Justiça manda polícia devolver bens apreendidos na casa do filho de Lula

Todos os posts, Últimas notícias

Menos de 24 horas após a invasão da casa de Marcos Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, em vinhedo, por uma equipe liderada pelo delegado Carlos Renato de Melo Ribeiro, o policial foi afastado da investigação.

Fonte do Blog da Cidadania afirma que o delegado teria ligações com o PSDB de Vinhedo, daí o afastamento da  investigação.

Além disso, segundo o Jornal Extra, A Justiça determinou a devolução dos bens apreendidos pela polícia na casa de Marcos Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A operação de busca e apreensão no imóvel que fica em Paulínia, interior de São Paulo, foi autorizada após trabalho de campana de policiais que investigavam uma denúncia anônima de tráfico de drogas e armas. Apesar disso, nada relacionado a supostos crimes foi encontrado nesta terça-feira na residência.

A polícia apreendeu documentos e computadores sob o argumento de possível relação com o crime investigado. Nesta quarta-feira, no entanto, após um pedido feito pelo advogado de Marcos Claudio, todos os objetos apreendidos foram devolvidos por não apresentarem nenhuma evidência de prática criminosa.

Segundo a juíza responsável pelo mandado que autorizou a ação policial, Marta Brandão Pistelli, da 2ª Vara Judicial do Fórum de Paulínia, a medida cautelar foi solicitada no dia 5 de outubro pelo delegado que atua na cidade, Carlos Renato. O delegado apontou dois endereços que “estavam sendo utilizados para armazenamento de grande quantidade de drogas e armas”.

 A operação policial foi desencadeada após uma denúncia anônima, de acordo com o despacho da magistrada, que narra a percepção de policiais em campana sobre uma “grande movimentação de pessoas”. No entanto, ela ressalta que o pedido para que o mandado fosse expedido, ainda que apresentado com documentos e relatório assinado por três investigadores de polícia, “não identificava o morador das residências”.

O pedido foi submetido ao Ministério Público, que opinou a favor do mandado de busca e apreensão, assinado pela juíza no dia 9 de outubro, permitindo “tão somente a apreensão de entorpecentes, armas e outros objetos ligados ao crime”, o que não aconteceu.

Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula em casos da Lava-Jato, classificou a ação contra Marcos Claudio como abusiva.

“A busca e apreensão, feita a partir de denúncia anônima e sem base não encontrou no local o porte de qualquer bem ou substância ilícita, o que é suficiente para revelar o caráter abusivo da medida”, afirmou.

O Partido dos Trabalhadores (PT), também por meio de nota, criticou a ação da polícia.

“A operação policial na casa de Marcos Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, a partir de uma suposta e falsa denúncia anônima, foi uma violência que tem de ser explicada por todas as autoridades envolvidas”, escreveu a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do partido.

O texto afirma que a medida foi tomada “sem qualquer fundamento real” e que a “perseguição a Lula e sua família não tem limites.”

Marcos Lula, filho biológico de Dona Marisa, foi criado como filho mais velho do ex-presidente. Com carreira na política, foi diretor de Turismo e Eventos na Prefeitura de São Bernardo do Campo (SP) durante a primeira gestão do petista Luiz Marinho (2009-2012). Ele deixou a secretaria em 2012 para se eleger vereador, posto que ocupou até o ano passado, quando não conseguiu ser reeleito. Marcos já havia tentado ocupar o cargo em 2008, mas teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

41 comments

  • E muita lambança em um curto intervalo de tempo! O delegado é a juíza deveriam ser demitidos pelo bem do serviço público! Não ao macartismo!

  • Aonde vamos parar ?
    E surreal tudo que se refere a Lula
    O pior, é que não vemos nenhum movimento firme contra toda essa arbitrariedade, e acaba-se acostumando com esses crimes e ilegalidades, ocorrendo comentários de que é assim mesmo, no Brasil, as leis só valem para alguns.

  • Para qualquer pessoa com o mínimo de bom-senso pegou muito mal, escancarou a perseguição, daí que sentiram o golpe. Ficaram saem saída. Falta agora ao filho do Lula pedir indenização. Não deixar este episódio ser esquecido.

  • Isso é o resultado de um país onde a constituição foi jogada no lixo. Depois da Lava Jato qualquer juizinho , delegado,faz qualquer coisa para aparecer na mídia. Perseguir Lula e sua família é o passaporte para a fama.

  • Caro Eduardo
    “Justiça??”Não consigo entender esse recuo tão rápido do Alckmin.
    Alckmin não está nem ai para a “justiça”, em especial quando se age contra o PT.
    Mais um estrago já foi feito.
    Saudações

  • Canalhice é o nome que deveria dar a essa operação midiático-jurídico-policial aos patifes que engendraram esse nefasto ataque a um ilustre filho do mais querido presidente da República que o Brasil já teve. Se São Paulo tivesse um governador de verdade haveria apuração séria e imputação de responsabilidades.
    O TJSP precisa explicar o comportamento dessa juíza concurseira, o MP da mesma forma.

  • Contra Lula vale tudo para aparecer. Estamos todos, que não sejam da máfia do PSDB, ferrados. Tá um descaramento um nojo esse pessoal do judiciário do Brasil. Ou o Brasil acaba com esse judiciário ou vai continuar na mda.

    • Esse nosso judiciário está igual à classe dos médicos e seus conselhos regionais e nacional, está a favor das elites e da corrupção. Eles até hoje não fizeram nada contra os tucanos. Os médicos pararam de protestar contra “a corrupção”, na opinião deles acabou a corrupção, pois eles abandonaram o seu apetrecho predileto (nariz de palhaço) quando derrubaram a Dilma.

  • Parece que pegou mal para o governador fascista Geraldo Alckimin, este canalha determinou que o Judiciário paulista e a polícia civil (ou seria milícia civil do PSDB?) promovesse mais este atentado contra os direitos civis de um cidadão. Os canalhas perceberam que foram longe demais neste caso.

  • O Boechat deu a temperatura da burrice cometida pelo delegado do PSDB: deu mais força ao Lula!
    Por essa questão é que as coisas foram tão rapidamente resolvidas!
    Estão evitando a exposição do assunto, mesmo que somente nas redes, onde a verdade sempre aparece!

  • Se existe “delegado do PSDB” , deve ter “delegado do PT”, “delegado comunista”, “delegado do PMDB”.
    Vai ter a associação dos delegados do PSDB, Vai ter a associação dos delegados do PT etv. ..
    Vai ter os sindicatos dos delegados do PSDB, Sindicatos dos delegados do PT etc..
    Agora imagina como é o trabalho dos delegados do PSDB e dos Petistas, dos PMdebistas, dos socialista que treta de ser.
    Nem quero pensar se tiver escrivão do PSDB e do PT do PMDB, comunista etc..
    Imagina se todos os funcionários ficam na guerra politica partidária em vez de produzir algo de útil para a sociedade.
    E em vez de trabalhar para o estado ele trabalha para o partido, mas é pago com o dinheiro dos contribuintes.

    • Se a senhora nao consegue enxergar, que, se tem delegados do pt(se tem), nao sao os que mandam, sentimos muito. Os que mandam, basta ver os fatos policiais do dia a dia, so’ metem o pau no PT e aliviam para o psdb. Se quiser enxergar isso, qualquer um pode. Mas tem que ter boa vontade e honestidade intelectual.

  • PARTE da esquerda INSUFLADORA precisa aprender a ter PROVAS, e não convicção
    ..NÃO BASTA AS PROVOCAÇÕES QUE LANÇARAM NA ULTIMA DÉCADA E QUE NOS LEVARAM A ESTE maldito golpe ???
    DO que se sabe, governador e juíza foram pegos de surpresa no caso ..ISSO ATÉ QUE SE APRESENTE PROVA EM CONTRÁRIO
    Os investigadores, delegado e MP precisam ser questionados
    Até lá, não faça ao outro o que não quer que façam contra você !!!
    https://www.youtube.com/watch?v=qCzlcnYzLAA

  • Triste do país onde cada autoridade (?) tem sua própria Constituição e a legitimada pelo povo em 1988 não vale mais nada. Isso não é o começo do fim, isso é o fim mesmo. Tchau, Querida Democracia!

  • Criam factoides para as redes sociais, para as senhoras do Pacaembu, para a Joice Hasselman comentar na Jovem Pan…

    Não há volta: Lula e família agora são do crime organizado, possuem arsenal pesado e são traficantes. Nada vai fazer o brazuca médio reacionário pensar o contrário.

    A juíza e o delegado estão rindo uma hora dessas.

  • Argumentem sr. Alckmin e Secretaria da Segurança o que quiserem, o que queriam era vasculhar computador e documentos do filho do Lula. Já pegaram até os tablets dos netos e já investigaram todos os parentes, decerto faltava o filho que não morava em São Paulo nem no ABC.

  • Devolveu os computadores? Cuidado! Será que sofreram alguma alteração para espionagem? Dessa turma ligada ao PSDB eu desconfio de tudo. Será que essa invasão não teria sido combinada com o pessoal da “Farsa” Jato para tentar pegar dados dos computadores e implicar Lula? Tem muita gente desconfiada disso.

  • Desculpas não devem ter pedido. Esquece; é ”gente do PT”. Se fosse do psdb ou pmdb,
    (com minúsculas mesmo, sr corretor) nem denúncia haveria. Ficaria como os 500 kls. de coca no helicóptero do ”doutor” Parrela . ”Justiçazinha” de República bananeira.

  • Incrivel como a perseguição ao Lula continua como se fosse algo natural. O Brasil é um pais fébril em estado grave de insanidade que se alastrou pela sociedade. Nunca vi nada igual em lugar algum. Coragem Lula e familia, muito coragem e força para continuar a luta.

  • Sequência de fatos concentrados no tempo (apenas 2 semanas), todos tendo a ver com a cidade de Paulínia, polícia e política. Pode ser mera coincidência. Ou não. Mas que é interessante, é.

    28/SET – Justiça cassa [1] o mandato do prefeito de Paulínia, Dixon de Carvalho (PP) , em ação impetrada pelo ex-prefeito José Pavan Júnior (PSDB), que perdeu em 2016 para Dixon por diferença de 565 votos.

    05/OUT (1 semana depois) – Delegado da Polícia Civil Carlos Renato de Melo Ribeiro, de Paulínia, pede à Justiça para fazer busca e apreensão de drogas na casa do filho de Lula.

    09/OUT – Juíza autoriza busca e apreensão na casa do filho de Lula, pedida pelo delegado

    10/OUT – Feita busca e apreensão na casa do filho de Lula, o delegado Carlos Renato (Polícia Civil) pede à juíza para encaminhar para a POLÍCIA FEDERAL os bens do filho de Lula – Notebook, CD, DVD etc.

    11/OUT – Quatro pessoas [2] foram presas suspeitas de participarem de um grupo de extorsão, entre elas MÁRIO MENIN JÚNIOR, delegado da Polícia Federal de São Paulo. Uma das vítimas da quadrilha é o PREFEITO DE PAULÍNIA (SP), Dixon Carvalho (PP), que denunciou o caso à Polícia Federal em Campinas (SP).

    Ref:
    [1] https://www.metrojornal.com.br/foco/2017/09/28/justica-cassa-o-mandato-prefeito-de-paulinia.html
    [2] https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/prefeito-de-paulinia-e-alvo-de-grupo-de-extorsao-preso-delegado-da-pf-e-um-dos-suspeitos.ghtml

    • Prezado Francisco.
      Muito bom seu raciocínio.
      Não há coincidências, tudo devidamente programado, feito reportagem do JN da globo.
      E não nos admiremos com o papel sujo das polícias tucanas, pois isso não é novidade.
      O fascista que comanda São Paulo sabe que não tem expressão política fora de seu galinheiro, por isso, usa das armas sujas que tem para atacar LULA.
      A coisa toda é tão descarada, que esses tucanos já perderam toda credibilidade.
      Se não mudarem o sistema eleitoras e sequestrarem as urnas, serão defenestrados da política nas próximas eleições.
      Não tenho dúvidas disso.

  • Se demorassem mais um pouco, os celulares iriam todos parar em algum presídio, iriam para algum membro do PCC. É comum policiais entregarem celulares a presidiários, levando “um por fora”.

  • A juíza diz que os policiais enviaram documentos e relatórios que não identificavam o morador da residência. E ela condena e assina? Então eles poderiam colocar qualquer nome no relatório deles, invadir a casa dessa pessoa e isso não seria conferido por ela? E se o morador da casa fosse o Papa Francisco, sei lá, a madre Teresa de Calcutá ?

Deixe uma resposta