William Waack virou vítima por ter sido racista

Dois meses depois William Waack reapareceu em artigo na Folha de SP e, desde então, não para mais de falar. Está empreendendo uma ação de “limpeza de imagem” coordenada com amigos de grandes meios de comunicação. Waack vem recebendo propostas de emprego e exaltações. O temor é que vire herói e, quem sabe, acabe indenizado por ser racista num momento em que dobraram os casos de racismo no Brasil

Ator Bruno Gagliasso denuncia à Polícia “socialite” racista que atacou sua filha

Nesta segunda-feira, 27, o ator Bruno Gagliasso foi à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) para prestar queixa contra Day McCarthy, mulher que fez ofensas racistas à Titi, sua filha com Giovanna Ewbank. Ele disse que ela irá responder pelo crime de injúria racial mesmo morando no Canadá, segundo lhe informou a polícia.

Por que Pedro Cardoso não apanhou como Taís Araújo

É revoltante a diferença de tratamento a Tais Araújo e a Pedro Cardoso. Ambos denunciaram o racismo no país. Taís foi chamada até de “picareta”, mas ninguém insultou Pedro ou disse que estava tentando se promover ou que teria interesse escuso em dizer o que disse. Por que? Porque ele é branco e, no Brasil, só branco tem direito de falar sobre racismo. Negro, quando fala, o mundo cai em sua cabeça

No Brasil é crime negar o Holocausto, mas não o racismo

O mais novo ataque racista é do presidente da EBC, Laerte Rimoli, contraTais Araújo. Ele debochou dela por ter digo que seus filhos sofreriam racismo. Rimoli negou o racismo em um país enlouquecido, no qual negar o Holacausto (dos nazistas contra Judeus) é crime, mas onde negar o racismo não é crime. Entenda essa loucura em um país em que 54% do povo é negro!

William Waack perde segunda palestra após polêmica

É vital que se dê ampla publicidade ao que o ex-âncora da Globo William Waack está colhendo por conta de seu racismo. É preciso que os muitos racistas deste país vejam que essa verdadeira filosofia de vida (calcada no preconceito), se não for abandonada por ética, que seja por medo. O importante é obrigar essa gente a RESPEITAR a maioria dos brasileiros, que é afrodescendente