Positivo oferece menor preço para urnas eletrônicas

Após meses de impasse, as empresas que disputam o fornecimento de urnas eletrônicas para as eleições deste ano apresentaram suas propostas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta sexta-feira, 28. O menor preço foi da Positivo Tecnologia, R$ 799,9 milhões, enquanto o consórcio Smartmatic/Diebold, único concorrente, ofereceu o mesmo serviço por R$ 1,7 bilhão.