Preso, Lula realiza proezas que não realizava em liberdade

O 1o de maio de 2018 foi diferente de todos os outros. Pela primeira vez em mais de 30 anos, TODAS as centrais sindicais fizeram um ato conjunto. CUT, Força Sindical, CTB, NCST, UGT, CSB e Intersindical dividiram o mesmo palanque e pediram #LulaLivre pouco após PT, PDT, PSB, PCdoB e PSOL superarem, pela primeira vez, suas divergências e criarem uma “frente de esquerda” para a eleição de 2018. Preso, Lula realiza façanhas que não realizava quando estava livre

Disputei eleição a vereador para estimular resistência da esquerda

Há onze anos criei o Blog da Cidadania para estimular as pessoas a se posicionarem, a saírem da zona de conforto e fazerem elas mesmas aquilo que costumamos cobrar que alguém mais faça sem nos darmos conta de que não podemos cobrar ninguém se nós mesmos não agirmos. Este ano, tornei-me candidato para isso, para estimular as pessoas a lutarem contra o avanço do fascismo que se abateu sobre o Brasil. Rogo a todos os que me acompanham há tantos anos que leiam este post e divulguem, pois explico porque me candidatei no momento mais difícil para a esquerda desde a redemocratização. Muito obrigado a todos e a todas.

Contra o fascismo em SP, serei candidato

Cada momento político exige uma forma de luta. Sempre enfrentei desafios. Criei um blog, criei uma ONG, representei ao MP, à PF, ao CNJ e até ao Judiciário contra impérios de mídia, ministro do Supremo, institutos de pesquisa e até contra o juiz Sergio Moro. O momento atual requer tomar partido, literalmente. E roubar votos da direita nas eleições deste ano. Farei isso me candidatando a vereador. Mesmo que não me eleja, atrapalharei o avanço dos fascistas. Convido você que me acompanha a compartilhar este post e a divulgar minha candidatura. Estou tentando fazer alguma coisa e preciso da sua ajuda