Futuro ministro de Bolsonaro já tentou vender prédio público para amigo

O próximo ministro do Meio Ambiente do governo Bolsonaro, Ricardo de Aquino Salles, foi acusado pelo Ministério Público de São Paulo de tentar vender o prédio do Instituto Geológico (órgão vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, pasta que comandou entre 2016 e 2017), na Rua Joaquim Távora, Vila Mariana, para uma empresa cujo proprietário seria seu amigo.