Blog da Cidadania entrevista Jessé de Souza

O sociólogo Jessé de Souza, último presidente do IPEA sob o governo Dilma Rousseff, vem sendo muito requisitado por conta do lançamento de seu livro A Elite do Atraso – da escravidão à Lava Jato. Assista entrevista que o Blogueiro Eduardo Guimarães fez com ele por conta do lançamento do novo Blog da Cidadania. Ele detona a elite, a Lava Jato e a esquerda que a direita ama

Salvação de Temer prova que impeachment de Dilma foi golpe

A salvação de Temer foi ruim para a Justiça, mas boa para a política. Não ficou dúvida de que o impeachment de Dilma foi golpe devido à escandalosa diferença de tratamento entre ela e Temer. Contra Dilma pesou manobra contábil e contra Temer crimes graves. Para a história e para as pessoas intelectualmente honestas ficou provado que o golpe foi golpe. O Brasil ganha com isso. O povo pôde entender tudo e ano que vem dará o troco.

Deputado diz que Temer não cairá porque o povo é corrupto

Temer deve se safar com uns 200 votos, mas seu mandato termina ano que vem e, aí, não fugirá da lei. Um tucano, porém, explica por que a Câmara vai votar contra a vontade popular. Diz que o Congresso é amostra do povo e se este é corrupto os parlamentares também são. Veja como os paneleiros sumiram apesar de Temer ter corrupção comprovada e aumentar impostos pra comprar deputados. Povo corrupto, parlamento corrupto.

Tucanada acusou Dilma por “Häagen Dazs”, mas poupa Temer

Quando acusaram Dilma de gastar muito com o “Häagen Dazs” do avião presidencial, o PSDB e seus pistoleiros surtaram. Agora se calam sobre Temer e ainda dizem que ela “também gastou”. Bobagens. Procuradores-playboys da Lava Jato também custam fortunas. Não dê bola a factoides e/ou exija fim dos factoides seletivos. Sabe quanto custam Alckmin e suas filhas gastadoras?

2016 não vai acabar tão cedo

2016, ano do golpe, da consolidação da crise, quando direitos dos trabalhadores e políticas de resgate de pobres e miseráveis começam a ser abandonados… Em 2016, a crise econômica se cristalizou a partir do beco sem saída a que chegou a crise política. E o pior é que 2016 não acabará tão cedo. Para isso seria necessário eleger novos governo e Congresso. Só pra começar.

Financial Times responde com Dilma à escolha ridícula da IstoÉ

A escolha de Michel Temer como “brasileiro do ano” pela revista IstoÉ foi muito ridícula, convenhamos. O que ele fez para merecer tal regalia além de compactuar com o golpe, afundar a economia apesar do apoio do mesmo Congresso que sabotou Dilma e escolher ministério tão ruim que teve pelo menos 1/3 dos ministros substituídos pouco após a nomeação? Já o jornal britânico Financial Times, ao indicar Dilma como “mulher do ano”, mostrou que a imprensa pode ser conservadora e séria. Além disso, a publicação previu, no início do ano, que o impeachment jogaria o Brasil “no caos”.