Blog da Cidadania entrevista Jessé de Souza

O sociólogo Jessé de Souza, último presidente do IPEA sob o governo Dilma Rousseff, vem sendo muito requisitado por conta do lançamento de seu livro A Elite do Atraso – da escravidão à Lava Jato. Assista entrevista que o Blogueiro Eduardo Guimarães fez com ele por conta do lançamento do novo Blog da Cidadania. Ele detona a elite, a Lava Jato e a esquerda que a direita ama

Salvação de Temer prova que impeachment de Dilma foi golpe

A salvação de Temer foi ruim para a Justiça, mas boa para a política. Não ficou dúvida de que o impeachment de Dilma foi golpe devido à escandalosa diferença de tratamento entre ela e Temer. Contra Dilma pesou manobra contábil e contra Temer crimes graves. Para a história e para as pessoas intelectualmente honestas ficou provado que o golpe foi golpe. O Brasil ganha com isso. O povo pôde entender tudo e ano que vem dará o troco.

Mídia, empresários e PSDB prometeram que golpe consertaria economia

Ao longo de 2015 e até 31 de agosto do ano passado, os golpistas prometeram que bastaria derrubar Dilma que a economia se consertaria sozinha. Confira no link desta postagem quem disse o quê. Ficará claro que os brasileiros foram vítimas de um estelionato político praticado por grandes empresários, mídia antipetista e políticos de direita. Esse estelionato instalou o caos econômico, político e social no país. O que era totalmente previsível.

Direita não quer mais se arriscar a tirar Temer e pôr FHC

Mesmo que a pressão por diretas já não crescesse esmagadoramente se Temer caísse – e cresceria -, regra estabelecida na minirreforma eleitoral de 2015 diz que eleição para substituir presidente que cair no terceiro ano de mandato só será indireta se o registro da chapa for cassado nos últimos seis meses desse mandato. A direita não arriscará eleição direta agora. Sabe que Lula pode ganhar e não daria tempo de a Lava Jato impedi-lo. Aliás, quem disse isso foram Elio Gaspari e Reinaldo Azevedo. Não eu, mas concordo.

2016 não vai acabar tão cedo

2016, ano do golpe, da consolidação da crise, quando direitos dos trabalhadores e políticas de resgate de pobres e miseráveis começam a ser abandonados… Em 2016, a crise econômica se cristalizou a partir do beco sem saída a que chegou a crise política. E o pior é que 2016 não acabará tão cedo. Para isso seria necessário eleger novos governo e Congresso. Só pra começar.