Quem elegeu Cunha que embale; não cobrem do PT sua cassação

Opinião do blog

cunha 3

Confesso que estou perdendo a paciência. E o que me leva a dizer isso nem é o maior dos absurdos que se vê no cenário político, é só mais um. Qual seja, a avalanche de cobranças ao PT para que peça oficialmente a cassação de Eduardo Cunha.

Como assim? O PT?! Por que? Por acaso foi o PT que elegeu Cunha presidente da Câmara?!

Quem vê o noticiário, pensa que o Congresso inteiro quer derrubar Cunha e só o PT não adere. Vamos dar uma volta por esse noticiário para conferir, para que não digam que estou exagerando.

cunha 1

Ufa! Parece muito a você? Pois saiba que não é nem uma fração não só das reportagens, mas também da virtual avalanche de textos opinativos – colunas, editoriais, artigos – que cobram que o PT resolva a merda que fizeram PSDB, DEM, PSB, PMDB e outros bichos em fevereiro deste ano, quando elegeram alguém como Eduardo Cunha para presidir a Câmara dos Deputados.

Agora eu pergunto: por que o PT? Por que não cobram do PSDB que crie vergonha na puta da cara e traga seu discurso “ético” para a realidade parando de apoiar o gangsterismo com que Cunha atua para se manter no cargo e, portanto, protegido das investigações?

Todos sabem que Cunha tem uma tropa de choque na Câmara que usa para intimidar seus pares. O tal “Paulinho da Força”, talvez o mais notório pau-mandado de Cunha – que declarou que estará com ele “até o fim” -, apresentou denúncia contra o mandato do líder do PSOL, Chico Alencar, e pediu sua cassação.

Sou insuspeito de apoiar o PSOL, mas quem, em sâ consciência, pode acreditar em acusação de corrupção contra esse parlamentar? Pode-se acusar o PSOL de tudo, menos de se envolver em negociatas – até porque não tem como, pois não tem poder para barganhar.

Sabe como Cunha consegue praticar esses atos de gangsterismo à luz do sol, leitor? Graças ao PSDB em peso e, em menor proporção, a parte do PMDB e de outros partidos da base aliada ou da oposição, o dito “baixo clero” que colocou Cunha “naquela” cadeira da qual comanda toda sorte de picaretagens.

Apesar disso, sou surpreendido por alguns leitores de boa-fé e preocupados com o noticiário acima, que me perguntam “até onde são verdadeiras” essas “notícias” sobre a “leniência do PT” com Cunha, reproduzidas acima.

É o poder da mídia de propor ideias distorcidas ao público. A massividade e a esperteza de quem produz essas notícias é tal que consegue fazer até simpatizantes do PT ficarem preocupados pelo fato de o partido não peitar Cunha sozinho.

Sim, porque o que a mídia tucana e a oposição mais querem é que o PT e o governo Dilma invistam com força contra Cunha para ele colocar o impeachment em pauta e transformar a governança do país em uma roleta, pois, apesar de o STF estar disposto a barrar deformações da lei para “facilitar” a derrubada de Dilma, se houver número para votar seu impedimento obviamente que não haverá como evitar.

Ora, note-se que é uma operação muito bem arquitetada. Primeiro, produzem uma leva de pesquisas mostrando que a popularidade de Dilma continua baixa – e, mesmo se tivesse melhorado um pouco (e não deve ter melhorado), pesquisa alguma registraria. Em seguida, mais uma avalanche de números ruins sobre a economia.

Acuados pela opinião pública, os deputados poderiam resolver, vá lá, lavar as mãos e empurrar para o Senado a decisão sobre o mandato da presidente, quem, nesse momento, teria que se afastar do cargo.

É tudo que a oposição e (grande) parte do PMDB querem.

O mais provável é que isso não aconteça, mas não é certeza. A oposição e a mídia querem jogar com a sorte. Vai que…

Entendeu, leitor?

Ora, o PT até poderia propor a cassação de Cunha, mas desde que fosse viável. Porém, é óbvio que PMDB e PSDB, os fieis da balança, não o acompanhariam. Aí, o PT pede, não consegue e Cunha se vinga jogando o país em meses a fio de incertezas que tratarão de afundar ainda mais a economia, criando um caos que muitos ainda não entenderam que é justamente o que a direita midiática quer.

É isso mesmo, meu prezado leitor: a oposição aposta no caos, conta com ele, anseia por ele. Caos na economia, caos institucional. Em tal situação, entraria triunfante em cena, tomando o poder sem qualquer dificuldade, propondo a uma sociedade desesperada que lhe permita “resolver o problema deixado pelo governo inconpetente de Dilma”.

Não caia nessa, PT. Derrubar Cunha não é sua responsabilidade. Além disso, quem deve derrubá-lo em breve não é o Legislativo, mas o Judiciário, pois sua situação está ficando cada vez mais insustentável.

Sobre a imagem no alto deste post, caso alguém não tenha matado a charada sobre quem é o político que mostra, eis a solução do quebra-cabeça. Trata-se de um híbrido dos dois políticos da foto abaixo.

cunha 2

71 comments

  • alias um dos mais culpados é o eleitor fluminense pois cunha ja vem mostrando suas garras ha muito tempo e no entando eles o elegeram deputado Principalmente as mulheres que tiveram agora sua liberdade de escolha e direitos roubados por cunha e sua quadrilha na camara.

      • O Edson Tadeu está certo!
        A culpa é dos “Midiotas” da Globosta aqui do Rio; os que não gostam de política e votam em qualquer um, sem saber quem são; os que sempre gostaram de ser enrolados e acham que os governantes vão resolver todos os seus problemas. Edu, gostar de política eu também não gosto, mas é ruim este tipo de político levar o meu voto.
        Os corruptos hipócrita é que tirem os seus Ali babacas e seus 290 ladrões de lá, não é seu Aócio!

      • Edu me desculpe mas sou do Rio de Janeiro, frequento varios grupos e nao conheço ninguem que tenha votado nesse bandido. Você há de convir que um deputado com 600 mil votos teria de aparecer algum eleitor. Nunca confiei e nao confio nessas urnas

    • Caro Edson, sou carioca e concordo contigo. Não esqueça-se também do BolsoASNO, outra vergonha proporcionada pelos meus conterrâneos. Agora, por justiça, não dá pra dizer que esse é um problema do Rio pois SP elegeu, por exemplo, o BolsoASNINHO, Carlos Sampaio, Maluf e outros. O mesmo, infelizmente, em todos os Estados (Agripino, Aébrio, Caiado, Collor, etc).

      • Em compensação elegemos o Jean Willys, considerado o melhor deputado. Além do Wadih Damous, que barrou a armação golpista do Cunha com os tucanos. Ainda tem a Jandira Fegalli e o Chico Alencar

      • Queridos Companheiros…

        Todo estado tem sua vergonha. A vergonha do meu Goiás é Ronaldo Caiado.

        Caiado por fora, mas imundo por dentro.

        Abração, caros amigos.

  • E o pior de tudo é que a maioria dos leitores e adeptos a esses meios de comunicação de direita acabam comprando a ideia de que o PT está fazendo esse jogo de não denunciar o Cunha esperando algo em troca, ou seja, que não coloque em votação o pedido de impeachment. Patético. Eles, de qualquer forma conseguem desgastar ainda mais o PT.

  • Perfeito!!! O PT já tem problemas demais em garantir a governabilidade e a única coisa que se faz nesse páis é cobrar o PT. As pessoas, especialmente as de esquerda, acham que tudo se resolve com discursos e pronunciamentos. A politica é muito mais profunda. É o diálogo, é o convencimento, é o confronto e direção ao consenso…

  • Concordo plenamente com os argumentos da matéria acima. Querem agora aplicar o mesmo golpe usado no mensalão ou mentirão, posto que obtiveram exito relativo. Agora a possibilidade é muito menor, repetir uma jogada que não resultou em gol, tem chances da verdade prevalecer e o tiro ainda sair pela culatra!

  • O PT não pode morder essa isca e quem tem que investigar, julgar, afastar e punir esse safado é o STF.

    E assim será.

    A oposição não faz oposição ao governo e sim ao país.

    Todas as pessoas de bem e informadas percebem isso.

    Não é à toa que Aécio tem 15% de Ibope e 47% de rejeição.

    O jogo da mídia é um jogo perdido, só pessoas muito idiotas acreditam nela.

    A audiência da Globo está caindo seguidamente, vai chegar em 2018 estropiada.

    Está atolada na Zelotes até o pescoço.

  • Se você não alerta, me passaria despercebido. Esse assunto estava me incomodando, estava achando que o PT não estava fazendo o que devia fazer, embora na Câmara e no Senado os parlamentares se posicionem contra o Cunha. Mais uma vez, como sempre, valeu o esclarecimento, Edu. E agora, devidamente esclarecida, assino embaixo: PT, não caia nessa.

  • A direita dempre jogando baixo,colocando armadilhas para a esquerda.Ta perdendo a midia,não tem candidatos,ideias,projetos.Mas sabe fazer o jogo sujo.pois não tem etica,moral.Ja estão com a alma vendida,agora pouco importa a imagem de bom mocinhos.

  • Conclusão:

    PSDB e PMDB criaram um monstro, e agora a midia quer que o PT o mate!

    Por que não chamam o São Jorge? Se ele mata o dragão, pode muito bem matar um monstro!

  • A mídia nativa é muito forte quer queira ou não, mas como combatê-la? Então, para nós, simples cidadãos, muitas vezes não temos uma arma que nos dê condição para esse combate, porém, as redes socais, nos oferece, poucas alternativas nesta luta desigual, o que podemos fazer hoje? então é unir nos, na indicação, na divulgação, presentar amigos aniversariantes e até fazer panfletos físicos para distribuir em ruas próximas de nossas casas, a propaganda do mais recente livro do PHA, O IV Poder, Isso sim é uma forma de bater nos calcanhares da gigante mídia nacional, então vamos em frente, concordam? obs.: esse livro desnuda as falcatruas da grande mídia nacional desde os anos 50.

    • “A única maneira de levar os politicos a agirem como tem de agir é fazer com que tenham MEDO DO POVO”. Maquiavel. Se exigimos que a dilma faça alguma coisa, ela esta só, porque nós, os indignados, não fazemos a nossa parte? Veja o caso de nos, mulheres: a turma evangélica votou que a mulher que for estuprada não terá direito a atendimento hospitalar, sem antes fazer boletim de ocorrência. Está proibida a pilula do dia seguinte, que evita que doenças sexuais sejam transmitidas as vitimas e, no caso de ficarem grávidas, o aborto, agora, é um crime hediondo. Quando, na ditadura, mulheres se uniram e criaram o SOS MULHER, local onde as vítimas de violencia tinham o suporte de atendimento jurídico (acompanhar as vitimas nas delegacias, obrigando delegados a abrirem boletim de ocorrência) e psicológicos. Eram frequentes as invasoes, pela polícia, de madrugada, que as mudanças para outro local eram necessárias. Viviam com a mudança na cabeça. Recebiam auxílios de uma entidade, não lembro se da Alemanha ou Holanda. Hoje, se existe delegacia das mulheress deve-se a estas heroinas. Agora estamos retrocedendo, e as mulheres, pelo menos as informadas, não vejo tomar nenhuma atitude. E depois querem que a mulher mais solitaria do mundo faça, sem nenhum apoio.

  • Prezado Eduardo:
    Há várias versões sobre o deus Jano ( na mitologia romana ).Era o deus de duas faces.
    No meu ponto de vista a foto dos dois políticos mostrada nesse post de hoje representa o seguinte:
    As duas faces voltadas ao mesmo tempo para o passado e para o futuro.
    1. Quando as faces estão voltadas para o passado eles querem que o pais retrocedam em todas as suas conquistas políticas, sociais e econômicas. Isto está bem claro nos discursos e atitudes que essas duas figuras fazem e estão aplicando em todos nós. Os mineiros foram mais infelizes que o resto do Brasil, pois tiveram um governador que nada fez a não ser mentir para a população, construir aeroportos em terras da familia, viajar nos finais de semanas para as praias do Rio de Janeiro em avião do Estado e tantas outras coisas que a grande imprensa não noticia mas que os blogs estão sempre noticiando.
    2, Quando as duas faces estão voltadas para o futuro eles querem nos transformar em uma república de segunda categoria subordinada aos ditames único e exclusivamente às forças do mercado, onde a população deixa de ser senhor do seu destino ( nunca foi mas estamos lutando por isso e para isso ), além de perder os direitos e conquistas alcançada com muito sacrifício nos últimos sessenta anos.
    Esses caras deveriam ser excluidos da vida pública. Um parece que vai para a cadeia dentro de pouco tempo. O outro não perde por esperar. São dois grandes mentirosos , oportunistas e entreguistas.

  • Eu vejo a direita como aquele personagem Smigol do Senhor dos Anéis. Acho que à define com precisão. Acho que só lhes restam mesmo nos fazer raiva, acho que ela está se suicidando. Se eu fosse um direitista gringo, estaria P. da vida com o PSDB e afins, por escancarar tanto o espírito canalha deles de forma tão didática. Só resta a essa gente, o Mau! No mundo das idéias estão gritando no deserto, sua relação social transforma pessoas em zumbis teleguiados. A esquerda está sob ataque midiático, que se intensifica no Brasil por conta de um nepotismo longo e chato, mas passageiro. Eu como esquerdista estou otimista, a direita – especialmente no Brasil – já deu demonstrações pra lá, mas muito pra lá de suficientes pra não conseguir voltar ao poder. Enlouqueceram e querem levar, pelo menos, o país junto. Diante de suas atitudes irresponsáveis, a preocupação da direita com a economia não passa (desculpem a rima) de pura hipocrisia!

  • ÓTIMO TEXTO! OS VELHACOS GOLPISTAS QUEREM JOGAR O CUNHA NO COLO DO PT,A MINHA SANTA VOZINHA DIRIA: – QUEM “PARIU CUNHA QUE CUIDA”! EXISTE UM PROCESSO EM ANDAMENTO,PORQUE ATROPELAR? A “CRIA” É DE RESPONSABILIDADE DA CÂMARA DE DEPUTADOS QUE PARECE MAIS UMA “CASA DE HORROR”,ESPERAR O QUE? BEM FEITO!

  • Espanta-me o PMDB não fazer nada…… isso sim a nossa mídia deveria estar cobrando…… ahhhh…esqueci o Cunha não é filiado ao PMDB….. ahhh…esqueci também que o Cunha não cometeu perjúrio e nem é dono da conta da Suiça…… saco cheio desse povo todo…… hipócritas.

  • É óbvio que o PT não pode cometer mais este erro. O PSDB, DEM, PPS, PMDB, PSB, Solidariedade entre outros é que faça a meia culpa e sejam honestos desfaçam o mal que fez ao país. Embora que esperar honestidade dessa turma é o mesmo que acreditar em Papai Noel.
    Agora, não consigo entender, a Dilma está fazendo tudo o contrário do que acreditava. Lembro de entrevistas dela na época do Lula e sempre foi contra juros autos. Quando a inflação aumenta por alta demanda, aumentar os juros podem ajudar, mas a inflação atual não é de demanda, é por outros fatores, mas os juros estão subindo, ontem aumentou os juros para empréstimos consignado para os aposentados, A própria Dilma está engessando a economia e a única forma dela sair dessa armadilha é o país começar a crescer novamente e diminuir o desemprego. Tem alguma coisa que não se encaixa. Será que tem algo por trás dessa prática que se continuar vai desfazer todo o esforço que foi feito para diminuir a pobreza no país. Antes mesmo de 2018.

  • Esses tucanos e o pig são muito cara de pau. O PT tem que partir para cima do Cunha. Aí a trupe do Aécio que vive indo no apê do dito cujo, um apesão nababesco!, diz a ele que foi o PT que o detonou, “se dependesse da gente, voce teria o benefício da dúvida”.
    Aí ficam aguardando a vingança, qual seja o impeachment, e para o público externo repudiam as falcatruas do Cunha. “Nós redigimos uma nota pedindo o afastamento antes do PT” Muito espertinhos

  • A coisa está pra lá dos limites, porque dos limites passou faz tempo. Alguém pretende organizar algum tipo de ação concreta (nada de ações na justiça ou coisa assim porque nunca dão em nada) contra a revista fascista da marginal? Jogar merda na sede da editora é pouco.

  • Eduardo Cunha foi eleito pelo PSDB, DEM e os restolhos da bancada BBB (Bíblia, Boi e Bala). Eles que o embalem.

    Um pouico fora do tópico: você leu a inacreditável entrevista do inacreditável não ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardoso, para a revista do Daniel Dantas? O que foi aquilo? Será que a Dilma não sabia que ele seria entrevistado? E o por quê dela chancelar tais absurdos? Quer romper com o PT e governar em uma “junta” com o Eduardo Cunha e a Rede Globo?

    Creio que, depois desta, o PT deveria romper com o Governo. Não apoiar o Golpe pois a vítima seria a Democracia brasileira, mas declarar independência em relação a quaisquer políticas que venham de Dilma. Caso JEMC não queira sair, deverá ser expulso do partido.

    • Será que a Dilma não está sendo chantageada? É de se pensar, porque todas decisões que esta tomando é exatamente o contrario do que prometeu.

    • Eu sou filiado ao PT e entrei com uma representação na comissão de ética do parido sobre a conduta de Zé Cardoso e aconselho a todos os petistas filiados a fazer o mesmo.
      Agora, gostaria que pudéssemos fazer uma abaixo assinado pedindo que o PT tome uma atitude e expulse o Zé da “justiça”.

  • Concordo que o eleitor carioca é o culpado pela eleição de Cunha.
    Esse eleitor é um midiota que só vive reclamando nas filas de bancos, muitos venderam seus votos, outos trocaram por jogos de camisa de time, churrascos, etc
    Não passam de eleitores ficha suja,
    A Câmara de vereadores aqui no Rio tá cheio de políticos ladrões, garanto a vcs que 80% delesa serão reeleitos em 2016 com os votos desses eleitores ficha suja que mencionei.

  • Muito boa sua análise. Confesso, humildemente, que estava no grupo dos indignados com o PT por não tomar alguma atitude. Sua análise foi altamente esclarecedora. As notícias diariamente avassaladoras deixam-nos, muitas vezes, cegos. É preciso que mentes acostumadas a análises mais profundas nos alertem e nos façam ver o que há por trás disso tudo. Valeu, Eduardo. Grácias!

  • Lula e o PT tem culpa pela ascensão de Cunha sim senhores.

    Em 2010 o ex-presidente patrocinou um amplo arco de alianças com muitas legendas conservadoras em torno de Dilma. Dilma agora está pagando por essa opção política, o país paga mais ainda com esse lixo de Congresso.

    Não venham falar que não tinha outra saída que isso é balela, em 2010 a esquerda estava na ofensiva (Lula e o PT não aproveitaram). qualquer um que Lula apontasse o dedo ia ser eleito presidente.

    Sarney e FHC é que eram espertos (1986 e 1994), Lula não usou sua popularidade para fazer a esquerda crescer expressivamente no parlamento.

  • COMUNICAÇÃO – na era da internet os meios de comunicação; a mídia brasileira como diagnosticou o Papa Francisco está mais como defensora de privilégios espúrios da riqueza corrupta da oposição acusando só as esquerdas. Nada mais fazem m do que divulgar acusando o PT; seus lideres e militantes como eu

    . O Papa disse: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/papa-francisco-critica-pecados-da-imprensa/
    “Hoje o clima midiático tem suas formas de envenenamento. As pessoas sabem, percebem, mas infelizmente se acostumam a respirar da rádio e da televisão um ar sujo, que não faz bem. É preciso fazer circular um ar mais limpo. Para mim, os maiores pecados são aqueles que vão na estrada da mentira, e são três: a desinformação, a calúnia e a difamação”, declarou Francisco.
    Para o papa, o primeiro é o mais perigoso de todos, por fazer com que os meios de comunicação não passem as informações completas para a sociedade. “A desinformação é dizer as coisas pela metade, aquilo que é mais conveniente. Assim, aquele que vê televisão ou ouve rádio não pode ter uma opinião porque não possui os elementos necessários.”

  • Fora de pauta, mas importantíssimo.
    http://jornalggn.com.br/noticia/os-ataques-a-familiares-como-estrategia-juridica

    Nassif já foi vítima deste massacre. Agora chegou a vez do Lula.

    Os ataques a familiares como estratégia jurídica

    O Jornal de todos Brasis
    Os ataques a familiares como estratégia jurídica

    Atualizado em 31/10/2015 – 13:59
    Luis Nassif

    Quando decidi enfrentar a revista Veja, na série “O caso de Veja”, Roberto Civita contratou alguns blogueiros para me demover pela violência: pesados ataques pessoais, através do próprio portal da Veja, inéditos na história da imprensa brasileira.

    Era tal a virulência e era tal o temor infundido pela revista, que ninguém ousou se solidarizar. Os que acompanhavam o Blog foram testemunhas da violência dos ataques. Rato, achacador, mão peluda, mascate.

    Na ocasião, minhas caçulas tinham 9 e 10 anos. Todo fim de tarde quando voltavam das aulas era uma agonia, para saber se respingos daquele esgoto chegavam até elas.

    Em determinado momento, as baixarias derrubaram minha ex-esposa. Protestei pelo blog. Os protestos serviram apenas para ampliar os ataques a ela, porque julgavam estar ali a brecha emocional para me derrubar.

    Chegaram ao ponto de me acusar de frequentar saunas gays, manobra de ataque preventivo de determinado blogueiro, temeroso de que expusesse sua vida privada em represália aos ataques que me dirigia.

    São desafios psicológicos extremos. Naquele ambiente enlouquecido, você tem que superar a raiva pessoal e pensar em não atingir inocentes. Pensava, então, de maneira protetora nas minhas filhas e também nas duas filhas dele, também expostas a represálias pela atuação do pai. E ganhava forças para não retaliar.

    Ficou claro no episódio que, quando a disputa não se submete a regras mínimas, a maneira mais fácil de quebrar o ânimo do adversário é atacar sua família. Explora-se o remorso do contendor, ao perceber que a conta não recai apenas sobre ele, mas sobre as pessoas queridas.

    As estratégias jurídicas

    Nas guerras jurídicas da Lava Jato e de outras operações, os ataques a familiares de suspeitos, por parte do Ministério Público e dos juízes, visa dois objetivos.

    O primeiro é a suspeita lógica de que os familiares mais próximos são parceiros naturais, em caso de desvios de bens do acusado.

    Com o instituto da delação premiada, um dos pontos centrais do trabalho de procuradores, delegados, do juiz Sérgio Moro e, aparentemente agora da juíza Célia Regina Ody Bernardes – e do procurador Frederico Paiva, da Zelotes – é quebrar emocionalmente o acusado, para torná-lo propenso a delatar e a romper com a chamada corrente de lealdade da suposta organização criminosa.

    É por aí que se entende a exposição pública de familiares, o grampo no celular das filhas de Marcelo Odebrecht, a posterior divulgação de conversas pessoais dele com sua esposa, a quebra do sigilo fiscal da filha de Gilberto Carvalho e a prisão da cunhada de João Vaccari, assim como a exposição pública de sua esposa.

    Não se trata de sadismo ou coisa parecida, mas de uma fria manobra tática, diferente na forma mas igual no objetivo da saraivada de ataques de que fui alvo no caso da Veja.

    O linguajar é mais civilizado, há a obediência a uma série de procedimentos e uma ampla permissividade conquistada por mérito dos bravos procuradores e juízes (e da grandiosidade dos crimes apurados), de terem sido bem sucedidos na exacerbação das ruas como forma de romper a couraça de impunidade do colarinho branco. Sem se subestimar o alinhamento político de instâncias superiores que facilitou em grande parte a empreitada.

    Em situação normal, a legislação prevê formas de defesa contra esses ataques, especialmente aqueles em que familiares são vítimas, inclusive através de uma legislação contra crimes de calúnia, injúria e difamação. E há uma responsabilidade maior do magistrado, para exigir mais do que meras suspeitas como fundamento para medidas que atinjam familiares.

    Mas quando existe um alvo comum, para Procuradores, Delegados e mídia, esses limites são facilmente contornados e o clima da guerra santa se sobrepõe a tudo.

    Não se pode impedir um delegado de considerar suspeita a menção à palavra “café” no e-mail em que o lobista menciona Gilberto Carvalho. Ou então a palavra “boneca”. Pouco importa se se referir a um café da manhã ou a duas bonecas de plásticos para presentear duas filhas temporonas de Gilberto. Antes da prova, tem que vir a suspeita, não é assim? E o delegado e o procurador têm que ter toda liberdade para suspeitar que seja senhas para propinas. E se o jornal publica reportagem sobre a suspeita do delegado e do procurador, nada a obstar, porque a suspeita é um fato real. Se o editor pega a reportagem e abre em manchete principal ou se sai no Jornal Nacional, trata-se do legítimo exercício da liberdade de imprensa, em cima de um fato real – a “suspeita” do delegado – mesmo que mais tarde seja considerada infundada. E se a juíza se baseia nas suspeitas para autorizar quebra de sigilo fiscal, é prerrogativa dela. Ou não é?

    A lógica dos procuradores é objetiva. Em princípio todo réu – especialmente em crimes do colarinho branco – recorre a todo tipo de expedientes, não é santo e pode se valer de grandes advogados. Então todas as armas são válidas porque há em curso uma guerra santa.

    Basta criar um movimento de opinião pública que facilite a adesão do juiz à causa. Nessas ocasiões é aproveitar as brechas – raras – para se avançar. Se inocentes são atingidos, se se impõe tratamento cruel a familiares, são danos colaterais, e admissíveis para qualquer pessoa que ousou ter cargo público. Que não casasse ou fosse filho de figura pública.

    O caso Collor

    Talvez tenha sido o jornalista que mais sofreu nas mãos de Fernando Collor. Tirou meu programa de TV do ar, sofri vários ataques pessoais dele e processos de parceiros seus.

    Quando a campanha do impeachment explodiu, poderia ter aproveitado para descontar, mas em determinado momento pulei fora. Com a campanha inclemente da mídia, a sucessão de reportagens falsas, a falta de limites exacerbando o clamor das ruas, fui tomado de uma dúvida existencial: quem era o mocinho e quem era o bandido naquela história?

    Mocinho, definitivamente Collor não era. Mas os que criaram o clamor das ruas com aquela campanha midiática abjeta, seria os mocinhos?.

    É por isso que as guerras santas, ao abolir limites, acabam consagrando muito mais a figura do justiceiro, muito mais do que a do herói libertador.

    OBS de quem postou esta matéria: sobre o ataque a Lula desta semana, ver a matéria publicada no Conversa Afiada “PiG exibe sua máxima sordidez”.

    http://www.conversaafiada.com.br/pig/pig-perdeu-o-pudor

  • Se é esse o caso, está tudo dominado. Os tucanos e seus aliados querem que Cunha fique, a Justiça não fará nada para tirá-lo de lá, e o PT não pode fazer nada a respeito. Pronto, acabou.

    A saída virá do movimento popular e sindical, ou não virá.

  • Edu, o PT está pagando o preço dos mais de dez anos de omissão (a cúpula ignorou as tramas do mentirão e não enfrentou a mídia), pela covardia (o partido jogou Zé Dirceu, Genoíno, Delúbio, João Paulo Cunha, entre outros para os leões na esperança de escapar ileso dos ataques) e pela arrogância de muitos líderes (tem vereador que se acha o presidente da República).
    Isso sem falar nas burrices dos governos. Como é que se mantém um ministro como esse Zé Cardoso, que não consegue enxergar o golpe dentro da PF que, em tese, ele deveria comandar?

  • Sr. Eduardo,

    Boa noite.
    Lula reconheceu em discurso que o PT fez campanha para reeleição da Dilma com um discurso, e depois teve que fazer tudo o que disse que não faria.
    O sr. acredita que esse fato é um incômodo para o PT, ou tudo bem?

    Grande abraço,
    Heitor.

  • Que clarividência a nos esclarecer! Mas quando vamos em massa para as ruas?

    O que aconteceu com os antigos mobilizadores?

    Cadê a CNBB mandando rezar nas missas:
    Que o Cunha seja justiçado,
    rezemos ao Senhor.
    Que saímos às ruas, rezemos ao Senhor.

    Contra a diabólica corrupção de quem
    desmanda na Câmara e Senado, rezemos
    ao Senhor. Lembremos que as igrejas e mídia
    são os maiores partidos políticos do Brasil.
    Aquela velha história. Depois de tudo que
    dizem que Cristo fez,, o povo escolheu o ladrão
    Barrabás. Mas isso não justifique que saíamos
    às ruas.no mesmo n. de sempre.
    A notícia, pelo menos na mídia internacional saíra´.

  • Você está certíssimo na parte política, o PT não deve e não pode pedir a cassação de Cunha.. Mas erra quando diz que Cunha será afastado em breve. Tenha certeza, Cunha não será afastado de jeito nenhum, como eu sempre disse aqui. E não será porque interessa à direita ter Cunha no cargo, ferido, para que não possa aliar-se ao governo, ao menos não de forma mais ampla, capaz de facilitar a retomada da normalidade no país, e continue destilando seu ódio e chantagem contra Dilam(por isso nossa tucana PGR, tão ciosa na proteção da direita, resolveu denunciar Cunha. Por mais que a ação da Suíça tenha ajudado, e não confio na “lisura” dos suíços, donos da maior lavanderia de dinheiro do mundo; Cunha já era perseguido pela PGR antes disso). Se não interessasse aos conservadores, Cunha teria a mesma blindagem de Aécio, a quem só faltou os deputados do PT colocarem um outdoor na frente do gabinete de Rodrigo Janot, com as provas materiais que incriminam Aécio, e ainda assim Janot “fingiu que não viu ou esqueceu” o canalha do PSDB e até hoje sequer pediu a abertura de investigações contra Aécio. Por isso, as denúncias contra Cunha fazem parte da estratégia da direita , e não de nenhuma “moralização” ou “republicanismo” do MP(pausa para rir), e são parte do que esses fascistas pretendem para derrubar Dilma. O PT está corretíssimo ao não atacar Cunha, precisa negociar com ele, como em guerras negociamos com monstros que comandam exércitos inimigos para conseguir vencê-los e salvar nossos inocentes. Nesse momento, o ideal seria conseguir que Cunha parasse de sabotar o país, é evidente que convencendo-o de que seria melhor para sua sobrevivência(Cunha só tem uma ideologia e um país,e ambos se chamam Cunha), para que assim o golpe dos fascistas perdesse fôlego. Além disso, o mais importante é denunciar à população quem colocou Cunha na Câmara, nas manifestações do dia 8 esse deve ser um tema citado(embora não o mais importante), para que o PSDB o PFL e a mídia paguem pelo crime de colocarem um marginal tão sórdido quanto eles para comandar um dos poderes da república. A população precisa saber que Cunha é a cara de seus chefes, a classe dominante(em caráter, evidentemente que ele não pertence a essa classe. É um capacho a serviço dela) que destrói este país há mais de quinhentos anos

  • Os partidos que elegeram o Achacador Cunha é que deveriam ser os primeiros a exigir e assumir os atos pelo afastamento de Cunha e posterior cassação, pois o PT foi derrotado por muitos votos na eleição da presidência da Câmara e não tem números para derrubar o Achacador Cunha. Agora o PMDB, o PSDB, o PPS, o DEM, o PTB, o PSB, o PSD, o PP e outros partidos menores de direita é que deram os votos para colocar o Achacador Cunha onde ele se encontra, pois são estes partidos que deveriam encabeçar o processo de afastamento do Cunha.

  • …se é para dar golpe desrespeitando a vontade popular e a constituição, a Presidenta Dilma, poderá ,acredito, convocar as forças armadas, evocando o estado de sítio, e governar até que se cumpra o seu mandato…-a oposição por sua vez,deverá “descer do palanque,”arrumar quem sabe, uma lavagem de roupas como ocupação útil e deixar de pregar a guerra civil no país…-em caso contrário eu pessoalmente acho ,que cada cidadão livre deve ir para as ruas defender a sua vontade expressa nas urnas…isto a qualquer custo…não esquecendo jamais dos traidores da Pátria,que deverão serem justiçados…-que a verdadeira justiça prevaleça e em tempo, os que outr”hora deram golpe e burlaram a justiça deverão pagar na forma das leis que d’oravante serão duras…e teremos uma nação feliz ! …-a todos…Shallon !…-Goethe-Br

  • Sem dúvida, esse pilantra do Cunha foi colocado com apoio do PSDB e PMDB, porém ele é o representante da Câmara, e queiramos ou não, de todos os partidos, eleito pela maioria. E penso que os partidos deveriam se posicionar sim. A favor ou contra. Se omitir é concordar e
    com covardia.

  • Postei esse texto sobre o Cunha em uma rede social e recebi uma saraivada de respostas. Todas batendo em cima da tecla do medo do PT, frente a possibilidade dele agir pro impeachment.

  • nesse momento onde o congresso brasileiro virou piada diante do mundo todo pouco importa que votou e colocou o Cunha lá, e obrigação de todos tirá-plo o mais rápido possível.

Deixe uma resposta para Luiz Felipe Cancelar resposta