Ironia suprema: após tanta sabotagem, “Copa das Copas” pode reeleger Dilma

Análise

Pergunto a você, estimadíssimo leitor: o que mais os grupos político-midiáticos de direita e esquerda que apostaram na Copa de 2014 como meio de desgastar Dilma poderiam ter feito para atingir tal objetivo? Eu diria que fizeram de tudo e mais um pouco.

Pela esquerda, protestos violentos contra a Copa infernizaram as grandes cidades, feriram centenas de pessoas, provocaram prejuízos econômicos imensos, rebaixaram a autoestima dos brasileiros até o rés do chão, tudo com base na mentira hedionda de que os investimentos no evento teriam roubado dinheiro da Saúde e da Educação.

Pela direita, mentiras sobre a organização da Copa não deram um só dia de sossego para os organizadores – ou para a face mais visível da organização do evento, o governo federal. Após caírem as mentiras espalhadas mundo afora pela mídia brasileira, a mídia internacional vem denunciando aquela campanha infame que o evento sofreu, que previa “caos”.

Não se pode negar que essa campanha de desmoralização funcionou tanto para um extremo quanto para o outro do espectro político – ao menos enquanto foi possível manter mentiras dessa magnitude:  Dilma caiu razoavelmente nas pesquisas.

Além disso, do ano passado até abril deste ano, a 3 meses do início da Copa, pesquisa Datafolha mostrava que a aprovação ao evento despencara. Em novembro de 2008, 79% dos brasileiros apoiavam a Copa; em junho de 2013, eram 65%; em abril último, esse apoio caiu para míseros 48% – a maioria, então, era contrária ou indiferente a realizar a Copa no país.

Eis que, de supetão, sem divulgação prévia no UOL – como costuma acontecer –, pesquisa Datafolha dá conta de melhora na aprovação de Dilma – aparentemente minimizada pelo instituto – e, acima disso, de forte melhora na aprovação à realização da Copa no Brasil, que, agora, subiu para 63%. Em menos de um mês.

E, consequentemente, segundo essa pesquisa Datafolha recém-divulgada, do mês passado para cá a aprovação ao governo Dilma subiu de 33% para 35% e as intenções de voto dela subiram para 38%.

Para este Blog e os leitores que nele acreditam, não houve surpresa. ONZE DIAS atrás, foi dito nesta página que o sucesso da Copa melhoraria a aprovação de Dilma. Como você pode ver, leitor, não foi chute.

Mas, para variar, a famigerada “margem de erro” do Datafolha fez os adversários de Dilma desfrutarem do que não faz sentido que desfrutem. Eduardo Campos e Aécio Neves ganharam pontos também, mas dentro da margem de erro de 2% – Dilma ganhou 4 pontos.

Não faz sentido que Aécio e Eduardo ganhem pontos porque eles estiveram entre os mais vira-latas no que tange a Copa. Garantiram que o Brasil passaria “vergonha”, que as obras não ficariam prontas etc. Ora, se nada disso ocorreu não faz sentido que tenham ganhado pontos.

“Análise” do diretor do Datafolha, Mauro Paulino, publicada na Folha nesta quinta-feira 3 explica que os candidatos da oposição ganharam esses pontinhos porque se tornaram “mais conhecidos” e porque caiu o percentual dos que não escolheram um candidato, mas é balela. É mais provável que tenham perdido pontos após a realidade da Copa desmascarar a fantasia pregressa.

Este blog tem notícias de que pesquisas privadas feitas para o governo Dilma mostram que os ganhos dela com a excelente organização do Mundial superam o que o Datafolha diz. Isso porque o desmoronamento do catastrofismo mostrou um fato aos brasileiros: Dilma e a Copa que seu governo organizou foram alvo de mentiras, sob inspiração de seus adversários políticos.

A campanha contra a Copa foi tão insistente, tão esmagadora, tão peremptória que a ausência do desastre chegou a ser chocante. Muitos dos que deram crédito àquelas mentiras ficaram absolutamente embasbacados com a realidade.

Alguém que acreditou piamente nas mentiras – pessoa com quem este blogueiro chegou a ter uma discussão acalorada – disse, recentemente, que estava absolutamente chocado. Pediu-me desculpas, inclusive. E reconheceu que houve (má) intenção política naquela história do “imagina na Copa”.

Para os brasileiros, em expressiva maioria, ficaram claros os métodos dos críticos renitentes de Dilma. Mais do que isso, a grande mídia atucanada desmoralizou-se fortemente.

Quem mandou exagerar tanto na dose?

Ora, não é por outra razão que a pesquisa Datafolha mostrou que também no que diz respeito à economia e à expectativa dos entrevistados sobre a própria vida houve melhora para Dilma e seu governo.

Tudo melhorou para Dilma. O pessimismo com a inflação caiu de 64% para 58%, o pessimismo irracional com o desemprego – pois temos hoje o desemprego mais baixo da história – caiu de 48% para 43%. Além disso, subiu de 27% para 32% o contingente dos que acham que os salários irão se valorizar.

Estamos falando de milhões de brasileiros que perceberam que foram jogados contra Dilma ao custo de mentiras. Não há nenhuma outra explicação. Esse fato é claro como água. E, mais do que isso, este blog acredita que se trata de fenômeno não apenas irreversível, mas crescente.

Além da verossimilidade de o Datafolha ter usado a margem de erro – e, talvez, mais um tiquinho – para deprimir os números da adversária Dilma e inflar os dos aliados Aécio e Eduardo, há outros números – que serão conhecidos proximamente – dando conta de melhora ainda maior para a presidente.

Ao fim, o que chama a atenção é a ironia suprema de a grande aposta da oposição midiática para desgastar Dilma se tornar um dos principais fatores que desencadearão sua reeleição, pois o desmoronamento das mentiras mostrou quem é quem.

Este Blog não estranhará, portanto, se, em breve, Aécio Neves e Eduardo Campos tentarem disputar com Dilma a paternidade da Copa. Afinal, filho feio não tem pai, mas filho bonito tem um monte.

*

PS: a imagem que ilustra este texto é de uma charge que fiz na madrugada de quinta-feira (3/7) após ler a pesquisa Datafolha na edição on line da Folha de São Paulo. Fazia muito tempo que não desenhava ou pintava. Na juventude (37 anos atrás), trabalhei como desenhista em uma agência de publicidade. Depois que me casei (aos 22 anos), mudei de ramo porque precisava sustentar a família e desenho, à época, não dava dinheiro. Mas continuei desenhando. Contudo, após o nascimento de Victoria, a quarta filha – que nasceu “especial” –, desanimei e parei. Fazia anos que não desenhava. Voltei na madrugada do dia 3. Assim, peço indulgência na avaliação da charge. Mas como no Facebook os amigos gostaram, achei que seria apropriado reproduzi-la aqui no Blog.

118 comments

  • Mais pode ter certeza Edu. Como eles perceberam que deram um tiro no próprio pé, logo virão mentiras e mais mentiras, é só acabar a copa.

  • Prezado Eduardo,

    Me permita lhe dar um pequeno puxão de orelha…rsrsrs

    Creio que não seja muito positivo levantar a hipótese que nossa presidente Dilma pode se reeleger pela Copa das Copas, por crer que dessa maneira a oposição doente desse país cairia para cima propalando por aí que a única coisa que ela produziu de positivo foi isso.

    E tal inverdade talvez seja decantada por essa oposição, pelo motivo de que foi a mesma que tratou de espalhar aos quatro cantos do planeta que essa Copa seria uma verdadeira desgraça. Um fracasso colossal.

    É hora em meu entender de publicarmos junto da Copa, tudo que transformou a mesma em possível, obras e mais obras que realizamos, e na verdadeira engenharia que esse governo promoveu em vários setores para dela retirarmos como o faremos, muito mais do que seu imenso legado.

    Abraços

  • gostei por seu texto confirmar o que suspeitava
    gostei ainda mais ao saber
    que retomou o que
    com mais jovem energia
    lhe ocupava

      • Edu, vc reparou que no próprio Uol, Josias de Souza afirma que a soma dos votos dos demais candidatos, na pesquisa anterior, era 32%, enquanto Fernando Rodrigues afirma em sua coluna que era 35% (aliás, hoje cedo o mesmo Rodrigues demonstrava que era 36%, mais tarde sumiu 1% que era atribuído ao Randolfe. E tô vendo agora, 14h27, chocado, que a coluna dele de hoje sumiu do Uol!!!!)). Por conta dessa divergência surrealista entre dois jornalistas do mesmo veículo que divulga a pesquisa Datafolha, ambos tem conclusões diferentes: como a Dilma agora tem 38% dos votos e a soma dos demais candidatos também é de 38%, Josias conclui que a situação de Dilma piorou, já que na pesquisa anterior ela ganhava por 34% a 32%; já Fernando Rodrigues concluiu que o empate em 38% de agora é melhor para Dilma do que os 35% (ou 36%) da oposição contra 34% dela da pesquisa anterior. Os caras conseguem tentar manipular à luz do dia a pesquisa do próprio instituto deles!!!!!

        • Sérgio, nesses números todos do DataFalha, considero que está havendo uma transferência de intenção de votos da Dilma para os candidatos nanicos. Quem no Brasil sabe que a Luciana Genro é a candidata do PSOL, ela que se candidatou a menos de duas semanas? Quem no Brasil sabe quem é Eduardo Jorge (do PV de São Paulo)? Mauro Iasi (do PCB) eu nunca ouvi falar, mas ele tem 1% de intenção no DataFalha!

  • Imagine o Brasil sediar novamente uma Copa, nem em pensamento poderia se ter tal esperança. Previa-se que os estádios só ficariam prontos em 2038.
    O Brasil, este pobre coitado país latino americano, iria se envergonhar até o fim dos tempos com a exibição mundial da inépcia do governo para executar qualquer projeto desse porte.
    Não tem muito tempo o brasileiro tinha certa vergonha de ser nacionalista.
    Com o início da Copa, as coisas foram mudando. O país foi invadido por europeus, ocupado por americanos, hermanos, colombianos, chilenos, mexicanos, africanos, japoneses se misturando numa bondade difusa, volatilizada, atmosférica.
    Então, a nossa imprensa começa a admitir, embora o medo, embora relutante, que não somos tão ruins em organização apesar de latino sul americano.
    Diria Nelson Rodrigues: — “Nunca vi tanta brasilidade.”
    Jamais se cumprimentou tanto. E como sorrimos uns para os outros.
    Agora acontece esta coisa espantosa: — todo mundo quer conhecer o Brasil brasileiro.

  • Era comum ouvir dos que se diziam contra a Copa o argumento de que se tudo desse certo o “povo alienado” se deixaria levar pelo sucesso do evento e reelegeriam Dilma, e que por isso eram contra a Copa.

    Nem vou comentar a arrogância por trás desse raciocínio, mas creio que ele ganhará alguma força à medida que Dilma subir nas pesquisas.

    No entanto, parece que as pessoas estão ligando os pontos e percebendo que os mesmos que pintaram o cenário apocalíptico para o mundial são os que dizem que o país está a beira de uma catástrofe.

  • Caro Eduardo,

    Em primeiro lugar, quero lhe parabenizar pela imagem acima. além de ser um excelente articulista, revela-nos agora, que também é ótimo no desenho.
    Com relação ao assunto em tela, o que se pode inferir, é que essas pessoas que apostaram no derrotismo da copa, quebraram a cara. A Copa do Mundo é um sucesso indiscutível. Daqui para frente, a Presidente Dilma Rousseff só crescerá nas pesquisas eleitorais. As pessoas começaram a perceber que foram enganadas pela mídia. Aguardemos as proximas pesquisas, que com certeza, trarão melhores resultados.

  • Edu:
    Primeiro quero repetir aqui a nota , que dei no face , adorei é DEZ.
    Como é bom o espetáculo que estamos presenciando nestes dias!!
    Na verdade o que os inimigos de sempre queriam era: Não vai ter PT!
    Fizeram “de um tudo ” mas o povo brasileiro está dando o trôco :
    Tem muita Copa Tem muito petróleo. Tem paz ,trabalho,alegria…
    Não tem mais J B (cruz credo)
    Se Deus quiser , em outubro completaremos nossa alegria dando mais
    quatro anos à Dilma pra os bons tempos perdurarem. Abraço.

  • O que eu não entendi nessa pesquisa é por que a diferença dela para o Aécio diminui no segundo turno, sendo que ele abriu 4 pontos no primeiro turno.

      • A DataFalha está estimulando o aumento das intenções de voto nos nanicos, aumentam os nanicos para dar a sensação de que haverá segundo turno. Os nanicos são a “reserva técnica de votos” ou volume morto, quando se aproximar mais das eleições, esta reserva técnica ou volume morto diminui, pois não existe.

    • Em virtual 2o turno da Dilma contra o Aécio, a pesquisa hoje dá 46 vs 39, vantagem de 7 pontos que, em fevereiro, era de … 23 pontos (55 vs 23)!. A diferença caiu, de 23 para 7 pontos, em 5 meses.

  • Nossa! Você desenha super bem. Parabéns, pela charge e pelo texto. Em relação aos textos sua competência já era conhecida, mas em relação ao desenho, surpresa.

  • Quem que tenha um mínimo de juízo aceitaria um cheque do PIG ou da oposição? Mesmo se fosse um cheque administrativo e, principalmente, do ITAU? O que eu mais gostei nessa desmoralização toda foi a nudez exposta das elites! Êta coisinha feia. Mas temos que passar por essa obscenidade dos “famosos” para que o eleitor, a população brasileira conheça bem, nos mínimos detalhes, quem são aqueles que ainda detém esse poder deletério que tanto mal faz ao Brasil.
    P. S. Dilma excluiu do plano de governo do PT, para a sua recandidatura, a reforma da mídia aprovada pelo partido. Desta vez a sugestão foi do Mercadante.

  • “…mudei de ramo porque precisava sustentar a família e desenho, à época, não dava dinheiro.”

    Ah, Edú… Pena não ter tido a mesma percepção que você; hoje desenho dá menos dinheiro, ainda.

    Bom… Pelo menos desenho técnico não dá nem pro cafézinho.

    Eu é que sei o que passo pra sustentar a mulher com dois filhos e dois netos, além do Brinco, claro.

    Parabéns pela charge e pelo post, Eduardo. Mais uma vez você está impecável.

  • Tens inspiração e técnica, muito bom o desenho. Continue…Quanto a pesquisa é só começo. A alegria que tomou conta das pessoas terá ainda maiores efeitos.

  • Primeiro quero parabenizar voce e os outros blogueiros sujos pela entevista com a Graça Foster. Show de bola! E depois garantir-lhe que a charge está muito boa. Como artista plástico dou meu aval, Edu. O traço é muito bom.
    quanto ao conteúdo do post, impecável como sempre

  • Nada me deixaria mais feliz se ouvisse amanhã no Castelão:
    Olé, Olá, Dilma!!!!…Dilma !!!!!!

    E nada deixaria o PIG e penduricalhos(Aebrio e Calabar), mais infelizes se ouvissem amanhã no Castelão:
    Olé, Olá, Dilma!!!!…Dilma !!!!!!

    Bela charge, Edu.
    Vamo que vamo.

  • Edu,

    Você deveria agradecer a imprensa pelo sucesso da copa, e explico: o Brasil ganhou o direito de sediar a copa em 2007 e o governo ficou de braços cruzados por mais de 3 anos. Quando começou a cobrança o governo teve de se virar para entregar as obras necessárias para sua realização.Pergunto: por que não fez as privatizações dos aeroportos logo em 2007?; por que fazer 12 estádios e não 8, e ficarmos com 4 elefantes brancos? arena de Brasilia custando 2 bilhões? logo em Brasília em que um clássico local não chega a 5 mil pagantes? e o Itaquerão que a Fifa teve de devolver 6 mil ingressos ? Lembra do chefão da Fifa falar que estamos precisando de um pé na bunda? Você acha que a Globo a Band que investiram milhões iam querer o fracasso da copa? O certo, Edu, é que uns 4 meses antes da copa o Brasil já deveria estar completamente pronto para receber a copa e não em cima da hora! Quem não queria a copa é uma meia dúzia de PSOL, PSTU ,BLACK BLOCS ETC QUE ALIÁS CARREGAM O DNA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES. O sucesso da copa se deve muito mais ao povo brasileiro que tem se portado de um modo magnífico e aos grandes jogos que tem acontecido>

    • Sem comentário para este discurso. Então o sucesso da Copa se deve às cobranças feitas pelo PIG?

      Pronto! Os tucano-pefelês vão dizer que a Copa só foi um sucesso porque eles alertaram o Governo Federal e obrigaram o Governo Federal a agir!

      • Luís, quando a gente pensa que os “sicários” (como o idiota que comentou algo também idiota acima de você) chegaram no fundo do poço, eles mostram que pode ir mais além…

  • Edu, sugiro, com todo meu carinho por você e especialmente pela Vitória, que você retire as aspas de “especial ” ao se referir à ela como sua filha. Ela é especial, especialíssima” no sentido mais proximo de um ser muito bom, muito lindo,com qualidades acima das qualidades dos meros mortais.

  • Qual será o desenho do Edu depois da eleição presidencial?

    a) Um monte de Neves derretendo;
    b) Os cães PIGuentos fugindo da carrocinha(desculpe-me os outros cães);
    c) Um Tucano que perdeu o bico(desculpe-me as aves tucanas);
    d) Os Mervais, Jabores, Constantinos e cia. deprimidos;
    e) Serra feliz, como nova opção tucana para as eleições presidenciais de 2018.

  • A realidade enfiou goela abaixo da mídia 500 mil barris de petróleo e o sucesso total da Copa.

    Mas no dicionário da mídia não existe a palavra vergonha e a goela não tem fundo.

  • A insignificância do vice do plaboy acho que foi a senha. Entretanto, não devemos nos precipitar. Vamos aguardar o apito final em outubro. Até mesmo em relação a copa. Esses covardes são capazes de tudo, devem estar planejando alguma coisa para melar o brilho da copa. Sobre as pesquisas, apesar do avanço, acho que está sendo manipulada mais uma vez para favorecer o gazeteiro e o Calabar.

  • Por enquanto esta se confirmando o que de há muito se desenhava ..DILMA ganhando por FALTA de adversário ..e pior que em SP o Alckimin vai pelo mesmo caminho.

    Da minha parte, sobre esta pesquisa, lembro que quando da ultima pesquisa, aqui mesmo eu chamava a atenção para a oscilação forçada de Dilma e de Campos pra baixo, se distanciando dos números do IBOPE, e ainda afirmava aqui que análise de pesquisa mais aprimorada não era pra mim, mas para o dono do BLOG.

    No mais, pra um mandato de PATO MANCO, não contar com 40%, ou com um nível de rejeição gigantesco, parece temerário pra qq mandatário ..aguardemos, pois tudo indica que viveremos mais 4 anos medíocres.

    em tempo – a paternidade da COPA é devida ao PT, PMDB, PSDB, PSB e PSD principalmente ..foram todos estes irresponsáveis que, mentindo para a população, trouxeram a Copa pra cá com a promessa que não haveria dinheiro público nesta aventura ..passado um tempo, como a mentira tem perna curta, tudo aflorou, e a FARRA com dinheiro público beneficiando mais uma vez alguns poucos privilegiados, se desnudou

    ..qual seja, entra e sai década, da ditadura à democracia tupiniquim, aqui nada muda ..ao POVO de-se o CIRCO, e muito, muito cabresto e assistencialismo

    http://www.youtube.com/watch?v=7rBipQzTx6U

    • Bananelli, o que seria estes quatro anos medíocres: inflação sob controle, economia em desenvolvimento, recorde diário na produção de petróleo, salário mínimo crescendo sempre acima da inflação (que está sob controle)?

      Para piorar essa mediocridade que você cita, o Governo Dilma tem que colocar a Ley de Medios em funcionamento e cortar todas as verbas publicitárias do Estado (e suas empresas) com o PIG!

      • Não não..

        Seria com a educação fraca ..com a saúde em frangalhos ..com reformas estruturantes que NUNCA chegam (a começar pelo código civil e penal e a nossa Justiça, a impunidade, a raiz de TUDO)

        Seria com a industria descarrilhando e as contas externas derretendo ..com a corrupção descambando ..com meia centena de ministérios e pouco ou NENHUM desempenho ..com desperdícios, cancelamentos e atrasos, com corte de GASTOS e de investimentos

        Seria um o país fazendo pouco caso do contrabando, às importações de porcarias e ao trafico e consumo de drogas ..um país cada vez mais com DISCURSO racista e sexista, vingativo e estérico, mas amante do FUNK e do MMA

        Seria com ministérios tipo do turismo, cultura, pesca e cidades praticamente NÃO fazendo na ..isso enquanto outros ficariam lambendo as botas dos sindicatos ou das confederações e enrolando nas decisões ..seria mais um pouco de desordem e retrocesso

        Seria com um país de Estado mais APARELHADO e engessado por não conseguir se formar de novos partidos ..escravo de velhos esquemas e oligarquias

        Seria, ao meu ver, com a continuação de 60 mil mortes ano e 50 mil estupros, com a impunidade dos que matam aos 16, mas votam, intocada ..seria um país com mais INVASÃO e FAVELIZAÇÃO tanto urbana como rural, e com PERDÃO pros que devem ao Estado (dentre eles os do Agronegócio e suas pickups zerinho)

        Seria um país sem equipe ministerial com conhecimento e/ou calibre ..com a malha ferroviária, rodoviário e portuária ainda não ficando prontas, nem a transposição ou as linhas de transmissão, mas com mais pedágios.

        Seria com o emprego minguando e o PIBinho bombando tipo biribinha, com mais inadimplência e com a população PARANDO de procurar emprego pra dar a impressão de que seria o desemprego que vinha caindo ..seria mais de contas públicas sofrendo e desalinhadas ..com estatais usadas pra tapar trapalhada ..com mais indexação e inação e com mais malabarismos contábeis

        Seria um país mergulhado num mar de carros e PARADO, desanimado, sem que qq governante soubesse calcular o prejuízo que isso causa a qualidade de vida e à economia da pátria e das pessoas ..seria mais se vasculhar a história à cata de assuntos já superados enquanto outros IMPORTANTÍSSIMOS passivos não são enfrentados..seria mais um país governado por uma base parlamentar frágil, com um Congresso cheio de feriados, e cooptado mal e porcamente não por idéias, por um punhado de pastas

        Enfim, seria de tempos em tempos a população tomar uma PAULADA em preços indexados como com a energia elétrica agora (de 18%) ou nos de sempre planos de saúde (9,65%), com a tabela de IR não sendo corrigida, com remédios faltando, com filas nos hospitais e com FALTA DE CRECHE e com a SELIC sendo usada pra tudo, até pra dor de dente

        Colega, sejamos franco, o que não faltam são problemas e FALTA de perspectiva, e não será com MAIS ASSISTENCIALISMO desmedido e SEM data pra terminar, que conseguiremos nos catapultar.

        Do que vc disse, ei de concordar que a INFLAÇÃO esta sobre controle, embora AMORDAÇADA, REPRESADA pelo câmbio e combustíveis que causam outros e maiores danos em outras pontas a ponto de vivermos a todo momento tensos com o que pode disso derivar.

        Sobre a economia em desenvolvimento, convenhamos, isso foi com LULA 2o (devido a LULA 1o) ..tirando o agronegócio que graças aos transgênicos (e a CHINA, Cargill, Basf, Bayer etc) nos catapultaram de 100 pra 200 mm de ton/ano, e que ainda nos livraram do FMI, não temos muito o que comemorar pois, apesar da avalanche automotiva por ex, hoje, figurando entre as 9 maiores economia, ainda somos a UNICA que não temos uma industria genuinamente própria ..fora outros setores que vivem tomando chocolate pelo cambio criminosamente congelado.

        e por favor, não me venha falar no setor INTERNACIONALIZADO e entregue aos ómi por Dom Fernando, tá ? o das telecomunicações e todas as suas implicações

        Sobre a geração de emprego, CUIDADO com as pegadinhas das estatísticas, infelizmente os dados vem demonstrando que esta fase tb ficou pra trás, assim como a inadimplência vem lentamente crescendo ..hoje estamos sim com os índices de desemprego crescentes ..ainda mais se considerarmos os REMEDIADOS e a quantidade infindável de brasileiros que, estando em idade ativa, sequer procuram emprego (mais de 30%).

        E sobre o SM subindo acima da inflação, lembro que isso tem diversos custos que mais cedo ou tarde, combinado com outras INEFICIÊNCIAS, batem à nossa porta pra nos cobrar, por exemplo, pelas contas públicas dos EXCESSOS de municípios que cada vez mais não tem como se sustentar, ou pelos rombos previdenciários que estamos estocando ..sendo assim, lá na frente, tome mais imposto, tome mais fator de correção, tome mais e mais custo BRASIL despejado sobre poucos (devido à concentração tributária e regressiva fiscal por exemplo) ..e tome ineficiência

        A propósito, com DILMA tenho praticamente CERTEZA de que tudo o que esta aí não irá apresentar melhorias (afinal, ela já teve seus 4 anos pra dizer a que veio) ..com Aócio, pelos que os cercam, pelo que já vem discursando, pelo passado da sua facção, acho pouco provável que vejamos algo de novo ..e com Eduardo e a sua vice tartaruga sem casca (insustentável), bem, aqui é uma incógnita

        de qq forma, quem sabe eu esteja sendo pessimista e LULA é quem tenha razão, não ? tomara

        http://www.youtube.com/watch?v=wJN5vdgDIzg

      • Caro Prudente, embora tenha resistido de início, mas por eu não ter feito nenhum comentário sobre a “lei dos meios” que vc se referiu, sinto-me no dever de retornar e expor a vc o que penso.

        1. Pela IMPUNIDADE que impera nesta terra tornando qq inciativa, mesmo que boa, um punhado de inconsequências e de ações que servem meticulosa e premeditadamente pra atender a AMIGOS.
        e

        2. Por DISCORDAR do modelo proposto que atua inicialmente sobre a propriedade, MUITO mais do que sobre PRINCÍPIOS

        3. por ver nesta ação, não necessariamente um projeto que cisa o bem do país, mas sim a destruição de desafetos e contrários

        EU não defendo o que eventualmente DILMA viria a ser obrigada a encampar.

        Penso que se este país fosse sério ..se a mentira e a litigância fossem coibidas, se as penas fossem de verdade e não de fantasia, se direitos exclusivos deixassem de existir, se a cidadania prevalecesse sobre o clientelismo, se a justiça fosse responsável, célere, e não covarde ou submetida a interesses e nomeações políticas..

        ..penso que um punhado de princípios poderiam ser estabelecidos e que dariam perfeitamente conta do recado a que inicialmente se pretendia, o de termos uma imprensa mais imparcial e voltada aos interesses coletivos, por exemplo:

        – garantindo o direito de resposta e de defesa quantas vezes fossem necessárias pra se elucidar a matéria

        – NÃO escondendo as fontes ou os OBJETOS das notícias caso estes viessem a citar 3os

        – Tendo que provar, se instada a fazê-lo, sobre a origem de notícias e boatos publicados

        – Tendo que se retratar sobre equívocos e sendo SEVERAMENTE punida se pega em mentira

        – Responsabilizando os meios sobre qq ato que, se provado, venha a ferir o direito, ou a instigar a desagregação social (excesso de sexo, violência, críticas infundadas etc)

        enfim ..penso que com princípios assim, levados às últimas consequências, tudo estaria resolvido

        No mais, sufocar a mídia existente, o líder, em detrimento de outros não tão éticos e probos (vide o império do BISPO), capacitados e melhor intencionados como aqueles (em que pese as diferenças ideológicas e programáticas), penso que não é o caminho e sim, mais um joguinho pra se facilitar a vida dos amigos e a se permanecer FARSESCA e confortavelmente no poder (livrando-se de críticas e de denuncias de desvios por exemplo)

        ENFIM, se não começarmos do início, abrindo guerra contra a IMPUNIDADE no nosso dia a dia (partindo o delito de onde partisse) EU NÃO ACREDITO !!!!!!!

      • Ilustre Bananelli, sobre as tais “reformas estruturantes” (você citou o Código Civil e Penal) não é o Executivo que determina isto e sim o Legislativo. A cobrança sobre as tais “reformas estruturantes” tem que ser feitas sobre os deputados federais e senadores, não adianta cobrar isto só do Governo Federal. O Governo Dilma sugeriu que houvesse a Reforma Política, mas os partidos fisiológicos, ou de aluguel, ou reacionários e golpistas não querem ouvir falar de reforma política.

        Sobre a Reforma Tributária, o Governo Federal não quer perder verbas, mas também é verdade que os governos estaduais também não querem perder dinheiro. Assim, todos eles ajudam a emperrar a Reforma Tributária que simplificaria os tributos e diminuiria a carga tributária sobre os brasileiros.

        Quando o Governo Dilma tenta opinar e realiza decretos para regulamentar coisas que já estão presentes na Constituição, a Direita reacionária e golpista, os meios de comunicação do PIG e muitos deputados e senadores que não tem interesse social, dizem que a Dilma está agindo de forma autoritária e se intrometendo em assuntos do Legislativo. Então não é culpa da presidenta Dilma se as tais das “reformas estruturantes” que você cita estão empacadas. Temos é que cobrar o Congresso Nacional, mas antes disto, temos que escolher melhor nossos representantes no Parlamento e dar um basta aos partidos de aluguel ou fisiológicos (o PMDB é o grande exemplo de partido de aluguel, que se vende para o PT quando é governo e se vendeu para o PSDB quando foi governo).

  • Edu ficou muito bacana o seu desenho! Agora que você já mostrou o seu talento, não custa nada de vez enquanto, nós brindar com o mesmo.

  • Todo cuidado é pouco. A direita brasileira e o governo dos EUA estão em desespero. A primeira, pela prolongada abstinência de poder; o segundo, pelo declínio de sua influência na América do Sul e mundo, além da necessidade de enfrentar o novo bloco econômico que se forma, o BRIC, que já está por colocar em prática a criação de um banco internacional alternativo ao FMI( que não passa de mais uma entidade controlada por Washington). Espero que os serviços de inteligência brasileiros estejam atentos a tudo e que também mantenham-se fiéis ao Brasil e à nossa soberania.

  • oooo Eduardo sempre fazendo jus ao titulo de puxa saco do governo petralha! Imagina se Dilma perder a eleição???? em são paulo o padilha já era, imagina o que vai ser de você sem saco pra ficar dependurado e babando???????

  • São dois grupos distintos que querem disputam o Poder Executivo (central) no Brasil.
    No período pré-copa, os dois emitiram suas opiniões em relação ao Mundial da FIFA no Brasil. De um lado a oposição aliada aos grandes meios de comunicação detonando com o evento, fazendo previsões catastróficas, enfim, dizendo que o Brasil, ou seja o povo brasileiro era incapaz de sediar um evento de tal porte e que, por isso, passaríamos vergonha diante do mundo. Duvidou do povo. Por outro lado o governo representado principalmente pelas figuras da Presidenta Dilma, do Ex-presidente Lula, do Ministro dos Esportes Aldo Rebelo e as forças progressistas aliada a este governo apostando e acreditando na capacidade do povo brasileiro que com seu trabalho e características de povo hospitaleiro, receptivo, alegre e cordial seria capaz de realizar não só mais uma Copa mas, a Copa das Copas. Ou seja, acreditou no povo.
    Em outubro estes dois grupos vão se apresentar pedindo a confiança do povo brasileiro para que um deles assuma o Poder.
    Em qual deles o povo deve confiar para dirigir, ou pelo menos influenciar com certa força, o destino da nação? O que duvidou da capacidade do povo brasileiro ou o que acreditou neste povo?

  • A carcomídia fez o que NENHUM empresário inteligente faz: apostar todas as suas fichas num único projeto. Quando um empresário inteligente inicia uma nova empreitada, coloca nela uma parte de seu dinheiro e de seu prestígio. Mas UMA PARTE apenas. Se o novo negócio der errado — o que sempre é uma possibilidade — esse empresário perde o que investiu, mas não sofre um grande abalo.

    A carcomídia investiu um enorme naco de sua credibilidade (já em declínio) na aposta de que a Copa seria um caos. Era uma aposta ABSOLUTAMENTE IRREAL, pois dependia dos mascarados da CIA — que são hoje antipatizados pela população — e dos setores de esquerda (?) que iam a reboque desses mascarados, como o PSOL.

    Ora, os aeroportos ficaram prontos, os estádios também, os centros de treinamento também e muitas cidades fizeram excelentes obras de infraestrutura e mobilidade urbana. No entanto, a carcomídia tucana CONTINUOU INSISTINDO na aposta irreal do caos. Levou uma bela trauletada. Apostou na mentira e colheu frutos amargos. Os efeitos desses frutos serão avassaladores. Nesse exato momento eles estão envenenando as entranhas da Globo, Folha, Veja, Estadão, etc. Além disso, os efeitos NO BOLSO da carcomídia também serão drásticos.

    Dilma se fortaleceu. Estou torcendo para que a nova empreitada da carcomídia seja “não vai ter Mundial Inter-Clubes” ou “não vai ter Olimpíadas”. E tomara que o PSOL embarque nessa, para ser extinto de uma vez.

  • Edu, charge ótima parabéns

    Gostei do texto. Ouso sugerir que divulgue: Construção das Rodovias, Rio São Francisco, Portos e Aeroportos, Acessibilidade nas grandes cidades, Mais Médicos, Ensino Superior, Técnico e Elementar, Creches, etc.etc.

    Um beijo para Victória.

  • Dilma vai se reeleger com Copa ou sem Copa.
    Mas se for com Copa, fica mais fácil. Afinal só mesmo num paiseco como este, “Copa Do mundo” é assunto presidencial, para usar em campanha eleitoral e propagandas governamentais ridículas.

  • Edu, parabéns pela charge. A batalha é dura meu caro, e esses bandidos da oposição e seus mafiosos na porca grande imprensa brasileira não descansam em desqualificar o governo de Dilma, bem como qualquer governo do PT. Edu, você está acompanhando esse terrível desabamento de um viaduto em Minas? Começo a me lembrar do seu texto sobre possíveis sabotagens e fico preocupado. Esses fascistas vão utilizar todo e qualquer problema e qualquer tragédia para continuar sabotando o astral de nossa presidenta e de nosso país. Fiquemos atentos!

  • … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  • Eu particularmente considero apenas as manifestações espontâneas.
    Dilma 27% (com 2 do Lula), Aécio 9%, Eduardo 4% (com 1 da Marina).
    Não vai ser essa lavada, mas ainda acredito em primeiro turno, por diversos motivos: nesta última pesquisa, por exemplo, o Dudu foi inflado demais, sem pudor; a Luciana Genro entrou no páreo outro dia e já tem 1% (cerca de 1.500.000 votos….). Mama mia. Na verdade a Dilma passa dos 40%….

    E o seu desenho, Edu, muuuuuuuito bom!!!

  • Da mesma forma que Dilma fez um discurso no dia antes da Copa, a Presidenta tem que fazer outro no
    final da copa, agradecendo os Brasileiros pelo belo comportamento de quem faz uma bela recepção.
    E não esquecer de cutucar para os profetas do caos.

  • É claro que o sucesso da Copa é excelente para Dilma! Um evento dessa magnitude e tendo como objeto o esporte que é uma verdadeira obsessão nacional, o futebol, é, obviamente um cabo eleitoral para qualquer político(e falo do sucesso do evento em si, que é ainda mais positivo do que o sucesso da seleção, já que o povo há muito separa seleção de eleição, mas irá sentir a autoestima fortificada ao ver êxito num evento mundial, realizado no Brasil, evento esse referente ao futebol). Contudo, e muito também devido à paixão dos brasileiros, principalmente os mais pobres, pelo futebol, gostaria de fazer algumas correções a determinados equívocos de que discordo em seu texto. Para começar, não foi somente a extrema-esquerda(aquela esquerda que a direita adora, pois só serve para ajudá-la, já que presa em seus “dogmas de manual”, sabota sempre a esquerda viável, aquela que ganha eleições e muda o país, e ajuda os conservadores a voltar ao poder)que realizou “manifestações” contra a Copa. Apesar de ter tornado-se a última “linha de resistência” dos sabotadores da Copa, ou seja realizou as últimas “manifestações” contra o evento, quando as “passeatas” já agonizavam, completamente repudiadas pelos cidadãos, e nem mesmo a militância de direita aceitava ainda embarcar nessa cano furada; a extrema-esquerda inicialmente foi no máximo um coadjuvante das primeiras “manifestações”(surgidas quando o vandalismo golpista mauricinho ainda estava “quente”, devido à tentativa de golpe adolescente de junho do ano passado), que eram majoritariamente controladas e ocupadas pelas classes média e alta, ou seja, a extrema direita, com seus mauricinhos terroristas, merecedores de cadeia e umas boas lapadas(apesar de alguns bonzinhos da esquerda ainda acharem “bonitinho” que um bando de canalhas mimados queira impor pela força seu projeto político, deles e dos papais, repudiado pela maioria). Foi o fracasso das “manifestações”, seu repúdio e desmoralização, que levou a direita a tentar um sobrevida não mais mostrando a cara, usando dessa vez seus fantoches na extrema-esquerda. Outra coisa de que discordo de você : A TENTATIVA DE SABOTAR A COPA DO MUNDO; SEJA NO NOTICIÁRIO OU ATRAVÉS DAS “MANIFESTAÇÕES” CONTRA O EVENTO, JAMAIS AFETOU A POPULARIDADE DE DILMA, COMO PODE-SE COMPROVAR ATRAVÉS DA CONSULTA AOS DADOS DO INSTITUTO VOX POPULI, CUJOS NÚMEROS E ANÁLISES DE SEU DIRETOR, MARCOS COIMBRA, SEMPRE ATESTARAM A IMPRESSIONANTE ESTABILIDADE QUE CARACTERIZA ESSA ELEIÇÃO. PELO VOX POPULI, DILMA MANTÉM-SE COM 40% DAS INTENÇÕES DE VOTO HÁ MUITO TEMPO. UM DETALHE, ENQUANTO OS NÚMEROS DO DATAFARSA E DO IBOPE, QUE MOSTRARAM A TAL “QUEDA” DE DILMA, SOFRIAM CONTESTAÇÕES CIENTÍFICAS COM RELAÇÃO À OBTENÇÃO DOS RESULTADOS(QUE SOFRE DETURPAÇÕES DESTINADAS A PREJUDICAR A PRESIDENTA, COMO O AUMENTO DO PESO PERCENTUAL DE SÃO PAULO – ONDE O PT É TRADICIONALMENTE MAL VOTADO – OU O USO DE QUESTIONÁRIOS CAPAZES DE DIRECIONAR O ELEITOR), OS RESULTADOS DO VOX JAMAIS SOFRERAM ESSE TIPO DE ACUSAÇÃO, NEM MESMO DA DIREITA. Alguém pode questionar-me, apesar da prova material apresentada através dos dados do Vox populi, como seria possível Dilma não cair com tanta notícia negativa sobre a Copa e com o aumento do repúdio do brasileiro ao evento. Uma explicação parecem-me bem plausível para explicar esse fenômeno. Para o grande eleitorado de Dilma, os pobres, a ligação com o Governo dá-se através de laços muito mais importantes e essenciais, qual seja a melhora gigantesca nas condições de vida dessas pessoas, e não seria o suposto fracasso de um evento esportivo, por mais que adorem, o futebol, que iria afastá-los do apoio a um Governo que concedeu a essa gente o que ninguém concedeu, renda e oportunidades, e que por isso mesmo não acreditam que será dado por outro, caso o PT saia do poder(é fácil comprovar-se essa visão, basta conversar com pessoas carentes, como sempre faço, e perceberemos que é assim que veem o Governo Dilma e o PT em relação a eles : como aqueles que deram o que todos os outros sempre os negaram). Só uma coisa poderia afastá-los deste Governo, a insegurança, já que a violência “toma”(destrói)tudo, incluindo-se os ganhos econômicos e as oportunidades. Por isso a baderna das “manifestações” dos mauricinhos em junho, retirou parte da aprovação que davam a Dilma; num espécie de “pito”(protesto)deles contra o que consideraram leniência da Presidenta com a desordem e a violência; a qual foi logo devolvida assim que a situação se acalmou. Como as “manifestações” contra a Copa não atingiram o grau de violência e amplidão da baderna de junho, essa sensação de insegurança não ressurgiu e o fracasso do evento, vendido pela mídia, apesar de desagradá-los, não era suficiente para retirar o apoio a um Governo que lhes deu tantas conquistas, em nome do que no máximo poderiam associar às já “habituais” “incompetência” ou “esculhambação” brasileiras(nessa caso, dois falsos defeitos atribuídos ao país pelos conservadores,. sustentados pela falácia de nos considerar piores que os outros – o complexo de vira-latas – também um produto nefasto da direita, acabaram por servir para amenizar aos menos nos mais pobres o impacto negativo da campanha de desmoralização da Copa que a mídia construiu que, do mesmo modo que enxergam as denúncias de corrupção veiculadas pelos barões midiáticos, passou a ser vista como “mais do mesmo”, “o que sempre acontece no Brasil”). O SEGMENTO QUE DE FATO VEICULOU A CAMPANHA CONTRA A COPA À DESAPROVAÇÃO À PRESIDENTA FOI A CLASSE MÉDIA, AQUELA MESMA ONDE DILMA JÁ TEM UM APOIO MINORITÁRIO, QUE RETIROU ESSE “APOIO MINORITÁRIO” DESDE AS “MANIFESTAÇÕES” REACIONÁRIAS DE JUNHO E, AO CONTRÁRIO DOS MAIS POBRES, NÃO O DEVOLVEU MAIS. ATÉ PORQUE, AO CONTRÁRIO DOS POBRES, NÃO ACHA QUE TEM NADA A PERDER COM A DERROTA DE DILMA(GERALMENTE ACREDITA BURRAMENTE QUE GANHARÁ)E SÓ QUERIA UMA DESCULPA PARA NÃO APOIÁ-LA(É CLARO QUE FALO DA PARCELA NÃO ANTIPETISTA DA CLASSE MÉDIA, JÁ QUE A OUTRA PARCELA É FRANCAMENTE ANTIPETISTA E SERÁ CONTRA DILMA SEMPRE). Para confirmar minha análise, basta pensarmos que a recuperação da popularidade de Dilma após as “manifestações” de junho jamais voltou ao patamar que tinha antes daquela selvageria, mais ou menos 63% , mantendo-se sempre, depois das “manifestações” de junho, em torno de 40%, número do qual nunca saiu apesar de toda a campanha contra a Copa(é claro que baseio-me nos dados do vox Populi para meu diagnóstico, dados esses que qualquer um pode acessar). Por isso, o crescimento de Dilma, que sem dúvida virá com o sucesso da Copa, está ocorrendo DENTRO DA CLASSE MÉDIA(PERCEBO ISSO EM MEU AMBIENTE DE TRABALHO, COMEÇA A MUDAR O APOIO À PRESIDENTA E OS QUE ANTES FAZIAM PROPAGANDA DE SUA DERROTA ESTÃO NO MÍNIMO ACUADOS, PREFERINDO O SILÊNCIO). Os pobres sempre apoiaram e continuam apoiando Dilma. É claro que o sucesso da Copa também reflete neles, mas de forma diferente, através do aumento da autoestima, e também do orgulho com o país. O que sempre é bom, já que um povo com autoestima elevada, e mais confiante em relação a seu Governo e à capacidade de seu país como um todo, é sempre mais refratário a quaisquer notícias negativas e ataques que este país e seu Governo venham a sofrer, principalmente se oriundos de uma mídia que, ao menos para eles(os pobres), já era vista antes com desconfiança(“não gosta do PT e de Lula”), agora terá essa mesma desconfiança aumentada exponencialmente para a beira do descrédito completo. Quanto ao apoio na classe média, é claro que é excelente seu crescimento, primeiro porque deve dar a Dilma algo entre 5 a 10% a mais nas intenções de voto(aguardemos o Vox Populi. Por isso o Datafarsa “atualizou” sua farsa para torná-la mais crível, dando alguns pontinhos para uma Dilma que sempre rebaixa); e segundo por causa do poder mobilizador dessa classe que, embora há muito não seja mais a formadora de opinião nos pobres(esses já decidem sozinhos o que querem)é ainda aquela com melhores condições de mobilizar-se, tempo e recursos, sendo que agora os setores da classe média que desejam mobilizar-se em favor da reeleição da presidenta e de suas propostas, estarão maiores e mais fortalecidos. De tudo isso, poderemos concluir que junto com a reeleição de Dilma, fundamental para continuarmos o processo de mudança que este país vem vivendo, o maior legado da Copa será a elevação da autoestima do brasileiro, de todas as classes sociais, que finalmente compreenderá que este país é uma grande Nação e pode tudo, basta confiar.

  • Neymar está ótimo, no desenho e na vida. Já deu dois passaforas na mídia corporativa. Hoje, já decifrou que o boicote saiu da Copa direto para a seleção. Querem quebrar a moral dos jogadores. Mas todo mundo já sacou as jogadas rasteiras da esquizofrênia da mídia. Não adianta mais bater, depois soprar. Não cola mais, não gruda mais. Falando de boas imagens, hoje vi uma montagem sensacional da chapa do PSDB. Duas louras afinadas: Ana Maria e Louro José, só que com a cara do Aécio e do Aloysio. Demais. Ou Dilmais 2014.

  • Dilma subiu de 34% para 38% na estimulada, de 19% para 25% na espontânea e sabe aonde está a malandragem do Datafolha?

    Na simulação de segundo turno. Ali Dilma vence Aécio por 46% a 39. Na sondagem anterior o placar era 46% a 38%

    Como pode Dilma não ter subido nada na simulação do segundo turno?

    Tem caroço nesse angu.

  • Eduardo Guimarães: Aécio não poderá dizer que é o pai da Copa porque tentou fazer de tudo para que ela não desse certo. O PSDB entrou mesmo com uma Ação no Supremo visando liberar as manifestações contra a Copa nos Estádio. Os tucanos foram derrotados no Supremo por goleada. No entanto, nem precisava essa derrota. A torcida que frequentou os Estádios apenas aplaudiu. NÃO HOUVE PROTESTO, COMO PENSAVA O PSDB DE AÉCIO! Esta foi a maior derrota dos tucanos e não a goleada no Supremo. E PROVA QUE ELES TORCIAM PARA QUE HOUVESSE PROTESTO NOS ESTÁDIOS!!!!!!!!! Esta é a verdade, que os tucanos não podem desmentir!!!!!!!!!!!!!!! JASSON DE OLIVEIRA ANDRADE

    • Esse sicário chamado Tio Rei vai comemorar também a queda do monotrilho em São Paulo, monotrilho que é uma obra do governo do Picolé de Chuchu?

  • Ler seu post e os comentários foi terapêutico. E ver sua charge foi impressionante, ela deveria ser um croquis para uma tela de dois metros por dois. Os jogadores todos sintetizados no seu jogador

  • Caro Eduardo e colegas desta “casa” de feliz criação.
    Volto hoje, digitando com os olhos marejados devido à imagem que vi, faz poucos
    minutos, no PHA, de um dos poucos Homens (com H maiúsculo), hoje parecendo
    carcomido pela covardia de um outro homem (com h minúsculo).
    Vejam o kink abaixo.
    Conheci Zé Dirceu na instalação da sede do PT no Rio, creio, (não lembro bem),
    no ano de 1983. Um “galã” de lindo porte, afável, simples e educadíssimo com todos
    que a ele se dirigia. Fui um desses. Pouco conversamos. Não dava tempo para tantos
    que o abordava. Vendo sua imagem hoje, confesso; não suportei as teimosas lágrimas
    que rolaram dos meus olhos.
    Sim, sou um velho chorão que hoje chora, por emocionado que está, vendor o resultado
    de tanta covardia de um homem para com outro.
    Que as cinzas do inferno lhe sejam por abrigo.
    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/07/03/foto-de-dirceu-vale-mil-palavras/ .
    Grande abraço a todos

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/07/03/foto-de-dirceu-vale-mil-palavras/

  • Caro Eduardo eu acho que você poderia ilustrar as postagens do seu blog com seus próprios desenhos. Assim você treina um pouco. A ilustração deste post ficou muito boa. Não precisa fazer isso com todos, mas por que não tenta colocar pelo menos alguns… Acho que vai ficar muito bom.

  • ♫ Assistindo ao filmete da Falha sobre o Dirceu, notei que ele ainda tem o mesmo sorriso, meio maroto, meio caipira, que cativava as moças na Rua Maria Antonia. O cabelo branqueou e ficou rarefeito, mas ele caminha como quem é senhor do próprio destino, não obstante as vilanias que cometeram contra ele. E será o presidente do Brasil, após a reversão da sua condenação e o segundo mandato da Dilma.
    Vocês se ferraram, tucanerdas. Criaram mártires – Dirceu, Genoino e tantos outros – e o povo reverencia os mártires; esperemos apenas que o Genoino escape com vida à tribulação que lhe foi imposta, a tempo de ainda ser um ministro de estado.
    Continuamos unidos e será nossa união que irá fumigar os gafanhotos do partido dos entreguistas do país. Quem viver, verá…

  • A grande (e pequena, mesquinha) mídia aprendeu? Acho que sem um minimo de senso do ridículo (que eles não tem) não tem jeito. Titular de hoje na Felha : “Obra inacabada da Copa mata um”.

  • O “jogador’ da charge é uma sintese.
    Daqui a quinze anos, sabe lá, perguntem a um jogador bem consciente como a exceçao david luiz, o que eles precisaram pra superar toda a sabotagem justamente do elemento que mais os envolve (a Midia) e ele vai poder responder sem restriçoes.

  • A oposição midiática acreditou na própria mentira como se fosse um fato imutável, apostou todas as fichas nisso.

    Felizmente a Copa se mostrou bem diferente, calou a boca de todo mundo.

    Agora já acho que essa poderá ser a maior derrota da mídia desde que Lula foi eleito pela primeira vez.

    Aliás, ótima charge, eu me surpreendi ao ver seu nome como autor, não sabia desse seu talento.

  • Eduardo, acredito que a “mídia que tem carimbo tucano na testa” como bem a definiu recentemente o ex-Presidente Lula, fêz a única coisa que podia fazer contra a Copa do Mundo no Brasil e a reeleição da Presidenta Dilma, pois era a única chance da auto profecia do caos virar realidade pela ação dos protestos incentivados por essa mesma mídia em conluio com os descerebrados da extrema esquerda e da violência dos porra-loucas black blocks.

    Imagina você se não tivesse havido essa campanha milionária, exaustiva e diária há 2 anos contra a Copa, a economia, a imagem do país e o governo federal a que níveis de aprovação estaria o governo Dilma !

    Eles tentaram, só que como sempre, se deram muito mal.

    • “Imagina você se não tivesse havido essa campanha milionária, exaustiva e diária há 2 anos contra a Copa, a economia, a imagem do país e o governo federal a que níveis de aprovação estaria o governo Dilma !” E a Copa no Brasil com níveis máximos de aprovação para ser um evento muito melhor planejado, não só pelos governos federais, estaduais e municipais, mas por todo povo. Teríamos investido muito mais em turismo, milhares ou milhões de pessoas se beneficiariam muito mais dieta ou indiretamente. Crime de lesa pátria dessa “imprença”. Haverão de pagar de alguma forma pelos grandes prejuízos causados por sua manipulação!

  • EDUARDO GUIMARÃES: Escrevi que o Aécio não poderia dizer que é o pai da Copa porque o PSDB entrou no STF para que fosse liberado o protesto nos Estádios. Com essa medida, os tucanos desejavam que os torcedores protestassem. Perderam de goleada. No entanto, o Supremo nem precisaria negar o pedido deles. Afinal de contas, a COPA é um enorme sucesso e, nos Estádios, ao invés de protestos, existem apenas aplausos. Não ví o meu comentário publicado. Qual foi o motivo? Você censurou a minha opinião? Em caso positivo, por que? Acho que essa Ação do Psdb no Supremo deveria ser muito divulgado e não VETADO.

    • Jassom…
      Pode ter certeza absoluta de que você não foi censurado.
      Se seu comentário não está na pagina anterior “comentários antigos”, pode ser que tenha havido algum problema na inserção do mesmo.
      Abração.

  • Não tenho competência para puxa-saco ou de me incluir no rol daqueles que adoram fazer ‘média’. Longe de mim. Elogiar alguém? Faço-o de cara limpa, ou suja mesmo. Mas, cá entre nós, ao ‘abrir’ este blog e me deparar com este desenho mentalmente disse: que bela coisa! Que fino traço! Esperei e tive, ao longo das linhas por ti escritas a autoria: Edu Guimarães. Tem jeito. Sabe das coisas. Entende do riscado (no sentido mais literal possível). Por isso, Senhor Edu, com todo o respeito, na medida do possível, nos brinde com seus ‘traços’. Como diz o refrão de uma música que não lembro o título: “… Please, please, don’t go!.. “

  • Parafraseando aquela atriz tenho de confessar que esta gente me dá medo. Êles já se lançaram contra Bolsa-família, Minha Casa Minha Vida, Enem e Mais Médicos. Mas tentar atingir a organização da Copa em pleno Brasil é demais. É a mais clara evidência de indigência mental. São muito burros. Imagine que esta gente retome o poder. Tenho muito medo.

Deixe uma resposta