PSDB e mídia vinculam aumento da gasolina a energia mais barata

Análise

Os principais jornais de quarta-feira (30) amanheceram com destaque principal de primeira página para o primeiro aumento de gasolina da Petrobrás para as refinarias desde 2005, há mais de sete anos. Em média, o aumento deverá ser de 6,6% nos produtores.

Todavia, como a gasolina é misturada com 20% de álcool, o reajuste aos consumidores deverá ser de míseros 4% nas bombas.

Dias antes do aumento, o PSDB passou a inundar redes sociais na internet com a versão de que o governo estaria dando com uma mão ao consumidor e tirando com outra, vendendo a história de que o aumento da gasolina anularia o da energia elétrica.

Além disso, o partido de oposição vem alardeando que o suposto “escambo” governamental teria a intenção de anular, nos índices de inflação, o peso do aumento da gasolina.

Os jornais desta quarta-feira compraram integralmente a versão tucana e deram a ela um destaque grandiloqüente em suas primeiras páginas. Nos telejornais será a mesma coisa: tentarão vender ao público que ninguém ganhou nada com a redução da conta de luz.

Detalhe: fracassado o alarmismo sobre racionamento, apagão etc., a direita midiática teve essa idéia de “jênio” (By PHA).

Trata-se de uma falácia. Estudo do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) mostra que a frota brasileira de veículos automotores tem 32,9 milhões de automóveis e comerciais leves, 1,54 milhão de caminhões, 354 mil ônibus e 11,674 milhões de motocicletas. Com isso, relação de veículos por habitantes no país é de 1 para 4. Ou seja: só um quarto dos brasileiros tem algum veículo.

Não é preciso ser muito esperto para notar que é uma empulhação dizer que 4% de aumento no preço dos combustíveis anulará média de 20% de desconto nas contas de luz (18% para residências e 32% para empresas), pois 98% dos brasileiros têm energia elétrica em casa e só ¼ tem veículos.

O peso da redução no preço da energia elétrica, portanto, é muito maior do que o aumento irrisório no preço dos combustíveis. E isso sem falar que, de 2005 para cá, todos passaram a ganhar salários muito maiores enquanto que os combustíveis não subiram.

Até mesmo em termos de politicagem a estratégia da mídia e do PSDB para desgastar o governo Dilma é inepta. É óbvio que não são 25% dos brasileiros que têm carro ou qualquer outro veículo. Neste país de renda concentrada, uma minoria tem vários veículos.

A reação da grande maioria, mesmo de quem acreditar que o governo trocou aumento em combustível por desconto na energia elétrica, será de desprezo pelo aumento. A esmagadora maioria que não tem carro achará muito justa a troca que não houve.

179 comments

  • A CEMIG está propondo aumento odo preço da Energia elétrica , a partir de abril.
    Os tucanos odeiam o povo.
    Amam os acionistas.

    • POLITIZAR É LIBERTAR! Nossa guerra contra a direita midiatica partidária é de guerrilha. Esclarecer a verdade dos fatos, àqueles que convivemos no dia-a-dia, na familia, nas escolas, nas faculdades, nas igrejas, nos transportes públicos, nas praças, em espaços de debates como este , É FUNDAMENTAL E TOTALMENTE EFICAZ PARA QUE NOS OS DERROTEMOS. O “caminho” deles esta ENCURTANDO. O NOSSO SE ALARGA TODOS OS DIAS! PÁTRIA LIVRE!

  • A audiência que a Presidenta Dilma concederá hoje ao jornalista Franklin Martins, pode significar que há luz no fim do túnel. Parece que, finalmente, o governo Dilma percebeu que está lidando com gangsteres, perto dos quais os criminosos da Chicago dos anos 30 parecem trombadinhas. E não se pode chamar quadrilhas de gangsteres para políticas de “união nacional”, apelar para “interesse público”, falar em diferenças ideológicas e coisas do gênero. São bandidos e ponto final. E desde sempre, criminosos como os que fazem guerra sem quartel e sem convenções ao governo Dilma e ao consagradíssimo ex-Presidente Lula, foram e devem ser tratados com o rigor da Lei. É a única linguagem que entendem. Ou do suborno, o que sabemos que Dilma não faz e nunca fará. Portanto é só com uma Lei, em nada diferente do que vigora no mundo civilizado, que a bandidagem da oposição pode ser controlada e colocada nos limites civilizatórios.

  • O que podemos fazer, já que o PT não radicaliza com estes a gentes do mal, os bons mocinhos disfarçados de neofascistas.
    O que me conforta é que a historia vai nos razão e vão cobrar deste manés e do povo que votam e acreditam neles.

  • Desculpa, mas o que vc acaba de postar é uma grande inverdade, digna de qq PIG

    Quer que eu fotofgrafe bombas em postos mostrando 2,99 como preço da gasolina??

    repito aqui o que postei hoje de manhã:

    …” Hoje de manhã ao colocar Gasolina a R$2,99 lembrei de suas sábias palavras:

    …”O blog é meu mas eu tento fazer com que todos se responsabilizem. Releia o que escreveu naquele comentário. É um absurdo. Além disso, está aqui muito bem explicado por vários leitores a questão. Eu não consigo entender. Não existe apagão nenhum, o desconto vem dos contratos renegociados. Que tipo de idiotas maníacos-depressivos ficam insistindo em um fato que não existe, que não tem passado, presente ou futuro com tanta fé cega, ignorando dados, estatísticas e a própria realidade? É muito doloroso a gente ver algumas pessoas se deixarem levar por seus piores instintos e atuarem como veiculadoras de mentiras que, se colassem, prejudicariam o país. Reflita, meu filho. Você está agindo contra si mesmo, contra sua família e contra seu país ao menos nesse caso específico, tentando espalhar pânico sob uma miserável mentira…”

    Ahh sim, eu tinha esquecido. Sou contra minha familia e meu país pq pago R$280,00 de conta de Luz que com desconto vai ser de R$230 Desconto fenomenal de R$50,00. Obrigado Dilma.

    Mas eu rodo 320 km por dia (20 dias de trabalho) = 32 litros por dia. Antes pagava 2,70 o que equivale a R$ 82,00 por dia = R$1.640.

    Agora pago 3,00 por litro = 96,00 por dia x 20 = 1.920,00 por mes.

    Diferença de R$ 280,00 por mes, ouo seja eu pago uma conta de luz a mais por mês, 100%

    Qual foi a parta da reflexão que eu perdi???….”

    • “Qual foi a parta da reflexão que eu perdi???….”

      A parte da reflexão que voce perdeu e’ que voce e’ uma excecao, e nao a regra.

      De acordo com suas proprias palavras, voce roda 320 km por dia.

      A maioria das pessoas nao tem carro, de forma que o aumento do custo da gasolina sera’ dividido entre todos os passageiros do transporte publico. Em um onibus que leva 50 passageiros, o aumento sera’ de centavos.

      E mesmo entre as pessoas que tem carro, poucas rodam mais do que 30km por dia. Ou seja, ao inves de um custo adicional de R$ 280, elas terao um custo de R$ 28, que sera’ mais do que compensado pela reducao de mais de R$ 50 na conta de luz.

      Voce acha justo que toda essa maioria pague mais caro para que voce pague menos?

      E, finalmente: lembre-se que as duas coisas nao estao ligadas. No pior cenario, voce poderia ter um aumento da gasolina sem a reducao na eletricidade.

        • Edu, eu cantei essa bola antes do teu post, antes da imprensa, antes do PSDB, e digo o seguinte:
          a conta é mais complicada do que sua aritmética simplória tenta explicar, porque envolve percentuais de impostos diferentes, aplicados sobre valores diferentes, quais sejam, energia elétrica e combustíveis.
          Você considerou isso?
          Eu não vi.

          Exemplifico:
          50% sobre 1000 = 500
          25% sobre 2000 = 500

          Acho que entendeu, não?

          • Esse Décio deve ser um “jênio” igual ao Serra.
            Há anos que estudo Direito Tributário, inclusive ICMS; e tributaristas, juízes, doutrinadores, professores, políticos, todos debatem e não chegam a um consenso, e o “jênio” equaliza tudo em duas linhas. Faz-me rir.

          • Eu não tirei de lugar nenhum, não pretendi que os números fossem tomados como verdadeiros.
            A intenção foi apontar para a dificuldade em estabelecer essa relação de números.
            E fui claro, quando disse, “exemplifico”.

            Mas, uma coisa é certa: se o governo vinha subsidiando o preço dos combustíveis, com o intuito de “segurar” a inflação, com a alta de preços, a pressão sobre esses subsídios diminuiu.
            Além disso, não podemos esquecer que a adição de álcool à gasolina aumentou de 20, para 25%.
            O que quer dizer, isso?
            Mais alívio nas contas da Petrobrás, “gracie, Dio”, que vem sendo politicamente utilizada pelo governo.

          • Ah, bom… A Petrobrás está falida mesmo, não? Qualquer hora explico aqui o “estado falimentar” da maior empresa brasileira, com um ativo recém-descoberto que a fará se tornar a primeira do mundo. Será que não entende que querem retomar o poder pra fazer negócios multitrilionários com essas empresas como fizeram durante a privataria? Quebram o país de novo e aí o PT pode até retomar o poder, quando estiverem montados em suas montanhas de dinheiro. Aliás, o tamanho das empresas desses ladrões se deve a que estavam no poder durante a ditadura e até o governo FHC. Se conseguirem tirar Dilma, voltarão a pôr as mãos no patrimônio publico e a Folha, garanto, não vai ficar soltando escândalo nem verdadeiro todo dia, quanto mais falso. Mas não esquente. Estou aqui pra impedir que panacas como você entreguem o Brasil de novo pra esses chacais pra eles te roubarem – também.

          • Tá certo, Edu, se você acha que dá pra discutir nesses termos, eu acho que não.
            Fique com a última palavra.

        • O “jênio” Catão de Atibaia vai usar e abusar dos números, pois para ele, assim como para os amos tucano-pefelês, o importante são os números que eles, udenistas, inventam ao sabor das marolas. Enquanto isto as pessoas são meros detalhes para eles tucano-pefelês.

      • Argumentar com essa gente, Foo, é perda de tempo. Seus raciocínios, tal qual os habitantes da Alemanha(parte deles) foram embotados pelo martelamento diário da mídia partidarizada. Sofrem, e não sabem , ou sabem e não ligam, lavagem cerebral diariamente.
        Suas percepções críticas são tão “profundas” que partem de um exemplo pessoal para a partir daí exarar um veredito. Como fosse possível atomizar todas as consequências de uma medida governamental que atinge a todos, indistintamente em graus variados de intensidade.
        Em suma: a honestidade intelectual mandou lembrança.

          • Mas o Catão de Atibaia é um grande especialista em economia. Nessa economia do Catão de Atibaia, as pessoas são meros números e sem importância.

            A economia do Catão de Atibaia, afinal de contas é igual à economia do Nosferatu Cerra e do finado FHC.

        • Bem lembrado. Era aumento de gasolina por qualquer motivo no governo FHC, quando tivemos o maior aumento na conta de energia. Gastamos pouca energia para evitar o apagão e tivemos de pagar a diferença pelo que não gastamos. Será que estava vinculada uma coisa à outra?

      • Mister foo, dizer que só quem tem carro sentirá o aumento e desconhecer leis de mercado. Se o aumento das passagens de önibus aumentarem míseros centavos, os fornecedores de mercadorias que usam transporte rodoviário aumentarão os produtos em 6% ou mais.
        Não ensinaram isso na escola de economia?

        • É risível (e até revoltante) ver os burguesóides Ramiza e Guilherme, adpetos do neoliberalismo selvagem concentrador de renda, “com pena” dos usuários de transporte coletivo. Quanta hipocrisia!

      • Engraçado… O que leva os alimentos de um canto a outro no Brasil? A é… São caminhões… O que leva o povo pobre de um lado a outro.. A é.. São ônibus.. Esses veículos são movidos a que? Enegia Solar? Fisão Nuclear? Ou diesel, que teve aumento também… Ou vocês acham que as empresas irão arcar com os custos? Pensem um pouco minha gente… Todo mundo vai pagar essa conta…

        • Uma pergunta: o peso do combustível na formação de custos dessas empresas é de 100%? Não? Ora… Quanto pesa? O aumento foi de 4% na bomba, ainda que muitos postos provavelmente não venham a repassar nem um centavo por conta da concorrência. O aumento foi de 4%. Desde 2005 não tinha aumento. Não dá pra calcular um aumento de 1% no preço da tarifa de ônibus. Passaria de R$ 3 para R$ 3,03 no caso do repasse de 1%. Se forem 2%, o repasse seria de R$ 0,6 em vez de R$ 0,3. Que foi, não pode aumentar combustível em seis anos e junto com queda de 32% na energia elétrica? Com todo respeito: vá se catar.

          • Eduardo , estatisticamente , os gastos de uma família brasileira com transporte , estão em 15% e os de energia , em menos de 1% .
            Baseado neste fatos , o impacto negativo da redução de energia versus o impacto de aumento das tarifas passa a ser uma obviedade matemática .
            Não tem como mudar a realidade .

          • Edu,

            Pergunte ao nosso amigo Guilherme qual peso do extorsivo pedágio em SP na composição do frete.

            Afinal ele não vai reclamar??????

            Tenha paciência,

          • O Vítor, só se vc ganhar R$100.000,00/mês e ter uma continha de r$1.000,00. Aí sim 1% é possível. Mas ”eu” ganho R$3.500,00 e minha conta é de + ou – 245,00… são quase 8%… me desculpe, mas não ataque minha inteligência.

            Douglas Quina
            Mogi Guaçu – SP

        • Pois é Guilherme, não somente alimentos, como remédios, vestuários, tudo que precisa de transportes, aqui em São Paulo ficou tudo muito caro devido aos aumentos de posto e preços de pedágios, isso não vi ninguém se manifestar ou reclamar, pagam e pronto. Pior, esse dinheiro do pedágio está escoando para onde?. Não está sendo investido, pois aqui em São Paulo está totalmente abandonado. Você tão preocupado com a alta da gasolina não se preocupa com os excessos de pedágios?

      • Foo, no pior cenario o apoiador de não-sei-o-quê teria um governo abarrotado de gente engravatadinha, barbeada, cheirosa, de terno feito sob medida, falando inglês e tirando o sapato na hora de entrar nos outros países, e se entregando e entregando tudo o que é nosso para o tio sam e asseclas e teria o aumento da gasolina e da eletricidade também, tal qual a cemig tá querendo fazer.
        E certamente estaria feliz, muiiiiiito feliz…..ai ai ai, é de doer….

    • Agora imagine se a conta de luz não tivesse baixado?? Aí sim vc estava ferrado. O governo Dilma não é irresponsável. Não iria segurar artificialmente o preço da gasolina. Abaixa o preço que pode ser abaixado e dá o aumento necessário que a gasolina precisa, inclusive por estar há tanto tempo sem aumento. Pense com a cabeça, não só com o bolso.

    • rapaz ,o Foo respondeu muito bem, mais acho que você não deve ter entendido, pois a sua argumentação é de uma pobreza intelectual que chega a beirar a demência.

    • Nas férias encontrei um conhecido em SC que é gerente de banco no RS, enquanto abastecíamos os carros. Ele comentou que hà alguns anos ele gastava 1 salario mínimo para vir e ir ao RS. Hoje ele gasta meio salario e paga pedágios para fazer o mesmo trajeto. Digo que se o Lula tivesse continuado a politica de preços dos combustiveis hoje pagariamos entre4,50 e 5 reais no mínimo por litro de gasolina.

    • Tentar argumentar com baratas é perda de tempo. Vou usar a postagem desse “apoio liberal” para mostrar para meus alunos como NÃO SE FAZ UM RACIOCINIO ECONOMICO.

    • Ou vc errou a conta ou fez de propósito: o que vc pagava ( hipoteticamente) antes seria 32×2,70 = 86,40 que ao mês daria 1728. Dando para o atual uma diferênça de 192,00 e não 280,00 como o Sr cita.

      Como podemos ver o diabo não é tão feio quanto o Sr pinta.

      Sds.

      • Fala isto para is da regra, quando o frete das mercadorias for repassado para o custo dos produtos. Sua falta de paciência não apaga a inverdade embutida em suas afirmações

    • Primeiro que não deve ser verdade que use 320 km viagem 20 vezes ao mês, mesmo sendo verdade, pessoas nesta condição, não representam nem 1% da população, quando trabalham com carro assim geralmente quem paga são as firmas. Segundo que a gasolina não tinha aumento real desde 2005 na petrobrás, me lembro quando Lula entrou o preço que pagava por litro era 2,39, calcule a inflação desta época deve ser quase 100%, se a gasolina não aumentasse, que já era previsto pelo BC, no boletim focus .A gritaria seria que o governo prejudica os acionistas não aumentando o preço da gasosa. Dilma está pensando na maioria, diminuindo o preço da energia beneficia toda população, arrecada menos impostos, mas , da competitividade para nossas indústria que aliás poderia ser maior não fosse os governos tucanos com seus ICMS de 30%. O caminho é esse, juros mais baixo, tarifas mais baixas, pense se os pedágios das rodovias administradas pelos tucanos não fosse tão alto, se não tivesse que pagar taxa de licenciamento de automóveis, também invenção dos tucanos e assim por diante. Eles aumentam o custo Brasil.

    • Pera aí… 320km por dia? Taxista? Não? Pois então meu caro, use um pouco de bom senso e converta seu veículo, aliás bem gastão, para o GNV e seu custo por km será de 50% dos atuais. Numa conta bem simples em 4 meses a conversão será amortizada. E se vc roda 320km por dia, como é que sobra disposição para pensar?

      Douglas Quina
      Mogi Guaçu – SP

      • Boa, Douglas. É por isso que ele fez as contas erradas. Mas não desanime, Apoio Liberal. O cerra (minúsculo mesmo) também não sabe resolver uma simples questão de regra de três.

      • Douglas, meu caro, você espera realmente que o sujeito saiba o que é “amortização”?
        Ficou maluco?
        Pergunte a ele quanto é 1/3 + 2/5 que ele entope.

    • Apoio ao Liberal,

      Tem algo errado nesta conta pois você mesmo informa que gastava R$ 1.620,00 e o preço vai subir em média na bomba em torno de 4,4%.

      Portanto o seu custo final será de no máximo R$ 1.691,28 e não R$ 1.920,00 como você alega. Qualquer coisa diferente disto cabe chamar a poliícia ou mesmo a ANP.

      Outra coisa quem assina como Apoio Liberal não poderia reclamar pois os liberais de plantão (Miriam, Merval…) defendem desde o ano passado um aumento bem maior do preço dos combustíveis.

      Para finalizar lembremos que nem toda população anda de carro mas todos consomem luz. Antes de você falar do ônibus alguem acima já explicou a tarifa.

    • Então você deve ficar revoltadíssimo com os tucanos, se mora em São Paulo, deve gastar 3 X mais de pedágio, pior, pedágio você não está gastando nada, ao contrário da gasolina, apenas paga sem retorno nenhum, pois as estradas continuam uma b….revoltante não? porque não vai até o blog do Noblat para reclamar dos tucanos, pois, eles são todos comparsas. Detalhe: já perdi a conta da alta de preço dos pedágios nesses anos. Outro, tem pedágio até para ir ao Alphaville, tem no rodoanel, que pouco os tucanos vão colocar pedágio na porta de casa.

  • Tudo o que está acontecendo é por ausência de um marco legal para a mídia. A presidenta Dilma tem que abrir os olhos e enviar ao Congresso o que foi discutido amplamente na Conferência de Comunicação, ainda no governo do presidente Lula. Ou se coloca rédeas na mídia ou não demorará o golpe, não custa lembrar que o STF e PGR estão do lado da mídia, haja vista a busca constante da oposição ao judiciário, ou seja, judicializou a política. Agora até a roupa que a presidenta veste num pronunciamento à nação o PSDB recorre ao STF. O terreno está minado!

  • É, Edu, os lances patéticos dos do contra não resiste a mais simples lógica matemática. Se resta então que eles entrem no Supremo contra a matemática!
    hoje aqui no Rio vai ter um debate quente na ABI. Dirceu, Miro Borges e demais blogueiros sujos. A parir de 19 horas. Pena que você não pode vir.

  • Acabei de ver o jornal da Globo, o das 13:30h, foi destaque o aumento da gasolina, deram mais tempo a esta noticia do que quando a Dilma anunciou o desconto da EE, é pura propaganda negativa, é noticia política, quando é bom escondemos, quando é ruim para o consumidor damos destaque, é assim que o Millennium decide e é assim que fazem.

  • Apenas complementando, se me permite, o impacto positivo da redução de 32% da energia na geração de um produto (emprego+consumo) é exponencialmente superior aos 4% adicionais ao custo para transportá-lo.

  • Eduardo, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

    Claro que os demotucanos tentariam associar. Infelizmente, as coisas vieram juntas, mas são independentes.

    Mesmo assim, não creio que se pode afirmar que a variação do preço de combustíveis impacta menos a economia do que a variação na conta de luz. Essa afirmativa precisaria ser verificada.

  • Caro Eduardo
    Não tenha dúvida, isso é o óbvio, o aumento veio em um momento inoportuno.Deveriam ter esperado mais um pouco.A mídia e a oposição irão deitar e rolar no tema. Foi uma falha, que os blogues não irão sanar. A redução do preço da energia ficará nas minguas junto á nefasta mídia e seus seguidores.
    Esse impacto será aproveirado magistralmente pela oposição.
    Isso tudo é ingenuidade.A Dilma tem que saber que ela está lidando com o que há de mais temeroso na espécie humana, a ganância dos 1%.
    Saudações

  • Então analisemos esta situação sob a ótica da realidade :
    – O próprio governo é que difundiu a preocupação com os níveis dos reservatórios e o risco do racionamento , tanto que tiveram que acionar todas as térmicas para garantir a demanda .
    – Uma rapida analise das contas governamentais , demontra inquestionavelmente que o governo há quase 10 anos não consegue investir aquilo que planejou na area elétrica ( alias , em todas as areas ) . Some-se a isto a falta de gerenciamento dos projetos , como nos casos em que geradoras estão prontas para operar , mas as linhas de transmissão ainda nem sairma do papel .
    – A redução das tarifas de energia impostas pelo governo , demandarão um aporte de dinheiro publico da ordem de R$ 8,4 bilhões . Por acaso isto não afeta investimentos e n]ao seria uma conta de seis por meia duzia ?
    – Por acaso o aumento de combustíveis não ira gerar nenhum aumento nos produtos em geral e no custo de vida ? Por acaso ele não ira influenciar toda a rede de transportes , seja de mercadorias , seja de pessoas ? Ignorar ou desprezar estes fatos para tentar manter a pose é hilario .
    – Existe sim uma preocupação enorme do governo com a inflação , a ponto de Mantega ter solicitado , e ser atentido , a não implementação de reajustes nas passagens do transporte publico .
    – Se de fato , como disse o Eduardo , o aumento da gasolina não tivesse nenhum impacto sério na inflação , então porque o governo levou 7 anos para tomar a decisão , com o custo altissimo para a Petrobras e a area de petróleo brasileiro ?

    Então , devemos entender ,tanto pelo texto do Eduardo e pelos comentários , de que a mídia deveria se abster de expor a realidade a seus leitores e também fazerr parte da representação politiqueira do ” me engana que eu gosto ” ?
    É justamente por estas posturas fantasiosas e radicais , que o petismo e as esquerdas não conseguem enganar ninguém em relação ao seu desejo de controlar a todo custo a mídia . O texto acima e os comentários são um ato de autodelação .

  • Até acho que a tese de que o governo estaria “dando com uma mão ao consumidor e tirando com outra” é um pouco forçada, mas o seu exemplo para refutá-la também o é, pois ao dizer que 98% dos brasileiros são usuários de energia elétrica e que apenas 25% da população é proprietária de automóveis o sr. deveria deixar claro que não é 98% da população que paga a conta da energia elétrica (geralmente é o chefe da família), assim como não é apenas 25% da população que efetivamente utiliza os veículos (geralmente 2 ou 3 pessoas utilizam um único) .

  • Edu… na boa… Dilma deveria continuar o confronto e ir para a tv não para explicar (pois vai parecer estar na defensiva), mas para desmanchar, desmontar, desmascarar mais uma estratégia golpista da direita e desta mídia que deita e rola.

    Excelente seu artigo, inclusive porque muitos de nós sequer se lembrava de quando havia tido aumento na gasolina e quantos brasileiros têm automóvel. Isso é discurso para nós, só que o governo tem que ir a tv outra vez e falar isso. Ouvi de uma vendedora que Dilma abaixou a luz mas que ia aumentar a gasolina. Ela sequer tem carro mas “comprou” a idéia. Retruquei-lhe que há cinco anos (são sete) não havia aumento e ela então lembrou que realmente não via aumento da gasolina por “um tempão”.

    Em tempo: A conversa do Franklin com a Dilma vai dar caldo? Dilma acordou e deixou seu “complexo de vassalagem” para com seus senhores latifundiários midiáticos?

    Deixará de ser uma boa gestora para se tornar uma presidenta de fato?

    Em tempo 2: Lí no “conversa afiada” do PHA lamento do Gilberto Carvalho sobre a guerra que – a médio prazo – poderemos perder diante do massacre midiático que existe para com nosso governo. Nosso governo, o Brasil como um todo, está preso dentro de uma sala de tortura, ele sequer é ouvido, nada sai dessa sala. E nossa gestora ainda acreditando no tal “controle remoto”! Faz-me rir (ou chorar).

  • Ao ver as manchetes e matérias do jornais em questão, percebi que neas não há menção à redução do custo de energia. Logo, para que a tese de “vincular aumento da gasolina à redução de energia”, uma premissa deve ser verdadeira: que aumento da gasolina não deveria ser notícia de jornal. Será?

    Não adianta jogar a tese se ela não se sustenta, se não se apresenta uma evidência além da noícia gasolina vai aumentar, completando o resto somente com retórica. Não é a primeira vez que se faz isso, mas não me espanta menos.

    • Folha de São Paulo, 30 de janeiro de 2013

      Gasolina sobe 6,6% nas refinarias hoje

      Reajuste deve chegar a 4% na bomba, estima consultoria, mas não compensa toda a defasagem com preços internacionais

      Diesel fica 5,4% mais caro; alta da gasolina é a primeira que deverá ser sentida pelo consumidor desde 2005
      PEDRO SOARES DO RIO TATIANA FREITAS DE SÃO PAULO

      Prestes a divulgar uma queda de lucro e de produção em 2012 e após meses de pressão de sua diretoria e de investidores, a Petrobras anunciou ontem um reajuste na gasolina e no diesel, que deve injetar R$ 600 milhões mensais no caixa da companhia e aliviar as perdas com a diferença dos preços nos mercados externo e interno.

      Em negociação com o governo desde o ano passado, o reajuste de 6,6% da gasolina nas refinarias da Petrobras será o primeiro com impacto ao consumidor desde 2005 -desde então o governo abria mão da arrecadação da Cide (tributo federal dos combustíveis) para anular a alta nos postos.

      Esse tributo foi zerado no ano passado, logo não pode mais compensar reajustes.

      O diesel sofreu aumento menor: de 5,4%, também nas unidades da estatal. Os novos preços já vigoram desde a 0h de hoje.

      Como a gasolina recebe uma adição de 20% de álcool (produto com preço menor) antes de ser vendida nos postos, o reajuste não deve chegar na mesma proporção aos consumidores. A consultoria CBIE estima alta de 4% dos preços nas bombas.

      Para o presidente do Sincopetro (sindicato dos donos de postos de combustível da cidade de São Paulo), José Alberto Gouveia, o aumento dos preços ao consumidor será “muito próximo” do percentual de reajuste na refinaria.

      O Sindicom (sindicato nacional das distribuidoras de combustíveis) também diz que haverá repasse.

      Segundo a Petrobras, “o reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo”.

      O CBIE, porém, estima que ainda haja defasagem em relação aos preços internacionais. Antes do reajuste, a gasolina tinha uma diferença de 15%, e o diesel, de 24%.

      Adriano Pires, sócio da consultoria, diz que o aumento veio para dar uma “boa notícia ao mercado”, pois o lucro deve cair 15%, e a produção 3%, em 2012. O balanço sai na próxima semana.

      Desde 2012, a Petrobras amarga fracos resultados e sua presidente Graça Foster negociava intensamente com o governo o reajuste.

      Para Pires, o aumento só foi possível agora porque houve queda do preço da energia elétrica, que trará alívio à inflação e compensará o aumento da gasolina.

      “O governo sangrou a Eletrobras [que vai receber menos pela energia gerada] para salvar a Petrobras.”

    • Este cara voltou???????
      Meu Deus, Rodrigo Leme???, Abel Botelho????, só está faltando o tal Campineiro…ou será que este também voltou com outro nome???

    • Pare de conversar besteira. No tempo de FHC os aumentos da gasolina ocorriam toda semana, e você ficava bem caladinho, não dava um pio, fingindo não ter sentido os vários trancos que tomava toda semana. Agora, um reajustezinho em sete anos, e você fica todo amuado.

    • Eis que o homônimo e o heterônimo do Rodrigo Leme voltaram das trevas tucanistícas para trazer muita sabedoria udenista.

      Este heterônimo Rodrigo Leme tem como mentor o Nosferatu Cerra, é por isto que ele voltou para afiançar que ele e outros udenistas são especialistas em economia e que continuam tendo a razão ao seu lado!

  • Não há causalidade, há sucessão. Essa é a afirmação do blog.
    Para mim, pouco importa se é um ardil do governo ou se é mera coincidência.

    O aumento nos preços dos combustíveis é totalmente necessário. O que o governo faz com a Petrobrás é criminoso. Sua forma heterodoxa de controle da infração não pode acabar bem. Quem não a acredita, pode estudar o governo Geisel.

    Quanto à redução da energia elétrica, ninguém seria contra. Mas nesse governo o populismo é a raiz.. E lá foi o Tesouro estuprado em quase 9 bilhões por ano. O limite da redução deveria ser neutro, ou seja, sem custo para a viúva.

    Por fim, político é tudo igual. A redução da energia elétrica foi comemorada em cadeia nacional, no melhor estilo demagogo: “Brasil, agora vai”. Já o aumento nos combustíveis deu-se na calada da noite, como quem rouba.

    • Realmente, é criminoso descobrir uma das maiores reservas de petróleo do mundo e não aumentar o preço da gasolina desde 2005. Legal é deixar o país ter que racionar energia por um ano por falta de investimentos, né?

      • Eduardo , a tua afirmação em absoluto tem alguma conexão com a realidade e os fatos .
        Em primeiro lugar , o governo petista não “descobriu ” o pré sal . Este é um processo , como em qualqure prospecção de Petróleo no mundo , que teve inicio anos antes em função de estudos geologicos da area . Por outro lado , o fato de o governo ter segurado o preço da gasolina por todo este tempo , gerou atrasos irrecuperáveis na capacidade de investimentos da Petrobras e , por consequencia , atrasos nas receitas e na disponibilidade dos derivados do pré sal . Isto sem entrar muito no mérito de mais uma das inúmeras fanfarronices inconsequentes de Lula , no caso a afirmação sobre a autosuficiencia de Petróleo .
        Alias , caso voce tenha interesse , de uma estudada na evolução dos custos de extração e da quantidade de barris extraidos pela Petrobrás e compare os ultimos 11 anos com os 8 de FHC . Se de fato o fizer , irá constatar que , nos 8 anos de FHC , a média anual de aumento de extração foi de 7,4% , com média de aumento de custos de 4,3% , enquanto nos 7 primeiros anos de Lula , a média de aumento de extração foi de 4,3% e de custos de 6,4% . Desnecessário explicar né .Alias , interessante frisar também que , desde 2009 , a Petrobras simlesmente tirou do seu site e não disponibiliza mais , os dados mensais e históricas de extração .
        Estranho não ?

    • Caro, Varterlei, Deve ser de seu conhecimento que o mundo vive a sua maior crise econômica desde 1929. OS países ditos,centrais, estão com suas economias cambaleantes (Europa/ USA e Japão) .A medidas ,inicialmente, ortodoxas,agravaram ainda mais , ou seja, combater a crise com recessão e desemprego .Muitos governos estão flexibilizando suas políticas ao perceberem q

  • Sou de Ribeirão Preto-SP, aqui a região é grande produtora de alcool, e os preços nas bombas dos postos tem uma variação de preço que chega a assustar. A 2 anos atrás eu pagava o litro da gasolina a r$ 1,70, ontem (29) eu paguei a r$ 2,64 um amento de 55% e ninguém falava nada, bastou nossa presidente dar um desconto na energia e reajustar os combustiveis para ter essa revolução toda. Esse negócio de aumento de combustivel é baboseira, serve de pretexto para a oposição fazer guerra contra o governo. Está passando da hora do enfrentamento com os poderes golpistas e essa midia sem vergonha.

  • Edu, longe de mim ir contra sua ideia de que o PIG é canalha, calhorda, idiota, etc. Que fica o tempo todo bolando matérias tentando bagunçar o governo, derrubar ministros. Eu detesto esses jornalões que são a verdadeira oposição. Rezo pro dia da Lei dos Meios seja implantada!
    Acontece que não concordo com 1% do seu texto. Até certo ponto pode sim o aumento dos combustíveis não ter impacto na maioria dos brasileiros por não terem carro, porém esse aumento dos combustíveis impacta o custo dos fretes dos alimentos, que aumenta também os custos dos transportes e assim por diante. O famoso conflito distributivo, que quem pode repassa pra frente e quem paga a conta é o final da ponta. O que não pode é a mídia ficar diminuindo o esforço que a Dilma fez em reduzir um custo, que nunca antes na história desse país, sempre subiu. Esse aumento dos combustíveis ainda deixa um enorme saldo com relação à diminuição das tarifas elétricas. E também tem aquilo que vc falou, desde 2005 não sobe o preço na bomba. A inflação dos combustíveis é zero há 7 anos! Abrs

    • Rocha, o aumento em bomba será praticamente zero. Não se esqueça que há anos que o preço nos postos é liberado – o governo controla só o preço da Petrobrás para as refinarias. Assim, empresário que visse espaço para aumento já teria aumentando. Mais: o peso do combustível em ônibus, por exemplo, não é 100%. Há salários de empregados, peças de reposição, deterioração do veículo etc. 4% de aumento. então vamos lá, se o combustível sobe 4% você não vai aumentar o preço da passagem – ou do frete, da corrida de táxi etc. – em 4%. Digamos que 1/4 do custo (exagero) do transportador seja combustível. Se assim for, em uma passagem de R$ 3 subirá quanto? Pode ser 1%? Ok, passagem com aumento iria de R$ 3 para R$ 3,03. TRÊS CENTAVOS!!?? Sim, só isso. Como aumentar isso? Não haverá aumento. Até porque, a concorrência entre os postos fará muitos não aumentarem nem um centavo. Pare de colaborar com esses canalhas, companheiro

      • BeloHorizonte de A A Z

        Reajuste da gasolina chega às bombas e pega motoristas da Capital de surpresa

        janeiro 30, 2013 RedaçãoBH, Destaques do Dia, Notícias, Últimas Notícias

        Menos de 24 horas após o anúncio de reajuste no valor dos combustíveis nas refinarias, o aumento já chegou às bombas de vários postos de Belo Horizonte e, em alguns deles, já atinge 7%.
        ———————
        Parece que vcs nem conhecem os brasileiros. Acham que porque o ministro da fazenda disse que “acha” que o aumento nas bombas seria de 4% todos concordariam.

          • Há as mesmas noticias no UOL, no Globo e no Estadao. Por favor, vamos ser partidários mas não vamos assinar atestado de ignorância. Quando foi que houve aumento de gasolina no Brasil e os preços dos insumos não aumentaram? Só não sabe disso quem tem 12 anos de idade.

          • Putz, só falta você dizer que concorrência é algo que acontece naturalmente, mesmo no ambiente dos cartéis, e dos grandes fornecedores de produtos e serviços.
            Aliás, se as leis de mercado resolvessem tudo, “NO TEMPO SUFICIENTE”, não haveriam os cartéis, e as agências reguladoras seriam absolutamente descartáveis.

  • O Governo tem consciência de que a função da Petrobras não é dar lucro a investidores, mas sim ajudar o Brasil a crescer. Por isso ficamos 8 anos com o preço da gasolina congelada e, mesmo após tanto tempo. o reajuste é muito pequeno.

    O ideal seria o Governo reestatizar a Petrobras integralmente, recomprando as ações dos sócios privados.

    Mesmo num estado “rico” como São Paulo, a riqueza é de poucos. Também em SP a proporção dos que possuem carro é de 25%. Por isso é que, apesar das senhoras de Higienópolis terem votado em Serra, Haddad venceu.

        • Peloamordedeus Locatelli , será que voce realmente afirmou que investidores/acionistas são tão sómente milionarios , nagnatas ? Haja alienação hein companheiro ?
          Mas , com um tipo de alienação como esta , fica bsttante compreensível de o porque voce acreditar nas verborragias e embromações petistas .

  • É óbvio que o aumento da gasolina não anula o desconto da luz, mas também é óbvio que estamos sendo roubados, em 3 meses a gasolina aumentou quase 30% (Em Curitiba, onde moro).

  • Se a imprensa dissesse pela ai que o governo agiu calculadamente num timing entre a elevaçao do combustivel e a reduçao do do Kwh eu nao objetaria em nada. E afinal a dilma não é tonta nem distraida.
    Mas se voce encher o saco com isso, te digo q aprendemos com o inimigo: o timing realizado entre o STJ/AP470 e
    os dois turnos eleitorais foi muito mais cronometrico e preciso, tá?

    A reduçao tem grande impacto nos custos da economia e é permanente em seus beneficios. (mas discordo em nao mexer nada na clausula de reajustes anuais que vem da privataria). A gasolina tb impacta no transporte e no indice inflacionario. O do combustivel é exigido por ser o petróleo uma commodity, nao podendo defasar-se
    em preço por muito tempo nas economias abertas. A venezuela é uma exceçao e pode: afinal tem no solo um nº pequeno de habitantes e no subsolo uns… 290 bi de BBL !! É mole?

  • Apenas lembrando á Tucanalha e seus coliformes Fecais apoiadores que, para os miseraveis e desgraçados habitantes dos estados DESgovernados pela Corja Psdbundista , haverá aumento de gasolina acrescido de aumento de conta de luz ( a despeito da redução praticada pelo Governo Federal) , patrocinado pelas concessionarias que estão nas patas da súcia do partido do Cupim ( pequena sugestão para o novo simbolo do Psdbunda , pois representa mais fidedignamente o que “fazem ” pelo Brasil ) .

    Vai ser bem difícil para os próceres da Tucanalha Verminal e de seus Golpistas Apoiadores da Midia Fajuta nativa ” explicarem ” para a população destes estados ( SP.MG.PR ) que a sua conta de Luz na realidade vai aumentar e não baixar por conta do choque de Ladrão , digo ” Xoque de Jestão ” ( escrito de acordo com os conhecimentos gramaticais da média cerebral dos apoiadores da Tucanalha ) .

    O Requiem do Psdbunda ( De onde só sai M..) está sendo entoado , e seu fim patético e previsível está mais proximo do que se esperava .

    Que Pena !

    Que pena que esta sombria cópia do Partido nazista em terras tupiniquins vai para o inferno sem antes devolver ao povo brasileiro a IMENSA RAPINA que praticaram contra o erário publico na época da Nefasta Peste Negra Tucanalha nos tristes anos de 1995 – 2002 .

    Mas ainda existe tempo para pega-los e faze-los pagar por todos os seus crimes tais como: roubo, Saque , genocidio , Traição e Golpismo , que esta Escória praticou e continua praticando contra a nação.

    Sem esquecer de sua Partner inseparável e siamesa , a Imprensa Venal.

    Não devemos separar tão enternecedor casal .

    Abatamos os dois , portanto, á bem do meio ambiente e das gerações futuras .

  • O problema não é o aumento nas refinarias, o problema é o cartel das distribuidoras e dos postos de combustíveis que ninguém entende, ora dão descontos e depois sobem abusivamente, na minha cidade Uberaba, certos donos de postos ligam e ameaçam os outros donos se não alinharem os preços para cima. Já houve investigação e nada aconteceu, são poderosos, a ganância fala mais alto, talvez a saída seria nos unirmos em cada cidade e montarmos cooperativas e abrirmos postos com preço justo.

  • Que a escória midiática se exploda… Eles já sabem que esses artifícios não surtem efeito. O que fica claro é que, certamente, existe uma ‘central de coordenação’ onde são planejados e projetados todos os lixos que serão atirados à população, na forma de campanhas diversas contra o poder instituído, a serem veiculadas por toda a mídia reacionária que, na verdade, age em bloco. Seria interessante conhecer os “túneis” que interligam Folha, Estadão, Veja, Rede Globo e demais órgãos a integrar a mídia corrupta e parcial deste país… Vai ver que eles usam para isso os próprios canais de esgoto… Isso explicaria, em parte, a qualidade do que divulgam.

  • Pois é! Os tucanos diziam que sem aumento no preço dos combustíveis a Petrobras iria quebrar. Agora que houve esse aumento irrisório eles dizem que é um absurdo. Enfim, parafraseando, “Se ficar o bicho tucano pega. Se correr o bicho tucano come”. Haja paciência chinesa com esses bichos que só voam nas asas do PIG (embora os porcos não voem!…rs).

    • Boa sacada!! A Miriam Leitão e o Serdenberg, dois que lambem as botas dos investidores o tempo todo, estavam muito incomodados pelo congelamento do preço da gasolina. Agora que houve esse reajuste (ainda por cima minimizado pelo aumento da mistura de etanol) eles vão dizer que o fim do mundo chegou e que só Zé Bolinha de Papel poderá nos salvar.

  • Desde 2005 não há aumento nos preços do setor. Até então o governo vem bancando o preço , inclusive através da CID, cujos recursos já não são suficientes para cobrir a defasagem…Esse aumento de agora só minimiza. O reajuste para equilibrar as contas deveria de cerca de 15%. A tucanalha gostaria mesmo é de ver a Petrobrás falir para sustentar o discurso privata. .

  • A gasolina tá muito barata. Ja tava na hora de aumentar. Mas foi muito pouco!
    Tinham que aumentar a gasolina p/ uns 5 reais o litro e acabar com esses financiamentos de carro a trocentas prestações a perder de vista.
    As ruas estão muito cheias. O trânsito infernal. Hoje qualquer zé ruela consegue comprar um carro.
    Pobre tem que andar é de buzão!

  • Espera aí, está dizendo que existe uma conta de luz para cada um desses 98% que possuem energia elétrica? Que bom hein. Uma casa para cada habitante. Estamos “no céu” então.

  • Simulação:

    aumento
    6,60%

    aumento bombas
    4,20%

    preço/litro
    3,00

    aumento/litro
    0,13

    tanque litros
    50

    km/tanque
    500

    aumento R$/tanque
    6,3

    tanque/mês
    5

    aumento R$/mês
    31,5

    km/mês
    2500

    Isso que não tem nada haver com a conta de luz, tem que ver que agora pelo menos isso nao aumenterá mas vamos lá…

    desconto
    18%

    valor desconto
    31,5

    valor conta
    175

    Eu e um amigo já demos nome pra esse turma, Edu!! Na verdade estamos na duvida, turminha do todinhu ou do Kinder!

    Porque a Dilma reduz a luz e aumenta o preço do kinder!! #chatiado

    HEAUHEUAEHUAEUHUEHAUEHAUEHAUE

  • Obrigado, Edu, mais uma vez, por conseguir nos explicar, de maneira fácil de entender, o por que de esta mais recente peça de propaganda política do PIG ser uma farsa.

    Até mesmo os comentários dos Contra aqui são educativos, no sentido de que é uma oportunidade de se desmontar outras falácias ou lógicas tortas. Parabéns por publicá-los e ajudar a respondê-los.

    Um grande abraço!

    Eduardo

  • Quase 8 anos sem aumento na gasolina. Nunca houve isso! Bater boca com esses indivíduos para quê? Eles só querem avacalhar. Vem ao blog com essa finalidade. Aqui no Rio se paga 2,79. E se pequisar ainda se paga menos. Há 3 dias atrás estava 2,69. Quando o governo da oposição foi derrotado, entregou o país com a gasolina a 2,39. Em 10 anos o aumento foi ínfimo. E olha que essa oposição odiosa e odienta, há uns 3 anos atrás, usou as redes sociais para conclamar o povo(deles) para um ato nacional, denunciando que a gasolina “custará(e não custaria) 5 reais em breve”. Chamá-los de quê? Irresponsáveis? Não. São muito mais do que isso.

  • Com tristeza admito que a chamada “grande imprensa” joga contra os interesses da nação brasileira. Tenho evitado ler e ouvir o que escrevem e falam. Os profissionais que atuam nesses órgãos pensam que nos enganam. Coitados, a cada dia que passa as suas contradições e fragilidades vêem à tona. Hoje em dia ler jornal, ver TV ou ouvir programa de rádio é quase um exercício de mutilação física, moral e espiritual. Na defesa da minha integridade, decidi não ler mais jornal, nem ver TV ou ouvir programa de rádio. Busco informação nos blogs do Eduardo Guimarães, Luis Nassif, Paulo Henrique Amorim e na Agência Carta Maior, entre outros da minha preferência.

  • Caro Eduardo
    Desculpe-me por escrever de novo, mas caramba, de quem foi essa maravilhosa idéia de aumentar a gasolina agora?!Idéia fantasticamente imbecil.Este não era o momento. Pessoas que eu conheço, já de ranço conservador e reacionário, já estão jogando seus venenos e engrossando as criticas contra Dilma e conra o PT. Que, aliás o fazem de qualquer jeito mesmo, mas agora com argumentos.E não adianta perder tempo com eles.Até desaprovarem o vestido vermelho da Dilma, beira a estupidez, mas com o aumento da gasolina, essa saiu fora de hora.É fogo amigo.
    Saudações em pânico

  • Na banca de jornal hoje, lendo as manchetes, um cidadão faz exatamente o comentário Pig/Psdbêmico previsível: “abaixou a luz, mas aumenta a gasolina; dá com uma mão, tira com a outra” e blá blá blá.
    Lancei contra o homem argumento semelhante ao do post, qual seja, a de que o impacto na redução da conta de luz é mais universal e tende a ser muito mais representativo do que quaisquer efeitos negativos no aumento da gasolina, realçando as suas desproporcionalidades em termos de alcance e de percentuais.
    Afinado, o sujeito me jogou na cara que o problema não é o preço dos combustíveis em si, mas o peso que ele tem nos demais preços da economia. Aumento da gasolina é altamente inflacionário, em suma.
    Seja lá como for, é um argumento. O risco de já se estar adotando esse discurso um tanto terrorista na mídia não é desprezível. Quem tem estômago para acompanhar o Pig mais de perto pode confirmar.
    Vamos ouvir muito essa conversinha, até porque faz parte da estratégia midiático-oposicionista-direitosa o papo furado do tipo “não estou preocupado com a gasolina que boto no meu carro, mas no preço do arroz e do feijão na mesa do pobre”. Me engana…
    Interessante que o mesmo homem desconversou quando o lembrei de que a redução do preço da energia elétrica também afeta – e positivamente – o setor produtivo, para o qual, aliás, o corte foi até maior.
    Se o meu interlocutor fugiu do assunto, imagine os colunistas da nossa maravilhosa imprensa!

  • Edu,

    Sabe o que eu não consigo entender porque o pig e seus escravos tucanos são contra o barateamento da energia e contra o aumento dos combustíveis. Bem diz Rui Falcão, essa incoerência é atitude nazifascista.

  • Edu apesar de cansativo, demonstro como a estratégia do Apoio o Aliança pode ser desvelada. A principio chamei de má fé, malicia, astúcia. Porem há que tirar proveito. Ele diz lá em cima as 13.49 que o preço que ele paga pela gasolina era 2,70 e agora no seu posto paga 2,99 ou seja 10,7 % de aumento.

    Então depois como tive que sair para compras passei em 3 postos. Preços da gasolina comum 2,499, 2.549 e no Extra da Anchieta em São Bernardo do Campo a comum está em 2,449 e a especial 2,549. Sim admito que eles ainda não aumentaram como já o fizeram no posto do Aliança, porem em nenhum deles está a 2,70.
    Então o Aliança que se pauta pelo livre mercado já pagava 2,70/2,549 (admito que ele use a especial como é este preço do Extra) = 5,9%. Se os 2,70 fosse o preço para a gasolina comum então comparando com os 2,449 do Extra daria 2,70/2,449 =10,2%. Ou seja essas pessoas usam argumentos cuja intenção é nos importunar. O famoso troll.

    Entretanto com a figura do sparring do pugilismo ele é nosso “contratado” para nos treinar. Possibilitam que nos defendamos dos golpes lícitos e dos ilícitos. Os lícitos de uma oposição capaz; alguém já viu algum?

    E a ilicitude, o golpe que nos aplicam nas partes “baixas” nas mais sensíveis, o nosso rigor pela diminuição da desigualdade de renda das famílias nos traz como conseqüência a certeza de que mentem ou tergiversam.

    Jamais o Extra vai aumentar os atuais 2,549 (a especial) para 2,99 ou 17,3% de aumento.
    Em nome o livre mercado que eu leio ser um valor do Instituto Millennium ou da Aliança Liberal acontece que o posto onde ele se abastece deve ficar em uma zona “nobre”. Tão nobre cujo empresário, dono do posto, livre empreendedor pode cobrar 5,9:10,2 ou até mais. Já a energia elétrica não faz distinção entre os lares dos nobres e do povo que freqüenta um Extra.

    Sim gastei o meu tempo para concluir ser difícil fugir deste maniqueísmo que ele advoga. Para ele o dístico: “Pais rico é país sem pobreza” seria “Pais rico é pais com pobreza” Pobreza que não pode pagar os 2,99 pelo litro de combustível.

  • A Congas em sp, com anuência do governo do estado geraldo, já deu 3 aumentos este ano de 2012 para o GNP residencial. …e o silêncio da mídia….

  • Eduardo, tenho uma denúncia:

    Tem tucano escondido dentro da ANEEL.

    A CEMIG conseguiu da ANEEL permissão para AUMENTAR AS CONTAS DE LUZ DOS CONSUMIDORES RESIDENCIAIS MINEIROS EM 11%.

    Em vez de pagar contas mais baixas, vai ser o contrário. Nós vamos pagar contas mais altas.

    Eu li esta notícia no chamado ”grande jornal dos mineiros”, o ESTADO DE MINAS, que estava à disposição no refeitório do Hotel Faísca, em Mariana MG, onde me hospedei.

  • Míseros 4%?????????

    Você só pode estar brincando, não é mesmo??????????

    Cara, Dilma deu com uma mão e tirou com a outra. Você sabe que não vai ficar apenas em 4%. Isso daí vai explodir na bomba! Você vai ver. E virão mais aumentos por aí. Ao que parece, esse é apenas o primeiro de uma série, porque a Petrobrás está indo pro vinagre, segundo a imprensa internacional. Não dá pra segurar pra sempre. Uma hora a corda arrebenta.

    Como se não bastasse, o fato é que a inflação está totalmente descontrolada. Vá ao supermercado, Eduardo. Você precisa fazer a feira de vez em quando. O governo não sabe mais o que fazer para estabilizar a economia. O cenário é muito preocupante! Eu pelo menos estou muito preocupado. Não sei onde isso vai dar. E, para piorar, o tal do Rui Falcão acha que tudo é invenção da imprensa. A imprensa apenas divulga os fatos.

    E ainda tem o problema Mantega, que não convence mais o mercado. Ninguém acredita nas previsões malucas que ele faz. Acorda, Dilma Rousseff!

  • Outra coisa Eduardo:

    A mídia está fazendo o maior carnaval com a história do aumento do gasolina. Mas se pensarmos bem, de certa forma este aumento será benéfico, pois tirará das ruas o excesso de automóveis. E assim, os engarrafamentos pelo menos terão menor duração. As pessoas tenderão a ser mais parcimoniosas no uso dos seus veículos.

  • Não sei se estas pessoas se lembram do ultimo aumento da Gasolina, se não estou engando foi em 2005/2006, por tanto por quanto tempo esses espertos acham que o preço da Gasolina deveria ficar sem reajuste, quem sabe por uns 20 anos ou quem sabe uns 30 anos

  • de que adianta o brasileiro ganhar mais se todas as outras coisas também aumentaram de preço????? o aumento da gasolina pode ser irrisório, mas o restante dos outros bens, custos e etc também aumentou….e mais que o salário da grande maioria….
    Não se enganem…nesse país não existem bonzinhos no governo…PT, PSDB, PMDB são só siglas de gangues, quadrilhas….o ideal político aqui não faz a menor diferença e não tem peso algum

  • Pode ser que seja cedo para afirmar que a estratégia da mídia corporativa vai mudar e para pior (até aqui nenhuma novidade, sublinho). Em razão do encontro do Franklin Martins com a presidenta Dilma, resolvi dar uma olhada nas manchetes dos jornais de amanhã. Não consegui. Entra o jornal O Globo só com a central de assinantes. Não me interessa. E algumas chamadas de notícias que são retiradas dos jornais e publicadas no Terra.Não consegui entrar em nenhum deles. Fica a impressão de que só comprando na banca para comentar.Ou tendo uma assinatura digital. Depois dizem que é um serviço de utilidade pública.
    Mas ainda sobra a TV.
    PS.: A rede de blogues independentes reage bem rápido às insanidades e provocações que tem sido a base da comunicação corporativa e isso está minando ainda mais a credibilidade dos jornalões e dos telejornais.

  • Olá Edu, boa noite
    Edu ja postei la no face sobre uma CAPA DA VEJA (FAKE) sobre um “DESVIO” perpetrado por 18 petistas e claro na capa LULA com um lenço no rosto. na manchete de capa os petistas teriam desviado 500 bilhões de dolares. poxa esta gente nao se emenda e nem sabem contar uma estória kkkkkkkkk
    se mais alguem ja recebeu este fake em sua rede social conta pra nós aki neste espaço.

  • Consegui entrar agora. Acho que foi um problema do meu provedor.Entrei em vários blogues e não conseguia entrar em nenhum jornal. Mas o Globo está (vi pela manhã) com um banner propondo um cadastramento para que o leitor possa acessar todo o jornal. Prefiro não me cadastrar , é muito controle para ficar nas mãos dessas organizações. Assim como fui uma leitora assídua e anônima quando acreditava na imprensa, assim quero continuar, mesmo sabendo que é uma ilusão. O Google tem acesso a tudo mesmo.

    • O que se precisa são números aproximados do que representa a diminuição nas tarifas elétricas e o aumento dos combustíveis x consumo. É esse o tipo de argumento que destrói o remereme da oposição. O dado que 25% da população possui veículo automotivo e 98% consome energia elétrica é perfeito, mas falta uma idéia do valor pecuniário representado por tudo isso. Algum economista, por favor…

  • Acabei de pagar R$ 2,73 no litro.

    Se a Dilma reajustar a gasolina pra R$ 50,00 (CINQUENTA REAIS) o litro eu pago feliz e ainda dou caixinha pro frentista. #ProntoFalei

        • vc paga pq vc é um idiota onde ja se viu , os maiorais pagam quanto pela gasolina , enquanto o povo continuar pagando a gasolina cara vai continuar aumentando quem tem dinheiro opde gastar a vontade mas e o pobre coitado que não tem trabalha duro pra conseguir ter um carro e sair de vez em quando agora sobe a gasolina , sobe o onibus pro trabalhador , o oleo de comida e muitas outras coisas dependentes agora na argentina eles lavam quintal com gasolina pq é mais barato que agua e isso não é mentira pq eu vi eu estava la e vi …oque acontece é que o povo deixa essa falta de respeito acontecer …..faz uma greve , ninguem compra gasolina pra ver se não abaixa

          • No final do governo FHC o pacote do melhor ARROZ na minha cidade custava R$ 12,50, com dois anos depois do governo LULA esse mesmo pacote de ARROZ, o preço caiu para R$ 6,00. no governo do FHC quem tinha 50 anos não Conceguia emprego, hoje no governo da DILMA até velho de 80 anos se quiser tem empregos pra todo mundo; que Deus abençoe o Lula e a Dima, AMEM. a única coisa que fiquei TRISTE com o Lula foi a amizade que ele fez com o CACHORRO LOUCO DO IRÃ. o resto tudo bem;

  • Desde as primeiras horas desta tarde eu venho acompanhando este post do Edu e os comentários, chega a ser cômica a avalanche de neoliberais (alguns sumidos há tempos) tentando desmerecer uma coisa pela outra.

    Veio até um avatar da Míriam Leitão com as mais urubuzentas predições.

    Não adianta, a turma da kombi perdeu de vez a compostura; O negócio é fazer espuma e mostrar ( a quem, não sei) que há “muita” gente insatisfeita (por incrível que pareça, o termo é este: insatisfeita) e que esse negócio de diminuir tarifas não vai colar, a massa (cheirosa, é claro) sabe bem o que o governo deve fazer, e o certo a se fazer só os homens probos – os daqui: http://www.youtube.com/watch?v=bjMNHP7X9n0 – sabem fazer.

    É doido, é surreal.

  • Entendo os seus cálculos mais a sua conta é de “gasolina pra carro”. O aumento foi no Diesel e também na gasolina. Toda e qualquer empresa que usa transporte rodoviário em alguma fase da sua produção ou distribuição é afetada. E a população também. Não estou defendendo o PSDB nem o Governo federal, mas o Brasil ainda tem uma das gasolinas mais caras do mundo e uma tarifa energética também. Isso implica no “Custo Brasil” que acaba por afastar investimentos no país, e por aí vai. Nenhuma alteração do macro ambiente econômico nacional tem uma causa e efeito simples (como a que você citou no texto.) esta tudo enraizado em como as tarifas e as instituições trabalham com novos cenários para (tentar) crescer.

  • Mto bem, Rafael, vc falou q temos a gasolina mais cara do mundo, bem como tarifas energéticas bastante incrementadas… Q isso agrega valores, q desembocarão no já famoso “custo brasil”. Mto bem, cara: vc não está vestindo camisas…. apenas rebatendo raciocínio, simplista. Mas, diga, lá, a gasolina não está com seu preço amarrado, desde 2005? Vc concorda q essa prática foi pra inibir índice inflacionário… Não concorda? Mas, vc se esqueceu de considerar q o valor real da energia elétrica, consumida seria de quase R$ 7,00; enqto as distribuidoras cobravam coisa de dez vezes, mais… Vc se esqueceu. Tdo bem, Vc confessou q não veste camisa, alguma e tem consciência q o “custo brasil” é criação desde antes do Ciclo do Açúcar, nos tempos coloniais, neh? Agora, explica pra gente, o q de errado no simplismo do Eduardo?

  • O que eu acho engraçado é o governo dizer que a 8 anos a gasolina nem o Diesel não sofrem nenhum, eu disse NENHUM, aumento. Bom possuo carro movido unica e exclsivamente a gasolina batizada com alcool a 6 anos e assim que comprei o carro eu abastecia o tanque a R$ 2,15, agora tem posto vendendo a R$ 3,10 aqui no rio, acho que sou ruim de conta mais isso não é um aumento de 144% em 6 anos, e o governo tem coragem de dizer que a gasolina não sofre aumento a 8 anos. Sou burro mesmo. Fora o fato de que o Diesel também era muito mais barato, e o etanol e gás natural então nem se fala, pois este último não chegava a R$ 0,90 centavos, hoje em dia tenta achar um posto que venda a menos de R$ 1,40 e seja feliz.

  • O mais engraçado disso tudo é o pessoal conformado com esses aumentos, inclusive da própria notícia.

    Não faz nenhum sentido o país que exporta gasolina barata para fora, importar gasolina nesse valor para o consumidor interno…

    Não faz sentido esse aumento absurdo! O governo apesar de controlar apenas o aumento da Petrobrás (que é 6%) o valor chega ao consumidor quase 10% (aqui em Brasília), e o governo juntamente com a ANP tem a obrigação de conter esse valor, ele tem que controlar esse aumento absurdo. O preço é livre até certo ponto.

    Eu procurei em vários lugares, e se alguém tiver condições de me explicar o porque da venda do nosso petróleo para a Argentina a R$0,50 e para o Brasil (entenda-se refinarias brasileiras) esse valor é de R$1,10 (mais que o dobro) e agora ainda aumenta.

    Podem descobrir o mundo de petróleo no país, podem haver produtores de etanol a rodo e o preço não vai baratear… Existe uma máfia muito maior por trás disso tudo, que vem desde antes do governo Lula, e que só se fortaleceu nesse período.

    Eu sempre fui contra, sinceramente a todo tipo de privatização. Mas sinceramente, tenho acreditado que esse será o melhor caminho, tirar das mãos da Petrobrás essa “autonomia”.

      • Certo sr. espertão, explica ai pra gente entao pq os outros paises vendem “commodities”, como a gasolina comprada no BR, por menos da metade do preço final que pagamos aqui?? Explica também pq o litro de gasolina no Paraguay custa menos da metade do que no BR, sendo que no Paraguay não tem 1 poço de petróleo sequer…
        Só não esquece de citar os quase 60% (sessenta.. isso mesmo….) de imposto que incide sobre a gasolina….
        ah… detalhe, a gasolina no Paraguay não é batisada com etanol pra baratear, igual a nossa aqui…….

  • 7 anos se passaram sem nenhum aumento da Petrobras, nestes 7 anos o combustível não parou de aumentar nas bombas, o preço das passagens de ônibus não pararam de aumentar, a tarifa dos pedágios (sobretudo de São Paulo, administrado pelo PSDB) não pararam de aumentar e ai?, dá pra acreditar que este reajuste de preços da Petrobras será o start do fim do mundo?.

    • Não li, mas você deve ter se enganado. Pode ser em alguma região, mas não no Brasil todo. Pena que não tenho tempo de ler. Mas se puder colar o trecho que diz isso aqui, seria interessante.

    • O cálculo é feito por domicílio, não por pessoa. 53% das famílias brasileiras não possuem carros, não 47% dos brasileiros possuem carros.

      E Edu, na sua conta aí, tem que separar as frotas de instituições, que são enormes, pois quem tem ou dirige carro da empresa não paga a gasolina! rs…

  • Era evidente que a corja midiática tentaria anular o impacto extraordinário da redução das contas de energia na popularidade do Governo Dilma usando a “tese” patética de que essa redução seria anulada pelo aumento dos combustíveis. Sem contar os argumentos já citados no post : diferença de percentuais(comparar 4% de aumento com uma redução de 18% para as residências e 32% para as empresas) e a abrangência dos dois insumos, enquanto menos de 25% dos brasileiros têm carro, 98% têm energia em casa, devemos ressaltar que os combustíveis não aumentam desde 2005 e a energia sofria aumento “velados”, não repercutidos na mídia, todo ano(quem paga conta de luz sabe do que estou falando). Portanto, o novo “palno infal[ível”(para usar um expressão deste blog, parafraseada de Cebolinha) dos coroneis eletrônicos está condenado a ter o mesmo fim dos outros planos infalíveis de outrora, levados a cabo desde sempre e em quantidade ainda maior devido ao desespero que a redução das contas de energia trouxe à direita midiática, tanto pelos óbvios dividendos eleitorais que trará para Dilma e o PT, como pela pressão que os patrões estrangeiros dos conservadores, controladores das distribuidoras de energia, fizeram em seus comandados. Novamente cabe ressaltar a urgência em democratizarmos as comunicações no país, já que numa mídia onde todas as vozes pudessem se expressar, a direita midiática veria seus tubos de ensaio golpistas desmoralizados em escala nacional.

  • Vale a pena ler no “NOVO JORNAL ” :Aécio Neves : ” PROTOCOLO DE INTENÇÕES ” criou ” CARTEL DAS EMPREITEIRAS ” . ACORDA BRASIL !!!!!! LEVANTA BRASIL !!!!!!!

    • AÉCIO NEVES? KKK eu que diga,moro em minas, e sei que o ICMS daqui é o maior do BRASIL. graças ao Sr. Aécio, ex governador de minas, tudo aqui é mais CARO que nos outros estados, esse jamais vai ter meu voto

  • Por que vocês estão assumindo a redução da Energia Elétrica a Dilma? Se nós sabemos que a redução deste valor na conta ERA UMA OBRIGAÇÃO DO GOVERNO, uma vez que os Custos de Construção das Hidrelétricas já haviam sido amortizados através das contas de energia pagas pelos povo, desde aos anos 90? É uma idiotice creditar a Dilma o fato da energia ter sido reduzida… ERA UMA OBRIGAÇÃO DO GOVERNO não renovar os contratos que permitiam tal acrescimo na conta… AS HIDRELETRICAS JÁ FORAM PAGAS E AS EMPRESAS JÁ LUCRARAM…

    Não sejam cegos!

    Élton Lima, Santo André SP!

    • Dilma nada podia fazer, assim como Lula, pois as concessões estavam vigentes. Só foi possível fazer agora porque as concessões estão vencendo. Informe-se para não sair por aí dizendo asneiras.

  • A conta é simples: se uma família gasta 100 de conta de luz por mês, passará a gastar 82,00 (economia de 18,00). Se a mesma família gasta 100 para encher o tanque passará a gastar 105,00 (acréscimo de 5,00). A família continua tendo desconto, nessa simulação, de 13% dos gastos.

Deixe uma resposta