escoala situação, os registros de faltas são colocados como “falta sem justificativa” e com isso o benefício pode ser bloqueado.

    4) Uma boa idéia seria a mobilização de uma equipe da Secretaria Municipal de Educação, que poderia levantar a situação das crianças, tentar providenciar a matrícula para 2012 na rede municipal e viabilizar o pagamento do benefício. Isso não seria muito complexo para a prefeitura, mas depende de que eles tenham boa vontade.

    5) Certamente, se o bloqueio do benefício foi por baixa frequência, isso se refere à frequência escolar do bimestre outubro/novembro de 2011 ou, mais provavelmente, agosto/setembro de 2011.. Se foi por falta de matrícula, isso serefere ao início do ano letivo de 2011. O “impacto” sobre o pagamento semrpe demora alguns meses após a constatação das faltas.

    6) Claro que na situação em que se encontarm essas famílias, o bloqueio do benefício representa um agravante cruel. Mas não me parece correto dizer que o bloqueio tenha relação direta com a expulsão das famílias, muito embora o bloqueio tenha ocorrido logo em seguida. O título do seu post passa essa impressão e por tudo que eu disse aqui considero que ela é equivocada, seja em relação à prefeitura, seja em relação ao Govenro Federal (o Bolsa Família é um programa federal).

    7) RESOLVENDO O PROBLEMA:

    Uma mobilização da secretaria municipal de educação e do pessoal que cuida do Bolsa Família no município pode rapidamente resolver os problemas relativos ao pagamento do benefício. Basta entrar no Sistema de Pagamento de Benefícios (chamado SIBEC, feito pela Caixa) e fazer o desbloqueio.

    Essa medida pode atender praticamente qualquer caso de suspensão de pagamento, mesmo problemas que não tenham relação com a frequência. Existem muitos casos de bloqueio porque o cadastro das famílias está desatualizado, por exemplo. Em dois ou três dias as famílias podem receber o benefício normalmente, inclusive com pagamento retroativo de até 3 meses.

    Então, a mobilização deve ser em torno da presença e ação do pessoal que cuida do Bolsa Família no município. Mesmo em prefeituras do PSDB ou do PFL ou seja lá de quem for, normalmente quem trabalha na ponta, no atendimento direto da população em programas como Bolsa Família, são pessoas muito comprometidas, assistentes sociais que dão duro mesmo.

    Não sei ao certo quantas famílias precisam ser atendidas e ter os problemas resolvidos, mas comparado à situação de moradia maior esse caso do Bolsa Família é um problema rápido e relativamente fácil de resolver.
    Basta um pouco de boa vontade.
    Espero ter ajudado,
    Abraço,
    CDM

  • O que tema ver o Pinheirinho com o MInistério :

    Por que o PT precisa retomar o Ministério das Cidades? Porque é um ministério que existe por força das lutas populares pelo direito á terra, através dos movimentos sociais, como MST, Sindicatos, Associações de Moradores, das CEBES,(de antigamente) da Pastoral d a Terra, militância do PT , intelectuais, acadêmicos , entre outros. Após o êxodo rural com a mecanização do campo e outras mazelas sociais aconteceu grande afluxo de moradores do campo para as periferias das cidades, a falta de acesso a terra, falta de políticas públicas de moradia , favelização crescente, os movimentos sociais e parcerias deram inicio ao Movimento pela Reforma Urbana. Como a luta organizada pela acesso à terra se dá em saltos, após anos de batalhas conseguiu incluir os artigos 182 e183 na CF/1988 , somente em 2001 (passados 13 anos) foram regulamentados pela Estatuto da Cidade, de 2001 a 2012, mais 11 anos se passaram e ainda o povo esta sofrendo por direitos conquistados e não implementados pelos governantes de partidos conservadores e seus doadores de campanhas . Então entregar o Ministério das Cidades , um dos mais importantes para se fazer avançar nos processos democráticos participativos e inclusivos em relação á política urbana , regularização fundiária, moradia, plano diretor participativo, além de um desserviço aos movimentos sociais seria tb fator de desmobilização crescente dos setores organizados da sociedade civil.

  • Mais INVESTIMENTOS para o Nordeste:(mais Empregos e Renda e menos bicudos e demonios)

    Espanhola anuncia fábricas em Pecém(CE) e Suape (PE)

    Publicado em 31/01/2012 – 4:28 por Egídio Serpa | Comentar

    Além de um laminadora no Complexo do Pecém, no Ceará, a empresa espanhola Añon está anunciando que construirá uma fábrica de vergalhões e fios de aço no Complexo de Suape, em Pernambuco.

    A propósito: a convite da Adece, um grupo de executivos da Añon sobrevoou Pecém, sábado, 27.

    A Espanha está em crise.

    _Aviso aos neoliberais tucanos: Vocês não diziam que os mercados se AUTO REGULAVAM ? O que deu errado ?

  • Pinheirinho foi um ato de gigantesca brutalidade do governo Geraldo Alckmin. Independentemente da atuação da “senhora juiza”, a qual demonstrou ser uma pessoa com sensibilidade zero e que nunca deveria estar onde está. Comportamento estarrecedor o dessa senhora. Estarrecedor.

    Quanto a Geraldo Alckmin, este poderia ter trabalhado uma solução diferente. Em poucos meses, a área poderia estar desocupada, se ele tivesse tido vontade política de tratar tudo de outra forma, capitalizando o evento para si, diferenciando-se, no âmbito do PSDB, partido amplamente conhecido pela sua boa vontade com os abonados. Alckmin poderia ter atendido aos interesses econômicos que estão por trás de sua ação brutal e ter resolvido tudo sem brutalidade, saindo bem na foto com todos. Que governador pífio!

    Não importam pesquisas ditadas pelo PIG: duvido que a maior parte da sociedade de SJC, se pudesse escolher, escolhesse a expulsão das pessoas por meio da violência. Uma coisa é querer a desocupação, outra é querê-la pela via da violência. Se assim fosse, a população de SJC seria psicopata e não acredito nisso.

    Geraldo Alckmin nunca deveria ter sido eleito, chuchu é pouco para defini-lo. Trata-se de um parvo. Amigos meus que votaram nele e que simpatizam (não sei se mais) com o PSDB estão decepcionados. Eu mesma acreditei que ele seria uma pessoa diferente dentro do PSDB. Vimos que não, no final, é “farinha do mesmo saco psdbista”, um partido de privatas insensíveis e entreguistas.

    Há poucos dias, vi um livro do Chalita (possível candidato a prefeito), muito amigo da família Alckmin, elogiando o governador na abertura pela sua ética ou coisa assim. Chalita deveria repensar, como homem católico que demonstra ser.

  • A situação é “braba”. Ora, a mídia, maior responsável pela manutenção do status quo que levará o país à rabeira do atraso, continua incólume. Faz e desfaz, cria as pautas que quer, para blindar os seus parceiros de máfia que se apossaram do país, desde a privataria até a terceirização dos serviços essenciais em mãos de laranjas tucanas, nos estados ricos. E nada lhes muda a desfaçatez. A Folha / UOL, contristada, dá notícias que levam à compunção, ao se ver a preocupação com que o jornal e seu braço eletrônico noticiam sobre os 5 ainda desaparecidos, no Rio. Nenhuma linha sobre os infortunados do Pinheirinho. Aliás, para a Folha, problemas só com os outros estados, pois São Paulo é um mar de rosas. A mesma Folha mostra-se preocupadíssima com os direitos humanos de um prisioneiro que morreu em Cuba, mas não se comove, nem uma linhazinha, sobre os doentes, com câncer terminal, atirados à própria sorte após a limpeza étnica praticada pela PM paulista, sob a batuta de um piedoso irmão da Opus Dei. Pelo que me consta, o jornal Folha, o diário da “massa cheirosa” não dá mais uma só linha sobre as denúncias de cidadãos pobres, ainda não encontrados, depois do tsunami de brutalidade que varreu do mapa os seus lares em SJC e tudo que lhes restava de poucas posses materiais. O jornal dos Frias nem insiste em que a “justiça” paulista, segundo o CNJ/COAF, anda de braços dados com toda a sorte de trambiques e que simpatiza abertamente com as causas dos grandes “financistas” especuladores, sonegadores de grosso calibre, o que permite ao megatrambiqueiro Nazi Nadas (em dinheiro) permanecer faceiro em sua mansão de custo milionário apesar de aplicar golpe aos tubos no erário. Direitos somente para os megapoderosos, megapilantras. E assim, a massa cheirosa da cantanhéde, minoritária, segue impávida, com a força das armas e com o judiciário infiltrado de inimigos dos pobres, a mostrar que neste país, quem rouba mais chora menos. Como sintoma de que nada mudará, nada acontecerá, seu Serra vai e volta e, do alto dos bilhões que, segundo o livro do Amaury, sua família acumulou em paraísos fiscais, está mais preocupado em escolher o posto ao qual se candidatará, se a prefeito ou a presidente do Brasil, tão convicto que está da sua inocência ou da sua absoluta impunidade.

  • O Programa TJ Brasil do SBT mostrou ,hoje,31.01.2012, a triste situação da outrora próspera Espanha.O Desemprego atinge de forma mortal a economia espanhola.Engenheiros,comerciaarios,industriarios, outros profissionais liberais sem dinheiro até para se alimentar.Milhares de espanhois se valem da comida servida gratuitamente pela igreja que ,antes,era só para imigrantes pobres.Atualmente, 30 mil pessoas vivem nas ruas na Espanha.Os imigrantes latinos estão voltando (Brasil/México etc) e dizem: A Europa que compensava NÃO EXISTE MAIS.
    Mesmo assim, os tucanos do psdb ainda preconizam que se instale ,aqui no Brasil,esse regime NEFASTO.Quem preconiza isso, certamente, sabe que pode se dar bem ,mas o resto do povão ,obviamente,vai se dar mal.Países, outrora, prósperos, hoje, se veem, em tal situação.Ver a situação de Islandia,Grécia,Irlanda,Portugal,Italia……Ou se detém o neoliberalismo e seu irmão siames o sistema financeiro predatório, ou ele acaba com o mundo….

    • Só para esclarecer: o governo vigente na Espanha até o final do ano passado era de esquerda, desde os atos terroristas de 11 de março de 2004, há 7 anos.
      Se informar faz bem e evita que se emitam patacoadas.

      • De esquerda? Governo espanhol, de esquerda? Só faltou dizer que o Generalíssimo Franco era comunista.

        Você acha que aqui só tem idiota?

        De esquerda. O governo espanhol, de esquerda. A gente lê cada uma!Almir

        • OLha, acho que sim. Informe-se também. Não adianta ficarem emitindo mentiras via blog particular que as coisas não vão mudar. Verdades não são mudadas com opiniões particulares. Repetendo: o governo de José Luis Zapatero era de esquerda. Perdeu as eleições ano passado para um governo de centro-direita, na pessoa de Mariano Rajoy. Informe-se, leia a imprensa internacional. O mundo não se resume ao partido dos trabalhadores do Brasil.

      • Só para esclarecer: O governo vigente na Espanha, apesar de se rotular como de esquerda, de fato nunca questionou os postulados e a prática liberal muito menos o “sistema financeiro predatório”. Era somente rótulo. Querer confundir os leitores é má-fe. E a crítica do nosso amigo cearense é totalmente procedente.
        Informar corretamente evita que se fale asneiras o que se traduz em credibilidade.

      • O governo espanhol é tão de esquerda quanto o da Grécia é sociaista. Tanto quanto Freire e seus asseclas.

        Ou seja, nem um tantinho. São todos sociais democratas, como FHC e curriola.

        Claro, do ponto de vista da extrema direita vinculada aos EUA, como vc, até Serra é comunista, então percebe-se claramente onde está o problema…

    • Pior: uma cambada de burugesóides, geralmente assalariados ou aposentados, pensando que são “das elites”, ficam preconizando a reinstalação desse sistema desastroso, que deu errado em todo lugar que foi praticado. É só ver a derrocada, a bamcarrota do Japão, dos Estados Unidos e da União Européia.

      Outrossim, onde se viu assalariado, ou beneficiário de aposentadoria, se achar “burguês”? São conceios que se repelem.Só aqui no Brasil, onde os neobabacas (aqui mesmo no blog desfilam alguns deles) acham que são burgueses, que são imunes à crise do neoliberalismo, à espoliação capitalista, etc. Não passam de um bando de neobabacas manipulados pela redebobo.

  • Edu,

    Li o texto, mas vou discordar em alguns pontos. Em relação ao Bolsa familia, ele não é bloqueado imediatamente. O que pode ter havido é que as mães não fizeram o recadastramento anual. Até porque tudo é feito por assistente social. A escola envia relatorio mensal, e a mãe é chamada na escola pra prestar esclarecimentos pela ausência dos filhos.
    E a invasão no terreno ocorreu no começo de ano letivo. As mães deveriam ter matriculados seus filhos.
    O que pode ter ocorrido é que essas mães não fizeram o cadastramento no Programa.
    É preciso apurar melhor isso. Pedir a um assistente social, fazer o levantamento do que realmente houve.
    Lembre-se não estou insensível ao problema destas mães, até porque fui e continuo apoiadora da causa, mas essa informação em primeiro momento não procede, e falo isso porque atuei como Conselheira de escola e sei que o Bolsa família não é bloqueado de imediato. Pro Governo Federal liberar é preciso apurar se essas mães realmente estão cadastradas no Programa. Tem como pedir uma cópia do cartão, na caixa econômica. Se elas não matricularam as crianças, devem pedir ao Conselho Tutelar que encaminhe as matriculas. Podem dar endereço de parentes, de amigos de forma provisória. Verifique isso.
    Abraços,
    Katia

  • Também estive no mutirão do CONDEPE realizado ontem lá em São José dos Campos. Nosso grupo foi dividido para atender os diferentes “abrigos” e fiquei junto com o pessoal que foi ao Jardim Morumbi. Muita tristeza, muito descaso. Das quase duas dezenas de depoimentos que colhi, também havia pessoas que não tinham conseguido matricular seus filhos nas escolas da região e, por isso, perderam o benefício. Além disso, também colhi as denúncias de pessoas que haviam perdido o emprego depois da reintegração de posse, seja por terem sido demitidos, ou porque trabalhavam vendendo salgados, geladinho, água sanitária e outras coisas ali na ocupação. Ou seja, neste momento, todas estas pessoas estão também sem nenhuma renda.

    Também fiz um depoimento do que vi e ouvi no dia de ontem e disponibilizei no meu blog. Quem tiver interesse em ler, o endereço do depoimento é: http://umhistoriador.wordpress.com/2012/01/31/a-tragedia-dos-campos-de-sao-jose-um-depoimento-emocionado/

  • ONU recebe novo relatório sobre violações no Pinheirinho

    Entidades criticam falta de apuração sobre mortes, desaparecimento de pertences dos moradores e impedimento ao trabalho da imprensa

    Por: Redação da Rede Brasil Atual
    Publicado em 31/01/2012, 18:51

    São Paulo – Entidades de defesa dos direitos humanos enviaram à Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização dos Estados Americanos (OEA) um novo relatório sobre as violações cometidas pela Polícia Militar de São Paulo na desocupação da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), a 100 quilômetros da capital paulista, no Vale do Paraíba.

    O documento formulado pela Justiça Global em parceria com Brigadas Populares, Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência é baseado em uma série de relatos e na apuração dos fatos ocorridos após o último dia 22, quando os moradores locais, calculados em seis mil, foram vítimas de repressão.

    São condensadas informações sobre os erros legais cometidos pelo governo estadual e pela prefeitura na condução do caso, o impedimento de que as famílias retornassem ao local de moradia para recolher os pertences, a negativa dos policiais em prestar assistência aos feridos e o realojamento em abrigos precários.

    O relatório, que será recebido por relatores especiais da ONU para questões de moradia, de execuções sumárias e de análise do trabalho do Judiciário, fala ainda que não foi possível, por ora, comprovar mortes no operativo, embora existam indícios de que tenham ocorrido. “Famílias sem contato entre si durante dias. Mais de uma fonte de nossos relatos mencionou a existência de vítimas fatais do despejo enterradas na localidade conhecida como Mangueira, nos limites do terreno”, aponta o texto. A Polícia

    Militar nega a ocorrência de vítimas fatais na ação.
    A apuração das mortes, assim como os outros fatos relacionados à ação de desocupação, foi prejudicada pelo impedimento ao livre trabalho da imprensa, anotam as entidades. O relatório lembra ainda que jornalistas não só foram reprimidos no momento da operação como foram impedidos de circular pelo local nos dias seguintes.

    Moradores tampouco puderam percorrer o local com normalidade. Segundo o relatório, as famílias só tiveram acesso às antigas residências, já destruídas, no dia 25, e muitos bens estavam sob os escombros, sem condições de uso, ou haviam sido saqueados.

    As organizações manifestam estranhamento com a dificuldade das diferentes esferas de governo em resolver a questão, que se arrastava desde o início da ocupação, em 2004. O terreno de um milhão de metros quadrados pertence à massa falida da Selecta, de Naji Nahas, conhecido por especulação e acusado de fraudes em operações acionárias de grandes empresas.

    http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidadania/2012/01/onu-recebe-novo-relatorio-sobre-violacoes-no-pinheirinho-em-sao-paulo

  • Em face da reintegração judicial de posse da área conhecida como Pinheirinho, em São José dos Campos, o PT montou uma fábrica de mentiras para divulgar nas próximas campanhas eleitorais. Em respeito aos leitores da Folha, eis as mentiras, seguidas da verdade:

    Mentira 1: “O governo federal fez todos os esforços para buscar uma solução pacífica”.
    Verdade: Desde 2004, a União nunca se manifestou no processo como parte nem solicitou o deslocamento dos autos para a Justiça Federal. Em 13 de janeiro de 2012, oito anos após a invasão, quando a reintegração já era certa, o Ministério das Cidades -logo o das Cidades, do combalido ministro Mário Negromonte- entregou às pressas à Justiça um “protocolo de intenções”. Sem assinatura, sem dinheiro, sem cronograma para reassentar famílias nem indicação de áreas, o documento, segundo a Justiça, “não dizia nada”, era uma “intenção política vaga.”

    Mentira 2: “Derramou-se sangue, foi um massacre, uma barbárie, uma praça de guerra. Até crianças morreram. Esconderam cadáveres”.
    Verdade: Não houve, felizmente, nenhuma morte, assim como nas 164 reintegrações feitas pela Polícia Militar em 2011. O massacre não existiu, mas o governo do PT divulgou industrialmente a calúnia. A mentira ganhou corpo quando a “Agência Brasil”, empresa federal, paga com dinheiro do contribuinte, publicou entrevista de um advogado dos invasores dando a entender que seria o porta-voz da OAB, entidade que o desautorizou. A mentira ganhou o mundo. Presente no local, sem explicar se na condição de ativista ou de servidor público, Paulo Maldos, militante petista instalado numa sinecura chamada Secretaria Nacional de Articulação Social, disse ter sido atingido por uma bala de borracha. Não fez BO nem autorizou exame de corpo de delito. Hoje, posa como ex-combatente de uma guerra que não aconteceu.

    Mentira 3: “Não houve estrutura para abrigar as famílias”.
    Verdade: A operação foi planejada por mais de quatro meses, a pedido da juíza. Participaram PM, membros do Conselho Tutelar, do Ministério Público, da OAB e dos bombeiros. O objetivo era garantir a integridade das pessoas e minimizar os danos. A prefeitura mobilizou mais de 600 servidores e montou oito abrigos. Os abrigos foram diariamente sabotados pelos autodenominados líderes dos sem-teto, que cortavam a água e depredavam os banheiros.

    Mentira 4: “Nada foi feito em São Paulo para dar moradia aos desabrigados”.
    Verdade: O governo do Estado anunciou mais 5.000 moradias populares em São José dos Campos, as quais se somarão às 2.500 construídas nos últimos anos. Também foi oferecido aluguel social de R$ 500 até que os lares definitivos fiquem prontos. Nenhuma família será deixada para trás.

    Entre verdades e mentiras, é certa uma profunda diferença entre PT e PSDB no enfrentamento do drama da moradia para famílias de baixa renda. O Minha Casa, Minha Vida só vai sair do papel em São Paulo graças ao complemento de R$ 20 mil por unidade oferecido pelo governador Geraldo Alckmin às famílias de baixa renda. Sem a ajuda de São Paulo, o governo federal levaria 22 anos para atingir sua meta.

    O PT flerta com grupelhos que apostam em invasões e que torcem para que a violência leve os miseráveis da terra ao paraíso. Nós, do PSDB, construímos casas. Respeitar sentença judicial é preservar o Estado de Direito. É vital que esse princípio seja defendido pelas mais altas autoridades. Inclusive pela presidente, que cometeu a ligeireza de, sem maior exame, classificar de barbárie o cumprimento de uma ordem judicial cercado de todas as cautelas que a dramaticidade da situação exigia.

    Senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)

    • Putz, agora emporcalhou o Blog. Aluysio Nunes. Precisa dizer mais alguma coisa.

      É PSDB ubber alles na veia, mesmo.

      Vcs, tukkkanos não tem um pingo de vergonha na cara. Acusam de mentir enquanto mentem descaradamente.

      Refinaram a técnica do Maluf mesmo…

  • O governo Dilma está sendo muito mole com o Torquemada nariguda e o seu Torquemadinha de SJC! Acesso á Educação é direito constitucional! Cadê o MEC, o MPF, o MJ para emparedar estes tucanos? Desde o começo do caso, a PF deveria estar apurando as violações de Direitos Humanos no Pinheirinhos, pois da Polícia Civil de SP não vai sair nada. Muito menos do MP e TJ-SP, infestados de Opus Deis. Aja, Presidente Dilma!

Deixe uma resposta