Para 49%, sem médicos cubanos saúde vai piorar

A campanha difamatória de Bolsonaro contra os cubanos não tem surtido o efeito esperado e o povo brasileiro já deixou claro seu descontentamento diante da ausência dos profissionais da ilha caribenha do programa Mais Médicos. Em nova pesquisa, o Datafolha escancarou a insatisfação geral ao mostrar que 49% da população condena a saída do país do programa e acredita que a saúde do país irá se agravar.

Pesquisa CNT/MDA desenha vitória de Haddad no primeiro turno

Partindo dessa pesquisa CNT/MDA, os adversários de Haddad, somados, têm 54,7% dos votos e o petista, 25,2%. Note-se que a cada ponto que Haddad ganha, a soma dos adversários perde um ponto, de modo que se Haddad chegar aos cerca de 40% que as pesquisas lhe dão como possibilidade devido à transferência de votos de Lula, seus adversários perderão 15 pontos, baixando para 39,7% enquanto Haddad teria 40% e, assim, venceria em primeiro turno.