Quem atirou contra caravana de Lula também matou Marielle

Esses dois crimes – contra Lula, e dezenas de pessoas de sua comitiva, e contra Marielle – são apenas os primeiros. Que não se tenha dúvida de que, daqui até outubro, atentados contra políticos e, provavelmente, contra militantes de esquerda se tornarão parte da paisagem, acobertados e até incentivados por fascistas como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e relativizados pela mídia