No Dia do Direito à Verdade, deputados de esquerda pedem respeito à democracia

Representantes de entidades da sociedade civil, do Ministério Público Federal e de movimentos sociais afirmaram nesta segunda-feira (25) que o Brasil precisa conhecer a verdade sobre as atrocidades históricas cometidas no País, principalmente durante a ditadura militar, para evitar novos ataques à democracia e aos direitos humanos do povo brasileiro. O alerta foi dado durante a realização da sessão solene pelo Dia Internacional do Direito à Verdade, no plenário da Câmara. A deputada Erika Kokay (PT-DF) presidiu a sessão de homenagem e foi uma das autoras do requerimento que viabilizou o encontro, ao lado da deputada Luiza Erundina (PSOL-SP), que não pode comparecer por motivo de saúde.

Frente pela Democracia e Direitos Humanos é lançada na Câmara

A onda de desrespeito aos preceitos constitucionais, às garantias individuais e aos direitos humanos levou dezenas de entidades da sociedade civil a propor ao parlamento brasileiro a constituição da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Democracia e dos Direitos Humanos. O ato de lançamento ocorreu nesta terça-feira (12), e contou com a participação de parlamentares de diferentes partidos políticos e movimentos sociais, que lotaram o plenário 13 da Câmara dos Deputados.