Liberação de armas visa reprimir movimentos sociais, alerta Benedita da Silva

A deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) critica a medida que elevará os índices de homicídios no Brasil, os quais já ultrapassam mais de 60 mil ao ano. A parlamentar avalia que um dos objetivos da iniciativa do governo federal é “armar essa elite civil para servir de base segura para a política de repressão aberta do governo contra os movimentos sociais”.

Antes do G20, movimentos sociais reverenciam Lula

“É importante frisar que para a gente o Lula não é só ex-presidente. Ele é o maior operário que o Brasil já teve. Ele revolucionou o sindicalismo, inventou uma nova forma de fazer sindicalismo. Então, ele é um símbolo muito grande para a classe trabalhadora, independentemente do que ele construiu de 2002 para frente”, revela Tadeu Porto, diretor do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.