Dalmo Dallari e Paulo Moreira Leite falam sobre mensalão ao programa Contraponto (You Tube)

Sem categoria

 

O programa Contraponto de dezembro foi ao ar ao vivo às 19 horas e 30 minutos de segunda-feira, 9 de dezembro de 2013 e apresentou entrevista com o jurista Dalmo Dallari e o com jornalista Paulo Moreira Leite sobre julgamento do mensalão.

Agora está no ar a versão no You Tube. Se você não conseguiu assistir à entrevista ao vivo, agora pode conferi-la na íntegra.

O áudio me parece um pouco baixo. Então, se possível, recomendo assistir em um computador convencional com caixas de som e não em notebook ou celular. Já avisei à equipe do programa para tentar resolver o problema.

Abaixo, o Contraponto de Dezembro. As entrevistas foram ótimas. Comento que Dalmo Dallari me convenceu que a vida começa aos 80, tal sua lucidez e vivacidade no trato das importantes questões que discutimos. Vale a pena ver.

Grato por sua audiência.

Abaixo, o vídeo.

 

  • Jurandir Chamusca

    !VIVENDO SE APRENDE, MAS AGENTE APRENDE MAIS É FAZENDO MAIORES PERGUNTAS” Manda brasa Paulo Salvador!

  • A.C.

    nosso judiciário é uma vergonha

  • Cosme Henrique

    Se possível carregue esse vídeo no Youtube! Abraço.

  • Edu, diante de tais personalidades do jornalismo, você é o cidadão.
    E como tal, traz uma legitimidade singular.

  • O COMENTÁRIO ACIMA FOI EXTRAÍDO DO BLOG BRASIL: LIBERDADE E DEMOCRACIA.

  • Jurandir Chamusca

    Pessoal, alguém pode dar um programa de âncora pro Eduardo?

  • Antonio Lyra Filho

    Excelente, o Contraponto de hoje.

  • Douglas

    Não terceirize os seus pensamentos……

  • maria olimpia

    Excelente! Daí podemos VER o que está por trás de tudo! Muito esclarecedor! Parabéns a todos os participantes!

  • antonio barbosa filho

    Perdi o começo, mas foi excelente. O Paulo Moreira Leite é um jornalista de qualidade inquestionável, e domina os temas abordados com profundidade. Foi muito esclarecedor, especialmente para os telespectadores que só conheciam uma versão dos fatos. Nós, jornalistas, já tínhamos obrigação de sabê-los, há uns sete anos, quanto dura a farsa do “mentirão”. Parabéns, Edú, por sua brilhante participação, como aos demais companheiros da mesa e toda a Equipe.

    • Carlos Silva

      O PML e’ muito exaltado, fez uma defesa passional dos condenados e isso compromete seu raciocinio.

      A Teoria do Dominio do Fato foi muito bem aplicada, pois nao e’ razoavel supor que Delubio tenha feito tudo sozinho. Alias, segundo o Lewandowski, nem o Delubio estava envolvido, a Katia Rabelo e o MV e’ que quiseram distribuir dinheiro por iniciativa propria, sem nenhuma participacao do PT.

      Provas ? Nao, nao tem nao.

      • Evna Arruda

        Mas, de acordo com o que um advogado me explicou, quando se trata de matéria PENAL, não se admite suposição, ausência de provas. Isso – acusação do tipo “tá na cara que ele sabia!” – só é admissível em matéria CÍVEL. Sei lá, ele que me disse, e estou compartilhando… Se foi bobagem, alguém com mais conhecimento refute aí…

      • Antonio Lyra Filho

        Carlos Silva não se exaltou com as privatizações e agora também com a roubalheira em São Paulo.
        Se exalte.

        • Rita

          Carlos Silva é um leigo, manda ele ensinar direito ao Dalmo Dallari

          • Anelise

            (Risos)

      • Luís CPPrudente

        Tanta sândice e besteira, tanto cinismo e mentira dita pelo tal Carlos Silva. Pela Teoria do Domínio do Fato digo que o tal do Carlos Silva é na realidade o Lucas Lalausconi Daniel, pois ele é especialista em escrever tantas sândices e ser de um cinismo incomparável.

  • Ana Maria

    Não consigo assistir ao programa coisa nenhuma.
    Tá desativado!!!

    • Evna Arruda

      Chegou tarde…

  • Carlos

    Interessante, a ONU está vendo a prisão da ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko como perseguição política. Por que não se recorre à ONU? Ter-se-ia uma grande visibilidade. Será que não há um grande jurista que possa fazer isso? Ela, tal e qual Genuíno, se considera uma presa política.

  • Cissa

    Oi, Edu. Só consegui assistir os últimos vinte minutos, mas valeu! Só assim pude te conhecer, porque até então, só te via em fotos. Lamento não ter assistido a entrevista com Dalmo Dallari. Gostaria, se possível, que você postasse no blog. Obrigada!

    • eduguim

      Até amanhã o vídeo estará aqui, Cissa

      • Neide

        Eduardo,
        Desculpe minha ignorancia em Internet, más, como se ve na versao do Youtube.

        • eduguim

          Ésó clicar no play (tecla iniciar do vídeo), Neide

  • Carlos Henrique

    Não consigo assistir ao vídeo, se possível, conserte-o!

  • Emília

    Não consigo ver o vídeo, Eduardo.

    • eduguim

      A que você tentou ver é a versão on line, Emília. Agora está a versão no You tube. Conseguirá ver

  • Emanoel

    Gente! Pelo amor de qualquer coisa! Tenham piedade! A coisa está mais que clara, que houve intenção de prejudicar o Partido dos Trabalhadores, houve injustiça, houve tudo que é espécie de maldade, de desrespeito às pessoas… Em que Mundo estamos? Membros do TSF passam por cima de tudo e de todos e ficamos com cara de trouxa? Que sociedade é esta?
    Não vou mentir. Estou injuriado, indignado!

    • eduguim

      Uno-me a você, companheiro

  • JB Costa

    Ótimas entrevistas.

    • eduguim

      Grato

  • CDourado

    Eduardo,
    Quem determinou ao Banco do Brasil ir atras do dinheiro foi o Joaquim Barbosa. Voce esta enganado, nao foi iniciativa do BB.

  • Cibele

    Excelente programa! Vida longa ao Contraponto!

    • Anelise

      Mesma coisa que pensei: Vida longa….
      Temos sindicato no Brasil e temos jornalistas.

  • Wagner Todesco

    o governo fascista de São Paulo esta queimando favelas novamente.

    precisamos do Padilha urgente!!

  • Diego Vilela

    Edu, parabenizo você e a todos os os outros componentes da mesa.

    Infelizmente, como muito bem lembrou o PML, o próprio PT nunca se decidiu por uma linha de ação unificada.
    Internamente sabe-se que o partido ilustra uma profunda indignação frente a todo esta panorama de linchamento politico-mídiatico, mas externamente o governo de Lula e Dilma pouco conseguiu agir através de ministros cada vez mais apagados.

    • Décio – Atibaia/SP

      A política brasileira se encontra atolada num mar de lama até o pescoço, e passou a funcionar mais ou menos como funcionava a Guerra Fria: quem soltar a primeira bomba, vai provocar uma guerra.
      Talvez seja por isso que vocês se indignam com o PIG, e não entendem porque a cúpula PTista não reage.

      • Edi Passos

        De certa forma você tem razão.

        Cobrar do governo uma reação à altura da canalhice quase generalizada que tomou conta da grande imprensa brasileira e que se estendeu a parte considerável do ministério público e do judiciário é fácil para quem não tem a responsabilidade de conduzir os destinos do país, de quem não precisa pensar em quase duzentos milhões de seres humanos.

        Ninguém duvide que a presidente e muitos outros membros do governo e do PT tenham muita vontade de “chutar o balde”, chamando uns bandidos hipócritas pelo nome, mas não podem fazê-lo justamente porque é exatamente isso que os vermes querem para legitimar o golpe, posto que já sabem que pelo voto não têm a menor chance!

  • Wilsoleaks Alves

    O mensalão foi o maior esquema de corrupção do Brasil.

    Só que não…

    Foda!

    Parabéns Edu! Não esqueci o MSM não, companheiro. Ainda hoje estarei presente.

    Grande abraço.

    • eduguim

      Outro abraço

  • Antonio Carlos Silva

    Edu, estou feliz com esta iniciativa do Sindicato dos Bancários de São Paulo e a firme atuação sua e dos demais companheiros nesta cruzada de esclarecimentos sobre esta maior farsa do século (Aqui no Brasil) .

    Mas, o meu sonho seria você e outros grandes profissionais do jornalismo(Nassif,PHA, Azenha, Rodrigo Vianna etc….) fazerem um longo documentário relatando todas as degenerações da porca mídia e seus comparsas incrustados no judiciário .

    Este documentário iniciaria com o escandaloso Caso Proconsult, passaria pela edição do debate Collor X Lula, Farsa das ambulâncias, Bolinha de Papel, Daniel Mendes + Gilmar Dantas, Veja + Cachoeira e o Mentirão 470 .

    Este belíssimo documentário teria tradução em ingles, francês e espanhol, teria um lançamento mundial e seria disponibilizado no Youtube .

    Abração !!

    • eduguim

      Abração

  • Carlos

    Luis XIV teria dito: “L’État c’est moi” (em português: O Estado sou eu)
    O STF disse: “A constituição é aquilo que nós dizemos que é.”
    Mera coincidência…
    Mera Coincidência, também, é o nome de um filme (comédia) cuja trama envolve política, mídia, campanha eleitoral e manipulação de notícias. Encabeçam o elenco Dustin Hoffman e Robert de Niro. Numa das passagens mais interessantes do filme, perguntam ao persongem de De Niro: “O senhor não quer saber se foi verdade?” Ele devolve a pergunta: “Saiu na TV?” O rapaz responde: “Saiu” e então De Niro arremata o diálogo: “Então é verdade”.
    É isso, a TV de hoje é a teletela do 1984 de Orwell. A mídia inventa a verdade que quiser e uma massa de pessoas aceita sem questionar. Já não inventaram um caçador de marajas? Agora inventaram outro. Já não trancaram a sete chaves um segredo (uma amante que engravidara, supostamente, de um presidente enquanto ele ainda era senador) pra proteger o político que governava de acordo com os interesses dos barões?
    Enfim, pra pessoas que frequentam este blog e outros blogs independentes, nada disto surpreende. Duro é que pra muita gente o pequeno diálogo do filme que relatei acima serve como uma luva. “Deu na TV? Então é verdade.” A mídia inventa a verdade.

    • Luís CPPrudente

      O Joaquim Barbosa pretende processar o rei Luis XIV, pois ele alega que a frase é dele e foi plagiada pelo rei francês.

      Esse Joaquim Barbosa tá fora de si. Daqui a pouco ele vai pretender ser o presidente do Brasil fazendo uma eleição somente entre a famiglias do PIG, pois o PT, o Lula e a Dilma compraram o voto do povo brasileiro!

  • Décio – Atibaia/SP

    Como assim, o José Genoíno não poderia ir à tribuna se defender!!!!!!!
    Não, por causa do coração, certamente.

    Mais do mesmo.

    • Ruy Acquaviva

      Mais do mesmo.

      Essa frase se aplica perfeitamente à essa sua trollagem.

      Mais da mesma mediocridade de sempre.

      Conteúdo nenhum. Só um muxoxo para marcar a presença da trollagem no blog.

    • jose marcos

      Do mesmo o que?????? é muito fácil você dizer isto, focar apenas num ponto e esquecer o resto, se não me engano a entrevista tem mais de 1 hora. E este “mesmo” que você diz é tudo mentira???? é muito fácil fugir do debate assim, é só dizer frases idiotas como esta. Eduardo, você continua publicando comentários idiotas como o deste sujeito. Este cara se ver um FHC estuprando uma criancinha de 5 anos é capaz de dizer que era um petista disfarçado. Eduardo, esta turma não é séria , é um bando de raivosos que jamais vão admitir qualquer coisa que contrarie seus preconceitos arraigados até o fundo da alma.

    • Marcus Vinicius

      que interessante… hoje não fez papel de troll… hoje você se comportou como um falso ingênuo e idiota…

    • Luís CPPrudente

      O Catão de Atibaia está agindo de má fé. O José Genuíno não poderia se defender na Câmara dos Deputados, pois ele se afastou por problemas de saúde, tem um outro deputado do PT no lugar dele.

      Sujeito de má fé é assim mesmo, ou melhor, mais do mesmo.

      Do mesmo cinismo tucano-pefelê. Do mesmo ideal udenista de enganar o quanto pode.

      • Luís CPPrudente

        Catão de Atibaia, troll de estimação do Eduguim!

        • Décio – Atibaia/SP

          Hahahaha……troll de estimação.
          Sem coleira, mas, troll de estimação.
          Doravante, cuidado comigo, hein!!!

  • Romanelli

    ..muita coisa foi tratada

    Paulo Moreira não critica outra coisa senão a nossa torta e delinquente Democratura Representativa Desproporcional e Inconsequente ..coisa que venho fazendo há anos

    ..um regime construído na base de interesses de Caciques e CORPORAÇÕES que NUNCA nos expõe seus objetivos e políticas, muito menos debatidos pela sociedade que eles dizem maliciosa e matreiramente representar.

    Aliás, por isso que há chegado o momento de se pensar em MUDAR ..por isso defendo a Democracia PARTICIPATIVA e o estudo duma fórmula de viabilizá-la, daí a importância do VOTO impresso que o STF e alguns ministros da esquerda (Carmem Lucia e Levandovsky) trataram rapidamente de inviabilizar..

    ..uma democracia, evidente, aonde ANALFABETO (que já tem o direito garantido ao ensinamento básico, e que insiste em não cumprir com seus DEVERES) e menor delinquente (que NÃO pode assumir seus atos tal qual um SEMOVENTE), não teriam direito a VOTO, muito menos, como bandidos, direito de assento no parlamento pra nos fazer estas leis que ainda teremos que respeitar e obedecer..

    Francamente, só faltava, hoje Maluf e Tiririca é quem dizem o que eu devo fazer ? ..puts

    EM tempo, se Moreira Leite fica estarrecido com pessoas que querem ENFIAR na nossa Constituição os limites de participação do Estado numa economia, o mesmo ele deveria demonstrar sobre as clausuras que tentam tabelar o JUROS, por exemplo ..e a propósito, sobre este 2o tema, quem foi a corrente que inoculou este exagero na nossa carta “Magda”, não foram os pogreÇistas ?

    E por se falar em limpeza ..que tal os deputados ABRIREM mão de julgarem CORPORATIVAMENTE seus pares ? ..francamente, político condenado é político automaticamente cassado ..assim como um ministro do Supremo não pode ter o seu mandato definido e julgado pelos seus próprios amigos, oras ?!..

    Francamente, pq a JUSTIÇA justiça pode julgar um cidadão, e não deve ter a palavra final sobre um político ..vamos deixar de ser hipócritas ..de cara, de cara, a permanecer isso, fica evidente que tem vício, ou na justiça, ou no legislativo, oras bolas ??!!

    Que tal tb eles se pedirem o FIM do FORO privilegiado e a diminuição das chances de chicana, tão forçosamente presentes em nossa legislação ? ..inclusive acabando com esta de prescrição por idade ..magina, hoje acabamos premiando o “bandido esperto” ..que país ? que país ?

    Processo precisa ter DATA pra ser julgado !!! ..não pode tardar mais do que 2 ou 3 anos, isso é um 2o atentado para quem é inocente e/ou VÍTIMA ..a postergação só interessa ao bandido, nunca ao mocinho

    Quanto às considerações do Dalmo, sobre o direito ao 2o grau de jurisdição ..oras oras, pq os sábios juristas, tipo ele, não pensaram nisso antes ao permitirem as 2 excrescências que eu citei acima ? ..aqui eu respondo, claro que pensaram ..só que eles NUNCA imaginaram que um caso iria ser levado às últimas consequências ..esse é o BRASIL, sempre chorando depois do leite derramado.

    Sobre as denuncias originais (*) não baterem com as acusações e tipificações finais ..cotidianamente vemos isso ..o que mais comanda é a apuração ao longo do processo ..e provas, CONFISSÕES de corruptos PASSIVOS, grana achada aos montes, nunca declaradas, a existência de CAIXA 2, não faltaram ..e aonde há corruptor, desculpe, há corruptos

    Sobre o exibicionismo dos detentos ao ridículo ..DESCULPE, quem se apresentou diretamente e FEZ pose pra mídia e pro povo, foram Dirceu e Genoíno que fazem questão de se mostrar em atos provocativos (dando grito e pose de guerra) ,,aliás, até agora eu não vi o DELÚBIO

    (*) um pagamento mensal e regular dado a parlamentares, no maior esquema de corrupção que este país teria visto, a fim de aprovar projetos de interesse do governo.

    Claro, o pagamento não foi mensal, foi dado em LOTES ..e não a todos, mas aos líderes ..e não foi o maior, mas houve ..partidos fisiológicos foram cooptados, consciências compradas e seduzidas, eleitores TRAÍDOS ..e pior, praticas que diziam que desaparecia, foram mantidas por um grupo de pessoas que se juntaram pra agiar à margem da lei (fazendo um CX2 por exemplo), ou seja, tipificadamente dito que em QUADRILHA ..paciência, prensassem antes de fazer.

    e francamente gente, pq é importante se profissionaliza o Estado e torná-lo transparente ? ..oras oras, vamos deixar de propalar falácias ..se a mesma régua estivesse debruçada sobre a oposição, TENHO certeza que muitas destas convicções jamais seriam expostas por muitos sujeitos..

    ..e TODOS, todos sabemos que dar emprego, contratar amigo e parente deles, destinar verba, estimular e isentar a este ou aquele, se dentro dum Estado opaco, nada representativo e nada transparente, TODOS sabemos, assim como a formação do tal CAIXA 2 feito pra pagar conta de OUTRO PARTIDO, são formas “mal disfarçadas” de se comprar voto e de se estuprar as urnas, nem sempre com grana LIMPA, como não ??!

    Nem tudo que é LEGAL é moral, nem tudo que é moral é justo, nem tudo que é justo é legal.

    final – pro Paulo, sobre a agenda – NÃO há a mínima chance ..a coisa deveria começar pela educação, pela INVERSÃO dos valores ..um exemplo do descaso e descaminho, fora do uso excessivo de dinheiro público pra copa ..o atual ministro, um “comunista”, disse que o atraso numa obra é normal, tal qual uma noiva (veja a FALTA de seriedade ..e isso lá tem jeito no CP ?) ..magina, nem pra você, nem pros seus NETOS ..inclusive pra corroborar com todo este desanimo meu ..o próprio colega ao lado falou, veja o DESPREZO midiático como os escândalos tucanos estão sendo tratados ???

    • Salvador Ferreira

      Wilsoleaks Alves
      Alguém ai acima reclamou vc ainda não ter lacrado a lixeira.
      Pensando bem vc não deve atender esse pedido. Aos pouco vejo que vamos ter mais material.
      Alem de lixo, prolixos que enrolam, tomam um espaço enorme do blog (isso deve pesar paca no site)
      e pouca coisa se aproveita, isso se ler tudo, o que a mim, não dá. “Nunguento”.

      • Wilsoleaks Alves

        Tentei lacrar, Salvador, mas o chifre do Romanélli não deixou a tampa fechar direito.

        • Salvador Ferreira

          Wilsoleaks Alves
          kkkkkkkkk…
          Muito boa.

      • Marcus Vinicius

        Salvador, quando vejo os comentários do vulgo prolixo, uso o scroll do meu mouse e passo adiante… nem perco o meu tempo…

  • Wagner Todesco

    Eduardo

    O governo esta novamente queimando favelas em São Paulo..

    precisamos achar uma maneira de parar este abuso do Governo Estadual.

    Será que não cabe um impeachment do Alckmin?

  • valéria PE

    A cada dia fica mais clara toda a montagem para condenar o PT. Ninguém vai fazer nada? O Sr. Joaquim continua agindo como candidato . Não existe uma pessoa com coragem para barrar esse insano? Agora Janot e Barbosa vão permitir prisão domiciliar para Jefferson ,que segundo laudo, já está curado. É a máfia do judiciário em ação.Parabéns pelo programa e pela escolha dos entrevistados.

  • Carlos

    “EM tempo, se Moreira Leite fica estarrecido com pessoas que querem ENFIAR na nossa Constituição os limites de participação do Estado numa economia, o mesmo ele deveria demonstrar sobre as clausuras que tentam tabelar o JUROS, por exemplo ..”
    Agora ficou fácil desmerecer qualquer um: é só criticar-lo pelo que ele deixou de dizer, não pelo que disse.

    • Romanelli

      COSPE aqui ? ..era isso que após serem colocados frente a frente, um terceiro moleque traiçoeiro dizia a dois oponentes (não sem antes ficar esperto pra tirar a mão no momento certo)

      então, cospe aqui ? vc diz ..NÃO, não cuspo

      Não há tentativa de desmerecimento de ninguém ..normalmente eu dou atenção e importância ao que ele fala e escreve, e isso, penso, é prova de consideração ..agora, claro que me veio à mente chamar a atenção a um outro tema paralelo que, quando interessa, às correntes pogreÇistas (que Paulo é mais afeito) usam da forma que melhor lhes provier ..só isso

      a propósito, obrigado por sua leitura

  • Wagner Todesco

    O Décio de Atibaia é permitido a estar neste espaço democrático.??

    Ele é da linha PIG Reinaldo cabeçudo.

    Ele não deveria estar neste espaço pluri-democrático.

    O Romnelli tb ja esta de volta….

    Pelo jeito o Wilsonleaks esqueceu de soldar a tampa da lixeira!!

    • eduguim

      O Décio é um leitor antigo. Quando ele não insulta ou provoca eu publico. É meu troll de estimação…rs

      • Wilsoleaks Alves

        E o mané do “Roma”, Edu?

        Esse cara é dose pra elefante. Fico tentando entender como deve ser a mente de um sujeito desses e, bem comparando, só consigo imaginar a situação que fica meu quintal quando a minha filha se esquece de limpar a sujeira que fazem a nêga e a preta, as duas vira-latas lá de casa.

        • Marcus Vinicius

          ah Wilson, o que a a nêga e a preta fazem no seu quintal, compensa fazer o sacrifício em recolher pra manter o seu quintal limpinho…

          já o do “prolixo”… nem pra adubo serve…

  • Osvaldo

    Como seria esse julgamento se houvesse democracia midiática?

    Como seria esse julgamento se exisitissem 5 canais de TV tão poderosos quanto a Globo, a Band, a Record, o SBT e a Rede TV, porém lhes fazendo contraponto?

    Como seria esse julgamento se existissem 3 jornais tão poderosos quanto O Globo, a Folha e o Estadão, porém lhes fazendo contraponto?

    Como seria esse julgamento se houvesse uma revista tão poderosa quanto a Veja, porém lhe fazendo contraponto?

    Como seria esse julgamento se no Brasil fosse probida a propriedade cruzada da mídia?

    Como seria a vida da grande mídia ( que não assume que tem lado, mas tem e é golpista ) se as verbas publicitárias fossem distribuídas através de critérios democráticos, preservando o direito à informação não manipulada?

  • Fantástico esse programa!

  • Não consegui assistir, vou tentar amanhã, segundo os comentários foi armação pra destruir o PT, Lula e Dilma.

  • Salvador Ferreira

    Eduardo, obrigado por nos premiar com essa ótima reportagem.
    Que bom seria termos reportagens desse naipe toda semana.
    Que bom seria ter-se esclarecimentos como esses do “Contraponto”
    e lúcidos participantes.
    Parabéns

  • Fernando

    Alguém poderia me dizer qual foi o Parlamentar comprado? E foi comprado para votar em qual projeto? Dizem que o dinheiro do Caixa Dois foi distribuído entre o PL, PTB, PP, PMDB, PT e Duda Mendonça. Agora adivinhe quais foram os partidos que fizeram parte da coligação do Lula em 2002? Foram PL, PTB, PP, PMDB, PMN e o Duda Mendonça como Marqueteiro, então, mesmo assim precisava comprar votos? E comprar votos de quem fazia parte da mesma coligação?…..Só o PSDB não faz Caixa Dois né? E mensalão….nunca ouviram falar, a não ser o do PT, claro, mas que não existiu. Nem preciso comentar que o dinheiro do Visanet não era público. É revoltante ver Genoíno e Dirceu presos….

    • Salvador Ferreira

      Fernando
      E precisa ter? Basta a globo dar a dica e o “quinzinho” obedece, prende e arrebenta
      mesmo não tendo cheiro de cavalo.

  • Wagner Todesco

    Fantástico texto Eduardo.

    Principalmente quando vemos a favela de Paraisópolis em chamas e entendemos que o racismo contra os moradores de favelas continua.

    Precisamos urgentemente do Padilha no governo!!

    Suas observações naquele texto são precisas como nenhum jornalista desta impressa golpista pode ser.

    Há certos assuntos que revolver pode ser assustador porque quanto mais se cava, mais se encontra. Um desses casos é a questão do racismo e da xenofobia que crescem em São Paulo diante de todos – imprensa, polícia, Executivo, Legislativo, Judiciário e a própria sociedade – sem que providências de verdade sejam adotadas, pois o problema só faz crescer.

    É aterrador, o que vem agora. Aliás, leitores anteciparam que certa linha de pensamento sobre o assunto seria abordada neste espaço. Até porque, no antigo blog, o Cidadania.com, fora abordada episodicamente e, em seguida, abandonada por falta de convicção em sua consistência.

    Tudo mudou com o surto de racismo que explodiu em São Paulo. É assustador, mas as ações concretas empreendidas contra nordestinos pobres, favelados e negros podem não estar se restringindo só a insultos pelas redes sociais da internet ou a propostas de segregação racial documentadas e “assinadas” pelos autores.

    Não se pode dizer, em hipótese alguma, que os cães que ladram são os mesmos que mordem. Pode-se dizer, contudo, que por conta dos que ladram alguns podem estar sendo estimulados a morder.

    Uma breve pesquisa na internet revela que em 2009 contabilizaram-se cerca de 14 incêndios em favelas. (11 de janeiro, 11 de fevereiro, 10 de março, 17 de abril, 01 de maio, 26 de junho, 16 e 30 de agosto, 09 e 11 de outubro, 02 e 23 de novembro e 05 e 19 de dezembro). Todos em São Paulo. Em 2010, até setembro, com o incêndio da favela Real Parque, contabilizavam-se 53 incêndios.

    Se os dados estiverem errados, será um prazer corrigir. Mas não deve ser muito diferente disso. Ao menos na internet não se acha facilmente dados diferentes. Quem tiver algum reparo ou correção a eles, fará um grande favor informando. Nem que seja para desmontar esta reflexão alarmante.

    Mas, enfim, qual é o significado dessa contabilidade macabra? Há algum significado, aliás? É uma questão absurda ou estará ficando cada vez mais evidente que pode – e o que se está dizendo, apenas, é que meramente PODE – haver uma relação entre os fatos surto de racismo e incêndios recordes em favelas?

    Parece crível que alguma coisa assim PODE estar acontecendo por conta de indícios mais do que consistentes. Não seria correto, porém, atribuir nomes de culpados. Seria uma irresponsabilidade e quem cometê-la pode comprar uma bela dor de cabeça. Contudo, isso não exclui a necessidade de haver mais investigação do que está havendo.

    Aliás, vamos dizer as coisas como elas são: é escandalosa a investigação pífia dos incêndios em favelas tanto quanto escandaliza a difusão de idéias literalmente fascistas que vinham sendo ditas abertamente até que surgisse o caso da tal estudante de Direito cujo nome nem é bom mais citar para não transformar uma garota destrambelhada em bode expiatório.

    Aproxima-se um ponto em que se as autoridades locais não demonstrarem maior empenho em investigar e punir os crimes supramencionados alguém terá que provocar o Ministério Público Federal e, obviamente, a Polícia Federal. Tomara que não seja preciso recorrer a essa alternativa em defesa da civilização de um Estado como São Paulo.

    ———-

    Moradores de favela vivem ciclo de despejo como política pública

    MARIANA FIX
    ESPECIAL PARA A FOLHA

    O Brasil é conhecido no exterior por sua experiência em urbanização de favelas e por ter uma legislação considerada progressista no campo do direito à cidade. Diversos municípios têm se dedicado, no entanto, a desenvolver uma tecnologia de “remoção” de favelas contrária aos direitos sociais.

    Em São Paulo, a prática foi institucionalizada por Jânio Quadros (1985-88) com o nome de “desfavelização” e teve na gestão Maluf (1993-96) um dos seus casos mais emblemáticos: a expulsão de mais de 50 mil pessoas para a abertura da avenida Jornalista Roberto Marinho.

    Nessas ações, os habitantes das favelas costumam enfrentar pressão e violência, e são forçados a abandonar rapidamente suas casas. Recebem ofertas como verba em dinheiro (o “cheque-despejo”), bolsa-aluguel ou passagens para mudar de cidade. Se tiverem chance de entrar em algum financiamento para habitação, precisarão aguardar em alojamentos por vários anos.

    Na mira do trator, na verdade são geralmente empurrados para outras favelas, cada vez mais longe -frequentemente, em beiras de córregos ou nas margens das represas de abastecimento de água, protegidas por lei.

    O destino não é casual. A lei de proteção ambiental retira aquelas terras do jogo imobiliário, que define o preço de cada pedaço da cidade quase sempre acima dos baixos salários que a maioria dos brasileiros recebe.

    Nas margens da represa, sua presença é temporariamente tolerada por não interferir nos circuitos de valorização imobiliária, até serem novamente ameaçados de expulsão.

    Na falta de alternativas, essa é a saída que encontram pedreiros, porteiros, vigias, domésticos e diaristas, entre muitos outros, para não ficarem mais longe do lugar no qual trabalham.

    O problema aumenta quando, em vez de uma política ambiental, prevalece o discurso supostamente ecológico para criminalizar esses moradores, ignorando a lógica de produção social da cidade. Basta ver o panfleto “É crime”, recentemente distribuído pela prefeitura nas escolas aos filhos dos moradores do Jardim Pantanal.

    É também grave quando obras como a ponte Octavio Frias de Oliveira absorvem todos os recursos da Operação Urbana, que deveriam ter sido repartidos com a habitação social na região da Água Espraiada. Uma enorme desproporção entre a rapidez para produzir grandes obras viárias e a demora em relação à moradia. Até hoje nenhuma foi construída.

    Assim, as favelas não são eliminadas, como dizem, mas deslocadas para áreas de menor interesse imobiliário, onde a população vive em condições ainda piores.

    São ciclos implacáveis de assentamento, despejo, reassentamento. Entre as consequências estão o aumento das disparidades sociais, a sobrecarga do sistema de transporte e o agravamento dos problemas ambientais e de saúde pública.

    MARIANA FIX é arquiteta e urbanista.

  • GABRIEL

    O grande problema é como derrubar o supremo ? Alguém tem que passar uma rateira em barbosa, rasteira de uma queda só.

  • Márcia

    Muito bom o programa. Parabéns, Eduardo!

    • eduguim

      Grato, Marcia

  • Fausto Ishiai

    Edu, excelente o “CONTRAPONTO” desta segunda-feira. Parabéns a você e a todos os participantes!
    É nítida a evolução do programa, o formato é muito bom, a exposição dos convidados flui com leveza e descontração. Profissional, didático, coisa de gente grande. Assisti ao vivo no PC, a qualidade de transmissão me impressionou: vídeo e áudio ótimos, sem travar. O “CONTRAPONTO” vai bombar e incomodar muita gente, portanto, prepare-se porque a pressão vai ser grande.

    Bem, vamos ao tema.

    Como bem observou PML: quem denuncia não investiga, quem investiga não julga. Barbosa fez tudo isso ao mesmo tempo naquilo que lhe interessava para dar substância à denúncia da PGR como verdade inquestionável. Ignorou a auditoria do BB e as provas que inocentam Pizzolato, que privado dos embargos infringentes teve que fugir para a Itália.

    Dallari afirmou categoricamente que Barbosa que tinha por obrigação salvaguardar a Constituição, ao invés disso, a violou. Segundo suas palavras, foi um julgamento político, logo não tem valor jurídico.

    A partir dessas observações farei alguns questionamentos, quem sabe o Dr Dallari possa respondê-los, caso leia esse comentário. Vamos a eles.

    • Diante de tantas ilegalidades, não caberia a anulação do julgamento do Mensalão?
    • Barbosa ficará impune e os petistas continuarão presos sem provas?
    • Ficou claro que Barbosa cometeu crime gravíssimo ao transgredir a Carta Magna. Condenou sem provas; transformou a prisão num show midiático usando dinheiro público; decidiu tudo monocraticamente como se dono do mundo fosse; enfim, deitou e rolou, e vai ficar tudo por isso mesmo?
    • Barbosa praticou todo tipo de arbitrariedade, criou jurisprudência casuística para poder condenar sem provas, numa afronta total ao Estado Democrático de Direito, e ninguém vai pedir o seu impeachment?
    • O uso da teoria do domínio do fato, é a prova de que de fato não havia provas para condenação, porque se houvesse não haveria a necessidade de usá-lo. Esse argumento não pode ser utilizado como prova a favor dos réus petistas?
    • Como podemos admitir presos políticos em plena democracia?
    • Um déspota presidindo a Suprema Corte tem autoridade para impor sua vontade ao Legislativo?
    • Um sociopata que não demonstra qualquer vestígio humanitário, totalmente insensível ao drama alheio, que trata gente como robô, pode ser juiz?
    • Uma pessoa que age seletivamente para julgar pode ser juiz?
    • Uma pessoa que não respeita seus pares na Corte pode ser juiz?
    • Uma pessoa vaidosa que não aceita ser contrariada pode ser juiz?
    • Uma pessoa que para comprar apartamento em Miami abre empresa de fachada para burlar o fisco americano, pode ser juiz?
    • E o que dizer da premiação que o jornal O Globo lhe concedeu por sua atuação no mensalão, quando ainda cabiam recursos aos réus e até mesmo a possibilidade de serem inocentados?
    • É ético um juiz receber antecipadamente um prêmio de um jornal que pautava o julgamento e pedia a degola de petistas?
    • É ético um juiz receber prêmio por cumprir sua obrigação?
    • E a contratação do filho de Barbosa pra trabalhar na Globo, quando o julgamento do mensalão estava em andamento, não gera suspeição?
    • Qual é o efeito prático dessas críticas feitas por diversos juristas renomados?
    • Por que esses notáveis juristas não se mobilizam nacionalmente em defesa da Constituição que Barbosa propositalmente violou, e não oficializam pedido para puni-lo?
    • Não será por falta dessa atitude que Barbosa acha que pode tudo?
    • Até quando vamos ter que tolerar os abusos de Barbosa?
    • Barbosa é servidor público, na condição de contribuintes, temos ou não o direito de questionar sua conduta?
    • E se o temos e o fazemos, por que nenhuma medida punitiva foi tomada até agora?
    • O Deus Barbosa está acima da lei ou será que ele virou a própria lei?

    “O QUE ME PREOCUPA NÃO É O GRITO DOS MAUS. O QUE ME PREOCUPA É O SILÊNCIO DOS BONS.” – Martin Luther King

  • Luís CPPrudente

    Como Dalmo Dallari disse e eu tinha (e tenho a clara impressão): Joaquim Barbosa está fora de si, ele está agindo de forma truculenta, pois ele acha que o Estado é ele, a lei é ele. Joaquim Barbosa está mentalmente perturbado com tamanho poder em suas mãos.

    • Luís CPPrudente

      …e eu tinha (e tenho a clara) impressão…

  • Luís CPPrudente

    Será que quando o Joaquim Barbosa deixar a presidência do Supremo, ele voltará à realidade? O poder mexeu irremediavelmente com a sua cabecinha fraca?

  • eduardo

    O programa deveria oferecer um contraponto interno, todos apoiando o mesmo ponto não tem graça.

    • Luís CPPrudente

      Decerto você deve estar criticando a programação das famiglias do PIG! Lá tanto quem é contra ou a favor tem a mesma opinião ditada pelo PIG. Você deve ser assíduo frequentador do PIG.

  • xand

    Olha só…
    acabei de ver a entrevista com o Dallari. mas ele, que é jurista, não pode falar bobagem. pelo bem da causa.
    a explanação sobre a famigerada teoria do domínio do fato é a do senso comum. não foi ler, nem pesquisar.
    a teoria não é nazista, é pós-nazista. elaborada para condenar nazista. e não se trata de condenar sem provas. o próprio claus roxim sempre deixou isso bem claro, creio eu, neófito. trata-se simplesmente de categorização. de partícipe à coautor. do nazista que tinha o conhecimento dos crimes por se realizarem e a possibilidade de cessá-los e não o faz, elevando-o, assim, a uma responsabilização maior. sempre, repito, com comprovação dos fatos, com provas.
    a questão não é a aplicação da teoria exótica. o problema é que o uso da teoria é, além de extemporâneo, errado.
    tô escrevendo isso “de memória” -que é muito ruim-, daquilo que li na época.
    tomara que eu esteja errado.

    p.s. tô errado, ma non troppo. apesar dos erros contextuais, o espírito da coisa é esse mesmo.