Vereadores do PT respondem aos insultos de Doria a Lula

“A Bancada de vereadores do PT de São Paulo lamenta a postura desrespeitosa e agressiva do prefeito João Doria durante entrevista à jornalista Maria Lydia, no Jornal da Gazeta desta quarta-feira (10). Infelizmente Doria é incapaz de lidar com as críticas ou conviver com o contraditório, recorrendo sempre à deslegitimação do interlocutor nestas ocasiões.” Leia a íntegra da nota

Ouça Doria prometendo congelar tarifa de ônibus em SP por 4 anos

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), prometeu durante a campanha de 2016 que congelaria a tarifa de ônibus. Em entrevista realizada 12 dias antes da eleição, o tucano disse que não mexeria nas tarifas. Um dia após ser eleito, porém, mudou o discurso e afirmou que garantia a passagem a R$ 3,80 apenas no primeiro ano de sua gestão. Ouça Doria prometendo que manteria as tarifas de ônibus por quatro anos.

Caça a pichadores é presente de Doria a crime organizado

A guerra desproporcional declarada pelo prefeito de São Paulo, João Doria, contra pichadores e grafiteiros, além do que encerra de ridículo pode se tornar provedora de mão de obra para o crime organizado. O advogado militante pelos direitos humanos João Victor Chaves, novo colunista do Blog da Cidadania, entrevistou um dos artistas que grafitaram a avenida 23 de maio na gestão Fernando Haddad e explica o tamanho da merda que Doria está por fazer.

Prefeito de SP economiza em Educação para combater pichação

O prefeito de SP está transformando a maior cidade do país em um reality show. Anuncia que vai tirar leite, material escolar e transporte de boa parte das crianças da rede municipal de ensino a fim de “economizar”. Enquanto isso, o ex-apresentador de TV João Doria anuncia gastança em sua guerra pessoal contra grafiteiros e pichadores, com contratação de 500 guardas e instalação de milhares de câmeras a fim de superlotar mais nossas cadeias.

Ambulante heroico morreu por se importar onde ninguém se importa

Ao tentar defender o mais estigmatizado da escala social, uma travesti, o ambulante Luiz Carlos Ruas praticou o gesto máximo da ideologia cristã, de amor ao próximo, de doação ao semelhante não importando o quanto ele seja humilde. Seu gesto o fez ser enterrado em caixão lacrado devido à brutalidade dos agressores. Morte tão horrível ocorreu por fazer o que ninguém faz nesta cidade de gelo: importar-se.

Disputei eleição a vereador para estimular resistência da esquerda

Há onze anos criei o Blog da Cidadania para estimular as pessoas a se posicionarem, a saírem da zona de conforto e fazerem elas mesmas aquilo que costumamos cobrar que alguém mais faça sem nos darmos conta de que não podemos cobrar ninguém se nós mesmos não agirmos. Este ano, tornei-me candidato para isso, para estimular as pessoas a lutarem contra o avanço do fascismo que se abateu sobre o Brasil. Rogo a todos os que me acompanham há tantos anos que leiam este post e divulguem, pois explico porque me candidatei no momento mais difícil para a esquerda desde a redemocratização. Muito obrigado a todos e a todas.

Como vereador eu atuaria para humanizar São Paulo

Esconder cenas de miséria é a forma como governos e políticos de direita preferem lidar com o apartheid social que persiste no país e que, com o golpe contra Dilma Rousseff, tende a aumentar. Como candidato de esquerda ao legislativo paulistano, proponho que façamos essas cenas irem se reduzindo por conta de situações de miserabilidade estarem sendo solucionadas de verdade. No post, abordo primeiro problema de São Paulo para o qual a minha candidatura apresentará proposta

Lançamento de livro sobre golpe terá Dilma e ato político

O livro Resistência ao Golpe de 2016 será lançado em São Paulo – com certo atraso. Será no próximo dia 20. Como mostra a foto, este blogueiro ficou encarregado de receber e distribuir em São Paulo os livros que serão vendidos por aqui. Na última quarta-feira, recebi algumas centenas de exemplares. Serão vendidos a 30 reais cada. Trata-se de obra obrigatória, um registro histórico sobre um dos processos mais tristes da história deste país. Porém, servirá de norte para que, no futuro, as próximas gerações entendam o Golpe de 2016

Empreiteiras que roubaram Petrobrás também roubaram metrô de SP

É escandalosamente simples provar que a Operação Lava Jato não passa de uma armação política que protege corruptos de um lado enquanto acusa de corrupção o outro – muitas vezes, de forma fraudulenta. O post mostra que os principais investigadores da Lava Jato são militantes do PSDB. Sim, é isso mesmo. Por isso fingem não ver que as empreiteiras que supostamente deram dinheiro suspeito ao PT também deram ao PSDB. Confira, no post, a prova final de que a Lava Jato é uma farsa.