Indicado por Trump para “restaurar democracia na Venezuela” tem histórico golpista

O presidente Donald Trump, nomeou neste final de semana a sinistra figura de Elliott Abrams como enviado especial dos Estados Unidos na Venezuela. Anunciado pelo secretário de Estado Mike Pompeo, Abrams tem a missão de “restaurar a democracia” no país latino-americano. Ex-diplomata, o “embaixador” de Trump é obscuro personagem da guerra suja, envolvido com venda de armas, financiamento de guerrilhas e organização de golpes de Estado.

Chavistas e oposição golpista medem forças nas ruas da Venezuela

Na véspera dos protestos da oposição venezuelana, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, fez um comunicado tendo como tema a Venezuela, no qual incitou a população do país a sair às ruas contra o presidente Maduro. “Ao levantar suas vozes amanhã [quarta-feira], em nome do povo americano, dizemos ao povo da Venezuela que estamos com vocês, apoiamos vocês e continuaremos apoiando vocês até que a democracia na Venezuela seja restaurada e seus direitos de liberdade sejam retomados. Fiquem com Deus”, disse o norte-americano.