Pesquisa sugere que Lula está virando unanimidade nacional

A rodada de maio da pesquisa Ipsos-Estadão revela a continuidade do fortalecimento político do ex-presidente Lula sobretudo após ter sido preso. A novidade é a de que só Lula melhorou seus índices, perdendo rejeição e ganhando aprovação, além de ser o menos rejeitado. Enquanto isso, o carrasco dele, Sergio Moro, é cada vez mais rejeitado e menos aprovado.

Que brasileiro além de Lula seria capa do Le Monde?

O jornal francês Le Monde (O Mundo) foi fundado em 1944 e é um dos mais importantes e respeitados em todo o planeta. Em 17 de abril, o Monde publicou, na primeira página, artigo escrito por Lula em que denuncia sua prisão ilegal e fala de sua candidatura a presidente. Nem o presidente em exercício do Brasil despertaria tal interesse na Europa. Na verdade, nenhum outro brasileiro, possivelmente.

Lula vence juíza de Moro e ganha contato político

Foi uma vitória surpreendente porque saiu exatamente de onde jamais se esperava que saísse. Há cerca de 24 horas, o ex-presidente Lula derrotou a juíza teleguiada por Sergio Moro em decisão proferida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A partir de agora, cai proibição absurda da juíza Carolina Lebbos que tentou amordaçar o ex-presidente visando a campanha eleitoral

Lula entrará na sua casa durante a eleição

Na semana que finda, o PT representou ao Tribunal Superior Eleitoral contra Folha, UOL e SBT para que permitissem que um representante de Lula participasse dos debates que esses veículos farão com candidatos à Presidência. Como era previsto, o TSE negou. Foi uma estratégia da mídia para enfraquecer o PT excluindo-o do debate. Porém, não vai adiantar nada. Lula entrará na sua, na minha, em todas as casas nesta eleição.

Juíza teleguiada de Moro é denunciada por torturar Lula

Uma das formas mais cruéis de tortura é a mental. Os seres vivos têm mecanismos de defesa contra a dor física: ao atingir um certo limite, o indivíduo perde a consciência. O sofrimento mental é pior porque a mente não apaga. Sergio Moro nomeou uma torturadora para supliciar Lula: Carolina Lebbos se esmera em aprofundar o isolamento do ex-presidente. Agora, porém, a torturadora foi denunciada. Ela irá responder por seus crimes. Cedo ou tarde.