Anarquia militar, na verdade, é medo do Lula

Destaque, Reportagem, Últimas notícias

No último fim de semana encontrei um militar de alta patente, hoje na reserva, e que conheço desde os tempos em que era sócio do clube Círculo Militar, que fica no bairro paulistano do Ibirapuera, próximo ao Comando Militar do Sudeste e o extinto DOI-CODI (Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna), órgão subordinado ao Exército durante o regime militar de 1964.

À época em que frequentávamos o Clube – e lá se vão mais de vinte e cinco anos – os meus filhos, crianças, brincavam com os netos dele enquanto conversávamos sobre vários assuntos. Era um sujeito simpático e liberal, à época, e, inclusive, crítico ao golpe de 1964, que sempre dizia que tinha sido ruim para as instituições militares.

Residimos na mesma região, próximo ao Ibirapuera. Eis que, domingão à tarde, ele me convidou para tomarmos um drinque e aceitou imediatamente, antevendo, quem sabe, a possibilidade de uma entrevista ou de informações privilegiadas sobre o que o jornalista Elio Gaspari está chamando de “volta da anarquia militar”.

O sujeito é rico. Mora em um luxuoso condomínio em um dos bairros mais elegantes de São Paulo, o bairro do Ibirapuera. Como todos os chefes militares da época da ditadura, ele se deu bem, enriqueceu muito. Toda essa gente vive como nababos.

A empregada me serviu uma cachacinha mineira e um copo d’água e ficamos conversando quase uma hora.

As informações que obtive são muito simples. É claro que a situação patética de Michel Temer, processado pela Justiça e envolvido até o pescoço em corrupção, não é a razão das declarações de generais como Mourão, Heleno e cia. Ltda, agora com endosso do general Villas Boas.

Apesar da impopularidade, Temer vem servindo bem à elite étnica, financeira, geográfica e empresarial que fomentou tanto o golpe de 1964 quanto o de 2016. O fato de estar sendo processado por corrupção mesmo no exercício do cargo não incomoda nem militares, nem empresários, nem ninguém que compactou com os golpes de Estado pretéritos.

O problema é que os militares têm informações de que, se Lula for candidato a presidente e puder concorrer, será o próximo presidente da República sem choro nem vela. Os militares acham que nem Bolsonaro, nem Doria, nem Alckmin serão páreo para ele.

O recado dos militares, portanto, é o de que o Judiciário trate de condenar e até prender Lula para que até para apoiar algum candidato de esquerda ele tenha dificuldade, pois, se estiver solto, mesmo impedido de competir, ainda assim será muito perigoso, pois o povo, agora desesperado com o recrudescimento da pobreza no país, votará em quem ele mandar.

O país precisa chamar os militares às falas. A sociedade deve exigir deles o compromisso de não se meterem em política. Se não quiserem se submeter, há que fazer  ampla denúncia internacional para impedir que usurpem a lei e o Poder de Estado.

O problema dessa gente não é, nunca foi e nunca será a corrupção. Durante a ditadura roubaram desbragadamente. Só que, à época, ninguém podia falar nada. E, se falasse, “sumia”

Cabe a cada um de nós pressionar os poderes constituídos para que exijam dos militares que assumam o compromisso de não se intrometerem em política e de respeitarem a Constituição. E o primeiro passo será os setores democráticos da imprensa tradicional e/ou alternativa deixarem claro que não existe dispositivo constitucional que autorize “intervenção militar”. A militares de alta patente que acreditam nessa tolice.

 

Assista, abaixo, o comentário em vídeo. Em seguida, veja mensagem do Blog com instruções para acessar a home page e ver  outras matérias.

*

O Blog da Cidadania está de cara nova. Acesse o Blog pela home page (página inicial) para ver as outras matérias. Ao lado direito da página está a sessão “ÚLTIMAS NOTÍCIAS” (víde foto abaixo). Para acessar o Blog pela home page basta digitar www.blogdacidadania.com.br

 

25 comments

  • Sabe Eduardo porque alguns militares tem mêdo de Lula? Porque querem continuar sendo uns capachos dos interesses dos norte americanos. Simples assim. De patriotas não tem nada. Se assim fossem, saberiam que foi com o Lula e depois a Dilma que a sucateada forças armadas, com minúsculas mesmo, começaram a ser novamente equipadas.

  • Desconfio dos militares, acho que os militares não são nacionalistas, vejo-os como entreguistas e capachos dos interesses dos EUA, além de serem pessoas atordoadas pela ideia de que o comunismo vai tragar o Brasil. Os militares, parece que não aprenderam com a história recente, quando as Forças Armadas estavam sucateadas pelos governos entreguistas e neo-liberais. As Forças Armadas ganharam muito com o Governo Lula-Dilma. Se as Forças Armadas defendessem mesmo a nação brasileira, eles seriam os primeiros a serem contra a destruição das empresas de ponta do Brasil, seriam contra a destruição da engenharia nacional, contra a entrega descarada do petróleo brasileiro aos interesses estrangeiros. Eles não permitiriam a entrega de Alcântara, não permitiriam a prisão de um nacionalista como o Almirante Othon, não permitiriam que o Brasil fosse jogado no buraco em que a Rede Globo, o sistema financeiro e latifundiários querem jogar o Brasil. Infelizmente parece que tem poucos militares lúcidos nas Forças Armadas. Então a tendência é que os militares das Forças Armadas ajam como a classe média e pensem como a classe média, ou seja, seguirão cegamente o que a criminosa Rede Globo diz.

  • Quem derá tivéssemos a sorte de ter um coronel Hugo Chávez, um Nasser, um Simon Bolívar, um Duque de Caxias dentro das nossas Forças Armadas. Mas somos tão azarados que temos dezenas de Bolsonazis dementes nas Forças Armadas.

  • Caro Eduardo,
    O que mais me impressiona nisso tudo, é o ódio visceral de vários segmentos da sociedade brasileira, que se instalou neste país contra PT e o ex-presidente Lula. A mídia tradicional brasileira é a grande responsável por tudo isso. É estarrecedor como essas pessoas não reconhecem nada de bom que foi feito pelo Lula durante o seu governo.

  • Não faz sentido o que você diz.
    Se fosse para impedir Lula ser eleito não seria na quarta vez. (Lula-Dilma).
    Os militares já teriam feito o golpe na primeira vez ou na segunda vez.
    O PT continuou da mesma forma de Temer apoiando o empresariado.
    Na verdade o programa de governo de Dilma continua sendo aplicado por Temer.
    Evidente que é pela corrupção institucionalizadas endêmica criada pelo governo do PT que os militares estão apreensivos.
    ……
    E qual funcionário público federal não ficou “rico”.

    • Eu , e muitos dos funcionários públicos federias que conheço, não ficamos ricos. Ficaram ricos os que tinham vinculação com PT , PMDB e base aliada. Esses sempre tiveram passaporte para roubar, além dos detentores de caros em comissão; desde que , por óbvio, dividissem o produto do roubo com PT, PMDB,etc

      • Marcio, um funcionário público não produz aquilo que recebe.
        Se a sua produtividade é menor que deveria, alguém esta trabalhando a mais para pagar aquilo que não é produzido.
        Quem paga isso são as pessoas mais pobres do nosso país.
        Em verdade é uma imoralidade ser funcionário público.

    • Para: Oneide Teixeira.
      Meu Deus. Que burrice. No 1º e 2º mandatos de LULA os militares não tinham possibilidades e oportunidade de fazer qualquer golpe porque a conjuntura nacional e internacional não lhes era favorável. Uma intentona neste sentido seria rapidamente condenada pelo povo brasileiro e comunidade internacional com a possibilidade de intervenção armada externa sob auspícios da ONU para repor a legalidade e a ordem constitucional. Hoje, perante a desordem criada pela oligarquia, entre eles dirigentes da Forças armadas, com o golpe “constitucional” à DILMA, pensam ter mais hipóteses de sucesso do que antes. É tão somente este o motivo porque os teus milicos não intervieram antes. Ignorância + falta de inteligência =Burrice. Parece que na v/sociedade os filhos de papás ricos e classe média mesmo com cursos universitários têm menos capacidade de raciocinar e de pensar de forma lógica, como é o teu caso.

  • “Não faz sentido o que você diz.
    Se fosse para impedir Lula ser eleito não seria na quarta vez. (Lula-Dilma).
    Os militares já teriam feito o golpe na primeira vez ou na segunda vez.”

    Faz sim, eles não acreditaram que o seu herói, o mafioso cheirador de coca, iria perder para Dilma. Deram o golpe branco, com a bancada de pilantras de direita, por causa disto. Vendo a ameaça de Lula voltar por a justiça absolvê-lo, ou não ter tempo de condená-lo, os militares nada patriotas querem garantir a subalternidade do país aos gringos e ao poder financeiro econômico.

    “O PT continuou da mesma forma de Temer apoiando o empresariado.
    Na verdade o programa de governo de Dilma continua sendo aplicado por Temer.”

    O PT não só apoiava o empresariado, mas o povo também, e mais o povo. O PT é um partido social democrata de fato. O empresariado tupiniquim é que sempre teve preconceito com a esquerda. Eles querem um governo neoliberal que só trará lucro para os grandes, mesmo que haja recessão, depressão e desemprego. Eles querem ganhar mais fazendo menos. É complexo explicar o que o poder econômico pensa, principalmente de países coloniais como o nosso. Temer estar junto com o PT era parte da coalizão. É burrice ou safadeza dizer que Temer governando, só porque foi aliado do PT é a mesma coisa que Dilma governando. Mesmo Dilma tendo se aliado ao traíra, o governo do traíra foi assim colocado via golpe para se fazer toda a safadeza que o poderio econômico de direita sempre quis fazer.

    “Evidente que é pela corrupção institucionalizadas endêmica criada pelo governo do PT que os militares estão apreensivos.”

    Vc é um pilantra safado mesmo. Quem mais rouba e sempre roubou neste país é a sua turma. Se colocar todos as evidências, indícios e provas, vcs ganham de lavada em corrupção. O problema é que o nosso judiciário é majoritariamente formado por direitas, que são os abastados que tiveram melhor acesso à educação, e assim conseguiram os cargos para manter sua casta privilegiada.
    ……
    ‘E qual funcionário público federal não ficou “rico”.”

    Como vc é pilantra, superficial e mentiroso. Nem todo funcionário público é rico, babaca.

    • Lula e Dilma no minimo foram coniventes com a corrupção.
      José Dirceu uma vez falou que “‘Esse governo não rouba, não deixa roubar e combate a corrupção'”.
      Não deu certo.
      Mesmo que eu aceite que ninguém do PT roubou, não é aceitável isso.

      • o seu problema é que, pra você, os outros podem roubar à vontade que você nem dá bola. Pode ter prova filmada, gravada, você não comenta. Seu problema é com o PT. Não é a corrupção, é o PT. Se fosse a corrupção você ficaria indignado com Aécio e Temer, contra os quais as provas são arrasadoras. Mas esses você finge não ver. Sua obsessão pelo PT denota problemas psicológicos

        • Pelo contrário nem do PT e nem de qualquer um.
          Como disse não tenho bandido de estimação.
          Eu ainda não sei porque você não fez um pedido de impedimento do Temer.
          Faz uma convocação, te garanto que todos vão apoiar.

      • “Lula e Dilma no minimo foram coniventes com a corrupção.”

        Nunca vi ninguém ser conivente com a corrupção fortalecendo PF, MP’s, criando controladoria geral da república, nomeando PGR do topo da lista, demitindo diretores depois de comprovados corruptos. É muita safadeza de vcs. Já outros criam engavetadores, nomeiam quem os defende, compram congressistas na frente de todo mundo e na cara de pau.

Deixe uma resposta