Shopping de luxo em SP quer apreender crianças pobres e entregar para PM

O bairro nobre de Higienópolis , em São Paulo, está envolvido em mais uma polêmica. Depois de declarações contrárias à construção de uma estação de metrô no bairro para, segundo uma moradora, evitar a movimentação de “gente diferenciada” , desta vez o shopping Pátio Higienópolis decidiu entrar na Justiça para que seus seguranças tenham autorização para apreender crianças e adolescentes desacompanhados. O pedido teve como alvo meninos e meninas em situação de rua, acusados pelo shopping de praticar “atos de vandalismo, depredação, agressão, furtos e intimidação de frequentadores”.

Em SP, mais de 10 mil trabalhadores lutam contra o fim da aposentadoria

Para a CUT e demais centrais sindicais que estão organizando a luta de resistência – Força Sindical, CTB, Intersindical, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas e CSB –, as propostas apresentadas hoje pelo governo confirmam a avaliação de que as medidas, que incluem o modelo de capitalização da Previdência, obrigatoriedade da idade mínima (65 anos homens e 62 anos mulheres) para se aposentar, e duras regras de transição, não servem para os trabalhadores e trabalhadoras que irão morrer sem conseguir ter acesso a uma aposentadoria digna.

Justiça de SP suspende licitação para varrição contratada por gestão tucana

Em nota, a Prefeitura afirma que a Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB) não foi notificada da decisã e segue à disposição da Justiça para prestar informações, caso sejam solicitadas.

Em dezembro, a Prefeitura de São Paulo novamente não conseguiu concluir a licitação para o serviço teve que fazer um contrato emergencial – o terceiro desde 2017.