Colunista da Folha compara clima político ao da ditadura

Crônica

Antes de adentrar no assunto que intitula o post, há que informar que hoje (19/2), por volta das 19 horas, o jornalista Paulo Moreira Leite (ex-Época e atual IstoÉ) será entrevistado por blogueiros – entre os quais, este que escreve – no âmbito do pré-lançamento de seu livro A Outra História do Mensalão. Haverá transmissão pela TV dos Trabalhadores (TVT).

Como já foi informado anteriormente, o livro terá lançamento oficial nesta quarta-feira (20) e, apesar disso, sua primeira edição já está esgotada. Para tanto, a editora da obra, a mesma Geração Editorial de A Privataria Tucana (o maior best-seller político brasileiro do século XXI), adotou a estratégia de seu lançamento anterior: divulgação pela blogosfera e redes sociais.

Mas o que o lançamento dessa obra imprescindível (por contar, como diz seu título, uma história do julgamento da Ação Penal 470, vulgo “julgamento do mensalão”, que os grandes meios de comunicação esconderam) tem que ver com o título deste post?

Uma das razões do sucesso antecipado do lançamento da Geração Editorial, além da estratégia de enviar “bonecos” da obra aos blogueiros que a divulgariam, foi conseguir um prefácio de potencial cataclísmico, elaborado por um dos mais importantes colunistas do jornal Folha de São Paulo, o dito “decano do colunismo político brasileiro”, Janio de Freitas.

Ao lado de Paulo Moreira Leite, Freitas foi uma das raras vozes da grande imprensa brasileira a detectar e denunciar o processo kafkiano apelidado de “julgamento do mensalão”, em que, a exemplo da obra de Franz Kafka, alguns dos acusados até hoje não sabem do que foram acusados e, muito menos, por que foram condenados.

Apesar de o livro conter análises meticulosas de Moreira Leite sobre os excessos, omissões, invenções e distorções do juízo em questão, o prefácio de Freitas é estrondoso porque sua isenção política e sua seriedade profissional são reconhecidas inclusive pelos colegas da grande imprensa.

O colunista mais antigo da Folha costuma sintetizar sua carreira lembrando que perdeu muitos leitores no governo José Sarney por suas críticas a ele, assim como perdeu outros tantos durante os governos Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso e Lula, pois, como jornalista, nunca deixou de fustigar o poder, mas sempre com responsabilidade e serenidade.

A poucas horas da entrevista coletiva com Paulo Moreira Leite, dei-me repassar o “boneco” da obra que me enviou a Geração Editorial e, ao reler o prefácio de Janio de Freitas, deparo com um ponto do texto que me havia escapado e no qual ele compara o clima político vigente no país ao que vigeu durante a ditadura militar.

Textualmente, Freitas alude a “Uma carga de ódio e ferocidade não perceptíveis desde a ditadura”. Como Moreira Leite, o prefaciador aponta o risco para a democracia que envolve a transformação do Supremo Tribunal Federal em instrumento político de um setor da sociedade e dos partidos políticos que o representam.

Vale a pena a leitura, abaixo, do prefácio de Janio de Freitas para A Outra História do Mensalão, lembrando que a obra começa a chegar às livrarias nesta quarta-feira 20 de fevereiro, ainda que grande parte da primeira remessa, se não toda ela, já esteja comprometida com as encomendas antecipadas.

*

Quase o mensário do mensalão

Por Janio de Freitas

Desde 2005, portanto desde o começo, Paulo Moreira Leite acompanha como jornalista tudo o que se passou a pretexto do mensalão que nunca foi sequer mensal, quanto mais mensalão.

Está dito ali em cima: “como jornalista”. Parece um registro banal, equivalente ao que seria dizer, em outras situações, “como engenheiro”, “como advogado”, “como médico”, e qualquer outra identidade profissional. No caso, porém, “como jornalista” tem um peso especial.

Antes de ser a Ação Penal 470 sob julgamento no Supremo Tribunal Federal, o chamado mensalão já estava sob uma ação penal. Executada na imprensa, na TV, nas revistas e no rádio. Uma ação que mal começara e já chegava à condenação de determinados réus.

Não participar dessa ação penal antecipada deveria ser o normal para todos os jornalistas. Não foi. Isto não quer dizer que os fatos denunciados não fossem graves, nem que entre os envolvidos não houvesse culpados pelos fatos e pela gravidade.

O que houve nos meios de comunicação foi o desprezo excessivo pela isenção. Os comentaristas, com exceções raras, enveredaram por práticas que passaram do texto próprio de comentário jornalístico para o texto típico da finalidade política, foram textos de indisfarçável facciosismo.

Essa prática foi levada também para a internet, onde, porém, os jornalistas profissionais não estão dispensados de sujeitar-se aos princípios universais do jornalismo. O vale-tudo (ainda) permitido na internet é uma espécie de orgia romana das palavras, um formidável porre opiniático. Nada a ver com a relação entre fato, jornalismo e leitor/espectador/ouvinte.

Paulo Moreira Leite ficou como uma das raras exceções referidas. Inclusive na internet. Embora, quando escreveu os artigos deste livro, estivesse na revista Época, todos foram feitos para o seu blog “Vamos combinar – Paulo Moreira Leite”.

Cedo, já no relatório entregue pela Polícia Federal ao Ministério Público, constatara a disparidade entre as acusações até ali divulgadas e as provas obtidas na investigação policial: aquelas eram bem mais numerosas do que estas.

Discrepância que assumiu também outras formas, inclusive nas relações entre ministros-julgadores, e veio a ser algo como uma constante no julgamento da Ação Penal 470. É dessa matéria-prima que vem este livro.

O blog do Paulo chegou a aumentar a “audiência” em 500% de um dia para o outro. Sucesso que tanto diz a seu respeito como diz dos meios de comunicação convencionais.

Mas não foi a experiência de correspondente brilhante em Paris e em Washington, nem o trabalho inteligente de repórter e em cargos de direção na Época, na Veja, no Diário de S. Paulo que fizeram tal sucesso. Foi, primeiro, o olhar permanente, como ele diz, “com curiosidade e com desconfiança”. Depois, não ter medo pessoal e ter independência profissional para expor o que e como viu os fatos e sua tessitura.

Há um preço alto a pagar por isso. Ao lado da compreensão e do aplauso de muitos, a reação dos desagradados com a veracidade jornalística tem mostrado, no decorrer da Ação Penal 470, uma carga de ódio e de ferocidade não perceptíveis desde a ditadura.

Seria mais um efeito do modo prepotente como o julgamento foi impulsionado?

Concluída a fase das condenações, Paulinho – como é chamado pelo saldo de carinho ainda existente nas redações – mudou-se da Época para a IstoÉ, e seu blog passou do site de uma revista para o da outra.

Este livro começou no blog e continuará nele. Sob seus olhos, tenho certeza.

* Janio de Freitas firmou-se como um dos mais importantes jornalistas brasileiros na década de 1950, ao realizar uma reforma no Jornal d Brasil que seria imitada até pelos concorrentes. Em 1987 Janio ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo graças a uma reportagem que comprovou um acerto de empreiteiras na licitação da Ferrovia Norte Sul. Em 2012, ano em que completou 80 anos, Janio de Freitas publicou na Folha de São Paulo uma série de artigos que se tornaram leitura obrigatória durante o mensalão.

84 comments

  • Os petistas/socialistas/comunistas se recusam aceitar o processo democrático que permite todas as tendências políticas, inclusive a do capitalismo! No entanto, acomodados em empregos públicos com salários pagos pela nação, não titubeiam em exibirem ostensivamente suas convicções radicais – vide como sabem usar da liberdade para hostilizarem a blogueira Ioani Sánchez! Estes simulacros de manifestantes são tão obtusos nos seus raciocínios, que nem por um momento refletem que isto não é possível em Cuba! Para os petistas/socialistas/comunistas/obtusos é muito fácil falar em divisão de riquezas quando não se tem o que dividir, ou alardearem afirmações de que em Cuba crianças não morrem de fome. Quem garante? Na realidade, em Cuba as crianças são assassinadas posteriormente, i.é, quando ficam adultas e passam a defender os seus direitos de viverem em liberdade! E pode ser confirmado! Esta postura ridícula lembra uma piada antológica: a daquele comunista que dividiria tudo! Dividiria sua casa, seu terreno, seu automóvel, enfim, tudo! Só não dividiria galinhas! Ora, mas por que não dividiria galinhas? Porque ele tinha galinhas! Estas considerações foram colocadas para revelarem a maneira dissimulada como está sendo tratada a aceleração das obras do PAC! Num primeiro momento, os petistas/socialistas/comunistas/obtusos só falavam em estatização, estatização e estatização! Num segundo, já conscientes de suas incompetências, somente fariam as concessões das rodovias aos capitalistas (leia-se privatizações), desde que os pedágios fossem de 10% até 14%! Como os capitalistas ignoraram, os petistas/socialistas/comunistas/obtusos/incompetentes aumentaram de 12% a 17%! Mais, concederam recursos do Programa de Sustentação de Investimentos; o BNDES oferecerá empréstimos pontes; a carência dos primeiros pagamentos foi aumentada de 3 para 5 anos; e mais, muito mais, os prazos das “concessões” para os capitalistas foram de 25 para 30 anos, o mesmo aconteceu nas “concessões” das ferrovias, i.é, os prazos foram ampliados de 30 para 35 anos! Em síntese, os petistas/socialistas/comunistas/obtusos/incompetentes vergonhosamente foram obrigados a “abrirem suas preciosas pernas” para os mais competentes! Provas cabais de que os petistas/socialistas/comunistas/obtusos/incompetentes são realmente incapazes de realizarem aquilo que só existe dentro das suas pequeninas cabecinhas, que apelidaram de ideologia! Isto não quer dizer que o capitalismo seja melhor ou pior do que o obtuso e incompetente petismo/socialismo/comunismo! Quer dizer tão somente que o petismo, socialismo ou o comunismo são logros dos que somente falam e nada fazem; dos que dividem o que é dos outros; dos mentirosos do PT, um partido marcado pela corrupção e pelos enganadores do povo que governam esta nação! (*)
    (*) uma referência explícita ao Lula, o grande Pinóquio desta geração!
    Eugênio José Alati, e-mail: eugeniojosé[email protected]
    Em tempo I: : os índices de popularidade da Dilma começarão a cair!
    Em tempo II: no princípio, eu consultava os comentários sobre os meus textos. Depois, desisti devido à ignorância com que o faziam. A grande maioria é prolixa, não sabe escrever, é confusa, não tem argumentos e muito menos educação. Assim, se algum petista educado e com argumentos, o que vai ser muito difícil, desejar refutar minha opinião tem à sua disposição o meu e-mail. Será um prazer!

    • Mesmo assim, a cada eleição vocês apanham que nem cachorro magro na porta de açougue, do velho e bom PT. e Vão preparando o lombo, curando as cicatrizes das surras pretéritas, porque em 2014 vai ser uma coça, daquelas de criar bicho, seus perdedores.

    • o cara é prolixo, não sabe escrever, é confuso, não tem argumentos e muito menos educação. e diz que os outros são prolixos, não sabem escrever, são confusos, não têm argumentos e muito menos educação. vou ali reler o meu freud e já volto.

    • Chora 4%, o tempo de vcs acabou. Só lhes resta estas baboseiras que escrevem. Vcs, lambe botas de milicos e adoradores de privateiros, não percebem o quanto somos democráticos por permitirmos que suas “idéias” (!?) sejam expostas aqui, coisas que vcs autocratas não permitem.

    • Que é isso ?????Surtou ?Que texto tendêncioso ….Quem não aceita diversidade de opiniões ?Em que país o sehor vive …não sabe separar as coisas ?E quem te garante que em Cuba as crianças não são nutridas e não dormem nas ruas?,que a medicina não é avançada ?O sr é historiador ?Estuda o governo ?Seu discurso é bem ianquezinho…..Pinóquio é o senhor .Tanto que aqui é Democracia ,pois se assim não fosse, Lula e Dilma já teriam calado a mídia e ponto final….Eugenio Jose ,tome tenência

    • E ainda ofende gratuítamente …parece mais um cidadão da Casa Grande….Argumento de pessoas arrogantes:

      “Em tempo I: : os índices de popularidade da Dilma começarão a cair!
      Em tempo II: no princípio, eu consultava os comentários sobre os meus textos. Depois, desisti devido à ignorância com que o faziam. A grande maioria é prolixa, não sabe escrever, é confusa, não tem argumentos e muito menos educação. Assim, se algum petista educado e com argumentos, o que vai ser muito difícil, desejar refutar minha opinião tem à sua disposição o meu e-mail. Será um prazer! ”
      Responder

      Sinhôzinho ,perdoe nóis zi fio……

    • Não há petista no desgoverno de São Paulo, por isto o estado vai de vento em popa. Não há nenhum caso de aparelhamento e nem de corrupção, pelo menos que saia no PIG. Sínico!

    • Eugênio, ingênuo!! Você é um dos que perderam a boquinha desde que o PT assumiu o País. E vai continuar se ferrando por muitos e muitos anos. Abraço a todos, inclusive ao ingênuo Eugênio.

    • Eu só reclamo do blog ter deixado passar este lixo, nos fazendo perder um tempo precioso tentando digerí-lo. .
      Por favor, não nos submeta mais, seus leitores, a tamanha provação!!
      Sei que Jesus passou por momentos piores, mas ele próprio deixou claro que nós não precisaríamos passar por isto, pois o homem para ir de encontro ao seu Pai tem que se despir dessas roupagens mundanas, o que inclui o masoquismo. E ler um lixo como este é puro masoquismo!!

    • A questão é que eu nunca sei se os caras acreditam realmente no que dizem ou é apenas tróloló mesmo.
      Uma coisa é certa (como diz Mino Carta): “…esse senhor eugênio não tem o mínimo respeito pela palavra”.

    • Sr. Eugenio,

      Ao cumprir a árdua tarefa de ler seu prolixo texto, recheado de ofensas, a pergunta que não me sai da cabeça é:

      Que bagulho é esse que o senhor anda fumando?!

      Porque, caso não esteja sob a influência de nenhum psicotrópico, seus delírios com a reacionariolândia são completamente patológicos.

      Vai se tratar homem!

    • Senhor Eujegue,
      De todas as asnices que escreveu, uma em particular me chamou a atenção: sua desejada queda da popularidade de Dilma.
      Não percebe o senhor que deveria torcer (sim, é a única coisa que os impotentes podem fazer) para que isto não se desse jamais?
      Não sabe que, caso sua torcida der certo, terão que enfrentar, de novo, o tsunami Lula?
      E sabe por acaso o que ocorrerá se isto se der? Tem ainda uma vaga lembrança, apesar da senilidade que o acomete?
      Senhor Eujegue, mais do que não ter candidato, vocês não têm partido. Como conquistar o poder sem ter um partido?
      Senhor Eujegue, é preciso começar de novo. De baixo.
      Junte meia dúzia de punguistas em menor evidência do que os atuais do seu partideco extinto, peça que a Globo os referende e tente nos tirar do poder…daqui a 20 anos.
      Por hora, nada a fazer de sua parte que não choramingar e desejar o colo da mamãe, infelizmente, no seu caso, já extinta.
      Assim, quando crescerem acima dos 4%, nos procurem novamente pra conversar. Até lá, 4% segue sendo margem de erro.
      Saudações.

      Em tempo:
      Entendo que seria um enorme prazer para o senhor que alguém se dignasse a enviar-lhe um email.
      Entretanto, sr. Eujegue, afianço-lhe que não estamos aqui para dar prazer à sua decrepitude, por mais triste e deprimente que ela seja.
      Converse com sua filha, senhor Eujegue, peça-lhe que lhe arranje um gato: tratando-o bem o senhor terá um pouco de companhia; interessada, é verdade, mas melhor do que a solidão em que o senhor ora se encontra.

      Em tempo 2:
      Edu, coloque em ação o mata-burros eletrônico: o Cidadania está “assim” de trolls.
      Um abração.

    • Empregos públicos?
      Tem 17 milhões de servidores públicos no Brasil? E todos eles são petistas?
      Por que pergunto isso?
      Porque o PT teve mais de 17 milhões de votos na última eleição, e pelo critério ‘cientifico’ do vovô que lati, todo petista é funcionario público e somente petistas votam no PT. Então….
      Não, não, não. Não precisa explicar, eu só queria entender…..
      Em tempo: sou eletricista autonomo, não sou pro-lixa, ao contrário, sou anti-lixa (quem gosta de lixa é pintor, meu negócio é acender luzes. o vovô que lati tá precisando que a gente acenda umas luzes na cabecinha de ‘ar em movimento’ dele….)
      Em tempo 2: não, não vou mandar e-mail pra ninguém. que coisa!
      Em tempo 3: a popularidade da Dilma vai cair sim…. no próximo dia 30 de fevereiro…..
      KKKKKKKKKKK (desculpe , moderador…)

    • O engraçado é que o PT tem o governo mais corrupto da história e devem está todos milionários e agora o cara reclama que os petistas/socialistas/comunistas/obtusos/incompetentes são a favor do comunismo por que não tem o que dividir!!! Acusar que roubaram tudo que o Brasil possuía (o governo mais corrupto da história) e agora eles não tem o que dividir!!!!!

    • Ridículo! O tipo só destila ódio. Nenhum argumento nenhuma fundamentação às suas críticas. E ainda ganha esse espaço todo.
      “Não se deve gastar boa vela com mal defunto” como é caso desse tipo e dessa farsante muito bem paga. Contrapor as mentiras com argumentos sólidos e, pelo menos, semear a dúvida na cabeça das pessoas bem intencionadas porém desinformadas é o melhor a fazer.

    • http://www.facebook.com/sergio.paixao.35

      No Congresso Nacional nesta última terça faltou sacrificarem um bode para abrandarem os diversos deuses que comandam os parlamentares. Tudo isso embasado por um Regimento Interno que permite a figura excêntrica da “Obstrução”.
      Na minha singular visão, que é a de um bobo, a pauta deveria ser dada com antecedência de no mínimo um mês, permitindo o estudo e aprofundamento por parte dos Deputados e seus assessores. Posteriormente todos poderiam votar nominalmente e eletronicamente por um dispositivo móvel de onde estiverem não exigindo presença física no Plenário. Ficando as reuniões presenciais obrigatórias no plenário restritas para sessões especiais como a de Promulgação de Leis, alterações à Constituição e segurança nacional.
      Tem que acabar com sessões extenuantes que entram pelas madrugadas estrategicamente colocadas a “toque de caixa” para atropelar pela desorientação e cansaço uma possível oposição.
      Tem que acabar com o entra e sai de Deputados no Plenário ora dando quórum ora não e a apresentação de destaques e o levantamento de questões de ordem apenas para tumultuar e protelar uma sessão.
      Tem que acabar com acordos prévios do colégio de líderes que usa seu poder e influência para manobrar os votos do baixo clero e tirar destes a prerrogativa de votarem conforme sua consciência e interesse daqueles que nestes votaram.
      Na opinião do povo simples e comum que represento o Deputado tem como maior obrigação votar com pleno conhecimento do assunto e suas consequências respeitando o interesse dos seus eleitores. Podem até se unirem em interesses comuns aos seus eleitores, mas nunca usarem sua prerrogativa democrática como palanque ou como uma disputa egocêntrica, vaidosa, egoísta, irresponsável, fútil, gananciosa, cega e malograda por poder em suas mais diferentes e diversas facetas, nuances e esferas.
      Eu tenho absoluta certeza que o grande problema do Congresso Nacional não é a falta de esforço e trabalho dos seus integrantes. O que esta estragando o Congresso é a esperteza diante de um Regimento Interno criteriosamente construído para permitir uma total rendição do Legislativo aos interesses do Executivo. Dividir para Governar não é uma ação nova. Que diga o PMDB que deveria se chamar (sugestão) PSMDB (Partido Subdividido do Movimento Democrático Brasileiro).
      Ahh! Vale explicar para alguns Deputados possivelmente incautos que a intermodalidade, à geração de novos empregos e o aumento na movimentação de cargas no país fortalece o setor de logística no mercado nacional e interessa mais aos brasileiros do que suas intrigas colegiais e infantis.
      Sérgio Alberto Bastos da Paixão

  • Mas essa carga de ódio vem da direita. Nós simpatizantes da esquerda estamos sofrendo preconceito por apoiarmos PT, a Dilma e o Lula. Eu mesmo acabei de sofrer isso no meu condomínio domingo, quando um vizinho me “acusou” de ser PT e de estar defendendo a Dima e Lula que segundo ele foram os responsáveis por acabar com a classe média e de ter fingindo que abaixou energia para arrumar um motivo para aumentar a gasolina.
    Eu sinceramente estou preocupado, pois a doutrinação contrário ao PT e a seus governos por parte dos meios de comunicação de massa vem crescendo e isso é muito perigoso.

    • Concordo com você, jamais senti tanto ódio vindo dessa gente que sequer lembra em quem votou para vereador/deputado estadual ou federal! É um ódio insano!

    • Esse ódio me preocupa. As pessoas são tomadas por uma cegueira lendo as revistas e jornais do dia a dia. Bom quando conseguimos conversar com gente serena, que crítica, aponta avanços e determina o que precisa fazer mais. E esses nao tem ódio. Mas o caso citado por ti me faz ver a demência que alguma pessoas vao sofrendo por perder espaço aonde só eles dominavam.

    • Não tenha medo não, companheiro. Os cães à beira da estrada sempre ladraram enquanto a caravana passava. Não é agora que vão conseguir parar o avanço do nosso povo, que começou a despertar e já temos um número considerável de pessoas capaz de um confronto em qualquer área e em breve seremos insuperáveis em qualquer que seja o campo em que queiram nos combater.
      Isto é apenas o começo da libertação das correntes do atraso em que nos impuseram através dos séculos.

  • curiosidade e desconfiança
    ambas incompatíveis com o clima de torcida de fanáticos in fiéis que assola o brasil
    desde que a casa grande constatou que seus muros altos e cães de guarda midiáticos
    não bastavam mais pra desmontar uma maioria votando
    fora dos padrões noveleiros
    onde reinam louros brancos de olhos claros
    submetendo índios negros nordestinos e outros des classificados

  • Sonho ainda, Edu, com um Brasil em plena pluralidade na mídia.

    A internet atualmente é uma benção frente ao mar de comentaristas que professam sua “fé” de forma uníssona. Chega a dar náuseas escutar alguns. Por exemplo, em uma rádio local de Salvador, escutei um comentário do Alexandre Garcia acerca da regulação da mídia no Equador. Segundo ele, o Rafael Correa que “calar a boca de quem critica o governo”, assim como deseja/desejou outras ditaduras espalhadas na América do Sul. Neste caso, ele citou a ditadura de Vargas e o “período militar”. Note a sutileza do comentário, ele não fala em ditadura militar, mas em “período militar”. Somente alguém com ouvido apurado e mente aberta à diferentes fontes de informação consegue perceber as nuances do discurso de alguns comentaristas de nossa mídia brasileira. Sem dúvidas, o povo já está cansado, de certa forma, do blá-blá-blá apregoado pela meia dúzia de famílias que mandam e desmandam nos meios de comunicação do Brasil, vide o sucesso do livro do Moreira Leite.

    Em tempo, fico pasmo como a imprensa tradicional “descobre” somente agora que existe algo mais na renúncia do papa, dentre outros fatos que ultrajam a nossa inteligência. O Jornal Nacional, por exemplo, se torna uma verdadeira comédia depois que a gente fica sabendo antecipadamente dos fatos. O Jornal da Globo então, haja parcialidade. É realmente risível !

    • Meu caro, o fato de Alexandre Garcia chamar a ditadura militar de “período”, tem lá seus motivos. Eu me lembro muitíssimo bem de quem era o porta-voz do general-presidente João Figueiredo. Ele mesmo, Alexandre Garcia, que no meio jornalístico é conhecido como Alexandre da CIA. Simples assim não é mesmo? E ele ainda vocifera que nosso governo quer calar a mídia. Ora, quem fechou o Congresso Nacional, cassou mandatos, fechou o Judiciário, torturou, matou, sequestrou e desapareceu com centenas de brasileiros foi a ditadura militar da qual o sr. Alexandre da CIA foi apoiador, porta-voz e modelo para fotos semi nu…

  • As coisas mudam, mas nem tanto. A direita brasileira não consegue ficar muito tempo longe da maquina de governo. E se as urnas não ajudam, busca-se outras “saídas”. E sempre fora da politica.
    Antes os milicos, agora o judiciário. Nós sabemos disso, mas o Jânio viveu e vive esses dois momentos, com sua profunda capacidade de detectar o momento político.
    Então, se ele compara o ódio e o radicalismo que existia naquela época com agora, não se pode ignorar.
    Concordo com o comentarista que disse que o ódio vem da direita. Mas um ódio provoca o outro.
    Se eles levarem ao cabo a intenção de condenar o Lula, quem de nosso lado não vai reagir? Eu vou

  • Se todos os jornalistas fossem como Paulo, corressem atrás de notícia e não
    de blogueira cubana, garanto que teríamos um jornalismo mais saudável, ou
    apenas jornalismo, sem adjetivo. Já que o produto anda em falta por aqui e
    alhures.
    Quanto à blogueira.Deixar que ela fale.Alguns estúpidos andam por aí
    atrás dela xingando-a, informa-se, se é verdade, que chegaram a puxar-lhe
    o cabelo.Idiotice, além de antidemocrático. A mulher pode até variar o discurso,
    e dizer que não apanhou em Cuba, mas apanhou no Brasil.Transformando o patropi
    em nova ditadura totalitária, para gáudio da direita tupiniquim e dela própria.Que encheria
    os bolsos muito mais do que recebe pelas críticas a Cuba.

  • “Uma carga de ódio e ferocidade não perceptíveis desde a ditadura”.
    Concordo e digo o porque.

    É só rever os comícios e pronunciamentos em palanques feitos pelo ex presidente lula da silva.
    Ódio puro, incitando a população das regiões umas contra outras.

    Não venham dizer que não é verdade. É só ver os vídeos.
    E também não me pronunciarei contra os prováveis ataques recebidos depois desta postagem, com os qualificativos de sempre que pensei, seriam contidos depois de uma pretensa auto-censura por parte do dono deste espaço.

    Á propósito, a imprensa internacional está dando destaque à recepção vergonhosa que recebeu a blogueira Yoani Sanches.

    • huuuuuuuuuuummmmmmmm Ramiza …….Sei não ….Já olhou pro outro lado ,minha querida ????Ou vc tem memória ,justiça e ódio seletivos ?????Sei não novamente …afffff..Beijos querida

        • Então troca de óculos santa! O que o Serra e os tucanos pregam é amor ao próximo! Verdadeiros franciscanos! O que vem acontecendo é apenas o lastro de ódio que imbecis como você vêm pregando ano após ano contra os Governos Petistas.

          Chegam a raia do infantilismo: já que meu partido não ganhou, espero que tudo dê errado. Não importa se isso vai afetar a população como um todo. Que se dane, né! Desde que isso destrua os petistas! Oh gente ridícula!

    • “É só rever os comícios e pronunciamentos em palanques feitos pelo ex presidente lula da silva.
      Ódio puro, incitando a população das regiões umas contra outras.”

      Dona ranzinza, já vi vários comícios de Lula e nunca, digo nunca mesmo, vi algo em que ele desprenda ódio de uma população contra a outra. Muito pelo contrário, só vi aquela sua característica exaltação e afirmação de que o pode ter algo melhor. Agora, de seu lado, vejo ódio profundo nas declarações de seus amados serra, calunistas piguentos et caterva.

      Vcs autocratas vêm aqui tentar nos degradar a todo gosto, não sabem discutir sem agredir, depois querem sair de vítimas. Seus amados não permitem que discutamos em seus espaços, pois temem perder a razão diante de nós por termos argumentos válidos.

  • Prezado Eduardo:

    1. Dentre outras definições obscurantismo pode ser definido como :
    a) estado de quem se encontra na escuridão, de quem está privado de luz.
    b)atitude, doutrina, política ou religião que se opões à difusão dos conhecimentos científicos entre as classes populares.
    O que os meios de comunicações – entenda-se PIG – veem fazendo e vão continuar a fazer se não houver regulamentação para essa cambada de entreguistas é manter o povo esclerosado politicamente e ignorante em relação aos problemas do pais.
    Eles querem inculcar na mente da população que tudo o que o estado faz é ruim.Só o que vem das empresas privadas é que é bom para o povo. Sem afastar-se dos benefícios que o estado lhes oferece, a classe dominante chantageia componentes dos poderes da república, fazendo-se assim temidos e não respeitados pelos poderes legislativo, executivo e judiciário.
    Ao não divulgar os dados sobre o desempenho governamental nem naquelas áreas em que o pais se sai bem, nem a verdade sobre o julgamento político do chamado mensalão, essa turma baixa a autoestima do povo , ao mesmo tempo em que ocupa os horários considerados nobres com futilidades.
    Acredito que em termos de PIG estamos vivendo em pleno obscurantismo.Sim, vivemos o obscurantismo midiático.
    Veja a cobertura que a televisão está dando à agente da CIA, a blogueira cubana que está no Brasil, bem como os destaques aos discursos de alguns políticos entreguistas e compare com as notícias sobre os premios internacionais que LULA conquistou e que projetou o nome do pais no exterior.

  • Dois verdadeiros e raros jornalistas que fazem jus a esse título: Jânio de Freitas e Paulo Moreira Leite. Muito oportuno o lançamento desse livro. Parabéns aos dois e à Geração Editorial, com meus agradecimentos.

  • Minha filha, voce tá tão perdida….Por que não vai pro blog
    dos capitães-de-mato da Veja.O Jabour, por exemplo,
    adoraria os seus comentários. Voce quer sair por aí
    vomitando besteiras e não quer críticas, hummm.
    Aliás, melhore o português – prováveis ataques recebidos?
    se são prováveis, ainda não foram recebidos, né não?
    Aliás, neném, nunca vi alguém escapar de ditadura e pra ela
    voltar.Aqui, no Brasil, se vc escapasse e tentasse voltar, não
    escapava vivo.Assim no Chile, Uruguai, Argentina.Sendo ainda mais
    preciso, às vezes o sujeito até escapava, mas os serviços de segurança
    dessas ditaduras iam atrás e o eliminavam.Já ouviu falar em Operação Condor.
    Mas vc fica mesmo indignadinha porque a blogueira recebeu apupos…hummm

  • A direita fica mais e mais desesperada, conforme a crise do capitalismo piora.

    A Europa está afundando. Os EUA estão à beira do abismo (e não é só “abismo fiscal”). Foi só a América Latina e os BRICS conquistarem um mínimo de liberdade e os EUA já estão com síndrome de abstinência. O que o Tio Sam precisa é que a América Latina volte a ser governada por ditaduras subservientes, que façam o Continente voltar a ser seu quintal dos fundos, de onde sugam tudo o que precisarem.

    A elite brasileira é vassala dos EUA. Como disse seu representante Roberto Campos, “o que é bom para os EUA é bom para o Brasil”.

    O stf é hoje apenas o instrumento de retomada do poder por parte da elite. O linchamento perpetrado por Joaquim Batman e sua trupe midiática é parte de uma estratégia que visa um golpe de estado. Aliás, o cronograma do golpe segue: Gurgel remeteu a MG a denúncia forjada contra Lula, pois sabe que o ministério público de MG é só um departamento do PSDB.

    • Roberto Locatelli
      Admiro os seus comentários e a sua boa convivência com os contrários. Muito diferente dos comentaristas xiitas deste blog que ofendem todos que não rezam pela cartilha deles. “Ou concorda comigo ou é tucano” pensam eles, mesmo que não tenha nada ver a opinião com direitalha e udn. Não existe nada mais direitista que uma lei segregacionista feito esta lei de cotas raciais. Não só direitista, como fascista. Uma lei que faz a apologia do racismo sob a alegação de pagar “’uma dívida histórica com os negros”. Pura demagogia. E o mesmo STF espúrio que condenou os mensaleiros, aprovou esta lei letal para com a democracia. Daqui a pouco estaremos sob um regime que proíbe os descendentes de italianos de cursarem as faculdades públicas, pois eles exploraram a mão de obra dos negros durante décadas na industrialização de São Paulo. A justificativa seria mais ou menos esta: “Assim como nos redimimos com os pardos explorados pelo capitalismo selvagem, devemos castigar os seu algozes.”
      Você escreve: “A direita fica mais e mais desesperada, conforme a crise do capitalismo piora”.
      Mas o Brasil é tão capitalista quantos estes países do primeiro mundo. Você viu o lucro do Itaú em 2.012?

      • Essa idéia nazista de “exterminar” os concorrentes italianos jamais ocorreria a uma mente sã e só poderia ser gerada na mente doentia do Capadócio Bicca.

        • Jumento Cervantes
          Eu escrevi:
          ”Daqui a pouco estaremos sob um regime que proíbe os descendentes de italianos de cursarem as faculdades pública”
          Não estou fazendo apologia disso. Estou dizendo que se continuarmos assim, chegaremos lá. Só pessoas retardadas como você não entendem. Esse blog está infestado de burros.

    • Pois é, Sr. Locatelli, nem pra SP veio. É que aqui tem São Bernardo do Campo, tem CUT e tem outras coisas além da máfia tucana, que podem dar muita dor de cabeça. Esta na hora do povo varrer essa gente pra fora do planeta.

  • O que se pode dizer da direita, da “elite e do PIG neste país é só uma coisa: egoísmo. Mas estão surgindo muitos livros e blogs progressistas para nos abrir os olhos.

  • O colunista da Folha, que é o “Diário Oficial do PT”, tem razão. Estamos vivendo no clima político de uma ditadura, só que consentida. A inexpugnável blindagem que cerca Lula da Silva é uma das maiores provas disso. Nem o Golpe do Mensalão, protagonizado pelo seu desgoverno, respingou no teflon de que se reveste o Poderoso Chefão da seita.

  • Prezado Eduardo: Para Locatelli ( 13:41) . Locatelli quem disse ” o que é bom para os EUA e bom para o Brasil” foi o general Juracy Magalhães, quando ministro das relações exteriores do Brasil na época da ditadura militar. Esse senhor era cearense e foi por muitos anos espião da CIA. Isso mesmo o nosso heroi desde o tempo que era capitão do exército tornou-se expião americano e contra os interesses do Brasil. Isto está dito no livro “Seja Feita a Vossa Vontade”, dos jornalistas americanos – Gerard Colby e Charlotte Dennett, Ed. Record.

  • Edu,

    Cientistas identificam novo vírus letal adaptado para infectar humanos, o Folhosum santpaulus. Ele tem a capacidade de transformar o cérebro do Homo sapiens em cérebro de Rhamphastus toco.
    Por isso aconselho a não resvalar os olhos nessas publicações pigueanas.

  • Uma possibilidade a menos de uma revisão do julgamento do “mensalão”:

    Do Valor Econômico:
    “A Corte Interamericana de Direitos Humanos não deve ser utilizada como instância de revisão de sentenças penais proferidas pelas Supremas Cortes de outros países. A declaração é do peruano Diego García-Sayán, presidente da Corte, e serve como advertência aos réus condenados no mensalão que manifestaram a intenção de recorrer a San José na tentativa de se livrar das punições impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).”

    • Obvio. O acordo internacional diz que o preceito de dupla jurisprudencia NAO E’ APLICADO em casos onde o processo vai direto pra Suprema Corte, isso vale para todos os paises membros.

      Alegar isso e’ ignorancia ou ma fe’. Joaquinzao disse isso uma vez e falou que nao iria repetir, os bandidos condenados querem fazer barulho

  • Diz Jânio De Freitas

    “Isto não quer dizer que os fatos denunciados (no mensalão) não fossem graves, nem que entre os envolvidos não houvesse culpados pelos fatos e pela gravidade.”

    O resto é blá-blá-blá.

  • o senado federal continua dormindo. sómente tem mostrado as garras, o senador collor, portanto srs. senadores, principalmente o sr. renan calheiros, está mais do que na hora de o senado dar uma resposta a altura para aquele antro de marginais vendidos. o bandido gurgel, continua dando risada de vocês, o senador requião, apresentou projeto que limita o periodo de ministro naquela coisa chamada stf.acordem senadores,obviamente excluo as boçalidades do psdb,dempps,psol e outras merdas que lá estão.
    reinaldo carletti

  • no castelo ra-tim-bum tem um menininho todo maluquinho,abestadinho,engraçadinho,na tv cocoricó meu neto adora!ainda bem que o eugenio do Edu é varrido toma rivotril e vai aumentar a dose do lexotam,pois a popularidaded da Presidenta vai é subir.Já encomendei meu exemplar na Saraiva.

  • O clima é de ódio sim as elites no uso de suas máquinas acessorias a grande imprensa estimulam uma visão estreita dos fatos e fora da realidade ,dizendo que hoje estamos piores que na época de Fgc em temros economicos que m acredita ? E se proliferam pafginas de extrema direita pela internet , militantes da classe media alta emburrecidos e anacefalos na compreensao dos fatos políticos e históricos que reproduzem esse discurso eu não tenho certeza porém prevejo que em pouco tempo teremos uma batalha campal contra essa corja e não seremos nós que começaremos e sim eles que ja falam abertamente em acabar comnosco .

  • È muito proveitoso este blogueiro publicar opiniões discordantes da orientação progressista deste

    blog desde que, claro, não parta pras costumeiras baixarias dos que participam do debate político

    como torcedores do Palmeiras ou Corinthians. Mas o texto desse Sr Eugênio é tão anacrônico quanto

    risível, ele ainda tem medo da ameaça do “PT comunista” um discurso tão vazio que não vou me

    estender sobre essa bobagem, vamos nos ater as tais concessões ou “privatizações petistas” como

    deseja o digníssimo em questão, é comum observar que aqueles que defendem o triste legado de FHC

    sobretudo as suas privatizações tão bem esclarecidas no livro “Privatizações Tucanas” onde fica

    estampado a forma que Serra e sua turma orquestraram um crime lesa pátria sem precedentes na nossa

    história. todos os lúcidos que acompanharam os dois eventos (privatizações de FHC e as concessões

    da Dilma) sabem que as diferenças dos môdelos são gritantes, abordar alguns ajustes feito pelo

    governo sobre prazos,tarifas,etc, comum numa negociação desta complexidade e encarar como se o

    governo tenha vendido a alma ao diabo é uma tentativa de justificar a criminosa gestão tucana nas

    privatizações, comparar os dois modelos é misturar alhos com bugalhos, pretende colocar tudo dentro

    de um caldeirão, misturar, confundir e depois afirmar com cinismo: “tá vendo, o PT também

    privatiza”. O modelo adotado pelo governo Dilma é uma parceria com o setor privado visando

    investimentos em infra-estrutura nunca se tratou de doação de patrimônio pra fazer caixa como na

    gestão tucana, no mais é sempre esclarecedor notarmos como as viúvas do príncipe FHC enxergam o

    povo; são pessoas selvagens ou “petistas ignorantes” são pessoas incultas que tem a audácia de

    desobedecer as preferências eleitorais de uma casta iluminada. A sensibilidade do povo nunca mais

    será subestimada, a troca foi feita porque mesmos os cidadãos “iletrados” deste país perceberam que

    algo estava errado no rumo tomado pelos tucanos, trocaram, e pelos resultados das eleições dos últimos 10 anos È muito proveitoso este blogueiro publicar opiniões discordantes da orientação progressista deste

    blog desde que, claro, não parta pras costumeiras baixarias dos que participam do debate político

    como torcedores do Palmeiras ou Corinthians. Mas o texto desse Sr Eugênio é tão anacrônico quanto

    risível, ele ainda tem medo da ameaça do “PT comunista” um discurso tão vazio que não vou me

    estender sobre essa bobagem, vamos nos ater as tais concessões ou “privatizações petistas” como

    deseja o digníssimo em questão, é comum observar que aqueles que defendem o triste legado de FHC

    sobretudo as suas privatizações tão bem esclarecidas no livro “Privatizações Tucanas” onde fica

    estampado a forma que Serra e sua turma orquestraram um crime lesa pátria sem precedentes na nossa

    história. todos os lúcidos que acompanharam os dois eventos (privatizações de FHC e as concessões

    da Dilma) sabem que as diferenças dos môdelos são gritantes, abordar alguns ajustes feito pelo

    governo sobre prazos,tarifas,etc, comum numa negociação desta complexidade e encarar como se o

    governo tenha vendido a alma ao diabo é uma tentativa de justificar a criminosa gestão tucana nas

    privatizações, comparar os dois modelos é misturar alhos com bugalhos, pretende colocar tudo dentro

    de um caldeirão, misturar, confundir e depois afirmar com cinismo: “tá vendo, o PT também

    privatiza”. O modelo adotado pelo governo Dilma é uma parceria com o setor privado visando

    investimentos em infra-estrutura nunca se tratou de doação de patrimônio pra fazer caixa como na

    gestão tucana, no mais é sempre esclarecedor notarmos como as viúvas do príncipe FHC enxergam o

    povo; são pessoas selvagens ou “petistas ignorantes” são pessoas incultas que tem a audácia de

    desobedecer as preferências eleitorais de uma casta iluminada. A sensibilidade do povo nunca mais

    será subestimada, a troca foi feita porque mesmos os cidadãos “iletrados” deste país perceberam que

    algo estava errado no rumo tomado pelos tucanos, trocaram, e pelos resultados das eleições dos últimos 10 anos não se arrependeram nem um milímetro.

  • È muito proveitoso este blogueiro publicar opiniões discordantes da orientação progressista deste

    blog desde que, claro, não parta pras costumeiras baixarias dos que participam do debate político

    como torcedores do Palmeiras ou Corinthians. Mas o texto desse Sr Eugênio é tão anacrônico quanto

    risível, ele ainda tem medo da ameaça do “PT comunista” um discurso tão vazio que não vou me

    estender sobre essa bobagem, vamos nos ater as tais concessões ou “privatizações petistas” como

    deseja o digníssimo em questão, é comum observar que aqueles que defendem o triste legado de FHC

    sobretudo as suas privatizações tão bem esclarecidas no livro “Privatizações Tucanas” onde fica

    estampado a forma que Serra e sua turma orquestraram um crime lesa pátria sem precedentes na nossa

    história. todos os lúcidos que acompanharam os dois eventos (privatizações de FHC e as concessões

    da Dilma) sabem que as diferenças dos môdelos são gritantes, abordar alguns ajustes feito pelo

    governo sobre prazos,tarifas,etc, comum numa negociação desta complexidade e encarar como se o

    governo tenha vendido a alma ao diabo é uma tentativa de justificar a criminosa gestão tucana nas

    privatizações, comparar os dois modelos é misturar alhos com bugalhos, pretende colocar tudo dentro

    de um caldeirão, misturar, confundir e depois afirmar com cinismo: “tá vendo, o PT também

    privatiza”. O modelo adotado pelo governo Dilma é uma parceria com o setor privado visando

    investimentos em infra-estrutura nunca se tratou de doação de patrimônio pra fazer caixa como na

    gestão tucana, no mais é sempre esclarecedor notarmos como as viúvas do príncipe FHC enxergam o

    povo; são pessoas selvagens ou “petistas ignorantes” são pessoas incultas que tem a audácia de

    desobedecer as preferências eleitorais de uma casta iluminada. A sensibilidade do povo nunca mais

    será subestimada, a troca foi feita porque mesmos os cidadãos “iletrados” deste país perceberam que

    algo estava errado no rumo tomado pelos tucanos, trocaram, e pelos resultados das eleições dos últimos 10 anos

  • Muitos anos atrás o Sr. Eugênio (este mesmo daí), ganhou notoriedade por acusar o Quércia de ter ficado com os trilhos de uma linha férrea e usá-los em uma fazenda sua. Agora, muitos anos depois, é ele (Eugênio) quem sai dos trilhos …..

Deixe uma resposta para bergbrand Cancelar resposta