Em ato por Lula Livre, Haddad denuncia falta de provas em nova condenação

Em ato pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio da Silva, em São Paulo, o ex-prefeito e ex-candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando , enumerou uma série de fatos para ilustrar a parcialidade da Justiça Federal, que ontem (6) voltou a condenar Lula, desta vez no caso do sítio em Atibaia, a 12 anos e 11 meses de prisão, pela juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro na Operação Lava Jato. .