Professor da USP continua a elogiar ditadura e estudantes se manifestam

No documento, o professor reafirma seu posicionamento a favor da ditadura militar ao fazer referência a uma aula ministrada por ele em março de 2014, intitulada “Continência a 1964”, que, à época, também gerou protesto por parte dos alunos da faculdade. “Mais uma vez, afirmo, reafirmo, e reitero o inteiro teor de minha aula Continência a 1964, de 31 de março de 2014”, diz o texto.