Oposição quer investigar relações dos Bolsonaro com estrategista de Trump

Todos os posts, Últimas notícias

Foto: Reprodução

Alessandro Molon, líder do PSB, vai apresentar na segunda-feira um requerimento para que a Câmara cobre oficialmente do Palácio do Planalto uma posição sobre o encontro que Filipe G. Martins, o influencer digital que assessora Bolsonaro para assuntos internacionais, teve com empresários na casa de Steve Bannon, o trumpista preso pela Justiça de NY na quinta-feira 20.

Em novembro de 2018, dias depois de Bolsonaro ser eleito, Filipe G. Martins e Eduardo Bolsonaro foram ao jantar de aniversário de Steve Bannon.

Um dos empresários que foram apresentados por Bannon a Eduardo e Filipe G. Martins foi Alexandre Fernandes, sócio do Terminal Graneleiro da Babitonga (TGB), em São Francisco do Sul, Santa Catarina, que se tornou um grande parceiro do governo.

O empresário um dos contaminados por Covid-19 na comitiva de Bolsonaro que foi a Miami em março.

Existiam cerca de 20 empresários, entre brasileiros e americanos.

Molon quer que o Planalto informe a lista completa, o que foi conversado e quais contatos Filipe G. Martins intermediou entre aqueles empresários e o governo.

Época