CPI deve ser criada para investigar uso do Whats App em fraude eleitoral

Em discurso na tribuna da Câmara, nesta terça-feira (4), o deputado Henrique Fontana (PT-RS) reforçou a iniciativa da colega de bancada. “O meu pedido desta tribuna — e eu vou me movimentar junto com outros Parlamentares que têm essa mesma vontade — é instalarmos uma CPI neste Parlamento, se possível uma CPI Mista da Câmara e do Senado, para investigar o uso das redes sociais de forma ilegal na parte das ilegalidades durante a última eleição no País”

Abertura de contas no HSBC de 1997 a 2002 supera a de 2006 a 2007

Estranhamente, a grande mídia brasileira comenta apenas o pico de abertura de contas no HSBC suíço entre 2006 e 2007 como período suspeito por terem sido criadas 207 contas após terem sido fechadas 210 contas de 2003 a 2005, mas a mesma mídia não comenta um pico muito maior dessas aberturas de contas, de 1997 a 2002, quando foram abertas 317 contas de brasileiros. Confira, no link abaixo, os dados levantados pelo Blog no site do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, que explicam por que o PSDB não quis assinar a CPI do Swiss Leaks

CPI das pesquisas poderia impedir novos abusos nas próximas eleições

No dia 9 de outubro de 2014, pesquisa Datafolha dava conta de que a campanha eleitoral para presidente em segundo turno começava com a candidata do PT e o candidato do PSDB tecnicamente empatados – Dilma aparecia com 44% e Aécio, com 46%. Um dia antes, porém, a revista Época divulgara sondagem de um tal instituto Paraná que mostrava Dilma com 46% e Aécio com 54% (8 pontos percentuais de diferença). Dois dias depois, a revista IstoÉ divulgou pesquisa do instituto Sensus que ampliava a vantagem de Aécio sobre Dilma para incríveis 17 pontos percentuais (Dilma 41,2% e Aécio, 58,85).