Temer ressuscita a “Engavetadoria” Geral da República de FHC

Reportagem

 

 

PGR CAPA

A razão principal pela qual não dava, não dá e jamais dará para acreditarei que o PT ou Lula – ou ambos – engendraram um esquema ilegal para perpetuação no Poder ou de enriquecimento pessoal é o “republicanismo presidencial” que os governos petistas inauguraram no Brasil.

Antes de Lula chegar ao Poder, a Procuradoria Geral da República (PGR) era um órgão decorativo no que diz respeito ao controle do Estado e, acima de tudo, dos governantes. E o exemplo vinha de cima.

O exemplo mais desavergonhado de castração da PGR imortalizou-se durantes os dois governos Fernando Henrique Cardoso. Na verdade, FHC e todos os seus antecessores sempre trataram de manter o Judiciário, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal sob controle para que não incomodassem…

Sim, o verbo é propositalmente transitivo, assim como está, pedindo explicações.

Era uma “zona”, antes de Lula.

Até a reforma constitucional de 1934, o procurador-geral da República era escolhido entre ministros do Supremo Tribunal Federal, em obediência à Constituição de 1891. A partir de então, o cargo passou a ser ocupado por cidadãos que cumprissem os mesmos requisitos para ministro do STF.

Carlos Maximiliano foi o primeiro procurador-geral não oriundo do STF.

A partir da Constituição de 1988, o procurador-geral da República passou a ser escolhido obrigatoriamente entre os membros do Ministério Público. Consideremos só os Procuradores Gerais da República do pós-redemocratização de fato, iniciado por Fernando Collor de Mello, já que, antes, os procuradores-gerais eram fachada nomeada por presidentes sem legitimidade, como José Sarney e seus antecessores generais, pois nenhum foi eleito pelo voto popular.

O PGR, em 1989, deixou de ser demissível ad nutum (pela vontade do governo que o nomeou ou a do seu sucessor), desempenhando um mandato de dois anos, com possibilidade de recondução. Aristides Junqueira foi o primeiro procurador-geral nomeado no regime jurídico atual, ficando no cargo de 20 de junho de 1989 a 28 de junho de 1995.

Eis que, no primeiro ano do primeiro governo Fernando Henrique Cardoso iniciar-se-ia o mais vergonhoso embuste do período democrático sucedâneo à ditadura militar de 1964.

Geraldo Brindeiro foi indicado Procurador-Geral da República por FHC. Teve o mandato mais longo desse período democrático – de 1995 a 2003. Membro do Ministério Público Federal desde 1975, ex-subprocurador-geral da República e advogado, os escolhidos para a PGR também era primo do então vice-presidente da República, Marco Maciel, então no PFL.

Brindeiro ficou no cargo de 28 de junho de 1995 a 28 de junho de 2003. Oito anos no cargo, período do no qual não passou NENHUM pedido de investigação que desinteressasse o presidente da República, ainda que uma das atribuições do PGR seja fiscalizar o presidente da República…

Em 2001, o Ministério Público começou a produzir uma “listra tríplice” com os nomes mais votados pelo conjunto dos seus membros para o cargo de procurador-geral da República, mas FHC não deu bola e reconduziu Brindeiro ao cargo pela quarta vez consecutiva.

Detalhe: naquele ano, a ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) promoveu eleição simbólica de três procuradores para a sucessão de Brindeiro. Foram “eleitos” Antonio Fernando Barros e Silva de Souza (184 votos), Cláudio Fonteles (123) e Ela Wiecko de Castilho (103). Brindeiro ficou em sétimo lugar, com 67 votos.

Mesmo assim, foi o escolhido. FHC mostrava que não ia dar sopa para uma investigação contra si, já que o PGR é o único que pode denunciar um presidente da República, à luz da presente Constituição Federal.

Matéria da Folha de São Paulo de 22 de junho de 2001 mostra o inconformismo do Ministério Público Federal e da própria sociedade com a forma descorada com a qual FHC barrava qualquer investigação contra si.

PGR 1

Em 2001, após FHC reconduzir Brindeiro ao cargo pela quarta vez, o Ministério Público passou a defender mudança na Constituição para que o procurador-geral só pudesse ser reconduzido ao cargo uma vez e o presidente da República ficasse obrigado a fazer a indicação com base na lista tríplice que o então presidente da República tucano acabara de ignorar.

Agora, chega-se ao ponto pelo qual levanta suspeita de ser armação essa história de que Lula e o PT montaram um projeto político mal-intencionado e o colocaram em prática. Afinal de contas, Lula fez o que FHC e seus antecessores jamais fizeram. Sem ninguém lhe pedir, passou a respeitar a listra tríplice do MPF, nomeando o primeiro escolhido pela instituição.

Lula não precisava ter feito isso. Quis dar exemplo e se deu mal, porque procuradores-gerais que sucederam o “engavetador-geral da República”, de FHC, empreenderam uma persecução sem tréguas dos presidentes da República petistas.

Basta ver quantos PGRS o país teve em 13 anos de governos petistas à luz do fato de que nos OITO ANOS de FHC o país só teve UM procurador-geral.

1 – Claudio Lemos Fonteles, indicado por Lula, ficou no cargo de 30 de junho de 2003 até29 de junho de 2005

2 – Antonio Fernando Barros e Silva de Souza, preterido por FHC em 2001, foi indicado por Lula para a PGR em 30 de junho de 2005 e deixou o cargo em 28 de junho de 2009.

3 – Roberto Monteiro Gurgel Santos foi indicado por Lula em 22 de julho de 2009 e permaneceu no cargo até 15 de agosto de 2013, tendo sido reconduzido por Dilma quando ela assumiu seu primeiro mandato por conta de indicação do MPF para que tal recondução ocorresse.

4 – Dilma indicou o sucessor de Gurgel em 2013 sob indicação do MPF. O escolhido foi Rodrigo Janot Monteiro de Barros. Sua posse foi em 17 de setembro de 2013.

Neste ano, Michel Temer se aproveitou do fato de que o MPF não insistiu na mudança da Constituição para escolha do PGR e ignorou a lista tríplice que desde 2003 os presidentes petistas respeitavam.

O atual vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, foi o nome mais votado na lista tríplice com sugestões do Ministério Público Federal para o cargo de procurador-geral da República, mas Temer escolheu Raquel Dodge, a segunda colocada.

PGR 2

Dodge nem assumiu o cargo ainda e já foi objeto do primeiro escândalo que a mudança na forma de escolha do PGR representa.

Abaixo, você vê nota “explicativa” emitida pela futura procuradora-geral da República.

PGR 3

 

Será paranoia deste Blog ou é errado uma pessoa que terá como atribuição fiscalizar o presidente Michel Temer encontrar-se às escondidas com ele tarde da noite? Sim, porque essa “nota explicativa” só foi divulgada porque a reunião secreta vazou.

A visita de Dodge ao Jaburu, para falar com Temer, só veio a público após ser registrada por um cinegrafista da TV Globo por volta das 22h.

Encontrar-se com Temer tarde da noite, fora da agenda oficial, para discutir o que da posse?

E não dava para ser por telefone?

E não dava para ser feito por assessores das duas partes, em nome da moralidade pública?

Parece que o Brasil entrou em uma máquina do tempo. Está retrocedendo dia a dia. Os direitos trabalhistas regrediram quase oitenta anos, agora as instituições de controle do Estado voltam aos anos 1990, quando o procurador-geral da República era de mentirinha, existindo só para dar aparência de moralidade às instituições.

Um dos grandes escândalos do governo FHC foi o aparelhamento da Procuradoria Geral da República. Ao fim de seu governo, fora do Brasil o ex-presidente foi questionado sem parar pela imprensa – internacional, claro. No vídeo abaixo, FHC teve que se explicar pelo sistema que inventou para impedir que seu governo fosse fiscalizado “republicanamente”.

*

O Blog da Cidadania vai ser modernizado com o apoio dos seus leitores, conforme foi  anunciado recentemente nesta página. Se você quiser colaborar com a construção do novo site – que será mais moderno, terá  muito mais conteúdo e ainda estará livre dos comentários fascistas – e puder fazer uma doação de qualquer valor, clique AQUI para doar com cartão de crédito ou boleto ou envie email para [email protected] para doar via depósito em conta corrente. 

38 comments

    • E o fato de estar na lista tríplice garante que haja independência do PGR? Não, claro que não.

      Em vez de escolher o primeiro da lista Temer escolheu essa procuradora, quem garante que ela não foi escolhida dentro de um acordo onde ela se comprometeria a “engavetar” tudo que houvesse contra Temer e seus asseclas?

      Nada garante, na verdade é uma suspeita bem razoável. Principalmente com a suspeitíssima atitude de encontrar-se com Temer na calada da noite e fora da agenda oficial. Tal atitude já seria extremamente condenável em qualquer caso, mas reveste-se de especial importância diante da suspeita acima citada.

      • Se ele não pode escolher o segundo colocado, pra que lista tríplice. Que o MPF faça uma lista una. Então os integrantes do MPF deram o segundo lugar a uma engavetadora. O que dizer de Flávio Dino que também nomeou o segundo colocado da lista tríplice para o MP estadual ? Flávio Dino também nomeou um engavetador ??

        • Se você correr na São Silvestre irá para um pódio com três lugares. Só quem venceu a prova foi o primeiro. Não sei direito o que aconteceu no Maranhão. Vou pra lá daqui a alguns dias. O artigo é bem claro. Não entende quem não quer

          • Poxa , o blogueiro não sabe o que aconteceu direito no Maranhão ? Mas eu sei, blogueiro, Aconteceu no Maranhão exatamente o mesmo que aconteceu em Brasília. Flávio Dino, assim como Temer, nomeou o segundo colocado, e não o primeiro, de uma listra tríplice votada pelo MP do Maranhão. Só isso, blogueiro; nem mais , nem menos .

          • Sinceramente Edu, se eu fosse o Lula, em 2018, jogava a lísta tríplice no lixo. Está mais do que provado que, infelizmente, o MP está contaminado. Só não enxerga isto quem não quer. Hoje, com a melhora expressiva das tecnologias, pudemos assistir todos os depoimentos dos delatores. Vimos de forma clara que, qualquer menção aos políticos do PSDB, eram evitadas. Sem nenhum pudor. Sem nenhuma explicação convincente. Os membros do MP acreditam que somos uns verdadeiros imbecis. Agem acima da lei!! Não criticam atentados contra a justiça!! Como se pode escolher nomes indicados por estas pessoas? Só um imbecil de esquerda o faria!!! Tem que escolher um PGR que seja de esquerda!! Não estou dizendo que tem que escolher uma pessoa que haja como o Brindeiro. Estou dizendo que, optar por qualquer escolha do MP, será escolher um Brindeiro, que blindará a direita!!!!!!! E não adianta dizer que o primeiro da lista era irmão do governador do Maranhão, pois temos exemplos claros de traição. Olha a Marta Suplicy e o Cristovão Buarque para corroborar o que eu disse!!!!

            Eleição para o STF e o STJ!!! Fim da inamovibilidade, vitaliciedade e irredutibilidade do Judiciário!!!!

        • O problema não está em escolher o segundo colocado.

          A questão é que você disse que o fato dela estar na lista tríplice implica em ela não ser uma engavetadora e isso não tem lógica nem fundamento. Se ela fosse a primeira colocada seria de se esperar que fosse a escolhida, como não foi pode ser (e eu não estou afirmando que é, porém é uma possibilidade lógica) que a preferência tenha-se dado por ela ter aceitado a posição de engavetadora (ou seja, aceitado usar ilegalmente o cargo para proteger o corrupto comprovado Temer).

          Como evidência que corrobora essa hipótese temos o encontro às escondidas com Temer, uma atitude que se fosse cometida por alguém não alinhado com a direita faria os patos se esgoelarem xingando, como é de seu lastimável costume.

          Na verdade nem o primeiro da lista teria um impedimento lógico em relação à suspeita (muito bem fundamentada no encontro às escondidas com um presidente acusado pelo MPF) de um acordo para abafar os processos contra Temer. Afinal ele poderia fazer isso para garantir a posição ou simplesmente por ter sido comprado, como ocorreu com os deputados que livraram a cara do criminoso na Câmara.

  • Vamos ver o outro lado ?

    1. O apelido dado a Brindeiro foi dado pela esquerda. O PT e seus puxadinhos encaminhavam denúncias descabidas, caluniosas e sem provas obrigando Brindeiro a recusar a maioria.

    2. Lula e Dilma sempre respeitaram a lista porque o MPF estava tomado pela esquerda. Quem quer fosse indicado seria cumpanhero.

    3.Raquel Dodge é uma cidadã livre para ir e vir podendo visitar quem ela bem entender e à hora que lhe der na telha.

    4. Os progressistas falam que os direitos trabalhistas regrediram mas, quando desafiados, não citam quais as tais perdas.

    5. FHC hoje é respeitado por boa parte dos brasileiros o mesmo não podendo se dizer de Lula.

    • Que lado?!
      1) O Brindeiro (ou melhor, blindeiro), de 626 inquéritos criminais que recebeu, engavetou 242 e arquivou outros 217. Então não é um engavetador-mor? Aliás, a grave denúncia de compra de votos para a emenda da reeleição ele também arquivou.
      2) Não sabia que o MPF que publicou em seu site críticas ao PT, o Antonio Fernando que denunciou o mensalão, o Gurgel que recebeu centenas do livro “privataria tucana” do dono deste blog e Janot que adiou a denúncia contra Cunha que facilitou o impeachment de Dilma fossem minimamente petistas.
      3) Já ouviu a frase “À mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta”?
      4) Quando a reforma trabalhista começar a viger, vc terá capacidade de ver centenas de milhares de trabalhadores que serão demitidos para receber, como terceirizados ou PJ, muito menos do que recebiam, sujeitos a nem terem 13º, FGTS, previdência, 1/3 de férias, direitos em caso de acidentes do trabalho e vão reclamar a quem se não terão mais sindicatos ou a justiça do trabalho para dar respaldo? A própria ONU (OIT) declarou-se contra a reforma e disse que ela não gerará mais empregos.
      5) FHC respeitado? Conta outra. Basta ver nas pesquisas estimulada e principalmente as espontâneas quem lidera para qualquer cenário caso haja eleições em 2018. FHC nem é citado. Isso apesar de que Lula é bombardeado diariamente pela mídia, judiciário e afins (PF, MP), enquanto FHC é mais uma vez muito poupado, até os inquéritos contra ele são arquivados por prescrição.

    • 1 – o apelido foi dado pois o procurador geral sempre engavetou as investigações contra o governo fhc
      2 – MPF de esquerda essa você é que tem que explicar pra gente
      3 – sim Raquel dodge é uma cidadã livre, mas exerce um cargo público que tem entre seus objetivos a fiscalização do presidente que a indicou, reunião a noite sem constar da agenda pega muito mau, e soltar nota só depois que a mídia mostrou a reunião, pior ainda.
      4 – quanto a direitos trabalhistas eles não regrediram, foram praticamente extintos, trabalho intermitente, negociação individual, férias em 3 parcelas, o que mais precisa?
      5 – FHC respeitado? Só se for pelo 1% mais rico do país, saiu do governo com aprovação ridícula, quebrou o país 3 vezes, reserva cambial ridícula, só na cabeça dos coxinhas ele é respeitado.

    • Luiz Fernando Solla, tudo o que você escreveu são asneiras.

      “1. O apelido dado a Brindeiro foi dado pela esquerda. O PT e seus puxadinhos encaminhavam denúncias descabidas, caluniosas e sem provas obrigando Brindeiro a recusar a maioria.”

      TODO MUNDO chamava Geraldo Brindeiro de Engavetador Geral da República, inclusive o apelido não foi criado na esquerda e muito menos pelo PT, foi criado no próprio MPF e propalado pela imprensa. Brindeiro não engavetou “denúncias absurdas”, ele engavetou TUDO. Nenhuma investigação foi feita, incluindo denúncias veiculadas pela imprensa que passaram longe do PT o de pardidos de esquerda. Até as denúncias feitas por aliados de Antônio Carlos Magalhães, quando do seu rompimento com FHC em janeiro de 2001. Portanto essa é a sua primeira asneira.

      “2. Lula e Dilma sempre respeitaram a lista porque o MPF estava tomado pela esquerda. Quem quer fosse indicado seria cumpanhero.”

      Nenhum dos indicados e nenhum dos PGRs dos governos petistas foram aliados, muito pelo contrário. O MPF muito ao contrário da sua mentira está tomado por direitistas antipetistas como pode-se comprovar pela perseguição implacável e ilegal promovida pelo MPF contra Lula e o PT. Essa é a sua sua segunda asneira.

      3.Raquel Dodge é uma cidadã livre para ir e vir podendo visitar quem ela bem entender e à hora que lhe der na telha.

      Essa asneira é talvez a maior de todas. Então por ser uma cidadã livre se ela fosse se encontrar secretamente com o Fernandinho Beira-Mar, o Marcola ou outro criminoso notório às escondidas não haveria problema algum? Lembrando o o Temer é um corrupto comprovado e indiciado pelo próprio MPF. Essa sua terceira asneira é especialmente boçal por termos a certeza que se ela tivess se encontrato às escondidas com a Gleisi Hoffmann, o Requião, o Ciro Gomes ou qualquer outro político da oposição você estaria falando exatamente o oposto dessa diatribe ridícula que coloca aqui.

      4. Os progressistas falam que os direitos trabalhistas regrediram mas, quando desafiados, não citam quais as tais perdas.

      O próprio Eduardo Guimarães já colocou neste mesmo blog, por diversas vezes os direitos que estavam ameaçados pela DEforma trabalhista do Temer. Além de ser uma asneira, isso que você está afirmando é uma mentira rotunda ainda mais flagrante que as demais.

      5. FHC hoje é respeitado por boa parte dos brasileiros o mesmo não podendo se dizer de Lula.

      Lula está em primeiro lugar disparado em todas as pesquisas de intenção de votos para a presidência. FHC não dá nem traço. Lula sempre é escolhido em todas as pesquisas sobre qual é o melhor presidente, disparado na frente de FHC. Essa sua quinta asneira apenas demonstra sua total falta de escrúpulos em mentir desbragadamente.

      Vai mentir assim lá na casa do chapéu…

    • Em que mundo o senhor vive?

      Roberto Gurgel e Janot, são exemplos claros de como a Procuradoria jamais deu o braço a torcer à qualquer pressão exercida pelo Executivo (Lula e Dilma).

      Desde o escândalo do Mensalão, a PGR sempre enquandrou de uma forma ou de outra, a instituição da Presidência. Seja com pedidos de abertura de investigações, até de quebra de sigilo.

      Interessante que, com a chegada do golpista-mor, Temer, você ou qualquer outro comentarista do seu perfil jamais mencionaram o fato de que a Lista Tríplice estava indo para o buraco.

      Enquanto que no passado recente, apesar da decisão ser exclusiva do Presidente da Repúlbica, Lula e Dilma com esse republicanismo infantil não só fizeram a vontade eleitoral do MPF, como também ampliaram de forma significativa o pedaço do orçamento destinado às instituições de controle.

      É o que se espera de qualquer liderança política de um país que quer ser civilizado. Porém, por aqui, ter uma postura Republicana é sinônimo de levar uma rasteira de outros atores políticos. Atores esses, dentro dessas mesmas instituições.

      O que derruba esse argumento ensandecido, de que eram “petistas”, os Procuradores.

      Quer saber de uma coisa? Que voltemos à blindagem jurídica dos tempos sombrios do Estado de Exceção, bem como de meados de 90.

      Quem sabe essa turma concurseira que, em determinadas regiões fura até o teto Constitucional de salários e benefícios, tome vergonha e passe a fazer Justiça e não, jogo político pessoal.

    • Tou doido para que o blog novo entre no ar para não termos que ler uma porcaria destas, e o pior, termos que perder tempo respondendo tais babaquices.

    • Luiz
      Sinta-se remunerado pelos carrascos dos cadafalsos da idade média, vulgos golpistas.
      A direitosa não para de produzir mentiras.
      Mais um troll que acreditar estar no MBL.
      Fora Temer fora Luiz.

    • Mania que esse povo tem de falar sobre si e seus cupinchas em nome do povo brasileiro! Onde que o empolado do FHC é mais respeitado do que Lula? Higienópolis:? Na Savassi? No Leblon? E só pra refrescar a memória de quem faz de conta que não lembra como era a baderna institucional antes dos governos do PT, lembrei-me desta matéria da FSP, de 2002, onde foi revelado que o diretor-geral da PF – sim, da PF, que naquela época só investigava tráfico de maconha – era filiado ao PSDB. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0803200217.htm

  • Fora de Pauta

    GLOBO TEM 24 HORAS PARA EXPLICAR POR QUE NÃO DIVULGOU RESPOSTA DE LULA NO FANTÁSTICO

    Juiz Gustavo Dall’Olio, da 8ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, determinou nesta quarta-feira, 10, um prazo de 24 horas para que a Globo explique por que não divulgou a resposta do ex-presidente Lula sobre reportagem do Fantástico sobre a sentença do juiz Sérgio Moro que condenou Lula a 9 anos de prisão; “Corporificado o interesse processual, porque há prova do recebimento do pedido de resposta pelo veículo de comunicação, cite-se Globo Comunicação e Participações S/A para que, (i) em 24 horas, apresente as razões pelas quais não o divulgou, publicou ou transmitiu”, disse o magistrado na sentença; Lula classificou reportagem como uma “peça de propaganda”; reportagem “ignora lacunas na sentença do juiz de primeira instância, distorce ou ignora a natureza de documentos apresentados pela defesa bem como a opinião de juristas que apontam falhas na decisão”, disse Lula sobre o jornalismo de guerra da Globo

    https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/311185/Globo-tem-24-horas-para-explicar-por-que-n%C3%A3o-divulgou-resposta-de-Lula-no-Fant%C3%A1stico.htm

    Pergunta: Vocês acham que a gang da Globo vai obedecer ao Juiz Gustavo Dall’Olio?

  • Outro grande erro dos governos petistas esse tal republicanismo típico visão de classe média, as consequências estão aí, tinha que escolher que de fato tinha uma visão de projeto progressista para o país.

  • Tudo isso, Edu, e mais muitas outras coisas, prova de forma cabal que toda essa onda nada tem a ver com corrupção.
    Falando nisso, voce deve ter visto a entrevista que PHA fêz com o professor Valim, autor do livro “Estado de exceção e neoliberalismo”. Esclarecedor.
    Se bem que o que ele diz voce já vem dizendo. Mas ele coloca num livro e fortemente baseado no seu conhecimento jurídico

  • Fanáticos.
    Fanatismo , eu creio que é assim que militantes petistas comunistas, ou sei lá qual definição para esta gente.
    Não importa se tudo de ruim aconteça é culpa de terceiros.
    A culpa é dos burgueses, a culpa é dos EUA,a culpa é da direita , a culpa é de qualquer menos do PT.
    Vai acontecer o que para que sua “fé” seja abalada, a morte de milhões, diretamente ou indiretamente.

  • Blindeiro, o engavetador; Janot, o entreguista; Dodge, a perseguidora. Nada mudou, os procuradores não se importam com a nação. Cada um ao seu modo, levaram o país para uma lugar do retrocesso e Dodge será o mesmo de sempre. Perseguirá Lula, protegerá Temer e contribuirá para afundar ainda mais o país.

  • Edu

    As “zelites” continuam fazendo a população de trouxa e os progressistas continuam “caindo” nas esparrelas.
    Exemplo mais bem acabado disso foi o tal “republicanismo” do PT e o tal de perfil de “gestora” da Dilma.
    Deu no que deu.

  • Prezado Eduardo:

    1. Quando alguns políticos se vendem para permanecerem no poder, podemos entender isso como economia de mercado ?
    2. A economia de mercado é a mesma coisa que capitalismo; só muda a semântica que é para enganar os trouxas.
    3. O capitalismo tem sim suas vantagens, afinal fala-se tanto em concorrência, livre iniciativa e outros bichinhos de estimação da imprensa.
    4. Já, a democracia por ser um regime político, difere-se bastante do sistema econômico capitalismo ou economia de mercado ou ” o raio que o parta “.
    5. Numa democracia todos têm ou deveriam ter as mesmas oportunidades e direitos.
    6 .Assim sendo, surgiu uma candidata para concorrer à presidência da república e não me digam que ela não tem direito à concorrer. Afinal de conta muitos que ocupam cargos nos altos postos da nação levaram o país a essa situação de vergonha e opróbrio, portanto, não têm do que reclamar.

    http://www.agresteviolento.com.br/dona-maior-cabare-piaui-e-com-filial-em-fortaleza-beth-cuscuz-revela-vou-assumir-o-brasil-de-cabare-eu-entendo/

  • Fora de Pauta

    Uma mulher magnífica

    HERDEIRA DE BANCO SUÍÇO DOA R$ 500 MIL A LULA APÓS BLOQUEIO DE MORO

    Roberta Luchsinger, herdeira da família fundadora do banco Credit Suisse, decidiu lançar um movimento de apoio financeiro ao ex-presidente Lula, que suas contas bloqueadas pelo juiz Sérgio Moro; “Com o bloqueio dos bens de Lula, Moro tenta inviabilizá-lo tanto na política quanto pessoalmente. Vou fazer uma doação para que o presidente possa usar conforme as necessidades dele”, diz Roberta

    http://www.blogdacidadania.com.br/2017/08/temer-ressuscita-a-engavetadoria-geral-da-republica-de-fhc/

    PS: Vamos aproveitar esse gesto maravilhoso dessa mulher extraordinária e lançar a seguinte campanha dentre aqueles que acreditam na inocência do Lula, como é o meu caso e de milhões de brasileiros bem informados, Manda alguém abrir uma conta para qual uma parcela das pessoas honestas desse país possa contribuir com a importância de R$ 10,00 (dez reais) para que Lula volte a recuperar a sua poupança. Veja, Lula deve pagar uma fortuna aos seus advogados, que são competentíssimos, ninguém dúvida, e por isso devem ser muito caros. Mas deve também ter o direito de se hospedar em um hotel 3 estrelas quando estiver percorrendo o Brasil de norte a sul, de leste a oeste, se preparando para 2018. Agora, para que o sacana do moro não tenha comno bloquear o dinheiro depositado, provavelmente vai ter que ser aberta uma conta em nome do PT ou em nome de uma outra pessoa que não o Lula. Só um advogado pode explicar como isso pode ser feito sem que o moro possa fazer mais uma sacanagem. Eu dou o pontapé inicial na campanha depositando R$ 50,00 (5 x 10).
    A meta é que pelo menos um milhão de brasileiros participem.

    É isso o mesmo e que se fodam os coxinhas que ficarem putos com essa minha ideia.

  • Mais uma do país de fracassados. Lista triplice que não serve para nada. Afinal o presidente nomeia quem ele quer.

    Pior: a, bela procuradora vai à noite na casa do cara e dá desculpa esfarrapada. Ridículo. Só mesmo no país de Fracassados.

    Ah mas quem não lembra daquele encontrinho “casual” entre Dilma e Lewandowsky em Portugal? E os jantares fotografados de Serra com Gilmar Mendes?

    Êta terrinha maravilhosa, povu lindu, disamba nu pé!

  • Nenhuma democracia de nenhum país avançado tem governo republicanista. Todos os governos populam seus ministérios e altos escalões da administração com pessoas do partido ou que comungam ideias que foram levadas claramente aos eleitores nas campanhas eleitorais e que resultaram na vitória de um determinado partido. O republicanismo é uma doença infantil de políticos e partidos bobos que não entendem que para governar é preciso ter poder (para cumprir a ideologia e os propósitos escolhidos pelos eleitores, ora bolas!). O problema está mal colocado. Não é o republicanismo a questão, pelo sim ou pelo não, mas a escolha correta (e a capacidade de substituir quando não dá certo) dos governantes. Fhc fez escolhas escrotas, de gente desonesta porque o psdb é assim: escroto. O pt fez escolhas que bloquearam seu poder de governar e levaram à sua queda pela covardia de enfrentar as maiores dificuldades de uma gestão, que são as pessoas e seus interesses..

  • Depois de deixar a presidência, FHC esteve em Londres e foi entrevistado pela BBC. Deu dó! O jornalista inglês, parecia que sabia mais do Brasil do que o entrevistado e tirou o coro do sociólogo de Jaçanã. Quando o assunto Brindeiro começou a ser tratado, FHC foi se encolhendo na cadeira. Sabia o que viria. O jornalista falou sobre o engavetador e os mais de duzentos e tantos processos que ele engavetou. FHC gaguejava, balbuciava:”It’s not true, it’s not true…”. O inglês, ao final, disse que Brindeiro era conhecido como o “general filler of Republic…”.
    E o esporro que FHC levou do “amigo” Clinton em Veneza? Está no youtube.

  • Edu,
    Compartilha sua preocupação, mas acho prematuro julgar a nova PGR. O seu histórico não indica que vá ser uma “engavetadora”. Devemos esperar as ações concretas no exercício do cargo.
    Abraço.

  • Pra mim a matéria é irretocavel ao tentar demonstrar que o PT é de muito longe o mais republicano entre todos os eleitos. Agora, de resto e legal e principalmente democrático que uma instituição não indique quem a preside. A decisão de acolher o primeiro de uma lista foi política e feriu de morte os governos petistas. Demonstrou ingenuidade e até uma falta de clareza de quem controla de fato esta instituição e por extensão o judiciário, outro grave erro. Na Bahia Jacques petista não indicou o primeiro, foi criticado mas governou e aqui o mais importante, na reeleição seu indicado foi disparado o primeiro da lista tríplice. Ora, numa sociedade de classes, as instituições estão em disputa. Se temos a noção que viemos para contrariar interesses, nada mais lógico que disputar contra o poder econômico e seus chantageadores. Se tivemos tido essa clareza tanto para PGR como para juízes, não teríamos dito nossa democracia violentada!

Deixe uma resposta para Bastinga Cancelar resposta