Diretor da Petrobrás acusado injustamente serve de lição a linchadores

Opinião do blog

Cosenza

 

 

A sanha acusatória e condenatória que embriagou há dita “grande imprensa” acaba de ser posta a nu pela revelação de que o atual diretor de Abastecimento da Petrobrás, José Carlos Cosenza, foi acusado injustamente de receber propina de empreiteiras.

Na segunda-feira, Folha de São Paulo, Estadão, o aparato acusatório da Editora Abril, o Jornal Nacional e todo o resto da grande mídia se esbaldaram com a notícia de que Cosenza estaria envolvido no escândalo porque, até aqui, todos os funcionários da Petrobrás que foram acusados trabalharam na empresa antes da gestão da presidente Graça Foster.

Consenza seria um prato saboroso para o aparato de linchamento midiático da grande mídia porque, na visão dela, através do diretor acusado seria possível fazer ilações relativas à presidente Dilma Rousseff.

Por conta disso, o blogueiro do UOL Josias de Souza, um dos linchadores de petistas que dá plantão 24 horas por dia, não esperou para fazer piada com o aparecimento do nome de Cosenza nas investigações, atribuindo à presidente Graça Foster o papel de “maestro do Titanic” por estar ao lado do subordinado em entrevista coletiva à imprensa.

Trecho de post publicado por esse pistoleiro do UOL mostra quão pouco se espera hoje na “grande” imprensa para decretar culpas indubitáveis:

Afundada em corrupção, a Petrobras acredita ter encontrado uma saída para a mais grave crise de toda a sua história. A companhia estuda criar uma nova diretoria. Vem aí a diretoria de governança. Terá a missão de zelar pelo “cumprimento de leis e regulamentos”, informou Graça Foster. Vendida como “a mais importante das ações” da estatal para superar a crise, a provável criação do novo cargo se assemelha à ordem do maestro do Titanic para que a orquestra continuasse tocando enquanto o transatlântico afundava. Graça Foster comunicou a novidade aos jornalistas do lado de diretores da Petrobras. Entre eles o atual titular da área de Abastecimento, José Carlos Cosenza. Que foi denunciado pelos delatores Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef como beneficiário de propinas de empreiteiras (…)”

Como se vê, o critério desses jornalistas é o seguinte: surgiu a acusação, independentemente de qualquer aprofundamento da investigação da denúncia, a culpa estará decretada e o acusado já começa a cumprir pena antes de sequer ter sido iniciado eventual processo legal.

Graça Foster, que assumiu a Petrobrás após a época dos funcionários envolvidos em corrupção, torna-se “maestro do Titanic” e sofre ataques por estar ao lado daquele que já começava a ser linchado.

Mas pior do que isso foi o nome de Consenza ser colocado no inquérito e enviado para o juiz federal que cuida do caso, Sergio Moro, e depois sabermos que este se espantou porque, apesar de o nome do diretor de Abastecimento da Petrobrás estar no processo, não havia um único indício de sua participação no esquema criminoso, de modo que Moro requereu à PF que fornecesse os dados que sustentariam aquela acusação.

A PF responde ao juiz que incluiu o nome de Cosenza no inquérito indevidamente. E quem aparece como um dos responsáveis por esse “erro”? Um dos delegados que reportagem recente do jornal O Estado de São Paulo revelou que costuma insultar a presidente da República e seu antecessor em redes sociais.

Surge, pois, uma dúvida: será que os desafetos de Dilma e Lula na PF – que, por “coincidência”, são os que conduzem a operação Lava-Jato – não acharam que, dado o atual clima de linchamento, sustentar uma acusação com provas nem seria necessário?

Afinal, vazar o nome de Cosenza como envolvido no escândalo seria muito útil à responsabilização de Graça Foster e Dilma Rousseff…

Quantos inocentes estão sendo punidos sem julgamento só por terem sido citados por meliantes como Alberto Yousseff e Paulo Roberto Costa? Será difícil entender que esses delatores não são dignos da menor confiança a menos que provem suas afirmações?

Será caso isolado, o de Cosenza, ou – o que é mais provável – outros acusados injustamente haverão de surgir?

No que diz respeito a apuração e divulgação de notícias envolvendo corrupção, envolvendo acusações às pessoas, a imprensa deveria se valer dos mesmos princípios do Bom Direito.

Talvez esses jornalistas não conheçam tais princípios, de modo que artigo de um juiz de Direito aposentado sobre o tema poderia contribuir para ilustrar essa imprensa irresponsável. Confira, abaixo, artigo do ex-juiz, professor e escritor João Baptista Herkenhoff.

—–

O bom Direito

Por João Baptista Herkenhoff,

Juiz de Direito (ES) aposentado, professor e escritor

Este artigo não se refere a pessoas, mas sim a princípios jurídicos. Suponho que a leitura será proveitosa, não apenas para quem integra o mundo do Direito, mas para os cidadãos em geral.

Os princípios são aplicáveis hoje, como foram aplicáveis ontem e serão aplicáveis amanhã.

Tentarei elencar alguns princípios que constituem a essência do Direito numa sociedade democrática.

  1. O princípio de que, no processo criminal, a dúvida beneficia o réu permanece de pé. Resume-se nesta frase latina: In dubio pro reo. É melhor absolver mil culpados do que condenar um inocente.
  2. No estado democrático de direito todos têm direito a um julgamento justo pelos tribunais. Observe-se a abrangência do pronome todos: ninguém fica de fora. Este princípio persevera em qualquer situação, não cabendo excepcioná-lo à face de determinadas contingências de um momento histórico.
  3. Ainda que líderes proeminentes de um partido politico ou de um credo religioso estejam sendo julgados, a sentença não pode colocar no banco dos réus o partido político ou o credo religioso. Deve limitar-se aos agentes abarcados pelo processo.
  4. Todo magistrado carrega, na sua mente, uma ideologia. Não há magistrados ideologicamente neutros. A suposta neutralidade ideológica das cortes é uma hipocrisia. Espera-se, porém, como exigência ética, que a ideologia não afaste os magistrados do dever de julgar segundo critérios de Justiça.
  5. Os tribunais coletivos existem para que se manifestem as divergências. Dos julgamentos da primeira instância, proferidos em regra por um juiz singular, cabe recurso ao juízo coletivo, justamente para favorecer a expressão de entendimentos divergentes. O voto vencido deve ser respeitado.
  6. Jamais o alarido da imprensa deve afastar o magistrado da obrigação de julgar segundo sua consciência. Ainda que a multidão grite Barrabás, o magistrado incorruptível caminhará sereno através da corrente ruidosa e, se não estiver plenamente convencido da culpa do acusado, proferirá sentença de absolvição.
  7. A condenação criminal exige provas. Não se pode basear em ilações, inferências, encadeamento de hipóteses, presunções, suposições. Esta é uma conquista milenar do Direito. Mesmo que o juiz esteja subjetivamente convencido da culpa, não lhe é lícito condenar, se não houver nos autos prova evidente da culpabilidade.
  8. Quando o advogado coloca seu zelo profissional na sustentação da defesa, não está subscrevendo o delito ou colaborando para sua prática, mas cumprindo um papel essencial à prática da Justiça. O processo criminal é dialético, sustenta-se na ideia de ser indispensável o confronto acusação defesa.

 

65 comments

  • Foi proposital! Estes bandidos não têm escrúpulos! Cabe um processo por danos morais. Sou paulista. Voto PT. Presidenta Dilma Guerreira, tamos juntos!

  • Uma singularidade da operação lava jato: Até agora não surgiu o nome de nenhum político com mandato, que ocasionaria a subida do processo para o STF.
    Será isso uma singularidade da vara do juiz Moro? Ou será manipulação mesmo?

    • Ninguém fala nada das atitudes desse juíz sérgio moro, mas ele está atropelando os manuais de um bom e imparcial juíz, pois permite os vazamentos diários do seu gabinete e que a mídia declaradamente partidarizada faça seu carnaval diário e histérico de manchetes já condenando qualquer pessoa citada na tal delação premiada, antes de qualquer julgamento formal pelo judiciário.

      Como Advogado acho uma vergonha o que está acontecendo nessa vara federal do Paraná, o juiz moro parece pertencer a mesma escola ruim de direito onde estudou e praticou o ex-presidente do STF joaquim barbosa, está achincalhando com a lei, o direito e o rito circunspecto e solene que deve cercar todo julgamento pelo poder judiciário.

      Perfeitas as colocações feitas pelo juíz de direito aposentado no artigo do Eduardo, basta ler os itens para ver como o juíz sergio moro está atropelando todos eles, o primeiro do in dúbio pro-réu, pois está permitindo o julgamento pela mídia engajada políticamente e os linchamentos via mídia.

      Tem hora que começo a torcer de verdade contra o Brasil, para que tudo realmente piore e dê errado, que tudo mundo se ferre, pois tem tantas pessoas mal intencionadas, tem tanta gente sabotando este país que fico achando que a única solução definitiva para este país é uma guerra civil sangrenta e sem quartel, um ” pega pra capar ” generalizado para que haja uma depuração da sociedade, talvez a partir disso as pessoas sejam mais patriotas e pensem mais no bem comum e não nos seus interesses privados e mesquinhos.

  • http://www.conversaafiada.com.br/economia/2014/11/19/requiao-insiste-quem-e-o-dono-da-globosp/#comment-1751927

    Requião insiste: quem é o dono da Globo/SP ?

    Bernardo Plim-plim, que feio, Plim-Plim …
    O Conversa Afiada reproduz do site do senador Roberto Requião (PMDB-PR):

    REQUERIMENTO DE INFORMAÇÕES AO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SOBRE EX-RÁDIO TELEVISÃO PAULISTA – CANAL 5 DE SP

    Vamos fazer um baixo assinado pedindo Roberto Requiao para Ministro das comunicaçoes e encaminhar essas assinaturas diretamente para Dilma Roussef.
    Temos que ser rapidos na coleta dessas assinaturas. Que tal Edu?

  • Esse Josias de Souza é um patife anti-PT, estilo Azevedo só que menos surtado. Ele fica matraqueando contra o PT na Falha (a função dela é essa, não é “fazer jornalismo”).

    Estou sentindo falta dos vídeos da Dilma na campanha, a internet continua sendo um canal válido pra ela se aproximar do povo e não se isolar no poder como fez nesse primeiro mandato. Se ela mantiver essa postura o povo acabará se afastando dela.

    O episódio acima assusta porque não se viu reação do PT aos ataques da mídia, é como se a gente só tomasse porrada e nada de revide, exceçãod os blogs que furam o bloqueio mas precisa de força vinda do Planalto falando diretamente com o povo pra politizar o processo político do país já que o PIG odeia que isso ocorra. O PIG quer a não-política, o senso comum coxinha de “todo mundo igual”, a politização e conscientização do povo é veneno pro PIG.

  • “Como se vê, o critério desses jornalistas é o seguinte: surgiu a acusação, independentemente de qualquer aprofundamento da investigação da denúncia, a culpa estará decretada e o acusado já começa a cumprir pena antes de sequer ter sido iniciado eventual processo legal.”

    Mas isto só é verdade se o acusado for do PT, ou se ele tiver alguma ligação com o PT ou com seu governo. Pois se fosse alguém do PSDB, ou alguém ligado ao PSDB, a história seria outra, todo comedimento seria tomado.

  • Edu, continuo esperando o governo tomar alguma atitude em relação ao ativismo (golpismo) oposicionista dessa parte da PF. A Dilma tem que saber que não é apenas para defender seu mandato, o que já é muita coisa.
    Mas também em nome da honra das pessoas que são usadas pelo pig como bucha de canhão do golpe e depois descartados, não importando se são inocentes e que terão sua reputação arruinada .

  • Boa noite, Edu

    Acho que está faltando uma mão forte nesta história toda, principalmente no Paraná, onde delegado suspeito lança um nome ao seu bel prazer, quantos nomes já foram jogados na lama nesta investigação? Se o Sr. Concenza, impetrar um processo, por danos morais, quem vai arcar? O delegado que cometeu erro material, no exercício do trabalho? No fim o governo federal responderá objetivamente! Isto é arcando com os danos morais ao qual fazerá jus.

  • Quanto vale a honra de Cosenza

    qua, 19/11/2014 – 20:03

    Quanto vale a honra de José Carlos Cosenza?

    Fonte: Brasil 247: http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/161055/Quanto-vale-a-honra-de-Jos

    Citado na Operação Lava Jato por erro da Polícia Federal, o atual diretor de abastecimento da Petrobras, José Carlos Cosenza foi massacrado; ganhou as manchetes principais do Estado de S. Paulo e de O Globo e, nesta quarta-feira, foi “demitido” pela Folha de S. Paulo; agora, um delegado assume que o nome dele foi incluído na operação por erro; é o mesmo delegado que, nas redes sociais, havia chamado o ex-presidente Lula de “anta”; qual é a reparação justa para José Carlos Cosenza?

  • Pergunta que não quer calar: o injustiçado terá o mesmo espaço, nos esgotos que vincularam sua pessoas a atos de corrupção? Claro que não terá, razão pela qual a sociedade não pode aceitar que pistoleiro de tubulação de esgoto macule a dignidade da pessoa humana e não seja devidamente punido. Lei de médios já.

    • Fiquei profundamente chocada! Que os responsáveis sejam punidos! Acredito que essa maldade foi proposital. Querem repetir o mal que fizeram a Gushiken? O delegado autor dessa infâmia é o mesmo que nas redes sociais chama o Lula de anta. Por mim estaria na rua. Não merece o salário que pagamos a ele.

  • ENTÃO, DIANTE DESTA VERDADE POSSO AFIRMAR QUE; SOMENTE O ITEM 7 JÁ SERIA O SUFICIENTE PARA ABSOLVER O SENHOR DR° JOSÉ DIRCEU DE OLIVEIRA E SILVA E OUTROS DO JULGAMENTO DA 247 POIS O QUE FALTOU FOI PROVA E PELO QUE NOTO O DOMÍNIO DO FATO NÃO O É.

    MAIS UMA VEZ ESTE BLOG PRESTA UM IMENSO SERVIÇO, AGORA A JUSTIÇA. PARABÉNS!

  • Edu, Nassif volta à carga contra Dias Toffoli.

    O cavalo de Toffoli do terceiro turno
    qui, 20/11/2014 – 06:00
    Atualizado em 20/11/2014 – 06:00
    Luis Nassif

    O cavalo de Toffoli do terceiro turno
    Nas próximas semanas, o jogo político-jurídico será mais importante que os cenários econômicos, para se avaliar 2015.

    Nos últimos dois dias, Dilma Rousseff colocou em marcha duas estratégias tardias para amenizar a fogueira criada pela Operação Lava Jato.

    Uma delas é a criação de uma diretoria de compliance para a Petrobras, incumbida de aplicar as regras de mercado em todas as instâncias da companhia.

    Outra, foi a reativação da Câmara de Gestão, criada no início do governo Dilma para reunir empresários que a assessorassem na modernização da gestão pública – e abandonada posteriormente.

    São duas medidas tardias que, por si só, não significam muito. Dilma especializou-se em ações pontuais para momentos de crise que depois são relegadas a segundo plano. Terá que mostrar muito mais: a institucionalização de políticas de participação, o fim das decisões autocráticas e a nomeação de um MInistério de primeiro nível, que não diga apenas sim.

    ***

    A nova frente de batalha, agora, é o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e a maior ameaça é o presidente Ministro Antonio Dias Toffoli. Ele está no centro da operação para derrubar Dilma.

    Nos últimos tempos, vários sinais indicaram que se alinhou a Gilmar Mendes.

    O gatilho teria sido a animosidade dele com Dilma. Nas reuniões palacianas, Dilma ainda na Casa Civil levantou a voz com ele e a reunião terminou em bate-boca dos bravos.

    A má vontade de Toffoli aumentou com a não atenção do Palácio às suas demandas.

    Mas foi apenas um álibi para Toffoli desembarcar da canoa petista e aderir aos seus novos aliados. Hoje em dia, come na mão de Gilmar.

    Recentemente surpreendeu o TSE com uma defesa do regime militar e um lobby escancarado em favor de Paulo Maluf, com a alegação de que Maluf foi importante para a abertura política. Passou a defender a PEC da bengala – pela qual os Ministros do Supremo só poderão se aposentar aos 75 anos. A PEC foi imaginada unicamente para tirar de Dilma o poder de indicar a maioria do STF nos próximos anos.

    A TV Globo já lhe abriu as portas, garantindo a blindagem.

    ***

    Na semana passada, aproveitou o fim de mandato de um MInistro do TSE – que estava analisando as contas de campanha do PT – para redistribuir os processos para Gilmar Mendes, manipulando o sistema de sorteios do Tribunal. A probabilidade dos dois processos caírem simultaneamente com Gilmar era de 2%.

    A alegação foi a demora de Dilma em definir o substituto. Só que a redistribuição dos processos ocorreu apenas 8 horas úteis depois. E foi condenada pelo próprio Procurador Regional por não obedecer aos trâmites do tribunal, que ordenava que fossem transferidos para o Ministro substituto da mesma classe.

    Daqui para frente, a crise política se desdobrará da seguinte maneira:

    1, Gilmar tratará de buscar todos os elementos para rejeitar as contas de Dilma. Provavelmente tentará encontrar alguma ligação entre o Caixa 1 da campanha e a Operação Lava Jatos.

    2. Nesse período, inundará os grupos de mídia com boatos, notas, escândalos ou factoides, visando criar o clima político adequado para a cassação.

    3. Rejeitada a conta, DIlma será empossada. Mas o mandato poderá ser suspenso, dependendo da votação do pleno do TSE. Dos 7 conselheiros, 3 são voto certo contra Dilma – Gilmar, João Otávio Noronha (ligado a Aécio) e Luiz Fux. Outros três votos dependerão da consistência ou não do relatório de GIlmar e da pressão da mídia: Maria Tereza Assis Moura, Luciana Lóssio e Henrique Neves ou Admar Gonzaga, seu substituto.

    O desempate ficará com Toffoli.

    Amigos antigos julgam que suas investidas são para espicaçar o governo, não para feri-lo de morte. Mas não colocam a mão no fogo. Haverá apelações ao STF.

    De qualquer modo, não se espere um início tranquilo de governo, que permita a volta à normalidade econômica.

    O terceiro turno ainda demorará para terminar.

    PS – Ricardo Noblat sempre atacou Toffoli por motivos pessoais. Desta vez fez defesa enfática atribuindo as críticas a “blogueiros chapas brancas ligados ao PT”. Não é a primeira vez que Noblat recorre a leviandades desse tipo. Devia se tocar que já passou da idade de praticar esse jornalismo juvenil de insinuações.

  • Estamos a disputar com adversários sem escrúpulos. A eles o que importa é fazerem coro para impedir a diminuição da desigualdade de renda das que habitam no país mais rico do planeta.
    A nós nos resta esta incessante missão de denunciá-los. Estamos cumprindo uma tarefa transcendental nesta mudança de ciclo evolutivo

  • A grande Imprensa chantageia, destrói reputações, denuncia, acusa, julga, condena e manda prender políticos e empresários que não se aliarem e ou fazerem negócios somente com o PSDB.
    Desde 1994, o único partido “autorizado” a roubar, e muito, no Brasil é o PSDB, políticos e empresários que não estejam metidos com gente do PSDB a qualquer momento pode ser denunciados, acusados, julgados, condenados e presos sem nenhuma chance de defesa.
    No Brasil a mando da Imprensa parte da mais Alta Corte do País é capaz de se ajoelhar e mandar colocar atrás das grades pessoas inocentes.
    Que país é esse onde a Imprensa quer derrubar a Presidenta da República devido a denúncias de corrupção na Petrobrás e não quer derrubar Geraldo Alckmin nem prender José Serra diante das suspeitas de roubos nas obras do Rodoanel e do Metrô de São Paulo?
    Por que todos os dias a chamada grande Imprensa lincha a Presidenta da República Dilma Rousseff, e a Presidenta da Petrobrás Maria das Graças Foster e sua equipe, enquanto deputados estaduais de São Paulo suspeitíssimos de serem integrantes da Quadrilha Tucana do Metrô de São Paulo acusada de roubar os cofres públicos paulistas há vinte anos foram reeleitos com grandes votações sem que o Partido da Imprensa Golpista e Fascista os moleste.
    Por que a Imprensa e o PSDB querem derrubar Dilma por problemas na Petrobrás enquanto Geraldo Alckmin e José Serra e todos os seus possíveis comparsas vivem no Estado das Maravilhas sem serem amolados por conta do assalto de duas décadas ao Metrô de São Paulo?

  • Os princípios do direito são simples de ser compreendidos até por um leigo na área, e esses juízes brasileiros, principalmente os das instâncias superiores, falham no cumprimento e observação deles. Seria isso incompetência ou má intenção?

  • é evidente que esses digníssimos policiais vazam e “erram” de modo a jogar bastante lama em tudo, quanto mais erros, quanto mais mentiras, quanto mais acusações melhor – assim, perante a sociedade que pouco se importa em averiguar os fatos e ficam apenas com a 1° impressão (ou noticia) todos (Petrobrás e PT) ficarão para sempre condenados e sem direito a apelação..

    não é o máximo isso?

    gostaria muito de entender como e porque esses PF da página do OCC ainda não foram afastados desse caso…

  • Caro Eduardo,

    O pior de tudo isso, é que nenhum deles irá se retratar pelo fez, até porque nada lhes acontecerá e eles sabem disso. O importante para eles é fazer acusações, seja como for, até surgirem outras notícias que possam envolver outras pessoas, para que eles possam denegrir a sua imagem perante a opinião pública. Uma vez feito o estrago, que é o que mais importa para eles, o “serviço” a que se prestaram atinge o seu desiderato.

  • que esse sr., acione na justiça ( não a do cangaceiro) , o mediocre do “jornalista” acusador e tire até a alma desse filho da puta, doando o que for auferido para entidades sociais e faça com que esse imbecil, sofra na pele o que ele gosta de fazer com os outros com palavras.
    reinaldo carletti

  • Prezado Eduardo:

    1. “A sanha acusatória e condenatória que embriagou há dita “grande imprensa” acaba de ser posta a nu pela
    revelação de que o atual diretor de Abastecimento da Petrobrás, José Carlos Cosenza, foi acusado injustamente de receber propina de empreiteiras” .

    A imprensa paulista não aprendeu ou esqueceu do caso da Escola de Base daí de São Paulo. Sugiro ao senhor José Carlos entrar com ações na justiça contra a PF, o vazador das informações e contra os jornais.

    2. “A condenação criminal exige provas. Não se pode basear em ilações, inferências, encadeamento de hipóteses, presunções, suposições. Esta é uma conquista milenar do Direito. Mesmo que o juiz esteja subjetivamente convencido da culpa, não lhe é lícito condenar, se não houver nos autos prova evidente da culpabilidade.”
    No julgamento do chamado mensalão vimos uma ministra do STF dizer que não tinha provas contra José Dirceu, mas iria condená-lo assim mesmo com base dos manuais de direito.
    Por essa e por outras perde-se a confiança naquelas pessoas que estão investidas de poder dado pelo Estado para nos proteger.

  • Se existe coisa repugnante igual ou pior do que uma ditadura, um governo totalitário, é quando, em plena democracia, homens se acham maiores que as instituições a que servem, e pensam que o sentido da existência de instituições e da lei é serem veículos e meios de externarem a sua própria vontade.

    O pretexto de querer combater o crime e a corrupção não autoriza que eles possam cometer outros crimes e destruir pessoas para alcançar isso!

    Daqui a pouco, eles que têm poder e tecnologia para isso, começaram a plantar crimes nos computadores de seus desafetos e destruir reputações, como fizeram com o diretor de Abastecimento da Petrobrás, José Carlos Cosenza!

    Aliás, ele deveria processar a União pelo dano moral causado pelo delegado e, de imediato, sugerir que, paga a indenização, que deve ser exemplar, haja o regresso contra o agente público para ressaciar os contribuintes por sua desídia.

    • Assino embaixo, Claudio.
      Não bastasse esse caso do Consenza, li, horrorizada, a seguinte matéria no 247:
      “Ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, será submetido à pressão máxima; além de preso preventivamente, ele também terá seus familiares investigados; é a mesma estratégia aplicada em relação a Paulo Roberto Costa, que só aceitou fazer delação premiada depois que sua esposa e suas filhas foram ameaçadas de prisão (…)”
      No corpo da matéria tem mais detalhes horripilantes, mas, confesso, não tenho mais estômago para determinados assuntos.
      Bom, se o que o juiz Moro está fazendo não é considerado tortura psicológica, não entendo mais nada.
      Duas questôes me incomodam:
      1) se é tortura, as investigações não estariam mais prejudicadas ainda?
      2) com essa “estratégia”, não se entrega até o Papa?

  • Rio de Janeiro, 20 de novembro de 2012

    DIA 20 DE NOVEMBRO (Cláudio José)

    Rios de sangue inundaram e mancharam essa nação

    A mãe África chorou e sofreu com essa vergonha criminosa

    As correntes e as chibatas não tinham limites

    Zumbi e Anastácia não se calaram e lutaram

    Liberdade só no ventre e nos quilombos

    As elites opressoras até hoje pregam essa escravidão

    Somos todos irmãos de sangue e brasileiros de coração

    Somos irmãos de uma só nação

    Gente de muita fibra, com uma missão

    Transformar o Brasil num lugar melhor para todos

    Viva Zumbi o líder de um novo tempo

    Viva Anastácia a santa milagreira e guerreira

    Viva o povo brasileiro, viva a liberdade dos nossos irmãos

    Viva esse povo que moldou, lutou e mudou essa nação

    Dia 20 de novembro, dia da consciência negra

    Dia de celebrar a liberdade e o amor.

  • Edu, querer que golpista e canalha estude o “bom direito”? Onde, meu caro? Com golpista e canalha não adianta o que é direito. Com golpista e canalha não adianta fazer bom governo. Todo esse trabalho dos golpistas é por causa – como disse Lula – dos acertos, não pelos erros. Se o governo errasse, se não distribuisse renda, não gerasse empregos, a Petrobrás não produzisse petróleo como produz… eles deixariam o governo em paz e retomariam – sem golpe – o poder. Se fazem tudo isso, se vazam, se manipulam, se apostam no golpe, é porque sabem que não voltam mais pelo voto, pois temos um governo – e eles sabem disso – que tem um projeto de país e de povo. E é isso que a CIA não quer. Por isso todos os seus tentáculos, seja no STF, nos MPs, nos TJs, nas manifestações “espontâneas” (que eu tanto quanto você, já víamos como um embrião golpista e neo-facista), na PF, na mídia. Todos esses tentáculos da CIA estão prontos para tentar desestabilizar democracias de governos de esquerda e centro-esquerda a fim de torná-las quintal dos EUA.

    E – perdo-me o palavreado – enquanto nossa gestora, que se recusa a tomar posse como presidenta, nada fizer, a CIA, através do pig e dos seus demais tentáculos, continuarão a colocar fermento no golpe.

    Em tempo: Concordo com Nassif. Toffoli armou o golpe. Só o povo na rua o combaterá, porque nossa gestora…

  • Esses “delegados” da polícia federal deram um passo maior que a perna. Com esse “erro” de acusar sem provas, fica sob suspeição toda a operação lava jato.

    Eles não querem punir corruptos ou corruptores. Tanto que os vazamentos permitiram que os executivos das empreiteiras esvaziassem suas contas correntes. Ou seja, vazamento amigo.

    O que esses policiais tucanos querem é o golpe. Mas começam a ser derrotados.

  • Lembremos que o julgamento de denominado erroneamente de mensalão o próprio procurador disse em alto e bom som que não havia provas, mas eles sabiam e planejaram em quatro paredes. Mesmo assim houve a condenação com a teoria do domínio do fato e também foram acusados de quadrilha antes de ter alguma prova individual do delito . Não é só este jornalista (jornalista?) que devemos repudiar mas algumas magistrados da alta corte. VERGONHOSO.E a maioria indicado por veste mesmo governo!!!! Que ironia!!!!

  • Esse pessoal formou-se na escola de Joaquim Barbosa em que provas não são necessárias para acusações. É a acusação pela acusação, simplesmente. É a acusação pelos 15 minutos de fama no Jornal Nacional, pela foto de capa nos pasquins (por favor, nenhuma ofensa ao grande Pasquim) Folha, Estadão, o Globo, Veja (argh!). Cosenza transformou-se na vítima da Escola de Base, vergonha do jornalismo da década de 80 (se não me engano) acusada pela Folha de abuso sexual das crianças pelos proprietários e que, logo depois, ficou provado que tratava-se de engano. Vejam bem ENGANO!!!! Difamação é o nome desses jornais e dos Josias boçais do “jornalismo”.

  • Caro Edu,
    chega a ser cansativo (e nesse caso é louvável a atuação de alguns blogueiros progressistas, você entre eles) para o cidadão brasileiro contemporâneo essa batalha contra o atraso, a desinformação e o banditismo que assolou boa parte das instituições do país.
    Esse caso emblemático do diretor Cosenza demonstra claramente o grau de canalhice que envolve empresários corruptores, o MP, uma banda podre da PF, parte do legislativo, do judiciário e, sobretudo, a imprensa, cujo jornalismo irresponsável pode ser identificado com o que de pior existe entre seres humanos no Brasil contemporâneo.
    Bandidos a defender seus próprios interesses e um falso conceito de liberdade de opinião, liberdade de imprensa e de democracia: a democracia de mão única.
    Ou os progressitas brasileiros, de esquerda ou não, isso é o que menos importa no momento, se unem para
    responder a esse tsunami de irresponsabilidade, a esse crescimento de idéias fascistas ou iremos viver dias difíceis nos próximos anos.
    O lugar comum é inevitável: a História se repete não só como farsa, mas tembém como tragédia.
    As instituições republicano/democráticas devem defender os direitos dos cidadãos. E quem nos defende dos bandidos que infestam essas mesmas instituições?
    Grande abraço e continue na luta.

  • Existe uma conjunção de meliantes. Meliantes assumidos, meliantes com poder de polícia, jornalistas meliantes e togas meliantes. Como diz Mino Carta: é tudo a mesma sopa. O objetivo único é o GOLPE.

  • E a grande imprensa do PIG dá crédito aos seus iguais, os meliantes como Alberto Yousseff e Paulo Roberto Costa. O PIG acredita nas palavras de dois bandidos.

    • A grande mídia jamais acreditou em uma única palavra desta turma, Luis…
      A grande mídia os usa para desgastar o governo…Quiçá, derrubá-lo.
      Grande abraço.

      • Lapso meu, o PIG não acredita mesmo nas palavras desses meliantes, o PIG sabe que esses meliantes são pessoas desonestas e bandidas tais quais o próprio PIG. A imprensa mafiosa repete o que os meliantes dizem porque interessa ao PIG desqualificar um governo trabalhista, popular, de esquerda e soberano.

        Valeu pela correção do meu comentário.

  • Por que os ministros do STF sempre ávidos a dar entrevistas não aproveitam a oportunidade pra esclarecer a sociedade como se faz justiça de verdade, sem colocar a carroça na frente dos bois? E pensar que o Gilmar Mendes é o primeiro a sair por ai palpitando e criando boatos, até na onda paranóica do bolivariano ele entrou dando entrevista pra Folha de SP, que vergonha!! País de irresponsáveis, brincam com a vida de centenas de milhões de brasileiros, isso tem que acabar, agora a moral dessa gente foi lá pra baixo, viva os casos emblemáticos!!

  • Estes “Blogueiros” hospedados nos sites da grande mídia não passam de moleques.
    Os que se recusaram a seguir a cartilha podre e golpista dos patrões, gradualmente vai sendo afastada….ou colocada na geladeira.
    Bem,
    Temos Nassif, Miguel do Rosário, Paulo Nogueira, Paulo Henrique, Azenha, Rodrigo Vianna e muitos outros, todos acompanhando o Blogueiro maior, Eduardo Guimarães, empenhados em não deixar a turma dos golpistas em sua zona de conforto.
    Uma coisa é certa:
    Cada dia, cada hora que passar, a influencia dos progressistas aumentará e a dos golpistas diminuirá…Não há mentira, não há mal, não há covardia que perdure para sempre…
    “No final, a verdade prevalecerá”

  • Como assim? A PF em nota reconheceu que houve “erro material”…haveria erro material se a PF tivesse trocado um nome por outro…o fato ocorreu porém os nomes foram trocados…. Não parece ser o que aconteceu …precisa saber se o juiz autorizou quebra de sigilo telefônico e bancário do diretor. É comum nos pedidos de quebra de sigilo telefônico o delegado entregar ao juízo uma lista com dezenas de números de telefones para serem grampeados. O juiz não verifica, não tem como, se os números correspondem aos investigados….e só recebe a transcrição do conteúdo que interessa a investigação..horas e horas de dias e mais dias de grampo não chegam até o juiz que autorizou. É impossível ouvir as dezenas quiçá centenas de mídias gravadas. O juiz simplesmente determina ao delegado que destrua as gravações que não foram entregues ao juízo. Aí é que fica caracterizado o chamado “garimpo da polícia ” Informações as mais diversas de cunho privado produtos de conversas ficam na memória dos policiais que ouviram e gravadas em mídias que deveriam ser destruídas..porém esse controle fica na mera relação de confiança entre delegado e juiz sem qualquer controle efetivo institucional.

  • A tática do PIG é muito simples: o que fica é a manchete.

    O PIG faz o que quer e não dá em nada. Infelizmente vai continuar assim porque eu duvido que a Dilma vá para cima do PIG. O que ela poderia começar a fazer é cortar pelo menos 70% das propagandas nos tentáculos do PIG que já é um bom começo, mas não vai fazer isso. Agora nas eleições ela foi ajudada pelos blogs ditos “sujos’ e foi massacrada pelo PIG. Em suma: diante de tudo isso se acontecer o golpe contra o Governo Dilma, acho perfeitamente normal.

  • Confiabilidade no jornalismo brasileiro hoje, só se acha buscando no nível molecular e com o auxílio,quem sabe, de um microscópio eletrônico… Caso contrário, o cliente tem de se contentar com conversa fiada e boataria infundada escrita pelos semialfabetizados a serviço da máfia midiática (Globo, Abril, Folha, Estadão e satélites menos proeminentes).

  • Estes pseudos jornalistas como Josias de Souza, Clovis Rossi, Merval Pereira, Noblat et caterva, sempre são taxados pelo nosso grande dramaturgo Nelson Rodrigues como “cretinos fundamentais” e, consequentemente, “pervertidos sexuais” enrustidos. Todos eles, sem exceção, “obviamente ululante”.

  • Maria Amélia Martins Branco
    A pagina sugerida está indisponível. Veja:

    Este conteúdo está atualmente indisponível
    A página solicitada não pode ser exibida no momento.
    Ela pode estar temporariamente indisponível, o link clicado pode ter
    expirado ou você não possui permissão para ver esta página.

  • ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  • Um inocente teve seu nome jogado aos cães.
    Toda a mídia o acusou ou deu respaldo as acusações.
    Será que vão dar o mesmo destaque na informação
    da sua inocência?.
    Familiares, amigos, colegas leram o que lhes foi oferecido
    pela mídia nazista e raivosa. Irão pedir desculpas?
    Esperemos sentados.

  • 19:13 … 19:20 … 19:21 …

    Ouvindo A Voz do Brasil e postando:

    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  • “fugindo” um pouco do assunto (mas nem tanto!) recomendo conhecer o filme ‘Thrive'(2011), que explica o drama nos ‘states’ e como eles –exatamente– replicam as coisas por aqui; uma prova está neste questionário sobre a realidade estadunidense que o site do movimento apresenta: http://www.thrivemovement.com/reality-check

    não à toa somos o “país-montado-(made-in-usa)-pra-não-funcionar” há séculos!!!…. passar o “país” a limpo ainda vai levar uma cara!!… abraço fraterno, desde nosso encontro no auditório da Petrobrás!!…

  • ZORRA TOTAL!

    Publicado em 20/11/2014
    Aécio e Bláblá
    alagados pela Lava Jato

    Perto da Privataria Tucana, o petrolão é pequenas causas – G. Mendes

    Saiu na Agência PT de Notícias:

    PSDB, DEM e PSB receberam R$ 160 mi de empreiteiras da Lava Jato

    Valor não inclui doações efetuadas para o segundo turno, cujo prazo de prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encerra na próxima semana

    Por Márcio de Morais

    O “clube” formado pelas empreiteiras acusadas de integrar o esquema de corrupção denunciado à Justiça pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, no âmbito da operação Lava Jato da Polícia Federal, repassou R$ 160,7 milhões aos principais partidos de oposição ao governo federal no Congresso Nacional. Do total, R$ 129,34 milhões foram destinados ao PSDB, R$ 15,85 milhões ao DEM e R$ 15,57 milhões, ao PSB.

    O “clube”, como os próprios membros se autodenominam nos grampos autorizados pela Justiça é formado por dez empresas investigadas por formação de cartel destinado a controlar as obras da estatal em projetos de expansão e construção de polos petroquímicos, refinarias e extração de petróleo.

    Além das construtoras Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, Iesa, Engevix e Toyo Setal, o grupo reconhecia dentro do próprio esquema uma hierarquização que classificava como “VIP” as suas comparsas Camargo Correa, UTC, OAS, Odebrecht e Andrade Gutierrez, consideradas as maiores do país.

    As doações contribuíram para eleger candidatos tucanos como os governadores Geraldo Alckmin (SP) e Beto Richa (PR) e os senadores José Serra (SP), Álvaro Dias (PR), Antônio Anastasia (MG).

    Também financiou candidaturas tucanas derrotadas à Presidência e governos estaduais, como as do senador mineiro Aécio Neves e Pimenta da Veiga, que concorreu e perdeu o governo de Minas para o petista Fernando Pimentel.

    Os recursos financiaram, ainda, a candidatura da ex-senadora Marina Silva (PSB), sucessora dos recursos destinados ao falecido ex-governador pernambucano Eduardo Campos, candidato socialista morto em 13 de agosto na queda do avião Cessna Citation em Santos (SP), em que viajava para compromissos eleitorais no Guarujá.

    Valor parcial – Para obter os dados relativos ao repasse de financiamento eleitoral, a Agência PT de Notícias fez minucioso levantamento no sistema compulsório de prestação de contas de partidos e candidatos, disponível na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na internet. Os dados ainda não são definitivos e podem ser ainda maiores. As doações aos candidatos que foram ao segundo turno, como Aécio Neves, são apenas parciais. Referem-se aos valores efetivamente repassados antes de 5 de outubro, data do primeiro turno de votação.

    O valor de R$ 160,7 milhões diz respeito apenas às doações aos partidos, que são apresentadas destacadamente dos valores repassados individualmente a cada candidato. Desse subtotal ainda não constam as doações do segundo turno das eleições realizadas em 26 de outubro, cujo prazo para prestação de contas à Justiça Eleitoral encerra-se na próxima terça-feira, dia 25, exatos 30 dias após o término do pleito.

    Apesar disso, os dados mostram que as construtoras Odebrecht e OAS doaram R$ 2 milhões cada uma ao candidato tucano apenas na primeira etapa da eleição. Individualmente, Aécio Neves recebeu doações totais de quase R$ 40,7 milhões até o dia 2 de setembro, última prestação relatada pelo TSE na web.

    O maior arrecadador do grupo oposicionista é o PSDB. Ao diretório nacional foram destinados pouco mais de R$ 165 milhões e, ao comitê presidencial, R$ 140,6 milhões. O partido foi a quem o ”clube” destinou maior volume de dinheiro para campanha: pouco mais de R$ 78 milhões, ou cerca de 55% dos recursos de financiamento ao candidato à Presidência.

    O DEM aparece em segundo lugar, com pouco mais de R$ 53 milhões de arrecadação total, sendo que R$ 15,8 milhões saíram do “clube”. Como não tinha candidato próprio ao Planalto, não há registro de doações ao comitê presidencial do partido.

    Já PSB recebeu quase R$ 36 milhões em doações até o primeiro turno, segundo o TSE. Cerca de 40% do total, ou seja, R$ 15,57 milhões, tiveram origem no “clube”, sendo R$ 10,6 milhões registrados em nome do diretório nacional e os demais R$ 4,95 milhões no comitê presidencial.

  • Ñ foi erro ,foi intencionalmente q os”MELIANTES” da Polícia Federal q diga-se de passagem, uma gde instituição, tentaram enlamear o nome do presidente de abastecimento da Petrobras,por estar perto de Graça q remete a Dilma… O q deixa pasmo ñ é tanto o mau caratismo dos servidores públicos federais ,e sim a falta de responsabilidade da mídia, de ñ checar as informações e sair assassinando reputação de pessoas inocentes . Faltam duas coisas nesta investigação: Respeito e Responsabilidade .

  • O que foi feito com esse senhor Consenza deixar qualquer pessoa de brio indignado! Como pode o jornalismo servir para arregimentar verdadeiros mal caráter que usam a sua inteligência para assassinar reputação… O Brasil precisa não apenas regulamentar a mídia mas urgentemente disciplinar o direito de resposta proporcional ao agravo como prevê a Constituição Federal, através de Lei complementar.

  • Não acredito em engano . Vamos acusar ,se colar ,colou . Enquanto isso a justiça e a mídia promovem a desmoralização de mais um inocente. Isso não vai ter resposta?

  • Semler, morre o homem fica a fama. Essa tua ombridade enaltece a Humanidade.Os dondocas hão de dizer que trocaste de lado, mas não te incomodes que a História mostrará quem são os canalhas e quem sãos os homens de bem. Eles são “Uma gracinha”Só a bossalidade deles tem valor.

  • Já fui Ag. da Polícia Federal, mas depois do que esses delegados fizeram, principalmente, esse delegado que xingou o ex-presidente Lula e a Dilma, prestar-se a esse tipo de trabalho para o PSDB, e, ainda, tentando incriminar o Sr. José Carlos Cosenza, incluindo-o em um processo dessa magnitude sem provas, pois com tudo isso – como fica uma Instituição que a muito tempo sempre foi respeitada por quase a totalidade dos brasileiros, hoje, infelizmente, mais de 50 % da população que votou na Dilma, estão indignados com o rumo que está tomando estas investigações. Tentar prejudicar um Governo que, nos meus 56 anos de idade, nunca houve quem favorecesse aos mais necessitados desta Nação.

  • Esses funcionários da PF deveriam estar respondendo a processos, no mínimo administrativo, por divulgar dados verídicos e pior ainda, inverídicos. Sera que ninguém vai entrar com processo contra essa corja infiltrada na polícia?

Deixe uma resposta