Escolhido para representar o Brasil, chanceler “esquece” da repressão na ditadura

Todos os posts, Últimas notícias

Na aula inaugural no Itamaraty, o chanceler argumentou que o Brasil foi o país que mais cresceu entre os anos de 1970 a 1975, graças à proximidade com os Estados Unidos.

Só omitiu que foi o período de maior repressão da ditadura vigente.

Da Veja