SP e Rio espalham vírus pelo país, diz secretario

Todos os posts, Últimas notícias

Foto: Divulgação/Governo de SP

De acordo com a Folha de S. Paulo, o Ministério da Saúde informou aos estados que o Brasil está em transmissão comunitária do coronavírus. A decisão causou discussão entre secretários estaduais.

Fábio Vilas-Boas, secretário de Saúde da Bahia, foi o primeiro a se posicionar contra a decisão informada pelo secretário nacional: “São Paulo e Rio estão espalhando [coronavírus] para o país todo. Tem que isolar os dois estados”. “Tem que manter os paulistas confinados”, acrescentou.

Outro secretário nacional rebateu dizendo que a ideia não fazia sentido e que não era uma afirmação técnica. Vilas-Boas respondeu: “Deixar a doença espalhar é que não é técnico, científico nem humano. Talvez seja uma estratégia deliberada”.

Alberto Beltrame, secretário estadual do Pará e presidente do conselho de secretários de Saúde, tentou colocar panos quentes na discussão. “Por favor, vamos dar um tempo e aí voltamos a conversar”, escreveu.

Redação com Folha