Churrascão da “Gente Diferenciada” em Higienópolis

Humor

A “sapiência” do eleitorado paulista mantém os tucanos no poder no Estado de São Paulo desde 1995. Detalhe: governarão até 2014. E agora, por razões que explico a seguir, o ex-Estado relativamente mais rico da federação, que as administrações tucanas conseguiram pôr em 3º lugar, abrigará um evento simbólico no próximo sábado, 14 de maio.

Conforme a imprensa noticiou amplamente nesta quarta-feira, o governador Geraldo Alckmin, atendendo ao abaixo-assinado da imensa multidão de 3.500 ricaços que moram na região do bairro paulistano de Higienópolis, não mais construirá estação de metrô na avenida Angélica, que abriga um fluxo de 750 mil pessoas por mês.

A obra contemplaria milhares de pessoas que trabalham na região, mas os moradores ricaços, entre os quais se perfila seu filho mais “nobre”, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, dizem que não querem ver aquela “gente diferenciada” (negros, nordestinos, enfim, pobres) sendo atraídos pela facilidade de chegar até lá. Como controlam o picolé de chuchu, foram atendidos.

Dizem, aliás, que a República de Higienópolis está pleiteando independência. Querem que o bairro da elite branca paulista seja transformado em Estado autônomo e que FHC seja coroado rei. Para ir lá, agora, só com passaporte e visto. Além disso, pedem que os serviçais que ali labutam sejam atirados de paraquedas diariamente. Não dizem como eles deixarão o local de trabalho…

Diante disso tudo, está sendo agendado um último evento popular no mais novo Estado autônomo da América Latina. Será o “Churrascão da Gente Diferenciada”.  Você que é de São Paulo, não perca a última chance de passear pelas alamedas arborizadas que quase 11 milhões de paulistanos pagam para ser mantida tão aprazível. Compareça.

218 comments

  • Até quando essa elite endinheirada e boçal vai infernizar o Brasil?Se amanhã ou depois essa elite parasitaria desaparecer não vai fazer falta alguma para o pais,até mesmo porque ela não nos representa em hipotese alguma.Nessas horas é que eu tenho a mais profunda vergonha de ser paulista(moro hoje no interior do estado de SP)e principalmente paulistano(nasci na cidade de SP).Porem essa é a tal politica dos tucanos paulistas,os tais¨social-democratas¨:para os ricos tudo,para os pobres serviços públicos sucateados,cassetete e balas de borracha,porque esse é o modo de o PSDB governar.

  • A politica do PSDB até onde da para entender é no minimo suicida:querem criar um apartheid social que muito lentamente vem sendo dissolvido por conta de uma serie de politicas inclusivas patrocinadas pelo governo federal.Os muito ricos não se dão conta de que vivem em verdadeiros bunkers tendo que pagar por tudo inclusive por segurança e isso por conta de sucessivos governos tucanos em SP em que houve o desmantelamento do que havia de segurança pública.Será que o partido dos tucanos quer provocar uma comoção intestina em São Paulo?Só eles(os tucanos) e seus fieis eleitores têm a perder com isso.

  • Não entendi essa do Alckmin. Se era pra construir metro nessa região é porque havia necesidade.
    Democracia não é quando prevalece a vontade geral?
    Será que 3500 pessoas representam a maioria?

  • Seria interessante ver uma cópia desse abaixo assinado. Com certeza isso deve ter sido digitalizado, assim veríamos quais “pessoas importantes” teriam assinado

  • Não lhe entendo Edu, você cobra da direita o que você não faz.
    “Sapiência” entre aspas logo no começo do seu textículo soa como deboche e desrespeito aos eleitores do PSDB.
    Essa elite precisa ser representada por algum partido e esse partido é o PSDB.
    Da mesma forma que quero ser representado por partidos de esquerda.
    Isso é democracia Edu.
    Outro ponto é você chamar Alckmin de picolé de chuchu.
    Já vimos o que a Grupo Abril fez com a Martha, entrando na justiça pedindo a autorização de chamá-la de perua.
    Quando um Larry Rohter chamar Lula de bêbado, a veja chamar a Martha de perua, aceita, pois você tem o mesmo comportamento deles.

    Ezra Pound dizia ser possível identificar facilmente um mau crítico quando ele começa por discutir o poeta, e não o poema.

    • hahaha Os PSDBistas odeiam ser chamados de direita liberal.

      Eu não defendo nenhum desses políticos, eles são tudo farinha do mesmo saco!

  • Você representa aquilo que há de pior no lulopetismo; a maledicência, a manipulação e deturpação de fatos e a provocação e acirramento de conflitos entre ricos e pobres.
    Os moradores de Higienópolis não querem metro e pronto. Nem por isso seus empregados deixarão de ter transporte condigno e assim garantir seus empregos.

      • Edu, não perca a linha, babaca é quem nem sabe o que está acontecendo, não lê e não emite opinião.
        O importante é ter o direito de falar, com respeito.
        Mas que ele é um babaca é, mas eu posso dizer, não sou grande um formador de opinião.

      • Edu, concrodo que ele seja babaca, mas a maioria dos eleitores de sampa o é, pois desde a redemocratização que o mesmo pessoal está no poder, encastelado no estado locomotiva do Brasil. Mas já acho que sei a razão da perda desse status por sampa: os nordestinos estão voltando para casa!!!!

      • Olha, no mínimo eles têm o direito de se mobilizar contra o metrô…essa de “não tem o que querer” é meio autoritário.

        Mas nem por isso o governo devia limar o metrô com base em 3500 assinaturas. Mesmo se ignorarmos a população da cidade ou até mesmo a população flutiuante da região, 3500 não devem chegar a 10% dos moradores.

        Honestamente, eu tinha restrições contra o metrô lá, devido a proximidade absurda com outras estações (a da Angélica vai ficar a 300 metros, se não me engano), enquanto a região do Pacaembu – muito mais necessitada, por conta da faculdade e do estádio – ficaria sem.

        Mas fica até difícil discutir qqer restrição se o governo se movimentou devido à tráfico de influência. Isso é lamentável.

        O Brasil mudou muito de 64 pra cá, mas quem tem dinheiro continua mandando mais. Triste.

          • Concordo plenamente. Mas não tiro o direito de ninguém de mobilizaçlão contra o que não gosta, desde que dentro da lei.

            Errado é o estado, se realmente desfez o plano do metrô Higienópolis por causa de uma mobilização tão irrelevante. Se for assim, eu consigo fácil 3500 assinaturas pra fazer uma estação de metrô no meio da Roberto Marinho pra facilitar minha vida, rs.

        • Este aí deve ser um dos cidadãos atenienses que sempre segue o Farol de Alexandria!

          Este sim faz parte dos homens bons que podem praticar cidadania, pois ele tem grife. Se ele não quer o metrô em Higienópolis, quem somos nós nesta Atenas tucana para dizer que queremos o metrô em Higienópolis!!

          E aí, você não aparece na foto, será você o fotógrafo predileto do finado Zé Pedágio??? O churrasquinho tava bom?

    • Quando foi realizado o plebiscito para que os moradores de Higienópolis se manifestassem sobre a construção ou não de uma estação do metrô naquele bairro?
      Qual foi o resultado da votação? Quantos votos a favor e quantos votos contrários?
      Esclareça-nos por favor, senhor Calvo.

    • Quer dizer que as obras publicas são decididas assim??? Sr Renato o SR falou uma grande bobagem, pois o metro não é só para o morador deste bairro é para todos que necessitam de transporte.Se não tem capacidade mental para usar uma argumentação tecnica, não escreva bobagens!!!!!

    • Lulopetismo,senhor Renato Calvo?De fato o senhor é realmente um babaca.E todos sabem muito bem a que tipo de transporte condigno o senhor Calvo se refere quando o aludido transporte é destinado aos serviçais que prestam serviço às¨famiglias¨moradoras do bairro de Higienopolis.Possivelmente o senhor Renato Calvo jamais deve ter acordado quatro ou quatro e meia da manhã para encarar onibus,trem e metro lotados.Portanto,senhor Calvo,va catar coquinhos,que é o melhor que o senhor faz.

      • O senhor tem todo o direito de discordar de mim e por isso lhe pergunto; o fato de discordarmos me torna um babaca ? Disse que moradores de higienópolis não querem metro e pronto, é um fato e, relatar um fato significa dizer uma bobagem ? Não há aqui, neste blog, o direito à divergência sem que a pessoa seja objeto de sarcasmo com relação ao seu sobrenome ou suas posições? Estarei eu invadindo um terreno exclusivo de esquerdistas que cultuam e acirram conflitos sociais como ricos contra pobre ?
        Se estou não há problema, retiro~me.
        P.S Achei um absurdo o sr, colocar em duvida minha capacidade mental.

    • O transporte é concessão pública, e sua gestão deve ser norteado por políticas públicas que atendam à maioria da população.

      Essa idiotice que você está dizendo aqui, é maio ou menos como dizer que, se os moradores de um bairro resolvem perfurar um poço artesiano e fazer sua própria canalização de água, eles têm pleno direito de impedir que os canos da distribuidora passem pelas ruas que dão acesso a suas casas.

      O fato de eu residir em um endereço não me dá o direito de posse sobre as vias públicas que dão acesso à minha residência.

      Caso a tua mente privilegiada ainda não tenha entendido, vou trocar em miúdos: Você é dono de sua casa… e sua casa é do portão pra dentro.

      Entendeu agora? Ou precisa desenhar?

  • O triste de tudo Eduardo, não é a Elite de SP manter os tucanos no poder, o pior é ver o classe media, salvo exceçoes, votar sempre no PSDB e ainda avaliar bem o Governo do Geraldo. Boa parte da classe media de SP se acha americana, tem nojo do Brasil e é tremendamente preconceituosa ou seja, se identificam totalmente com os Tucanos que são a cara deste segmento da sociedade.

  • Só lembrando que a prefeitura de São Paulo decidiu que novos conjuntos da Cohab serão construídos sem vagas de garagem. Segundo a Secretaria de Habitação, o fim das vagas tem o objetivo de reduzir custos e de estimular o uso do transporte público de bicicletas.

    Como se os metrôs circulassem vazios o dia inteiro, diariamente. E como se a população recusasse andar na extensa malha de ciclovias construída pela prefeitura e espalhada pela cidade.

    Ou seja, pobre só se ferra nos planos em execução dos demo-tucanos.

    E quando chega 25 de janeiro eles se gabam de que “São Paulo recebe bem as pessoas”.

    • SP recebe bem as pessoas sim, Gerson. Não confunda governos – que são transitórios – com a cidade ou o estado. Nem com as pessoas.

      Seu raciocínio é maldoso e preconceituoso. Repense.

        • Você é preconceituoso,. Eduardo? Você mora em SP.

          No teu raciocínio distorcido eu posso ser preconceituoso, então nem vou perguntar de mim. Mas você etua família, são?

          Entendo a insandecida necessidade sua de começar já a campanha pra 2012, mas eu defendo a cidade e estado onde nasci e faço a vida, independente de quem mande. Eu sei separar as coisas.

          • Rodrigão Leme,

            Você não está sabendo separar as coisas pois você se sente integrado na nata demo-tucana. Ou talvez seja mesmo integrado. Não sei, não te conheço. Talvez por isso você se ofende quando eu dou meu veredito.

            Quanto ao Eduardo Guimarães, por tudo que ele já escreveu está evidente que ele não está integrado na nata demo-tucana. Fato simples de separar, não?!

          • Gerson, eu me sinto integrado na minha terra. É dela que vem meu orgulho, orgulho esse que gente de fora e gente petista quer me proibir de ter.

            Não sou definido por minhas preferências políticas. Os políticos passam, a terra que recebeu meus avós e bvisavós continua. Pena de quem precisa de partido político pra ter orgulho de ser paulista(no).

          • Isso está parecendo o “ame-o ou deixe-o”, lembra caro Rodrigo?
            Rapaz, acho que não existe um paulistano que goste mais de São Paulo do que o Edu, por incrível que pareça. O cara ama tanto sua terra que ao ver o que estão fazendo com ela, não se conforma e muito menos, deixa-a

          • A cada comentário que ele faz ele entrega mais ainda porque é chamado de “cidadão ateniense”. Somente os filhos e descendentes dos primeiros atenienses eram cidadãos em Atenas, os demais não eram, dessa forma os demais não podiam participar das atividades públicas e da política em Atenas. A “res publica” pertencia somente aos cidadãos atenienses.

            O caro Rodrigo Leme deve entender que somente os descendentes dos paulistanos quatrocentões sejam considerados cidadãos, somente eles têm o direito de exercer a cidadania, de criticar algo público, enquanto a maioria (ou seja, todos nós, migrantes de outras regiões do Brasil) não tem o direito de reclamar de São Paulo pois não é considerado cidadão.

            Essa visão elitista mostra o quanto esse cidadão ateniense seguidor do Farol de Alexandria está integrado de corpo e alma com as ideias nefastas, reacionárias e neo-liberais do PSDB-PFL.

  • O nível da degradação social instalada no estado de São Paulo não se resume somete às políticas tucanas. Alguns setores da imprensa são cúmplices do descalabro que aflige o estado.
    Como é possível conviver com o que acontece, diariamente, na região da chamada Cracolândia?
    Professores, estudantes e vítimas dos alagamentos que ousam protestar contra a inoperância e incompetencia do governo são violentamente rechaçados pelo aparelho repressivo do estado. No entanto, quando uma turba de abastados bem cheirosos manifesta-se contrários a realização de uma benfeitoria pública necessária e destinada a amenizar o transito caótico, o que faz o governo? Recua e desiste do projeto pois esta em jogo os interesses da sua base eleitoral. Depois do movimento pró Bolsonaro, a nobre “comunidade” de higienópolis entra em cena.

  • Vamolá, toda a gente diferenciada só no ziriguidum em Higienópolis!
    Eu, carioca, não vou poder comparecer, mas mando energias bem diferenciadas daqui!
    \o/

  • Xará,
    Quando se milita na advocacia, usualmente se diz que é admitido que qualquer pessoa vá pedir o que bem entender à Justiça, cabendo a esta dizer se o pedido terá ou não procedência, mas o direito de pedir é autônomo. No caso presente, os moradores do elegante bairro pediram aquilo que entendiam como direito pleitear, mas o que nos deixa mais embasbacados é ver a leniência do GOVERNO DO ESTADO aceitar um abaixo-assinado de, pasmem, 3500 assinaturas em detrimento de uma demanda de mais de 700000 usuários. A culpa é do eleitor paulistano e de São Paulo, que mantém esse governinho de poucos e para poucos, no poder até pelo menos 2014. Isso é um tapa na cara de todos nós.

  • Como assim?
    Não entendi?

    Havia uma estação de metrô prevista para Higienópolis e os lordes da casta cheirosa não querem tal facilidade de acesso a seus palacetes por parte de pretos , pobres e “mal-cheirosos” em geral.

    É isso?

    TFP, OPUS DEI, é assim que essa turma governa, não é a toa que até os monarquistas estavam com o Serra nas eleições passadas: Querem a volta da monarquia para se atribuírem títulos de nobreza, terem salas vip garantidas nos aeroportos e poder construir fossos em volta dos bairros nobres.

    PROJETO DE GOVERNO DO PSDB: SERRA-FHC-ALCKMIN

    Entrega o que dá lucro nas mãos dos amigos daqui e de fora, sucateia o que não dá lucro e só atende pobre e fosso em volta das áreas nobres. Com jacarés se possível. Vai que algum trombadinha mal-cheiroso queira invadir.

    E proibição de pobre viajar de avião ou adentrar aeroporto.

  • Rapaziada, Não esqueçam de passar desodorante Avanço… Quem for direto do trampo, procure a banca do Betão, vou vender a R$ 0,50 o desodorante…

  • Pois é, se os tucanos governassem o Rio na época, não construiriam o túnel Rebouças. Alías tem madama de Ipanema lamentando até hoje essa construção que facilitou o acesso da plebe além túnel à chique zona sul.

  • Pelo que me consta a galera cheirosa daquele bairro só chega e sai de Land Roover, BMW ou Audi. Quemdeveria usar o metrô são os “serviçais” (essa gente malcheirosa e diferenciada) que limpam as sujeiras que eles fazem nas suas casas. Pior pra eles pois terão que pagar vale transporte do metro e ônibus e os “serviçais” vão chegar mais tarde para preparar o café.
    Gente boçal também tem milhões no banco.

  • Essa “gente diferenciada” deria convidar a Dona Sonia Barbosa que disse umas verdades ao governo paulista numa audiência para a construção do próximo trecho do Rodoanel. Que maravilha! Dêem uma olhada pessoal, tenho certeza que vocês gostarão, está no site osamigosdobrasil.com.br

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Nem Mônaco seria tão chique quanto o Principado dos Tucanos e apaniguados.

      FHC como Príncipe Ranier Tupiquiniquim e a dona de escravos da CNA como Grace Kelly.

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      E todos vestidos com os contrabandos caríssimos da DASLU

      HSUAHUASHUAShuASh

  • Quer dizer então que o governo do senhor Geraldo Alckmin é refem de 3.500 pessoas?Essa é a democracia para poucos do PSDB?Que o PSDB governava para os que se encontram no topo da piramide social todos já sabiam e pelo menos foi assim durante os oito anos de governo FHC,quando nenhuma reinvidicação popular foi atendida pelo então presidente e ex-sociologo,onde os legitimos movimentos de reinvindicação oriundos da sociedade civil(como MST,funcionarios públicos,aposentados)eram tratados como caso de policia,ou seja,na base do tapa e do cassetete.Está cada vez mais claro o projeto de pais que existe na cabeça dos tucanos:um pais dividido pelo apartheid.De um lado um numero cada vez menor de ricos e poderosos e de outro lado uma multidão de deserdados cada vez mais numerosa.Todo aquele que conheça um pouco de Historia sabe em que tipo de catastrofe isso geralmente acaba.Pois nenhum processo de exclusão,quando deliberdamente levado a cabo,seja por quais meios,fica impune.

  • Paulistas/Paulistanos(51% deles) assinam tranquilamente essa “petição”. Não importa que seja lá, no bairro “deles” dos ricos. O que importa é que os “baianos” vão embora daqui. Se tem menos emprego em são paulo melhor. Assim os caras la “de cima” vão embora por falta do que fazer aqui. A saude pública esta um caos. Melhor. Assim os “baiano” não ficam lotando, com toda aquela filharada, nossos hospitais. A policia esta matando muito. Melhor. Assim mata uns “baiano”, que não faz falta nenhuma pra ninguem. Tem que fechar as rodoviarias, as estações de trens pra ninguem, de lá de cima, vir pra cá. Exagero? Sei, sei. Tirando Rio de Janeiro que aqui são considerados, pura e simplesmente, vagabundos, todo resto do Brasil, para paulistas/paulistanos(51% deles), são “baianos”. O colocado foi uma conversa com 3 paulistas hoje cedo. Falar o que pra esses estúpidos, canalhas, racistas e …. qualquer outra coisa. A luta politica aqui, para mudar essa realidade, não é mole não.

  • Falou-se em dificultar as visitas… pois isso não é novidade em se tratando de paulistas. Por volta de 1870, quando da construcão da Estrada de Ferro Sorocabana, os “habitantes“ de Santana de Parnaíba se mobilizaram para que a tal estrada passasse bem longe de seu “feudo“. Por uma naturalidade geográfica, ficaria muito lógico margear o Rio Tietê. Mas venceu o apelo de algumas dezenas de quatrocentões que simplesmente baniram de suas propriedades o incômodo de ter “estranhos“ desembarcando na bela Santana. Quem não conhece os erros de sua história, está condenado a repetí-los.
    Douglas Quina
    Mogi Guacu – SP

  • Tem gente que é contra alegando a estação estar a pouco mais de 600 metros da futura estação Mackenzie-Higienopolis.
    .
    A questão da distância não cola. O que deve se levar em conta é a demanda de passageiros no entorno. Não só de recepção, mas de escoamento.
    .
    Entre as estações Consolação e Trianon-Masp a distância também é de pouco mais de 600 metros.

    • A que oposição o senhor lui se refere?Se for a oposição ao Governo Alckmin é uma coisa se for oposição ao governo federal é uma outra coisa.Se o senhor lui se refere à oposição ao governo Alckmin,não sei se coisa pior seria feita,mas na certa fariamos um churrasco de¨gente da massa cheirosa¨ e não da¨gente da massa cheirosa¨.Pra bom entendedor uma palavra só basta não é mesmo,senhor lui?

  • A Folha/UOL divulgando esta safadeza? Sim, porque se trata de Alckmin. Não, se no governo estivera o Serra. Com certeza deve se tratar de um recado. Faça o meu jogo, senão eu lhe ferro. Kassab, o poste, já está no caminho do “picolé”. Porque, na jestão Serra, não divulgaram a terceirização da saúde pública e das bilheterias do Metrõ, em São Paulo? É briga de bicudos e o PIG tirando sua casquinha. Mas os 3.500 de Higienópolis são a nata da parentada da FIESP, dos 120.000 que detém mais de 50% da renda do Brasil. Da mesma forma que toda a cambada de sonegadores que lavou as burras de dinheiro com o fim da CPMF que o governo Lula planejava aplicar na saúde pública – uma campanha mentirosa em que o PIG, a soldo e comprometido, se esmerou em manipular e em engabelar a população, prometendo-lhe a baixa dos preços – os 3.500 criam uma espécie de jurisprudência. O voto, petição ou o que for, de um só da massa cheirosa vale por 200 da massa suada e fétida. E os tucanos e a massa cheirosa bem que querem implantar o voto facultativo. Porque será? Porque são minoria e se pretendem maioria. Ah, se os milhares de assinaturas encaminhadas à madame Cureau tivessem a mesma força que as dos ricações de higienópolis. Allez, D. FHC junto ao príncipe herdeiro, o seu delfim, o cardeal Serra. Não desistam e unam-se ao pior dos fundamentalismos para acabarem de vez com o Brasil, como vocês só pretendem.

  • Urbanismo demofóbico

    Seguindo o exemplo do civilizado Morumbi, o bairro paulistano de Higienópolis conseguiu se livrar da gentinha fedida que circularia por suas alamedas impolutas caso houvesse uma estação de metrô na região. Agora, num arroubo de inteligência administrativa dos gênios a serviço de Kassab, os conflitos de torcida que envolvem o estádio do Pacaembu terão para onde escoar.

    A rede metroviária criada na longa hegemonia demotucana é tão ridícula que a propaganda oficial se vangloria de atender aos estudantes da PUC, situada num morro distante, que precisarão andar como beduínos para tomar os vagões lotados. Assim funciona a lógica ambientalista que proíbe sacolas gratuitas: o contribuinte assume todos os sacrifícios, enquanto o verdadeiro poluidor apenas enriquece.

    Azar dos trabalhadores que amealham seus trocados em Higienópolis. Enquanto eles geram e resguardam o patrimônio da educada burguesia cosmopolita, os patrões elogiam o metrô parisiense, com suas estações em todas as quadras da cidade. Mas lá o pobre é mais cheiroso. E fala francês.

    http://guilhermescalzilli.blogspot.com/

  • É isso aí, Edu! Paulistanos, esquentai vossos tamborins pois vai ter muito samba, churrasquinho de gato, mulatas e mulatinhos! O FHC estará lá. Esqueceram que ele também é mulatinho? Vai ter também aquela musiquinha dos Novos Baianos: “chegou a hora dessa gente ‘diferenciada” mostrar seu valor…”

  • Sabe o q é isso:a Elite De São Paulo não quer a copa-2014.entenderam!agora,com uma Mídia dessa,nós não vamos para frente.mas,aqui no Brasil Criticar a Imprensa é”PERDA DE TEMPO”!

  • O FHC não precisa assinar abaixo assinado. Ele liga mesmo:

    “ô Alkmin, te ajudei tanto em 2006 e agora c faz uma dessas comigo?! Assim não dá!”

    “Sim, Vossa Majestade”

  • Uma importantíssima correção ao seu texto, vitimado por um esteriotipo mentiroso que contamina até pessoas bem intencionadas como você : OS POBRES QUE TRABALHAM PARA OS FASCISTAS DE HIGIENÓPOLIS SÃO PAULISTAS MESMOS! ASSIM, ESSA “IDEIA” ESTÚPIDA DE ASSOCIAR OS NORDESTINOS À POBREZA EM SÃO PAULO(COMO SE ANTES DA MALDITA MIGRAÇÃO, QUE OCORREU NA METADE DO SÉCULO XX, SÃO PAULO VIVÊSSE EM ALGUM OUTRO REGIME ECONÔMICO QUE NÃO FÔSSE O MESMO CAPITALISMO DEPENDENTE EXISTENTE EM TODO O BRASIL, O QUAL NECESSITA E “FABRICA” POBRES PARA A SUA VIABILIZAÇÃO); POIS BEM, ESSA “IDEIA” DELIRANTE E TOLA JÁ FOI SUPERADA HÁ MUITO TEMPO POR UMA REALIDADE ECONÔMICA INDISCUTÍVEL : O PROGRESSO ECONÔMICO DO NORDESTE, QUE CRESCE DE FORMA ACELERADA DESDE O GOVERNO LULA, A PARTIR DO QUAL PASSAMOS A NÃO MAIS VER O DINHEIRO DE NOSSOS RECURSOS SER ROUBADO PARA SUSTENTAR O “DESENVOLVIMENTO” SULISTA, PRINCIPALMENTE DE VOCÊS PAULISTAS! Nesse novo Nordeste, ainda é preciso ressaltar uma realidade em particular. falo de Pernambuco, o qual, cresce há taxas chinesas há vários anos(para conhecer-se melhor o salto fantástico que dá a Economia pernambucana, sugiro ler-se os textos do blog de Paulo Henrique Amorim, que é carioca, sobre o assunto)e logo será o 3º estado a superar São Paulo em renda per capita. Por sinal, nosso crescimento já gerou uma interessante ironia : agora são os “sulistas”, principalmente os paulistas, que migram para o Nordeste em busca de empregos, mais especificamente como operários nas gigantescas obras de SUAPE que, pelo padrão tecnológico que possuem, remuneram generosamente seu operariado, transformando esse cargo em bastante atrativo para pessoas de todo o Brasil. Nem preciso dizer que os pernambucanos estão de olho e garantirão que continuemos a ser sempre a maioria esmagadora em todas os setores dos novos empreendimentos em nosso estado. Por falar em progresso de Pernambuco, sugiro a você que procure ver na INTERNET a propaganda parrtidaária do PSB, se ainda não o fez, cuja estrela é o Governador de Pernambuco e Presidente daquele partido, Eduardo Campos. Tenha certeza de que essas inserções são um prmeiro passo para a consolidação definitiva de Eduardo como um líder político nacional, o que viabilizará seu nome para vice de Dilma em 2014(deixando Temer relegado adequadamente à província de vocês). Um dia vocês,”sulistas” e paulistas, terão que descobrir o mapa do Brasil.

    • Confirmo suas informações, Carlos Henrique. No entanto, a quase totalidade das pessoas do outrora “Sul Maravilha” ainda não se deram conta da virada que o Nordeste está aplicando. Simlesmente porque a imprensa “livre” – isto é, a mídia heredo-burguesa, não divulga. Quem pensar que LULA/DILMA ganharam disparado aqui por causa do Bolsa-Família está quadradamente enganado.

      • Almir : Obrigado pelo elogio! Suas afirmações são corretíssimas! Esses sulistas bitolados, os quais, têm suas mentes teleguiadas pela Globo, ficam pasmos diante de afirmações como as minhas(comprovadas numericamente por quem se der ao trabalho de uma simples pesquisa na INTERNET), por viverem em um delírio esquisofrênico perpétuo, graças à ação da ditadura midiática, mas também por culpa de suas mentes reacionárias e limitadas. Como eu, você sabe o esforço que os barões da comunicação fazem para controlar o Nordeste, e vê o quanto são derrotados, uma vez que a região é quase toda dominada pela esquerda há vários anos. Há exceções entre os sulistas : Eduardo Guimarães é uma delas. Seu progressimo político é tão saudável que costumo lembrá-lo de que só possui um defeito : Nasceu em São Paulo, mas no resto parece um nordestino! Todavia, infelizmente Eduardo faz parte de uma minoria consciente e por isso mesmo é necessário que pessoas, como você e eu, chacoalhem esse sulistas dominados pela Globo, afinal eles votam para presidente e podem, por sua cegueira, acabar prejudcando o futuro de nosso país.

    • “Maldita migração” por quê?
      Eu lhe digo o porquê. Porque essas pessoas não tinham horizonte, morriam de forme, tal qual os imigrantes que vieram para o Brasil e o próprio lula que saiu daí. E aproveite essa sua revolta bairrista para pedir ao lula que regresse ao seu estado natal. Seria uma prova de amor que ele daria à sua população, em troca de todos os votos que ele e a presidente receberam.
      Estude História e deixe de falar asneiras.

      • Ramiza : “Asneira” fala você, sua imbecil “sulista”! Você é que não conhece nada da História, além de seus esteriótipos idiotas, produtos da uma mente estreita de sulistinha imbecil, teleguiada pela Globo. Se essas pessoas viviam mal no passado era por culpa da ordem tributária federativa criminosa, que concentrava os recursos, arrecadados em nossos estados, no Sudeste(principalmente nessa cidadezinha insuportável em que você vegeta, São Paulo). “Desenvolvimento” assim, às custas do dinheiro dos outros, é muito fácil : não é desenvolvimento, é roubo, sua retardada! Pare de ver as imbecis novelas globais, vá ler(já ouviu falar disso : ler? Faça um esforço, talvez você consiga. todavia, se a sua cabeça doer muito com o sacrifício, pare, não quero que acabe culpando-me por ter um derrame!). Se conseguir, leia CELSO FURTADO, TÂNIA BARCELAR e outros grandes representantes do pensamento econômico brasileiro, e verá comprovadas cada uma das afirmações que fiz.. Lula apenas estabeleceu Justiça tributária : passamos a receber de volta, na forma de investimentos, nosso dinheiro arrecadado em tributos. A ÚNICA QUE DEVE SE MUDAR AQUI É VOCÊ, SUA FASCISTA DE MERDA : PARA O HOSPÍCIO MAIS PRÓXIMO! Há um termo que define bem você : Idiota!

  • Para os moradores de Higienópolis, um churrascão feito por essa gente diferenciada deve equivaler a um ritual antropofágico. A nobreza provavelmente vai sair do bairro, com medo de que o churrasco seja feito com carne nobre.

  • Se pudesse ir daqui de Pariquera-Açu, levava uns cachos de banana ouro e uma cacetada de lambari pra fritar na hora e acompanhar a Itaipava gelada do Gerolimich, kkk!!

  • O patético dessa história, para mim, é o (des)governo paulista atender a uma reivindicação absurda como essa… Isso mostra bem para quem eles governam…

  • Que poder tem a internet. O jornalista que iniciou o movimento declarou que era apenas uma página de gozação, mostrando a posição ridícula dessa elite burra. Ele nem tinha mesmo a intenção de realizar o evento. Mas virou bola de neve. Agora, o movimento ultrapassou o ponto de não retorno.

    Os que forem poderão usar a criatividade para satirizar os ricaços: podem levar farofa, radinhos portáteis, ir calçando chinelos. Um rapaz no facebook perguntou se alguém tinha uma daquelas piscinas reagan, de lona. É uma ideia…

  • Os ricaços de sampa tem razão! Ora bolas, são ricaços para quê? para aturar na vizinhança um monte de gente feia, mal vestida e mal educada? “Quem gosta de miséria é intelequitchuaauu, pobre gosta mesmo é de luxo”!!! Frase perfeita do ex-pobre JoaozinhoTrinta! Se vc gostam de pobre + churrasquinho de gato, levem pras suas casas…pimenta nos olhos dos outros é refresco….

  • Se eu morasse em SP com certeza iria comparecer ao churrasquinho também, rs. Acho que o pessoal dederia marcar um evento desses agora todo fds, para encher o saco da elite preconceituosa. Primeiro um churrasquinho, depois uma feijoada, e por aí vai…

  • Edu, genial … valeu … bom de maaaaaiiiiiiiiis. Já pensou numa revolta dos serviçais comprando helicópteros, para irem ao trabalho, vai ser um horror.

  • Caro Edu, o convite é só para os paulistas? E nós mineiros, vamos perder este encontro tão fantástico? De cara, como minha família é pequena, levarei um frango pré-assado para não ocupar muito as grelhas das churrasqueiras. Vc lembrou de convidar o Serra? Ele adora churrascos. A foto está aí para nos lembrar da última campanha dele.

  • Se Paulo rouba(confisca) de Pedro e da para João, Paulo sempre terá o apoio de João.
    …………
    http://www.youtube.com/watch?v=g0bi_-pPOOo&feature=related

    “Sabe eu acho que tem havido uma falácia implícita básica neste contexto de medidas de bem estar e seguridade social e essa é a falácia (em essência).
    ………
    A falácia que é viável fazer o bem com dinheiro dos outros.
    …………..
    Agora veja, essa visão tem dois problemas:
    Se eu quero fazer o bem com o dinheiro dos outros, em primeiro tenho que tira-lo de você, isso quer dizer que a filosofia do estado de bem estar de fazer o bem com o dinheiro dos outros, bem no fundo é uma filosofia de violência e coerção; é contra a liberdade, porque eu tenho que usar a força para conseguir o dinheiro.

    Em segundo lugar, muito poucas pessoas gastam o dinheiro dos outros tão cuidadosamente quanto gastam o seu próprio.”

    • O “Aliança Liberal” tem toda razão. E este churrasco, de 14/05 ocorrerá após a data bárbara de 13/05 (Abolição da Escravidão).
      Dia em que, para fazer cortesia com chapéu alheio, proibiu-se a Escravidão.
      Ora, os donos de escravos tinham direito de estuprar, explorar, torturar e assassinar escravos. Eram suas propriedades.
      E o Estado roubou este direito. Pelo menos os indenizou.
      Estes assassinos, estupradores e torturadores construíram maravilhas neste país.
      Dentre as quais Higienópolis.
      Fora metrô! Viva a escravidão.

      Obs 1: Este texto é irônico
      Obs 2: O Liberalismo no BraZil SEMPRE foi até a senzala.

      • Os liberais eram e são contra a servidão quem é a favor do novo senhor de engenho eos progressistas, este senhor de engenho mudou agora morra em Brasilia, não cobra mais o Quinto, a aliquota agora é de 50%.

        O escravo agora pensa que é liberto que é independente, é o escravo perfeito.

        O novo senhor de engenho agora diz que vai cuidar bem dos seus escravos vai dar educação saude e segurança tudo isso “digratis”.

        Nada como a servidão voluntária para mudar o mundo.

        • Neo-liberalismo = escravidão.

          Os liberais são contra a escravidão, mas adoram obrigar os trabalhadores a se matarem por um prato de comida, pra se apropriarem da mais-valia.

          E adoram quanto o Estado “liberal” deles desce o sarrafo nos trabalhadores que exigem melhores condições de trabalho e de vida. A tortura desses lhes dá verdadeiros orgasmos.

          E enquanto calam os mais pobres, e os obrigam, a chibatadas, a retornarem à labuta pelo prato de comida, enchem a boca pra se declararem anti-escravocratas.

    • Mais uma vez: esse capital “roubado” pelo Estado foi igualmente “ROUBADO” do trabalhador E do consumidor. Mas, esse “roubo” vc acha correto, enquanto reclama do outro – pimenta no dos outros é refresco, não é mesmo?

      Mas a questão principal é que impostos não são “roubo” algum, já que todos os contribuintes se beneficiam do poder público, e os que tem mais capital se beneficiam MUITO mais do que os outros.

      Bom, cansei de alimentar mais um troll.

  • “o ex-Estado relativamente mais rico da federação, que as administrações tucanas conseguiram pôr em 3º lugar”

    O senhor está enganado. São Paulo é o ESTADO que tem o maior PIB per capita (vale lembrar que o DF não é Estado).

      • Não seja teimoso!

        Dados mais recentes disponíveis sobre PIB per Capita.

        São Paulo ▲ 24.457
        Rio de Janeiro ▲ 21.621
        Santa Catarina ▲ 20.369
        Espírito Santo ▲ 20.230
        Rio Grande do Sul ▲ 18.378
        Mato Grosso ▲ 17.927
        Paraná ▲ 16.928
        Minas Gerais ▲ 14.233
        Mato Grosso do Sul ▲ 14.188

  • antes de fazer política, é melhor pensarmos bem antes de corrermos o risco de falar BOBAGEM ou de passar ridiculo

    Aquele bairro já é servido, NÃO por UMA, mas POR TRÊS estações próximas (mar.Deodoro, Consolação/Mackenzie e Republica)

    ..colocar uma estação interna iria SIM ajudar a DETERIORA-LO ainda mais

    Pra quem vive só no Céu, ou no Paraíso, experimente vir pra periferia de SP, aqui sim falta tudo, e só sobra os ineficientes corredores de ônibus vendidas como vitória (de Pirro) pela esquerda

    VC que esta no céu, visite a estação Klabin que serve bairro chique ..veja como ela é deserta ..como teve dinheiro público jogado fora lá

    METRÔ custa caro, melhor se o dinheiro empregado fosse gasto na reforma do MINHOCÂO, transformando-o num corredor aéreo pra monotrilhos e jardins suspensos ..aqui ganharia a cidade, o ar, os moradores e visitantes, os ricos e pobres ..inclusive o metrõ que passa por baixo e esta super-lotado

    Francamente, defender metrô em bairro de bacana ..só a nossa esquedopatia de sujinhos seria capaz de produzir algo assim

    • Você está enganado, meu amigo. Minha esposa tentou pegar o metrô hoje na chácara Klabin… Passaram quatro e ela não conseguiu pegar nehnum pelo excesso de pessoas… Mais Metrô e mais estações e viva nóis que somo diferenciado…rs…

      • ..grato por sua atualização e atenção

        ..mas reafirmo, enquanto estações encontram em quase que toda hora do dia um fluxo quase que intransponível, a KLABIN parece o paraíso ..já cheguei a ficar SOZINHO na plataforma, de dia útil, e não faz tanto tempo assim (2010)

        ..e pensando bem, melhor vc nem achar ruim, imagine a periferia que nem isso tem (embora eu sei, por ter morada, aí, que o que lhes falta é RUA (vcs só tem 3, Vergueiro, Lins e Abraão de Moraes pra se locomover)

        e sobre o resto, vc tb acha que Higienópolis merce OUTRA estação nas proximidades? ..acha que uma estação lá é prioritária e lhe faria bem? ..vc soube dos índices de criminalidade depois da inauguração da estação da V.Prudente e do Ipiranga?

        Acha este protesto sensato ..estes que os sujinhos querem fazer ..ou é um meio que “psicologia reversa”, quanto o NÃO tenta atrair um SIM impulsivo?

        E sobre o minhocão, não te parece ser melhor pra cidade do que ficar perdendo tempo em defender bairro pronto e bem servido?

        abrá ..e obrigado por ter me ouvido

        • Desculpe Romanelli, mas realmente não entendi o que você quis dizer…

          Concordo que a periferia precise de mais e melhores transportes, entretanto, essa obra já está licitada e a sua mudança e/ou exclusão não levrá mais transportes para lá. O que se critica é a tentativa de impedimento para que os caros óculos ray ban, que onamentam botocadas faces do Higienópolis, não tenham que mirar a gente diferenciada…

          Abs

          Roberto

      • e complementando meu comentário Roberto, talvez pra tentar deixar mais claro aos que não conhecem a região

        O problema da KLABIN é que as estações que vieram depois dela (sacomã, Ipiranga e V.Prudente) deixaram o sistema super-lotado antes mesmo dele chegar ao seu bairro

        ou seja, dependendo por onde se olhe, vc tem razão, o metrô aí ficou impraticável ..pois os trens já chegam LOTADOS

        ..mas a outra verdade continua em pé, a estação em si, a KLABIN, esta continua vazia, um deserto incapaz de atrair o público daí, que ainda só pensa em se locomover de carro pelas poucas ruas do bairro

        abrá

        • Desculpe Romanelli, mas realmente não entendi o que você quis dizer…

          Concordo que a periferia precise de mais e melhores transportes, entretanto, essa obra já está licitada e a sua mudança e/ou exclusão não levrá mais transportes para lá. O que se critica é a tentativa de impedimento para que os caros óculos ray ban, que onamentam botocadas faces do Higienópolis, não tenham que mirar a gente diferenciada…

          Abs

          Roberto

        • Caro Sr. Romanelli, devido a certas informações erradas em seu comentário parece-me que o Sr. está escrevendo sobre o que não conhece. Não teria problema em fazê-lo se não acusasse de forma soberba os interlocutores de falarem bobagem e passar ridículo.

          A Avenida Angélica encontra-se no meio de um bairrro residencial elitista da cidade, mas ela mesma é uma importante artéria comercial entre a região central e a Avenida Paulista. Não se trata portanto deatender a um bairro rico e sim de ordenar o transporte das pessoas na cidade.

          As estações que o Sr. elencou como próximas não servem àquele bairro. Estão relativamente próximas justamente porque aquela é a região central, onde ocorre o entroncamento de diversas linhas, motivo pelo qual a linha 6 foi projetada passando pela região. Não se trata de desviar a linha de metrô, ela VAI PASSAR por alí porque as pesqueisas de origem/destino e outros fatores técnicos recomendam esse trajeto. Se a linha VAI MESMO passar por uma grande avenida comercial e a distância das demais estações recomenda a construção dessa estação, é um absurdo não construí-la, deixando um trecho longo sem acesso ao metrô, apenas para satisfazer o elitismo de algumas pessoas. É como retirar um ponto de ônibus de uma avenida comercial e fazer os trabalhadores da região passarem pela avenida sem poder descer ou verem da rua o ônibus passando sem poder subir.

          A estação Kalbin foi projetada para ser o entroncamento entre a linha lilás e a linha verde do metrô, ligando a zona sul e a zona leste da cidade e desafogando a estação da Sé. Atende portanto a bairros distantes e super populosos. O fato da linha lilás, que deveria ter suas obras iniciadas em 2005, estar com a licitação suspensa por fraude e nem ter sido iniciada ainda não é culpa dos engenheiros que porjetaram as linhas ou a estação, mas sim da incompetência do Alckmin e do Serra, que não conseguem tocar a obra nem mesmo com os financiamentos já feitos e deixam que a corrupção corra solta, prejudicando a população.

          Moro no Ipiranga e garanto ao Sr. que ninguém lá acha que o metrô piorou o bairro. Essa opinião é só sua.

          Metrô é caro, mastem a melhor relação custo/benefício, sendo o transporte mais barato por passageiro e com enorme impacto positivo no trânsito.

          Não sei se o seu projeto para o minhocão é bom ou não, mas o fato é que não tem nada a ver uma coisa com a outra. Como disse acima, a linha 6 VAI PASSAR por lá com ou sem estação. O que se está fazendo é retirar um acesso ao metrô, reduzindo sua utilidade por manter quem trabalha na avenida dependende dos ônibus, sem economizar coisa alguma.

          Os corredores de ônibus não são a melhor solução para o trânsito da cidade, mas estão longe de ser inúteis como o Sr. afirma completamente equivocado. Acho que esse equívoco (intencional ou não) é provocado pelo desespero em criticar a esquerda e defender a direita. Ora Sr. Romanelli, onde já se ouviu falar que corredores de ônibus são esquerdistas? Chega a ser cômico ler uma coisa dessas.

          Os corredores de ônibus são uma solução técnica para melhorar a circulação do transporte público mais utilizado na capital. Infelizmente estamos com um déficit de linhas de metrô medonho, que a incompetência tucana agravou de forma assustadora nos últimos 16 anos. Portanto o metrô apesar de ser a melhor solução, não poderá atingir a abrangência necessária em curto período de tempo. O trânsito está congestionado em toda a cidade e com isso os ônibus não circulam, espantando os passageiros que dispõe da possibilidade de usar o transporte individual. É um ciclo vicioso. Os corredores permitem aumentar a velocidade de circulação dos ônibus, atraindo passaeiros que poderiam estar utilizado seus carros, o que leva a um ciclo virtuoso.

          Serra, quando eleito, enterrou um plano que tinha financiamento do BNDES para fazer 300 quilômetros de corredores de ônibus nas principais vias da cidade. O custo desses 300 Km de corredores de ônibus era o mesmo dos 8 Km do Fura-Fila, que Serra e posteriormente Kassab preferiram fazer. A escolha foi por eles acharem que os corredores de ônibus são esquerdistas?

          Serra criticou a criação do corredor de ônibus da Avenida Rebouças em 2004 porque dizia que era inútil um corredor de ônibus paralelo a uma linha de metrô. Referia-se a linha amarela, cujo financiamento foi obtido em 2004 juntamente com o da linha lilás. Pois estamos em 2011 e a linha amarela ainda não funciona após as 15 horas, além do que conta com apenas 3 estações. Portanto se fosse pelo Serra os trabalhadores que usam o corredor da Rebouças a quase sete anos estariam sem esse recurso, à mercê da incompetência tucana.

          • Rui

            Quem esta ideologizando e politizando o debate é vc ..acredite, sou mais de esquerda que a maioria que se dizem assim (e isso pouco importa com o tema)

            REITERO, os corredores de ônibus AGRAVAM o transito de SP ..ainda bem que o estrupício do SERRA os brecou, PONTO pra ele ..estes corredores, na maioria, são puxadinhos SIM, gambiarras mal feitas ..tomaram vias de veículos (poucas) e deram pro transporte de massa de péssima qualidade

            eu disse que era e a esquerda, pq é ela quem mais se vangloria

            Não falei que o Ipiranga piorou, falei que há bairros que pioram pq ficam visados (veja as estatísticas perto da USP por ex) e outros que foram indiretamente afetados

            A própria imprensa noticiou que depois que a estação Ipiranga e V.Prudente, próxima de favelas, foram inauguradas, a VIOLÊNCIA aumentou por topa linha verde

            e qto a Higienópolis, o BAIRRO é servido por 3 LINHAS sim !!! ..muito mais que a saúde por ex,, aonde a distancia da Sta Cruz e Pça da Arvore tem UM BURACO no meio (antiga estação Luis Goes) ..e nem por isso o povo morreu por andar um ou dois quarteirões a mais ..andar faz bem

            a revitalização do MINHOCÃO, mais barata, seria melhor pra todos, beneficiando indiretamente até quem mora de Itaquera a Perus (leste, oeste)

            ahh sim, e já que vc falou da Av Angelica ..PRONTO, praticamente ao final dela tem MAIS uma avenida, a das Clínicas ..e ainda a região vai ganhar mais uma QUINTA, a do Pacaermbu

            reitero ..venha pra periferia pro cê vc ver como é bão ..HIGIENÒPOLIS não precisa de metrô ..não antes que a imensa maioria de outros bairros e pontos da cidade

          • Romanelli, eu não sei se você é de esquerda ou não e nem me importo com isso. O caso é que a questão dos corredores de ônibus não é ideológica e quem está ideologizando é você, ao associar um equipaento urbano (os corredores) com uma ideologia (esquerda), independentemente de ser você de esquerda, direita, centro ou o que for. Sinceramente, essa devolvida de bola em dize que sou eu que estou fazendo o que você fez, simplesmente por criticar tal associação é apenas uma forma de tergiversar.

            Você póde reiterar o quanto quiser que os corredores de ônibus agravam o trânsito. Pesquisas feitas por técnicos da área dizem eles melhoram o trânsito e isso no mundo todo, com dados objetivos, não no chutômetro. Os motoristas dos carros particulares tem a impressão de que o trânsito piorou porque obserrvam os ônibus circulando nos corredores enquanto eles estão parados em seus carros nas pistas normais. Mas isso é apenas egoísmo de quem acha que se alguém foi beneficiado sem ser ele, então ele foi prejudicado. Os corredores diminuem o espaço para os carros, mas retiram mais carros das ruas do que os que ocupavem as pistas reservadas aos ônibus. Para isso é necessário que as condições de conforto (como o grau de lotação), o itinerário e a frequência dos ônibus não sejam ruins a ponto de neutralizar a atratividade produzida pela maior velocidade de circulação que os corredores produzem.

            Aliás quando diversos os corredores de ônibus foram inaugurados no final do governo da Marta, houve esse efeito de redução de carros em circulação. Pena que os ataques políticos feitos pela imrensa em função das eleições tenham queimado essa solução técnica, associando-a ao PT, quando na verdade é uma questão de planejamento urbano que não deveria ser usado como elemento de proselitismo político.

            Contra dados objetivos e os conhecimentos técnicos de urbanismo o que você apresenta é apenas sua teimosia em reiterar, porém sem apresentar argumentos.

            Em relação aos bairros piorarem ou não, eu não disse que sua afirmação era especificamente sobre o Ipiranga. Dei apenas meu testemunho pessoal do que observo em meu bairro, que recebeu recentemente estações de metrô. Mas eu acho que dizer que uma estação de metrô piora um bairro é uma afirmação equivocada. O que você quer dizer com isso? Que não se deve fazer estações de metrô perto de favelas? Que a cidade deve segregar a população mais pobre que, privada de locomoção não vai poder espalhar sua violência (já admitindo que pobreza e violência andam juntas) pela cidade? Que os bairros dos ricos devem ser protegidos da “gentalha”?…

            Quanto a Higienópolis, o bairro não é servido por 3 linhas de metrô, existem 3 linhas de metrô passando próximas porque ele é um bairro central. Você acha que se uma linha de ônibus passa por uma rua é razoável não fazer um ponto de ônibus nela para as pessoas não terem acesso, argumentando que já existem pontos demais? É o cúmulo do contrasenso. Eu coloquei o argumento e parece que você solenemente o ignora, mas é FATO. Higienópolis é PASSAGEM por ser central. Colocar ou não a estação na Angélica deve seguir critérios técnicos definidos por pesquisas de origem e destino. O que não pode é deixar de atender a esses critérios porque quem mora no bairro não quer “pessoas flutuantes” perturbando a diferenciação dos moradores. Se fosse um bairro pobre ou mesmo de classe média não haveria nem discussão. Esse argumento do sossego dos moradores seria considarado em sua real dimensão, sem ser ignorado, mas sem se sobrepor aos interesses da maioria dos habitantes, dentro de critérios técnicos. Esses critérios só estão sendo ignorados porque trata-se de “pessoas diferenciadas”, ou seja, ricos e poderosos.

            A história do “andar faz bem” foi uma piada humor negro e sem a menor sensibilidade social. Quem vai andar? Os diferenciados é que não. Apenas os flutuantes, o populacho que trabalha na Avenida Angélica ou nos prédios dos diferenciados e os que tem que passar pela região. Boa essa, em vez de transporte público para os não diferenciados, basta ensiná-los que “andar faz bem”… É dose.

            Não vou comentar sua fixação pelo MINHOCÃO. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. O governo do estado não está alegando que vai deixar de construir a estação para usar o dinheiro em outro projeto.

    • A questão não é essa. Não importa se o bairro precisa ou não da estação.

      Uma questão é que a decisão se baseou na vontade de 3500 pessoas, e não em considerações técnicas, nem na vontade popular.

      A outra questão é que esses 3500 não estão nem aí se o bairro precisa ou não do metrô. Tudo o que querem é impedir que os que chamam de “diferenciados” transitem por lá.

      Ou seja, a questão é que o Estado tucano de SP serve a uma meia dúzia de milionários preconceituosos, e não ao povo.

      O resto é perfumaria.

  • É assim que a direita quer fazer as coisas, o interesse privado deles sobrepondo o interesse público. A direita odeia pobre, sempre odiou. O que eles querem é um país onde haja uma pequena casta rica e uma grande maioria pobre os servindo. Eles odeiam o estado e criam todos tipos de preconceitos para minimizá-lo, porque este é a única saída dentro do capitalismo de modificar a situação socio-econômica do país, inclusive melhorando a qualidade de vida destes mesmos que o criminaliza.

    Ôh gente nojenta.

  • Bom dia Edu,

    Eu queria saber o que as mulheres, e principalmente as negras e mulatas, acharam do convite para que apareçam bezuntadas de óleo…

    Também gostaria de saber se você apóia essa faceta machista/sexista/racista do evento. Você é a favor dessa exibição feminina sugerida pela imagem?

      • E antes do churrascão eu levava as “besuntadas” pra fazer umas comprinhas na Daslu.
        kkkkkkkkkkkkkk

        HAHAhahaH

        A elite brasileira SEMPRE foi ridícula. não?
        Desde o tempo das colônias
        Vai para europa torra dinheiro , em pose de novo rico se achando e só passa vergonha.

        Rasteja diante de qualquer estrangeiro BRANCO de “1º mundo”(bem entendido)e despreza o próprio país.

        É isso que ensinam aos filhotes que depois saem nos facebook da vida pregando a morte de nordestinos, preto e não sei mais o que.

        A elite tenta se livrar do viralatismo de sua alma desprezando os pobres e o próprio país.

        É assim desde que Cabral chegou por aqui.

  • Conformada minha presenca virtual. Meus mecanicos conseguiram concertar meu jato e chego a tempo.
    Como eu sou muito bacana levo wiskey e flambe

  • à pesquisar:
    corre a lenda entre os estudantes da usp que a reitoria vetou uma estação do metro dentro do campus. o motivo alegado teria sido que o acesso não poderia ser controlado.

  • Eduardo, tudo bem?

    Acho que o Serra, o Kassab e o FHc podiam montar uma rede de fast food popular: um carrinho de dogão prensado e se dedicarem a novos desafios, porque ninguém mais (a não ser higienópolis e outros troços da mesma categoria que infestam SP) quer saber deles.

    Pelo menos dá para ver que há resistência em SP contra estes fascistas, e talvez sua população se liberte da ditadura tucana e sua noite de trevas piguentas

  • Estão certíssimos os moradores de Higienópolis. Estão apenas defendendo sua qualidade de vida. Ou alguém aqui queria uma estaçaõ de metrô na porta de casa? Perder o sossego e ver seus imóveis desvalorizarem com camelôs, assaltantes, mendigos, drogados, etc ? Sem dúvida a cidade precisa de metrõ, mas as estações devem ser em locais adequados, o mais longe possível de áreas residenciais.

    • Ser morador de um bairro não significa ser dono dele. Essa é uma mentalidade colonial de certa elite que reclama do Estado por não oferecer metrô e, ao mesmo tempo, mede a necessidade de uma estação de metrô pelo seu próprio conforto e não pelo interesse da maioria. Aliás, esse é um bom mote para um post.

    • Fala de drogados como se dentro dos apartamentos de luxo não rolasse muita farinha.
      Ah, mas claro que os “drogados” que incomodam são só os “diferenciados”, não é?
      Aqueles escurinhos.

      Santa hipocrisia.

    • Você é morador do Higienópolis, meu caro? Tá chamando os usuários de metrô de drogados, mendigos etc.? Precisa andar mais de transporte público para ver que a grande maioria do público usuário é composto de pessoas de bem.

      Sua mente é problemática… Invés de criticar a falta de segurança, de responsabilidade do Estado, prefere condenar os usuários do metrô…

      Pense melhor…

      Atenciosamente

      Roberto

    • É esse tipo de mentalidade que incentiva “pessoas” (???) a assassinarem outros queimados. Lembra do caso do indío Tapajó, em Brasília? Cuidado para, caso saia a estação, não sugerir que os moradores queimem os moradores de rua, que tanto o afligem, “para que eles nunca mais cheguem perto daquele bairro e não desvalorizem aqueles imóveis”…

      Esse tipo de discurso valoriza mais o preço do metro quadrado do que as pessoas… Seria cômico, não fosse trágico, o seu “raciocínio” (???)

      Atenciosamente

      Roberto

    • Isso so pode ser brincadeira. Nao me lembro de drogados e mendigos ou “indesejaveis” em estacoes na paulista, na linha azul, ou na linha vermelha. Alias a policia do metro faz sempre um bom servico.

      O unico local que recordo de problemas é no anhangabau e na se, por motivos obvios, onde haveria crime mesmo sem a estacao do metro, onde falta policiamento.

  • A vontade de 3500 contra a necessidade de pelo menos 25 mil cidadãos que se beneficiariam diariamente da facilidade do transporte.

    Não se trata de um abaixo-assinado contra despejos, contra remoções ou coisa do tipo – como acontece no absurdo projeto da Nova Luz -, mas simplesmente do desprezo que 3500 pessoas sentem por outros seres humanos. Ódio de classe do mais claro e vergonhoso. Ódio contra a humanidade.

    Os direitos dos 3500 que assinaram o abaixo-assinado não serão prejudicados. Estes não serão removidos, não terão casas invadidas ou serão expulsos delas (como acontece com moradores de favelas, isto se estes riquinhos souberem o que é uma favela para além das fotografias e imagens da TV), mas tão somente terão de conviver com uma estação de metrô, que facilitará a vida de milhares de outros cidadãos.

    Trata-se de uma minoria que não sofrerá qualquer prejuízo se insurgindo contra uma maioria beneficiada… E com o governo defendendo essa minoria!

    Não surpreende que o governo escute a voz destes 3500 frente aos 25 mil imediatamente beneficiados (isso por baixo, muito por baixo).

    Alguém duvida que o poder aquisitivo destes 3500 supere – e muito – a dos demais beneficiados? Aliás, qual seria a surpresa se descobríssemos que todos estes são eleitores do mesmo PSDB do governador Alckmin? Doadores do partido, filiados, simpatizantes e até mesmo políticos ligados?

    http://www.tsavkko.com.br/2011/05/lugar-de-gentediferenciada-e-longe-de.html

  • Vou passar o link pra galera de São Paulo comparecer. 🙂

    Documentário – Utopia e Barbárie – Documentário de Silvio Tendler reconstrói o mundo a partir da II Guerra mundial. http://is.gd/mAH7Gh

  • O que há na verdade é a inveja dos ricos! Inveja por parte de pseudo-intelectuais de botequim, de empresários fracassados e burocratas regressivos, enfim, da galera esquerdosa que, tendo ferrado suas próprias vidas, quer ferrar as dos outros também. E há outra coisa pouco divulgada: o anti-semitismo, pois a maioria sabe que a colônia judaica é grande lá. A galera invejosa não tolera o sucesso alheio, em geral, mas particularmente o das pessoas dessa comunidade, sem dúvida alguma, vitoriosa.

    • Que apelação, hein?
      Antissemitismo?

      Nos dias de hoje com iSSrael quase terminando o processo de limpeza étnica e ROUBO das terras dos Palestinos nem é preciso mais ser antissemita.

    • Não, Ninel (nick estranho, hein? Quase tanto quanto seu pensamento deturpado),

      O que há é São Paulo, que é a quarta maior cidade do mundo, ter uma malha metroviária tão pequena… Quase tanto quanto o seu pensamento e das pessoas que não querem o aumento das estações, pelo menos não em bairros que não suportam ver gente diferenciada, para que possam viver em seus mundinhos de ilusão, a lá Manoel Carlos…

      Atenciosamente

      Roberto

  • Como disse o José Simão, o higienopolitário só gosta de metrô em Paris ou Manhattan.

    O Xuxú vai recuar por causa do churrrasco, criar a estação e chamá-la de, sei lá.

    Aceito sugestões para o nome da futura estação do bairro da eliti paulistana.

  • Irei sim! E confirmo as presenças das autotidades do meu pedaço: Uóxiton, Maikiu Jékison. Jucicleison, Jaquenilda, bola, Tati quebra-tudo e Jezoneide Princesa do funk. Ahh! Estou levando tb os bolachões do Ultraje à Rigor (Nós vamos invadir sua praia) e dos mamonas (Pelados em Santos). Chegou a vez do povo do “Soweto” reagir. rsrsrsr

  • Eduardo,não vou porque minha cidade,QUE NÃO É SEPARATISTA,fica muito longe.Sou morador de Alagoinha-PE.Mesmo assim fiquei pensando:será que eu indo com uma Buchada de Bode ou um Sarapatel,teria condições de usufruir dos mesmos ao lado do Farol de Alexandria (ou seria Farol de Higienópolis),digo FHC.

  • 1 – Quais seriam os 2 estados mais ricos que São Paulo, e quando ocorreu essa suposta ultrapassagem?

    2 – Qual o sentido dessa comparação entre as 3.500 assinaturas e “750 mil pessoas por mês”? Você pegou o fluxo diário e multiplicou por 30, simplesmente? Oras, se quer fazer uma comparação, que seja os 3.500 moradores com os 25 mil usuários diários. Essa tentativa de supervalorizar a quantidade de usuários, comparando algo fixo com algo mensal, é desonestidade intelectual.

    3 – Não entendi qual a razão da inclusão do nome de FHC nesse post, ainda mais da forma ambigua como a frase foi construída. Poderia-se interpretar que ele está entre os que protestaram, o que é absurdo.

    4 – Ao menos esse partido “elitista” é do governo que mais constrói metrôs no Brasil. Os metrôs federais, como o de BH, estão parados desde 2003, o que sequer abre a possibilidade de haver um protesto desse tipo em outras bandas.

    • A construção das novas linhas do Metrô de São Paulo tem financiamento federal.

      Os governos tucanos foram os que menos quilometros de metrôs fizeram desde a inauguração da primeira linha em 1972.

      A queda da qualidade do metrô paulistano foi contínua e constante desde o início das sequência de governos tucanos que devastam op estado desde 1994.

      São Paulo é de longe a cidade com o trânsito mais saturado em todo o País.

      Em 2004 o governador tucano Geraldo Alckmin anunciou a “maior expansão do metrô” com a extenção das linhas verde e lilás a construção da linha amarela. Isso deveria estar pronto em 4 anos. Após 6 anos apenas a extensão da linha verde está pronta. A linha amarela inexplicavelmente após um ano de sua “inauguração” ainda não opera em horário normal e a extenção da linha lilás nem começou, tendo sua licitação embargada por fraude.

  • Sei não, mas acho que esse evento de “diferenciados” pode inaugurar uma nova era em Higienópolis. Já pensaram se a moda pega e o evento vira um “hit” no Bairro, com programação periódica e grande afluência das massas “cheirosas, pero no mucho”? Aliás, eu teria mil sugestões de mini-eventos, dentro do evento maior, para uma “diferenciação” interessante:

    a) Sessão de distribuição de perfumes enjoativ…, digo, “diferenciados”
    b) Distribuição de retratos de Maluf sorrindo, de Serra beijando santos e outros congêneres
    c) Dicas sobre como beber bastante e se recusar a fazer o teste do bafômetro
    d) Jogos de memória com rostos de políticos do DEM “varridos” pelo presidente Lula do cenário político
    e) Exposição de fotos de senhoras vestidas com roupas ou usando assessórios vendidos pela Daslu
    f) E la nave va.

    Em tempo, espanta-me a tal moradora de Higienópolis ter usado a palavra “diferenciado” para o objetivo que usou, isso parece coisa de gente sem muito conhecimento do português (deve ser uma moradora “diferenciada”)… kkkkkk.

  • Esse churrasco dos¨magnatas¨da Higienopolis está com um forte cheiro de Baile da Ilha Fiscal,a ultima festa da monarquia brasileira,às vesperas da proclamação da república ou uma daquelas festas da nobreza decadente às vesperas da Revolução Francesa.Quem viver verá.

  • Considerando que os tucanos não vêm sendo eleitos por tanto tempo por apenas 3.500 moradores de Higienópolis, penso que grande maioria dos “organizadores” do churrascão tb já tucanaram muito e agora caíram na real. Devem estar sentindo na pele o sabor do preconceito contra o governo Lula, contra a presidente eleita e contra nordestinos, pobres, negros e tais. Discriminados pelos moradores de Higienópolis, agora esses paulistanos fiéis eleitores dos demotucanos (em extinção) aprenderam que segmento social seu voto tem favorecio neste Estado conservador. Nunca é tarde para aprender, e às vezes o tiro pode sair pela culatra, como parece ter sido o caso de Alckmim atender à reivindicação dessa “gente superior”. É posssível que colhamos bons frutos desse episódio.
    E viva o churrascão!
    Em tempo: eu levo a farofa.

  • E outra, claro que São Paulo não é o mais rico, toda a riqueza de São Paulo é transferida para os outros Estados, além do que ele mesmo arrecada, é incrível como ele ainda consegue se manter nessa.

  • OH! Edu,

    Eu iria com prazer, vestindo um modelito da DasPu e levando uma carrinho de fazer espetinho para servir com farofa, mas moro muito longe…

  • Meu caro Eduardo, o texto abaixo eu copiei do blog do Rodrigo Viana, parte final do texto.
    Achei maravilhoso o texto e resolvi fazer desse final o meu post..

    O churrasquinho é como se o povo, como fez Lula durante 8 anos, dissesse pra essa elite tosca: “não queremos ser iguais a vocês… Vocês é que deviam ser iguais a nós. Venham, sejam brasileiros! Venham pro nosso churrasquinho, aproximem-se! No Brasil, há espaço até para elitistas boçais.”

    Somos uma civilização imperfeita. É o melhor que podemos oferecer ao mundo.

    Somos um país que responde ao preconceito com churrasquinho! Viva o Brasil.

    Um grande abraço e digo a você com certeza, se a morasse em São Paulo eu iria com certeza a esse churrasco.

  • Daqui a pouco, vai aparecer a associação de moradores da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, dizendo que não quer a mísera Linha 3 do Metrô Rio.

    Quem viver verá

  • Voce sabe que eu estou totalmente oposto ao seu campo ideologico, mas nesse caso concordamos plenamente. É um absurdo que alguns se manifestem e interifram para que nao haja metro para que “populacoes flutuantes de outras areas” frequentem ali. Como se as pessoas fossem pra onde fossem pra ficar “adimirando” as mansoes…. Tem gente que trabalha la, e gente que precisa ir la.
    Esse tipo de atitude, seja de quem for é mediocre. Enquanto em outros lugares o metro valoriza os imoveis, para essas pessoas é ruim?
    Sou liberal, e ainda assim creio que existe a prerrogativa de estado agir pelo interesse comum.

    Sao depois esses palhacos que vao falar “o transito de sp é horrivel” e tambem “temos de poupar o meio ambiente”… mas nao querem contribuir com nada. Alias, nem contribuir, estorvam.

  • Montei um serviço de Moto-taxi para atender os moradores distantes do evento.
    1 passageiro por viagem. Motos novas e silenciosas!
    Saídas de hora em hora, a partir das 6h (pq pobre acorda cedo – inclusive aos sábados).

    Locais:
    São Miguel Paulista – Praça Fortunato da Silveira
    Parelheiros – No Parque do Recreio
    Jardim Míriam – em frente (e não dentro) Motel Lethon
    São Mateus – Padaria do Joca

  • morei muitos anos em Higienópolis… sempre gostei do bairro, é tranquilo, arborizado, cheio de padarias… mas tinha muita gente que era um nooojooo! ainda tenho contato com mta gente de lá e os argumentos que estão usando são rídiculos.
    o cara do metrô disse que era por motivos técnicos, que não houve manifestação dos moradores. Mas conversa com os moradores… todos concordam que não querem a “rua cheia de gente”… duro isso, né? concordo que o metro lá poderia, anotem… PODERIA denegrir um pouco o bairro (vide as estações da república, da sé, sta cecília e qualquer outra da região), mas o interesse de 3 mil pessoas não estão JAMAIS acima da cidade inteira. e outra… rua cheia? não seria privilégio de higienópolis. não gosta? então só saindo de SP…
    e pra qm nao mora aqui e gostaria de ir ao churrasquinho, posso representa-los lá =D depois tomo um café no starbucks do pátio higienópolis huahauha xoxo! =*

  • Pois eu acho que todos os que estiverem metidos nesse enorme “chororô” revoltados contra o pessoal de Higienópolis, que não quer estação de metrô no bairro, devem se mudar para Cotia, especialmente na Granja Viana, onde o povo tem o nariz tão empinado, que se chover, morre afogado! aff! tem um bairro… aliás, bairro não! é um loteamento: isso! um loteamento com complexo de inferioridade, que se chama Gramado, mas quer porque quer ser Granja Viana. Ah! e tem que ter cancelas e portões no meio da rua, uma coisa de dar inveja em qualquer alphaville da vida… O MP de Cotia meio que na marra, teve de entrar com ação civil pública e mesmo depois de sentenciada, por um juiz que merece todas as homenagens pq RESPEITA A CIDADANIA (nem vou fazer propaganda do nome, quem quiser saber, leia a sentença no blog que também mostra o fechamento de VIA PÚBLICA!!!), acreditem, ao invés de demolirem as estruturas absolutamente ilegais, fizeram muito pior; CONTRATARAM POLICIAIS MILITARES PARA DAR “SEGURANÇA”. Ao invés de trabalharem com suas viaturas para dar segurança nas áreas do 16 batalhão, muitos PMs vão para esse loteamento, onde o chefe é um tenente, mais um sargento e usam viaturas, armas, tudo, enfim, com o dinheiro dos paulistanos, enquanto Cotia… bem, aqui é melhor do que Higienópolis. O pessoal não é contra estações do metrô, não! eles são contra o uso da rua: vc não pode nem passar pela rua, entendeu? a rua é nossa e fechamos e fazemos o que quisermos. PSDB! nunca vote nesses caras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    http://www.contrabolsoes.blogspot.com/

  • Vi na página do convite do “Churrascão”, o comentário de um sujeito que dizia que ia levar mulatas besuntadas de óleo. Aí eu comentei: o que você quer dizer com isso? Você acha que mulatas são objetos que você pode levar? Ele, evidentemente não respondeu. Mas a coisa parece que pegou. Estou p. da vida com esse tipo de comentário. No fim esse churrascão revelou foi muito preconceito e estereótipo. Linkaram pobreza com mau gosto e a coisa foi ficando feia. Eu mesma disse que ia levar uma farofa. Mas não foi pra desmerecer ninguém, mas porque como farofa, adoro farofa. Agora teve gente que comentou- ah, não vou levar vinho (por exemplo) , isso é muito chic. E quem disse que gente diferenciada também não aprecia coisa boa? Puro preconceito. E essa da mulata – simplesmente inaceitável. Não só os judeus, mas negros e pobres estão sendo atingidos com essa jorrada de estereótipos. Afinal, estes 50 mil são diferenciados ou estão fingindo que são? Não precisa pensar em nada mirabolante não gente (falo aos preconceituosos que entraram de gaiato neste navio). Basta ser sensível, tolerante, politizado que vocês já serão bastante diferenciados. Em tempo, este cartaz , com esses dizeres ( pra levar as tais mulatas besuntadas) tem que ser banido deste movimento que a princípio deve ser de gente que quer um mundo sem esse tipo de referência às mulheres, sejam de que etnia for. Abaixo qualquer tipo de sexismo, homofobia e racismo neste movimento!! Ou eu estou fora.

    • Pois eu adoro mulatas besuntadas, qual é o pobrema, madama?!?!?

      “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

      • Também adoro mulatas e besuntadas, melhor ainda… Leve-as, que tenho certeza de que elas se divertirão muito e com sua alegria, balaco baco e ziriguindum alegrarão a todos nós…

    • De farofa eu nao gosto, mas acho saquinho de plástico melhor que bolsa, é mais barato, confunde a ladroagem. Enfim, tenho muito de gente diferenciada, e nem me incomodo!

  • Nunca vi nada mais ridículo na minha vida! A “classe média esclarecida” tomando a responsabilidade de defender a “classe pobre” da “classe média alta” criando um movimento fundo social em prol do povo: um metro em HIgienópolis?????????Numa cidade do porte de São Paulo com pouco mais de 70 km de metro, esta seria a quarta estação de metro em 3 km!!
    Aqui onde eu moro, na Vila Sônia estamos esperando com ansiedade pelo metrô. O início das obras já valorizaram muito os imóveis. Metro é bom demais, e se estes babacas da “classe média esclarecida” quisessem mesmo fazer um ato social seria CONTRA o metro em Higienópolis e a favor de metro na Agua Rasa, Parque Novo Mundo, Brasilândia, e tantos outros lugres que ess gente nunca foi…
    Queria ver se a adessão fosse em um churrasco em Marsilac , se a moçada do Twitter e do Facebook iriam, hahahahah ! Aposto que pro povo que assiste o Datena nem está sabendo deste furdúncio!

  • Danilo, gostaria de entrar em contato com vc para entrevista na TV Brasila qui em SP. Me passa aseus tels pelo email.
    No aguardo, Neila Carvalho – Chefia de reporatgem – Tv Brasil – 11 3545-3035 / 11 7670-4226

  • TEm um povo aqui que quer ser mais realista que o REi… É óbvio que São Paulo, comandada pelas “zelites” atrasistas e chupinzísticas do DEM-PSDB precisa de mais metrô, muito metrô e corredores do ônibus para retirar o oceano de carros que entope suas ruas. Mas o Metrô em Higienópolis é necessário, pois ali se concentra uma imensa massa de trabalhadores que mora na periferia, além do mais tem a PUCC, a FAAP, o PACAEMBÙ que em dia de jogo fica um inferno com o povo esperando busão e lotando os pontos de ônibus em todas as avenidas. Pô, minha gente!! Si liga. E esses manés vem dizer que o metrô vai trazer gente diferenciada para o Barro… Me poupem!!!! Eles já estão com dificuldade de arrumar empregadas domésticas, pedreiros,encanadores, pois o povo está voltando para o Norte, daqui a pouco não tem mais camelô também, e com oas ruas estarão entuipidas, eles vão implorar por metrô perto de casa. Mas, para além da discussão sobre o metrô, este protesto tem muito mais a ver com o preconceito e burrice das nossa elites que se acham muitos furos acima dos siomples mortais que tem que trabalhar pra sobreviver. Como se o contacto com o povo fosse algo contagioso. O povo serve para trabalhar em suas casas, lavar suas cuecas e calcinhas, fazer comida e aguentar a malcriação de seus filhos, mas não pode sequer ocupar as ruas do bairro que é espaço público e não propriedade particular e ter um meio de trasnporte mais confortável para ir e voltar de casa e do trabalho. Esses caras são muito é burros. Dá mesma forma que estão ciritcando o Trem-Bala, criticaram e criticam o metrô, o resultado está aí, um gargalo enorme nos transportes públicos e São PAulo é a metrópole com menos metrô no mundo, logo, a mais poluída, masi lenta, e mais estressante, e onde se perde mais tempo no trânsito. FORA ZELITES ATRASISTAS, BURRAS E PRECONCEITUOSAS!!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na gloBo é um braZil para TOLOS”

  • Esse Churrascão de Gente Diferenciada tá ganhando uma proporção e ânimos exaustados que me assustam. Palavras de ordem como vamos invadir, vamos mostrar…. entre tantas outras me agridem pessoalmente.

    Tem uma nota de esclarecimento no evento, legal as pessoas lerem.

    Não vou participar mais, não acredito em movimentos que carreguem ódio. Muitos estão movidos pelo mesmo preconceito que iniciou isso tudo. Só mudam os lados. Desculpem meu desabafo.

    Eu sou de mobilizar e ir atrás do que acredito ser correto. Mas esse Churrascão tá perdendo a mão por conta de um radicalismo que me assusta.

    Uma amigona minha que mora no bairro me contou que essa tal associação Defenda Higienópolis existe desde de julho do ano passado (aproximadamente) e que pra muitos moradores, como no caso dela, era desconhecida até 3 dias atrás.

    Achei incrível a mobilização e a criação do evento, mas temo que possam existir pessoas não tão bem intencionadas participando.

    Temo que até o tema “Metrô” seja esquecido e entre algo no lugar como disputa de classes mais ou menos favorecidas, por essa ou outra religião, por esse ou aquele partido político.

    Enfim….

    Que tudo corra bem e que seja mantido o respeito pelo cidadão, independente do bairro que more

  • Danilo Gentile no Twitter: “- Entendo os velhos de Higienópolis temerem metrô. A última vez que chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz”

  • MORO NO CANADA , DEIXEI O BRASIL A QUASE 5 ANOS , DESCI DO SALTO POIS SOU UM IMIGRANTE TENTANDO LUTAR CONTRA O FALSO MORALISMO QUE ATINGE ESSE PAÍS AQUI , MAS NÃO TEMOS ESSA DIFERENÇA SOCIAL ABSURDA.
    MAS NÃO TEMOS PQ A POPULAÇÃO DA ZONA LESTE É MAIOR DO QUE DA CIDADE QUE EU VIVO ( OTTAWA )

    CONFESSO QUE A VIDA POR AQUI É MAIS “SUADA” EM TERMOS DE TRABALHO , COMPETIÇÃO E TUDO MAIS , PORÉM SE VC É MAIS OU MENOS FAVORECIDO SEU FILHO IRÁ FREQUENTAR A MESMA ESCOLA QUE TODAS AS CRIANÇAS E VARIAS VEZES IRÁ ENCONTRAR NO SHOPPING OU SUPERMERCADO ALGUEM VESTINDO AQUELAS BOTAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL CAMINHANDO AO LADO DE UMA MADAME … E NINGUEM ESTÁ NEM AÍ ( PELO MENOS AQUI EM OTTAWA )

    NÃO SINTO FALTA DO MEU DIA A DIA EM SAMPA , MAS PRA VISITAR O BRASIL É MARAVILHOSO !!!

    SE NÃO AGUENTAM MAIS O BRASIL , MIGREM PRO CANADA !!! PROCUREM IMIGRAÇÃO QUEBEC QUE É A FORMA MAIS FÁCIL DE VIR PRA CÁ …. LEGALMENTE É CLARO.

    • opa, roberto, tambem moro em s. paulo-sp,
      como a sua pessoa ha algum dia.
      como que se faz pra mudar os ares
      de sampa pro canada.

      gostei de seus comentarios, grande abracao do marcelo
      s.paulo-sp.

  • Meu caro Roberto Pinto,

    Boa sorte para você no Canadá.
    Acontece que nós não vamos nos mudar do Brasil,
    nós vamos mudar o Brasil e a mudança está em curso.

  • Pois é…
    As pessoas diferenciadas que prestam serviços a esse tipo de gente, deveriam deixar de prestar serviços, ou cobrar valores bem diferenciados!!!
    Eu quero ver como vivem essas pessoas sem o trabalho das pessoas diferenciadas!!!!

Deixe uma resposta