General Ramos comemora “fim” de radicalismos na Cultura

Presente na posse de Regina Duarte, nova secretária de Cultura do governo Bolsonaro, o ministro da Secretaria de Governo (Segov) Luiz Eduardo Ramos afirmou, em suas redes sociais, que “com certeza a partir de agora não teremos mais ideologias e radicalismos de toda ordem” na pasta. Diante da repercussão negativa entre seus seguidores, Ramos apagou o post horas depois.

Governo Bolsonaro trai a Democracia

O Brasil ainda está casado com a democracia, mas tem saído com amantes perigosíssimas. Em um dia paquera o nazismo de Hitler – repare no caso do Roberto Alvim, ex-secretário de Cultura – e no outro sai de mãos dadas por aí com o fascismo de Mussolini, como se não fosse nada demais um procurador da República denunciar um jornalista que sequer foi investigado ou indiciado.