Sob pressão, TJ de SP suspende “trem da alegria” de R$ 100 mil

Todos os posts, Últimas notícias

O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu suspender a criação de 19 câmaras extraordinárias que dariam prêmios de até R$ 100 mil a desembargadores enquanto o Conselho Nacional de Justiça delibera sobre o tema.

A medida foi assinada nesta sexta-feira (14) pelo presidente do órgão, Geraldo Francisco Pinheiro Franco.

O tribunal daria um dia de compensação para cada sete processos julgados pelos desembargadores.

Nas seções de Direito Público e Privado, cada um deles poderia participar de até 600 processos, o que lhes renderia até 85 dias de compensação.

Folha de SP