Decisões de Fux e do STF contra Lula eram esperadas e podem cair

A mídia antipetista está comemorando a fala do ministro Luiz Fux contra essa Corte dar liminar para que Lula possa disputar a eleição. Além disso, comemora a vitória na terça (6), na primeira turma do STF. da prisão após condenação em segunda instância. Essa comemoração é precipitada. Esses dois fatos, a rigor, não configuram decisões irreversíveis. Todos sabiam que seriam assim. E todos sabem que podem mudar.

STF libertou os escravos de Temer e Gilmar Mendes

Em meio a tanta abominação que tem prevalecido neste país, a terça-feira, 24 de outubro, nos deu motivo para comemorar a vitória da Justiça. O principal motivo é que a ministra do STF Rosa Weber suspendeu portaria do governo Temer que, na prática, reinstituiria a escravidão no Brasil. O prejuízo de imagem do nosso país diante do mundo permanece, mas, pelo menos, os futuros escravos de Temer e Gilmar Mendes foram libertados. Sem falar que Eleonora Menicucci derrotou aquele animal…

Temer agora quer “aprimorar” medida pró trabalho escravo

Após – e só após – a ministra do STF Rosa Weber conceder liminar suspendendo portaria do governo Temer que, na prática, facilitava o trabalho escravo no país, o Ministério do Trabalho passou a dizer que “já havia decidido aceitar as sugestões da Procuradoria-Geral da República e ‘aprimorar’ sua medida”. Contudo, até a decisão do STF o governo se recusava a aceitar críticas.

“Temer queria trocar votos por escravos”, diz Molon

O deputado federal Alessandro Molon comentou liminar concedida pela ministra Rosa Weber, do STF, que anula modificações que o presidente Michel Temer fez nas normas de combate ao trabalho escravo dificultando denúncias e abrindo as portas para aumento da escravidão. Para ele, Temer queria trocar votos a seu favor na votação de denúncia do STF contra si e a liminar enfraquece o presidente na votação.

Mídia e Justiça são tigres contra Lula e gatinhos contra Aécio

Não é novidade que a Justiça trata a pão-de-ló tucanos acusados de corrupção enquanto trata petistas a pão e pedra. Mas o caso de Aécio é demais. Provavelmente é o criminoso brasileiro com mais provas contra si. O seu caso espera julgamento desde maio, enquanto a Justiça quer julgar e condenar Lula em duas instâncias em cerca de um ano. A diferença de comportamento da Justiça e da Mídia nos dois casos esbofeteia o país.

Mídia “embaralha” decisão do STF para esconder fracasso do golpe

Na última terça-feira (13), o golpismo terceiro-mundista-latino-americano – que, no Brasil, pôs o bloco na rua – sofreu um duro revés. Eduardo Cunha e o PSDB haviam montado um esquema golpista na Câmara para “contornar” a Constituição e tirar Dilma do cargo imediatamente. É muito simples entender como o STF desmontou essa estratégia e como a mídia tenta impedir que você entenda. Basta ler este post. É curtinho, curtinho.