Segundo sociólogo, é hora do STF demonstrar se as instituições brasileiras estão funcionando

Ele destaca que a Suprema corte foi “gigante” em outras decisões, por exemplo, quando decidiu pela criminalização da homofobia, demonstrando que não se deixou afetar pela onda conservadora que assola a sociedade. Silvino destaca que, numa democracia com instituições sólidas, um juiz não pode manter intimas relações com um promotor, como revelam os vazamentos

Segundo juíza, STF precisa enfrentar todas as ilegalidades da Lava Jato

“Está na hora do STF enfrentar toda as exceções e um cabedal probatório sobre o processo não ter transcorrido dentro das regras constitucionais. O Judiciário não pode se comportar como a ditadura da maioria, ele tem que seguir os regramentos constitucionais. A nossa democracia é jovem e está se consolidando, então temos que garantir o processo legal”, afirma Raquel