Folha de SP defende ração de Doria sem explicar por quê

Destaque, Últimas notícias

Diz o editorial da Folha de São Paulo deste sábado, 21 de outubro, intitulado “Farinha pouca”, que o tal “complemento alimentar” foi “(…) depreciado como ‘ração’ por adversários do prefeito, assim como por nutricionistas e celebridades ‘gourmet’ que se precipitaram nas críticas sem saber ao certo o que deploravam (…)”.

O texto dá a impressão de que foram curiosos que criticaram a ração doriana. As críticas, porém, partiram do Conselho Regional de Nutricionistas e do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), entre outros especialistas.

Mas se o jornal tem informações que lhe permitam defender assim, veladamente, a gororoba, que traga essas preciosas informações a público. Quem produz a “farinata”, como é produzida, onde é produzida, que garantias a Folha tem de que o “alimento” é seguro? O que a Folha sabe que ninguém mais sabe?

Vale lembrar que, segundo matéria do jornal O Globo divulgada no mesmo dia, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) negou que tenha parceria com a farinata. A entidade ainda esclareceu que jamais premiou o composto produzido a partir de alimentos próximos à data de vencimento.

O Conselho Nacional de Segurança Alimentar em São Paulo (Consea-SP) foi outro órgão a afirmar não ter dado aval ao complemento alimentar. Em defesa da farinha, a oscip Plataforma Sinergia, dona da patente do produto, cita os dois órgãos (Fao e Consea) como parceiros. Os órgãos são insuspeitos de serem “adversários” de Doria.

Abaixo, o editorial em questão

 

  • Romanelli

    Quem produziu ? Aonde ? Tem alvará e licença de órgãos estaduais, municipais e federais ?

    Qual origem das 50 toneladas já LIOFILIZADAS (portanto, num volume in natura MUITO maior) ? Rastreabilidade e laudo técnico de adequabilidade e de validade de armazenagem destes lotes, tem ? Sofreu fiscalização ?

    Quem são os técnicos alimentícios responsáveis ? Qual o valor nutricional teórico e pratico ? Estes níveis nutricionais podem ser GARANTIDOS a qq lote de alimento usado ?

    Qual efeito no médio prazo no organismo do ser humano pela falta de fibras e outras substancias ativas ?

    Quanto vai custar este alimento ? O que fazer com os contratos em vigor ? Há alternativas de fornecimento ?

    Que exemplo NO MUNDO temos ?

    enfim ..perguntas ABUNDAM ..mas o gestor sequer as tinha antes do fatídico lançamento

    bom gestor o PILANTRA, né ??!!

    gente, o nível das lideranças políticas que se apresentam chega a dar pena …de nós

  • Romanelli

    sistema de captcha ta meio que disparado ..não para de perguntar

    • Renata

      Boas perguntas, Romanelli, acho que não tem resposta para nenhuma delas. Nunca vi lançar um programa de tamanha responsabilidade desse jeito, numa das maiores cidades do mundo da ex-7a economia mundial. Há cerca de 1 milhão de crianças nas escolas municipais e havia (antes da crise) acho que 15000 moradores de rua (sei que era bem menos que em Los Angeles e Nova Iorque). Não pode fazer as coisas desse jeito improvisado, amador, irresponsável. Não foi sequer apresentado um estudo mostrando que as crianças da escola municipal estão necessitando dos nutrientes desse suplemento (que ninguém sabe quais são).

  • Zibinho Meireles

    A Folha tem expertise em avalizar picaretagem: a “perícia” da gravação de Joesley com o picareta presidente Temer e agora o selo de garantia da Folha sobre a lavagem nutritiva de Dória.

  • Renato Sambi Colotto

    Cada dia que passa, sinto mais asco do Prefake de SP e da turma dele (incluindo os pentelhos calhordas do MBL e outros encostos assemelhados). Já cansei de ver idiotas de direita escrevendo imbecilidades do tipo “esquerdista, adote um cracudo”… Pois digo a eles: Apoia o programa “contra a fome” do dória? Acha a tal “farinata” algo bom? Pois tente se alimentar com ela durante uns dias e veja o resultado (se não sofrer de intoxicação alimentar no processo…).

  • adir tavares

    Oras, em troca de anúncios da prefeitura!

    • Oscar Müller

      Adir,

      os “doadores” são beneficiados em vários níveis! Escancaradamente com isenção fiscal, e a supressão de todos os custos e responsabilidades inerentes ao descarte dos produtos, que se “tornariam” (alguém precisa me explicar esta prorrogação de prazo!) impróprios para o consumo humano.

      Mas há, decerto, mais caroços neste angu, cuja receita inclui, além do nosso prefake-ancien-terrible (o que já é prá lá de indigesto), altas doses de ONG fajuta, presidida por ex-dirigente da monsanto, 14 mortos (por enquanto), pitadas de lide, cocção a jato na câmara, e por cima de tudo, como cobertura, a mágica de 50 toneladas da pobrechaw, aparecerem imediatamente após a aprovação da proposta pelos vereadores paulistanos…

  • CaRLoS

    Quando e contra Lula vale tudo. A Folha e um verdadeiro partido politico. Estou sem os acentos.

  • Faizano

    O OCTAVINHO defende a ração de dória porque gosta de MERDA.

    Folha de São Paulo, um jornal a serviço da picaretagem, a serviço da quadrilha chefiada por Temer.

  • Maurício Santos

    Foi triste ver Divaldo Franco, o maior representante da Doutrina Espírita, premiar Dória, como “Pessoa que se Doa”, em seu evento, de caráter internacional, Você e a Paz.Chego a questionar a responsabilidade de uma figura tão formadora de opinião nesse meio praticar esse ato.

    • eduguim

      Talvez essa pessoa não mereça a confiança que depositam nela

  • Helena/S.Andre (SP)

    A verdade é que DoriANA ficou mal na fita depois dessa pataquada em relação à ração humana. Como aceitar que o prefeito da maior metrópole do país se alie a uma empresa totalmente irregular como essa Plataforma Sinergia, que nem endereço correto tem? E quem adotava ração era o governo Hitler, que distribuía pão feito com pó de serragem para os presos nos campos de concentração. É só ler os vários relatos pertinentes da época. E Dória está tão mal na fita que até os empresários estão fugindo dele, conforme um post que li no blog do PHA: “Empresários não suportam mais o Dória”. https://www.conversaafiada.com.br/politica/empresarios-nao-suportam-mais-o-doria
    E, por último, gostaria de cita verdadeira festa que foi feita em SBCampo, hoje, na ocupação do MTST para receber Lula. Vejam o vídeo: http://www.nocaute.blog.br/brasil/lula-visita-ocupacao-do-mtst-em-sao-bernardo.html

  • Salvador Ferreira

    ”Mas se o jornal tem informações que lhe permitam defender assim, veladamente, a gororoba, que traga essas preciosas informações a público. Quem produz a “farinata”, como é produzida, onde é produzida, que garantias a Folha tem de que o “alimento” é seguro? O que a Folha sabe que ninguém mais sabe?”
    PERFEITO!
    Gostaria saber quem é o “reverendíssimo” que aparece numa foto ao lado do “Mr. Riquinho” e que por isso, parece, apoia-lo.