Jurista Dalmo Dallari chama derrubada de Dilma pelo TSE de “fantasia política”

entrevista

dalmo dallari

Dalmo de Abreu Dallari (Serra Negra, 31 de dezembro de 1931) é um jurista brasileiro, formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

É Professor Emérito da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Entre suas principais obras destaca-se Elementos de Teoria Geral do Estado.

Em 2001, publicou obra pioneira acerca de perspectivas do Estado para o futuro – intitulando-a de O Futuro do Estado – trata do conceito de Estado mundial, do mundo sem Estados, dos chamados Super-Estados e dos múltiplos Estados do Bem-Estar.

Em 1996 tornou-se o professor catedrático da UNESCO na cadeira de Educação para a Paz, Direitos Humanos e Democracia e Tolerância, criada na Universidade de São Paulo.[1] , tendo participado de seu primeiro Congresso em 1998.

Dallari é um dos autores mais estudados em todas as faculdades de Direito do Brasil e do exterior.

Na tarde de quarta-feira, 26 de agosto de 2015, ele concedeu entrevista exclusiva ao Blog da Cidadania sobre a recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral de dar prosseguimento em ação do PSDB no sentido de impugnar a chapa Dilma Rousseff / Michel Temer e dar posse àqueles que obtiveram o segundo lugar na eleição presidencial do ano passado.

Confira, abaixo, a entrevista.

Blog da Cidadania — O TSE acaba de aprovar o prosseguimento de ação do PSDB que pede que a vencedora da eleição presidencial do ano passado seja tirada do cargo e o segundo colocado seja empossado. Como o senhor vê essa decisão de quatro dos sete membros daquela Corte?

Dalmo Dallari – Eu tenho acompanhado isso e acho um absurdo que o ministro Gilmar Mendes tenha sido uma influência tão grande porque ele ostensivamente, publicamente, tem posições políticas contrárias à da presidente Dilma Rousseff. Então, o julgamento comandado por ele evidentemente não foi um julgamento jurídico, foi um julgamento político. Acho que isso é muito ruim e é desmoralizante para o Tribunal.

Blog da Cidadania — Alguns analistas já estão dizendo que a derrubada da presidente da República e a posse daquele que ela derrotou são favas contadas. O senhor concorda com isso ou acredita que o jogo não terminou e, apesar dessa decisão, é possível reverter o quadro no decorrer da ação?

Dalmo Dallari – Eu acho que não há o mínimo risco [de derrubada do governo] porque não tem consistência jurídica. Antes de mais nada, essa decisão [do TSE] foi só para reabertura [do processo], não é decisão do Tribunal condenando, reconhecendo falhas, erros, ilegalidades. É só reabertura da discussão. Isso tudo vai muito longe e a presidente Dilma tem o direito de ser ouvida, inclusive de exigir a verificação de documentos, a busca de provas e, eventualmente, até oitiva de testemunhas. Derrubada da presidente pelo TSE é apenas uma fantasia política. Do ponto de vista jurídico está muito distante a possibilidade de que, a partir daí [da decisão do TSE de reabrir o processo], se afaste a presidente Dilma Rousseff.

Blog da Cidadania — Existe alguma possibilidade de recurso ao STF contra eventual decisão do TSE de impugnar a chapa Dilma Rousseff / Michel Temer?

Dalmo Dallari – Claro que sim. Nesse caso, haveria recurso ao Supremo Tribunal Federal. De maneira que ainda há muito chão a ser percorrido. Primeiro, houve a simples decisão de reabertura do caso. Então, ele comporta muita discussão, busca de provas, direito de defesa. E, se no final, se considerar que a instrução do processo está correta, aí o Tribunal julga, mas com um pormenor: se for julgamento de turma, cabe recurso para o Pleno [julgamento pelo Plenário do TSE]. E, depois disso, ainda cabe recurso ao Supremo Tribunal Federal. De maneira que é coisa para alguns anos, pelo menos.

Blog da Cidadania – Como o senhor vê a atuação da imprensa em todo esse processo?

Dalmo Dallari – Nós estamos vivendo, já, um período que eu nem diria pré-eleitoral; é um período eleitoral. Todas as colocações ou tratamento dados pela imprensa que envolve questões políticas são, na verdade, político-eleitorais. Em verdade, o que estamos vendo [na imprensa] já é uma preparação para as próximas eleições. A disputa eleitoral já está em aberto e, por isso, não tem maior importância, maior significação. Eu diria nenhuma significação jurídica essa movimentação de órgãos da imprensa.

Blog da Cidadania — Que consequências podem advir para a democracia brasileira de uma interrupção de mandato presidencial obtida sob contestação veemente da minoria do TSE como a que a imprensa está noticiando? Uma decisão tão drástica tomada sob esses augúrios afetaria de que forma a nossa democracia?

Dalmo Dallari – Se isso [derrubada de Dilma pelo TSE] chegasse a acontecer, seria muito grave porque causaria perturbação política séria. Uma mudança total de governo – e uma mudança em condições excepcionais – teria consequências sobre o sistema de reparação de poderes, formação de maioria dos parlamentos. Seria realmente uma espécie de revolução política, um transtorno político muito grande. Mas por isso tudo eu acho que não há a mínima possibilidade de que tenha seguimento sério essa pretensão.

Blog da Cidadania — Existiria alguma conexão entre o processo político-jurídico em curso no país e o julgamento da Ação Penal 470, vulgo “julgamento do mensalão”?

Dalmo Dallari – É claro que o mensalão tem um conteúdo jurídico-político, sem dúvida alguma. Então, muitas coisas que estão acontecendo – atitudes tomadas, declarações informais de membros do Judiciário – tem um conteúdo essencialmente político.

Blog da Cidadania – O senhor gostaria de acrescentar mais alguma coisa, doutor Dalmo?

Dalmo Dallari – Eu acho lamentável que órgãos de imprensa que têm responsabilidade não se comportem de maneira mais serena, dando mais importância às instituições, respeitando mais os interesses da cidadania brasileira. O que se tem visto são publicações e pronunciamentos nitidamente parciais e isso é muito negativo. Seria muito importante um trabalho no sentido contrário de despertar a consciência política popular, estimular reflexões políticas, discussões sérias, porque é assim que se consolida o sistema democrático.

  • Dilma Coelho

    Precisamos fazer “qualquer coisa” para afastar esse gilmar mendes, essa criatura não pode continuar denegrindo o setor judiciário, desrespeitando as pessoas.
    Chefia uma quadrilha, cheio de capangas. — o empresário da Toyo Setal Júlio Camargo, tinha “medo de chegar” ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, outro participante da quadrilha.
    Como podemos educar os jovens com esses exemplos
    O QUE PODEMOS FAZER????????????
    Aceito colaborar com qualquer iniciativa.

    • Ubiraci Oliveira

      O POVO PRECISA PROTESTAR CONTRA ESTE JUIZ CORRUPTO GILMAR MENDES. É PRECISO A MULTIDÃO GRITAR “NÃO VAI TER GOLPE!” EM QUALQUER LUGAR QUE ESTE GILMAR MENDES APAREÇA!

    • Everaldo Vieira de Lima

      Quem denigre o judiciário, são a maioria desses ministros. Com posições e sentenças, obscuras. Não estão nem ai para a nação. Exemplo contra os Brasileiros e a favor da continuidade da corrupção. É justamente, essa sentença a favor da Gleisi Hoffmann. É uma vergonha, é dar o aval para a continuação dessa roubalheira. Veja. Porque eles não julgam os planos econômicos, e obrigam esses ladrões do erário público a devolver a grana poupada pelo trabalhadores Brasileiros? Na realidade, pobre de nós que ainda acredita nas pessoas que regem essa nação. Digo todos os poderes, Executivo, legislativo e judiciário. Outro exemplo. Foi implanta no Brasil novamente a capitania hereditária. om pleno consentimento dos políticos e com o aval do judiciário. Somos 27 estados, incluindo a federação. 5.740 municípios. Todos resolveram meter a mão nos cofres públicos. Ninguém devolve a grana e nem vai para a cadeia. Detalhe. O STF, teria obrigação de respaldar todas as sentenças do Mouro. Mais age ao contrário.

      Nota: O Senhor Dallari, ilustre jurista. Com a seu prestígio e influência. Deveria juntamente com a classe que representa. Elaborar uma proposta de uma lei contra a corrupção. Aos modos da lei americana e tomando como exemplo a operação mãos limpas Italiana. Pergunto porque a OAB, com tantos juristas renomados, não se movem? Interessante. Ela deve achar maravilhoso, advogados filiados seus, receber honorários de políticos e funcionários de autarquias,corruptos, grana essa de origem duvidosa?? Aproveitem minha contribuição. Agentes públicos. Deveriam ser defendido pelo ministério público. Outra sugestão. Se optar por pagar advogados renomados caríssimos. Os prestadores de serviços. Só receberiam após a julgamento transitado e julgado em todas as instância.” Será que sou inteligente”, ou os senhores, juristas são acomodados.

  • Dilma Coelho

    Muito obrigada por essa entrevista com o Dr. Dalmo Dallari, nos dá esperança.
    Que Deus abençoe vocês!
    !

    • eduguim

      É só minha obrigação, Dilma

      • Luís CPPrudente

        Parabéns.

    • É uma pena ver um Jurista como Dalmo misturar-se a essa corja de socialista/comunistas do PT, é uma pena ver-se um homem do potencial dele perder-se em meio ao nata, pois é nisso que o PT vai se transformar. Vi a entrevista dele a Globo News e fiquei decepcionado. As Leis desse país nas mãos de pessoas erradas.

  • Fabio

    O PT deveria tomar coragem, de ser um partido de covardes e se levantar contra esse lixo chamado Gilmar Mendes.
    Veja, não se levantar contra a justiça e sim contra esse tucano que é o Gilmar Mendes.

    • Roberto L.

      Fabio, tem que haver uma renovação pesada no PT. Aquele pessoal carreirista, acomodado com o poder (só pra citar um exemplo que ilustra isso, veja o Vicentinho antigamente e veja a atuação pífia dele hoje, esse pessoal não tem mais gogó e nem idealismo algum) precisa ser rifado do partido e haver uma renovação política forte, só a militância pode forçar isso.

      Do jeito que vai o PT caminha pruma derrota pesada em 2016, o que talvez provocaria uma mudança na marra já que se recusa a se antecipar ao que pode acontecer.

  • Leocidio Dalprá

    Boa Eduardo. Levantou a bola direitinho para o Dalmo fazer os gols.
    Faltou o ilustre professor dizer que se Dilma for tirada do poder pelas vias legais e conforme nossa constituição a vida segue e quem quiser bagunçar estará à margem da lei e da sociedade.

    • eduguim

      Em quem eu acredito, em você ou em Dalmo? Deixa eu ver… Acho que vou de Dalmo Dallari mesmo.

    • Wilsoleaks Alves

      Del prá entender Leocídio, ou será necessário um desenho mais detalhado?

    • Fabio Rodrigues

      Então Sr. Leocídio, vamos aos fatos:

      6 ministros do TSE e mais o senhor Gilmar Mendes – esse não merece o status de ministro -, notório inimigo do PT e de qualquer coisa progressista, podem cassar o voto de 54 milhões de eleitores?
      Será realmente que se está usando a CF 1988 nesse caso ou se trata de um puro e simples caso de choro dos derrotados – no plural mesmo?
      Você acredita na imparcialidade do Gilmar? Quem acredita nisso, acredita em qualquer coisa. Inclusive que Aécio seja um estadista movido a propina de Furnas. Viste o depoimento do Youssef ontem na CPI da Petrobrás?
      Você viu a cara do Aécio na sabatina do Janot?
      Figuras como FHC, Aécio, Gilmar, Caiado, Agripino, Bolsonaro etc, na realidade representam, hoje, um enorme perigo para nossa democracia.
      E lhe digo mais, quem está à margem da lei há muito tempo é o senhor Gilmar Mendes, pois atua como um tucano empedernido nas instâncias do poder judiciário.
      Se o judiciário fosse sério, esse Sr. seria impedido de participar de qualquer julgamento que envolvesse o PT, em função do seu notório ódio ao PT.
      O sr. gostaria de ser julgado por seu inimigo? Acredito que não.
      Abra os olhos e sua mente… como o Eduardo, eu fico com a razão e dou as costas ao revanchismo a ao ódio e fico com Dalmo Dallari. O sr. deveria fazer o mesmo.

      • Foi o traíra do toffoli q virou tucano q passou o processo para o Gilmar propina, qto ganha esse vagal

  • Leonardo

    Dr. Dallari… em relação a sua última resposta… a imprensa não quer o sistema democrático. Se o golpe vai gerar convulsão social, problemas… isso é o que eles querem, doutor! Com todo respeito e parodiando a frase sobre a vitória de Obama… É a CIA, estúpido!. É a América Latina de joelhos, estúpido! É o petróleo, estúpido!

    • eduguim

      Ele sabe.

  • Pedro Soto

    Estou tão preocupado que acho que nem vou dormir esta noite. Só gargalhando.

  • Jimmy Cricket™

    ♫ Data vênia, professor Dallari, o senhor é mestre em direito constitucional, mas parece esquecer que os abutres estão famintos e não titubearão perante nada, nem mesmo a possibilidade de tumulto civil ou militar, se o golpe que andam gestando vier a se concretizar. Suas palavras reduziram mas não eliminaram minha intranquilidade. Só sossegarei quando os fascistas forem excomungados da política nacional ou, no mínimo, se recolherem a passar arnica nos lombos doloridos, ainda que empedernidos.
    Eu sou da geração que atingiu a maioridade legal em 1963 e aguentou a noite de 21 anos. Esperava nunca ter que enfrentar algo semelhante, mas confesso que continuo inquieto. A corja neoudenista não para de delirar e só desistirá quando se sentir à beira ou no monturo da História.
    Resta-nos esperar que a legalidade prevaleça, incentivada talvez por uma demonstração monstro contra os golpistas; mas nem sei se essa demonstração seria viável ou mesmo aconselhável. Continuo perplexo perante tanta sujeira e desfaçatez.

  • Jose Maria

    “Dalmo Dallari – Eu tenho acompanhado isso e acho um absurdo que o ministro Gilmar Mendes tenha sido uma influência tão grande porque ele ostensivamente, publicamente, tem posições políticas contrárias à da presidente Dilma Rousseff. Então, o julgamento comandado por ele evidentemente não foi um julgamento jurídico, foi um julgamento político. Acho que isso é muito ruim e é desmoralizante para o Tribunal.”

    Opiniao pessoal dele, nao ha argumento juridico nenhum no texto acima

    • eduguim

      Novamente fico com a opinião do mestre do Direito e Constitucionalista de fama internacional Dalmo de Abreu Dallari.

      • Jose Maria

        Sua escolha nao é baseada em nenhuma das supostas qualificações dele, pois ele não expos nenhum conceito jurídico no texto, apenas opinioes pessoais.

        • eduguim

          Resposta no comentário seguinte

        • “Supostas qualificações”, Zé Maria?

          Criaturas como você nem mesmo supostamente são qualificadas em coisa alguma.

    • Sávio Valença

      Nos meios jurídicos, fala-se muito em julgamentos e decisões sem animosidades, sem tendencias e que exijam provas materiais lícitas e bem fundamentadas, com o devido processo jurídico, com a devida ampla defesa e com o devido contraditório.

      Dallari não acha, ele afirma tacitamente que faltou isso para o juiz abertamente tucano, tendencioso, defensor de Serra e de Dantas – já vi defesa deste juiz a estes elementos, através de absolvições e de habeas corpus -, nos julgamentos que ele fez.

  • Antonio Celso Alencar

    Boa Tarde, Eduardo.
    Continuo aqui, diariamente.
    E você, continua aí, brilhante.
    Sempre um passo à frente dos colegas.
    Entrevista sintética, prática e de muito simples entendimento.
    Parabéns.

    • eduguim

      Ora, que gentil. Abraços

  • José Eudes

    Meu caro Eduardo Rede globo esta envolvida nessa movimentação do aécio do gilmar e outros, se ela tivesse o interesse em barrar esse processo, com duas chamadas do jornal nacional contra aécio e gilmar ja teria sindo feita.
    Concorda

    • eduguim

      Não sei, acho que a Globo já não acha muito bom negócio cometer uma doideira dessas…

      • Eliseu Leão

        Peço licença para entrar na conversa. Na minha opinião a Globo não acha nem deve achar nada sem antes saber o que acham “The Economist”, “New York Times”, “Financial Times”, que exprimem o pensamento do pessoal graudo e eles é que acham que podem perder mais do que ganhar. Como disse o prof. Giorgio Romano Schutte ”a ideia é manter o governo como está e pressioná-lo para mudar a legislação do petróleo. É um governo facilmente cooptável para fazer políticas impopulares. O que eles querem é evitar a volta do Lula e desestabilizar a Dilma, impedir que ela possa fazer qualquer guinada à esquerda. O interesse desse pessoal é manter o governo. Até porque as políticas que eles querem estão sendo implementadas. Uma coisa é certa: com essa política, eles vão destruir o PT.”

  • Pedro Accioli

    Então Edu!

    Os coxinhas não desistem mesmo! É mole?

    Eles querem porque querem o poder e não sabem perder uma eleição!

    Se querem vencer, que apresentam propostas que visam a melhora do povo! Apresentam um projeto de País! Isso eles com certeza não tem! Então não adiantam chorar coxinhas porque na verdade vocês só pensam em si próprios! Não querem o bem estar do povo!

    • Jose Maria

      Duvido, a coxinhada quer deixar ela se arrebentar até 2018, é inevitável, não há arrecadação

  • Herbert

    Caro Eduardo,

    O jurista Dalmo Dallari é um homem que pensa o direito, na própria acepção da palavra jurista. É uma figura respeitada no mundo jurídico, e não se pode olvidar, que foi ele quem primeiro questionou a indicação e posterior nomeação do ministro Gilmar Mendes para o STF no governo Fernando Henrique Cardoso. O que é lamentável é o Poder Judiciário ter chegado a esse nível de degradação, onde magistrados atuam com evidentes interesses políticos e partidários.

    • Jose Maria

      Ele “acha” que a poisição do GM é politica, isso é apenas a opinião dele, mais nada.

      • eduguim

        Quando alguém com o conhecimento jurídico e constitucional que tem Dalmo Dallari externa uma opinião, deve-se entender que ela tem embasamento jurídico para ser externada

        • MARCOS FERREIRA

          Edu, exemplo de jurista para Wolsoleaks é Datena que diz que todo brasileiro tinha que ter uma arma.

      • Wilsoleaks Alves

        É José Maria é a opinião dele, do Doutor Dalmo Dallari. Assim como a opinião contrária é de Gilmar Mendes.

        Agora me explica aí: por que a opinião de Gilmar Mendes vale mais que a opinião de Dalmo Dallari?

        Ah, porque Mendes é ministro do Supremo e Dallari não. Já entendi.

        Mas, então, o julgamento no supremo não tem que seguir o ordenamento jurídico a despeito das opiniões?

        Ou você está querendo nos dizer que Dalmo Dallari tem que emitir parecer jurídico, mas Gilmar Mendes não?

        • Jose Maria

          Exato, o sr Dallari apenas emite opinioes que qq leigo poderia omitir, nao ha conhecimento juridico algum na tal “entrevista”, trata-se apenas da opiniao de um cidadao comum que por acaso é jurista. cade os artigos da lei que ele diz que o GM infringe ?

          • Denis Cganado de Rir da Inteligentsia Golpista

            Será que essa anta nunca viu um especialista OPINAR sobre algo sua especialidade? Uma opinião de um engenheiro a respeito de uma obra não deve ser levada em conta porque ele está dizendo sua opinião, sem “embasamento” necessário????
            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
            Ó a pérola do zé maria : “…trata-se apenas da opinião de um cidadao comum que por acaso é jurista.”
            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Leici

    É ridícula essa tentativa de Aécio e seus seguidores de tentar derrubar a todo custo a presidenta Dilma. Parece aquelas crianças que não aceitam quando perdem algum joguinho e ficam emburradas, reclamando que foram injustiçadas.

    • Pedro Accioli

      Aécio é mimado e ditador, se ele tomar o poder, o Brasil estará perdido, ele é um ladrão de marca maior, só não é pior que Cunha, Feliciano e Boçalnaro!

  • Jaime

    Caro Edu,
    Eu não subestimo o golpismo da direita, mas torço para que tudo isso seja mesmo só ”fantasia política” que faz parte da estratégia de manter acesas as chamas do golpe…

    • eduguim

      Eu recorri a ele porque se existe alguém que pode dizer isso e ao menos fazer as pessoas pensarem, é ele. Pelo que entendi, não existe jeito de fazer dessa história um instrumento de golpe no horizonte vizível. Do contrário, seria golpe mesmo, tradicional. Se chegarmos a esse ponto, tudo mais se torna imprevisível (para todos) neste país.

      • Diogo s

        Você recoreu a ele porque foi o que sobrou para dar opinião e respostas pré moldadas, ultimamente tá ficando difícil alguem a favor de Brahma da leitoa e do PT,até o Admans foi Expulso do BRAHMA aqui em Brasília, petistas fiquem em casa,queimem tudo que possa identificálos como tal, façam como os nazistas no pós guerra, destruam tudo , todo os registros até os do partido, pois se Dilma cair serão processados e julgados e quem sabe numa nova lei penal até fuzilados por crimes contra a nação.

      • Jaime

        Edu,
        De fato, Dalmo Dallari é alguém cujas análises nos ajudam a pensar. Mas essa direita sabota tanto a democracia do nosso país que já não será surpresa se o imprevisível se sobrepuser ao previsível. Estou enojado com toda essa campanha sórdida que estão movendo há meses contra a presidenta legitimamente eleita. E essa sordidez é tamanha que Dilma Rousseff passará para a nossa história como aquela que foi torturada tanto na ditadura como na democracia, pois o que estão fazendo com ela agora é também tortura…

  • Parabéns pelo trabalho que vcs fazem aqui, de primeira..

    • eduguim

      Grato, José

    • Ismael

      Endosso!

  • Vania Lucia

    Quando teremos um pouco de tranquilidade? Nosso voto está sendo atropelado pelos golpistas… Pra que eleições se não respeitam a vitória legítima nas urnas?

  • Daniel

    É uma hipótese difícil de prosperar e que levaria anos. Como eu disse é coisa do Aécio e da trupe aecista. Não é idéia levada a séria pelo resto do PSDB. Mas Gilmar Mendes vai tirar mais coelhos da cartola, ANOTEM. Tenho certeza que ele vai mandar a procuradoria e o MP abrirem mais fontes de investigação contra a campanha de Dilma.

    O que temos é um candidato derrotado, Aécio Neves, que está levando a sério essa possibilidade remota. Ele realmente acredita que a possibilidade remota é uma possibilidade grande, porque está louco, obcecado, quer ser presidente de qualquer jeito.

    * Tenho motivos pra desconfiar que a popularidade de Dilma parou de cair e até subiu alguns pontinhos. A conferir nas próximas pesquisas.

  • Hermes Sanchez

    Tudo bem que o Gilmar Mendes, diga-se de passagem um dos maiores constitucionalistas do país e cujas obras são referência para estudiosos da área, detenha seu “parti pris” conservador, mas o Dalmo Dallari tampouco é exemplo de isenção, tantas já foram suas intervenções desastradas a favor do PT, omitindo seu próprio saber jurídico.

    Isenção à parte, o que o Dalmo Dallari fala na entrevista é o óbvio, ou seja, o TSE não cassa mandato de ninguem, e o que vai ocorrer é o exame das contas da presidência que, caso demonstre irregularidade, abre caminho para pedido de impedimento em absoluta conformidade com a lei vigente.

    Chega a ser patético ver o Dallari vociferar com respeito a transtorno político em caso de interrupção do mandato presidencial, talvez a memória tolhida pela senilidade não o permita relembrar que ele, José Carlos Dias, Flávio Bierrenbach, e outros, foram dos primeiros a tramar contra o Collor nos idos do mandato deste. E aí, se na época não era golpe, por que o seria agora, ressalvados os trâmites legais?

    • Jimmy Cricket™

      ♫ Vejam! Vejam! Uma tiete do Gilmar Mendes! E eu que pensava que elas não existissem, como as fadas e as abantesmas…

    • Gilbertinho

      Cara, complementar o quê? Simplesmente perfeito o seu comentário, Hermes.

  • Flávio Prieto da Silva

    Se tiver golpe eu tô em qualquer comando ou grupo tático que vise a reverter a situação seja como for. Quem quer ‘venezuelizar’ o Brasil é o Aécio, e no pior sentido.

    • Gilbertinho

      Existe algum sentido bom em “venezuelizar”?

  • Douglas Otaviani Tôrres

    E o advogado geral da união,Adams se não me engano foi hodtilizado em um restaurante em Brasilia.Gentinha de merda,descebrados sem o mínimo de civilidade,por isto vivemos 500 anos de senzala e casa grande,não sabem o que é humanidade.

  • Trazibulo Meireles

    Caso o TSE se dobre aos desejos do ministro do PSDB, Gilmar Mendes que é ante PT, estará colocando em dúvida a sua credibilidade, diante da população brasileira, para as futuras eleições.

  • Liduina

    Muito boa a entrevista, Edu, nos dá ânimo, embora ainda me sinta inquieta como Jimmy Cricket também está.
    A “classe dominante” é um HORROR, não podemos baixar a guarda.

  • Roberto L.

    Edu, vou comentar aqui já que perdi o outro post (mas leio sempre os posts passados), mas tem a ver com o que o tema do post.

    Comento aqui (mas assumo o que digo, não foi vc que emitiu a opinião) pois já tive uns 3 ou 4 comentários cortados (não publicados) no blog do Nassif, e quando isso ocorre a gente fica com temor de comentar sob pena de não ser publicado por discordância ou do dono do site ou de quem libera os comentários lá.

    No site dele, mais de uma vez, ele tratou do Temer assumir comando do país como se fosse uma “coisa normal” ignorando que Temer não é liderança política respeita no país, só na cabeça dele.

    E uma coisa me assusta é que parte dessa imprensa meio tucanoide continua com as distorções de discurso antigo e preconceituoso tratando o PSDB como “algo democrático”, coisa que não é.

    O PSDB sempre foi um partido pernóstico, autoritário, arrogante e típico representante da elite arcaica de SP (a que não está antenada com o pessoal progressista de SP).

    O Nassif achar que o PSDB ficou assim se aproximando do DEM e com aquele famoso rótulo preconceituoso sem base do “coronelismo nordestino” (ignorando novamente que região é uma coisa e estados é outra coisa), deixa de lado o fator da oligarquia de SP que é forte (vc sabe melhor que ninguém) e é a mesma que mantém o PSDB no poder por 20 anos com um massacre midiático diário pra cima do povo e demonização das forças progressistas. O cara ainda viver naquele abismo ideológico rançoso achando que há dois Brasis e não um só, onde essas oligarquias têm uma origem comum e ideário em comum tb, é dourar a pílula defendendo o PSDB.

    O PSDB virou um partido golpista, se é que não foi sempre pois pra mim nunca passou de uma ONG dos EUA pra impor agenda política entreguista no país a mando de Washington. Estou fazendo o comentário aqui pelas razões que citei acima, tive comentário cortado lá, mas tem a ver com teu post anterior onde toca na questão dos cavaleiros do apocalipse e o golpismo tucano.

    O PSDB precisa ser tratado pelo que virou (ou sempre foi): cão de guarda dos EUA no país pra desestabilizar o Brasil. Neo-UDN.

    O cara em pleno séc. XXI acreditar que o PSDB tem “discurso modernizador” do país, nem na Espanha acreditam mais nessa piada de mau gosto (mitologia) em torno do Felipe Gonzalez e o PSOE (o PSDB deles) de lá. Pelo visto espanholizaram parte da mídia do país.

    • Luís CPPrudente

      Não sei hoje, mas o PSOE foi um partido combativo e que lutou pela República espanhola contra os monarquistas e fascistas de Franco nos anos trinta do século passado, quando ocorreu a Guerra Civil Espanhola.

      Quanto ao PSDB, ele nunca chegou aos pés do que foi o PSOE nos anos trinta do século passado. O PSDB teve poucos anos de partido que defendia a Democracia e o desenvolvimento social do estilo da Social-Democracia europeia. Mas logo e rapidamente o PSDB aceitou ser o que é atualmente, um partido traidor dos ideais da Social Democracia, ele se tornou um partido golpista e direitista, reacionário e fascista.

      Hoje é claro e nítido que a nova UDN é o PSDB, um partido mais reacionário e mais fascista do que o ex-PFL.

  • ricardo grillo

    Caro Edú,
    Como é bom a gente ter oportunidade de conhecer o pensamento brilhante de um dos maiores advogados do Brasil.
    Excelente entrevista, parabens !
    Ricardo Grillo

  • Cláudio

    :

    :
    .:. 19:13 Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:

    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !
    … .
    * 1 * 2 * 13 * 4
    *************
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Valeu a pena ! ! ! ! Dá gosto ser o cantor do seu povo ! ! ! !

    • Luís CPPrudente

      Que venha logo o corte da Bolsa PIG.

  • Nelson Menezes

    Caro Edu,parabéns pela entrevista,na verdade eu quero acreditar piamente que o grande Jurista esteja certo,e esta certo,caso que um golpe e sempre golpe, quando concretizado estes atos jurídicos para os golpistas pouco importam,agora eu acredito que de forma nenhuma o povo deixe de ir as ruas por mais ilusória que seja a movimentação da direita em direção ao golpe,ainda bem que temos Jurista do porte do Dalmo Dalári e blogueiros progressistas e corajosos como você e tantos outros,obrigado por tudo,continuemos lutando.

  • Antônio

    Muito boa a entrevista.
    Dr. Dallari não é qualquer um.
    Importante as pessoas saberem disso.

    • Luís CPPrudente

      O tal de qualquer um é o delinquente que foi colocado no STF pelo finado FHC.

  • O JUIZ

    Entrevista primorosa, esclarecedora.
    Em resumo, o Mestre Dalmo Dallari deixou claro aos aventureiros do Golpe, que se isso por ventura viesse a acontecer, nosso País, nossa Democracia, ficariam totalmente desmoralizados perante o Mundo todo.
    Pra falar apenas do lado econômico, qual seria a Empresa séria que voltaria a investir em um País sem estabilidade política e econômica ?
    Alguns dos maiores Banqueiros do Brasil, já atentaram para as consequências de um golpe.
    Banqueiros são, sem sombra de dúvidas, os que mais arrecadam neste País.
    Apesar se suas posições divergentes ao Governo, como ficou acentuado o caso do Itaú nas últimas eleições, sabem que qualquer manobra para retirada do atual governo, seria uma catástrofe sem tempo para acabar.
    O Mestre Dallari, envia um recado direto aos golpistas de plantão.
    Acontece que, por vezes, penso que a turma da oposição não possui inteligência suficiente para entender esse recado.
    Aécio, é na verdade um garoto mimado que sonhou com um brinquedinho chamado Brasil.
    Caso eleito, seria sem dúvidas uma cópia do Richa, que gosta de mandar dar tiros em seus opositores, como fez contra os professores lá no Paraná.
    Agora imaginem esse aventureiro presidindo o Brasil.
    Era o sonho de consumo dessa elite fascista que gosta de bater panelas.
    Alentadoras as palavras desse grande Jurista, caro Eduardo.
    Agradecemos essa matéria, pois nos coloca com realidade, e sem sentimentalismos a legitimidade do Governo DILMA.

  • Mauro

    Muito bom!
    Agora a pergunta que me faço faz tempo:quem vai investigar este Gilmar Mendes?
    Porque para ele fazer o que faz, está ganhando algo!

    Não acha , Edu?

  • Carlos Henrique

    Vamos esquecer “juridiquês” ou instituições, que estão aí para perpetuar o atraso, o que vai decidir essa farsa golpista É A FORÇA DA LUTA NAS RUAS. Assim, tenho simpatia pelo Professor Dallari, devido aos valores humanistas que sempre professa, mas, infelizmente acho ingênua sua crença em instituições ou na tecnicalidade jurídica que tanto domina. ISSO É SÓ TECNICALIDADE, LETRA, QUANDO ELES QUEREM FECHAM O LIVRO, COMO JÁ DIZIA CHICO BUARQUE, E FAZEM DO JEITO QUE DESEJAM. Depois a Globo convence os descerebrados de que está tudo correto. Foi assim com o “mensalão” , em que país com um mínimo de cérebro se conseguiria convencer quase toda a população de que um Governo “comprou” apoio de treze deputados(doze aliados e só um da oposição), num universo de 513, para aprovar projetos num Sistema Bicameral, sem que nenhum Senador fosse comprado. É MATEMATICAMENTE ESTÚPIDO, ALIÁS É TÃO ESTÚPIDO QUE NÃO DÁ NEM PARA SE USAR QUALQUER ADJETIVO QUE AMENIZE A GRITANTE E PURA ESTUPIDEZ DO CASO. MAS FOI ESSA A VERSÃO QUE FICOU, CUSTANDO AOS QUE TENTAM DESMASCARA-LA INÚMEROS ABORRECIMENTOS E ATÉ O ÓDIO DE ALGUNS AOS QUE OUSAM DESAFIAR AS INQUESTIONÁVEIS “VERDADES” MIDIÁTICAS. O que quero dizer com isso, que o jogo já está ganho pela direita? Muito pelo contrário, temos tudo para esmagar Mendes e seus asseclas, principalmente após a demonstração de força e unidade apresentada nas manifestações progressistas do dia 20. Devemos sim é saber em que seara lutar e não será na do juridiquês, perdendo tempo com procedimentos burocráticos. Deixe-os para a assessoria de campanha de Dilma e PARTAMOS PARA AS RUAS. É lá que devemos, em atos de esquerda que precisam acontecer novamente, denunciar o golpe e nomear seus agentes, começando por Gilmar Mendes e chegando na mídia(sem esquecer de Nardes, no TCU). É aí que vamos deixa-los mijando-se de medo. Mendes já mostrou sua “valentia” ao tremer nas bases diante de um desmascaramento de seu primeiro golpe feito pelo Cidadania e pelo Blog de Nassif. Adivinhem o que sentirá quando milhares no país inteiro o chamarem de golpista. Até acho que a direita não pretende inicialmente o golpe, mas sim algo tão tão sórdido quanto, que é deixar o Governo Dilma sangrando até 2018, para tentar impedir a vitória de Lula, que será eleito. Mas se o “clima” permitir, Mendes e sua turma irão sim para o golpe. De qualquer jeito, não podemos permitir também que Dilma passe quatro anos com uma espada de Dâmocles sobre sua cabeça, impedida de governar e de avançar nas mudanças indispensáveis à construção de um país justo(outro objetivo da direita que temos que impedir é que chantageiem Dilma para Governe implantando o programa conservador). Seja qual for o plano que os fascistas escolherem, ou que as circunstâncias os levem a escolher, precisamos destrui-lo imediatamente e para fazê-los temos que voltar muitas vezes às ruas.

  • Vera Lucia

    Eu acho que tudo isto se resolve com o Aécio na cadeia. Nossa luta e a do PT tem que ser por aí.

  • Vera Lucia

    Esqueci-me de parabenizá-lo e agradecer-lhe porque, esta certeza de que se o Aécio fosse colocado no lugar onde ele deveria realmente estar, tudo se normalizaria, veio-me com essa maravilhosa e abençoada entrevista.

  • Maria Rita

    Tenho o maior respeito por Dalmo Dallari. E já começo a surtar cada vez que Gilmau Mendes, Fux e até mesmo o Janot, se movimentam. O Brito do Tijolaço fez um ótimo comentário sobre essa progressiva tentativa de golpe jurídico e eu pergunto: até que ponto a freada de alguns setores que promoviam abertamente o impeachment é de fato um recuo. Ninguém tem bola de cristal, mas eles – a oposição ao Brasil, são insistentes. Hoje o mister Idi Amin Gaga (FHC) fala da da falência dos partidos políticos. Demorô, cientologista político! Ele não é nem nunca foi cientista político, vamos combinar. Cabe a gente fazer um exercício e tentar projetar algumas consequências de uma escalada oposicionista. O que aconteceria, se houvesse uma condenação ‘aparentemente legal’ (não esqueçamos o golpe de Honduras) e o TSE cassasse os nossos votos – 54 milhões de votos? Quem daria sustentação à tropa jurídica? A PM, qual ? a de São Paulo, Paraná e Rio de Janeiro, consideradas as mais violentas em relação à população? Como, se o PMDB também vai junto com Dilma? Quais as sanções aos partidos envolvidos? Suspensão? Extinção? Sobra quem? os trocentos medíocres partidos nacionais (só no nome)? Convocariam novas eleições? Quem votaria? Os ricos? Para quê, se não são muitos chegados a esses atos cívicos? Os pobres? Para quê, se vão voltar à exclusão costumeira? Sobra a classe média, mas essa em dois tempos vai estar se lamuriando das perdas e danos (como na peça teatral Os pequenos burgueses, de Gorki) Ou seria a PF, cada vez mais equipada e com treinamento nos Istêites? Tem número para isso? Porque juízes não suportam enfrentamentos , eles são DEUS, cada um pensa assim individualmente. Pois, penso que não será tranquilo para ninguém, nem para nós nem para eles. O golpe que eles chamam de golpe branco já está encardido de tanta presunção. E se derem o golpe, a primeira economia que poderiam fazer diante da crise econômica seria fechar o STE, que não servirá para absolutamente mais nada. E o ministério da justiça? Esse já está sendo na prática o STE /STF e PGR, tudo junto misturado, com aval de quem o aparelhou, o PSDBosta e o pig.

    • Renata

      Aí é que está.
      O prof. Dalari deu sua posição equilibrada, mas o corporativismo do judiciário (como apontou o Requião na sabatina do Janot) e especialmente as atitudes do Gilmar Mendes não mostram equilíbrio e mesmo assim não podem ser controladas nem pelo povo nem por órgão algum. Isso é um poder absoluto dentro da democracia. Ela está neste momento nas mãos dos togados sem que nada possamos fazer? Negócio esquisito.

  • # HONESTIDADE INTELECTUAL #
    Eu acredito que nós deveríamos debater ideias, formas de aplicar essa ou aquela política pública… Vejo o seguinte: O sistema todo está contaminado, temos que tentar unir as pessoas inteligentes e um pouco mais honestas dessa cidade, desse estado e dessa nação e começar agir.
    Por exemplo, o PT, com Lula e Dilma, foram governos que criaram mecanismos e ferramentas para combater a corrupção e deram total liberdade aos órgãos es policia, ministério público e justiça de fazer um combate efetivo contra a corrupção. Hoje a corrupção está sendo combatida como nunca antes na história desse país..! Por que é que as pessoas verdadeiramente honestas intelectualmente desse país não se juntam para exigir a punição de todos os acusados.
    Existe uma lista com mais de 50 nomes de envolvidos nas investigações da Operação Lava Jato. Dez são do PSDB e apenas dois do PT. Esses dois estão presos, já os Tucanos acusados nenhum está preso.
    Temos quer ser honestos, que seja ao menos intelectualmente, e nos unir em torno da pauta para que sejam punidos pessoas do PSDB e do DEM envolvidos no esquema, bem como de todos os outros partidos. Só assim poderemos ter a certeza de que a Operação Lava Jato cumprirá com a seu propósito de promover a volta de moralidade na politica brasileira. Mas ao contrário, o que está acontecendo é que setores da nossa sociedade estão se mobilizando para tentar interromper o mandato de Dilma para que assim também seja interrompido o ciclo de combate a corrupção que vai contra os interesses de uma classe centenária que sempre viram de tais práticas.
    Nesse momento não podemos nos dar ao luxo da desonestidade intelectual e acreditar que um partido como o PT, que se preparou por mais de 20 anos para governar o Brasil, tendo com uma das pautas principais o combate a corrupção seja estupido o suficiente para tenha a corrupção como prática contumaz.

  • Clarice Machado

    Parabéns, Eduardo!!!! Você é o melhor!!! Foi buscar respostas que tanto nos preocupa com o repeitadíssimo Dalmo Dallari!!!! Valeu!!!! E muito!!!!mais uma vez obrigada por você existir!! abços

    • eduguim

      Grato, clarice

  • Vaberlene Soares

    Desculpem, mas, apesar do ponto de vista do entrevistado, é possível, sim, que derrubem a Dilma, pois a perseguição à esquerda está muito grande. A Justiça e a mídia estão sendo claramente parciais, a favor da direita há muito tempo, eu diria desde sempre. Se o José Dirceu vive preso, condenado por erros que ele não cometeu, então sabemos que é bem possível que eles consigam derrubar Dilma, bagunçar o país, colocá-lo no caos absoluto e piorar ainda mais as desigualdades e as injustiças que temos por aqui. Infelizmente, tá difícil de acreditarmos que essa corja de bandidos, que vive querendo dar golpes nas democracia, não consiga os seus intentos, pois vemo-os o tempo inteiro praticando sabotagens, golpes baixos, irregularidades e não há Justiça nem mídia que os combata, já que, pelo que parece, estão do lado deles, ajudando-os em suas empreitadas. Mas eu espero que isso não aconteça, para o bem do Brasil e de todos nós!

  • Valério S. de Alququerque.

    No Brasil não existe Justiça, existe quem paga mais!!! É a JU$TI$$A. Um olho no peixe, outro no gato!!!

  • Júlio César

    Parabéns, prezado Eduardo Guimarães por nos trazer intelectuais da grandeza do Dalmo Dallari para desmascarar as reais pretensões de Gilmar Mendes que não pode ser considerado por nós como magistrado e sim capanga do PSDB. Como disse o ilustre jurista, o papel do tarefeiro do PSDB no TSE é manter vivo o terceiro turno, para continuar desgastando o governo DILMA, o PT e o LULA. Já é campanha eleitoral para 2016 e 2018. Até quando vamos ter que aturar sujeitos deploráveis como esse pseudo ministro que a mais de um ano mantém embaixo do seu suvaco a ação sobre o financiamento privado das campanhas eleitorais, contrariando a esmagadora maioria da população e a maioria do STF. Até quando teremos de aturar esse sujeito ocupando cargos importante nas nossas instituições? Ele está sempre blindados e apoiados pela grande mídia, infelizmente, senão em conluio. A mudança mais consistente que devemos lutar diuturnamente para acontecer no Brasil é a democratização dos meios de comunicação. Sem isso, não seremos uma democracia consolidada e com a volta da direita ao poder haverá muitos retrocessos no país em direitos sociais, direitos humanos e na liberdade de expressão. Não tenho dúvida disso. Leio isso não palavras desse ilustre jurista Dalmo Dallari.

    • eduguim

      Grato

  • Roberto Locatelli

    Excelente trabalho do Blog da Cidadania, fazendo Jornalismo de verdade.

    • eduguim

      Grato, Roberto

  • Antonio

    Fora de Pauta

    Extra! Extra!

    O mundo inteiro já sabe que Aécio Neves teria recebido propina, menos o Brasil, porque o Brasil não faz parte do mundo.

    Matéria no Blog do Nassif: http://jornalggn.com.br/noticia/o-mundo-noticiou-que-aecio-neves-teria-recebido-propina#comments

  • Sonho de tucano, fantasia das elites improdutivas

  • Nigr

    Vamos ao julgamento
    A corrupção sistemática está sendo agora escancarada. Ela não é mesmo coisa isolada de Dilma ou Lula. Mas ela está no poder agora. Os esquemas de triangulaçao empresas estatais-propina disfarçada de doação ou não estão sendo demonstrados.
    Se provar que há “malfeitos” como ela diz, que seja punida. A omissão do passado não é desculpa.

    Enquanto isso, quem pode manda os filhos para o exterior ou vai mesmo junto

    http://www.istoe.com.br/reportagens/433226_O+EXODO+DOS+BRASILEIROS?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

    • eduguim

      Todos os partidos estão no poder, seja em municípios, Estados ou no poder central. Durante 20 anos vigeu um esquema bilionário de corrupção no metrô e na CPTM de SP. Serra e Alckmin dizem que “não sabiam” e gente como você mão abre a boca. Eduardo Cunha está envolvido em rolos até o pescoço e vocês não dizem A. Por isso bloqueio mesmo o que você e mais uma meia dúzia escrevem aqui. Podem mudar de nome à vontade. O estilo é inconfundível. Tem um panaca que fica mudando de nome que não escreve três palavras sem usar o termo “pixuleco”. Sua falta de imaginação é hilariante. A maioria usa alusões a atos sexuais para ofender – Freud explica. Vou cortar tudo e mais um pouco. Vão comentar na Veja. Aqui não vou bater palma para fascista dançar

      • Nigr

        Eduardo, desarme-se

        Desafio você a achar um comentario meu com este tipo de linguajar. Tampouco xingamentos- sutis ou nao.

        Sem essa de “vocês”. Cunha já está denunciado. Falta o “resto”.

        • eduguim

          Você não escreveu contra Cunha nem antes, nem depois. Só escreve contra o PT. Corrupção, para vocês, é só do PT. Você não usa linguajar agressivo, mas vem fazer propaganda antipetista (exclusivamente) aqui. Então, meu caro, gente como você só terá espaço de novo, aqui, quando se mostrar contra TODA a corrupção, não só contra a de uns e a favor (por omissão) à de outros.

          • Jose Maria

            quem tá mostrando a corrupcao é a PF, sob o comando do PT, eles indiciaram 33 pessoas no cartel dos trens em SP, parabens PF ! parabens PT !

    • Luís CPPrudente

      O Brinco está com medo de se apresentar e coloca apenas metade do nome?

      Brinco, defensor do Gilmar Dantas, das falcatruas do PSDB. Com certeza tem como herói atual o Achacador Cunha, tal qual o Paulinho da Farsa Sindical (também conhecido como Pauzinho do Dantas).

  • Guimarães Roberto

    Edu, o que mais me preocupa é o poder que o judiciário alcançou a partir do Mentirão(AP-470). Dali em diante as eleições passaram a não ter mais um resultado definitivo. Os eleitos, me parece, não estão se sentindo seguros para atuarem em seus cargos. Paira uma desconfiança sobre todos. O judiciário, com o apoio da mídia PIG vem tumultuando a nossa jovem democracia. Não seria o caso de se fazer as investigações entre a data da eleição e a data da posse? Outra coisa, a Lei da Ficha Limpa faleceu, foi mau feita ou a estão aplicando com parcialidade? Candidatos sem ficha limpa tomaram posse. Tem alguma coisa errada aí. E, antes que eu me esqueça, parabéns pela bela entrevista com o Dr. Dallari.

  • Antonio Ileu

    Caro Eduardo,

    O que acontece com a Presidenta em tentar aprovar projetos polêmicos na atual conjuntura?

    Acabei de Ler no UOL o fantasma da CPMF querendo voltar. Porque isso? A Assessoria da Presidenta está maluca em ficar dando fatos para a oposição e causando mais desgastes no governo!

    • Luís CPPrudente

      O fantasma da CPMF te assusta? A mim não, que volte a CPMF, pois ela é um imposto democrático e que identifica um pouco o dinheiro “lavado”.

  • Ricardo

    Não vai ter golpe.

    Como bem percebido, inclusive neste blog, o grande empresariado, a banca financeira, a mídia e amplos setores do PMDB já clamam pela normalidade institucional.

    Mas como ainda não percebido, inclusive neste blog, o grande empresariado, a banca financeira, a mídia e amplos setores do PMDB cantam essa nova canção porque já conseguiram seu grande objetivo: cooptaram a Dilma para trabalhar por seus interesses e agendas específicas e asseguraram que será mesmo o PT o partido atrelado, por todos esse longos 4 anos, a todo sofrimento que ainda virá.

    É claro que essa turma não quer mais a saída do impeachment. Já têm Dilma no bolso.

    A carta de rendição da Dilma foi sinalizada por meio da Agenda Brasil, recebida com sorrisos no rosto.

    Evitando o impeachment, de bônus, o grande empresariado, a banca financeira, a mídia e amplos setores do PMDB ainda ganham o apoio indireto da militância petista, que no caso de saída da Dilma iria para as ruas gritar, mas com a permanência da Dilma continuarão a defendê-la cegamente, sem perceber que ela virou um fantoche.

    • Pedro Accioli

      Concordo em partes cara, os petistas sabem que este congresso eleito atual é muito conservador, não que estejam defendendo cegamente a presidenta, pois ao mesmo tempo que todos tem críticas à ela, eles não concordam com a saida dela antes de 2018 sacou?

  • Nilda

    Obrigada, Caro Eduardo, por esta brilhante entrevista com o Dr. Dalmo Dallari! Ficamos até mais aliviados diante da ameaça de golpe, embora não dê para baixar a guarda ainda…

    • eduguim

      Nilda, eles vão sempre tentar dar o golpe, mas o Brasil não é o Paraguai.

  • Denis Cganado de Rir da Inteligentsia Golpista

    Parece a história do Min Edson Facchin, aqui do Paraná. Endeusado há anos pela direita, aclamado em todas as faculdades de direito aqui do Paraná(se vcs acham SP “conservadora” e de direita, vcs nem imaginam o que acontece nas salas de aula das faculdades de direito no Paraná). Eu sei do que estou falando, tive professores na faculdade desde militares, delegados de policia civil e advogados, todos unânimes em relação ao Facchin. Eis que de uma hora p/ outra virou persona non grata entres as mesmas pessoas, porque agora é “Ministro da Dilma.”
    Vcs são hilários.

  • Denis Cganado de Rir da Inteligentsia Golpista

    Devia é bloquear essas pessoas. Os caras tentam mas não conseguem visibilidade no UOL( é tanto palavrão, palavras de ordem, e baboseiras que eles não conseguem se destacar, aí vem aqui postar aquilo que no uol é uma agulha(um delírio) no palheiro(de insanidades) e aqui o autor responde direto p/ eles, é a glória, eu imagino. Edu, vê aí com técnico de informática para programar um bot, ou um perfil para dar respostas automáticas p/ eles. Eles nem vão perceber, vão ficar vociferando impropérios até 2018.

  • André Greff

    O Sr. Dalmo Dallari está equivocado. Explicarei:
    P
    erguntaram para o Dalmo se o TSE pode cassar Dilma. Dalmo abriu a Constituição, em seu artigo 86 e disse não, não pode.

    Claro que não pode, com fulcro nesse artigo… Pois esse artigo contempa a hipótese de impeachment por crime durante o exercício do mandato, que inclusive é competência do STF e Senado.

    MAS O TSE PODE DECLARAR NULA A DIPLOMAÇÃO DE DILMA.

    Pois se é ele, TSE, quem a diplomou… Se para conduzir tal ato, o TSE foi ludibriado, enganado, pois não sabia que Dilma se reelegeu às custas de um crime (campanha às custas do petrolão), o TSE pode anular a diplomação dela.

    E ISSO NÃO É MESMO A CASSAÇÃO DO ARTIGO 86 DA CONSTITUIÇÃO.

    Além disso:

    ESSA PARTE AQUI, DE SEU PARECER, É UMA ABERRAÇÃO JURÍDICA NO TOCANTE AO DIREITO PENAL:
    “Para responder a esse ponto basta a leitura atenta e desapaixonada do artigo 84 da Constituição, no qual está expresso e claro que são crimes “os atos” do Presidente. Assim, para que se caracterize o crime é indispensável a intenção, a prática de um ato que configure um crime. Não havendo esse ato, essa intenção expressamente manifestada, não se caracteriza o crime.”
    É impressão minha, ou DALMO MISTURA O CONCEITO DE “ATO” COM O DE “DOLO”.
    O TERMO ATO, NO DIREITO PENAL, CONTEMPLA ATO CRIMINOSO DOLOSO OU CULPOSO…
    OU SEJA, ATO NUNCA FOI SINÔNIMO APENAS DE CRIME DOLOSO…
    Ao dizer que o texto constitucional, ao usar o termo “ato”, quis dizer “ato doloso” é emprestar ao texto legal uma abrangência além do seu sentido jurídico.
    Aliás, é preferível que nem se use o termo “ato” para se designar crime, a menos que sejam crimes unissubsistentes, que se perfazem por meio de um ato só.
    O melhor é usar o termo conduta, que nada mais é do que uma sucessão de atos, dolosos ou culposos.

    • eduguim

      O que apareceu de Zé Mané querendo ensinar o professor Dallari, não está escrito.

  • Carlos

    Esse comentário não é destinado à nenhum internauta, e sim diretamente ao Sr. Dalmo Dalare. Todos nós aprendemos nos primeiros meses do curso de direito que o texto da lei não pode ser interpretada à “luz” da estupidez, e é exatamente isso que o senhor está fazendo. Da maneira que o senhor “lê” e “interpreta” o texto constitucional quem exerce o mandato presidencial está “imune” a qualquer ato de corrupção ou prevaricação que este eventualmente cometer. Só lhe digo uma coisa caro “Jurista”, a maneira como o senhor se expressa ao ” interpretar” o texto constitucional mostra claramente que o senhor é um imbecil no sentido amplo do adjetivo. So para relembra, na ocasiao do impeachment de Fernando Collor, o “Jurista” Dalmo Dallari usou esse mesmo argumento “jurídico” e Collor sofreu o IMPEACHMENT do mesmo jeito. Melancólico fim de carreira.

    • Gregório Neto

      BRAVO… CONCORDO PLENAMENTE! MUITO FELIZ ESSE SEU COMENTÁRIO MEU CARO.

    • abrao

      Palmas para você. falou tudo.

  • RôMULO HENRIQUE RODRIGUES

    Caríssimo e Respeitável Professor Dr. “Dallari”, cordiais saudações .

    Infelizmente, para o meio jurídico, e no direito, não deveria ser assim. Mas, felizmente, para a população brasileira será assim. A teoria do direito é linda, eu acho, mas devemos lembrar que estamos colocando a prática do direito num país chamado Brasil. E aqui, é a soberania popular que gerencia a norma para a prática do direito objetivo. Isto porque aqui, é o único país no mundo que: “tem lei que pega, e tem lei que não pega”. E posso te assegurar que o ‘IMPEACHMENT” está pegando no tranco.

    Rômulo.