Articulação do governo é desastrosa e Reforma da Previdência morreu, diz deputado do MBL

O barraco do dia no Congresso veio de uma troca de farpas entre a líder do governo Jair Bolsonaro na Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), e o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), líder do MBL (Movimento Brasil Livre).Ex-aliados durante o processo do golpe de Dilma Rousseff, eles bateram boca por causa da articulação política (ou falta dela). O clímax foi Joice chamando Kim, 23, de “moleque” e sugerindo que ele “pegue a chupeta e vá nanar”.

Nobel para Lula assusta MBL

Se você pensa que Lula tem pouca chance de ganhar o Nobel da Paz, você discorda da direitalha mais fascista de que se tem notícia no Brasil. A extrema-direita está apavorada com a possibilidade de Lula ganhar o Nobel. Por conta disso, o movimento nazifascista MBL acaba de atacar o Prêmio Nobel por medo da possibilidade de Lula ganhar esse prêmio.

Após troca do Secretário de Cultura, MBL está em pé de guerra com Covas

O MBL (Movimento Brasil Livre) utilizou as redes sociais para criticar a nova escolha do prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), para o cargo de Secretário Municipal de Cultura. O grupo alega que Alê Youssef, que ocupará a pasta, é ligado ao PSOL, após o empresário declarar apoio a Guilherme Boulos e Marcelo Freixo nas eleições de 2018 e 2016, respectivamente.

Kim Kataguiri quis processar repórter e perdeu na justiça

O deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) perdeu processo que movia contra o jornalista Altamiro Borges, o site Brasil 247 e a CUT (Central Única dos Trabalhadores). O coordenador nacional do MBL (Movimento Brasil Livre) acionou judicialmente o repórter e as duas entidades que publicaram textos de autoria de Borges em que Kim é chamado de “fascista”, “mirim” e “pirralho fascista”.