Em manifesto, quase 300 mil pedem saída de Salles do Meio Ambiente

O manifesto leva em consideração que a sentença proferida pelo juiz Fausto José Martins Seabra é resultado de uma ação civil pública ambiental e de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público de São Paulo em maio do ano passado. Entre os atos condenados estão a falsificação de mapas e da minuta de decreto do plano de manejo da Área de Preservação Ambiental Várzea do Rio Tietê, quando Salles ocupava o cargo de secretário estadual do Meio Ambiente do governo de Geraldo Alckmin (PSDB).

Sem provas, Dallagnol faz jejum por prisão de Lula

Vendo toda farsa que ajudou a construir contra Lula escoando pelo ralo, o chefinho da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, apela até ao misticismo: anunciou no Twitter que fará jejum no dia do julgamento do habeas corpus dele. Entretanto, seu tempo seria melhor empregado se reunisse provas em vez de apelar ao ocupadíssimo criador. Se for fazer jejum até Lula ser preso, acabará morrendo de fome

Impedir que Bolsonaro use recesso parlamentar para fugir à cassação

A cassação de Bolsonaro não mudará os corações e mentes dessas 400 mil pessoas que o elegeram. Cada uma delas continuará homofóbica, racista, machista e entusiasta de ditaduras e violações de direitos humanos. Mas, se ocorrer, será um recado a esse tipo de gente de que o Brasil mudou. Há que impedir que ele se aproveite do recesso parlamentar para se evadir.